SlideShare uma empresa Scribd logo
É um conjunto de ações visando à preservação da saúde e da integridade
dos trabalhadores, através da antecipação, reconhecimento, avaliação e
consequente controle da ocorrência de riscos ambientais existentes ou que
venham a existir no ambiente de trabalho, tendo em consideração a proteção do
meio ambiente e dos recursos naturais.
No Brasil a legislação do trabalho obriga todas as empresas públicas e privadas
a elaborarem e implementarem o PPRA, além de manter um documento-base de
registro dessas ações, que incluem:
Levantamento dos riscos;
Planejamento anual com estabelecimento de metas e prioridades;
Cronogramas;
Estratégia e metodologia de ação;
Forma do registro, manutenção e divulgação dos dados;
Periodicidade e forma de avaliação do desenvolvimento do PPRA.
O PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais foi estabelecido pela
Secretaria de Segurança e Saúde do Trabalho, do Ministério do Trabalho, por meio
da Norma Regulamentadora NR 9, Portaria 3214/78, com objetivo de definir uma
metodologia de ação para garantir a preservação da saúde e integridade dos
trabalhadores face aos riscos existentes nos ambientes de trabalho.
Perigo: “Estado ou situação que inspira cuidado”.
Risco: “Perigo ou possibilidade de perigo”.
Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa, 2000.
O que são RISCOS AMBIENTAIS?
São os perigos que incidem sobre a saúde humana e o bem-estar dos
trabalhadores associados a determinadas profissões.
Podem ser:
 Operacionais (ou risco para acidente);
Comportamentais;
Ambientais (físicos, químicos ou biológicos, ergonômicos)
RISCOS DE ACIDENTES
Qualquer fator que coloque o trabalhador em situação vulnerável e possa afetar
sua integridade, e seu bem estar físico e psíquico. Ex.: as máquinas e equipamentos
sem proteção, probabilidade de incêndio e explosão, arranjo físico
inadequado, armazenamento inadequado, etc.
RISCOS COMPORTAMENTAIS
É aquele potencializado por aspectos pessoais do trabalhador, podendo ser
decorrente de um despreparo técnico e/ou desequilíbrio físico e/ou mental.
RISCOS AMBIENTAIS
São os que dão origem às atividades insalubres. São divididos em cinco
grupos: físicos, químico, biológicos, ergonômico e riscos de acidentes.
São capazes de causar danos à
saúde e à integridade física do
trabalhador em função de sua
natureza, concentração, intensid
ade, suscetibilidade e tempo de
exposição.
Ruído: é definido como um som indesejável, produto das atividades
diárias da comunidade. O som representa as vibrações mecânicas da
matéria através do qual ocorre o fluxo de energia na forma de onda
sonora.
Vibrações: é qualquer movimento que corpo executa em torno de um
ponto fixo. Esse movimento pode ser regular ou irregular, quando não
segue um padrão determinado.
Radiação Ionizante: são emissões de energia em diversos
níveis, ultravioleta e raios-X, raio gama e partículas alfa e
beta, capazes de contato com elétrons de um átomo, provocando a
ionização dos mesmos.
Radiação Não Ionizante: ao contrario da anterior, não tem poder de
ionização pode causar contrações cardíacas, debilitação do sistema
nervoso central, catarata ou até mesmo a morte. Fator determinante é
o tempo de exposição.
Pressões Anormais
HIPORBÁRICA: quando o homem está sujeito a pressões menores que a
pressão atmosférica, como por exemplo, topo de algum arranha-céu, pilotos
e comissários de bordo, enfim, quanto mais alto.
HIPERBÁRICA: quando o homem está sujeito a pressões maiores que a
pressão atmosférica, como por exemplo, em mergulhos e o uso do ar
comprimido, enfim, quanto mais fundo.
Estes riscos são representados pelas substâncias químicas que se
encontram nas formas liquida, sólida e gasosa. Quando absorvida pelo
organismo, podem produzir reações e danos à saúde.
Há três vias de penetração no organismo:
Vias Respiratórias – Inalação pelas vias aéreas;
Via Cutânea – Absorção pela pele;
Via Digestiva – Ingestão.
Os riscos biológicos são aqueles causados por microorganismos como
bactérias, fungos, vírus, bacilos e outros. São capazes de desencadear doenças
devido à contaminação e pela própria natureza do trabalho.
Estes riscos são contrário ás técnicas de ergonomia, que propõe que os
ambientes de trabalho se adaptem ao homem, proporcionando bem-estar físico e
psicológico.
Os riscos ergonômicos estão ligados também a fatores externos (do
ambiente) e internos (do plano emocional), em síntese, quando há disfunção entre
o individuo e seu posto de trabalho.
Os riscos de acidentes ocorrem em função das condições físicas (do ambiente
físico e do processo de trabalho) e tecnológicas, impróprios, capazes de provocar
lesões à integridade física do trabalhador.
Mapa de Riscos
É o conjunto de registros gráficos que representam os riscos existentes nos
diversos locais de trabalho sobre a planta baixa. Pode ser completo ou setorial.
Serve para conscientização e informação dos trabalhadores através da fácil
visualização dos riscos existentes na empresa.
Riscos
Risco é a possibilidade de perigo. São simbolizados por círculos. Os círculos
podem ser pequeno, médio ou grande. Uma legenda deve ser criada no mapa
onde constará o círculo e seu tamanho. Quando num mesmo local houver
incidência de mais de um risco de igual gravidade, utiliza-se o mesmo
círculo, dividindo-o em partes, pintando-as com a cor correspondente do risco.
Dentro dos círculos deverá ser anotado o número de trabalhadores expostos ao
risco e o nome do risco.
.
 Adotar medidas de controle dos riscos existentes ou que possam originar-se no
ambiente de trabalho.
Adotar medidas de controle a saúde dos trabalhadores
Elaborar Ordens de Serviços sobre Segurança e Saúde no Trabalho para
informar os trabalhadores sobre os riscos existentes ou que possam originar-se no
local de trabalho e sobre os meios disponíveis para prevenir ou limitar tais riscos e
para proteger-se dos mesmos.
Trinar os trabalhadores sobre os procedimentos que assegurem a eficiência dos
equipamentos de controle coletivo e dos EPI’s e sobre eventuais limitações de
proteção que oferecem.
Determinar os procedimentos que deverão ser adotados em caso de
emergência. Cumprir e fazer cumprir as disposições legais sobre Segurança e
Medicina do Trabalho.
Dado que muitos riscos não podem ser eliminados completamente, as empresas
precisam, então, tomar certas medidas a fim de minimizá-los, adotando planos de
segurança do trabalho que levem em conta estratégias de prevenção de
acidentes, treinamentos às equipes e campanhas por uso de equipamentos de proteção
individual.
Algumas empresas se comprometem tanto com o bem-estar de seus funcionários, que
chegam a oferecer espaços de descontração, onde os profissionais podem passar por
terapias em grupo e relaxar por alguns minutos.
Os empregados devem se certificar de que eles estão familiarizados com todos os
riscos ocupacionais em seus locais de trabalho, e que sabem como lidar com o perigo.
Isso abrange desde a postura adequada para digitação com a finalidade de reduzir as lesões
por esforço repetitivo até verificar os equipamentos de segurança antes de iniciar suas
atividades ou de manusear instalações elétricas.
Os empregadores que deixarem de fornecer treinamento e equipamento adequados para
o seu pessoal podem ser penalizados por agências governamentais regulamentadoras que
monitoram as condições de saúde e de segurança dos trabalhadores. Mas cabe lembrar que
os funcionários que se comportam de forma negligente em relação aos riscos profissionais
também são passíveis de punições.
 riscos ambientais

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Acidentes de trabalho
Acidentes de trabalhoAcidentes de trabalho
Acidentes de trabalho
Renato Lopes de Freitas
 
Prevenção de Acidentes de Trabalho
Prevenção de Acidentes de TrabalhoPrevenção de Acidentes de Trabalho
Prevenção de Acidentes de Trabalho
IZAIAS DE SOUZA AGUIAR
 
Cipa apresentação
Cipa   apresentaçãoCipa   apresentação
Cipa apresentação
WEIDER MAIK
 
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de TrabalhoPalestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
HP Safety Engenharia
 
Segurança e higiene do trabalho - Aula 1
Segurança e higiene do trabalho - Aula 1Segurança e higiene do trabalho - Aula 1
Segurança e higiene do trabalho - Aula 1
IBEST ESCOLA
 
Doenças ocupacionais
Doenças ocupacionaisDoenças ocupacionais
Doenças ocupacionais
Tiago Malta
 
Medidas para prevenção de acidentes no trabalho
Medidas para prevenção de acidentes no trabalhoMedidas para prevenção de acidentes no trabalho
Medidas para prevenção de acidentes no trabalho
Thaysa Brito
 
Introdução à Segurança do Trabalho
Introdução à Segurança do TrabalhoIntrodução à Segurança do Trabalho
Introdução à Segurança do Trabalho
alessandra_775
 
Aula 4 riscos ocupacionais
Aula 4   riscos ocupacionaisAula 4   riscos ocupacionais
Aula 4 riscos ocupacionais
Daniel Moura
 
Aula 1 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 1 - Higiene e Segurança do TrabalhoAula 1 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 1 - Higiene e Segurança do Trabalho
Unidade Acedêmica de Engenharia de Produção
 
Conceito Risco x Perigo
Conceito Risco x PerigoConceito Risco x Perigo
Conceito Risco x Perigo
Winer Augusto da Fonseca
 
O que é higiene ocupacional
O que é higiene ocupacionalO que é higiene ocupacional
O que é higiene ocupacional
Manoel Augusto Andrade
 
GRO & PGR - GERENCIAMENTO DE RISCOS OCUPACIONAIS
GRO & PGR - GERENCIAMENTO DE RISCOS OCUPACIONAISGRO & PGR - GERENCIAMENTO DE RISCOS OCUPACIONAIS
Riscos químicos
Riscos químicos Riscos químicos
Riscos químicos
Glediana Ximenes
 
Segurança do trabalho
Segurança do trabalhoSegurança do trabalho
Segurança do trabalho
Mauricio Cesar Soares
 
Nr9
Nr9Nr9
NR 17 - Ergonomia
NR 17 - ErgonomiaNR 17 - Ergonomia
NR 17 - Ergonomia
Amanda Dias
 
Doença Profissional e Doença do Trabalho
Doença Profissional e Doença do TrabalhoDoença Profissional e Doença do Trabalho
Doença Profissional e Doença do Trabalho
Day Vasconcellos
 
Riscos Ambientais
Riscos AmbientaisRiscos Ambientais
Riscos Ambientais
HugoDalevedove
 
NR 32
NR 32 NR 32

Mais procurados (20)

Acidentes de trabalho
Acidentes de trabalhoAcidentes de trabalho
Acidentes de trabalho
 
Prevenção de Acidentes de Trabalho
Prevenção de Acidentes de TrabalhoPrevenção de Acidentes de Trabalho
Prevenção de Acidentes de Trabalho
 
Cipa apresentação
Cipa   apresentaçãoCipa   apresentação
Cipa apresentação
 
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de TrabalhoPalestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
 
Segurança e higiene do trabalho - Aula 1
Segurança e higiene do trabalho - Aula 1Segurança e higiene do trabalho - Aula 1
Segurança e higiene do trabalho - Aula 1
 
Doenças ocupacionais
Doenças ocupacionaisDoenças ocupacionais
Doenças ocupacionais
 
Medidas para prevenção de acidentes no trabalho
Medidas para prevenção de acidentes no trabalhoMedidas para prevenção de acidentes no trabalho
Medidas para prevenção de acidentes no trabalho
 
Introdução à Segurança do Trabalho
Introdução à Segurança do TrabalhoIntrodução à Segurança do Trabalho
Introdução à Segurança do Trabalho
 
Aula 4 riscos ocupacionais
Aula 4   riscos ocupacionaisAula 4   riscos ocupacionais
Aula 4 riscos ocupacionais
 
Aula 1 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 1 - Higiene e Segurança do TrabalhoAula 1 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 1 - Higiene e Segurança do Trabalho
 
Conceito Risco x Perigo
Conceito Risco x PerigoConceito Risco x Perigo
Conceito Risco x Perigo
 
O que é higiene ocupacional
O que é higiene ocupacionalO que é higiene ocupacional
O que é higiene ocupacional
 
GRO & PGR - GERENCIAMENTO DE RISCOS OCUPACIONAIS
GRO & PGR - GERENCIAMENTO DE RISCOS OCUPACIONAISGRO & PGR - GERENCIAMENTO DE RISCOS OCUPACIONAIS
GRO & PGR - GERENCIAMENTO DE RISCOS OCUPACIONAIS
 
Riscos químicos
Riscos químicos Riscos químicos
Riscos químicos
 
Segurança do trabalho
Segurança do trabalhoSegurança do trabalho
Segurança do trabalho
 
Nr9
Nr9Nr9
Nr9
 
NR 17 - Ergonomia
NR 17 - ErgonomiaNR 17 - Ergonomia
NR 17 - Ergonomia
 
Doença Profissional e Doença do Trabalho
Doença Profissional e Doença do TrabalhoDoença Profissional e Doença do Trabalho
Doença Profissional e Doença do Trabalho
 
Riscos Ambientais
Riscos AmbientaisRiscos Ambientais
Riscos Ambientais
 
NR 32
NR 32 NR 32
NR 32
 

Destaque

St 03
St 03St 03
Sms classificação riscos ambientais
Sms classificação riscos ambientaisSms classificação riscos ambientais
Sms classificação riscos ambientais
RODRIGO MENDES
 
riscos físicos
riscos físicosriscos físicos
Aula 3 doenças ocupacionais
Aula 3   doenças ocupacionaisAula 3   doenças ocupacionais
Aula 3 doenças ocupacionais
Daniel Moura
 
Guia caixa web
Guia caixa webGuia caixa web
Guia caixa web
romazzini
 
1.2 conceito de perigo e risco (fotos)
1.2   conceito de perigo e risco (fotos)1.2   conceito de perigo e risco (fotos)
1.2 conceito de perigo e risco (fotos)
Rui Almeida
 
Mapa de risco Aprox 4 Hrs
Mapa de risco Aprox 4 HrsMapa de risco Aprox 4 Hrs
Mapa de risco Aprox 4 Hrs
Willian Bronguel
 
Riscos físicos
Riscos físicosRiscos físicos
Riscos físicos
Izaura Nogueira
 
Treinamento CIPA - Mapa de Risco
Treinamento CIPA - Mapa de RiscoTreinamento CIPA - Mapa de Risco
Treinamento CIPA - Mapa de Risco
HugoDalevedove
 
Exemplos De Mapas De Riscos
Exemplos De Mapas De RiscosExemplos De Mapas De Riscos
Exemplos De Mapas De Riscos
Santos de Castro
 
A simpicidade do mapa de riscos
A simpicidade do mapa de riscosA simpicidade do mapa de riscos
A simpicidade do mapa de riscos
Roberto Chaves Failache
 
Curiosidades
CuriosidadesCuriosidades
Curiosidades
Day Vasconcellos
 
Cipa - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
Cipa - Comissão Interna de Prevenção de AcidentesCipa - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
Cipa - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
Day Vasconcellos
 
Red&White E-SOCIAL 2014
Red&White E-SOCIAL 2014Red&White E-SOCIAL 2014
Red&White E-SOCIAL 2014
Pedro Saddi
 
NR 09
NR 09NR 09
NR 09
shasha00
 
Ergo
ErgoErgo
Gestão Operacional dos Afastamentos
Gestão Operacional dos AfastamentosGestão Operacional dos Afastamentos
Prevenção de incêndio e explosão
Prevenção de incêndio e explosãoPrevenção de incêndio e explosão
Prevenção de incêndio e explosão
Rebeca Rocha
 
Química
Química Química
Química
Bruno Marques
 
Cartilha da limpeza
Cartilha da limpezaCartilha da limpeza
Cartilha da limpeza
Nestor Neto
 

Destaque (20)

St 03
St 03St 03
St 03
 
Sms classificação riscos ambientais
Sms classificação riscos ambientaisSms classificação riscos ambientais
Sms classificação riscos ambientais
 
riscos físicos
riscos físicosriscos físicos
riscos físicos
 
Aula 3 doenças ocupacionais
Aula 3   doenças ocupacionaisAula 3   doenças ocupacionais
Aula 3 doenças ocupacionais
 
Guia caixa web
Guia caixa webGuia caixa web
Guia caixa web
 
1.2 conceito de perigo e risco (fotos)
1.2   conceito de perigo e risco (fotos)1.2   conceito de perigo e risco (fotos)
1.2 conceito de perigo e risco (fotos)
 
Mapa de risco Aprox 4 Hrs
Mapa de risco Aprox 4 HrsMapa de risco Aprox 4 Hrs
Mapa de risco Aprox 4 Hrs
 
Riscos físicos
Riscos físicosRiscos físicos
Riscos físicos
 
Treinamento CIPA - Mapa de Risco
Treinamento CIPA - Mapa de RiscoTreinamento CIPA - Mapa de Risco
Treinamento CIPA - Mapa de Risco
 
Exemplos De Mapas De Riscos
Exemplos De Mapas De RiscosExemplos De Mapas De Riscos
Exemplos De Mapas De Riscos
 
A simpicidade do mapa de riscos
A simpicidade do mapa de riscosA simpicidade do mapa de riscos
A simpicidade do mapa de riscos
 
Curiosidades
CuriosidadesCuriosidades
Curiosidades
 
Cipa - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
Cipa - Comissão Interna de Prevenção de AcidentesCipa - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
Cipa - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
 
Red&White E-SOCIAL 2014
Red&White E-SOCIAL 2014Red&White E-SOCIAL 2014
Red&White E-SOCIAL 2014
 
NR 09
NR 09NR 09
NR 09
 
Ergo
ErgoErgo
Ergo
 
Gestão Operacional dos Afastamentos
Gestão Operacional dos AfastamentosGestão Operacional dos Afastamentos
Gestão Operacional dos Afastamentos
 
Prevenção de incêndio e explosão
Prevenção de incêndio e explosãoPrevenção de incêndio e explosão
Prevenção de incêndio e explosão
 
Química
Química Química
Química
 
Cartilha da limpeza
Cartilha da limpezaCartilha da limpeza
Cartilha da limpeza
 

Semelhante a riscos ambientais

Apostila cipa umberto
Apostila cipa umbertoApostila cipa umberto
Apostila cipa umberto
Umberto Reis
 
Livro fundamentos de segurança no trabalho
Livro   fundamentos de segurança no trabalhoLivro   fundamentos de segurança no trabalho
Livro fundamentos de segurança no trabalho
Renato Campos
 
Treinamento de cipa
Treinamento de cipaTreinamento de cipa
Treinamento de cipa
Josiel Leite
 
Segurança do trabalho
Segurança do trabalhoSegurança do trabalho
Segurança do trabalho
Mona Lisa Oliveira Borges
 
segurança do trabalho SLIDE.pptx
segurança do trabalho SLIDE.pptxsegurança do trabalho SLIDE.pptx
segurança do trabalho SLIDE.pptx
MarcioGleyber
 
HIGIENE E Proxiadkkfjfirijfafbuhuofhhfafncri
HIGIENE E ProxiadkkfjfirijfafbuhuofhhfafncriHIGIENE E Proxiadkkfjfirijfafbuhuofhhfafncri
HIGIENE E Proxiadkkfjfirijfafbuhuofhhfafncri
malvs7507
 
Apostila de seguranca_do_trabalho
Apostila de seguranca_do_trabalhoApostila de seguranca_do_trabalho
Apostila de seguranca_do_trabalho
brenzink
 
Segurança do Trabalho aula 2.pptx
Segurança do Trabalho aula 2.pptxSegurança do Trabalho aula 2.pptx
Segurança do Trabalho aula 2.pptx
JaquelineRumo
 
Mapa de Riscos PCMSO
Mapa de Riscos PCMSOMapa de Riscos PCMSO
Mapa de Riscos PCMSO
Carlos Moreira
 
BIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptx
BIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptxBIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptx
BIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptx
FabianoDoVale
 
Slides. Avaliação de Risco Profissional.pptx
Slides. Avaliação de Risco Profissional.pptxSlides. Avaliação de Risco Profissional.pptx
Slides. Avaliação de Risco Profissional.pptx
AliaCristiano
 
Sadeesegurananotrabalho sociologia2012-2-121219110759-phpapp01
Sadeesegurananotrabalho sociologia2012-2-121219110759-phpapp01Sadeesegurananotrabalho sociologia2012-2-121219110759-phpapp01
Sadeesegurananotrabalho sociologia2012-2-121219110759-phpapp01
Julio Torres Neves Barbosa
 
Biossegurança - aula pós.pptx
Biossegurança - aula pós.pptxBiossegurança - aula pós.pptx
Biossegurança - aula pós.pptx
jessica701630
 
aula biossegurança.pptx
aula biossegurança.pptxaula biossegurança.pptx
aula biossegurança.pptx
RosaSantos738119
 
Riscos no ambiente de trabalho
Riscos no ambiente de trabalhoRiscos no ambiente de trabalho
Riscos no ambiente de trabalho
Mauricio De Oliveira Silva
 
Saúde do Trabalhador riscos.pdf
Saúde do Trabalhador riscos.pdfSaúde do Trabalhador riscos.pdf
Saúde do Trabalhador riscos.pdf
NutricionistavelinSa
 
Ambiente, saúde e segurança do trabalho
Ambiente, saúde e segurança do trabalhoAmbiente, saúde e segurança do trabalho
Ambiente, saúde e segurança do trabalho
Bruno Cassiano
 
Higiene apresentação
Higiene apresentaçãoHigiene apresentação
Higiene apresentação
CEWK2010
 
Segurananotrabalho 140308210840-phpapp02
Segurananotrabalho 140308210840-phpapp02Segurananotrabalho 140308210840-phpapp02
Segurananotrabalho 140308210840-phpapp02
Fabio Silva Leao
 
nnnn
nnnnnnnn

Semelhante a riscos ambientais (20)

Apostila cipa umberto
Apostila cipa umbertoApostila cipa umberto
Apostila cipa umberto
 
Livro fundamentos de segurança no trabalho
Livro   fundamentos de segurança no trabalhoLivro   fundamentos de segurança no trabalho
Livro fundamentos de segurança no trabalho
 
Treinamento de cipa
Treinamento de cipaTreinamento de cipa
Treinamento de cipa
 
Segurança do trabalho
Segurança do trabalhoSegurança do trabalho
Segurança do trabalho
 
segurança do trabalho SLIDE.pptx
segurança do trabalho SLIDE.pptxsegurança do trabalho SLIDE.pptx
segurança do trabalho SLIDE.pptx
 
HIGIENE E Proxiadkkfjfirijfafbuhuofhhfafncri
HIGIENE E ProxiadkkfjfirijfafbuhuofhhfafncriHIGIENE E Proxiadkkfjfirijfafbuhuofhhfafncri
HIGIENE E Proxiadkkfjfirijfafbuhuofhhfafncri
 
Apostila de seguranca_do_trabalho
Apostila de seguranca_do_trabalhoApostila de seguranca_do_trabalho
Apostila de seguranca_do_trabalho
 
Segurança do Trabalho aula 2.pptx
Segurança do Trabalho aula 2.pptxSegurança do Trabalho aula 2.pptx
Segurança do Trabalho aula 2.pptx
 
Mapa de Riscos PCMSO
Mapa de Riscos PCMSOMapa de Riscos PCMSO
Mapa de Riscos PCMSO
 
BIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptx
BIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptxBIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptx
BIOSSEGURANÇA AULA 01 (2).pptx
 
Slides. Avaliação de Risco Profissional.pptx
Slides. Avaliação de Risco Profissional.pptxSlides. Avaliação de Risco Profissional.pptx
Slides. Avaliação de Risco Profissional.pptx
 
Sadeesegurananotrabalho sociologia2012-2-121219110759-phpapp01
Sadeesegurananotrabalho sociologia2012-2-121219110759-phpapp01Sadeesegurananotrabalho sociologia2012-2-121219110759-phpapp01
Sadeesegurananotrabalho sociologia2012-2-121219110759-phpapp01
 
Biossegurança - aula pós.pptx
Biossegurança - aula pós.pptxBiossegurança - aula pós.pptx
Biossegurança - aula pós.pptx
 
aula biossegurança.pptx
aula biossegurança.pptxaula biossegurança.pptx
aula biossegurança.pptx
 
Riscos no ambiente de trabalho
Riscos no ambiente de trabalhoRiscos no ambiente de trabalho
Riscos no ambiente de trabalho
 
Saúde do Trabalhador riscos.pdf
Saúde do Trabalhador riscos.pdfSaúde do Trabalhador riscos.pdf
Saúde do Trabalhador riscos.pdf
 
Ambiente, saúde e segurança do trabalho
Ambiente, saúde e segurança do trabalhoAmbiente, saúde e segurança do trabalho
Ambiente, saúde e segurança do trabalho
 
Higiene apresentação
Higiene apresentaçãoHigiene apresentação
Higiene apresentação
 
Segurananotrabalho 140308210840-phpapp02
Segurananotrabalho 140308210840-phpapp02Segurananotrabalho 140308210840-phpapp02
Segurananotrabalho 140308210840-phpapp02
 
nnnn
nnnnnnnn
nnnn
 

riscos ambientais

  • 1.
  • 2. É um conjunto de ações visando à preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores, através da antecipação, reconhecimento, avaliação e consequente controle da ocorrência de riscos ambientais existentes ou que venham a existir no ambiente de trabalho, tendo em consideração a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais. No Brasil a legislação do trabalho obriga todas as empresas públicas e privadas a elaborarem e implementarem o PPRA, além de manter um documento-base de registro dessas ações, que incluem: Levantamento dos riscos; Planejamento anual com estabelecimento de metas e prioridades; Cronogramas; Estratégia e metodologia de ação; Forma do registro, manutenção e divulgação dos dados; Periodicidade e forma de avaliação do desenvolvimento do PPRA.
  • 3. O PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais foi estabelecido pela Secretaria de Segurança e Saúde do Trabalho, do Ministério do Trabalho, por meio da Norma Regulamentadora NR 9, Portaria 3214/78, com objetivo de definir uma metodologia de ação para garantir a preservação da saúde e integridade dos trabalhadores face aos riscos existentes nos ambientes de trabalho.
  • 4. Perigo: “Estado ou situação que inspira cuidado”. Risco: “Perigo ou possibilidade de perigo”. Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa, 2000.
  • 5. O que são RISCOS AMBIENTAIS? São os perigos que incidem sobre a saúde humana e o bem-estar dos trabalhadores associados a determinadas profissões. Podem ser:  Operacionais (ou risco para acidente); Comportamentais; Ambientais (físicos, químicos ou biológicos, ergonômicos)
  • 6. RISCOS DE ACIDENTES Qualquer fator que coloque o trabalhador em situação vulnerável e possa afetar sua integridade, e seu bem estar físico e psíquico. Ex.: as máquinas e equipamentos sem proteção, probabilidade de incêndio e explosão, arranjo físico inadequado, armazenamento inadequado, etc. RISCOS COMPORTAMENTAIS É aquele potencializado por aspectos pessoais do trabalhador, podendo ser decorrente de um despreparo técnico e/ou desequilíbrio físico e/ou mental. RISCOS AMBIENTAIS São os que dão origem às atividades insalubres. São divididos em cinco grupos: físicos, químico, biológicos, ergonômico e riscos de acidentes.
  • 7. São capazes de causar danos à saúde e à integridade física do trabalhador em função de sua natureza, concentração, intensid ade, suscetibilidade e tempo de exposição.
  • 8. Ruído: é definido como um som indesejável, produto das atividades diárias da comunidade. O som representa as vibrações mecânicas da matéria através do qual ocorre o fluxo de energia na forma de onda sonora. Vibrações: é qualquer movimento que corpo executa em torno de um ponto fixo. Esse movimento pode ser regular ou irregular, quando não segue um padrão determinado. Radiação Ionizante: são emissões de energia em diversos níveis, ultravioleta e raios-X, raio gama e partículas alfa e beta, capazes de contato com elétrons de um átomo, provocando a ionização dos mesmos.
  • 9. Radiação Não Ionizante: ao contrario da anterior, não tem poder de ionização pode causar contrações cardíacas, debilitação do sistema nervoso central, catarata ou até mesmo a morte. Fator determinante é o tempo de exposição. Pressões Anormais HIPORBÁRICA: quando o homem está sujeito a pressões menores que a pressão atmosférica, como por exemplo, topo de algum arranha-céu, pilotos e comissários de bordo, enfim, quanto mais alto. HIPERBÁRICA: quando o homem está sujeito a pressões maiores que a pressão atmosférica, como por exemplo, em mergulhos e o uso do ar comprimido, enfim, quanto mais fundo.
  • 10.
  • 11.
  • 12. Estes riscos são representados pelas substâncias químicas que se encontram nas formas liquida, sólida e gasosa. Quando absorvida pelo organismo, podem produzir reações e danos à saúde. Há três vias de penetração no organismo: Vias Respiratórias – Inalação pelas vias aéreas; Via Cutânea – Absorção pela pele; Via Digestiva – Ingestão.
  • 13.
  • 14. Os riscos biológicos são aqueles causados por microorganismos como bactérias, fungos, vírus, bacilos e outros. São capazes de desencadear doenças devido à contaminação e pela própria natureza do trabalho.
  • 15. Estes riscos são contrário ás técnicas de ergonomia, que propõe que os ambientes de trabalho se adaptem ao homem, proporcionando bem-estar físico e psicológico. Os riscos ergonômicos estão ligados também a fatores externos (do ambiente) e internos (do plano emocional), em síntese, quando há disfunção entre o individuo e seu posto de trabalho.
  • 16. Os riscos de acidentes ocorrem em função das condições físicas (do ambiente físico e do processo de trabalho) e tecnológicas, impróprios, capazes de provocar lesões à integridade física do trabalhador.
  • 17.
  • 18. Mapa de Riscos É o conjunto de registros gráficos que representam os riscos existentes nos diversos locais de trabalho sobre a planta baixa. Pode ser completo ou setorial. Serve para conscientização e informação dos trabalhadores através da fácil visualização dos riscos existentes na empresa. Riscos Risco é a possibilidade de perigo. São simbolizados por círculos. Os círculos podem ser pequeno, médio ou grande. Uma legenda deve ser criada no mapa onde constará o círculo e seu tamanho. Quando num mesmo local houver incidência de mais de um risco de igual gravidade, utiliza-se o mesmo círculo, dividindo-o em partes, pintando-as com a cor correspondente do risco. Dentro dos círculos deverá ser anotado o número de trabalhadores expostos ao risco e o nome do risco. .
  • 19.  Adotar medidas de controle dos riscos existentes ou que possam originar-se no ambiente de trabalho. Adotar medidas de controle a saúde dos trabalhadores Elaborar Ordens de Serviços sobre Segurança e Saúde no Trabalho para informar os trabalhadores sobre os riscos existentes ou que possam originar-se no local de trabalho e sobre os meios disponíveis para prevenir ou limitar tais riscos e para proteger-se dos mesmos. Trinar os trabalhadores sobre os procedimentos que assegurem a eficiência dos equipamentos de controle coletivo e dos EPI’s e sobre eventuais limitações de proteção que oferecem. Determinar os procedimentos que deverão ser adotados em caso de emergência. Cumprir e fazer cumprir as disposições legais sobre Segurança e Medicina do Trabalho.
  • 20. Dado que muitos riscos não podem ser eliminados completamente, as empresas precisam, então, tomar certas medidas a fim de minimizá-los, adotando planos de segurança do trabalho que levem em conta estratégias de prevenção de acidentes, treinamentos às equipes e campanhas por uso de equipamentos de proteção individual. Algumas empresas se comprometem tanto com o bem-estar de seus funcionários, que chegam a oferecer espaços de descontração, onde os profissionais podem passar por terapias em grupo e relaxar por alguns minutos. Os empregados devem se certificar de que eles estão familiarizados com todos os riscos ocupacionais em seus locais de trabalho, e que sabem como lidar com o perigo. Isso abrange desde a postura adequada para digitação com a finalidade de reduzir as lesões por esforço repetitivo até verificar os equipamentos de segurança antes de iniciar suas atividades ou de manusear instalações elétricas. Os empregadores que deixarem de fornecer treinamento e equipamento adequados para o seu pessoal podem ser penalizados por agências governamentais regulamentadoras que monitoram as condições de saúde e de segurança dos trabalhadores. Mas cabe lembrar que os funcionários que se comportam de forma negligente em relação aos riscos profissionais também são passíveis de punições.