SlideShare uma empresa Scribd logo
MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS
1
MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS
2
EMENTA
Descrição histórica da evolução das tecnologias. Conceituação de novas tecnologias. Análise da aplicação das novas tecnologias aos
processos educativos. Definição e relevância da EaD para o novo contexto educacional e econômico. Levantamento das possiblidades didáticas
das novas tecnologias para a EaD.
PERFIL DE CONCLUSÃO
O discente entenderá a relação entre a tecnologia e a educação e será capaz de aplicar as novas tecnologias à educação presencial e EaD.
COMPETÊNCIAS
Entender o processo histórico do desenvolvimento da educação a partir da criação das novas tecnologias, estabelecendo uma relação
dialógica entre elas e apontando quais novos recursos tecnológicos são aplicáveis ao ensino presencial e EaD. Ademais, conhecer e problematizar
os novos desafios da educação brasileira frente ao processo de inserção das novas tecnologias nos espaços e nos processos educativos, para
além de sua universalização na esfera individual e social.
CONHECIMENTOS
A história da evolução das tecnologias; Conceituação de novas tecnologias; Análise da aplicação das novas tecnologias aos processos
educativos; Definição e relevância da EaD para o novo contexto educacional; As possibilidades didáticas das novas tecnologias para a EaD.
HABILIDADES
Incorporar diferentes práticas pedagógicas para o desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem; Aplicar diferentes tecnologias em
ambiente presencial; Utilizar tecnologias digitais e midiáticas da informação e da comunicação como mediadoras no trabalho pedagógico;
Relacionar os avanços tecnológicos à necessidade de criação de novos sistemas de ensino; Aplicar novas tecnologias nas metodologias de ensino
em EaD.
ATITUDES
Criatividade no uso das novas tecnologias nas atividades educativas; Criticidade na escolha das novas tecnologias; Proatividade na
produção de novos materiais didáticos a partir das novas tecnologias
MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS
3
:UNIDADE 1: A HISTÓRIA DO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO
Olá aluno (a)!!!
Nesta primeira unidade iremos estudar sobre a história do desenvolvimento tecnológico e sua relação direta com a capacidade humana
de atribuir utilidade prática as suas produções culturais.
O objetivo geral deste estudo é problematizar a relação existente entre a capacidade de produção tecnológica do ser humano, suas
funções sociais e seu desenvolvimento no transcurso histórico das sociedades.
Os temas abordados neste capítulo seguirão linearmente o debate a respeito do ser humano como agente produtor de tecnologia; a
distinção e relação existente entre a técnica e a tecnologia e suas respectivas funções sociais; e a descrição sucinta do desenvolvimento da
tecnologia na história.
Este estudo diacrônico é importante para sua formação como Técnico em Multimeios Didáticos, pois lhe possibilitará ter uma
compreensão mais ampla sobre os vários elementos que se imbricaram para a construção da atual sociedade tecnológica na qual vivemos e suas
implicações nos processos educativos.
Veja que a educação é um processo histórico que recebe influências de vários fatores e sua atual estruturação, formatos, meios didáticos,
metodologias e elementos acessórios, refletem os vários elementos pertencentes a esta caminhada.
A presença dos multimeios didáticos nos atuais processos e instituições educativas, através das novas tecnologias, evidenciam o contexto
tecnológico no qual se tornou imprescindível a presença dos novos recursos no processo ensino-aprendizagem. Sendo assim, veja que este
módulo está dividido em quatro subtópicos:
1. O ser humano e a tecnologia
2. A relação entre a técnica e a tecnologia
3. As funções sociais da tecnologia
4. O desenvolvimento da tecnologia na história
MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS
4
Esperamos que estes conteúdos possam conceder a você uma visão mais ampla sobre a história das novas tecnologias e possibilitem
uma mais acurada apreciação sobre a construção dos processos educativos, com vistas ao mais adequado uso das novas tecnologias nas
atividades educacionais presenciais e em EaD.
Fique atento às várias oportunidades de aprendizagem, aprofundamento dos conteúdos, reflexões sobre os tópicos desenvolvidos e
oportunidades de avaliação do processo educativo. Os ícones abaixo sempre levarão vocês para novas experiências no maravilhoso mundo do
saber.
Bons estudos!!!
Prof. Dr. Israel Serique dos Santos
Hiperlinks de Texto
MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS
5
1.1 O SER HUMANO E A TECNOLOGIA
Olá aluno (a)!!!
Nesta unidade iremos estudar sobre o desenvolvimento da tecnologia, sob a perspectiva de que a história das transformações tecnológicas
sempre está, necessariamente, correlacionada com a gradativa complexidade da estrutura social e com o próprio aprimoramento da
humanidade.
Do tempo das sociedades primitivas até o atual contexto histórico, o ser humano tem se destacado como ser que se relaciona com o
mundo por meio de ferramentas, mecanismos e artifícios instrumentais, os quais:
a. Facilitam a execução de trabalhos;
b. Possibilitam maior produtividade;
c. Minimizam esforços;
d. Produzem eficácia nas ações;
e. Possibilitam o aprofundamento e desenvolvimento do conhecimento;
f. Permitem a inclusão;
g. Resgatam a dignidade humana e suas possiblidades de ação produtiva no mundo.
Reflexo das necessidades emergentes de determinado contexto histórico, o desenvolvimento tecnológico sempre está ligado aos
processos educativos. E estes, valendo-se dos elementos instrumentais da tecnologia, buscam alcançar eficácia em suas ações de ensino.
Neste processo, o ser humano é o agente que toma para si a responsabilidade de gerir o uso das novas tecnologias para o adequado
desenvolvimento dos processos educativos, seja ele na modalidade presencial ou na modalidade EaD.
MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS
6
http://2.bp.blogspot.com/-
mSb3deLy52I/Tsbnp7CdhyI/AAAAAAAAACU/RgYQQbx6k0o/s160
0/idosos-computador-grande.jpg
1.2 A RELAÇÃO ENTRE A TÉCNICA E A TECNOLOGIA
Quando olhamos o mundo ao nosso redor ficamos perplexos diante dos vários avanços
tecnológicos com os quais convivemos diariamente. Aquilo que no passado era apresentado nas telas do
cinema como algo futurista e até mesmo alienígena, atualmente é realidade bem presente em nosso
cotidiano.
Hoje, um único aparelho celular tem em si dezenas de funcionalidades, as quais, no passado,
individualmente, eram próprias de um único dispositivo. Até mesmo recursos altamente secretos no
tempo da segunda guerra mundial, hoje estão em todos os aparelhos de celular e crianças de 6 anos os
utilizam como coisa trivial.
Telefone, calculadora, máquina de fotografia, GPS, editor de textos, câmera de vídeo, tradutor e
rádio, são exemplos das muitas e importantes funcionalidades presentes neste aparelho tecnológico (o
celular) que não para de acrescentar mais e mais funcionalidades em seu cardápio atrativo às vendas.
Acessos e processos complexos de execução são prontamente assimilados pela nova geração
como coisas comuns. Imersos numa sociedade profundamente tecnológica, as crianças de nosso tempo
não passam pelo processo de estranhamento frente ao novo que a tecnologia apresenta às antigas
gerações, que lutam por se adaptarem ao novo contexto das rápidas transformações tecnológicas.
Vistas a partir daquilo que elas produzem e como realizam certas tarefas, as novas tecnologias não
deixam de proporcionar momentos de perplexidade frente aos seus avanços. Contudo, na medida em que
refletimos sobre o processo histórico no qual estes avanços culturais foram construídos, mais ficamos
admirados com a complexidade e riqueza da mente humana, a qual é a fonte primária de tudo quanto,
em êxtase, admiramos na atual sociedade tecnológica.
https://img2.ibxk.com.br/2014/06/30/30172202716664.jpg?
w=700
https://daniellabrat.files.wordpress.com/2012/08/tecnofilia-
adicto-a-la-tecnologc3ada-e1336095777669.jpeg
MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS
7
De fato, por mais que a tecnologia seja impressionante aos olhos, ela, todavia, não existe como
realidade histórica a partir de si mesma. Antecedente à realidade material da tecnologia, sempre existe
uma mente que pensa e mãos que realizam; noutras palavras, a tecnologia nada mais do que uma
materialização daquilo que o homem construiu idealmente e, em certas situações, a reprodução
aprimorada daquilo que ele realiza em relativa precariedade em seu cotidiano.
Quando falamos sobre a mente como elemento anterior a tecnologia, estamos nos referindo ao
fato de que é a mente humana a gestora de todo processo de idealização e construção das novas
tecnologias. Na verdade, o componente mais sofisticado que existe no mundo é o cérebro, é dele que
procede todos os processos de desenvolvimento que a humanidade tem usufruído. É ele que organiza o
corpo humano para a realização de tarefas e desencadeia procedimentos de aperfeiçoamentos da ação.
A perícia e a técnica com as quais certos robôs realizam determinadas funções possuem sua
gênese na capacidade humana de aprender e aperfeiçoar seu trabalho. Portanto, é neste ponto que a
técnica e a tecnologia encontram seu ponto de interseção e motivo para o desenvolvimento científico e
tecnológico.
Enquanto conjunto de procedimentos adequados à realização eficaz de uma tarefa, a técnica
sempre serve de padrão original para produção tecnológica, visto que esta, em várias situações, é
idealizada para substituir o ser humano em suas atividades cotidianas. E aquilo que seria para ele penoso
e de tempo prolongado, é transposto para a situação de realidade seriada, rápida e milimetricamente
precisa.
MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS
8
00http://www.acritica.com/uploads/news/image/62922/1.j
pg
Isto é tanto verdade para a produção de automóveis como para a fabricação de meios tecnológicos
que auxiliam o ser humano na realização de tarefas simples (comer, andar, deitar, escrever etc.) ou no
resgate de atividades anteriormente perdidas devido algum acidente ou problema de saúde de natureza
incapacitante.
Estes novos “meios tecnológicos que auxiliam o ser humano em tarefas” são atualmente
denominados de Tecnologias Assistivas. Segundo Sartoretto e Bersch (2017), “ Tecnologia Assistiva é um
termo ainda novo, utilizado para identificar todo o arsenal de Recursos e Serviços que contribuem para
proporcionar ou ampliar habilidades funcionais de pessoas com deficiência e consequentemente
promover Vida Independente e Inclusão”.
Hiperlinks de Texto
http://www.assistiva.com.br/tassistiva.html
A técnica é o saber fazer, palavra
proveniente do grego téchne
que significa arte, técnica, ofício;
a arte nada mais é do que criar,
fazer algo, alguma coisa se
utilizando da técnica, um oficio
humano para satisfazer suas
necessidades e desejos.
(FERNANDES; ZITZKE, 2012, p.
2).
MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS
9
1.3 AS FUNÇÕES SOCIAIS DA TECNOLOGIA
Como toda atividade humana, a tecnologia é uma produção que alcança significações e funções
sociais. Embora idealizada, a princípio, para um fim específico, a tecnologia alcança diversos sentidos e
utilidades na medida em que começa a fazer parte integrante dos espaços sociais. Estas funções podem
ser indicadas como:
a) Função instrumental
b) Função integradora
c) Função educativa
d) Função auxiliadora
A função instrumental da tecnologia está ligada essencialmente ao propósito prático de sua
idealização e construção; ela faz referência a um trabalho específico a ser realizado com ou por uma
tecnologia. O alicate universal, por exemplo, é uma ferramenta elaborada para que o ser humano realize
trabalhos específicos como: cortar, apertar e dobra fios elétricos. Na medida em que o ser humano o
utiliza com estes objetivos, ele cumpre a sua função instrumental.
Quando certas produções tecnológicas oportunizam e possibilitam situações favoráveis à
convivência e conexão entre os seres humanos, dizemos que elas foram planejadas ou cumprem a Função
Integradora. A internet é um exemplo por excelência desta função. Através de seus sites, blogs, redes
sociais etc., as pessoas se aproximam, formam grupos de interesses comuns e comunicam-se.
O atual quadro de comunicação e integração no qual o mundo se encontra só é possível devido os
extraordinários avanços tecnológico que a humanidade tem desenvolvido. Os blocos econômicos, os
intercâmbios culturais e científicos, o avanço nas pesquisas médicas, sofreram significativas mudanças a
partir do desenvolvimento das tecnologias de comunicação.
MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS
10
Através destas, grupos de países distintos integram-se em redes de pesquisas multidisciplinares;
em projetos científicos, econômicos, culturais e educacionais; em ações políticas de âmbito internacional,
mas de intervenção local. De fato, as novas tecnologias tornaram os espaços geográficos relativos, diante
da absoluta realidade das multiformas de comunicação e integração.
Somando-se à função integradora, as novas tecnologias possuem também a Função Auxiliadora.
Este papel está associado à realidade dos diversos fatores limitantes das ações e do desenvolvimento
humano, os quais podem ter origem em questões neurológicas, em enfermidades adquiridas, em acidentes
ou outros fatores.
Através desta função, pessoas que no passado eram excluídas da convivência social, do campo de
trabalho, das oportunidades de estudos, das possiblidades de terem uma vida mais digna e de qualidade,
recebem meios tecnológicos que possibilitam a reintegração ao convívio social, à prática de atividades
esportivas, o desenvolvimento cognitivo, à inclusão e independência.
Além de possibilitarem meios e oportunidades de maior e melhor comunicação entre as pessoas e
auxiliarem na realização de determinadas ações, as tecnologias cumprem também a importantíssima
Função Educativa. Por ela as pessoas têm acesso ao conhecimento; o processo ensino-aprendizagem
torna-se mais atrativo e eficaz; o saber é compartilhado com o número maior de pessoas; as oportunidades
e processos de formação continuada se ampliam; o acesso às instituições educacionais é viabilizado; as
limitações motoras e/ou físicas para a aprendizagem são superadas etc.
Sob a perspectiva da ação didática, em sala de aula, o uso das novas tecnologias deve vir
acompanhado com um especial cuidado por parte do professor a fim de que o processo ensino-
aprendizagem não se torne um momento de uso desconexo das novas tecnologias. Segundo Fernandes e
Zitzke,
O uso de variadas tecnologias deve ser constantemente reavaliado e readaptado para que cumpra com seu
real papel: auxiliar alunos e professores na produção de conhecimento. Os professores devem usar os
recursos com sabedoria e criatividade, é preciso mais do que ferramentas para proporcionar o aprendizado,
MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS
11
o educador deve planejar suas aulas com responsabilidade, sempre pensado no desenvolvimento e na
aprendizagem do seu aluno. (2012, p. 4).
De fato, “é preciso mais do que ferramentas para proporcionar o aprendizado”. Para que as novas
tecnologias alcancem sua função educativa é preciso que o professor analise criticamente as possibilidades
de uso de cada recurso tecnológico em sala de aula e como cada um deve ser adequadamente usado nos
processos educativos presenciais e EaD.
MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS
12
1.4 O DESENVOLVIMENTO DA TECNOLOGIA NA HISTÓRIA
A história da humanidade é a história do desenvolvimento da técnica e da tecnologia. Aquela como
sendo a arte do fazer com perícia e esta como a produção material que possibilita a reprodução da técnica.
Desde o período das civilizações primitivas, o ser humano buscou dominar o mundo ao seu redor.
Vivendo em uma condição de precariedade e perigos diversos, o ser humano foi levado a produzir
ferramentas que possibilitassem sua proteção, moradia, alimentação e domínio sobre a natureza.
Da produção das primeiras lanças, às panelas de cerâmica e tipos diversos de moradia, o ser
humano foi alcançando novos estágios de desenvolvimento tecnológico na medida em que as estruturas
sociais foram se tornando mais complexas e com novas demandas por serem resolvidas.
A descoberta da possiblidade de desenvolvimento da agricultura e da domesticação de animais,
exigiu, também, a produção de artefatos que auxiliassem o ser humano neste novo período histórico.
Segundo Kenski (2003a), a evolução social resultou no aperfeiçoamento das ferramentas criadas pelo ser
humano. Os grupos sociais distintos oportunizaram a construção de culturas diversas, de conhecimentos
vários, de fazeres outros e de produção tecnológica diferenciada.
Desde este tempo até a atualidade, a história da humanidade tem sido marcada pela constante
produção tecnológica. Cada geração que recebe o cabedal cultural de seus antepassados, toma para si a
responsabilidade de continuar trabalhando para o suprimento de suas necessidades por meio dos avanços
tecnológicos.
Neste processo podemos citar o rádio, o uso racional da eletricidade, o telefone, o avião, o carro, o
computar, os satélites, a internet, o datashow, o celular, o microscópio etc., como meios tecnológicos de
grande importância na história. A criação destes recursos tecnológicos possibilitaram à humanidade novos
estilos de vida e outros aprofundamentos científicos.
Evolução das Tecnologias na Educação
https://www.youtube.com/watch?v=tcLLTsP3wlo
MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS
13
Cada setor da sociedade interagiu com os avanços tecnológicos, buscando entender sua
aplicabilidade, relevância e permanência. A semelhança do campo científico, a educação não prescindiu de
trazer as novas tecnologias para os círculos de suas reflexões e ações pedagógicas. Segundo Altoé e Silva
No campo educativo, a história da tecnologia se desenvolveu nos Estados Unidos a partir da década de
1940. A tecnologia foi utilizada visando formar especialistas militares durante a Segunda Guerra Mundial
e, para alcançar tal objetivo, foram desenvolvidos cursos com o auxílio de ferramentas audiovisuais. Como
matéria no currículo escolar, a tecnologia educacional surgiu nos estudos de educação Audiovisual da
Universidade de Indiana, em 1946. O uso dos meios audiovisuais com um intuito formativo constituiu o
primeiro campo especifico da tecnologia educativa e desde então tem sido uma área permanente de
investigações. (2005, p. 6).
Desse período até aos nossos dias, a tecnologia sempre tem estado ao lado dos processos
educativos. Computadores, datashow, quadros interativos, impressoras 3D etc., atualmente são elementos
que tendem estar cada vez mais próximos nos espaços educativos presenciais e virtuais.
Este quadro ainda mais fortalece a ideia de que os processos educacionais não podem prescindir
do uso das novas tecnologias. A presença destas em sala de aula garante uma educação mais conectada
com o seu tempo e mais apta para oferecer suporte técnico de imerssão do educando em seu atual mundo
tecnológico.
MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS
14
REFERÊNCIAS
ALTOÉ, Anair; SILVA, Heliana da. O Desenvolvimento Histórico das Novas Tecnologias e seu Emprego na Educação. In: ALTOÉ, Anair; COSTA, Maria Luiza Furlan; TERUYA,
Teresa Kazuko. Educação e Novas Tecnologias. Maring·: Eduem, 2005, p. 13-25.
KENSKI, Vani M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. Campinas: Papirus, 2003a.
KENSKI, Vani M. Novas tecnologias na educação presencial e a distância. In: ALVES, L; NOVA, C. (Org.). Educação a distância: uma nova concepção de aprendizagem e
interatividade. São Paulo: Futura, 2003b. p. 25-42.
SILVEIRA, Rosemari Monteiro Castilho Foggiatto; BAZZO, Walter Antonio. CIÊNCIA E TECNOLOGIA: Transformando a relação do ser humano com o mundo. Postado em:
http://www.uel.br/grupo-estudo/processoscivilizadores/portugues/sitesanais/anais9/artigos/workshop/art19.pdf. Acessado em: 21 de jul de 2017.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Novas tecnologias word
Novas tecnologias wordNovas tecnologias word
Novas tecnologias word
Lia Santos
 
TCC - Educação e Tecnologias
TCC - Educação e TecnologiasTCC - Educação e Tecnologias
TCC - Educação e Tecnologias
José Fabrício Silva Feitosa
 
Tecnologia Educacional
Tecnologia EducacionalTecnologia Educacional
Tecnologia Educacional
eveelang
 
Nova educação requerida em um futuro econômico com máquinas inteligentes
Nova educação requerida em um futuro econômico com máquinas inteligentesNova educação requerida em um futuro econômico com máquinas inteligentes
Nova educação requerida em um futuro econômico com máquinas inteligentes
Fernando Alcoforado
 
Importância da informática na medicina
Importância da informática na medicinaImportância da informática na medicina
Importância da informática na medicina
Filipe Simão Kembo
 
Seminario
SeminarioSeminario
Seminario
guesta4b8cfb
 
Merice barbon dalmoro
Merice barbon dalmoroMerice barbon dalmoro
Merice barbon dalmoro
equipetics
 
Um repensar das tecnologias
Um repensar das tecnologiasUm repensar das tecnologias
Um repensar das tecnologias
colegio Deus é amor
 
Powerpoint.final oficina 1
Powerpoint.final oficina 1Powerpoint.final oficina 1
Powerpoint.final oficina 1
Madalena Augusto
 
A importância do computador na educação
A importância do computador na educaçãoA importância do computador na educação
A importância do computador na educação
Adanildo Fio
 
Universidade federal de pelotas do grupo para postar
Universidade federal de pelotas  do grupo para postarUniversidade federal de pelotas  do grupo para postar
Universidade federal de pelotas do grupo para postar
Lucinara Maciel da Conceição
 
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas TendênciaTecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
Daniel Caixeta
 
Caderno pedagógico informática
Caderno pedagógico informáticaCaderno pedagógico informática
Caderno pedagógico informática
PMSJ
 

Mais procurados (14)

Novas tecnologias word
Novas tecnologias wordNovas tecnologias word
Novas tecnologias word
 
Seminario[1]
Seminario[1]Seminario[1]
Seminario[1]
 
TCC - Educação e Tecnologias
TCC - Educação e TecnologiasTCC - Educação e Tecnologias
TCC - Educação e Tecnologias
 
Tecnologia Educacional
Tecnologia EducacionalTecnologia Educacional
Tecnologia Educacional
 
Nova educação requerida em um futuro econômico com máquinas inteligentes
Nova educação requerida em um futuro econômico com máquinas inteligentesNova educação requerida em um futuro econômico com máquinas inteligentes
Nova educação requerida em um futuro econômico com máquinas inteligentes
 
Importância da informática na medicina
Importância da informática na medicinaImportância da informática na medicina
Importância da informática na medicina
 
Seminario
SeminarioSeminario
Seminario
 
Merice barbon dalmoro
Merice barbon dalmoroMerice barbon dalmoro
Merice barbon dalmoro
 
Um repensar das tecnologias
Um repensar das tecnologiasUm repensar das tecnologias
Um repensar das tecnologias
 
Powerpoint.final oficina 1
Powerpoint.final oficina 1Powerpoint.final oficina 1
Powerpoint.final oficina 1
 
A importância do computador na educação
A importância do computador na educaçãoA importância do computador na educação
A importância do computador na educação
 
Universidade federal de pelotas do grupo para postar
Universidade federal de pelotas  do grupo para postarUniversidade federal de pelotas  do grupo para postar
Universidade federal de pelotas do grupo para postar
 
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas TendênciaTecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
 
Caderno pedagógico informática
Caderno pedagógico informáticaCaderno pedagógico informática
Caderno pedagógico informática
 

Semelhante a Novas tecnologias slide cap 1

Educação e Tecnologias - Vani Moreira Kenski.pptx
Educação e Tecnologias - Vani Moreira Kenski.pptxEducação e Tecnologias - Vani Moreira Kenski.pptx
Educação e Tecnologias - Vani Moreira Kenski.pptx
rafaelluisf
 
Tecnologia Educativa
Tecnologia EducativaTecnologia Educativa
Conclusao ti cs_margarete
Conclusao ti cs_margareteConclusao ti cs_margarete
Conclusao ti cs_margarete
Guilmer Brito
 
A educação e as novas tecnologias - José Daniel da Silva
A educação e as novas tecnologias - José Daniel da SilvaA educação e as novas tecnologias - José Daniel da Silva
A educação e as novas tecnologias - José Daniel da Silva
José Daniel da Silva
 
Desafios da tecnologia nomundo moderno
Desafios da tecnologia nomundo modernoDesafios da tecnologia nomundo moderno
Desafios da tecnologia nomundo moderno
Filipe Simão Kembo
 
Em busca de um nível adequado no uso das ferramentas e conceitos tecnológicos
Em busca de um nível adequado no uso das ferramentas e conceitos tecnológicosEm busca de um nível adequado no uso das ferramentas e conceitos tecnológicos
Em busca de um nível adequado no uso das ferramentas e conceitos tecnológicos
deltainfosvf
 
Em busca de um nível adequado no uso das ferramentas e conceitos tecnológicos
Em busca de um nível adequado no uso das ferramentas e conceitos tecnológicosEm busca de um nível adequado no uso das ferramentas e conceitos tecnológicos
Em busca de um nível adequado no uso das ferramentas e conceitos tecnológicos
deltainfosvf
 
Ocet78
Ocet78Ocet78
Ocet78
Artur (Ft)
 
Ocet78
Ocet78Ocet78
Ocet78
Artur (Ft)
 
Evolução das tecnologias
Evolução das tecnologiasEvolução das tecnologias
Evolução das tecnologias
Flávio Pereira
 
A corrente Racional-Tecnológica e a Cibercultura
A corrente Racional-Tecnológica e a CiberculturaA corrente Racional-Tecnológica e a Cibercultura
A corrente Racional-Tecnológica e a Cibercultura
Eduardo700
 
Tecnologia de informacao e comunicacao
Tecnologia de informacao e comunicacaoTecnologia de informacao e comunicacao
Tecnologia de informacao e comunicacao
Universidade Pedagogica
 
EducaçãO,Tics E FormaçãO Docente Bom
EducaçãO,Tics E FormaçãO Docente BomEducaçãO,Tics E FormaçãO Docente Bom
EducaçãO,Tics E FormaçãO Docente Bom
kapypy
 
Ebook: A escola, o digita e o analógico
Ebook: A escola, o digita e o analógicoEbook: A escola, o digita e o analógico
Ebook: A escola, o digita e o analógico
Lourismar Barroso
 
Formação slide 2
Formação slide 2Formação slide 2
Formação slide 2
Lusiane Carvalho da Silva
 
Teorias Pedagógicas e a Cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
Teorias Pedagógicas e a Cibercultura: Corrente Racional-TecnológicaTeorias Pedagógicas e a Cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
Teorias Pedagógicas e a Cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
Miguel Rodrigues
 
Texto comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
Texto  comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...Texto  comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
Texto comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
adrianafrancisca
 
Texto comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
Texto  comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...Texto  comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
Texto comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
adrianafrancisca
 
Texto comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
Texto  comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...Texto  comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
Texto comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
adrianafrancisca
 
Tarefa semana 2
Tarefa semana 2Tarefa semana 2
Tarefa semana 2
Luciana Toledo
 

Semelhante a Novas tecnologias slide cap 1 (20)

Educação e Tecnologias - Vani Moreira Kenski.pptx
Educação e Tecnologias - Vani Moreira Kenski.pptxEducação e Tecnologias - Vani Moreira Kenski.pptx
Educação e Tecnologias - Vani Moreira Kenski.pptx
 
Tecnologia Educativa
Tecnologia EducativaTecnologia Educativa
Tecnologia Educativa
 
Conclusao ti cs_margarete
Conclusao ti cs_margareteConclusao ti cs_margarete
Conclusao ti cs_margarete
 
A educação e as novas tecnologias - José Daniel da Silva
A educação e as novas tecnologias - José Daniel da SilvaA educação e as novas tecnologias - José Daniel da Silva
A educação e as novas tecnologias - José Daniel da Silva
 
Desafios da tecnologia nomundo moderno
Desafios da tecnologia nomundo modernoDesafios da tecnologia nomundo moderno
Desafios da tecnologia nomundo moderno
 
Em busca de um nível adequado no uso das ferramentas e conceitos tecnológicos
Em busca de um nível adequado no uso das ferramentas e conceitos tecnológicosEm busca de um nível adequado no uso das ferramentas e conceitos tecnológicos
Em busca de um nível adequado no uso das ferramentas e conceitos tecnológicos
 
Em busca de um nível adequado no uso das ferramentas e conceitos tecnológicos
Em busca de um nível adequado no uso das ferramentas e conceitos tecnológicosEm busca de um nível adequado no uso das ferramentas e conceitos tecnológicos
Em busca de um nível adequado no uso das ferramentas e conceitos tecnológicos
 
Ocet78
Ocet78Ocet78
Ocet78
 
Ocet78
Ocet78Ocet78
Ocet78
 
Evolução das tecnologias
Evolução das tecnologiasEvolução das tecnologias
Evolução das tecnologias
 
A corrente Racional-Tecnológica e a Cibercultura
A corrente Racional-Tecnológica e a CiberculturaA corrente Racional-Tecnológica e a Cibercultura
A corrente Racional-Tecnológica e a Cibercultura
 
Tecnologia de informacao e comunicacao
Tecnologia de informacao e comunicacaoTecnologia de informacao e comunicacao
Tecnologia de informacao e comunicacao
 
EducaçãO,Tics E FormaçãO Docente Bom
EducaçãO,Tics E FormaçãO Docente BomEducaçãO,Tics E FormaçãO Docente Bom
EducaçãO,Tics E FormaçãO Docente Bom
 
Ebook: A escola, o digita e o analógico
Ebook: A escola, o digita e o analógicoEbook: A escola, o digita e o analógico
Ebook: A escola, o digita e o analógico
 
Formação slide 2
Formação slide 2Formação slide 2
Formação slide 2
 
Teorias Pedagógicas e a Cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
Teorias Pedagógicas e a Cibercultura: Corrente Racional-TecnológicaTeorias Pedagógicas e a Cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
Teorias Pedagógicas e a Cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
 
Texto comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
Texto  comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...Texto  comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
Texto comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
 
Texto comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
Texto  comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...Texto  comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
Texto comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
 
Texto comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
Texto  comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...Texto  comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
Texto comunicação e tecnologia em supervisão pedagógica ...
 
Tarefa semana 2
Tarefa semana 2Tarefa semana 2
Tarefa semana 2
 

Mais de Israel serique

UA 02.pdf
UA 02.pdfUA 02.pdf
UA 02.pdf
Israel serique
 
Políticas públicas - EJA
Políticas públicas - EJAPolíticas públicas - EJA
Políticas públicas - EJA
Israel serique
 
Tendências pedagógicas
Tendências pedagógicasTendências pedagógicas
Tendências pedagógicas
Israel serique
 
Psicogênese da Língua Escrita 2
Psicogênese da Língua Escrita 2Psicogênese da Língua Escrita 2
Psicogênese da Língua Escrita 2
Israel serique
 
Psicogênese da língua escrita 1
Psicogênese da língua escrita  1Psicogênese da língua escrita  1
Psicogênese da língua escrita 1
Israel serique
 
Alfabetização e letramento 04
Alfabetização e letramento 04Alfabetização e letramento 04
Alfabetização e letramento 04
Israel serique
 
Edu básica 04
Edu básica 04Edu básica 04
Edu básica 04
Israel serique
 
Edu básica 03
Edu básica 03Edu básica 03
Edu básica 03
Israel serique
 
Edu básica 01
Edu básica 01Edu básica 01
Edu básica 01
Israel serique
 
Edu básica 02:
Edu básica 02: Edu básica 02:
Edu básica 02:
Israel serique
 
Desenv e linguagem
Desenv e linguagemDesenv e linguagem
Desenv e linguagem
Israel serique
 
Alfabetização e letramento 02
Alfabetização e letramento 02Alfabetização e letramento 02
Alfabetização e letramento 02
Israel serique
 
Alfabetização e letramento 01
Alfabetização e letramento 01Alfabetização e letramento 01
Alfabetização e letramento 01
Israel serique
 
Novas tecnologias cap 3 slide
Novas tecnologias cap 3 slideNovas tecnologias cap 3 slide
Novas tecnologias cap 3 slide
Israel serique
 
Assistivos slide cap 2
Assistivos slide cap 2Assistivos slide cap 2
Assistivos slide cap 2
Israel serique
 
Aula 04: equipamentos e materiais didáticos
Aula 04: equipamentos e materiais didáticosAula 04: equipamentos e materiais didáticos
Aula 04: equipamentos e materiais didáticos
Israel serique
 
tecnologias assistivas e educação
tecnologias assistivas e educaçãotecnologias assistivas e educação
tecnologias assistivas e educação
Israel serique
 
Aula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticosAula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticos
Israel serique
 
Aula 04: ESTATÍSTICA
Aula 04: ESTATÍSTICAAula 04: ESTATÍSTICA
Aula 04: ESTATÍSTICA
Israel serique
 
Aula 03 estatística
Aula 03 estatísticaAula 03 estatística
Aula 03 estatística
Israel serique
 

Mais de Israel serique (20)

UA 02.pdf
UA 02.pdfUA 02.pdf
UA 02.pdf
 
Políticas públicas - EJA
Políticas públicas - EJAPolíticas públicas - EJA
Políticas públicas - EJA
 
Tendências pedagógicas
Tendências pedagógicasTendências pedagógicas
Tendências pedagógicas
 
Psicogênese da Língua Escrita 2
Psicogênese da Língua Escrita 2Psicogênese da Língua Escrita 2
Psicogênese da Língua Escrita 2
 
Psicogênese da língua escrita 1
Psicogênese da língua escrita  1Psicogênese da língua escrita  1
Psicogênese da língua escrita 1
 
Alfabetização e letramento 04
Alfabetização e letramento 04Alfabetização e letramento 04
Alfabetização e letramento 04
 
Edu básica 04
Edu básica 04Edu básica 04
Edu básica 04
 
Edu básica 03
Edu básica 03Edu básica 03
Edu básica 03
 
Edu básica 01
Edu básica 01Edu básica 01
Edu básica 01
 
Edu básica 02:
Edu básica 02: Edu básica 02:
Edu básica 02:
 
Desenv e linguagem
Desenv e linguagemDesenv e linguagem
Desenv e linguagem
 
Alfabetização e letramento 02
Alfabetização e letramento 02Alfabetização e letramento 02
Alfabetização e letramento 02
 
Alfabetização e letramento 01
Alfabetização e letramento 01Alfabetização e letramento 01
Alfabetização e letramento 01
 
Novas tecnologias cap 3 slide
Novas tecnologias cap 3 slideNovas tecnologias cap 3 slide
Novas tecnologias cap 3 slide
 
Assistivos slide cap 2
Assistivos slide cap 2Assistivos slide cap 2
Assistivos slide cap 2
 
Aula 04: equipamentos e materiais didáticos
Aula 04: equipamentos e materiais didáticosAula 04: equipamentos e materiais didáticos
Aula 04: equipamentos e materiais didáticos
 
tecnologias assistivas e educação
tecnologias assistivas e educaçãotecnologias assistivas e educação
tecnologias assistivas e educação
 
Aula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticosAula 03: equipamentos didáticos
Aula 03: equipamentos didáticos
 
Aula 04: ESTATÍSTICA
Aula 04: ESTATÍSTICAAula 04: ESTATÍSTICA
Aula 04: ESTATÍSTICA
 
Aula 03 estatística
Aula 03 estatísticaAula 03 estatística
Aula 03 estatística
 

Último

slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdfTrabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
erico paulo rocha guedes
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
AntonioLobosco3
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 

Último (20)

slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdfTrabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 

Novas tecnologias slide cap 1

  • 2. MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS 2 EMENTA Descrição histórica da evolução das tecnologias. Conceituação de novas tecnologias. Análise da aplicação das novas tecnologias aos processos educativos. Definição e relevância da EaD para o novo contexto educacional e econômico. Levantamento das possiblidades didáticas das novas tecnologias para a EaD. PERFIL DE CONCLUSÃO O discente entenderá a relação entre a tecnologia e a educação e será capaz de aplicar as novas tecnologias à educação presencial e EaD. COMPETÊNCIAS Entender o processo histórico do desenvolvimento da educação a partir da criação das novas tecnologias, estabelecendo uma relação dialógica entre elas e apontando quais novos recursos tecnológicos são aplicáveis ao ensino presencial e EaD. Ademais, conhecer e problematizar os novos desafios da educação brasileira frente ao processo de inserção das novas tecnologias nos espaços e nos processos educativos, para além de sua universalização na esfera individual e social. CONHECIMENTOS A história da evolução das tecnologias; Conceituação de novas tecnologias; Análise da aplicação das novas tecnologias aos processos educativos; Definição e relevância da EaD para o novo contexto educacional; As possibilidades didáticas das novas tecnologias para a EaD. HABILIDADES Incorporar diferentes práticas pedagógicas para o desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem; Aplicar diferentes tecnologias em ambiente presencial; Utilizar tecnologias digitais e midiáticas da informação e da comunicação como mediadoras no trabalho pedagógico; Relacionar os avanços tecnológicos à necessidade de criação de novos sistemas de ensino; Aplicar novas tecnologias nas metodologias de ensino em EaD. ATITUDES Criatividade no uso das novas tecnologias nas atividades educativas; Criticidade na escolha das novas tecnologias; Proatividade na produção de novos materiais didáticos a partir das novas tecnologias
  • 3. MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS 3 :UNIDADE 1: A HISTÓRIA DO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Olá aluno (a)!!! Nesta primeira unidade iremos estudar sobre a história do desenvolvimento tecnológico e sua relação direta com a capacidade humana de atribuir utilidade prática as suas produções culturais. O objetivo geral deste estudo é problematizar a relação existente entre a capacidade de produção tecnológica do ser humano, suas funções sociais e seu desenvolvimento no transcurso histórico das sociedades. Os temas abordados neste capítulo seguirão linearmente o debate a respeito do ser humano como agente produtor de tecnologia; a distinção e relação existente entre a técnica e a tecnologia e suas respectivas funções sociais; e a descrição sucinta do desenvolvimento da tecnologia na história. Este estudo diacrônico é importante para sua formação como Técnico em Multimeios Didáticos, pois lhe possibilitará ter uma compreensão mais ampla sobre os vários elementos que se imbricaram para a construção da atual sociedade tecnológica na qual vivemos e suas implicações nos processos educativos. Veja que a educação é um processo histórico que recebe influências de vários fatores e sua atual estruturação, formatos, meios didáticos, metodologias e elementos acessórios, refletem os vários elementos pertencentes a esta caminhada. A presença dos multimeios didáticos nos atuais processos e instituições educativas, através das novas tecnologias, evidenciam o contexto tecnológico no qual se tornou imprescindível a presença dos novos recursos no processo ensino-aprendizagem. Sendo assim, veja que este módulo está dividido em quatro subtópicos: 1. O ser humano e a tecnologia 2. A relação entre a técnica e a tecnologia 3. As funções sociais da tecnologia 4. O desenvolvimento da tecnologia na história
  • 4. MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS 4 Esperamos que estes conteúdos possam conceder a você uma visão mais ampla sobre a história das novas tecnologias e possibilitem uma mais acurada apreciação sobre a construção dos processos educativos, com vistas ao mais adequado uso das novas tecnologias nas atividades educacionais presenciais e em EaD. Fique atento às várias oportunidades de aprendizagem, aprofundamento dos conteúdos, reflexões sobre os tópicos desenvolvidos e oportunidades de avaliação do processo educativo. Os ícones abaixo sempre levarão vocês para novas experiências no maravilhoso mundo do saber. Bons estudos!!! Prof. Dr. Israel Serique dos Santos Hiperlinks de Texto
  • 5. MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS 5 1.1 O SER HUMANO E A TECNOLOGIA Olá aluno (a)!!! Nesta unidade iremos estudar sobre o desenvolvimento da tecnologia, sob a perspectiva de que a história das transformações tecnológicas sempre está, necessariamente, correlacionada com a gradativa complexidade da estrutura social e com o próprio aprimoramento da humanidade. Do tempo das sociedades primitivas até o atual contexto histórico, o ser humano tem se destacado como ser que se relaciona com o mundo por meio de ferramentas, mecanismos e artifícios instrumentais, os quais: a. Facilitam a execução de trabalhos; b. Possibilitam maior produtividade; c. Minimizam esforços; d. Produzem eficácia nas ações; e. Possibilitam o aprofundamento e desenvolvimento do conhecimento; f. Permitem a inclusão; g. Resgatam a dignidade humana e suas possiblidades de ação produtiva no mundo. Reflexo das necessidades emergentes de determinado contexto histórico, o desenvolvimento tecnológico sempre está ligado aos processos educativos. E estes, valendo-se dos elementos instrumentais da tecnologia, buscam alcançar eficácia em suas ações de ensino. Neste processo, o ser humano é o agente que toma para si a responsabilidade de gerir o uso das novas tecnologias para o adequado desenvolvimento dos processos educativos, seja ele na modalidade presencial ou na modalidade EaD.
  • 6. MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS 6 http://2.bp.blogspot.com/- mSb3deLy52I/Tsbnp7CdhyI/AAAAAAAAACU/RgYQQbx6k0o/s160 0/idosos-computador-grande.jpg 1.2 A RELAÇÃO ENTRE A TÉCNICA E A TECNOLOGIA Quando olhamos o mundo ao nosso redor ficamos perplexos diante dos vários avanços tecnológicos com os quais convivemos diariamente. Aquilo que no passado era apresentado nas telas do cinema como algo futurista e até mesmo alienígena, atualmente é realidade bem presente em nosso cotidiano. Hoje, um único aparelho celular tem em si dezenas de funcionalidades, as quais, no passado, individualmente, eram próprias de um único dispositivo. Até mesmo recursos altamente secretos no tempo da segunda guerra mundial, hoje estão em todos os aparelhos de celular e crianças de 6 anos os utilizam como coisa trivial. Telefone, calculadora, máquina de fotografia, GPS, editor de textos, câmera de vídeo, tradutor e rádio, são exemplos das muitas e importantes funcionalidades presentes neste aparelho tecnológico (o celular) que não para de acrescentar mais e mais funcionalidades em seu cardápio atrativo às vendas. Acessos e processos complexos de execução são prontamente assimilados pela nova geração como coisas comuns. Imersos numa sociedade profundamente tecnológica, as crianças de nosso tempo não passam pelo processo de estranhamento frente ao novo que a tecnologia apresenta às antigas gerações, que lutam por se adaptarem ao novo contexto das rápidas transformações tecnológicas. Vistas a partir daquilo que elas produzem e como realizam certas tarefas, as novas tecnologias não deixam de proporcionar momentos de perplexidade frente aos seus avanços. Contudo, na medida em que refletimos sobre o processo histórico no qual estes avanços culturais foram construídos, mais ficamos admirados com a complexidade e riqueza da mente humana, a qual é a fonte primária de tudo quanto, em êxtase, admiramos na atual sociedade tecnológica. https://img2.ibxk.com.br/2014/06/30/30172202716664.jpg? w=700 https://daniellabrat.files.wordpress.com/2012/08/tecnofilia- adicto-a-la-tecnologc3ada-e1336095777669.jpeg
  • 7. MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS 7 De fato, por mais que a tecnologia seja impressionante aos olhos, ela, todavia, não existe como realidade histórica a partir de si mesma. Antecedente à realidade material da tecnologia, sempre existe uma mente que pensa e mãos que realizam; noutras palavras, a tecnologia nada mais do que uma materialização daquilo que o homem construiu idealmente e, em certas situações, a reprodução aprimorada daquilo que ele realiza em relativa precariedade em seu cotidiano. Quando falamos sobre a mente como elemento anterior a tecnologia, estamos nos referindo ao fato de que é a mente humana a gestora de todo processo de idealização e construção das novas tecnologias. Na verdade, o componente mais sofisticado que existe no mundo é o cérebro, é dele que procede todos os processos de desenvolvimento que a humanidade tem usufruído. É ele que organiza o corpo humano para a realização de tarefas e desencadeia procedimentos de aperfeiçoamentos da ação. A perícia e a técnica com as quais certos robôs realizam determinadas funções possuem sua gênese na capacidade humana de aprender e aperfeiçoar seu trabalho. Portanto, é neste ponto que a técnica e a tecnologia encontram seu ponto de interseção e motivo para o desenvolvimento científico e tecnológico. Enquanto conjunto de procedimentos adequados à realização eficaz de uma tarefa, a técnica sempre serve de padrão original para produção tecnológica, visto que esta, em várias situações, é idealizada para substituir o ser humano em suas atividades cotidianas. E aquilo que seria para ele penoso e de tempo prolongado, é transposto para a situação de realidade seriada, rápida e milimetricamente precisa.
  • 8. MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS 8 00http://www.acritica.com/uploads/news/image/62922/1.j pg Isto é tanto verdade para a produção de automóveis como para a fabricação de meios tecnológicos que auxiliam o ser humano na realização de tarefas simples (comer, andar, deitar, escrever etc.) ou no resgate de atividades anteriormente perdidas devido algum acidente ou problema de saúde de natureza incapacitante. Estes novos “meios tecnológicos que auxiliam o ser humano em tarefas” são atualmente denominados de Tecnologias Assistivas. Segundo Sartoretto e Bersch (2017), “ Tecnologia Assistiva é um termo ainda novo, utilizado para identificar todo o arsenal de Recursos e Serviços que contribuem para proporcionar ou ampliar habilidades funcionais de pessoas com deficiência e consequentemente promover Vida Independente e Inclusão”. Hiperlinks de Texto http://www.assistiva.com.br/tassistiva.html A técnica é o saber fazer, palavra proveniente do grego téchne que significa arte, técnica, ofício; a arte nada mais é do que criar, fazer algo, alguma coisa se utilizando da técnica, um oficio humano para satisfazer suas necessidades e desejos. (FERNANDES; ZITZKE, 2012, p. 2).
  • 9. MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS 9 1.3 AS FUNÇÕES SOCIAIS DA TECNOLOGIA Como toda atividade humana, a tecnologia é uma produção que alcança significações e funções sociais. Embora idealizada, a princípio, para um fim específico, a tecnologia alcança diversos sentidos e utilidades na medida em que começa a fazer parte integrante dos espaços sociais. Estas funções podem ser indicadas como: a) Função instrumental b) Função integradora c) Função educativa d) Função auxiliadora A função instrumental da tecnologia está ligada essencialmente ao propósito prático de sua idealização e construção; ela faz referência a um trabalho específico a ser realizado com ou por uma tecnologia. O alicate universal, por exemplo, é uma ferramenta elaborada para que o ser humano realize trabalhos específicos como: cortar, apertar e dobra fios elétricos. Na medida em que o ser humano o utiliza com estes objetivos, ele cumpre a sua função instrumental. Quando certas produções tecnológicas oportunizam e possibilitam situações favoráveis à convivência e conexão entre os seres humanos, dizemos que elas foram planejadas ou cumprem a Função Integradora. A internet é um exemplo por excelência desta função. Através de seus sites, blogs, redes sociais etc., as pessoas se aproximam, formam grupos de interesses comuns e comunicam-se. O atual quadro de comunicação e integração no qual o mundo se encontra só é possível devido os extraordinários avanços tecnológico que a humanidade tem desenvolvido. Os blocos econômicos, os intercâmbios culturais e científicos, o avanço nas pesquisas médicas, sofreram significativas mudanças a partir do desenvolvimento das tecnologias de comunicação.
  • 10. MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS 10 Através destas, grupos de países distintos integram-se em redes de pesquisas multidisciplinares; em projetos científicos, econômicos, culturais e educacionais; em ações políticas de âmbito internacional, mas de intervenção local. De fato, as novas tecnologias tornaram os espaços geográficos relativos, diante da absoluta realidade das multiformas de comunicação e integração. Somando-se à função integradora, as novas tecnologias possuem também a Função Auxiliadora. Este papel está associado à realidade dos diversos fatores limitantes das ações e do desenvolvimento humano, os quais podem ter origem em questões neurológicas, em enfermidades adquiridas, em acidentes ou outros fatores. Através desta função, pessoas que no passado eram excluídas da convivência social, do campo de trabalho, das oportunidades de estudos, das possiblidades de terem uma vida mais digna e de qualidade, recebem meios tecnológicos que possibilitam a reintegração ao convívio social, à prática de atividades esportivas, o desenvolvimento cognitivo, à inclusão e independência. Além de possibilitarem meios e oportunidades de maior e melhor comunicação entre as pessoas e auxiliarem na realização de determinadas ações, as tecnologias cumprem também a importantíssima Função Educativa. Por ela as pessoas têm acesso ao conhecimento; o processo ensino-aprendizagem torna-se mais atrativo e eficaz; o saber é compartilhado com o número maior de pessoas; as oportunidades e processos de formação continuada se ampliam; o acesso às instituições educacionais é viabilizado; as limitações motoras e/ou físicas para a aprendizagem são superadas etc. Sob a perspectiva da ação didática, em sala de aula, o uso das novas tecnologias deve vir acompanhado com um especial cuidado por parte do professor a fim de que o processo ensino- aprendizagem não se torne um momento de uso desconexo das novas tecnologias. Segundo Fernandes e Zitzke, O uso de variadas tecnologias deve ser constantemente reavaliado e readaptado para que cumpra com seu real papel: auxiliar alunos e professores na produção de conhecimento. Os professores devem usar os recursos com sabedoria e criatividade, é preciso mais do que ferramentas para proporcionar o aprendizado,
  • 11. MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS 11 o educador deve planejar suas aulas com responsabilidade, sempre pensado no desenvolvimento e na aprendizagem do seu aluno. (2012, p. 4). De fato, “é preciso mais do que ferramentas para proporcionar o aprendizado”. Para que as novas tecnologias alcancem sua função educativa é preciso que o professor analise criticamente as possibilidades de uso de cada recurso tecnológico em sala de aula e como cada um deve ser adequadamente usado nos processos educativos presenciais e EaD.
  • 12. MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS 12 1.4 O DESENVOLVIMENTO DA TECNOLOGIA NA HISTÓRIA A história da humanidade é a história do desenvolvimento da técnica e da tecnologia. Aquela como sendo a arte do fazer com perícia e esta como a produção material que possibilita a reprodução da técnica. Desde o período das civilizações primitivas, o ser humano buscou dominar o mundo ao seu redor. Vivendo em uma condição de precariedade e perigos diversos, o ser humano foi levado a produzir ferramentas que possibilitassem sua proteção, moradia, alimentação e domínio sobre a natureza. Da produção das primeiras lanças, às panelas de cerâmica e tipos diversos de moradia, o ser humano foi alcançando novos estágios de desenvolvimento tecnológico na medida em que as estruturas sociais foram se tornando mais complexas e com novas demandas por serem resolvidas. A descoberta da possiblidade de desenvolvimento da agricultura e da domesticação de animais, exigiu, também, a produção de artefatos que auxiliassem o ser humano neste novo período histórico. Segundo Kenski (2003a), a evolução social resultou no aperfeiçoamento das ferramentas criadas pelo ser humano. Os grupos sociais distintos oportunizaram a construção de culturas diversas, de conhecimentos vários, de fazeres outros e de produção tecnológica diferenciada. Desde este tempo até a atualidade, a história da humanidade tem sido marcada pela constante produção tecnológica. Cada geração que recebe o cabedal cultural de seus antepassados, toma para si a responsabilidade de continuar trabalhando para o suprimento de suas necessidades por meio dos avanços tecnológicos. Neste processo podemos citar o rádio, o uso racional da eletricidade, o telefone, o avião, o carro, o computar, os satélites, a internet, o datashow, o celular, o microscópio etc., como meios tecnológicos de grande importância na história. A criação destes recursos tecnológicos possibilitaram à humanidade novos estilos de vida e outros aprofundamentos científicos. Evolução das Tecnologias na Educação https://www.youtube.com/watch?v=tcLLTsP3wlo
  • 13. MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS 13 Cada setor da sociedade interagiu com os avanços tecnológicos, buscando entender sua aplicabilidade, relevância e permanência. A semelhança do campo científico, a educação não prescindiu de trazer as novas tecnologias para os círculos de suas reflexões e ações pedagógicas. Segundo Altoé e Silva No campo educativo, a história da tecnologia se desenvolveu nos Estados Unidos a partir da década de 1940. A tecnologia foi utilizada visando formar especialistas militares durante a Segunda Guerra Mundial e, para alcançar tal objetivo, foram desenvolvidos cursos com o auxílio de ferramentas audiovisuais. Como matéria no currículo escolar, a tecnologia educacional surgiu nos estudos de educação Audiovisual da Universidade de Indiana, em 1946. O uso dos meios audiovisuais com um intuito formativo constituiu o primeiro campo especifico da tecnologia educativa e desde então tem sido uma área permanente de investigações. (2005, p. 6). Desse período até aos nossos dias, a tecnologia sempre tem estado ao lado dos processos educativos. Computadores, datashow, quadros interativos, impressoras 3D etc., atualmente são elementos que tendem estar cada vez mais próximos nos espaços educativos presenciais e virtuais. Este quadro ainda mais fortalece a ideia de que os processos educacionais não podem prescindir do uso das novas tecnologias. A presença destas em sala de aula garante uma educação mais conectada com o seu tempo e mais apta para oferecer suporte técnico de imerssão do educando em seu atual mundo tecnológico.
  • 14. MULTIMEIOS DIDÁTICOS NOVAS TECNOLOGIAS 14 REFERÊNCIAS ALTOÉ, Anair; SILVA, Heliana da. O Desenvolvimento Histórico das Novas Tecnologias e seu Emprego na Educação. In: ALTOÉ, Anair; COSTA, Maria Luiza Furlan; TERUYA, Teresa Kazuko. Educação e Novas Tecnologias. Maring·: Eduem, 2005, p. 13-25. KENSKI, Vani M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. Campinas: Papirus, 2003a. KENSKI, Vani M. Novas tecnologias na educação presencial e a distância. In: ALVES, L; NOVA, C. (Org.). Educação a distância: uma nova concepção de aprendizagem e interatividade. São Paulo: Futura, 2003b. p. 25-42. SILVEIRA, Rosemari Monteiro Castilho Foggiatto; BAZZO, Walter Antonio. CIÊNCIA E TECNOLOGIA: Transformando a relação do ser humano com o mundo. Postado em: http://www.uel.br/grupo-estudo/processoscivilizadores/portugues/sitesanais/anais9/artigos/workshop/art19.pdf. Acessado em: 21 de jul de 2017.