SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
QUÍMICA
A Ciência Central
9ª Edição

Capítulo 9:
Geometria molecular e teorias de
ligação
David P. White
© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
Formas espaciais
moleculares
• As estruturas de Lewis fornecem a conectividade atômica: elas nos
mostram o número e os tipos de ligações entre os átomos.
• A forma espacial de uma molécula é determinada por seus ângulos
de ligação.
• Considere o CCl4: no nosso modelo experimental, verificamos que
todos os ângulos de ligação Cl-C-Cl são de 109,5°.
• Conseqüentemente, a molécula não pode ser plana.
• Todos os átomos de Cl estão localizados nos vértices de um
tetraedro com o C no seu centro.

© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
Formas espaciais
moleculares

© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
Formas espaciais
moleculares
• Para prevermos a forma molecular, supomos que os elétrons de
valência se repelem e, consequentemente, a molécula assume
qualquer geometria 3D que minimize essa repulsão.
• Denominamos este processo de teoria de Repulsão do Par de
Elétrons no Nível de Valência (RPENV).
• Existem formas simples para as moléculas AB2 e AB3.

© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
Formas espaciais
moleculares
• Existem cinco geometrias fundamentais para a forma molecular:

© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
Formas espaciais
moleculares
• Ao considerarmos a geometria ao redor do átomo central,
consideramos todos os elétrons (pares solitários e pares ligantes).
• Quando damos nome à geometria molecular, focalizamos somente
na posição dos átomos.

© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
Modelo RPENV

• Para se determinar a forma de uma molécula, fazemos a distinção
entre pares de elétrons solitários (ou pares não-ligantes, aqueles
fora de uma ligação) e pares ligantes (aqueles encontrados entre
dois átomos).
• Definimos o arranjo eletrônico pelas posições no espaço 3D de
TODOS os pares de elétrons (ligantes ou não ligantes).
• Os elétrons assumem um arranjo no espaço para minimizar a
repulsão e−-e−.

© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
Modelo RPENV
• Para determinar o arranjo:
• Desenhe a estrutura de Lewis,
• conte o número total de pares de elétrons ao redor do átomo
central,
• ordene os pares de elétrons em uma das geometrias acima para
minimizar a repulsão e−-e− e conte as ligações múltiplas como
um par de ligação.

© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
Modelo RPENV
O efeito dos elétrons não-ligantes e ligações
múltiplas nos ângulos de ligação
•
•
•
•

Determinamos o arranjo observando apenas os elétrons.
Damos nome à geometria molecular pela posição dos átomos.
Ignoramos os pares solitários na geometria molecular.
Todos os átomos que obedecem a regra do octeto têm arranjos
tetraédricos.

© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
Modelo RPENV
O efeito dos elétrons não-ligantes e ligações
múltiplas nos ângulos de ligação
• No nosso modelo experimental, o ângulo de ligação H-X-H
diminui ao passarmos do C para o N e para o O:
H
H C H
H
109.5O

H N H
H
107O

O

H
H
104.5O

• Como os elétrons em uma ligação são atraídos por dois núcleos,
eles não se repelem tanto quanto os pares solitários.
• Consequentemente, os ângulos de ligação diminuem quando o
número de pares de elétrons não-ligantes aumenta.
© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
Modelo RPENV
O efeito dos elétrons não-ligantes e ligações
múltiplas nos ângulos de ligação

© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
Modelo RPENV
O efeito dos elétrons não-ligantes e ligações
múltiplas nos ângulos de ligação
• Da mesma forma, os elétrons nas ligações múltiplas se repelem
mais do que os elétrons nas ligações simples.

Cl
111.4o

Cl

© 2005 by Pearson Education

C O
124.3o

Capítulo 09
Modelo RPENV
Moléculas com níveis de valência
expandidos
• Os átomos que têm expansão de octeto têm arranjos AB5 (de
bipirâmide trigonal) ou AB6 (octaédricos).
• Para as estruturas de bipirâmides trigonais existe um plano
contendo três pares de elétrons. O quarto e o quinto pares de
elétrons estão localizados acima e abaixo desse plano.
• Para as estruturas octaédricas, existe um plano contendo quatro
pares de elétrons. Da mesma forma, o quinto e o sexto pares de
elétrons estão localizados acima e abaixo desse plano.

© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
Modelo RPENV
Moléculas com níveis de valência
expandidos
• Para minimizar a repulsão e−−e− , os pares solitários são sempre
colocados em posições equatoriais.

© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09
Modelo RPENV
Moléculas com níveis de valência
expandidos

© 2005 by Pearson Education

Capítulo 09

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teoria dos orbitais moleculares
Teoria dos orbitais molecularesTeoria dos orbitais moleculares
Teoria dos orbitais molecularesAlex Junior
 
Teoria dos orbitais moleculares
Teoria dos orbitais molecularesTeoria dos orbitais moleculares
Teoria dos orbitais molecularessimone444
 
Ligacoes quimicas
Ligacoes quimicasLigacoes quimicas
Ligacoes quimicasDamigol Gol
 
Aula i fbaiano_ligações químicas
Aula i fbaiano_ligações químicasAula i fbaiano_ligações químicas
Aula i fbaiano_ligações químicasSaulo Luis Capim
 
Ligacao quimica (introdução)
Ligacao quimica (introdução)Ligacao quimica (introdução)
Ligacao quimica (introdução)cmdantasba
 
Lista de Exercícios 04 Química Geral
Lista de Exercícios 04 Química GeralLista de Exercícios 04 Química Geral
Lista de Exercícios 04 Química GeralTiago da Silva
 
Tópico 4 propriedades periodicas parte 2
Tópico 4   propriedades periodicas parte 2Tópico 4   propriedades periodicas parte 2
Tópico 4 propriedades periodicas parte 2estead2011
 
Aula ligação química lidiane
Aula ligação química lidianeAula ligação química lidiane
Aula ligação química lidianeThiago Santos
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicasestead2011
 
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 2
Tópico 5   ligacoes quimicas parte 2Tópico 5   ligacoes quimicas parte 2
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 2estead2011
 
QUÍMICA ORGÂNICA TEÓRICA
QUÍMICA ORGÂNICA TEÓRICAQUÍMICA ORGÂNICA TEÓRICA
QUÍMICA ORGÂNICA TEÓRICAautonomo
 
Ligações Químicas dentro da Química Orgânica
Ligações Químicas dentro da Química OrgânicaLigações Químicas dentro da Química Orgânica
Ligações Químicas dentro da Química OrgânicaRicardo Stefani
 
Elementos químicos, Tabela Periódica e Propriedades periódicas e aperiódicas
Elementos químicos, Tabela Periódica e Propriedades periódicas e aperiódicasElementos químicos, Tabela Periódica e Propriedades periódicas e aperiódicas
Elementos químicos, Tabela Periódica e Propriedades periódicas e aperiódicasCarlos Priante
 
Aula - Ligação Química
Aula - Ligação QuímicaAula - Ligação Química
Aula - Ligação Químicaalisozinho
 
Estrutura atômica
Estrutura atômicaEstrutura atômica
Estrutura atômicaestead2011
 
Propriedades periodicas
Propriedades periodicasPropriedades periodicas
Propriedades periodicasestead2011
 

Mais procurados (20)

Teoria dos orbitais moleculares
Teoria dos orbitais molecularesTeoria dos orbitais moleculares
Teoria dos orbitais moleculares
 
Teoria dos orbitais moleculares
Teoria dos orbitais molecularesTeoria dos orbitais moleculares
Teoria dos orbitais moleculares
 
teoria do orbital
teoria do orbitalteoria do orbital
teoria do orbital
 
Ligacoes quimicas
Ligacoes quimicasLigacoes quimicas
Ligacoes quimicas
 
Aula i fbaiano_ligações químicas
Aula i fbaiano_ligações químicasAula i fbaiano_ligações químicas
Aula i fbaiano_ligações químicas
 
Ligacao quimica (introdução)
Ligacao quimica (introdução)Ligacao quimica (introdução)
Ligacao quimica (introdução)
 
Lista de Exercícios 04 Química Geral
Lista de Exercícios 04 Química GeralLista de Exercícios 04 Química Geral
Lista de Exercícios 04 Química Geral
 
Tópico 4 propriedades periodicas parte 2
Tópico 4   propriedades periodicas parte 2Tópico 4   propriedades periodicas parte 2
Tópico 4 propriedades periodicas parte 2
 
Aula ligação química lidiane
Aula ligação química lidianeAula ligação química lidiane
Aula ligação química lidiane
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
 
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 2
Tópico 5   ligacoes quimicas parte 2Tópico 5   ligacoes quimicas parte 2
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 2
 
QUÍMICA ORGÂNICA TEÓRICA
QUÍMICA ORGÂNICA TEÓRICAQUÍMICA ORGÂNICA TEÓRICA
QUÍMICA ORGÂNICA TEÓRICA
 
Ligações Químicas dentro da Química Orgânica
Ligações Químicas dentro da Química OrgânicaLigações Químicas dentro da Química Orgânica
Ligações Químicas dentro da Química Orgânica
 
Ligações Covalenntes
Ligações CovalenntesLigações Covalenntes
Ligações Covalenntes
 
Elementos químicos, Tabela Periódica e Propriedades periódicas e aperiódicas
Elementos químicos, Tabela Periódica e Propriedades periódicas e aperiódicasElementos químicos, Tabela Periódica e Propriedades periódicas e aperiódicas
Elementos químicos, Tabela Periódica e Propriedades periódicas e aperiódicas
 
Aula - Ligação Química
Aula - Ligação QuímicaAula - Ligação Química
Aula - Ligação Química
 
Estrutura atômica
Estrutura atômicaEstrutura atômica
Estrutura atômica
 
Aula 2: Estrutura atômica e ligação interatômica
Aula 2: Estrutura atômica e ligação interatômicaAula 2: Estrutura atômica e ligação interatômica
Aula 2: Estrutura atômica e ligação interatômica
 
Ligações Químicas
Ligações QuímicasLigações Químicas
Ligações Químicas
 
Propriedades periodicas
Propriedades periodicasPropriedades periodicas
Propriedades periodicas
 

Destaque

Slides cap.3- Estequiometria: Cálculos com fórmulas e equações químicas
Slides cap.3- Estequiometria: Cálculos com fórmulas e equações químicasSlides cap.3- Estequiometria: Cálculos com fórmulas e equações químicas
Slides cap.3- Estequiometria: Cálculos com fórmulas e equações químicasEverlane1
 
Manual de operacoes_do_pronera_2012
Manual de operacoes_do_pronera_2012Manual de operacoes_do_pronera_2012
Manual de operacoes_do_pronera_2012gisianevieiraanana
 
PROEJA-FIC - Perfil e Espectativa dos Alunos da EJA e PROEJA na Atualidade - ...
PROEJA-FIC - Perfil e Espectativa dos Alunos da EJA e PROEJA na Atualidade - ...PROEJA-FIC - Perfil e Espectativa dos Alunos da EJA e PROEJA na Atualidade - ...
PROEJA-FIC - Perfil e Espectativa dos Alunos da EJA e PROEJA na Atualidade - ...Alexandre da Rosa
 
1 ano quimica modelos atomicos caderno de atividades
1 ano quimica  modelos atomicos caderno de atividades1 ano quimica  modelos atomicos caderno de atividades
1 ano quimica modelos atomicos caderno de atividadesPMP
 
Primeiro dia de formação histórico do programa
Primeiro dia de formação   histórico do programaPrimeiro dia de formação   histórico do programa
Primeiro dia de formação histórico do programaClaudinha Chagas
 
O PROJOVEM URBANO E A POLÍTICA NACIONAL DE JUVENTUDE
O PROJOVEM URBANO  E A POLÍTICA NACIONAL DE JUVENTUDE  O PROJOVEM URBANO  E A POLÍTICA NACIONAL DE JUVENTUDE
O PROJOVEM URBANO E A POLÍTICA NACIONAL DE JUVENTUDE Adilson P Motta Motta
 
Concepções e Princípios do PROEJA
Concepções e Princípios do PROEJAConcepções e Princípios do PROEJA
Concepções e Princípios do PROEJAMarcio Morais
 
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicosHistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicosClaysson Xavier
 
Ecologia 2012 1.0
Ecologia 2012 1.0Ecologia 2012 1.0
Ecologia 2012 1.0rnogueira
 
História da Química - Primeiros fenômenos observados e a alquimia
História da Química - Primeiros fenômenos observados e a alquimiaHistória da Química - Primeiros fenômenos observados e a alquimia
História da Química - Primeiros fenômenos observados e a alquimiaSunny K. S. Freitas
 

Destaque (14)

Slides cap.3- Estequiometria: Cálculos com fórmulas e equações químicas
Slides cap.3- Estequiometria: Cálculos com fórmulas e equações químicasSlides cap.3- Estequiometria: Cálculos com fórmulas e equações químicas
Slides cap.3- Estequiometria: Cálculos com fórmulas e equações químicas
 
Manual de operacoes_do_pronera_2012
Manual de operacoes_do_pronera_2012Manual de operacoes_do_pronera_2012
Manual de operacoes_do_pronera_2012
 
PROEJA-FIC - Perfil e Espectativa dos Alunos da EJA e PROEJA na Atualidade - ...
PROEJA-FIC - Perfil e Espectativa dos Alunos da EJA e PROEJA na Atualidade - ...PROEJA-FIC - Perfil e Espectativa dos Alunos da EJA e PROEJA na Atualidade - ...
PROEJA-FIC - Perfil e Espectativa dos Alunos da EJA e PROEJA na Atualidade - ...
 
Alquimia
AlquimiaAlquimia
Alquimia
 
1 ano quimica modelos atomicos caderno de atividades
1 ano quimica  modelos atomicos caderno de atividades1 ano quimica  modelos atomicos caderno de atividades
1 ano quimica modelos atomicos caderno de atividades
 
Primeiro dia de formação histórico do programa
Primeiro dia de formação   histórico do programaPrimeiro dia de formação   histórico do programa
Primeiro dia de formação histórico do programa
 
O PROJOVEM URBANO E A POLÍTICA NACIONAL DE JUVENTUDE
O PROJOVEM URBANO  E A POLÍTICA NACIONAL DE JUVENTUDE  O PROJOVEM URBANO  E A POLÍTICA NACIONAL DE JUVENTUDE
O PROJOVEM URBANO E A POLÍTICA NACIONAL DE JUVENTUDE
 
História da química
História da químicaHistória da química
História da química
 
Concepções e Princípios do PROEJA
Concepções e Princípios do PROEJAConcepções e Princípios do PROEJA
Concepções e Princípios do PROEJA
 
Alquimia principios fundamentais
Alquimia principios fundamentaisAlquimia principios fundamentais
Alquimia principios fundamentais
 
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicosHistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
 
Química orgânica - Isomeria
Química orgânica - IsomeriaQuímica orgânica - Isomeria
Química orgânica - Isomeria
 
Ecologia 2012 1.0
Ecologia 2012 1.0Ecologia 2012 1.0
Ecologia 2012 1.0
 
História da Química - Primeiros fenômenos observados e a alquimia
História da Química - Primeiros fenômenos observados e a alquimiaHistória da Química - Primeiros fenômenos observados e a alquimia
História da Química - Primeiros fenômenos observados e a alquimia
 

Semelhante a quimica geral Aula 06

AULA 2 GEOMETRIA MOLEC (1).ppt
AULA 2 GEOMETRIA MOLEC (1).pptAULA 2 GEOMETRIA MOLEC (1).ppt
AULA 2 GEOMETRIA MOLEC (1).pptRicardoBrunoFelix
 
aula-10-quimica-fundamental-2019-3-ligações-covalentes-.pdf
aula-10-quimica-fundamental-2019-3-ligações-covalentes-.pdfaula-10-quimica-fundamental-2019-3-ligações-covalentes-.pdf
aula-10-quimica-fundamental-2019-3-ligações-covalentes-.pdfEloiCarlosGove
 
Geometria molecular e TLV- slide IFBA.pdf
Geometria molecular e TLV- slide IFBA.pdfGeometria molecular e TLV- slide IFBA.pdf
Geometria molecular e TLV- slide IFBA.pdfThePowerfulGirl
 
Teoria estrutural 1
Teoria estrutural 1Teoria estrutural 1
Teoria estrutural 1Pam Pires
 
Geometria molecular
Geometria molecularGeometria molecular
Geometria molecularacarneirinho
 
aula sobre cristalografia e materiais cristalinos.pdf
aula sobre cristalografia e materiais cristalinos.pdfaula sobre cristalografia e materiais cristalinos.pdf
aula sobre cristalografia e materiais cristalinos.pdfWagnerdaSilveira
 
Tlv bond valence theory
Tlv   bond valence theoryTlv   bond valence theory
Tlv bond valence theoryRubens Costa
 
Ligações Químicas
Ligações QuímicasLigações Químicas
Ligações Químicas11112qmi007
 
geometria molecular geometria molecula.pptx
geometria molecular geometria molecula.pptxgeometria molecular geometria molecula.pptx
geometria molecular geometria molecula.pptxRobbinStroschOne
 
introducao_a_quimica_organica.ppt_modo_de_compatibilidade.pdf
introducao_a_quimica_organica.ppt_modo_de_compatibilidade.pdfintroducao_a_quimica_organica.ppt_modo_de_compatibilidade.pdf
introducao_a_quimica_organica.ppt_modo_de_compatibilidade.pdfSemilleroGENUBA
 
Ligacoes quimicas
Ligacoes quimicasLigacoes quimicas
Ligacoes quimicasestead2011
 
Geometria molecular e polaridade das moléculas
Geometria molecular e polaridade das moléculasGeometria molecular e polaridade das moléculas
Geometria molecular e polaridade das moléculasacarneirinho
 
Química Geral 2016/1 Aula 06
Química Geral 2016/1 Aula 06Química Geral 2016/1 Aula 06
Química Geral 2016/1 Aula 06Ednilsom Orestes
 

Semelhante a quimica geral Aula 06 (20)

AULA 2 GEOMETRIA MOLEC (1).ppt
AULA 2 GEOMETRIA MOLEC (1).pptAULA 2 GEOMETRIA MOLEC (1).ppt
AULA 2 GEOMETRIA MOLEC (1).ppt
 
aula-10-quimica-fundamental-2019-3-ligações-covalentes-.pdf
aula-10-quimica-fundamental-2019-3-ligações-covalentes-.pdfaula-10-quimica-fundamental-2019-3-ligações-covalentes-.pdf
aula-10-quimica-fundamental-2019-3-ligações-covalentes-.pdf
 
Geometria molecular e TLV- slide IFBA.pdf
Geometria molecular e TLV- slide IFBA.pdfGeometria molecular e TLV- slide IFBA.pdf
Geometria molecular e TLV- slide IFBA.pdf
 
Teoria estrutural 1
Teoria estrutural 1Teoria estrutural 1
Teoria estrutural 1
 
Geometria molecular
Geometria molecularGeometria molecular
Geometria molecular
 
Eco 09
Eco 09Eco 09
Eco 09
 
Unidade 01 Teoria Estrutural
Unidade 01   Teoria EstruturalUnidade 01   Teoria Estrutural
Unidade 01 Teoria Estrutural
 
aula sobre cristalografia e materiais cristalinos.pdf
aula sobre cristalografia e materiais cristalinos.pdfaula sobre cristalografia e materiais cristalinos.pdf
aula sobre cristalografia e materiais cristalinos.pdf
 
Tlv bond valence theory
Tlv   bond valence theoryTlv   bond valence theory
Tlv bond valence theory
 
Ligações Químicas
Ligações QuímicasLigações Químicas
Ligações Químicas
 
geometria molecular geometria molecula.pptx
geometria molecular geometria molecula.pptxgeometria molecular geometria molecula.pptx
geometria molecular geometria molecula.pptx
 
Arranjo atômico
Arranjo atômicoArranjo atômico
Arranjo atômico
 
ligacao-quimica-cap08.ppt
ligacao-quimica-cap08.pptligacao-quimica-cap08.ppt
ligacao-quimica-cap08.ppt
 
Teoria do campo cristalino
Teoria do campo cristalinoTeoria do campo cristalino
Teoria do campo cristalino
 
introducao_a_quimica_organica.ppt_modo_de_compatibilidade.pdf
introducao_a_quimica_organica.ppt_modo_de_compatibilidade.pdfintroducao_a_quimica_organica.ppt_modo_de_compatibilidade.pdf
introducao_a_quimica_organica.ppt_modo_de_compatibilidade.pdf
 
2012 cap01 estrutura e ligação
2012 cap01  estrutura e ligação2012 cap01  estrutura e ligação
2012 cap01 estrutura e ligação
 
Ligacoes quimicas
Ligacoes quimicasLigacoes quimicas
Ligacoes quimicas
 
Ligações químicas
Ligações químicasLigações químicas
Ligações químicas
 
Geometria molecular e polaridade das moléculas
Geometria molecular e polaridade das moléculasGeometria molecular e polaridade das moléculas
Geometria molecular e polaridade das moléculas
 
Química Geral 2016/1 Aula 06
Química Geral 2016/1 Aula 06Química Geral 2016/1 Aula 06
Química Geral 2016/1 Aula 06
 

Mais de Manim Edições

Vps manager 2.0 documentação e intalação
Vps manager 2.0   documentação e intalaçãoVps manager 2.0   documentação e intalação
Vps manager 2.0 documentação e intalaçãoManim Edições
 
Tutorial open vpn_setup ssh tunel
Tutorial open vpn_setup ssh tunelTutorial open vpn_setup ssh tunel
Tutorial open vpn_setup ssh tunelManim Edições
 
Tutorial open vpn_setup ssh tunel
Tutorial open vpn_setup ssh tunelTutorial open vpn_setup ssh tunel
Tutorial open vpn_setup ssh tunelManim Edições
 
PCN-Livro10 2-orientação sexual
PCN-Livro10 2-orientação sexualPCN-Livro10 2-orientação sexual
PCN-Livro10 2-orientação sexualManim Edições
 
pcn-Livro10 1-orientação sexual
pcn-Livro10 1-orientação sexualpcn-Livro10 1-orientação sexual
pcn-Livro10 1-orientação sexualManim Edições
 
Livro09 2-meio ambiente saude
Livro09 2-meio ambiente saudeLivro09 2-meio ambiente saude
Livro09 2-meio ambiente saudeManim Edições
 
Livro09 1-meio ambiente saude
Livro09 1-meio ambiente saudeLivro09 1-meio ambiente saude
Livro09 1-meio ambiente saudeManim Edições
 
Livro07 educação fisica
Livro07 educação fisicaLivro07 educação fisica
Livro07 educação fisicaManim Edições
 
Livro06 arte (50 fls 10 reais)
Livro06 arte (50 fls 10 reais)Livro06 arte (50 fls 10 reais)
Livro06 arte (50 fls 10 reais)Manim Edições
 
Livro05 2-historia-geografia (30 fls 6 reais)
Livro05 2-historia-geografia (30 fls 6 reais)Livro05 2-historia-geografia (30 fls 6 reais)
Livro05 2-historia-geografia (30 fls 6 reais)Manim Edições
 
Livro05 1-historia-geografia (23 fls 5 reais)
Livro05 1-historia-geografia (23 fls 5 reais)Livro05 1-historia-geografia (23 fls 5 reais)
Livro05 1-historia-geografia (23 fls 5 reais)Manim Edições
 
Livro04 ciencias naturais (63 fls 13 reais)
Livro04 ciencias naturais (63 fls 13 reais)Livro04 ciencias naturais (63 fls 13 reais)
Livro04 ciencias naturais (63 fls 13 reais)Manim Edições
 
Livro03 matematica (35 fls 7 reais)
Livro03 matematica (35 fls 7 reais)Livro03 matematica (35 fls 7 reais)
Livro03 matematica (35 fls 7 reais)Manim Edições
 
Livro02 portugues (44 fls 6 reais)
Livro02 portugues (44 fls 6 reais)Livro02 portugues (44 fls 6 reais)
Livro02 portugues (44 fls 6 reais)Manim Edições
 
Ldb lei 9394 de 1996 - resumaoo 1
Ldb lei 9394 de 1996 - resumaoo 1Ldb lei 9394 de 1996 - resumaoo 1
Ldb lei 9394 de 1996 - resumaoo 1Manim Edições
 
Curso caixas acusticas faca voce mesmo
Curso  caixas acusticas   faca voce mesmoCurso  caixas acusticas   faca voce mesmo
Curso caixas acusticas faca voce mesmoManim Edições
 

Mais de Manim Edições (20)

Vps manager 2.0 documentação e intalação
Vps manager 2.0   documentação e intalaçãoVps manager 2.0   documentação e intalação
Vps manager 2.0 documentação e intalação
 
Tutorial open vpn_setup ssh tunel
Tutorial open vpn_setup ssh tunelTutorial open vpn_setup ssh tunel
Tutorial open vpn_setup ssh tunel
 
Tutorial open vpn_setup ssh tunel
Tutorial open vpn_setup ssh tunelTutorial open vpn_setup ssh tunel
Tutorial open vpn_setup ssh tunel
 
PCN-Livro10 2-orientação sexual
PCN-Livro10 2-orientação sexualPCN-Livro10 2-orientação sexual
PCN-Livro10 2-orientação sexual
 
pcn-Livro10 1-orientação sexual
pcn-Livro10 1-orientação sexualpcn-Livro10 1-orientação sexual
pcn-Livro10 1-orientação sexual
 
Livro09 2-meio ambiente saude
Livro09 2-meio ambiente saudeLivro09 2-meio ambiente saude
Livro09 2-meio ambiente saude
 
Livro09 1-meio ambiente saude
Livro09 1-meio ambiente saudeLivro09 1-meio ambiente saude
Livro09 1-meio ambiente saude
 
Livro08 1-etica
Livro08 1-eticaLivro08 1-etica
Livro08 1-etica
 
Livro07 educação fisica
Livro07 educação fisicaLivro07 educação fisica
Livro07 educação fisica
 
Livro06 arte (50 fls 10 reais)
Livro06 arte (50 fls 10 reais)Livro06 arte (50 fls 10 reais)
Livro06 arte (50 fls 10 reais)
 
Livro05 2-historia-geografia (30 fls 6 reais)
Livro05 2-historia-geografia (30 fls 6 reais)Livro05 2-historia-geografia (30 fls 6 reais)
Livro05 2-historia-geografia (30 fls 6 reais)
 
Livro05 1-historia-geografia (23 fls 5 reais)
Livro05 1-historia-geografia (23 fls 5 reais)Livro05 1-historia-geografia (23 fls 5 reais)
Livro05 1-historia-geografia (23 fls 5 reais)
 
Livro04 ciencias naturais (63 fls 13 reais)
Livro04 ciencias naturais (63 fls 13 reais)Livro04 ciencias naturais (63 fls 13 reais)
Livro04 ciencias naturais (63 fls 13 reais)
 
Livro03 matematica (35 fls 7 reais)
Livro03 matematica (35 fls 7 reais)Livro03 matematica (35 fls 7 reais)
Livro03 matematica (35 fls 7 reais)
 
Livro02 portugues (44 fls 6 reais)
Livro02 portugues (44 fls 6 reais)Livro02 portugues (44 fls 6 reais)
Livro02 portugues (44 fls 6 reais)
 
Ldb lei 9394 de 1996 - resumaoo 1
Ldb lei 9394 de 1996 - resumaoo 1Ldb lei 9394 de 1996 - resumaoo 1
Ldb lei 9394 de 1996 - resumaoo 1
 
8 esclerenquima
8   esclerenquima8   esclerenquima
8 esclerenquima
 
7 colenquima
7   colenquima7   colenquima
7 colenquima
 
Curso de pedreiro
Curso de pedreiroCurso de pedreiro
Curso de pedreiro
 
Curso caixas acusticas faca voce mesmo
Curso  caixas acusticas   faca voce mesmoCurso  caixas acusticas   faca voce mesmo
Curso caixas acusticas faca voce mesmo
 

Último

Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 

Último (20)

Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 

quimica geral Aula 06

  • 1. QUÍMICA A Ciência Central 9ª Edição Capítulo 9: Geometria molecular e teorias de ligação David P. White © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 2. Formas espaciais moleculares • As estruturas de Lewis fornecem a conectividade atômica: elas nos mostram o número e os tipos de ligações entre os átomos. • A forma espacial de uma molécula é determinada por seus ângulos de ligação. • Considere o CCl4: no nosso modelo experimental, verificamos que todos os ângulos de ligação Cl-C-Cl são de 109,5°. • Conseqüentemente, a molécula não pode ser plana. • Todos os átomos de Cl estão localizados nos vértices de um tetraedro com o C no seu centro. © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 3. Formas espaciais moleculares © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 4. Formas espaciais moleculares • Para prevermos a forma molecular, supomos que os elétrons de valência se repelem e, consequentemente, a molécula assume qualquer geometria 3D que minimize essa repulsão. • Denominamos este processo de teoria de Repulsão do Par de Elétrons no Nível de Valência (RPENV). • Existem formas simples para as moléculas AB2 e AB3. © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 5. © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 6. Formas espaciais moleculares • Existem cinco geometrias fundamentais para a forma molecular: © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 7. Formas espaciais moleculares • Ao considerarmos a geometria ao redor do átomo central, consideramos todos os elétrons (pares solitários e pares ligantes). • Quando damos nome à geometria molecular, focalizamos somente na posição dos átomos. © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 8. Modelo RPENV • Para se determinar a forma de uma molécula, fazemos a distinção entre pares de elétrons solitários (ou pares não-ligantes, aqueles fora de uma ligação) e pares ligantes (aqueles encontrados entre dois átomos). • Definimos o arranjo eletrônico pelas posições no espaço 3D de TODOS os pares de elétrons (ligantes ou não ligantes). • Os elétrons assumem um arranjo no espaço para minimizar a repulsão e−-e−. © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 9. © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 10. © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 11. Modelo RPENV • Para determinar o arranjo: • Desenhe a estrutura de Lewis, • conte o número total de pares de elétrons ao redor do átomo central, • ordene os pares de elétrons em uma das geometrias acima para minimizar a repulsão e−-e− e conte as ligações múltiplas como um par de ligação. © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 12. © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 13. Modelo RPENV O efeito dos elétrons não-ligantes e ligações múltiplas nos ângulos de ligação • • • • Determinamos o arranjo observando apenas os elétrons. Damos nome à geometria molecular pela posição dos átomos. Ignoramos os pares solitários na geometria molecular. Todos os átomos que obedecem a regra do octeto têm arranjos tetraédricos. © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 14. Modelo RPENV O efeito dos elétrons não-ligantes e ligações múltiplas nos ângulos de ligação • No nosso modelo experimental, o ângulo de ligação H-X-H diminui ao passarmos do C para o N e para o O: H H C H H 109.5O H N H H 107O O H H 104.5O • Como os elétrons em uma ligação são atraídos por dois núcleos, eles não se repelem tanto quanto os pares solitários. • Consequentemente, os ângulos de ligação diminuem quando o número de pares de elétrons não-ligantes aumenta. © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 15. Modelo RPENV O efeito dos elétrons não-ligantes e ligações múltiplas nos ângulos de ligação © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 16. Modelo RPENV O efeito dos elétrons não-ligantes e ligações múltiplas nos ângulos de ligação • Da mesma forma, os elétrons nas ligações múltiplas se repelem mais do que os elétrons nas ligações simples. Cl 111.4o Cl © 2005 by Pearson Education C O 124.3o Capítulo 09
  • 17. Modelo RPENV Moléculas com níveis de valência expandidos • Os átomos que têm expansão de octeto têm arranjos AB5 (de bipirâmide trigonal) ou AB6 (octaédricos). • Para as estruturas de bipirâmides trigonais existe um plano contendo três pares de elétrons. O quarto e o quinto pares de elétrons estão localizados acima e abaixo desse plano. • Para as estruturas octaédricas, existe um plano contendo quatro pares de elétrons. Da mesma forma, o quinto e o sexto pares de elétrons estão localizados acima e abaixo desse plano. © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 18. © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 19. © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 20. Modelo RPENV Moléculas com níveis de valência expandidos • Para minimizar a repulsão e−−e− , os pares solitários são sempre colocados em posições equatoriais. © 2005 by Pearson Education Capítulo 09
  • 21. Modelo RPENV Moléculas com níveis de valência expandidos © 2005 by Pearson Education Capítulo 09