SlideShare uma empresa Scribd logo
Projeções
              cartográficas




http://prof-paulo-geografia.blogspot.com.br/   Prof. Paulo
O Que São as Projeções
            Cartográficas?

Os sistemas de projeções constituem-se de uma fórmula
 matemática que transforma as coordenadas
 geográficas, a partir de uma superfície esférica, em
 coordenadas planas, mantendo correspondência entre
 elas.
O uso deste artifício geométrico das projeções consegue
 reduzir as deformações, mas nunca eliminá-las.
Tipos Mais Comuns de Projeções

 A maioria dos mapas é feita a partir da projeção dos
 meridianos e paralelos curvos da esfera terrestre em
 uma das figuras geométricas abaixo.
Projeção Cilíndrica
 Muito usado para representar planisférios, os
 paralelos e meridianos são projetados sobre um
 cilindro, que é depois planificado. Os paralelos e
 meridianos são retos e formam ângulos retos.
    Esse tipo de projeção:
 Apresenta os paralelos retos e horizontais e os meridianos retos e
 verticais; Acarreta um crescimento (deformação) exagerado das regiões de
 elevadas latitudes; E o mais utilizado para a representação total da Terra
 (mapas-múndi).
Nesta projeção os meridianos e os paralelos são linhas
retas que se cortam em ângulos retos. Nela as regiões
polares aparecem muito exageradas. Os mapas-múndi
         são feitos em projeções cilíndricas.
Projeção Cônica
 A projeção cônica resulta da projeção do globo terrestre
 sobre um cone, que posteriormente é planificado.
    Esse tipo de projeção:
     Apresenta    paralelos circulares e meridianos radiais,
       isto é, retas que se originam de um único ponto;
     E  usado principalmente para a representação de
       países ou regiões de latitudes intermediárias, embora
       possa ser utilizado para outras latitudes.
Nesta projeção os meridianos convergem para os pólos
e os paralelos são arcos situados a igual distância uns
  dos outros. São utilizados para mapas de países de
                   latitudes médias.
Projeção Azimutal
 A projeção azimutal resulta da projeção da superfície
 terrestre sobre um plano a partir de um determinado
 ponto (ponto de vista). De acordo com Erwin Raisz
 (famoso cartógrafo americano), as projeções azimutais
 são de três tipos: polar, equatorial e oblíqua.
    Esse tipo de projeção:
      Elas são utilizadas para confeccionar mapas especiais,
       principalmente os náuticos e aeronáuticos.
A distorção no mapa aumenta conforme se distancia do ponto
de tangência. Considerando que distorção é mínima perto do
ponto de tangência, as projeções azimutais são apropriadas
para representar áreas que têm extensões aproximadamente
iguais nas direções norte sul ou leste-oeste.
Projeções              Paralelos e                           Utilidade
                       Meridianos

                  Paralelos e Meridianos retos, e            MELHOR PARA
Cilíndrica   deformação nas regiões de altas latitudes    VISUALIZAR REGIÕES
                              (pólos).                    PERTO DO EQUADOR




                   Meridianos retos e convergentes, os       MELHOR PARA
Cônica       paralelos são círculos concêntricos.        VISUALIZAR REGIÕES DE
                                                           LATITUDES MÉDIAS.



                   Meridianos retos e divergentes, os      PREFERIDOS PARA
             paralelos são círculos concêntricos.        REPRESENTAR REGIÕES
Azimutal                                                   POLARES E MAPAS
             Distorções aumentam a partir do centro.
                                                            ESTRATÉGICOS,
                                                         QUANDO SE QUER DAR
                                                         DESTAQUE A UM PONTO
                                                              CENTRAL.
Classificação das Projeções
• Equidistantes – mantém as distâncias lineares (a
partir de um centro), mas apresentam distorções
nas áreas e nas formas. Ex: Projeção Azimutal
• Equivalentes – apresentam formas distorcidas,
mas as áreas mantém o mesmo valor da área real
(as formas ficam prejudicadas). Ex: Projeção de Peters
• Conformes – procuram manter os ângulos,
conservando assim as formas terrestres (mas
apresentam distorções nas áreas). Ex: Projeção de
  Mercator
Projeção de Mercator
 Idealizada no século XVI, a projeção cilíndrica de Mercator
  tornou-se a preferida dos navegantes por ser a única em que
  as direções podiam ser traçadas em linha reta sobre o mapa.
                          Nessa projeção, os paralelos e os
                          meridianos são linhas retas que se
                          cruzam formando ângulos retos.
                          Pertence ao tipo chamado
                          conforme, porque não deforma os
                          ângulos. Em compensação, as áreas
                          extensas ou situadas em latitudes
                          elevadas aparecem nos mapas com
                          dimensões exageradamente
                          ampliadas
Projeção de Peters

 O professor alemão Arno Peters elaborou uma das mais
 recentes (dec.70) e inovadoras projeções cartográficas. Trata-
 se de uma projeção cilíndrica equivalente, ou seja, preserva
 as dimensões relativas dos países e continentes.


                                 • distorce as formas,
                                 principalmente nas
                                 pequenas latitudes,
                                 alongando os países e
                                 continentes no sentido
                                 norte-sul.
Mercator x Peters
         Diferentes Visões do “Mundo”

 São os mapas-múndi mais usados.
 Ambos feitos a partir de projeções cilíndricas.


  MERCATOR (1569)            PETERS (1973)
Projeção de Mercator

 É uma cilíndrica conforme.
 Excelente para a navegação.
 Perfeita nos ângulos e formas.
 Distorcido nas áreas, com as terras próximas ao
  Pólos (elevadas latitudes) desproporcionalmente
  maiores.
 Coloca a Europa no centro do mapa
( Eurocentrismo ).
Projeção de Peters

    Cilíndrica equivalente.
    Mantém a proporção nas áreas continentais
    Distorcido nos ângulos e formas
    África no centro
    Propostas de Peters:
1. Valorização do mundo subdesenvolvido, mostrando sua
     área real.
2. Ressaltar a idéia que por trás de cada mapa, sempre existe
     um conteúdo Político-Ideológico.
Anamorfoses
 São mapas esquemáticos, sem escala cartográfica.
 São representações em que as áreas sofrem
 deformações matematicamente calculadas, tornando-
 se diretamente proporcionais a um determinado
 critério que se está considerando.
Países:
Investimentos em Pesquisa em 2000
PIB das UF em 1990
Potencial de Biodiversidade




       COLÔMBIA              INDONÉSIA
PERU

 BOLIVIA             CONGO
            BRASIL
??????



                      RÚSSIA
      R. UNIDO

      FRANÇA                    ÍNDIA
EUA
                 ISRAEL   PAQUISTÃO



                               CHINA

Prgunts?
    s?
  ugsts?
 s
nsrs
rsus?
  http://prof-paulo-geografia.blogspot.com.br/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Paisagem, espaço e lugar
Paisagem, espaço e lugarPaisagem, espaço e lugar
Paisagem, espaço e lugar
André Luiz Marques
 
Orientacao e localizacao no espaco
Orientacao e localizacao no espacoOrientacao e localizacao no espaco
Orientacao e localizacao no espaco
Prof. Francesco Torres
 
Relevo
RelevoRelevo
Capitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evoluçãoCapitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evolução
Artur Lara
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
Cristina Gouveia
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
Prof.Paulo/geografia
 
Coordenadas Geograficas
Coordenadas GeograficasCoordenadas Geograficas
Coordenadas Geograficas
Luciano Pessanha
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
Prof. Francesco Torres
 
Clima - Elementos e Fatores Climáticos
Clima - Elementos e Fatores ClimáticosClima - Elementos e Fatores Climáticos
Clima - Elementos e Fatores Climáticos
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Geografia da População
Geografia da PopulaçãoGeografia da População
Geografia da População
Eduardo Mendes
 
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização brasileira
Urbanização brasileiraUrbanização brasileira
Urbanização brasileira
Abner de Paula
 
Urbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e BrasileiraUrbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e Brasileira
Artur Lara
 
Espaço urbano
Espaço urbano  Espaço urbano
Espaço urbano
Salageo Cristina
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
Suely Takahashi
 
Conceitos Da Geografia
Conceitos Da GeografiaConceitos Da Geografia
Conceitos Da Geografia
Luciano Pessanha
 
Paisagem
PaisagemPaisagem
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
João José Ferreira Tojal
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
FURG
 
Hidrografia do brasil
Hidrografia do brasilHidrografia do brasil
Hidrografia do brasil
Prof.Paulo/geografia
 

Mais procurados (20)

Paisagem, espaço e lugar
Paisagem, espaço e lugarPaisagem, espaço e lugar
Paisagem, espaço e lugar
 
Orientacao e localizacao no espaco
Orientacao e localizacao no espacoOrientacao e localizacao no espaco
Orientacao e localizacao no espaco
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 
Capitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evoluçãoCapitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evolução
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
 
Coordenadas Geograficas
Coordenadas GeograficasCoordenadas Geograficas
Coordenadas Geograficas
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
 
Clima - Elementos e Fatores Climáticos
Clima - Elementos e Fatores ClimáticosClima - Elementos e Fatores Climáticos
Clima - Elementos e Fatores Climáticos
 
Geografia da População
Geografia da PopulaçãoGeografia da População
Geografia da População
 
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
 
Urbanização brasileira
Urbanização brasileiraUrbanização brasileira
Urbanização brasileira
 
Urbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e BrasileiraUrbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e Brasileira
 
Espaço urbano
Espaço urbano  Espaço urbano
Espaço urbano
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Conceitos Da Geografia
Conceitos Da GeografiaConceitos Da Geografia
Conceitos Da Geografia
 
Paisagem
PaisagemPaisagem
Paisagem
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Hidrografia do brasil
Hidrografia do brasilHidrografia do brasil
Hidrografia do brasil
 

Destaque

Coordenadas geográficas
Coordenadas geográficasCoordenadas geográficas
Coordenadas geográficas
Prof.Paulo/geografia
 
Cartografia e poder
Cartografia e poderCartografia e poder
Cartografia e poder
Prof.Paulo/geografia
 
Fuso
FusoFuso
Clima
ClimaClima
Escalas
EscalasEscalas
Qualidade de vida em numeros
Qualidade de vida em numerosQualidade de vida em numeros
Qualidade de vida em numeros
Prof.Paulo/geografia
 
A estrutura da terra
A estrutura da terraA estrutura da terra
A estrutura da terra
Prof.Paulo/geografia
 
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasilGeologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Prof.Paulo/geografia
 
As grandes paisagens vegetais do brasil
As grandes paisagens vegetais  do brasilAs grandes paisagens vegetais  do brasil
As grandes paisagens vegetais do brasil
Prof.Paulo/geografia
 
Populaçao brasileira
Populaçao brasileiraPopulaçao brasileira
Populaçao brasileira
Prof.Paulo/geografia
 
Migraçoes
MigraçoesMigraçoes
Regioes brasil
Regioes brasilRegioes brasil
Regioes brasil
Prof.Paulo/geografia
 
Guia ilustrado video criar
Guia ilustrado video criarGuia ilustrado video criar
Guia ilustrado video criar
Prof.Paulo/geografia
 
Matrizes culturais – 2ª parte
Matrizes culturais – 2ª parteMatrizes culturais – 2ª parte
Matrizes culturais – 2ª parte
felipedacarpereira
 
Escalas cartogrficas 2
Escalas cartogrficas  2Escalas cartogrficas  2
Escalas cartogrficas 2
eunamahcado
 
Cidades
CidadesCidades
Formação do povo brasileiro - 7ª série
Formação do povo brasileiro - 7ª sérieFormação do povo brasileiro - 7ª série
Formação do povo brasileiro - 7ª série
Secretaria Municipal de Educação
 

Destaque (17)

Coordenadas geográficas
Coordenadas geográficasCoordenadas geográficas
Coordenadas geográficas
 
Cartografia e poder
Cartografia e poderCartografia e poder
Cartografia e poder
 
Fuso
FusoFuso
Fuso
 
Clima
ClimaClima
Clima
 
Escalas
EscalasEscalas
Escalas
 
Qualidade de vida em numeros
Qualidade de vida em numerosQualidade de vida em numeros
Qualidade de vida em numeros
 
A estrutura da terra
A estrutura da terraA estrutura da terra
A estrutura da terra
 
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasilGeologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasil
 
As grandes paisagens vegetais do brasil
As grandes paisagens vegetais  do brasilAs grandes paisagens vegetais  do brasil
As grandes paisagens vegetais do brasil
 
Populaçao brasileira
Populaçao brasileiraPopulaçao brasileira
Populaçao brasileira
 
Migraçoes
MigraçoesMigraçoes
Migraçoes
 
Regioes brasil
Regioes brasilRegioes brasil
Regioes brasil
 
Guia ilustrado video criar
Guia ilustrado video criarGuia ilustrado video criar
Guia ilustrado video criar
 
Matrizes culturais – 2ª parte
Matrizes culturais – 2ª parteMatrizes culturais – 2ª parte
Matrizes culturais – 2ª parte
 
Escalas cartogrficas 2
Escalas cartogrficas  2Escalas cartogrficas  2
Escalas cartogrficas 2
 
Cidades
CidadesCidades
Cidades
 
Formação do povo brasileiro - 7ª série
Formação do povo brasileiro - 7ª sérieFormação do povo brasileiro - 7ª série
Formação do povo brasileiro - 7ª série
 

Semelhante a Projeçoes cartograficas

Cartografia.
Cartografia.Cartografia.
Cartografia.
Camila Brito
 
ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010
alfredo1ssa
 
ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010
alfredo1ssa
 
PROJECOES CARTOGRAFICAS, Projeção Plana ou Azimutal e Projeção Plana Polar. P...
PROJECOES CARTOGRAFICAS, Projeção Plana ou Azimutal e Projeção Plana Polar. P...PROJECOES CARTOGRAFICAS, Projeção Plana ou Azimutal e Projeção Plana Polar. P...
PROJECOES CARTOGRAFICAS, Projeção Plana ou Azimutal e Projeção Plana Polar. P...
TalyaPinheiro1
 
Geografia projecoes cartograficas
Geografia projecoes cartograficasGeografia projecoes cartograficas
Geografia projecoes cartograficas
Professor Renato Mascarenhas
 
Projeções novo
Projeções novo Projeções novo
Projeções novo
Marcelo Caetano
 
Projeções2012
Projeções2012Projeções2012
Projeções2012
alfredo1ssa
 
Cartografia Básica
Cartografia Básica Cartografia Básica
Cartografia Básica
Camila Brito
 
Proj cartograficas (2)
Proj cartograficas (2)Proj cartograficas (2)
Proj cartograficas (2)
Luciane tonete
 
Projeções cartograficas
Projeções cartograficasProjeções cartograficas
Projeções cartograficas
Bruno Maciel
 
5 projecoes cartograficas
5 projecoes cartograficas5 projecoes cartograficas
5 projecoes cartograficas
Lucas Cechinel
 
Aula - Projeções Cartográficas.ppt ggggg
Aula - Projeções Cartográficas.ppt gggggAula - Projeções Cartográficas.ppt ggggg
Aula - Projeções Cartográficas.ppt ggggg
Centro Educacional Nilton Oliveira Santos -CENOS
 
Projeções Cartográficas
Projeções CartográficasProjeções Cartográficas
Projeções Cartográficas
Eduardo Mendes
 
Projecoes cartograficas aula_11_07_09
Projecoes cartograficas aula_11_07_09Projecoes cartograficas aula_11_07_09
Projecoes cartograficas aula_11_07_09
Marcia Silva
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
joao paulo
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
joao paulo
 
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICASPROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
Conceição Fontolan
 
Geografia cartografia projeções cartográficas
Geografia   cartografia projeções cartográficasGeografia   cartografia projeções cartográficas
Geografia cartografia projeções cartográficas
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
Vania Leão
 
Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)
Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)
Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)
terceiromotivo2012
 

Semelhante a Projeçoes cartograficas (20)

Cartografia.
Cartografia.Cartografia.
Cartografia.
 
ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010
 
ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010
 
PROJECOES CARTOGRAFICAS, Projeção Plana ou Azimutal e Projeção Plana Polar. P...
PROJECOES CARTOGRAFICAS, Projeção Plana ou Azimutal e Projeção Plana Polar. P...PROJECOES CARTOGRAFICAS, Projeção Plana ou Azimutal e Projeção Plana Polar. P...
PROJECOES CARTOGRAFICAS, Projeção Plana ou Azimutal e Projeção Plana Polar. P...
 
Geografia projecoes cartograficas
Geografia projecoes cartograficasGeografia projecoes cartograficas
Geografia projecoes cartograficas
 
Projeções novo
Projeções novo Projeções novo
Projeções novo
 
Projeções2012
Projeções2012Projeções2012
Projeções2012
 
Cartografia Básica
Cartografia Básica Cartografia Básica
Cartografia Básica
 
Proj cartograficas (2)
Proj cartograficas (2)Proj cartograficas (2)
Proj cartograficas (2)
 
Projeções cartograficas
Projeções cartograficasProjeções cartograficas
Projeções cartograficas
 
5 projecoes cartograficas
5 projecoes cartograficas5 projecoes cartograficas
5 projecoes cartograficas
 
Aula - Projeções Cartográficas.ppt ggggg
Aula - Projeções Cartográficas.ppt gggggAula - Projeções Cartográficas.ppt ggggg
Aula - Projeções Cartográficas.ppt ggggg
 
Projeções Cartográficas
Projeções CartográficasProjeções Cartográficas
Projeções Cartográficas
 
Projecoes cartograficas aula_11_07_09
Projecoes cartograficas aula_11_07_09Projecoes cartograficas aula_11_07_09
Projecoes cartograficas aula_11_07_09
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICASPROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
 
Geografia cartografia projeções cartográficas
Geografia   cartografia projeções cartográficasGeografia   cartografia projeções cartográficas
Geografia cartografia projeções cartográficas
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)
Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)
Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)
 

Mais de Prof.Paulo/geografia

MINERAÇÃO NO BRASIL
MINERAÇÃO NO BRASILMINERAÇÃO NO BRASIL
MINERAÇÃO NO BRASIL
Prof.Paulo/geografia
 
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASILESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
Prof.Paulo/geografia
 
Estudo Orientado
Estudo OrientadoEstudo Orientado
Estudo Orientado
Prof.Paulo/geografia
 
Mundo do Trabalho
Mundo do TrabalhoMundo do Trabalho
Mundo do Trabalho
Prof.Paulo/geografia
 
Ética e Cidadania
Ética e CidadaniaÉtica e Cidadania
Ética e Cidadania
Prof.Paulo/geografia
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
Prof.Paulo/geografia
 
Estrutura fundiaria no Brasil
Estrutura fundiaria no BrasilEstrutura fundiaria no Brasil
Estrutura fundiaria no Brasil
Prof.Paulo/geografia
 
El nino
El ninoEl nino
Racismo xenofobia
Racismo xenofobiaRacismo xenofobia
Racismo xenofobia
Prof.Paulo/geografia
 
Industrializao
IndustrializaoIndustrializao
Industrializao
Prof.Paulo/geografia
 
oriente medio
oriente mediooriente medio
oriente medio
Prof.Paulo/geografia
 
Oriente medio
Oriente medioOriente medio
Oriente medio
Prof.Paulo/geografia
 
Energia
EnergiaEnergia
Tigres asiáticos
Tigres asiáticosTigres asiáticos
Tigres asiáticos
Prof.Paulo/geografia
 
Japão
JapãoJapão
Aula jornal blog
Aula jornal blogAula jornal blog
Aula jornal blog
Prof.Paulo/geografia
 
Aspectos naturais europa
Aspectos naturais europaAspectos naturais europa
Aspectos naturais europa
Prof.Paulo/geografia
 
Clima e formaçoes vegetais
Clima e formaçoes vegetaisClima e formaçoes vegetais
Clima e formaçoes vegetais
Prof.Paulo/geografia
 

Mais de Prof.Paulo/geografia (18)

MINERAÇÃO NO BRASIL
MINERAÇÃO NO BRASILMINERAÇÃO NO BRASIL
MINERAÇÃO NO BRASIL
 
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASILESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
 
Estudo Orientado
Estudo OrientadoEstudo Orientado
Estudo Orientado
 
Mundo do Trabalho
Mundo do TrabalhoMundo do Trabalho
Mundo do Trabalho
 
Ética e Cidadania
Ética e CidadaniaÉtica e Cidadania
Ética e Cidadania
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
 
Estrutura fundiaria no Brasil
Estrutura fundiaria no BrasilEstrutura fundiaria no Brasil
Estrutura fundiaria no Brasil
 
El nino
El ninoEl nino
El nino
 
Racismo xenofobia
Racismo xenofobiaRacismo xenofobia
Racismo xenofobia
 
Industrializao
IndustrializaoIndustrializao
Industrializao
 
oriente medio
oriente mediooriente medio
oriente medio
 
Oriente medio
Oriente medioOriente medio
Oriente medio
 
Energia
EnergiaEnergia
Energia
 
Tigres asiáticos
Tigres asiáticosTigres asiáticos
Tigres asiáticos
 
Japão
JapãoJapão
Japão
 
Aula jornal blog
Aula jornal blogAula jornal blog
Aula jornal blog
 
Aspectos naturais europa
Aspectos naturais europaAspectos naturais europa
Aspectos naturais europa
 
Clima e formaçoes vegetais
Clima e formaçoes vegetaisClima e formaçoes vegetais
Clima e formaçoes vegetais
 

Projeçoes cartograficas

  • 1. Projeções cartográficas http://prof-paulo-geografia.blogspot.com.br/ Prof. Paulo
  • 2. O Que São as Projeções Cartográficas? Os sistemas de projeções constituem-se de uma fórmula matemática que transforma as coordenadas geográficas, a partir de uma superfície esférica, em coordenadas planas, mantendo correspondência entre elas. O uso deste artifício geométrico das projeções consegue reduzir as deformações, mas nunca eliminá-las.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6. Tipos Mais Comuns de Projeções  A maioria dos mapas é feita a partir da projeção dos meridianos e paralelos curvos da esfera terrestre em uma das figuras geométricas abaixo.
  • 7. Projeção Cilíndrica  Muito usado para representar planisférios, os paralelos e meridianos são projetados sobre um cilindro, que é depois planificado. Os paralelos e meridianos são retos e formam ângulos retos.  Esse tipo de projeção: Apresenta os paralelos retos e horizontais e os meridianos retos e verticais; Acarreta um crescimento (deformação) exagerado das regiões de elevadas latitudes; E o mais utilizado para a representação total da Terra (mapas-múndi).
  • 8. Nesta projeção os meridianos e os paralelos são linhas retas que se cortam em ângulos retos. Nela as regiões polares aparecem muito exageradas. Os mapas-múndi são feitos em projeções cilíndricas.
  • 9. Projeção Cônica  A projeção cônica resulta da projeção do globo terrestre sobre um cone, que posteriormente é planificado.  Esse tipo de projeção: Apresenta paralelos circulares e meridianos radiais, isto é, retas que se originam de um único ponto; E usado principalmente para a representação de países ou regiões de latitudes intermediárias, embora possa ser utilizado para outras latitudes.
  • 10. Nesta projeção os meridianos convergem para os pólos e os paralelos são arcos situados a igual distância uns dos outros. São utilizados para mapas de países de latitudes médias.
  • 11. Projeção Azimutal  A projeção azimutal resulta da projeção da superfície terrestre sobre um plano a partir de um determinado ponto (ponto de vista). De acordo com Erwin Raisz (famoso cartógrafo americano), as projeções azimutais são de três tipos: polar, equatorial e oblíqua.  Esse tipo de projeção:  Elas são utilizadas para confeccionar mapas especiais, principalmente os náuticos e aeronáuticos.
  • 12. A distorção no mapa aumenta conforme se distancia do ponto de tangência. Considerando que distorção é mínima perto do ponto de tangência, as projeções azimutais são apropriadas para representar áreas que têm extensões aproximadamente iguais nas direções norte sul ou leste-oeste.
  • 13. Projeções Paralelos e Utilidade Meridianos Paralelos e Meridianos retos, e MELHOR PARA Cilíndrica deformação nas regiões de altas latitudes VISUALIZAR REGIÕES (pólos). PERTO DO EQUADOR Meridianos retos e convergentes, os MELHOR PARA Cônica paralelos são círculos concêntricos. VISUALIZAR REGIÕES DE LATITUDES MÉDIAS. Meridianos retos e divergentes, os PREFERIDOS PARA paralelos são círculos concêntricos. REPRESENTAR REGIÕES Azimutal POLARES E MAPAS Distorções aumentam a partir do centro. ESTRATÉGICOS, QUANDO SE QUER DAR DESTAQUE A UM PONTO CENTRAL.
  • 14. Classificação das Projeções • Equidistantes – mantém as distâncias lineares (a partir de um centro), mas apresentam distorções nas áreas e nas formas. Ex: Projeção Azimutal • Equivalentes – apresentam formas distorcidas, mas as áreas mantém o mesmo valor da área real (as formas ficam prejudicadas). Ex: Projeção de Peters • Conformes – procuram manter os ângulos, conservando assim as formas terrestres (mas apresentam distorções nas áreas). Ex: Projeção de Mercator
  • 15. Projeção de Mercator  Idealizada no século XVI, a projeção cilíndrica de Mercator tornou-se a preferida dos navegantes por ser a única em que as direções podiam ser traçadas em linha reta sobre o mapa. Nessa projeção, os paralelos e os meridianos são linhas retas que se cruzam formando ângulos retos. Pertence ao tipo chamado conforme, porque não deforma os ângulos. Em compensação, as áreas extensas ou situadas em latitudes elevadas aparecem nos mapas com dimensões exageradamente ampliadas
  • 16. Projeção de Peters  O professor alemão Arno Peters elaborou uma das mais recentes (dec.70) e inovadoras projeções cartográficas. Trata- se de uma projeção cilíndrica equivalente, ou seja, preserva as dimensões relativas dos países e continentes. • distorce as formas, principalmente nas pequenas latitudes, alongando os países e continentes no sentido norte-sul.
  • 17. Mercator x Peters Diferentes Visões do “Mundo”  São os mapas-múndi mais usados.  Ambos feitos a partir de projeções cilíndricas. MERCATOR (1569) PETERS (1973)
  • 18. Projeção de Mercator  É uma cilíndrica conforme.  Excelente para a navegação.  Perfeita nos ângulos e formas.  Distorcido nas áreas, com as terras próximas ao Pólos (elevadas latitudes) desproporcionalmente maiores.  Coloca a Europa no centro do mapa ( Eurocentrismo ).
  • 19. Projeção de Peters  Cilíndrica equivalente.  Mantém a proporção nas áreas continentais  Distorcido nos ângulos e formas  África no centro  Propostas de Peters: 1. Valorização do mundo subdesenvolvido, mostrando sua área real. 2. Ressaltar a idéia que por trás de cada mapa, sempre existe um conteúdo Político-Ideológico.
  • 20. Anamorfoses  São mapas esquemáticos, sem escala cartográfica.  São representações em que as áreas sofrem deformações matematicamente calculadas, tornando- se diretamente proporcionais a um determinado critério que se está considerando.
  • 22. PIB das UF em 1990
  • 23. Potencial de Biodiversidade COLÔMBIA INDONÉSIA PERU BOLIVIA CONGO BRASIL
  • 24. ?????? RÚSSIA R. UNIDO FRANÇA ÍNDIA EUA ISRAEL PAQUISTÃO CHINA
  • 25.  Prgunts? s? ugsts? s nsrs rsus? http://prof-paulo-geografia.blogspot.com.br/