SlideShare uma empresa Scribd logo
Termos da oração
Vocativo
Aposto
Vocativo
• Dirige-se ao interlocutor.
Quantos anos você tem, Maria?
E digo mais, José, tuas atitudes são boas.
Vocativo
• Dirige-se ao interlocutor.
Quantos anos você tem, Maria?
E digo mais, José, tuas atitudes são boas.
Vocativo
Vocativo
Vocativo
• Dirige-se ao interlocutor.
Quantos anos você tem, Maria?
E digo mais, José, tuas atitudes são boas.
Vocativo
Vocativo Sempre entre vírgulas
Vocativo
• Dirige-se ao interlocutor.
Quantos anos você tem, Maria?
E digo mais, José, tuas atitudes são boas.
≠ Meu irmão, Carlos, é o melhor atleta.
Vocativo
Vocativo Sempre entre vírgulas
Vocativo
• Dirige-se ao interlocutor.
Quantos anos você tem, Maria?
E digo mais, José, tuas atitudes são boas.
≠ Meu irmão, Carlos, é o melhor atleta.
Vocativo
Vocativo Sempre entre vírgulas
Explica “Meu irmão”,
termo já mencionado
Vocativo
• Dirige-se ao interlocutor.
Quantos anos você tem, Maria?
E digo mais, José, tuas atitudes são boas.
≠ Meu irmão, Carlos, é o melhor atleta.
Vocativo
Vocativo Sempre entre vírgulas
Explica “Meu irmão”,
termo já mencionado
→ Aposto explicativo
Aposto
• Explica, resume, enumera ou especifica um
termo já citado na oração;
• Normalmente, vem entre vírgulas (,), traços (-)
ou depois de dois pontos (:).
Aposto
• Explica, resume, enumera ou especifica um
termo já citado na oração;
• Normalmente, vem entre vírgulas (,), traços (-)
ou depois de dois pontos (:).
→ Explicativo
João, amigo da família de José, é gentil.
As flores, cores da vida, encantam a natureza.
Aposto
• Explica, resume, enumera ou especifica um
termo já citado na oração;
• Normalmente, vem entre vírgulas (,), traços (-)
ou depois de dois pontos (:).
→ Explicativo
João, amigo da família de José, é gentil.
As flores, cores da vida, encantam a natureza.
Aposto
• Explica, resume, enumera ou especifica um
termo já citado na oração;
• Normalmente, vem entre vírgulas (,), traços (-)
ou depois de dois pontos (:).
→ Explicativo
João, amigo da família de José, é gentil.
As flores, cores da vida, encantam a natureza.
Aposto explicativo
Aposto explicativo
Aposto
• Explica, resume, enumera ou especifica um
termo já citado na oração;
• Normalmente, vem entre vírgulas (,), traços (-)
ou depois de dois pontos (:).
→ Explicativo
João, amigo da família de José, é gentil.
As flores, cores da vida, encantam a natureza.
Aposto explicativo
Aposto explicativo
Também chamado
aposto comparativo
Aposto
→ Resumitivo/Recapitulativo
O céu, as estrelas, o mar, tudo isso faz parte do
universo.
→ Enumerativo
Duas coisas são essenciais: amar e respeitar.
Aposto
→ Resumitivo/Recapitulativo
O céu, as estrelas, o mar, tudo isso faz parte do
universo.
→ Enumerativo
Duas coisas são essenciais: amar e respeitar.
Aposto
→ Resumitivo/Recapitulativo
O céu, as estrelas, o mar, tudo isso faz parte do
universo.
→ Enumerativo
Duas coisas são essenciais: amar e respeitar.
Aposto resumitivo
Aposto enumerativo
(Orações subordinadas
substantivas apositivas)
Aposto
→ Especificativo
O Rio Amazonas é o maior do mundo.
A cidade de São Paulo é grande.
O mês de junho ainda virá.
Aposto
→ Especificativo
O Rio Amazonas é o maior do mundo.
A cidade de São Paulo é grande.
O mês de junho ainda virá.
Aposto
→ Especificativo
O Rio Amazonas é o maior do mundo.
A cidade de São Paulo é grande.
O mês de junho ainda virá.
Aposto
→ Especificativo
O Rio Amazonas é o maior do mundo.
A cidade de São Paulo é grande.
O mês de junho ainda virá.
Aposto especificativo
Aposto especificativo
Aposto especificativo
Aposto
→ Especificativo
O Rio Amazonas é o maior do mundo.
A cidade de São Paulo é grande.
O mês de junho ainda virá.
Aposto especificativo
Aposto especificativo
Aposto especificativo
Especifica um
termo de mesmo
sentido.
Sem vírgulas!
Aposto
→ Especificativo
O Rio Amazonas é o maior do mundo.
A cidade de São Paulo é grande.
O mês de junho ainda virá.
≠ As ruas de São Paulo estão cheias.
≠ As festas de junho são as mais animadas.
Aposto especificativo
Aposto especificativo
Aposto especificativo
Especifica um
termo de mesmo
sentido.
Sem vírgulas!
Aposto
→ Especificativo
O Rio Amazonas é o maior do mundo.
A cidade de São Paulo é grande.
O mês de junho ainda virá.
≠ As ruas de São Paulo estão cheias.
≠ As festas de junho são as mais animadas.
Aposto especificativo
Aposto especificativo
Aposto especificativo
Especifica um
termo de mesmo
sentido.
Sem vírgulas!
Aposto
→ Especificativo
O Rio Amazonas é o maior do mundo.
A cidade de São Paulo é grande.
O mês de junho ainda virá.
≠ As ruas de São Paulo estão cheias.
≠ As festas de junho são as mais animadas.
Aposto especificativo
Aposto especificativo
Aposto especificativo
Especifica um
termo de mesmo
sentido.
Sem vírgulas!
= paulistas
= juninas
Aposto
→ Especificativo
O Rio Amazonas é o maior do mundo.
A cidade de São Paulo é grande.
O mês de junho ainda virá.
≠ As ruas de São Paulo estão cheias.
≠ As festas de junho são as mais animadas.
Aposto especificativo
Aposto especificativo
Aposto especificativo
Especifica um
termo de mesmo
sentido.
Sem vírgulas!
= paulistas
= juninas
Adjuntos
Adnominais
Cynthia Funchal
http://www.portuguesatodaprova.com.br
• A reprodução, alteração e utilização dos slides e textos é livre para fins
didáticos, porém, recomenda-se a citação da fonte. É expressamente
proibida, para distribuição comercial, a veiculação deste material.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.
Keu Oliveira
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
PaolaLins
 
Uso dos porquês
Uso dos porquêsUso dos porquês
Uso dos porquês
Sabrina Paiva
 
Termos integrantes-da-oracao
Termos integrantes-da-oracaoTermos integrantes-da-oracao
Termos integrantes-da-oracao
Sandra Paula
 
Verbos
VerbosVerbos
Verbos
whybells
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Angela Santos
 
Slides aula verbos
Slides   aula verbosSlides   aula verbos
Slides aula verbos
Bruno Souza de Oliveira
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
guest0cbfe
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
Aliffer Murillo Laguna
 
Predicado
PredicadoPredicado
Predicado
Flávio Ferreira
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
CDIM Daniel
 
Regência nominal e verbal
Regência nominal e verbalRegência nominal e verbal
Regência nominal e verbal
Sadrak Silva
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
Rebeca Kaus
 
Classes gramaticais
Classes gramaticaisClasses gramaticais
Classes gramaticais
Evilane Alves
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
Fábio Guimarães
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
Mara dalto
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
Alice Silva
 
Estrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opiniãoEstrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opinião
Nastrilhas da lingua portuguesa
 
Flexão do Substantivo
Flexão do SubstantivoFlexão do Substantivo
Flexão do Substantivo
lucivane cangussú
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
Jaciara Mota
 

Mais procurados (20)

Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Uso dos porquês
Uso dos porquêsUso dos porquês
Uso dos porquês
 
Termos integrantes-da-oracao
Termos integrantes-da-oracaoTermos integrantes-da-oracao
Termos integrantes-da-oracao
 
Verbos
VerbosVerbos
Verbos
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Slides aula verbos
Slides   aula verbosSlides   aula verbos
Slides aula verbos
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
 
Predicado
PredicadoPredicado
Predicado
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
 
Regência nominal e verbal
Regência nominal e verbalRegência nominal e verbal
Regência nominal e verbal
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
 
Classes gramaticais
Classes gramaticaisClasses gramaticais
Classes gramaticais
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
 
Estrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opiniãoEstrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opinião
 
Flexão do Substantivo
Flexão do SubstantivoFlexão do Substantivo
Flexão do Substantivo
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
 

Destaque

Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento NominalAdjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
Cynthia Funchal
 
Planejamento de texto
Planejamento de textoPlanejamento de texto
Planejamento de texto
Cynthia Funchal
 
Modernismo 2ª fase (Poesia)
Modernismo  2ª fase (Poesia)Modernismo  2ª fase (Poesia)
Modernismo 2ª fase (Poesia)
Cynthia Funchal
 
Proposta de redação carta argumentativa
Proposta de redação carta argumentativaProposta de redação carta argumentativa
Proposta de redação carta argumentativa
Cynthia Funchal
 
Modernismo 1ª fase
Modernismo 1ª faseModernismo 1ª fase
Modernismo 1ª fase
Cynthia Funchal
 
Planejamento de texto
Planejamento de textoPlanejamento de texto
Planejamento de texto
Cynthia Funchal
 
Parnasianismo e Simbolismo
Parnasianismo e SimbolismoParnasianismo e Simbolismo
Parnasianismo e Simbolismo
Cynthia Funchal
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
Cynthia Funchal
 
Coesão e operadores argumentativos
Coesão e operadores argumentativosCoesão e operadores argumentativos
Coesão e operadores argumentativos
Cynthia Funchal
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
Vivianne Macedo Cordeiro
 
Tipos e gêneros textuais
Tipos e gêneros textuaisTipos e gêneros textuais
Tipos e gêneros textuais
Cynthia Funchal
 
Slides pronomes
Slides pronomesSlides pronomes
Slides pronomes
Cynthia Funchal
 
Vocativo e Aposto
Vocativo e ApostoVocativo e Aposto
Vocativo e Aposto
Beatriz Alves
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Cynthia Funchal
 
Quinhentismo
QuinhentismoQuinhentismo
Quinhentismo
Cynthia Funchal
 
Funções do que, se e pronome relativo
Funções do que, se e pronome relativoFunções do que, se e pronome relativo
Funções do que, se e pronome relativo
Cynthia Funchal
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Cynthia Funchal
 
Conclusao - Dissertação (ENEM)
Conclusao - Dissertação (ENEM)Conclusao - Dissertação (ENEM)
Conclusao - Dissertação (ENEM)
Cynthia Funchal
 
Arcadismo no brasil - autores e obras
Arcadismo no brasil  - autores e obrasArcadismo no brasil  - autores e obras
Arcadismo no brasil - autores e obras
Cynthia Funchal
 
Resumo e resenha
Resumo e resenhaResumo e resenha
Resumo e resenha
Cynthia Funchal
 

Destaque (20)

Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento NominalAdjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
 
Planejamento de texto
Planejamento de textoPlanejamento de texto
Planejamento de texto
 
Modernismo 2ª fase (Poesia)
Modernismo  2ª fase (Poesia)Modernismo  2ª fase (Poesia)
Modernismo 2ª fase (Poesia)
 
Proposta de redação carta argumentativa
Proposta de redação carta argumentativaProposta de redação carta argumentativa
Proposta de redação carta argumentativa
 
Modernismo 1ª fase
Modernismo 1ª faseModernismo 1ª fase
Modernismo 1ª fase
 
Planejamento de texto
Planejamento de textoPlanejamento de texto
Planejamento de texto
 
Parnasianismo e Simbolismo
Parnasianismo e SimbolismoParnasianismo e Simbolismo
Parnasianismo e Simbolismo
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
 
Coesão e operadores argumentativos
Coesão e operadores argumentativosCoesão e operadores argumentativos
Coesão e operadores argumentativos
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
 
Tipos e gêneros textuais
Tipos e gêneros textuaisTipos e gêneros textuais
Tipos e gêneros textuais
 
Slides pronomes
Slides pronomesSlides pronomes
Slides pronomes
 
Vocativo e Aposto
Vocativo e ApostoVocativo e Aposto
Vocativo e Aposto
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Quinhentismo
QuinhentismoQuinhentismo
Quinhentismo
 
Funções do que, se e pronome relativo
Funções do que, se e pronome relativoFunções do que, se e pronome relativo
Funções do que, se e pronome relativo
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Conclusao - Dissertação (ENEM)
Conclusao - Dissertação (ENEM)Conclusao - Dissertação (ENEM)
Conclusao - Dissertação (ENEM)
 
Arcadismo no brasil - autores e obras
Arcadismo no brasil  - autores e obrasArcadismo no brasil  - autores e obras
Arcadismo no brasil - autores e obras
 
Resumo e resenha
Resumo e resenhaResumo e resenha
Resumo e resenha
 

Semelhante a Aposto e vocativo

Classes Gramaticais
Classes GramaticaisClasses Gramaticais
Classes Gramaticais
Angela Santos
 
Classes gramaticais
Classes gramaticaisClasses gramaticais
Classes gramaticais
guestc6de7214
 
Classes Gramaticais
Classes GramaticaisClasses Gramaticais
Classes Gramaticais
guest7174ad
 
CANTO NA CATEQUESE
CANTO NA CATEQUESECANTO NA CATEQUESE
CANTO NA CATEQUESE
Manoel Francisco Xavier
 
O canto é a expressão de um sentiment1 (imprimir)
O canto é a expressão de um sentiment1 (imprimir)O canto é a expressão de um sentiment1 (imprimir)
O canto é a expressão de um sentiment1 (imprimir)
Manoel Francisco Xavier
 
Trabalho de português: Artigo
Trabalho de português: ArtigoTrabalho de português: Artigo
Trabalho de português: ArtigoSandoval Vitor
 
MUSICA NA CATEQUESE
MUSICA NA CATEQUESEMUSICA NA CATEQUESE
MUSICA NA CATEQUESE
Manoel Francisco Xavier
 
O canto é a expressão de um sentiment1 (imprimir)
O canto é a expressão de um sentiment1 (imprimir)O canto é a expressão de um sentiment1 (imprimir)
O canto é a expressão de um sentiment1 (imprimir)
Manoel Francisco Xavier
 
Gramática - Termos Acessórios
Gramática - Termos AcessóriosGramática - Termos Acessórios
Gramática - Termos Acessórios
Mentor Concursos
 
RENDIÇÃO
RENDIÇÃORENDIÇÃO
Apostila libras do curso ministrado em água doce com o professor Ricardo Heberle
Apostila libras do curso ministrado em água doce com o professor Ricardo HeberleApostila libras do curso ministrado em água doce com o professor Ricardo Heberle
Apostila libras do curso ministrado em água doce com o professor Ricardo Heberle
Keila Arruda
 
Especial dom
Especial domEspecial dom
Especial dom
Patrícia Rombe
 
Transitividade verbal e período simples
Transitividade verbal e período simplesTransitividade verbal e período simples
Transitividade verbal e período simples
ma.no.el.ne.ves
 
Língua Portuguesa - classes-gramaticais
Língua Portuguesa  - classes-gramaticaisLíngua Portuguesa  - classes-gramaticais
Língua Portuguesa - classes-gramaticais
SinolangeSousa
 
Oracoes Adjetivas e Adverbiais.pptx
Oracoes Adjetivas e Adverbiais.pptxOracoes Adjetivas e Adverbiais.pptx
Oracoes Adjetivas e Adverbiais.pptx
ELAINETORRESNASCIMEN
 
Alfabeto e dicionário
Alfabeto e dicionárioAlfabeto e dicionário
Alfabeto e dicionário
piefohmania
 
Análise do período simples
Análise do período simplesAnálise do período simples
Análise do período simples
Faell Vasconcelos
 
FIGURAS DE SINTAXE
FIGURAS DE SINTAXEFIGURAS DE SINTAXE
FIGURAS DE SINTAXE
RegileneCutrim1
 
Especial dom
Especial domEspecial dom
Especial dom
Patrícia Rombe
 

Semelhante a Aposto e vocativo (19)

Classes Gramaticais
Classes GramaticaisClasses Gramaticais
Classes Gramaticais
 
Classes gramaticais
Classes gramaticaisClasses gramaticais
Classes gramaticais
 
Classes Gramaticais
Classes GramaticaisClasses Gramaticais
Classes Gramaticais
 
CANTO NA CATEQUESE
CANTO NA CATEQUESECANTO NA CATEQUESE
CANTO NA CATEQUESE
 
O canto é a expressão de um sentiment1 (imprimir)
O canto é a expressão de um sentiment1 (imprimir)O canto é a expressão de um sentiment1 (imprimir)
O canto é a expressão de um sentiment1 (imprimir)
 
Trabalho de português: Artigo
Trabalho de português: ArtigoTrabalho de português: Artigo
Trabalho de português: Artigo
 
MUSICA NA CATEQUESE
MUSICA NA CATEQUESEMUSICA NA CATEQUESE
MUSICA NA CATEQUESE
 
O canto é a expressão de um sentiment1 (imprimir)
O canto é a expressão de um sentiment1 (imprimir)O canto é a expressão de um sentiment1 (imprimir)
O canto é a expressão de um sentiment1 (imprimir)
 
Gramática - Termos Acessórios
Gramática - Termos AcessóriosGramática - Termos Acessórios
Gramática - Termos Acessórios
 
RENDIÇÃO
RENDIÇÃORENDIÇÃO
RENDIÇÃO
 
Apostila libras do curso ministrado em água doce com o professor Ricardo Heberle
Apostila libras do curso ministrado em água doce com o professor Ricardo HeberleApostila libras do curso ministrado em água doce com o professor Ricardo Heberle
Apostila libras do curso ministrado em água doce com o professor Ricardo Heberle
 
Especial dom
Especial domEspecial dom
Especial dom
 
Transitividade verbal e período simples
Transitividade verbal e período simplesTransitividade verbal e período simples
Transitividade verbal e período simples
 
Língua Portuguesa - classes-gramaticais
Língua Portuguesa  - classes-gramaticaisLíngua Portuguesa  - classes-gramaticais
Língua Portuguesa - classes-gramaticais
 
Oracoes Adjetivas e Adverbiais.pptx
Oracoes Adjetivas e Adverbiais.pptxOracoes Adjetivas e Adverbiais.pptx
Oracoes Adjetivas e Adverbiais.pptx
 
Alfabeto e dicionário
Alfabeto e dicionárioAlfabeto e dicionário
Alfabeto e dicionário
 
Análise do período simples
Análise do período simplesAnálise do período simples
Análise do período simples
 
FIGURAS DE SINTAXE
FIGURAS DE SINTAXEFIGURAS DE SINTAXE
FIGURAS DE SINTAXE
 
Especial dom
Especial domEspecial dom
Especial dom
 

Mais de Cynthia Funchal

Parágrafos expositivo x argumentativo
Parágrafos   expositivo x argumentativoParágrafos   expositivo x argumentativo
Parágrafos expositivo x argumentativo
Cynthia Funchal
 
Concordância verbal e concordância nominal
Concordância verbal e concordância nominalConcordância verbal e concordância nominal
Concordância verbal e concordância nominal
Cynthia Funchal
 
Pontuação em redação
Pontuação em redaçãoPontuação em redação
Pontuação em redação
Cynthia Funchal
 
Conclusão - Dissertação
Conclusão - DissertaçãoConclusão - Dissertação
Conclusão - Dissertação
Cynthia Funchal
 
Barroco
BarrocoBarroco
3ª fase – modernismo brasileiro
3ª fase – modernismo brasileiro3ª fase – modernismo brasileiro
3ª fase – modernismo brasileiro
Cynthia Funchal
 
Realismo e Naturalismo - Literatura
Realismo e Naturalismo - LiteraturaRealismo e Naturalismo - Literatura
Realismo e Naturalismo - Literatura
Cynthia Funchal
 
Modernismo romance de 30
Modernismo   romance de 30Modernismo   romance de 30
Modernismo romance de 30
Cynthia Funchal
 
Versificação - Noções básicas
Versificação - Noções básicasVersificação - Noções básicas
Versificação - Noções básicas
Cynthia Funchal
 
Romantismo no Brasil - Prosa
Romantismo no Brasil - ProsaRomantismo no Brasil - Prosa
Romantismo no Brasil - Prosa
Cynthia Funchal
 
Proposta de Intervenção - Competência 5 ENEM
Proposta de Intervenção - Competência 5 ENEMProposta de Intervenção - Competência 5 ENEM
Proposta de Intervenção - Competência 5 ENEM
Cynthia Funchal
 
Análise Sintática (Orações Subordinadas) - Exercícios
Análise Sintática (Orações Subordinadas) - ExercíciosAnálise Sintática (Orações Subordinadas) - Exercícios
Análise Sintática (Orações Subordinadas) - Exercícios
Cynthia Funchal
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
Cynthia Funchal
 
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)
Cynthia Funchal
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
Cynthia Funchal
 

Mais de Cynthia Funchal (15)

Parágrafos expositivo x argumentativo
Parágrafos   expositivo x argumentativoParágrafos   expositivo x argumentativo
Parágrafos expositivo x argumentativo
 
Concordância verbal e concordância nominal
Concordância verbal e concordância nominalConcordância verbal e concordância nominal
Concordância verbal e concordância nominal
 
Pontuação em redação
Pontuação em redaçãoPontuação em redação
Pontuação em redação
 
Conclusão - Dissertação
Conclusão - DissertaçãoConclusão - Dissertação
Conclusão - Dissertação
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
3ª fase – modernismo brasileiro
3ª fase – modernismo brasileiro3ª fase – modernismo brasileiro
3ª fase – modernismo brasileiro
 
Realismo e Naturalismo - Literatura
Realismo e Naturalismo - LiteraturaRealismo e Naturalismo - Literatura
Realismo e Naturalismo - Literatura
 
Modernismo romance de 30
Modernismo   romance de 30Modernismo   romance de 30
Modernismo romance de 30
 
Versificação - Noções básicas
Versificação - Noções básicasVersificação - Noções básicas
Versificação - Noções básicas
 
Romantismo no Brasil - Prosa
Romantismo no Brasil - ProsaRomantismo no Brasil - Prosa
Romantismo no Brasil - Prosa
 
Proposta de Intervenção - Competência 5 ENEM
Proposta de Intervenção - Competência 5 ENEMProposta de Intervenção - Competência 5 ENEM
Proposta de Intervenção - Competência 5 ENEM
 
Análise Sintática (Orações Subordinadas) - Exercícios
Análise Sintática (Orações Subordinadas) - ExercíciosAnálise Sintática (Orações Subordinadas) - Exercícios
Análise Sintática (Orações Subordinadas) - Exercícios
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)
ARGUMENTAÇÃO - Enem (Competência 3)
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 

Último

cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
WilianeBarbosa2
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 

Último (20)

cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 

Aposto e vocativo

  • 2. Vocativo • Dirige-se ao interlocutor. Quantos anos você tem, Maria? E digo mais, José, tuas atitudes são boas.
  • 3. Vocativo • Dirige-se ao interlocutor. Quantos anos você tem, Maria? E digo mais, José, tuas atitudes são boas. Vocativo Vocativo
  • 4. Vocativo • Dirige-se ao interlocutor. Quantos anos você tem, Maria? E digo mais, José, tuas atitudes são boas. Vocativo Vocativo Sempre entre vírgulas
  • 5. Vocativo • Dirige-se ao interlocutor. Quantos anos você tem, Maria? E digo mais, José, tuas atitudes são boas. ≠ Meu irmão, Carlos, é o melhor atleta. Vocativo Vocativo Sempre entre vírgulas
  • 6. Vocativo • Dirige-se ao interlocutor. Quantos anos você tem, Maria? E digo mais, José, tuas atitudes são boas. ≠ Meu irmão, Carlos, é o melhor atleta. Vocativo Vocativo Sempre entre vírgulas Explica “Meu irmão”, termo já mencionado
  • 7. Vocativo • Dirige-se ao interlocutor. Quantos anos você tem, Maria? E digo mais, José, tuas atitudes são boas. ≠ Meu irmão, Carlos, é o melhor atleta. Vocativo Vocativo Sempre entre vírgulas Explica “Meu irmão”, termo já mencionado → Aposto explicativo
  • 8. Aposto • Explica, resume, enumera ou especifica um termo já citado na oração; • Normalmente, vem entre vírgulas (,), traços (-) ou depois de dois pontos (:).
  • 9. Aposto • Explica, resume, enumera ou especifica um termo já citado na oração; • Normalmente, vem entre vírgulas (,), traços (-) ou depois de dois pontos (:). → Explicativo João, amigo da família de José, é gentil. As flores, cores da vida, encantam a natureza.
  • 10. Aposto • Explica, resume, enumera ou especifica um termo já citado na oração; • Normalmente, vem entre vírgulas (,), traços (-) ou depois de dois pontos (:). → Explicativo João, amigo da família de José, é gentil. As flores, cores da vida, encantam a natureza.
  • 11. Aposto • Explica, resume, enumera ou especifica um termo já citado na oração; • Normalmente, vem entre vírgulas (,), traços (-) ou depois de dois pontos (:). → Explicativo João, amigo da família de José, é gentil. As flores, cores da vida, encantam a natureza. Aposto explicativo Aposto explicativo
  • 12. Aposto • Explica, resume, enumera ou especifica um termo já citado na oração; • Normalmente, vem entre vírgulas (,), traços (-) ou depois de dois pontos (:). → Explicativo João, amigo da família de José, é gentil. As flores, cores da vida, encantam a natureza. Aposto explicativo Aposto explicativo Também chamado aposto comparativo
  • 13. Aposto → Resumitivo/Recapitulativo O céu, as estrelas, o mar, tudo isso faz parte do universo. → Enumerativo Duas coisas são essenciais: amar e respeitar.
  • 14. Aposto → Resumitivo/Recapitulativo O céu, as estrelas, o mar, tudo isso faz parte do universo. → Enumerativo Duas coisas são essenciais: amar e respeitar.
  • 15. Aposto → Resumitivo/Recapitulativo O céu, as estrelas, o mar, tudo isso faz parte do universo. → Enumerativo Duas coisas são essenciais: amar e respeitar. Aposto resumitivo Aposto enumerativo (Orações subordinadas substantivas apositivas)
  • 16. Aposto → Especificativo O Rio Amazonas é o maior do mundo. A cidade de São Paulo é grande. O mês de junho ainda virá.
  • 17. Aposto → Especificativo O Rio Amazonas é o maior do mundo. A cidade de São Paulo é grande. O mês de junho ainda virá.
  • 18. Aposto → Especificativo O Rio Amazonas é o maior do mundo. A cidade de São Paulo é grande. O mês de junho ainda virá.
  • 19. Aposto → Especificativo O Rio Amazonas é o maior do mundo. A cidade de São Paulo é grande. O mês de junho ainda virá. Aposto especificativo Aposto especificativo Aposto especificativo
  • 20. Aposto → Especificativo O Rio Amazonas é o maior do mundo. A cidade de São Paulo é grande. O mês de junho ainda virá. Aposto especificativo Aposto especificativo Aposto especificativo Especifica um termo de mesmo sentido. Sem vírgulas!
  • 21. Aposto → Especificativo O Rio Amazonas é o maior do mundo. A cidade de São Paulo é grande. O mês de junho ainda virá. ≠ As ruas de São Paulo estão cheias. ≠ As festas de junho são as mais animadas. Aposto especificativo Aposto especificativo Aposto especificativo Especifica um termo de mesmo sentido. Sem vírgulas!
  • 22. Aposto → Especificativo O Rio Amazonas é o maior do mundo. A cidade de São Paulo é grande. O mês de junho ainda virá. ≠ As ruas de São Paulo estão cheias. ≠ As festas de junho são as mais animadas. Aposto especificativo Aposto especificativo Aposto especificativo Especifica um termo de mesmo sentido. Sem vírgulas!
  • 23. Aposto → Especificativo O Rio Amazonas é o maior do mundo. A cidade de São Paulo é grande. O mês de junho ainda virá. ≠ As ruas de São Paulo estão cheias. ≠ As festas de junho são as mais animadas. Aposto especificativo Aposto especificativo Aposto especificativo Especifica um termo de mesmo sentido. Sem vírgulas! = paulistas = juninas
  • 24. Aposto → Especificativo O Rio Amazonas é o maior do mundo. A cidade de São Paulo é grande. O mês de junho ainda virá. ≠ As ruas de São Paulo estão cheias. ≠ As festas de junho são as mais animadas. Aposto especificativo Aposto especificativo Aposto especificativo Especifica um termo de mesmo sentido. Sem vírgulas! = paulistas = juninas Adjuntos Adnominais
  • 25. Cynthia Funchal http://www.portuguesatodaprova.com.br • A reprodução, alteração e utilização dos slides e textos é livre para fins didáticos, porém, recomenda-se a citação da fonte. É expressamente proibida, para distribuição comercial, a veiculação deste material.