SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Avaliação no Ensino Superior
Acadêmica: Alice Mânica Muller
Professora: Dra. Elaine Turk Faria
Especialização em Docência no Ensino Superior
Avaliação no Ensino Superior
"Avaliação é um julgamento de valor sobre
manifestações relevantes da realidade, tendo
em vista uma tomada de decisão”
(Luckesi, 1996)
Avaliação no Ensino Superior
Para tanto propõe três passos ou pontos:
Primeiro – "assumir um posicionamento pedagógico claro e
explícito, de tal modo que possa orientar diuturnamente a
prática pedagógica, no planejamento, na execução e na
avaliação"
(IBIDEN, 1996)
Avaliação no Ensino Superior
Segundo – “a conversão de cada um de nós, professor,
educador, para novos rumos da prática educacional.
Conversão aqui como conscientização e prática desta
conscientização"
(IBIDEN, 1996)
Avaliação no Ensino Superior
Terceiro – “ao resgate da avaliação em sua essência
constitutiva, ou seja, efetivamente um julgamento de valor
sobre manifestações relevantes da realidade para uma
tomada de decisão"
(IBIDEN, 1996)
Avaliação no Ensino Superior
Avaliar é julgar ou fazer a apreciação de alguém ou alguma
coisa, tendo como base uma escala de valores.
A avaliação consiste na coleta de dados quantitativos e
qualitativos e na interpretação desses resultados com base
em critérios previamente definidos. Portanto, não é
suficiente testar e medir, pois os resultados obtidos através
desses instrumentos devem ser interpretados em termos
de avaliação
(Haydt, 1995)
Avaliação no Ensino Superior
Funções da avaliação:
-Diagnóstica = diagnosticar
-Formativa = acompanhar
-Somativa = classificar
Verificar em que nível se encontram os alunos no início do ano
letivo ou de uma unidade didática e fazer o acompanhamento
deste aluno no decorrer deste processo para então finalizar
com o julgamento e tomada de decisão.
Avaliação no Ensino Superior
• Função diagnóstico:
A avaliação tem por objetivo apontar o patamar em que se
encontra a aprendizagem do aluno, com vistas à tomada
das decisões necessárias.
- Função mediadora:
Se faz presente entre uma etapa da construção de
conhecimento do aluno e outra etapa possível de produção
por ele de um saber mais rico e complexo.
Fonte: http://www.utem.cl/thelos/thelos_002/articulo_n2_02.htm
Avaliação no Ensino Superior
Avaliação no Ensino Superior
• Diagnosticar e melhor qualificar o ensino e a aprendizagem
• Busca a ampliação da autonomia, da crítica e da
responsabilidade do aluno
– Objetivo maior do processo pedagógico e que precisa
estar presente em todos os momentos da dinâmica
ensino, aprendizagem e avaliação
Avaliação no Ensino Superior
Forma de avaliar
Processos de ensino e aprendizagem
Avaliação no Ensino Superior
• A avaliação faz parte de toda a ação
pedagógica
Avaliação no Ensino Superior
Para avaliar:
Cooperação – contribuição efetiva nas discussões grupais,
através de evidências de estudos teóricos ou contribuições
pessoais
Responsabilidade – atendimento a aspectos estabelecidos
pelo grupo e no grupo, como preparação de leituras,
realização de tarefas, planejamento e apresentação de
trabalhos.
Avaliação no Ensino Superior
Condiderar a avaliação como:
-Uma ação compreensiva da trajetória do aluno, com caráter
rotineiro, intrínseco e não estranho à ação educativa;
-Uma fonte de reflexão sobre a ação e de tomada de decisões;
-Uma prática geradora de um currículo oculto que leva o
aluno a acomodar-se à modalidade de avaliação de cada
professor
(GRILLO, 2002)
Avaliação no Ensino Superior
Recomendações:
☻Evite veicular qualificações como bons e maus estudantes,
êxito e fracasso, para que não constituam marcas definitivas
na história de vida escolar do aluno
☻A avaliação deve estar pautada no princípio da
transparência e da justiça
Avaliação no Ensino Superior
• A avaliação escolar envolve professor, aluno e
conhecimento
• “Para o aluno, é importante conhecer os resultados de seu empenho e
esforço, não só pela satisfação da aprendizagem mas, especialmente, pelo
significado que tem o conhecimento de suas capacidades para futuras
aprendizagens.”
• “Para o professor, os resultados dos seus alunos poderão contribuir para
uma análise reflexiva, no sentido de avaliar a eficácia de seu desempenho”
(MELCHIOR, 1994)
Avaliação no Ensino Superior
• O ato de avaliar serve como momento de parada para
refletir-se sobre a prática vivida e a ela retornar de forma
mais adequada, porque tanto a avaliação como o seu
objeto são dinâmicos.
Avaliação no Ensino Superior
Critérios de avaliação:
Devem estar vinculados aos objetivos e conteúdos propostos
para cada etapa do desenvolvimento cognitivo, afetivo e
social, pois explicitam as expectativas de aprendizagem.
Avaliação no Ensino Superior
• Para melhor avaliar, utilizar diferentes códigos, como o oral,
o escrito, o gráfico, o numérico, o pictótico, de forma a se
considerar as diferentes aptidões dos alunos.
• O professor poderá realizar as avaliações por meio de
observações sistematicas; análise das produções dos alunos
e atividades específicas para avaliação.
Avaliação no Ensino Superior
Resultados das avaliações….
Tomar decisões ligadas à reorganização da prática, grupos
de estudos, atividades extras, leituras adicionais, conforme
a necessidade de cada grupo para que efetivamente os
objetivos sejam atingidos.
Referências
• BONELLI, Sônia M.S.. Avaliação, conceitos, princípios e
funções.
• GRILLO, Marlene. Por que falar ainda em avaliação. PUCRS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagemEstudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagemAna Rita S de Souza
 
Trabalho avaliação no ensino superior
Trabalho avaliação no ensino superiorTrabalho avaliação no ensino superior
Trabalho avaliação no ensino superiorSusy R. Viana
 
1 artigo simone helen drumond fund. sócio, político e filosófico da educação...
1 artigo simone helen drumond  fund. sócio, político e filosófico da educação...1 artigo simone helen drumond  fund. sócio, político e filosófico da educação...
1 artigo simone helen drumond fund. sócio, político e filosófico da educação...SimoneHelenDrumond
 
Tecnicas de-avaliacao-adequadas-ao-ensino-superior-guilherme-samy
Tecnicas de-avaliacao-adequadas-ao-ensino-superior-guilherme-samyTecnicas de-avaliacao-adequadas-ao-ensino-superior-guilherme-samy
Tecnicas de-avaliacao-adequadas-ao-ensino-superior-guilherme-samyPROIDDBahiana
 
Avaliação Escolar - Texto de Libâneo (1994)
Avaliação Escolar - Texto de Libâneo (1994)Avaliação Escolar - Texto de Libâneo (1994)
Avaliação Escolar - Texto de Libâneo (1994)Mario Amorim
 
Slide avaliação
Slide avaliaçãoSlide avaliação
Slide avaliaçãoLeilakassab
 
TéCnicas E Instrumentos De AvaliaçãO
TéCnicas E Instrumentos De AvaliaçãOTéCnicas E Instrumentos De AvaliaçãO
TéCnicas E Instrumentos De AvaliaçãOMessias Matusse
 
A avaliação da aprendizagem como processo construtivo de um novo fazer
A avaliação da aprendizagem como processo construtivo de um novo fazerA avaliação da aprendizagem como processo construtivo de um novo fazer
A avaliação da aprendizagem como processo construtivo de um novo fazerDaniel Santos
 
Alguns conceitos de avaliação
Alguns conceitos de avaliaçãoAlguns conceitos de avaliação
Alguns conceitos de avaliaçãoElis Zampieri
 
Avaliacao na educacao slide
Avaliacao na educacao slideAvaliacao na educacao slide
Avaliacao na educacao slideSoares Junior
 
M.s. mod. e prática de form. de profs. - avaliação - aula 3
M.s.   mod. e prática de form. de profs. - avaliação - aula 3M.s.   mod. e prática de form. de profs. - avaliação - aula 3
M.s. mod. e prática de form. de profs. - avaliação - aula 3lislieribeiro
 
Conselho 02
Conselho 02Conselho 02
Conselho 02eecejar
 
Avaliação Formativa Como Instrumento De Aprendizagem
Avaliação Formativa Como Instrumento De AprendizagemAvaliação Formativa Como Instrumento De Aprendizagem
Avaliação Formativa Como Instrumento De AprendizagemNeide Bittencourt
 

Mais procurados (20)

Estudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagemEstudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
 
Avaliação no ensino superior
Avaliação no ensino superiorAvaliação no ensino superior
Avaliação no ensino superior
 
Trabalho avaliação no ensino superior
Trabalho avaliação no ensino superiorTrabalho avaliação no ensino superior
Trabalho avaliação no ensino superior
 
1 artigo simone helen drumond fund. sócio, político e filosófico da educação...
1 artigo simone helen drumond  fund. sócio, político e filosófico da educação...1 artigo simone helen drumond  fund. sócio, político e filosófico da educação...
1 artigo simone helen drumond fund. sócio, político e filosófico da educação...
 
Avaliação na aprendizagem
Avaliação na aprendizagemAvaliação na aprendizagem
Avaliação na aprendizagem
 
Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2
 
Avaliação escolar
Avaliação escolarAvaliação escolar
Avaliação escolar
 
Tecnicas de-avaliacao-adequadas-ao-ensino-superior-guilherme-samy
Tecnicas de-avaliacao-adequadas-ao-ensino-superior-guilherme-samyTecnicas de-avaliacao-adequadas-ao-ensino-superior-guilherme-samy
Tecnicas de-avaliacao-adequadas-ao-ensino-superior-guilherme-samy
 
Avaliação educacional
Avaliação educacionalAvaliação educacional
Avaliação educacional
 
4. avaliação
4. avaliação4. avaliação
4. avaliação
 
Avaliação Escolar - Texto de Libâneo (1994)
Avaliação Escolar - Texto de Libâneo (1994)Avaliação Escolar - Texto de Libâneo (1994)
Avaliação Escolar - Texto de Libâneo (1994)
 
Questões sobre Avaliação
Questões sobre AvaliaçãoQuestões sobre Avaliação
Questões sobre Avaliação
 
Slide avaliação
Slide avaliaçãoSlide avaliação
Slide avaliação
 
TéCnicas E Instrumentos De AvaliaçãO
TéCnicas E Instrumentos De AvaliaçãOTéCnicas E Instrumentos De AvaliaçãO
TéCnicas E Instrumentos De AvaliaçãO
 
A avaliação da aprendizagem como processo construtivo de um novo fazer
A avaliação da aprendizagem como processo construtivo de um novo fazerA avaliação da aprendizagem como processo construtivo de um novo fazer
A avaliação da aprendizagem como processo construtivo de um novo fazer
 
Alguns conceitos de avaliação
Alguns conceitos de avaliaçãoAlguns conceitos de avaliação
Alguns conceitos de avaliação
 
Avaliacao na educacao slide
Avaliacao na educacao slideAvaliacao na educacao slide
Avaliacao na educacao slide
 
M.s. mod. e prática de form. de profs. - avaliação - aula 3
M.s.   mod. e prática de form. de profs. - avaliação - aula 3M.s.   mod. e prática de form. de profs. - avaliação - aula 3
M.s. mod. e prática de form. de profs. - avaliação - aula 3
 
Conselho 02
Conselho 02Conselho 02
Conselho 02
 
Avaliação Formativa Como Instrumento De Aprendizagem
Avaliação Formativa Como Instrumento De AprendizagemAvaliação Formativa Como Instrumento De Aprendizagem
Avaliação Formativa Como Instrumento De Aprendizagem
 

Destaque

INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃOINSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃOEdlauva Santos
 
PNAIC - Avaliação
PNAIC - AvaliaçãoPNAIC - Avaliação
PNAIC - AvaliaçãoElieneDias
 
Tipos de questões dos testes
Tipos de questões dos testesTipos de questões dos testes
Tipos de questões dos testesRBCondeixa
 
Apresentação mono colóquio camilla
Apresentação mono colóquio camillaApresentação mono colóquio camilla
Apresentação mono colóquio camillaEliane Oliveira
 
El juego proyecto fin..
El juego proyecto fin..El juego proyecto fin..
El juego proyecto fin..maria tenemaza
 
07 avaliação no ensino superior
07  avaliação no ensino superior07  avaliação no ensino superior
07 avaliação no ensino superiorJoao Balbi
 
Seminário sobre Avaliação - UFGD - 2010
Seminário sobre Avaliação - UFGD - 2010Seminário sobre Avaliação - UFGD - 2010
Seminário sobre Avaliação - UFGD - 2010Paulinha2011
 
Docência do ensino superior
Docência do ensino superiorDocência do ensino superior
Docência do ensino superiorSuênya Mourão
 
Especialização tecnologias do passado, do presente e do futuro
Especialização   tecnologias do passado, do presente e do futuroEspecialização   tecnologias do passado, do presente e do futuro
Especialização tecnologias do passado, do presente e do futuroEliane Oliveira
 
Engenharia Empresarial em Contextos de Incerteza
Engenharia Empresarial em Contextos de IncertezaEngenharia Empresarial em Contextos de Incerteza
Engenharia Empresarial em Contextos de IncertezaAntonio Dias de Figueiredo
 
Sistemas de Informação Universidade e Conhecimento
Sistemas de Informação Universidade e ConhecimentoSistemas de Informação Universidade e Conhecimento
Sistemas de Informação Universidade e ConhecimentoAntonio Dias de Figueiredo
 
Sinaes – INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO NAS MODALIDADES PRES...
Sinaes – INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO NAS MODALIDADES PRES...Sinaes – INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO NAS MODALIDADES PRES...
Sinaes – INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO NAS MODALIDADES PRES...ANGRAD
 
Docencia no Ensino Superior: Dificuldads e Sugestões
Docencia no Ensino Superior: Dificuldads e SugestõesDocencia no Ensino Superior: Dificuldads e Sugestões
Docencia no Ensino Superior: Dificuldads e SugestõesAngelo Guimaraes
 
Avaliação duja
Avaliação dujaAvaliação duja
Avaliação dujaprefjarinu
 
Teorias da aprendizagem - Docência no Ensino Superior
Teorias da aprendizagem - Docência no Ensino SuperiorTeorias da aprendizagem - Docência no Ensino Superior
Teorias da aprendizagem - Docência no Ensino SuperiorMartaPannocchia
 
Apresentação SINAES para que fazer ENADE 2015
Apresentação SINAES para que fazer ENADE 2015 Apresentação SINAES para que fazer ENADE 2015
Apresentação SINAES para que fazer ENADE 2015 Adriano Moitinho Pinto
 

Destaque (20)

INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃOINSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
 
PNAIC - Avaliação
PNAIC - AvaliaçãoPNAIC - Avaliação
PNAIC - Avaliação
 
Tipos de questões dos testes
Tipos de questões dos testesTipos de questões dos testes
Tipos de questões dos testes
 
Apresentação mono colóquio camilla
Apresentação mono colóquio camillaApresentação mono colóquio camilla
Apresentação mono colóquio camilla
 
El juego proyecto fin..
El juego proyecto fin..El juego proyecto fin..
El juego proyecto fin..
 
O povo em manifest oss
O povo em manifest ossO povo em manifest oss
O povo em manifest oss
 
Mapa conceptual
Mapa conceptualMapa conceptual
Mapa conceptual
 
07 avaliação no ensino superior
07  avaliação no ensino superior07  avaliação no ensino superior
07 avaliação no ensino superior
 
Seminário sobre Avaliação - UFGD - 2010
Seminário sobre Avaliação - UFGD - 2010Seminário sobre Avaliação - UFGD - 2010
Seminário sobre Avaliação - UFGD - 2010
 
Planejamento
PlanejamentoPlanejamento
Planejamento
 
Docência do ensino superior
Docência do ensino superiorDocência do ensino superior
Docência do ensino superior
 
Especialização tecnologias do passado, do presente e do futuro
Especialização   tecnologias do passado, do presente e do futuroEspecialização   tecnologias do passado, do presente e do futuro
Especialização tecnologias do passado, do presente e do futuro
 
Engenharia Empresarial em Contextos de Incerteza
Engenharia Empresarial em Contextos de IncertezaEngenharia Empresarial em Contextos de Incerteza
Engenharia Empresarial em Contextos de Incerteza
 
Sistemas de Informação Universidade e Conhecimento
Sistemas de Informação Universidade e ConhecimentoSistemas de Informação Universidade e Conhecimento
Sistemas de Informação Universidade e Conhecimento
 
Sinaes – INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO NAS MODALIDADES PRES...
Sinaes – INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO NAS MODALIDADES PRES...Sinaes – INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO NAS MODALIDADES PRES...
Sinaes – INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO NAS MODALIDADES PRES...
 
Docencia no Ensino Superior: Dificuldads e Sugestões
Docencia no Ensino Superior: Dificuldads e SugestõesDocencia no Ensino Superior: Dificuldads e Sugestões
Docencia no Ensino Superior: Dificuldads e Sugestões
 
Avaliação duja
Avaliação dujaAvaliação duja
Avaliação duja
 
Teorias da aprendizagem - Docência no Ensino Superior
Teorias da aprendizagem - Docência no Ensino SuperiorTeorias da aprendizagem - Docência no Ensino Superior
Teorias da aprendizagem - Docência no Ensino Superior
 
Como avaliar os alunos
Como avaliar os alunosComo avaliar os alunos
Como avaliar os alunos
 
Apresentação SINAES para que fazer ENADE 2015
Apresentação SINAES para que fazer ENADE 2015 Apresentação SINAES para que fazer ENADE 2015
Apresentação SINAES para que fazer ENADE 2015
 

Semelhante a Avaliação no Ensino Superior

Avaliação .pptx
Avaliação .pptxAvaliação .pptx
Avaliação .pptxDiogeniaJoo
 
AVALIAÇÃO FORMATIVA artigo.docx
AVALIAÇÃO FORMATIVA artigo.docxAVALIAÇÃO FORMATIVA artigo.docx
AVALIAÇÃO FORMATIVA artigo.docxMirianCes
 
A avaliação como prática pedagógica diferenciada
A avaliação como prática pedagógica diferenciadaA avaliação como prática pedagógica diferenciada
A avaliação como prática pedagógica diferenciadaGilvandenys Leite Sales
 
A avaliação no processo de ensino aprendizagem - rea
A avaliação no processo de ensino aprendizagem - reaA avaliação no processo de ensino aprendizagem - rea
A avaliação no processo de ensino aprendizagem - reaElizeu Gomes de Faria
 
Repensando a avaliação
Repensando a avaliaçãoRepensando a avaliação
Repensando a avaliaçãoEdson Mamprin
 
Planejamento e avaliação na educação
Planejamento e avaliação na educaçãoPlanejamento e avaliação na educação
Planejamento e avaliação na educaçãoSimoneHelenDrumond
 
Aval formativa
Aval formativaAval formativa
Aval formativaziquinha
 
1 -Aula didática.pptx
1 -Aula didática.pptx1 -Aula didática.pptx
1 -Aula didática.pptxGiovan Santana
 
ATPC Como Espaço de Formação - Avaliação
ATPC Como Espaço de Formação - AvaliaçãoATPC Como Espaço de Formação - Avaliação
ATPC Como Espaço de Formação - AvaliaçãoClaudia Elisabete Silva
 
Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2SimoneHelenDrumond
 
Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia ...
Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia   ...Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia   ...
Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia ...vinicius_lyma
 

Semelhante a Avaliação no Ensino Superior (20)

AvaliaçãO
AvaliaçãOAvaliaçãO
AvaliaçãO
 
Avaliação .pptx
Avaliação .pptxAvaliação .pptx
Avaliação .pptx
 
AVALIAÇÃO FORMATIVA artigo.docx
AVALIAÇÃO FORMATIVA artigo.docxAVALIAÇÃO FORMATIVA artigo.docx
AVALIAÇÃO FORMATIVA artigo.docx
 
Avaliacao formativa
Avaliacao formativaAvaliacao formativa
Avaliacao formativa
 
Artigo clenilson
Artigo clenilsonArtigo clenilson
Artigo clenilson
 
Avaliar para aprender
Avaliar para aprenderAvaliar para aprender
Avaliar para aprender
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
 
Avaliação formativa
Avaliação formativaAvaliação formativa
Avaliação formativa
 
Oe aula 04
Oe aula 04Oe aula 04
Oe aula 04
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
 
A avaliação como prática pedagógica diferenciada
A avaliação como prática pedagógica diferenciadaA avaliação como prática pedagógica diferenciada
A avaliação como prática pedagógica diferenciada
 
A avaliação no processo de ensino aprendizagem - rea
A avaliação no processo de ensino aprendizagem - reaA avaliação no processo de ensino aprendizagem - rea
A avaliação no processo de ensino aprendizagem - rea
 
Repensando a avaliação
Repensando a avaliaçãoRepensando a avaliação
Repensando a avaliação
 
Planejamento e avaliação na educação
Planejamento e avaliação na educaçãoPlanejamento e avaliação na educação
Planejamento e avaliação na educação
 
Aval formativa
Aval formativaAval formativa
Aval formativa
 
Avaliação.docx
Avaliação.docxAvaliação.docx
Avaliação.docx
 
1 -Aula didática.pptx
1 -Aula didática.pptx1 -Aula didática.pptx
1 -Aula didática.pptx
 
ATPC Como Espaço de Formação - Avaliação
ATPC Como Espaço de Formação - AvaliaçãoATPC Como Espaço de Formação - Avaliação
ATPC Como Espaço de Formação - Avaliação
 
Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2
 
Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia ...
Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia   ...Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia   ...
Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia ...
 

Último

Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfMaiteFerreira4
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdfDiálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdfEversonFerreira20
 
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e SenegalTrabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e SenegalErikOliveira40
 
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfPLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfLUCASAUGUSTONASCENTE
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em criançasSlide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em criançasnarayaskara215
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 

Último (20)

Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdfDiálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
 
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e SenegalTrabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
 
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfPLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em criançasSlide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 

Avaliação no Ensino Superior

  • 1. Avaliação no Ensino Superior Acadêmica: Alice Mânica Muller Professora: Dra. Elaine Turk Faria Especialização em Docência no Ensino Superior
  • 2. Avaliação no Ensino Superior "Avaliação é um julgamento de valor sobre manifestações relevantes da realidade, tendo em vista uma tomada de decisão” (Luckesi, 1996)
  • 3. Avaliação no Ensino Superior Para tanto propõe três passos ou pontos: Primeiro – "assumir um posicionamento pedagógico claro e explícito, de tal modo que possa orientar diuturnamente a prática pedagógica, no planejamento, na execução e na avaliação" (IBIDEN, 1996)
  • 4. Avaliação no Ensino Superior Segundo – “a conversão de cada um de nós, professor, educador, para novos rumos da prática educacional. Conversão aqui como conscientização e prática desta conscientização" (IBIDEN, 1996)
  • 5. Avaliação no Ensino Superior Terceiro – “ao resgate da avaliação em sua essência constitutiva, ou seja, efetivamente um julgamento de valor sobre manifestações relevantes da realidade para uma tomada de decisão" (IBIDEN, 1996)
  • 6. Avaliação no Ensino Superior Avaliar é julgar ou fazer a apreciação de alguém ou alguma coisa, tendo como base uma escala de valores. A avaliação consiste na coleta de dados quantitativos e qualitativos e na interpretação desses resultados com base em critérios previamente definidos. Portanto, não é suficiente testar e medir, pois os resultados obtidos através desses instrumentos devem ser interpretados em termos de avaliação (Haydt, 1995)
  • 7.
  • 8. Avaliação no Ensino Superior Funções da avaliação: -Diagnóstica = diagnosticar -Formativa = acompanhar -Somativa = classificar Verificar em que nível se encontram os alunos no início do ano letivo ou de uma unidade didática e fazer o acompanhamento deste aluno no decorrer deste processo para então finalizar com o julgamento e tomada de decisão.
  • 9. Avaliação no Ensino Superior • Função diagnóstico: A avaliação tem por objetivo apontar o patamar em que se encontra a aprendizagem do aluno, com vistas à tomada das decisões necessárias. - Função mediadora: Se faz presente entre uma etapa da construção de conhecimento do aluno e outra etapa possível de produção por ele de um saber mais rico e complexo.
  • 11. Avaliação no Ensino Superior • Diagnosticar e melhor qualificar o ensino e a aprendizagem • Busca a ampliação da autonomia, da crítica e da responsabilidade do aluno – Objetivo maior do processo pedagógico e que precisa estar presente em todos os momentos da dinâmica ensino, aprendizagem e avaliação
  • 12. Avaliação no Ensino Superior Forma de avaliar Processos de ensino e aprendizagem
  • 13. Avaliação no Ensino Superior • A avaliação faz parte de toda a ação pedagógica
  • 14. Avaliação no Ensino Superior Para avaliar: Cooperação – contribuição efetiva nas discussões grupais, através de evidências de estudos teóricos ou contribuições pessoais Responsabilidade – atendimento a aspectos estabelecidos pelo grupo e no grupo, como preparação de leituras, realização de tarefas, planejamento e apresentação de trabalhos.
  • 15. Avaliação no Ensino Superior Condiderar a avaliação como: -Uma ação compreensiva da trajetória do aluno, com caráter rotineiro, intrínseco e não estranho à ação educativa; -Uma fonte de reflexão sobre a ação e de tomada de decisões; -Uma prática geradora de um currículo oculto que leva o aluno a acomodar-se à modalidade de avaliação de cada professor (GRILLO, 2002)
  • 16. Avaliação no Ensino Superior Recomendações: ☻Evite veicular qualificações como bons e maus estudantes, êxito e fracasso, para que não constituam marcas definitivas na história de vida escolar do aluno ☻A avaliação deve estar pautada no princípio da transparência e da justiça
  • 17. Avaliação no Ensino Superior • A avaliação escolar envolve professor, aluno e conhecimento • “Para o aluno, é importante conhecer os resultados de seu empenho e esforço, não só pela satisfação da aprendizagem mas, especialmente, pelo significado que tem o conhecimento de suas capacidades para futuras aprendizagens.” • “Para o professor, os resultados dos seus alunos poderão contribuir para uma análise reflexiva, no sentido de avaliar a eficácia de seu desempenho” (MELCHIOR, 1994)
  • 18. Avaliação no Ensino Superior • O ato de avaliar serve como momento de parada para refletir-se sobre a prática vivida e a ela retornar de forma mais adequada, porque tanto a avaliação como o seu objeto são dinâmicos.
  • 19.
  • 20. Avaliação no Ensino Superior Critérios de avaliação: Devem estar vinculados aos objetivos e conteúdos propostos para cada etapa do desenvolvimento cognitivo, afetivo e social, pois explicitam as expectativas de aprendizagem.
  • 21. Avaliação no Ensino Superior • Para melhor avaliar, utilizar diferentes códigos, como o oral, o escrito, o gráfico, o numérico, o pictótico, de forma a se considerar as diferentes aptidões dos alunos. • O professor poderá realizar as avaliações por meio de observações sistematicas; análise das produções dos alunos e atividades específicas para avaliação.
  • 22. Avaliação no Ensino Superior Resultados das avaliações…. Tomar decisões ligadas à reorganização da prática, grupos de estudos, atividades extras, leituras adicionais, conforme a necessidade de cada grupo para que efetivamente os objetivos sejam atingidos.
  • 23.
  • 24. Referências • BONELLI, Sônia M.S.. Avaliação, conceitos, princípios e funções. • GRILLO, Marlene. Por que falar ainda em avaliação. PUCRS