SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 43
Baixar para ler offline
Figuras de Estilo
Figuras de Palavras Figuras de Pensamentos Figuras de Construção Comparação  Metáfora Catacrese Sinestesia Antonomásia Sinédoque Metonímia Onomatopéia Símbolo (alegoria) Antítese Paradoxo Ironia Perífrase Eufemismo Disfemismo Hipérbole Gradação Prosopopéia Apóstrofe  Elipse Zeugma Polissíndeto Assíndeto Pleonasmo Inversão ou Hipérbato Anacoluto Anáfora Silepse Anadiplose Diácope Epístrofe Assonância Aliteração Paranomásia
 
 
Figuras Semânticas ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
É o emprego de um termo com significado de outro em vista de uma relação de semelhança entre ambos. É uma comparação subentendida. ,[object Object],[object Object],[object Object],Metáfora ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
É a aproximação de dois termos entre os quais existe alguma relação de semelhança, como na metáfora. A comparação, porém, é feita por meio de um  conectivo  e busca realçar determinada qualidade do primeiro termo. ,[object Object],[object Object],[object Object],Comparação
Também chamada  personificação   ou  animismo , é uma espécie de metáfora que consiste em atribuir características humanas a outros seres . ,[object Object],[object Object],Prosopopéia
[object Object]
É uma espécie de metáfora que consiste na união de impressões sensoriais diferentes. ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Sinestesia
É o emprego de um termo figurado por falta de um termo próprio para designar determinadas coisas. É uma  metáfora  desgastada pelo uso excessivo. ,[object Object],[object Object],[object Object],Catacrese
Usamos a catacrese em expressões como  “orelha de livro”  ou  “dente de alho” .  O termo  “engarrafamento ”, usado para designar o congestionamento de automóveis, ou o verbo  “embarcar” ,  usado no sentido de entrar no carro, no avião ou no trem, são exemplos de catacrese.  Na expressão  “casal gay” ,  curiosa porque “casal”, ao pé da letra, é um par formado por macho e fêmea, apagou-se o sentido de heterossexualidade e  avivou-se o sentido de par unido por laços de afetividade.
É a substituição do sentido de uma palavra ou expressão por outro sentido, havendo entre eles uma reação lógica. ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Metonímia
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Expressão que designa um ser através de alguma de suas características ou atributos, ou de um fato que celebrizou. Em termos gerais, perífrase designa qualquer sintagma ou expressão idiomática (e mais ou menos óbvia ou direta) que substitui outra. ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Perífrase
Quando a perífrase indica uma pessoa, recebe o nome de  antonomásia. ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Figura que consiste no emprego de termos com sentidos opostos. ,[object Object],[object Object],[object Object],Antítese
É uma proposição  aparentemente absurda , resultante da reunião de idéias contraditórias. ,[object Object],[object Object],[object Object],Paradoxo
Figura que consiste no  abrandamento  de uma expressão de sentido desagradável. ,[object Object],[object Object],[object Object],Eufemismo Eufemismo na publicidade
Figura que através do exagero procura tornar mais expressiva uma idéia. ,[object Object],[object Object],[object Object],Hipérbole
Consiste na inversão de sentido: afirma-se o contrário do que se pensa, visando à sátira ou à ridicularização. ,[object Object],Ironia Na charge, na verdade, o pobre fica sem comer, porque não pode comprar. Logo, nem paga imposto.
FIGURAS FONÉTICAS ,[object Object],[object Object],[object Object]
Consiste na imitação do som ou da voz natural dos seres. ,[object Object],[object Object],Onomatopéia
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],     É a repetição de vogais na mesma frase. ASSONÂNCIA Na publicidade Ka/Ko – aliteração e assonância
Consiste na repetição de fonemas no início ou interior das palavras. ,[object Object],[object Object],Aliteração Aqui também há assonância em E
FIGURAS SINTÁTICAS ,[object Object],[object Object],[object Object]
Ocorre quando há omissão de um termo, que fica subentendido pelo contexto e que é facilmente identificado. ,[object Object],[object Object],Elipse
Omissão de um termo (verbo) já enunciado antes.  Pode-se considerar  zeugma  como uma  forma de elipse . ,[object Object],[object Object],[object Object],Zeugma
É a inversão da ordem natural (direta) dos termos na oração, ou das orações no período. ,[object Object],[object Object],Hipérbato
É a repetição de um termo, ou reforço de seu significado ,[object Object],[object Object],[object Object],Pleonasmo
Ocorre quando há a  supressão  (retirada) do conectivo (conjunção) ,[object Object],[object Object],Assíndeto
Ocorre quando há repetição do conectivo (conjunção). ,[object Object],[object Object],Polissíndeto
Ocorre quando há uma  interrupção  da construção  sintática  para se introduzir uma outra idéia. ,[object Object],[object Object],Anacoluto
É a repetição de uma palavra para enfatizar o sentido, criando maior expressividade. "Na solidão solitude, Na solidão entrei, Na solidão perdi-me, Nunca me alegrei." (Mário de Andrade) "Vários tons de vermelho dançam para mim, o vermelho da guerra, o vermelho das terras, o vermelho do nada." (Kátia Maristela Ongaro) Repetição
Ocorre quando se realiza a concordância com  a idéia  e não com  os termos  expressos. ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Silepse
É a repetição de termos no início de cada verso ou frases. ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Anáfora
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Consiste numa seqüência de palavras, sinônimas ou não, que  intensificam  uma mesma idéia. Pode ser da menos intensa para a mais intensa e vice-versa. ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],GRADAÇÃO
Consiste no chamamento ou interpelação a uma pessoa ou coisa que pode ser real ou imaginária, pode estar presente ou ausente; usada para dar ênfase. Um tipo de   VOCATIVO . ,[object Object],[object Object],[object Object],APÓSTROFE
Profª. Beatriz A. Buganeme
Bibliografia ,[object Object],[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesIsis Barros
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaElza Silveira
 
Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Keu Oliveira
 
Terceira geração modernista
Terceira geração modernista Terceira geração modernista
Terceira geração modernista Claudio Soares
 
Período Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e SubordinaçãoPeríodo Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e SubordinaçãoJoyce de Oliveira
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasBlog Estudo
 
Estrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasEstrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasKeu Oliveira
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slideJaciara Mota
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaismarlospg
 
Figuras de linguagem resumo
Figuras de linguagem resumoFiguras de linguagem resumo
Figuras de linguagem resumoElaine Blogger
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem slideFiguras de linguagem slide
Figuras de linguagem slideIvana Bastos
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textualISJ
 

Mais procurados (20)

Charge e Cartum
Charge e CartumCharge e Cartum
Charge e Cartum
 
Figuras de Linguagem - Ironia
Figuras de Linguagem - IroniaFiguras de Linguagem - Ironia
Figuras de Linguagem - Ironia
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slides
 
Aula intertextualidade
Aula intertextualidadeAula intertextualidade
Aula intertextualidade
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
 
Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.
 
Terceira geração modernista
Terceira geração modernista Terceira geração modernista
Terceira geração modernista
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Período composto por coordenação
Período composto por coordenaçãoPeríodo composto por coordenação
Período composto por coordenação
 
O verbete
O verbeteO verbete
O verbete
 
Gênero notícia
Gênero notíciaGênero notícia
Gênero notícia
 
Período Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e SubordinaçãoPeríodo Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e Subordinação
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
 
Estrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasEstrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavras
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
 
Figuras de linguagem resumo
Figuras de linguagem resumoFiguras de linguagem resumo
Figuras de linguagem resumo
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem slideFiguras de linguagem slide
Figuras de linguagem slide
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
 
Literatura brasileira
Literatura brasileiraLiteratura brasileira
Literatura brasileira
 

Destaque

Figuras de linguagem 1° ano do ensino medio escola E.E.B giardini luiz lenzi
Figuras de linguagem 1° ano do ensino medio escola E.E.B giardini luiz lenziFiguras de linguagem 1° ano do ensino medio escola E.E.B giardini luiz lenzi
Figuras de linguagem 1° ano do ensino medio escola E.E.B giardini luiz lenziJosé Janicki
 
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.Cláudia Heloísa
 
Figuras de linguagem em propagandas
Figuras de linguagem em propagandasFiguras de linguagem em propagandas
Figuras de linguagem em propagandasCláudia Heloísa
 
Figuras de-linguagem
Figuras de-linguagemFiguras de-linguagem
Figuras de-linguagemBovary16
 
Principais figuras de linguagem
Principais figuras de linguagemPrincipais figuras de linguagem
Principais figuras de linguagemDon Veneziani
 
Prova I Unidade Educação Infantil 1
Prova  I Unidade  Educação  Infantil 1Prova  I Unidade  Educação  Infantil 1
Prova I Unidade Educação Infantil 1keillacr
 
Gêneros literários - 1º Ano do Ensino Médio
Gêneros literários - 1º Ano do Ensino MédioGêneros literários - 1º Ano do Ensino Médio
Gêneros literários - 1º Ano do Ensino MédioElaine Chiullo
 
Apostila texto silmara
Apostila texto silmaraApostila texto silmara
Apostila texto silmaradepartamentojt
 
Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem 144porhora
 
Simulado 2º ano
Simulado  2º ano Simulado  2º ano
Simulado 2º ano mfmpafatima
 
Português 3º ano
Português 3º anoPortuguês 3º ano
Português 3º anomfmpafatima
 
Analise Narrativa - O Poço ( Mário de Andrade)
Analise Narrativa  - O Poço ( Mário de Andrade)Analise Narrativa  - O Poço ( Mário de Andrade)
Analise Narrativa - O Poço ( Mário de Andrade)SadDream
 
03 - Figuras de linguagem
03 - Figuras de linguagem03 - Figuras de linguagem
03 - Figuras de linguagemNAPNE
 

Destaque (20)

Figuras de linguagem 1° ano do ensino medio escola E.E.B giardini luiz lenzi
Figuras de linguagem 1° ano do ensino medio escola E.E.B giardini luiz lenziFiguras de linguagem 1° ano do ensino medio escola E.E.B giardini luiz lenzi
Figuras de linguagem 1° ano do ensino medio escola E.E.B giardini luiz lenzi
 
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
 
Figuras de linguagem em propagandas
Figuras de linguagem em propagandasFiguras de linguagem em propagandas
Figuras de linguagem em propagandas
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Figuras de-linguagem
Figuras de-linguagemFiguras de-linguagem
Figuras de-linguagem
 
Seminário Linguagem Figurada
Seminário Linguagem FiguradaSeminário Linguagem Figurada
Seminário Linguagem Figurada
 
Principais figuras de linguagem
Principais figuras de linguagemPrincipais figuras de linguagem
Principais figuras de linguagem
 
Prova I Unidade Educação Infantil 1
Prova  I Unidade  Educação  Infantil 1Prova  I Unidade  Educação  Infantil 1
Prova I Unidade Educação Infantil 1
 
Gêneros literários - 1º Ano do Ensino Médio
Gêneros literários - 1º Ano do Ensino MédioGêneros literários - 1º Ano do Ensino Médio
Gêneros literários - 1º Ano do Ensino Médio
 
Apostila texto silmara
Apostila texto silmaraApostila texto silmara
Apostila texto silmara
 
Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem
 
Letramento Digital
Letramento DigitalLetramento Digital
Letramento Digital
 
Simulado
SimuladoSimulado
Simulado
 
Figuras linguagem
Figuras linguagemFiguras linguagem
Figuras linguagem
 
Figuras de linguagem carla
Figuras de linguagem  carlaFiguras de linguagem  carla
Figuras de linguagem carla
 
Simulado 2º ano
Simulado  2º ano Simulado  2º ano
Simulado 2º ano
 
Português 3º ano
Português 3º anoPortuguês 3º ano
Português 3º ano
 
Analise Narrativa - O Poço ( Mário de Andrade)
Analise Narrativa  - O Poço ( Mário de Andrade)Analise Narrativa  - O Poço ( Mário de Andrade)
Analise Narrativa - O Poço ( Mário de Andrade)
 
03 - Figuras de linguagem
03 - Figuras de linguagem03 - Figuras de linguagem
03 - Figuras de linguagem
 

Semelhante a Figuras de linguagem para aula 1 ano

Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)7 de Setembro
 
Aula 1º Ano - RALP.pptx
Aula 1º Ano - RALP.pptxAula 1º Ano - RALP.pptx
Aula 1º Ano - RALP.pptxJHony342614
 
Figuras linguagem Completo
Figuras linguagem CompletoFiguras linguagem Completo
Figuras linguagem CompletoJúnior Maciel
 
[c7s] Figuras de Linguagem
[c7s] Figuras de Linguagem[c7s] Figuras de Linguagem
[c7s] Figuras de Linguagem7 de Setembro
 
Figuras de linguagem completo 01
Figuras de linguagem   completo 01Figuras de linguagem   completo 01
Figuras de linguagem completo 01Natália Matos
 
Figuras linguagem2
Figuras linguagem2Figuras linguagem2
Figuras linguagem2Aline Castro
 
Figuras de linguagem 2012
Figuras de linguagem   2012Figuras de linguagem   2012
Figuras de linguagem 2012Lourdes Vilar
 
Figuras de estilo
Figuras de estiloFiguras de estilo
Figuras de estilodsca1011
 
Aula de redação figuras de linguagem
Aula de redação figuras de linguagemAula de redação figuras de linguagem
Aula de redação figuras de linguagemCris Costa
 
figuras-de-linguagem- DÉBORA.ppt
figuras-de-linguagem- DÉBORA.pptfiguras-de-linguagem- DÉBORA.ppt
figuras-de-linguagem- DÉBORA.pptDboraMariaRodrigues
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagemTim Bagatelas
 

Semelhante a Figuras de linguagem para aula 1 ano (20)

Figuras linguagem
Figuras linguagemFiguras linguagem
Figuras linguagem
 
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
Figuras de Linguagem (recursos estilísticos e sonoros)
 
Aula 1º Ano - RALP.pptx
Aula 1º Ano - RALP.pptxAula 1º Ano - RALP.pptx
Aula 1º Ano - RALP.pptx
 
Figuras linguagem Completo
Figuras linguagem CompletoFiguras linguagem Completo
Figuras linguagem Completo
 
[c7s] Figuras de Linguagem
[c7s] Figuras de Linguagem[c7s] Figuras de Linguagem
[c7s] Figuras de Linguagem
 
Figuras de linguagem completo 01
Figuras de linguagem   completo 01Figuras de linguagem   completo 01
Figuras de linguagem completo 01
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Figuras linguagem2
Figuras linguagem2Figuras linguagem2
Figuras linguagem2
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Figuras linguagem2
Figuras linguagem2Figuras linguagem2
Figuras linguagem2
 
figuras-de-linguagem.ppt
figuras-de-linguagem.pptfiguras-de-linguagem.ppt
figuras-de-linguagem.ppt
 
Figuras de Linguagem 2
Figuras de Linguagem 2 Figuras de Linguagem 2
Figuras de Linguagem 2
 
Figuras de linguagem 2012
Figuras de linguagem   2012Figuras de linguagem   2012
Figuras de linguagem 2012
 
Figuras de estilo
Figuras de estiloFiguras de estilo
Figuras de estilo
 
Figuras de Linguagem.pptx
Figuras de Linguagem.pptxFiguras de Linguagem.pptx
Figuras de Linguagem.pptx
 
Aula de redação figuras de linguagem
Aula de redação figuras de linguagemAula de redação figuras de linguagem
Aula de redação figuras de linguagem
 
figuras-de-linguagem- DÉBORA.ppt
figuras-de-linguagem- DÉBORA.pptfiguras-de-linguagem- DÉBORA.ppt
figuras-de-linguagem- DÉBORA.ppt
 
Figuras de linguagem ii
Figuras de linguagem iiFiguras de linguagem ii
Figuras de linguagem ii
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 

Mais de mfmpafatima

Matriz de referencia
Matriz de referenciaMatriz de referencia
Matriz de referenciamfmpafatima
 
Graziella kapkoski
Graziella kapkoskiGraziella kapkoski
Graziella kapkoskimfmpafatima
 
Inglês 3º-ano-trabalho
Inglês 3º-ano-trabalhoInglês 3º-ano-trabalho
Inglês 3º-ano-trabalhomfmpafatima
 
Função do mediador
Função do mediadorFunção do mediador
Função do mediadormfmpafatima
 
Atividade divertida
Atividade divertidaAtividade divertida
Atividade divertidamfmpafatima
 
Alfabetização atividades
Alfabetização atividadesAlfabetização atividades
Alfabetização atividadesmfmpafatima
 
Reforma ortográfica
Reforma ortográficaReforma ortográfica
Reforma ortográficamfmpafatima
 
O tapete-magico-um-dia-inesquecivel
O tapete-magico-um-dia-inesquecivelO tapete-magico-um-dia-inesquecivel
O tapete-magico-um-dia-inesquecivelmfmpafatima
 
O tapete-magico-quadro-a-quadro - produção de texto
O tapete-magico-quadro-a-quadro - produção de textoO tapete-magico-quadro-a-quadro - produção de texto
O tapete-magico-quadro-a-quadro - produção de textomfmpafatima
 
Transitividade verbal objet direto e objeto indireto
Transitividade verbal objet direto e objeto indiretoTransitividade verbal objet direto e objeto indireto
Transitividade verbal objet direto e objeto indiretomfmpafatima
 
Conteúdos programáticos propostos para as disciplinas
Conteúdos programáticos propostos para as disciplinasConteúdos programáticos propostos para as disciplinas
Conteúdos programáticos propostos para as disciplinasmfmpafatima
 
Para produção e interpretação textual.
Para produção e interpretação textual.Para produção e interpretação textual.
Para produção e interpretação textual.mfmpafatima
 
A vassoura-mágica
A vassoura-mágicaA vassoura-mágica
A vassoura-mágicamfmpafatima
 
Plano de ensino 7ª
Plano de ensino 7ªPlano de ensino 7ª
Plano de ensino 7ªmfmpafatima
 
Plano de ensino 6ª
Plano de ensino 6ªPlano de ensino 6ª
Plano de ensino 6ªmfmpafatima
 
Planejamento 5ª
Planejamento 5ªPlanejamento 5ª
Planejamento 5ªmfmpafatima
 
Gramática aula 11 - crase
Gramática   aula 11 - craseGramática   aula 11 - crase
Gramática aula 11 - crasemfmpafatima
 

Mais de mfmpafatima (20)

Matriz de referencia
Matriz de referenciaMatriz de referencia
Matriz de referencia
 
1ppingles6ano
1ppingles6ano1ppingles6ano
1ppingles6ano
 
Graziella kapkoski
Graziella kapkoskiGraziella kapkoski
Graziella kapkoski
 
Inglês 3º-ano-trabalho
Inglês 3º-ano-trabalhoInglês 3º-ano-trabalho
Inglês 3º-ano-trabalho
 
Função do mediador
Função do mediadorFunção do mediador
Função do mediador
 
Ot pmec 2811
Ot pmec 2811Ot pmec 2811
Ot pmec 2811
 
Atividade divertida
Atividade divertidaAtividade divertida
Atividade divertida
 
Alfabetização atividades
Alfabetização atividadesAlfabetização atividades
Alfabetização atividades
 
Reforma ortográfica
Reforma ortográficaReforma ortográfica
Reforma ortográfica
 
O tapete-magico-um-dia-inesquecivel
O tapete-magico-um-dia-inesquecivelO tapete-magico-um-dia-inesquecivel
O tapete-magico-um-dia-inesquecivel
 
O tapete-magico-quadro-a-quadro - produção de texto
O tapete-magico-quadro-a-quadro - produção de textoO tapete-magico-quadro-a-quadro - produção de texto
O tapete-magico-quadro-a-quadro - produção de texto
 
Transitividade verbal objet direto e objeto indireto
Transitividade verbal objet direto e objeto indiretoTransitividade verbal objet direto e objeto indireto
Transitividade verbal objet direto e objeto indireto
 
Conteúdos programáticos propostos para as disciplinas
Conteúdos programáticos propostos para as disciplinasConteúdos programáticos propostos para as disciplinas
Conteúdos programáticos propostos para as disciplinas
 
Para produção e interpretação textual.
Para produção e interpretação textual.Para produção e interpretação textual.
Para produção e interpretação textual.
 
Uem ead2009p2
Uem ead2009p2Uem ead2009p2
Uem ead2009p2
 
A vassoura-mágica
A vassoura-mágicaA vassoura-mágica
A vassoura-mágica
 
Plano de ensino 7ª
Plano de ensino 7ªPlano de ensino 7ª
Plano de ensino 7ª
 
Plano de ensino 6ª
Plano de ensino 6ªPlano de ensino 6ª
Plano de ensino 6ª
 
Planejamento 5ª
Planejamento 5ªPlanejamento 5ª
Planejamento 5ª
 
Gramática aula 11 - crase
Gramática   aula 11 - craseGramática   aula 11 - crase
Gramática aula 11 - crase
 

Último

O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.pptDaniloConceiodaSilva
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfWALDIRENEPINTODEMACE
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonRosiniaGonalves
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfSandra Pratas
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 

Figuras de linguagem para aula 1 ano

  • 2. Figuras de Palavras Figuras de Pensamentos Figuras de Construção Comparação Metáfora Catacrese Sinestesia Antonomásia Sinédoque Metonímia Onomatopéia Símbolo (alegoria) Antítese Paradoxo Ironia Perífrase Eufemismo Disfemismo Hipérbole Gradação Prosopopéia Apóstrofe Elipse Zeugma Polissíndeto Assíndeto Pleonasmo Inversão ou Hipérbato Anacoluto Anáfora Silepse Anadiplose Diácope Epístrofe Assonância Aliteração Paranomásia
  • 3.  
  • 4.  
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12. Usamos a catacrese em expressões como “orelha de livro” ou “dente de alho” . O termo “engarrafamento ”, usado para designar o congestionamento de automóveis, ou o verbo “embarcar” , usado no sentido de entrar no carro, no avião ou no trem, são exemplos de catacrese. Na expressão “casal gay” , curiosa porque “casal”, ao pé da letra, é um par formado por macho e fêmea, apagou-se o sentido de heterossexualidade e avivou-se o sentido de par unido por laços de afetividade.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36. É a repetição de uma palavra para enfatizar o sentido, criando maior expressividade. "Na solidão solitude, Na solidão entrei, Na solidão perdi-me, Nunca me alegrei." (Mário de Andrade) "Vários tons de vermelho dançam para mim, o vermelho da guerra, o vermelho das terras, o vermelho do nada." (Kátia Maristela Ongaro) Repetição
  • 37.
  • 38.
  • 39.
  • 40.
  • 41.
  • 42. Profª. Beatriz A. Buganeme
  • 43.