SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
AULA 03
Que bom que você é uma pessoa perseverante.
Já estamos no módulo “Equipamentos e Materiais Didáticos” e nele você irá rever alguns conceitos
fundamentais desta disciplina.
Fique atento aos ícones abaixo.
Eles são oportunidades para você:
a. Obter maiores explicações sobre os assuntos presentes na apostila;
b. Ir à listas de exercícios;
c. Ter acesso a outros textos explicativos da matéria em estudo.
Clique no ícone e acesse o material.
Vídeos
explicativos
Textos
explicativos
Olá Aluno (a)!!!
Lista de exercícios
I – o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos
o pleno domínio da leitura e do cálculo;
II – a compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, da
tecnologia, das artes e dos valores em que se fundamenta a sociedade;
III – o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo em vista a aquisição
de conhecimentos e habilidades e a formação de atitudes e valores;
IV – o fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de solidariedade
humana e de tolerância recíproca em que se assenta a vida social.
Aliás, os PCNs, estabelecidos pelo MEC em 1997 (1a a 4a séries) e 1998 (5a a
8a séries), redefiniram os conteúdos do ensino fundamental, propondo novas
maneiras para abordá-los, tornando-se essenciais na compreensão das relações
entre os sujeitos e os conteúdos científicos e escolares, de acordo com cada nível
de ensino.
As diferentes áreas, os conteúdos selecionados em cada uma delas (língua
portuguesa, matemática, ciências naturais, história e geografia, artes visuais e
cênicas, educação física), convivem transversalmente com temas que
representam questões sociais relevantes no mundo contemporâneo: ética, saúde,
meio ambiente, pluralidade cultural e orientação sexual.
Dessa forma, o trabalho educativo ganha novos contornos, em cujo centro
está o estudante, constituído como sujeito histórico, e suas inter-relações com os
grupos que permeiam sua vivência
– dentro e fora da escola. As práticas pedagógicas são remodeladas e as
relações docentes com os conteúdos passam a referir-se à construção ativa das
capacidades intelectuais para operar com símbolos, idéias, imagens e
representações que permitem organizar a realidade, tomar decisões e adotar uma
posição crítica em relação aos valores que a escola ensina.
As reformulações sofridas pelo ensino fundamental, a partir da LDB e dos
PCNs, exigem, além de tudo, uma reformulação do espaço educativo, bem como
da utilização dos materiais e dos equipamentos didáticos. Acompanhando as
novas proposições para esta fase da escolarização das crianças e dos jovens, os
recursos didáticos precisam ser repensados e seu emprego otimizado.
Aula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Artigo o-ensino-da-sociologia
Artigo o-ensino-da-sociologiaArtigo o-ensino-da-sociologia
Artigo o-ensino-da-sociologiaJordeilson Amaral
 
Grupos escolares no brasil
Grupos escolares no brasilGrupos escolares no brasil
Grupos escolares no brasilJulhinha Camara
 
APONTAMENTOS SOBRE A HISTÓRIA DOS GRUPOS ESCOLARES NO BRASIL E NA PARAÍBA
APONTAMENTOS SOBRE A HISTÓRIA DOS GRUPOS ESCOLARES NO BRASIL E NA PARAÍBAAPONTAMENTOS SOBRE A HISTÓRIA DOS GRUPOS ESCOLARES NO BRASIL E NA PARAÍBA
APONTAMENTOS SOBRE A HISTÓRIA DOS GRUPOS ESCOLARES NO BRASIL E NA PARAÍBAKivya Damasceno
 
metodologia de historia
metodologia de historiametodologia de historia
metodologia de historiaIus 95
 
ESQUEMA DOS PCNs PARTE 1
ESQUEMA DOS PCNs PARTE 1ESQUEMA DOS PCNs PARTE 1
ESQUEMA DOS PCNs PARTE 1Thiagogui
 
CTS - no ensdino da biologia
CTS - no ensdino da biologiaCTS - no ensdino da biologia
CTS - no ensdino da biologiaDaniel Schavarski
 
Caderno resumo pedagogia artigo
Caderno resumo pedagogia artigoCaderno resumo pedagogia artigo
Caderno resumo pedagogia artigoTatiane Almeida
 
IX ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA Universidade Nove de Julho – UNINOVE/SP -...
IX ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA Universidade Nove de Julho – UNINOVE/SP -...IX ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA Universidade Nove de Julho – UNINOVE/SP -...
IX ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA Universidade Nove de Julho – UNINOVE/SP -...Emerson Mathias
 
A base comum curricular
A base comum curricularA base comum curricular
A base comum curricularRosita Pereira
 
integração e interdisciplinaridade no ensino secundário brasileiro
  integração e interdisciplinaridade no ensino secundário brasileiro  integração e interdisciplinaridade no ensino secundário brasileiro
integração e interdisciplinaridade no ensino secundário brasileiroLydia Rocha
 
Planejando aulas de Sociologia: desafios e perspectivas
Planejando aulas de Sociologia: desafios e perspectivasPlanejando aulas de Sociologia: desafios e perspectivas
Planejando aulas de Sociologia: desafios e perspectivasRafael Barros
 
Gre – sertão do alto pajeú
Gre – sertão do alto pajeúGre – sertão do alto pajeú
Gre – sertão do alto pajeúMascleide Lima
 

Mais procurados (19)

Plano de Curso - Estrutura I
Plano de Curso - Estrutura IPlano de Curso - Estrutura I
Plano de Curso - Estrutura I
 
Pcn ciências
Pcn   ciênciasPcn   ciências
Pcn ciências
 
Pcn história
Pcn históriaPcn história
Pcn história
 
Artigo o-ensino-da-sociologia
Artigo o-ensino-da-sociologiaArtigo o-ensino-da-sociologia
Artigo o-ensino-da-sociologia
 
Curriculo como produção social
Curriculo como produção socialCurriculo como produção social
Curriculo como produção social
 
Grupos escolares no brasil
Grupos escolares no brasilGrupos escolares no brasil
Grupos escolares no brasil
 
APONTAMENTOS SOBRE A HISTÓRIA DOS GRUPOS ESCOLARES NO BRASIL E NA PARAÍBA
APONTAMENTOS SOBRE A HISTÓRIA DOS GRUPOS ESCOLARES NO BRASIL E NA PARAÍBAAPONTAMENTOS SOBRE A HISTÓRIA DOS GRUPOS ESCOLARES NO BRASIL E NA PARAÍBA
APONTAMENTOS SOBRE A HISTÓRIA DOS GRUPOS ESCOLARES NO BRASIL E NA PARAÍBA
 
metodologia de historia
metodologia de historiametodologia de historia
metodologia de historia
 
ESQUEMA DOS PCNs PARTE 1
ESQUEMA DOS PCNs PARTE 1ESQUEMA DOS PCNs PARTE 1
ESQUEMA DOS PCNs PARTE 1
 
CTS - no ensdino da biologia
CTS - no ensdino da biologiaCTS - no ensdino da biologia
CTS - no ensdino da biologia
 
Caderno resumo pedagogia artigo
Caderno resumo pedagogia artigoCaderno resumo pedagogia artigo
Caderno resumo pedagogia artigo
 
Oficinas Rambinho
Oficinas RambinhoOficinas Rambinho
Oficinas Rambinho
 
IX ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA Universidade Nove de Julho – UNINOVE/SP -...
IX ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA Universidade Nove de Julho – UNINOVE/SP -...IX ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA Universidade Nove de Julho – UNINOVE/SP -...
IX ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA Universidade Nove de Julho – UNINOVE/SP -...
 
A base comum curricular
A base comum curricularA base comum curricular
A base comum curricular
 
integração e interdisciplinaridade no ensino secundário brasileiro
  integração e interdisciplinaridade no ensino secundário brasileiro  integração e interdisciplinaridade no ensino secundário brasileiro
integração e interdisciplinaridade no ensino secundário brasileiro
 
3. prática educativa e sociedade
3. prática educativa e sociedade3. prática educativa e sociedade
3. prática educativa e sociedade
 
Planejando aulas de Sociologia: desafios e perspectivas
Planejando aulas de Sociologia: desafios e perspectivasPlanejando aulas de Sociologia: desafios e perspectivas
Planejando aulas de Sociologia: desafios e perspectivas
 
Gre – sertão do alto pajeú
Gre – sertão do alto pajeúGre – sertão do alto pajeú
Gre – sertão do alto pajeú
 
Espaco nao formal
Espaco nao formalEspaco nao formal
Espaco nao formal
 

Semelhante a Aula 03: equipamentos didáticos

O dilema da Interdisciplinaridade : Algumas questões para quem forma professo...
O dilema da Interdisciplinaridade : Algumas questões para quem forma professo...O dilema da Interdisciplinaridade : Algumas questões para quem forma professo...
O dilema da Interdisciplinaridade : Algumas questões para quem forma professo...Seminário Latino-Americano SLIEC
 
Proposta curricular de biologia
Proposta curricular de biologiaProposta curricular de biologia
Proposta curricular de biologiafamiliaestagio
 
Relação das oficinas pedagógicas e gt's eneseb 2013
Relação das oficinas pedagógicas e gt's  eneseb 2013Relação das oficinas pedagógicas e gt's  eneseb 2013
Relação das oficinas pedagógicas e gt's eneseb 2013Fellipe Madeira
 
Proposta curricular de biologia
Proposta curricular de biologiaProposta curricular de biologia
Proposta curricular de biologiafamiliaestagio
 
Planejamento com sugestões de atividades e avaliação ciências ef
Planejamento com sugestões de atividades e avaliação   ciências efPlanejamento com sugestões de atividades e avaliação   ciências ef
Planejamento com sugestões de atividades e avaliação ciências efCristino Renato da Silva
 
Proposta curricular de biologia cprp
Proposta curricular de  biologia cprpProposta curricular de  biologia cprp
Proposta curricular de biologia cprpfamiliaestagio
 
Caderno 4- Áreas de Conhecimento e Integração Curricular
Caderno 4- Áreas de Conhecimento e Integração CurricularCaderno 4- Áreas de Conhecimento e Integração Curricular
Caderno 4- Áreas de Conhecimento e Integração CurricularDillzzaa
 
Pacto Nacional do Ensino Medio Caderno4
Pacto Nacional do Ensino Medio Caderno4Pacto Nacional do Ensino Medio Caderno4
Pacto Nacional do Ensino Medio Caderno4jjamesmarques
 
Currículo referência ciências da natureza 6º ao 9º ano
Currículo referência ciências da natureza 6º ao 9º anoCurrículo referência ciências da natureza 6º ao 9º ano
Currículo referência ciências da natureza 6º ao 9º anotecnicossme
 
Caderno iii-c.-da-natureza- slide
Caderno iii-c.-da-natureza- slideCaderno iii-c.-da-natureza- slide
Caderno iii-c.-da-natureza- slideAndrea Felix
 
Resumo parâmetros curriculares nacionais ciências naturais no ensino fundamental
Resumo parâmetros curriculares nacionais ciências naturais no ensino fundamentalResumo parâmetros curriculares nacionais ciências naturais no ensino fundamental
Resumo parâmetros curriculares nacionais ciências naturais no ensino fundamentalDaniella Bezerra
 
Resumo parâmetros curriculares nacionais ciências naturais no ensino fundamental
Resumo parâmetros curriculares nacionais ciências naturais no ensino fundamentalResumo parâmetros curriculares nacionais ciências naturais no ensino fundamental
Resumo parâmetros curriculares nacionais ciências naturais no ensino fundamentalDaniella Bezerra
 
CONTEXTUALIZAÇÃO DO CONHECIMENTO QUÍMICO: UMA ALTERNATIVA PARA PROMOVER MUDAN...
CONTEXTUALIZAÇÃO DO CONHECIMENTO QUÍMICO: UMA ALTERNATIVA PARA PROMOVER MUDAN...CONTEXTUALIZAÇÃO DO CONHECIMENTO QUÍMICO: UMA ALTERNATIVA PARA PROMOVER MUDAN...
CONTEXTUALIZAÇÃO DO CONHECIMENTO QUÍMICO: UMA ALTERNATIVA PARA PROMOVER MUDAN...Anderson Oliveira
 
Diretrizes curriculares versao_preliminar_parte_1
Diretrizes curriculares versao_preliminar_parte_1Diretrizes curriculares versao_preliminar_parte_1
Diretrizes curriculares versao_preliminar_parte_1Patricia Fcm
 
Diretrizes curriculares versao_preliminar_parte_1
Diretrizes curriculares versao_preliminar_parte_1Diretrizes curriculares versao_preliminar_parte_1
Diretrizes curriculares versao_preliminar_parte_1Patricia Fcm
 
Didática e Simulado
Didática e SimuladoDidática e Simulado
Didática e SimuladoLuiz C. Melo
 
Apresentação avaliação educação infantil.pptx
Apresentação avaliação educação infantil.pptxApresentação avaliação educação infantil.pptx
Apresentação avaliação educação infantil.pptxTiagoMiranda85
 
rafaelhono-6.-relaes-entre-currculo-e-conhecimento-para-currculo-e-cultura.pdf
rafaelhono-6.-relaes-entre-currculo-e-conhecimento-para-currculo-e-cultura.pdfrafaelhono-6.-relaes-entre-currculo-e-conhecimento-para-currculo-e-cultura.pdf
rafaelhono-6.-relaes-entre-currculo-e-conhecimento-para-currculo-e-cultura.pdfMarcoAurelio741433
 

Semelhante a Aula 03: equipamentos didáticos (20)

O dilema da Interdisciplinaridade : Algumas questões para quem forma professo...
O dilema da Interdisciplinaridade : Algumas questões para quem forma professo...O dilema da Interdisciplinaridade : Algumas questões para quem forma professo...
O dilema da Interdisciplinaridade : Algumas questões para quem forma professo...
 
Proposta curricular de biologia
Proposta curricular de biologiaProposta curricular de biologia
Proposta curricular de biologia
 
Relação das oficinas pedagógicas e gt's eneseb 2013
Relação das oficinas pedagógicas e gt's  eneseb 2013Relação das oficinas pedagógicas e gt's  eneseb 2013
Relação das oficinas pedagógicas e gt's eneseb 2013
 
Proposta curricular de biologia
Proposta curricular de biologiaProposta curricular de biologia
Proposta curricular de biologia
 
Planejamento com sugestões de atividades e avaliação ciências ef
Planejamento com sugestões de atividades e avaliação   ciências efPlanejamento com sugestões de atividades e avaliação   ciências ef
Planejamento com sugestões de atividades e avaliação ciências ef
 
Proposta curricular de biologia cprp
Proposta curricular de  biologia cprpProposta curricular de  biologia cprp
Proposta curricular de biologia cprp
 
Caderno 4- Áreas de Conhecimento e Integração Curricular
Caderno 4- Áreas de Conhecimento e Integração CurricularCaderno 4- Áreas de Conhecimento e Integração Curricular
Caderno 4- Áreas de Conhecimento e Integração Curricular
 
Pacto Nacional do Ensino Medio Caderno4
Pacto Nacional do Ensino Medio Caderno4Pacto Nacional do Ensino Medio Caderno4
Pacto Nacional do Ensino Medio Caderno4
 
Currículo referência ciências da natureza 6º ao 9º ano
Currículo referência ciências da natureza 6º ao 9º anoCurrículo referência ciências da natureza 6º ao 9º ano
Currículo referência ciências da natureza 6º ao 9º ano
 
Temas controversos 1
Temas controversos 1Temas controversos 1
Temas controversos 1
 
Caderno iii-c.-da-natureza- slide
Caderno iii-c.-da-natureza- slideCaderno iii-c.-da-natureza- slide
Caderno iii-c.-da-natureza- slide
 
Resumo parâmetros curriculares nacionais ciências naturais no ensino fundamental
Resumo parâmetros curriculares nacionais ciências naturais no ensino fundamentalResumo parâmetros curriculares nacionais ciências naturais no ensino fundamental
Resumo parâmetros curriculares nacionais ciências naturais no ensino fundamental
 
Resumo parâmetros curriculares nacionais ciências naturais no ensino fundamental
Resumo parâmetros curriculares nacionais ciências naturais no ensino fundamentalResumo parâmetros curriculares nacionais ciências naturais no ensino fundamental
Resumo parâmetros curriculares nacionais ciências naturais no ensino fundamental
 
CONTEXTUALIZAÇÃO DO CONHECIMENTO QUÍMICO: UMA ALTERNATIVA PARA PROMOVER MUDAN...
CONTEXTUALIZAÇÃO DO CONHECIMENTO QUÍMICO: UMA ALTERNATIVA PARA PROMOVER MUDAN...CONTEXTUALIZAÇÃO DO CONHECIMENTO QUÍMICO: UMA ALTERNATIVA PARA PROMOVER MUDAN...
CONTEXTUALIZAÇÃO DO CONHECIMENTO QUÍMICO: UMA ALTERNATIVA PARA PROMOVER MUDAN...
 
Limgua inglesa
Limgua inglesaLimgua inglesa
Limgua inglesa
 
Diretrizes curriculares versao_preliminar_parte_1
Diretrizes curriculares versao_preliminar_parte_1Diretrizes curriculares versao_preliminar_parte_1
Diretrizes curriculares versao_preliminar_parte_1
 
Diretrizes curriculares versao_preliminar_parte_1
Diretrizes curriculares versao_preliminar_parte_1Diretrizes curriculares versao_preliminar_parte_1
Diretrizes curriculares versao_preliminar_parte_1
 
Didática e Simulado
Didática e SimuladoDidática e Simulado
Didática e Simulado
 
Apresentação avaliação educação infantil.pptx
Apresentação avaliação educação infantil.pptxApresentação avaliação educação infantil.pptx
Apresentação avaliação educação infantil.pptx
 
rafaelhono-6.-relaes-entre-currculo-e-conhecimento-para-currculo-e-cultura.pdf
rafaelhono-6.-relaes-entre-currculo-e-conhecimento-para-currculo-e-cultura.pdfrafaelhono-6.-relaes-entre-currculo-e-conhecimento-para-currculo-e-cultura.pdf
rafaelhono-6.-relaes-entre-currculo-e-conhecimento-para-currculo-e-cultura.pdf
 

Mais de Israel serique

Políticas públicas - EJA
Políticas públicas - EJAPolíticas públicas - EJA
Políticas públicas - EJAIsrael serique
 
Tendências pedagógicas
Tendências pedagógicasTendências pedagógicas
Tendências pedagógicasIsrael serique
 
Psicogênese da Língua Escrita 2
Psicogênese da Língua Escrita 2Psicogênese da Língua Escrita 2
Psicogênese da Língua Escrita 2Israel serique
 
Psicogênese da língua escrita 1
Psicogênese da língua escrita  1Psicogênese da língua escrita  1
Psicogênese da língua escrita 1Israel serique
 
Alfabetização e letramento 04
Alfabetização e letramento 04Alfabetização e letramento 04
Alfabetização e letramento 04Israel serique
 
Alfabetização e letramento 02
Alfabetização e letramento 02Alfabetização e letramento 02
Alfabetização e letramento 02Israel serique
 
Alfabetização e letramento 01
Alfabetização e letramento 01Alfabetização e letramento 01
Alfabetização e letramento 01Israel serique
 
Novas tecnologias cap 3 slide
Novas tecnologias cap 3 slideNovas tecnologias cap 3 slide
Novas tecnologias cap 3 slideIsrael serique
 
Novas tecnologias cap 2 final slide
Novas tecnologias cap 2 final slideNovas tecnologias cap 2 final slide
Novas tecnologias cap 2 final slideIsrael serique
 
Assistivos slide cap 2
Assistivos slide cap 2Assistivos slide cap 2
Assistivos slide cap 2Israel serique
 
Novas tecnologias slide cap 1
Novas tecnologias slide cap 1Novas tecnologias slide cap 1
Novas tecnologias slide cap 1Israel serique
 
Aula 04: equipamentos e materiais didáticos
Aula 04: equipamentos e materiais didáticosAula 04: equipamentos e materiais didáticos
Aula 04: equipamentos e materiais didáticosIsrael serique
 
tecnologias assistivas e educação
tecnologias assistivas e educaçãotecnologias assistivas e educação
tecnologias assistivas e educaçãoIsrael serique
 

Mais de Israel serique (20)

UA 02.pdf
UA 02.pdfUA 02.pdf
UA 02.pdf
 
Políticas públicas - EJA
Políticas públicas - EJAPolíticas públicas - EJA
Políticas públicas - EJA
 
Tendências pedagógicas
Tendências pedagógicasTendências pedagógicas
Tendências pedagógicas
 
Psicogênese da Língua Escrita 2
Psicogênese da Língua Escrita 2Psicogênese da Língua Escrita 2
Psicogênese da Língua Escrita 2
 
Psicogênese da língua escrita 1
Psicogênese da língua escrita  1Psicogênese da língua escrita  1
Psicogênese da língua escrita 1
 
Alfabetização e letramento 04
Alfabetização e letramento 04Alfabetização e letramento 04
Alfabetização e letramento 04
 
Edu básica 04
Edu básica 04Edu básica 04
Edu básica 04
 
Edu básica 03
Edu básica 03Edu básica 03
Edu básica 03
 
Edu básica 01
Edu básica 01Edu básica 01
Edu básica 01
 
Edu básica 02:
Edu básica 02: Edu básica 02:
Edu básica 02:
 
Desenv e linguagem
Desenv e linguagemDesenv e linguagem
Desenv e linguagem
 
Alfabetização e letramento 02
Alfabetização e letramento 02Alfabetização e letramento 02
Alfabetização e letramento 02
 
Alfabetização e letramento 01
Alfabetização e letramento 01Alfabetização e letramento 01
Alfabetização e letramento 01
 
Novas tecnologias cap 3 slide
Novas tecnologias cap 3 slideNovas tecnologias cap 3 slide
Novas tecnologias cap 3 slide
 
Novas tecnologias cap 2 final slide
Novas tecnologias cap 2 final slideNovas tecnologias cap 2 final slide
Novas tecnologias cap 2 final slide
 
Assistivos slide cap 2
Assistivos slide cap 2Assistivos slide cap 2
Assistivos slide cap 2
 
Novas tecnologias slide cap 1
Novas tecnologias slide cap 1Novas tecnologias slide cap 1
Novas tecnologias slide cap 1
 
Aula 04: equipamentos e materiais didáticos
Aula 04: equipamentos e materiais didáticosAula 04: equipamentos e materiais didáticos
Aula 04: equipamentos e materiais didáticos
 
tecnologias assistivas e educação
tecnologias assistivas e educaçãotecnologias assistivas e educação
tecnologias assistivas e educação
 
Aula 04: ESTATÍSTICA
Aula 04: ESTATÍSTICAAula 04: ESTATÍSTICA
Aula 04: ESTATÍSTICA
 

Último

Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptParticular
 
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdfDiálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdfEversonFerreira20
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfPLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfLUCASAUGUSTONASCENTE
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfssuserbb4ac2
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaanapsuls
 

Último (20)

Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdfDiálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfPLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 

Aula 03: equipamentos didáticos

  • 2.
  • 3. Que bom que você é uma pessoa perseverante. Já estamos no módulo “Equipamentos e Materiais Didáticos” e nele você irá rever alguns conceitos fundamentais desta disciplina. Fique atento aos ícones abaixo. Eles são oportunidades para você: a. Obter maiores explicações sobre os assuntos presentes na apostila; b. Ir à listas de exercícios; c. Ter acesso a outros textos explicativos da matéria em estudo. Clique no ícone e acesse o material. Vídeos explicativos Textos explicativos Olá Aluno (a)!!! Lista de exercícios
  • 4.
  • 5. I – o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos o pleno domínio da leitura e do cálculo; II – a compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, da tecnologia, das artes e dos valores em que se fundamenta a sociedade; III – o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo em vista a aquisição de conhecimentos e habilidades e a formação de atitudes e valores; IV – o fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de solidariedade humana e de tolerância recíproca em que se assenta a vida social. Aliás, os PCNs, estabelecidos pelo MEC em 1997 (1a a 4a séries) e 1998 (5a a 8a séries), redefiniram os conteúdos do ensino fundamental, propondo novas maneiras para abordá-los, tornando-se essenciais na compreensão das relações entre os sujeitos e os conteúdos científicos e escolares, de acordo com cada nível de ensino. As diferentes áreas, os conteúdos selecionados em cada uma delas (língua portuguesa, matemática, ciências naturais, história e geografia, artes visuais e cênicas, educação física), convivem transversalmente com temas que representam questões sociais relevantes no mundo contemporâneo: ética, saúde, meio ambiente, pluralidade cultural e orientação sexual. Dessa forma, o trabalho educativo ganha novos contornos, em cujo centro está o estudante, constituído como sujeito histórico, e suas inter-relações com os grupos que permeiam sua vivência – dentro e fora da escola. As práticas pedagógicas são remodeladas e as relações docentes com os conteúdos passam a referir-se à construção ativa das capacidades intelectuais para operar com símbolos, idéias, imagens e representações que permitem organizar a realidade, tomar decisões e adotar uma posição crítica em relação aos valores que a escola ensina. As reformulações sofridas pelo ensino fundamental, a partir da LDB e dos PCNs, exigem, além de tudo, uma reformulação do espaço educativo, bem como da utilização dos materiais e dos equipamentos didáticos. Acompanhando as novas proposições para esta fase da escolarização das crianças e dos jovens, os recursos didáticos precisam ser repensados e seu emprego otimizado.