SlideShare uma empresa Scribd logo
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
a pessoa
as coisas
algo
esse alguém
«Olhar é importante» ad nauseam
citar parte dos versos de Mia Couto
veem (ver)
vêm (vir)
Se eu vir (ver)
Se eu vier (vir)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
1.ª & 8.ª
Versão com Zeferino
Camões escreve tão bem, que não o
suporto.
subordinada adverbial consecutiva
Declaramos que nos opomos a isso.
subordinada substantiva completiva
declaramo-lo
Comeu o bolo, bebeu a aguardente,
trincou a noz.
coordenada assindética
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
Sempre que chove, a ESJGF fica
alagada.
subordinada adverbial temporal
Odeio os alunos que não sabem orações
substantivas.
subordinada adjetiva relativa restritiva
Ainda que o Benfica perca, lá estarei no
Marquês.
subordinada adverbial concessiva
As Tágides deram-lhe inspiração.
complemento indireto
O bom do Gama foi enganado pelo rei de
Mombaça.
complemento agente da passiva
O rei de Mombaça enganou o bom do
Gama.
Vi Ângela, mas abandonei-a.
complemento direto
O rei ouviu o discurso com atenção.
modificador do grupo verbal
Que fez o rei com atenção? Ouviu o
discurso.
Harriet tinha Jones por ingénuo.
predicativo do complemento direto
= Harriet considerava Jones ingénuo
Vasco da Gama foi à Índia.
complemento oblíquo
*Que fez Vasco da Gama à Índia? Foi.
aquela turma, numa escola onde
determinante (demonstrativo)
com sorte, se estudava
preposição
ou se brincava.
conjunção (coordenativa disjuntiva)
[o] ataque (= deverbal de «atacar»)
derivação não afixal
atacar > ataque
arruivado
derivação por parassíntese
a + ruivo + ado
*arruivo
*ruivado
geologia
composição morfológica
radical + radical
Queres ir comigo ao cinema?
diretivo
Encontrei o Zeferino no restaurante.
assertivo
Versão com mousse de chocolate
És de tal modo irritante, que te odeio.
subordinada adverbial consecutiva
Diria que este trabalho de gramática é
facílimo.
subordinada substantiva completiva
Diria isso
Di-lo-ia
Mal o tempo mudou, foi à praia.
subordinada adverbial temporal
Conhé, que jogava à baliza, era o meu
ídolo.
subordinada adjetiva relativa explicativa
Se pudesse, via esta pergunta no
telemóvel.
subordinante
Soube-lhe bem, apesar de que os ovos
estavam estragados.
subordinada adverbial concessiva
O rei melindano ouviu atentamente.
modificador do grupo verbal
Que fez o rei melindano atentamente? Ouviu.
Gostas do ‘Tia Albertina’ que te dei?
complemento indireto
Na 3.ª pessoa:
… que lhe dei
O Gama vinha de Lisboa.
complemento oblíquo
*Que fazia o Gama de Lisboa? Vinha.
Jonas considerava a pesca de salmão no
Iémen uma loucura.
predicativo do complemento direto
Trata-me bem, por favor.
complemento direto
* Trata-lhe bem
Trata-o bem
O chato discurso foi ouvido pelo coitado
do rei.
complemento agente da passiva
Na ativa:
O coitado do rei ouviu o chato do discurso.
 
tinha um carro que todos invejavam,
pronome (relativo)
quando
conjunção (subordinativa temporal)
a viam sair.
pronome (pessoal)
esclarecer
derivação por parassíntese
es + claro + ecer
*esclaro
*clarecer
saca-rolhas
composição morfossintática
palavra + palavra
[o] alcance
derivação não afixal
alcançar > alcance
Creio que nem todas as mesas estão
ocupadas.
assertivo
São, como devo fazer esta mousse de
chicolate?
diretivo
Oblíquo
Parassíntese
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
5.ª & 7.ª
Versão com cocó de cão
A Lu andou ao sol, ficou doente, foi
internada.
coordenada assindética
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
A Amélia, que foi minha namorada, está
bonita.
subordinada adjetiva relativa explicativa
Estava já com fome, pois almoçara
apenas insetos.
coordenada explicativa
O professor anunciou que os alunos
estavam aprovados.
subordinada substantiva completiva
anunciou-o
anunciou isso
Saiu, depois que a noite chegou.
subordinada adverbial temporal
Estava tanto calor, que todos se
despiram.
subordinada adverbial consecutiva
A ideia foi-lhe apresentada por
Heliodoro.
complemento agente da passiva
Na ativa:
Heliodoro apresentou-lhe a ideia.
Camões dedicou o livro a Sebastião.
complemento indireto
dedicou-lhe
Irritei-te desnecessariamente.
complemento direto
3.ª pessoa:
Irritei-o
Salvador gostava de Helena.
complemento oblíquo
*Que fazia Salvador de Helena? Gostava.
 
A secretária elegeu a pesca do salmão
como a solução ideal.
predicativo do complemento direto
Pôs o telemóvel sob a carteira para
enganar o professor.
modificador do grupo verbal
Que fez para enganar o professor? Pôs o
telemóvel sob a carteira.
pretendia que se vivia bem
conjunção (subordinativa completiva)
em Lisboa, embora
preposição
a olhassem de soslaio.
pronome (pessoal)
Perda
derivação não afixal
perder > perda
cronómetro
composição morfológica
radical + radical
esvoaçar
derivação por parassíntese
es + voo + açar
*esvoo
*voaçar
Não te agrada esta nossa decisão?
diretivo
Este cocó de cão não estava aqui há
pouco.
assertivo
Versão com cocó de Heliodoro
Cantas tão bem, que fico logo alegre.
subordinada adverbial consecutiva
Mal entrou, o ambiente ficou diferente.
subordinada adverbial temporal
O Vicente, que é um bom homem, tem
dívidas tremendas.
subordinada adjetiva relativa explicativa
O diretor avisou que as matrículas
estavam encerradas.
subordinada substantiva completiva
Não tinha dinheiro, portanto não comprei
nada.
coordenada conclusiva
Chegou, viu e venceu.
coordenada assindética
Camões pediu inspiração a Calíope.
complemento indireto
pediu-lhe
A família de Ernesto foi para a Toscânia.
complemento oblíquo
*Que fez a família de Ernesto para a Toscânia? Foi.
A pesca do salmão no Iémen foi
impulsionada pelo xeque.
complemento agente da passiva
Na ativa:
O xeque impulsionou a pesca do salmão no
Iémen.
Vou pôr a mesa quando chegar o
salmão.
modificador do grupo verbal
O povo não nomeou D. João V seu
governante.
predicativo do complemento direto
Leva-me ao Iémen.
complemento direto
Na 3.ª pessoa:
Leva-o ao Iémen.
a equipa que vencera
pronome (relativo)
os colegas de Paris,
preposição
mas não parecia.
conjunção (coordenativa adversativa)
Encurtar
derivação por parassíntese
en + curto + ar
*curtar
*encurto
chave [(= ‘solução’)]
extensão semântica
piscicultura
composição morfológica
radical + palavra
Declaro-me felicíssimo com esta minha
nova vida.
expressivo
O Heliodoro já foi à rua fazer cocó?
diretivo
Oblíquo
Parassíntese
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
7. No último parágrafo [«Falo do tempo e de
pedras, e, contudo, é em homens que penso.
Porque são eles a verdadeira matéria do tempo,
a pedra de cima e a pedra de baixo, a gota de
água que é sangue e é também suor. Porque
são eles a paciente coragem, e a longa espera, e
o esforço sem limites, a dor aceite e recusada —
duzentos anos, se assim tiver de ser.»], são
utilizados vários recursos estilísticos, entre os
quais
(A) a sinestesia e a anáfora. | (B) a ironia e a
sinestesia. | (C) a anáfora e a hipérbole. | (D) a
hipérbole e a ironia.
6. Na expressão «paisagens olfativas»
(linha 27), o autor utiliza
(A) uma metonímia. | (B) um eufemismo. |
(C) um paradoxo. | (D) uma sinestesia.
6. No contexto em que ocorre, a expressão
«grosso volume do romance de Eça de Queirós»
(linha 4 [«Hesitei nesta escolha: pensei que seria
como ler o resumo em lugar de regressar —
como tantas vezes já regressei — ao grosso
volume do romance de Eça de Queirós [= Os
Maias].»]) constitui um exemplo de
(A) perífrase. | (B) hipálage. | (C) eufemismo. | (D)
paradoxo.
1.5. Na expressão «deflagração
extraordinária» (linha 18) [«Não viveu,
porém, e infelizmente, a deflagração
extraordinária operada no seio das
certezas e dos objetos, decomposição
dos seres visíveis e invisíveis que viria a
produzir as grandes experiências
literárias do século XX.»], a autora
recorre a
(A) uma antítese. | (B) um oxímoro. | (C)
uma metáfora. | (D) um eufemismo
1.7. Na expressão «Oh, nossa deslumbrante desgraça
mudadora» (linha 14; [As casas de papel são modos de
pensar na tangibilidade do texto, na manualidade de que
ele dependeu para ser lido. São modos de pensar nos
autores. Cada autor como um lugar e um abrigo. Um lugar.
Ler um livro é estar num autor. Preciso de pensar nos
objetos para acreditar nos lugares. Oh, nossa
deslumbrante desgraça mudadora, não consigo sentir-me
bonito dentro de um Kindle, de um iPad ou de um Kobo.
Penso em mim melhor numa coisa entre capas. A
ilustração sem pilhas. As letras sem pilhas. Eternas e sem
mudanças. De confiança.]), o autor recorre à
(A) hipálage. | (B) metáfora. | (C) metonímia. | (D)
ironia
As antíteses expressam a oposição
entre os valores ensinados aos filhos
(valentia, justiça, lealdade) e a realidade
político-social, na qual vinga quem é
cobarde, injusto e desleal. Deste modo,
Matilde põe em evidência a hipocrisia
instalada na sociedade, que aparenta
defender determinados valores, mas
promove quem não os pratica.
Na sequência da reflexão anterior,
Matilde interroga-se ironicamente sobre a
necessidade de se ensinar a viver em
conformidade com a hipocrisia a fim de
alcançar a paz e a felicidade, ainda que tal
signifique uma vida pautada pela
alienação, pelo conformismo e pela
indignidade.
A metáfora «São o pão quotidiano dos
grandes» (linhas 12 e 13) associa os
«pequenos», os socialmente frágeis, ao
pão. Assim, tal como o pão acompanha
sempre os outros alimentos, também o
povo é alimento constante para os
poderosos.
Através da metáfora, o orador sublinha,
por um lado, a insaciável ganância dos
poderosos e, por outro, a vulnerabilidade
dos pequenos, submetidos a uma
exploração sem tréguas.
Com o recurso à interrogação
retórica, o orador conduz o auditório à
tomada de consciência de que a
exploração dos «pequenos» por parte dos
poderosos é um comportamento
condenável.
Assumida esta condenação por parte
do auditório, Vieira acusa-o de ter, também
ele, um comportamento em tudo
semelhante ao anteriormente apontado.
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
Courtois: um pássaro gigante que
apareceu a voar.
Metáfora
Hipérbole
Penteia a bola e acaricia-a.
Metáfora
Jogada construída e inventada pelo
caldeirão do feiticeiro Hazard.
Metáfora / Imagem ?
Dois braços e quatro pernas — mas
haverá quem jure ter visto quatro pernas
e quatro braços.
Hipérbole
Olhos de matador, dentes de coelho.
Metáfora
?
Há a velocidade da luz, há a velocidade
do som e há velocidade de Robben.
Enumeração
Anáfora
Hipérbole
Valbuena, o Astérix de cabelo curto.
Perífrase
Antonomásia
Neste momento, na Austrália, estão
todos os cangurus aos saltos.
Hipérbole
Metonímia
À medida que arrancava, ia ultrapassando
a população russa.
Metáfora / Imagem
Hipérbole
Metonímia
Não tem nenhuma hipótese de ganhar
um concurso de beleza.
(= é feio)
Eufemismo
Lítote(s) ?
É um poema de futebol em velocidade.
Metáfora
A forma de perder tem de ser igual à de
ganhar e vice versa.
Pleonasmo
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
Mensagem
Ortónimo
• eu fragmentado
• fingimento poético
• dor de pensar
• nostalgia da infância
• sonho
Heterónimos
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
1
O poema refere um «país» imaginado
— «em sonho triste» (v. 1); «Nos meus
desejos existe» (v. 2) —, vago e impreciso,
dado que só existe em sonhos
—«longinquamente» (v. 3); «Nesse país
por onde erra / Meu longínquo divagar.»
(vv. 14-15). A imagem final que é dada
desse país — um «impossível jardim» (v.
20) — acentua o seu carácter irreal.
2
De acordo com a segunda estrofe, a
experiência da passagem do tempo é
marcada pela espontaneidade ou
inconsciência — «Vive-se como se nasce /
Sem o querer nem saber» (vv. 6-7) — e pela
renovação cíclica da vida — «O tempo
morre e renasce / Sem que o sintamos
correr.» (vv. 9-10).
Deste modo, tratando-se de um tempo
circular, não-linear, não há consciência da
sua passagem.
3
O verso «É uma infância sem fim.» (v.
17) constitui uma representação
metafórica própria do «ser feliz» (v. 5) e
relaciona-se com vários elementos: a
anulação do «sentir» (v. 11), do «desejar»
(v. 11) e do «amor» (v. 13); a ausência de
sofrimento — «Tão suave é viver assim»
(v. 19); a não consciência da passagem do
tempo — «Sem que o sintamos correr.»
(v. 10); o carácter onírico dessa felicidade.
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
No v. 1, há uma hipálage. Justifica e
explica a expressividade deste recurso.
A expressão «sonho triste» constitui
uma hipálage, já que o adjetivo «triste»,
que, numa interpretação gramatical
(denotativa), modifica o nome «sonho»,
caracteriza, no fundo, o sujeito poético
(o «proprietário» do sonho) no momento
em que sonha. Ao longo do texto
percebe-se que o sonho em causa até
concretizaria uma vivência «suave» (v.
19), onde se seria «feliz» (v. 4); é a
tristeza presente do eu que o faz desejar
o sonho (v. 2).
Como se pode interpretar a presença
de duas palavras da mesma família, o
advérbio «longinquamente» (v. 3) e o
adjetivo «longínquo» (v. 15)?
O advérbio e o adjetivo acentuam o
afastamento do mundo sonhado pelo
sujeito lírico relativamente ao mundo real.
Fica assim mais demarcada, e inacessível,
a felicidade que envolve o sonho.
Explica como na última estrofe o
sujeito poético caracteriza o sonho que
foi esboçando ao longo do poema.
O sonho — ou a felicidade que conota
— é identificado com a infância (e, ao
contrário da verdadeira, «sem fim»). Ao
mesmo tempo, o sujeito poético tem
noção de que esse paraíso (esse «jardim»)
é «impossível» (v. 20).
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
«Às vezes, em sonho triste»
(Fernando Pessoa / Beto Betuk)
Às vezes, em sonho triste
Nos meus desejos existe
Longinquamente um país
Onde ser feliz consiste
Apenas em ser feliz.
Vive-se como se nasce
Sem o querer nem saber.
Nessa ilusão de viver
O tempo morre e renasce
Sem que o sintamos correr.
O sentir e o desejar
São banidos dessa terra.
O amor não é amor
Nesse país por onde erra
Meu longínquo divagar.
Nem se sonha nem se vive:
É uma infância sem fim.
Parece que se revive
Tão suave é viver assim
Nesse impossível jardim.
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
TPC — (1) Lê os textos ensaísticos
nas pp. 318-319; (2) Procura ir fixando a
classificação das orações (até
memorizando as principais conjunções
que as introduzem).
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 31-32
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 31-32Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 31-32
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 31-32
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 57
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 57Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 57
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 57
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 37-38
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 37-38Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 37-38
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 37-38
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 121-122
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 121-122Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 121-122
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 121-122
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 1-2
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 1-2Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 1-2
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 1-2
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 81 (e 81 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 81 (e 81 r)Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 81 (e 81 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 81 (e 81 r)
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 51-52
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 51-52Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 51-52
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 51-52
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 93-94
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 93-94Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 93-94
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 93-94
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 27-28
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 27-28Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 27-28
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 27-28
luisprista
 
Habilidade 16 figuras de linguagem
Habilidade 16 figuras de linguagemHabilidade 16 figuras de linguagem
Habilidade 16 figuras de linguagem
paulomonteiropimpao
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 16-17
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 16-17Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 16-17
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 16-17
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 56-57
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 56-57Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 56-57
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 56-57
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 6-7
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 6-7Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 6-7
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 6-7
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 29-30
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 29-30Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 29-30
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 29-30
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 17-18
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 17-18Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 17-18
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 17-18
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 49-50
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 49-50Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 49-50
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 49-50
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 55-56
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 55-56Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 55-56
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 55-56
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 21-22
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 21-22Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 21-22
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 21-22
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 47-48
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 47-48Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 47-48
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 47-48
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 5-6
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 5-6Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 5-6
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 5-6
luisprista
 

Mais procurados (20)

Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 31-32
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 31-32Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 31-32
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 31-32
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 57
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 57Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 57
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 57
 
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 37-38
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 37-38Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 37-38
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 37-38
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 121-122
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 121-122Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 121-122
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 121-122
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 1-2
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 1-2Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 1-2
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 1-2
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 81 (e 81 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 81 (e 81 r)Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 81 (e 81 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 81 (e 81 r)
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 51-52
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 51-52Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 51-52
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 51-52
 
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 93-94
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 93-94Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 93-94
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 93-94
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 27-28
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 27-28Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 27-28
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 27-28
 
Habilidade 16 figuras de linguagem
Habilidade 16 figuras de linguagemHabilidade 16 figuras de linguagem
Habilidade 16 figuras de linguagem
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 16-17
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 16-17Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 16-17
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 16-17
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 56-57
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 56-57Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 56-57
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 56-57
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 6-7
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 6-7Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 6-7
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 6-7
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 29-30
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 29-30Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 29-30
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 29-30
 
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 17-18
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 17-18Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 17-18
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 17-18
 
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 49-50
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 49-50Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 49-50
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 49-50
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 55-56
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 55-56Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 55-56
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 55-56
 
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 21-22
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 21-22Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 21-22
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 21-22
 
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 47-48
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 47-48Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 47-48
Apresentação para décimo ano de 2014 5, aula 47-48
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 5-6
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 5-6Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 5-6
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 5-6
 

Destaque

Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 106-107
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 106-107Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 106-107
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 106-107
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 111-112
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 111-112Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 111-112
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 111-112
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 114-115
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 114-115Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 114-115
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 114-115
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 113-113 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 113-113 rApresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 113-113 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 113-113 r
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 109-110
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 109-110Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 109-110
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 109-110
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 108-108 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 108-108 rApresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 108-108 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 108-108 r
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 84-85
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 84-85Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 84-85
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 84-85
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 89-90
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 89-90Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 89-90
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 89-90
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 99-100
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 99-100Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 99-100
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 99-100
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 77-78
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 77-78Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 77-78
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 77-78
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 92-93
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 92-93Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 92-93
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 92-93
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 76 (e 76 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 76 (e 76 r)Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 76 (e 76 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 76 (e 76 r)
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 97-98
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 97-98Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 97-98
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 97-98
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 96 (e 96 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 96 (e 96 r)Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 96 (e 96 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 96 (e 96 r)
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 94-95
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 94-95Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 94-95
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 94-95
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 74-75
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 74-75Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 74-75
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 74-75
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 79-80
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 79-80Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 79-80
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 79-80
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 87-88
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 87-88Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 87-88
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 87-88
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 91-91 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 91-91 rApresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 91-91 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 91-91 r
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
luisprista
 

Destaque (20)

Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 106-107
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 106-107Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 106-107
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 106-107
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 111-112
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 111-112Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 111-112
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 111-112
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 114-115
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 114-115Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 114-115
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 114-115
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 113-113 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 113-113 rApresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 113-113 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 113-113 r
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 109-110
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 109-110Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 109-110
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 109-110
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 108-108 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 108-108 rApresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 108-108 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 108-108 r
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 84-85
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 84-85Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 84-85
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 84-85
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 89-90
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 89-90Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 89-90
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 89-90
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 99-100
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 99-100Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 99-100
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 99-100
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 77-78
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 77-78Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 77-78
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 77-78
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 92-93
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 92-93Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 92-93
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 92-93
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 76 (e 76 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 76 (e 76 r)Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 76 (e 76 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 76 (e 76 r)
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 97-98
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 97-98Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 97-98
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 97-98
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 96 (e 96 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 96 (e 96 r)Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 96 (e 96 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 96 (e 96 r)
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 94-95
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 94-95Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 94-95
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 94-95
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 74-75
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 74-75Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 74-75
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 74-75
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 79-80
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 79-80Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 79-80
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 79-80
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 87-88
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 87-88Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 87-88
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 87-88
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 91-91 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 91-91 rApresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 91-91 r
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 91-91 r
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 86 (e 86 r)
 

Semelhante a Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105

ApresentaçãO Para DéCimo Segundo Ano, Aula 47
ApresentaçãO Para DéCimo Segundo Ano, Aula 47ApresentaçãO Para DéCimo Segundo Ano, Aula 47
ApresentaçãO Para DéCimo Segundo Ano, Aula 47
luisprista
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
Shinnayder
 
Apresentação para décimo segundo ano, aula de cábulas
Apresentação para décimo segundo ano, aula de cábulasApresentação para décimo segundo ano, aula de cábulas
Apresentação para décimo segundo ano, aula de cábulas
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 129-130
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 129-130Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 129-130
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 129-130
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 162-163
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 162-163Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 162-163
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 162-163
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano, aula 13
Apresentação para décimo segundo ano, aula 13Apresentação para décimo segundo ano, aula 13
Apresentação para décimo segundo ano, aula 13
luisprista
 
Figuras linguagem2
Figuras linguagem2Figuras linguagem2
Figuras linguagem2
claudia murta
 
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
7 de Setembro
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 13-14
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 13-14Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 13-14
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 13-14
luisprista
 
Figuras de linguagem para aula 1 ano
Figuras de linguagem para aula 1 anoFiguras de linguagem para aula 1 ano
Figuras de linguagem para aula 1 ano
mfmpafatima
 
Figuras linguagem
Figuras linguagemFiguras linguagem
Figuras linguagem
newtonbonfim
 
Figuras linguagem
Figuras linguagemFiguras linguagem
Figuras linguagem
Pedro Barros
 
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 64
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 64Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 64
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 64
luisprista
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 107-108
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 107-108Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 107-108
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 107-108
luisprista
 
ApresentaçãO Para DéCimo Segundo Ano, Aula 26
ApresentaçãO Para DéCimo Segundo Ano, Aula 26ApresentaçãO Para DéCimo Segundo Ano, Aula 26
ApresentaçãO Para DéCimo Segundo Ano, Aula 26
luisprista
 
Exercicios portugues redacao_figuras_de_linguagem
Exercicios portugues redacao_figuras_de_linguagemExercicios portugues redacao_figuras_de_linguagem
Exercicios portugues redacao_figuras_de_linguagem
Maria Gnv
 
Relações semânticas entre palavras
Relações semânticas entre palavrasRelações semânticas entre palavras
Relações semânticas entre palavras
Fernanda Monteiro
 
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 71 72
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 71 72ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 71 72
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 71 72
luisprista
 
Interpretaçao filisbino portugues
Interpretaçao filisbino portuguesInterpretaçao filisbino portugues
Interpretaçao filisbino portugues
Atividades Diversas Cláudia
 
Apresentação para décimo primeiro ano, aula 27
Apresentação para décimo primeiro ano, aula 27Apresentação para décimo primeiro ano, aula 27
Apresentação para décimo primeiro ano, aula 27
luisprista
 

Semelhante a Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105 (20)

ApresentaçãO Para DéCimo Segundo Ano, Aula 47
ApresentaçãO Para DéCimo Segundo Ano, Aula 47ApresentaçãO Para DéCimo Segundo Ano, Aula 47
ApresentaçãO Para DéCimo Segundo Ano, Aula 47
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Apresentação para décimo segundo ano, aula de cábulas
Apresentação para décimo segundo ano, aula de cábulasApresentação para décimo segundo ano, aula de cábulas
Apresentação para décimo segundo ano, aula de cábulas
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 129-130
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 129-130Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 129-130
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 129-130
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 162-163
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 162-163Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 162-163
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 162-163
 
Apresentação para décimo segundo ano, aula 13
Apresentação para décimo segundo ano, aula 13Apresentação para décimo segundo ano, aula 13
Apresentação para décimo segundo ano, aula 13
 
Figuras linguagem2
Figuras linguagem2Figuras linguagem2
Figuras linguagem2
 
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 13-14
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 13-14Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 13-14
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 13-14
 
Figuras de linguagem para aula 1 ano
Figuras de linguagem para aula 1 anoFiguras de linguagem para aula 1 ano
Figuras de linguagem para aula 1 ano
 
Figuras linguagem
Figuras linguagemFiguras linguagem
Figuras linguagem
 
Figuras linguagem
Figuras linguagemFiguras linguagem
Figuras linguagem
 
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 64
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 64Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 64
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 64
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 107-108
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 107-108Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 107-108
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 107-108
 
ApresentaçãO Para DéCimo Segundo Ano, Aula 26
ApresentaçãO Para DéCimo Segundo Ano, Aula 26ApresentaçãO Para DéCimo Segundo Ano, Aula 26
ApresentaçãO Para DéCimo Segundo Ano, Aula 26
 
Exercicios portugues redacao_figuras_de_linguagem
Exercicios portugues redacao_figuras_de_linguagemExercicios portugues redacao_figuras_de_linguagem
Exercicios portugues redacao_figuras_de_linguagem
 
Relações semânticas entre palavras
Relações semânticas entre palavrasRelações semânticas entre palavras
Relações semânticas entre palavras
 
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 71 72
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 71 72ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 71 72
ApresentaçãO Para DéCimo Ano, Aula 71 72
 
Interpretaçao filisbino portugues
Interpretaçao filisbino portuguesInterpretaçao filisbino portugues
Interpretaçao filisbino portugues
 
Apresentação para décimo primeiro ano, aula 27
Apresentação para décimo primeiro ano, aula 27Apresentação para décimo primeiro ano, aula 27
Apresentação para décimo primeiro ano, aula 27
 

Mais de luisprista

Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 73-74
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 73-74Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 73-74
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 73-74
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 71-72
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 71-72Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 71-72
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 71-72
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 69-70
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 69-70Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 69-70
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 69-70
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 67-68
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 67-68Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 67-68
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 67-68
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 65-66
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 65-66Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 65-66
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 65-66
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 61-62
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 61-62Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 61-62
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 61-62
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 63-64
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 63-64Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 63-64
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 63-64
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 57-58
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 57-58Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 57-58
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 57-58
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 59-60
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 59-60Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 59-60
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 59-60
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 55-56
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 55-56Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 55-56
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 55-56
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 53-54
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 53-54Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 53-54
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 53-54
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 49-50
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 49-50Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 49-50
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 49-50
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 47-48
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 47-48Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 47-48
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 47-48
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 45-46
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 45-46Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 45-46
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 45-46
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 41-42
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 41-42Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 41-42
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 41-42
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 43-44
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 43-44Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 43-44
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 43-44
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 37-38
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 37-38Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 37-38
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 37-38
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 39-40
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 39-40Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 39-40
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 39-40
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 35-36
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 35-36Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 35-36
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 35-36
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 33-34
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 33-34Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 33-34
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 33-34
luisprista
 

Mais de luisprista (20)

Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 73-74
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 73-74Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 73-74
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 73-74
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 71-72
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 71-72Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 71-72
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 71-72
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 69-70
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 69-70Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 69-70
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 69-70
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 67-68
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 67-68Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 67-68
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 67-68
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 65-66
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 65-66Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 65-66
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 65-66
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 61-62
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 61-62Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 61-62
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 61-62
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 63-64
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 63-64Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 63-64
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 63-64
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 57-58
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 57-58Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 57-58
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 57-58
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 59-60
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 59-60Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 59-60
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 59-60
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 55-56
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 55-56Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 55-56
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 55-56
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 53-54
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 53-54Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 53-54
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 53-54
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 49-50
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 49-50Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 49-50
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 49-50
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 47-48
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 47-48Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 47-48
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 47-48
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 45-46
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 45-46Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 45-46
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 45-46
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 41-42
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 41-42Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 41-42
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 41-42
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 43-44
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 43-44Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 43-44
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 43-44
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 37-38
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 37-38Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 37-38
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 37-38
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 39-40
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 39-40Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 39-40
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 39-40
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 35-36
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 35-36Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 35-36
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 35-36
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 33-34
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 33-34Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 33-34
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 33-34
 

Último

escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 

Último (20)

escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 

Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 104-105

  • 2. a pessoa as coisas algo esse alguém «Olhar é importante» ad nauseam citar parte dos versos de Mia Couto
  • 3. veem (ver) vêm (vir) Se eu vir (ver) Se eu vier (vir)
  • 7. Camões escreve tão bem, que não o suporto. subordinada adverbial consecutiva
  • 8. Declaramos que nos opomos a isso. subordinada substantiva completiva declaramo-lo
  • 9. Comeu o bolo, bebeu a aguardente, trincou a noz. coordenada assindética
  • 11. Sempre que chove, a ESJGF fica alagada. subordinada adverbial temporal
  • 12. Odeio os alunos que não sabem orações substantivas. subordinada adjetiva relativa restritiva
  • 13. Ainda que o Benfica perca, lá estarei no Marquês. subordinada adverbial concessiva
  • 14. As Tágides deram-lhe inspiração. complemento indireto
  • 15. O bom do Gama foi enganado pelo rei de Mombaça. complemento agente da passiva O rei de Mombaça enganou o bom do Gama.
  • 16. Vi Ângela, mas abandonei-a. complemento direto
  • 17. O rei ouviu o discurso com atenção. modificador do grupo verbal Que fez o rei com atenção? Ouviu o discurso.
  • 18. Harriet tinha Jones por ingénuo. predicativo do complemento direto = Harriet considerava Jones ingénuo
  • 19. Vasco da Gama foi à Índia. complemento oblíquo *Que fez Vasco da Gama à Índia? Foi.
  • 20. aquela turma, numa escola onde determinante (demonstrativo)
  • 21. com sorte, se estudava preposição
  • 22. ou se brincava. conjunção (coordenativa disjuntiva)
  • 23. [o] ataque (= deverbal de «atacar») derivação não afixal atacar > ataque
  • 24. arruivado derivação por parassíntese a + ruivo + ado *arruivo *ruivado
  • 26. Queres ir comigo ao cinema? diretivo
  • 27. Encontrei o Zeferino no restaurante. assertivo
  • 28. Versão com mousse de chocolate
  • 29. És de tal modo irritante, que te odeio. subordinada adverbial consecutiva
  • 30. Diria que este trabalho de gramática é facílimo. subordinada substantiva completiva Diria isso Di-lo-ia
  • 31. Mal o tempo mudou, foi à praia. subordinada adverbial temporal
  • 32. Conhé, que jogava à baliza, era o meu ídolo. subordinada adjetiva relativa explicativa
  • 33. Se pudesse, via esta pergunta no telemóvel. subordinante
  • 34. Soube-lhe bem, apesar de que os ovos estavam estragados. subordinada adverbial concessiva
  • 35. O rei melindano ouviu atentamente. modificador do grupo verbal Que fez o rei melindano atentamente? Ouviu.
  • 36. Gostas do ‘Tia Albertina’ que te dei? complemento indireto Na 3.ª pessoa: … que lhe dei
  • 37. O Gama vinha de Lisboa. complemento oblíquo *Que fazia o Gama de Lisboa? Vinha.
  • 38. Jonas considerava a pesca de salmão no Iémen uma loucura. predicativo do complemento direto
  • 39. Trata-me bem, por favor. complemento direto * Trata-lhe bem Trata-o bem
  • 40. O chato discurso foi ouvido pelo coitado do rei. complemento agente da passiva Na ativa: O coitado do rei ouviu o chato do discurso.  
  • 41. tinha um carro que todos invejavam, pronome (relativo)
  • 43. a viam sair. pronome (pessoal)
  • 44. esclarecer derivação por parassíntese es + claro + ecer *esclaro *clarecer
  • 46. [o] alcance derivação não afixal alcançar > alcance
  • 47. Creio que nem todas as mesas estão ocupadas. assertivo
  • 48. São, como devo fazer esta mousse de chicolate? diretivo
  • 52. Versão com cocó de cão
  • 53. A Lu andou ao sol, ficou doente, foi internada. coordenada assindética
  • 55. A Amélia, que foi minha namorada, está bonita. subordinada adjetiva relativa explicativa
  • 56. Estava já com fome, pois almoçara apenas insetos. coordenada explicativa
  • 57. O professor anunciou que os alunos estavam aprovados. subordinada substantiva completiva anunciou-o anunciou isso
  • 58. Saiu, depois que a noite chegou. subordinada adverbial temporal
  • 59. Estava tanto calor, que todos se despiram. subordinada adverbial consecutiva
  • 60. A ideia foi-lhe apresentada por Heliodoro. complemento agente da passiva Na ativa: Heliodoro apresentou-lhe a ideia.
  • 61. Camões dedicou o livro a Sebastião. complemento indireto dedicou-lhe
  • 63. Salvador gostava de Helena. complemento oblíquo *Que fazia Salvador de Helena? Gostava.  
  • 64. A secretária elegeu a pesca do salmão como a solução ideal. predicativo do complemento direto
  • 65. Pôs o telemóvel sob a carteira para enganar o professor. modificador do grupo verbal Que fez para enganar o professor? Pôs o telemóvel sob a carteira.
  • 66. pretendia que se vivia bem conjunção (subordinativa completiva)
  • 68. a olhassem de soslaio. pronome (pessoal)
  • 71. esvoaçar derivação por parassíntese es + voo + açar *esvoo *voaçar
  • 72. Não te agrada esta nossa decisão? diretivo
  • 73. Este cocó de cão não estava aqui há pouco. assertivo
  • 74. Versão com cocó de Heliodoro
  • 75. Cantas tão bem, que fico logo alegre. subordinada adverbial consecutiva
  • 76. Mal entrou, o ambiente ficou diferente. subordinada adverbial temporal
  • 77. O Vicente, que é um bom homem, tem dívidas tremendas. subordinada adjetiva relativa explicativa
  • 78. O diretor avisou que as matrículas estavam encerradas. subordinada substantiva completiva
  • 79. Não tinha dinheiro, portanto não comprei nada. coordenada conclusiva
  • 80. Chegou, viu e venceu. coordenada assindética
  • 81. Camões pediu inspiração a Calíope. complemento indireto pediu-lhe
  • 82. A família de Ernesto foi para a Toscânia. complemento oblíquo *Que fez a família de Ernesto para a Toscânia? Foi.
  • 83. A pesca do salmão no Iémen foi impulsionada pelo xeque. complemento agente da passiva Na ativa: O xeque impulsionou a pesca do salmão no Iémen.
  • 84. Vou pôr a mesa quando chegar o salmão. modificador do grupo verbal
  • 85. O povo não nomeou D. João V seu governante. predicativo do complemento direto
  • 86. Leva-me ao Iémen. complemento direto Na 3.ª pessoa: Leva-o ao Iémen.
  • 87. a equipa que vencera pronome (relativo)
  • 88. os colegas de Paris, preposição
  • 89. mas não parecia. conjunção (coordenativa adversativa)
  • 90. Encurtar derivação por parassíntese en + curto + ar *curtar *encurto
  • 93. Declaro-me felicíssimo com esta minha nova vida. expressivo
  • 94. O Heliodoro já foi à rua fazer cocó? diretivo
  • 97. 7. No último parágrafo [«Falo do tempo e de pedras, e, contudo, é em homens que penso. Porque são eles a verdadeira matéria do tempo, a pedra de cima e a pedra de baixo, a gota de água que é sangue e é também suor. Porque são eles a paciente coragem, e a longa espera, e o esforço sem limites, a dor aceite e recusada — duzentos anos, se assim tiver de ser.»], são utilizados vários recursos estilísticos, entre os quais (A) a sinestesia e a anáfora. | (B) a ironia e a sinestesia. | (C) a anáfora e a hipérbole. | (D) a hipérbole e a ironia.
  • 98. 6. Na expressão «paisagens olfativas» (linha 27), o autor utiliza (A) uma metonímia. | (B) um eufemismo. | (C) um paradoxo. | (D) uma sinestesia.
  • 99. 6. No contexto em que ocorre, a expressão «grosso volume do romance de Eça de Queirós» (linha 4 [«Hesitei nesta escolha: pensei que seria como ler o resumo em lugar de regressar — como tantas vezes já regressei — ao grosso volume do romance de Eça de Queirós [= Os Maias].»]) constitui um exemplo de (A) perífrase. | (B) hipálage. | (C) eufemismo. | (D) paradoxo.
  • 100. 1.5. Na expressão «deflagração extraordinária» (linha 18) [«Não viveu, porém, e infelizmente, a deflagração extraordinária operada no seio das certezas e dos objetos, decomposição dos seres visíveis e invisíveis que viria a produzir as grandes experiências literárias do século XX.»], a autora recorre a (A) uma antítese. | (B) um oxímoro. | (C) uma metáfora. | (D) um eufemismo
  • 101. 1.7. Na expressão «Oh, nossa deslumbrante desgraça mudadora» (linha 14; [As casas de papel são modos de pensar na tangibilidade do texto, na manualidade de que ele dependeu para ser lido. São modos de pensar nos autores. Cada autor como um lugar e um abrigo. Um lugar. Ler um livro é estar num autor. Preciso de pensar nos objetos para acreditar nos lugares. Oh, nossa deslumbrante desgraça mudadora, não consigo sentir-me bonito dentro de um Kindle, de um iPad ou de um Kobo. Penso em mim melhor numa coisa entre capas. A ilustração sem pilhas. As letras sem pilhas. Eternas e sem mudanças. De confiança.]), o autor recorre à (A) hipálage. | (B) metáfora. | (C) metonímia. | (D) ironia
  • 102. As antíteses expressam a oposição entre os valores ensinados aos filhos (valentia, justiça, lealdade) e a realidade político-social, na qual vinga quem é cobarde, injusto e desleal. Deste modo, Matilde põe em evidência a hipocrisia instalada na sociedade, que aparenta defender determinados valores, mas promove quem não os pratica. Na sequência da reflexão anterior, Matilde interroga-se ironicamente sobre a necessidade de se ensinar a viver em
  • 103. conformidade com a hipocrisia a fim de alcançar a paz e a felicidade, ainda que tal signifique uma vida pautada pela alienação, pelo conformismo e pela indignidade.
  • 104. A metáfora «São o pão quotidiano dos grandes» (linhas 12 e 13) associa os «pequenos», os socialmente frágeis, ao pão. Assim, tal como o pão acompanha sempre os outros alimentos, também o povo é alimento constante para os poderosos. Através da metáfora, o orador sublinha, por um lado, a insaciável ganância dos poderosos e, por outro, a vulnerabilidade dos pequenos, submetidos a uma exploração sem tréguas.
  • 105. Com o recurso à interrogação retórica, o orador conduz o auditório à tomada de consciência de que a exploração dos «pequenos» por parte dos poderosos é um comportamento condenável. Assumida esta condenação por parte do auditório, Vieira acusa-o de ter, também ele, um comportamento em tudo semelhante ao anteriormente apontado.
  • 107. Courtois: um pássaro gigante que apareceu a voar. Metáfora Hipérbole
  • 108. Penteia a bola e acaricia-a. Metáfora
  • 109. Jogada construída e inventada pelo caldeirão do feiticeiro Hazard. Metáfora / Imagem ?
  • 110. Dois braços e quatro pernas — mas haverá quem jure ter visto quatro pernas e quatro braços. Hipérbole
  • 111. Olhos de matador, dentes de coelho. Metáfora ?
  • 112. Há a velocidade da luz, há a velocidade do som e há velocidade de Robben. Enumeração Anáfora Hipérbole
  • 113. Valbuena, o Astérix de cabelo curto. Perífrase Antonomásia
  • 114. Neste momento, na Austrália, estão todos os cangurus aos saltos. Hipérbole Metonímia
  • 115. À medida que arrancava, ia ultrapassando a população russa. Metáfora / Imagem Hipérbole Metonímia
  • 116. Não tem nenhuma hipótese de ganhar um concurso de beleza. (= é feio) Eufemismo Lítote(s) ?
  • 117. É um poema de futebol em velocidade. Metáfora
  • 118. A forma de perder tem de ser igual à de ganhar e vice versa. Pleonasmo
  • 120. Mensagem Ortónimo • eu fragmentado • fingimento poético • dor de pensar • nostalgia da infância • sonho Heterónimos
  • 122. 1 O poema refere um «país» imaginado — «em sonho triste» (v. 1); «Nos meus desejos existe» (v. 2) —, vago e impreciso, dado que só existe em sonhos —«longinquamente» (v. 3); «Nesse país por onde erra / Meu longínquo divagar.» (vv. 14-15). A imagem final que é dada desse país — um «impossível jardim» (v. 20) — acentua o seu carácter irreal.
  • 123. 2 De acordo com a segunda estrofe, a experiência da passagem do tempo é marcada pela espontaneidade ou inconsciência — «Vive-se como se nasce / Sem o querer nem saber» (vv. 6-7) — e pela renovação cíclica da vida — «O tempo morre e renasce / Sem que o sintamos correr.» (vv. 9-10). Deste modo, tratando-se de um tempo circular, não-linear, não há consciência da sua passagem.
  • 124. 3 O verso «É uma infância sem fim.» (v. 17) constitui uma representação metafórica própria do «ser feliz» (v. 5) e relaciona-se com vários elementos: a anulação do «sentir» (v. 11), do «desejar» (v. 11) e do «amor» (v. 13); a ausência de sofrimento — «Tão suave é viver assim» (v. 19); a não consciência da passagem do tempo — «Sem que o sintamos correr.» (v. 10); o carácter onírico dessa felicidade.
  • 126. No v. 1, há uma hipálage. Justifica e explica a expressividade deste recurso.
  • 127. A expressão «sonho triste» constitui uma hipálage, já que o adjetivo «triste», que, numa interpretação gramatical (denotativa), modifica o nome «sonho», caracteriza, no fundo, o sujeito poético (o «proprietário» do sonho) no momento em que sonha. Ao longo do texto percebe-se que o sonho em causa até concretizaria uma vivência «suave» (v. 19), onde se seria «feliz» (v. 4); é a tristeza presente do eu que o faz desejar o sonho (v. 2).
  • 128. Como se pode interpretar a presença de duas palavras da mesma família, o advérbio «longinquamente» (v. 3) e o adjetivo «longínquo» (v. 15)?
  • 129. O advérbio e o adjetivo acentuam o afastamento do mundo sonhado pelo sujeito lírico relativamente ao mundo real. Fica assim mais demarcada, e inacessível, a felicidade que envolve o sonho.
  • 130. Explica como na última estrofe o sujeito poético caracteriza o sonho que foi esboçando ao longo do poema.
  • 131. O sonho — ou a felicidade que conota — é identificado com a infância (e, ao contrário da verdadeira, «sem fim»). Ao mesmo tempo, o sujeito poético tem noção de que esse paraíso (esse «jardim») é «impossível» (v. 20).
  • 133. «Às vezes, em sonho triste» (Fernando Pessoa / Beto Betuk) Às vezes, em sonho triste Nos meus desejos existe Longinquamente um país Onde ser feliz consiste Apenas em ser feliz.
  • 134. Vive-se como se nasce Sem o querer nem saber. Nessa ilusão de viver O tempo morre e renasce Sem que o sintamos correr.
  • 135. O sentir e o desejar São banidos dessa terra. O amor não é amor Nesse país por onde erra Meu longínquo divagar.
  • 136. Nem se sonha nem se vive: É uma infância sem fim. Parece que se revive Tão suave é viver assim Nesse impossível jardim.
  • 141. TPC — (1) Lê os textos ensaísticos nas pp. 318-319; (2) Procura ir fixando a classificação das orações (até memorizando as principais conjunções que as introduzem).