SlideShare uma empresa Scribd logo
Pontuação
REGRAS E ERROS DE PONTUAÇÃO EM REDAÇÃO
Vírgula
 Elemento gráfico que representa uma pausa, na fala, ocasionada pela
estrutura do período (sintaxe).
S + V + C
Sujeito Verbo Complemento
Termos
essenciais da
oração
Não podem ser separados por vírgula!
A crise de desemprego no Brasil, representa um reflexo do
sistema capitalista que não concorda, com o avanço de políticas
sociais e busca frear o direito a condições básicas de trabalho.
A crise de desemprego no Brasil, representa um reflexo do
sistema capitalista que não concorda, com o avanço de políticas
sociais e busca frear o direto, a condições básicas de trabalho.
Separa sujeito e predicado (verbo)
Separa verbo e complemento verbal Separa nome e complemento nominal
Uso da vírgula na redação
 Enumeração: separar elementos de mesma função sintática.
Educação, saúde e segurança são fundamentais para o país.
A conjunção E substitui a vírgula em uma enumeração.
 Indica adversidade: “Vários são os projetos, e ainda não foram implementados”.
 Sujeitos diferentes: “Vários são os projetos, e as propostas também são muitas”.
 Polissíndeto* (figura de linguagem): “E ele canta, e ele curte, e ele dança”.
“E” só possui vírgula quando:
* Figuras de linguagem devem ser evitadas no texto dissertativo!
 Omissão de termos ou orações.
 Separar orações.
O Governo buscou informações; a empresa, soluções.
Ponto e vírgula: usado no exemplo para separar elementos e orações quando
há mais vírgulas, com funções diferentes, no mesmo enunciado. Também é
usado em listas e enumerações.
Apesar do grande esforço, não foi o suficiente para resolver o
impasse que existe no país.
É necessário que o Governo invista em educação, pois ela é
fundamental para o desenvolvimento humano.
 Explicações.
O Estado deve investir em educação, ou seja, oferecer recursos
para estimular os sabers da população.
O Ministério da Educação, principal órgão responsável pela
organização dos recursos para fins educacionais, deve agir em
conjunto com os estados para melhorar a situação das escolas.
Os estudantes, que passam dias preparando-se para as provas,
merecem também um momento de lazer durante a agitada
rotina de estudos.
Expressão explicativa, mas sem função sintática (como “isto é”, “ou melhor” etc.)
Aposto explicativo
Oração adjetiva explicativa
 Termos deslocados, como predicativos e advérbios ou orações
adverbiais.
A população brasileira, cansada dos abusos por parte dos
políticos corruptos, decidiu manifestar-se e ocupar, com palavras
de ordem, as ruas do país.
Quando os investimentos forem aplicados, será possível
continuar os projetos propostos pelos ministérios.
As melhorias, com certeza, serão importantes para o país.
As melhorias com certeza serão importantes para o país.
Predicativo Adjunto adverbial
Oração adverbial
Adjunto adverbial (vírgula optativa quando possuir até 3 palavras)
Dois pontos
 Anuncia uma citação, uma enumeração, uma síntese ou um
esclarecimento.
Os estudos são uma importante ferramenta para exercer
cidadania, como já afirmou Nelson Mandela: “A educação é a
arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo”.
Diversos são os problemas que a educação pública no país
enfrenta: baixos investimentos, estruturas precárias, falta de
incentivo aos profissionais da educação e ausência, muitas
vezes, de materiais didáticos para todos os alunos.
Dois pontos
A falta de investimentos e o descaso de muitos governantes
perante a situação da educação no Brasil só reforçam uma ideia:
a mudança de postura é uma necessidade urgente.
Assim, para evitar acidentes de trânsito, pode ser necessário
abrir mão daquilo que mais gostam: uma cervejinha no final da
tarde, depois do trabalho.
Parânteses
 Usado para explicações, comentários e considerações ou orações
intercaladas. Muitas vezes, substitui o uso das vírgulas.
A intolerância religiosa no país apresenta dois pontos
importantes para análise: a falta de reforço em lei (com penas
mais abrasivas) e uma cultura de desrespeito (principalmente
contra religiões de origem africana).
O consumo irresponsável de álcool (situação comum entre
jovens), nessas circunstância, oferece riscos à saúde.
Travessão
 Na redação, tem o uso semelhante ao uso de parênteses: explicações,
comentários ou orações intercaladas.
Há diferentes formas de melhorar as condições precárias da
educação brasileira: otimizar os investimentos – que, muitas
vezes, são mal distribuídos –; valorizar os profissionais da
educação, por meio da melhora nos planos de carreira; facilitar e
estimular a interação da sociedade e da família – essencial para
o pleno desenvolvimento de aluno.
Em fim de frase, não há necessidade de travessão duplo.
Pode haver vírgula ou ponto e vírgula após o travessão, se a estrutura do período exigir.
Aspas
 Usadas principalmente para citações ou transcrições de texto, títulos de
obras, estrangeirismos, gírias e expressões populares, neologismos ou
realces.
Em sua obra “O Capital”, Karl Marx afirmou: “Somente pela troca
é que os produtos do trabalho adquirem, como valores, uma
existência social idêntica e uniforme”.
A intolerância religiosa vivida no Brasil possui um “quê”
preocupante, pois revela uma dificuldade da população em
aceitar o que é diferente.
Ponto final fora das aspas.
Letra maiúscula: apenas se a frase tem sentido completo.
Cynthia Funchal
http://www.portuguesatodaprova.com.br
• A reprodução, alteração e utilização dos slides e textos é livre para fins
didáticos, porém, recomenda-se a citação da fonte. É expressamente
proibida, para distribuição comercial, a veiculação deste material.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O que é o texto dissertativo
O que é o texto dissertativoO que é o texto dissertativo
O que é o texto dissertativo
Bernadete Carrijo Oliveira
 
Passos para a redação do enem
Passos para a redação do enemPassos para a redação do enem
Passos para a redação do enem
Luciene Gomes
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuação
Péricles Penuel
 
Elementos de coesão
Elementos de coesãoElementos de coesão
Elementos de coesão
Cynthia Funchal
 
O uso dos porquês
O uso dos porquêsO uso dos porquês
O uso dos porquês
Rebeca Kaus
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
Marcelo Cordeiro Souza
 
Introdução - Dissertação Argumentativa
Introdução - Dissertação ArgumentativaIntrodução - Dissertação Argumentativa
Introdução - Dissertação Argumentativa
Cynthia Funchal
 
O manifesto
O manifestoO manifesto
O manifesto
ma.no.el.ne.ves
 
Coesao e-coerencia
Coesao e-coerenciaCoesao e-coerencia
Coesao e-coerencia
ALINE NEUSCHRANK
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | A TESE NOS GÊNEROS TEXTUAIS OPINA...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE |  A TESE NOS GÊNEROS TEXTUAIS OPINA...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE |  A TESE NOS GÊNEROS TEXTUAIS OPINA...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | A TESE NOS GÊNEROS TEXTUAIS OPINA...
JhonatanCesar6
 
Aula de Revisão para a redação do Enem
Aula de Revisão para a redação do EnemAula de Revisão para a redação do Enem
Aula de Revisão para a redação do Enem
João Mendonça
 
Anáfora, contexto e coesão textual
Anáfora, contexto e coesão textualAnáfora, contexto e coesão textual
Anáfora, contexto e coesão textual
Miquéias Vitorino
 
Gênero dramático
Gênero dramáticoGênero dramático
Gênero dramático
Glauco Souza
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
colveromachado
 
Análise sintática
Análise sintáticaAnálise sintática
Análise sintática
Lidiane Rodrigues
 
Paráfrase
ParáfraseParáfrase
Redacao enem
Redacao enemRedacao enem
Redacao enem
Jerry Adriano
 
6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística
Angélica Manenti
 
Crase
CraseCrase
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
Thaise Ferro Gomes
 

Mais procurados (20)

O que é o texto dissertativo
O que é o texto dissertativoO que é o texto dissertativo
O que é o texto dissertativo
 
Passos para a redação do enem
Passos para a redação do enemPassos para a redação do enem
Passos para a redação do enem
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuação
 
Elementos de coesão
Elementos de coesãoElementos de coesão
Elementos de coesão
 
O uso dos porquês
O uso dos porquêsO uso dos porquês
O uso dos porquês
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
 
Introdução - Dissertação Argumentativa
Introdução - Dissertação ArgumentativaIntrodução - Dissertação Argumentativa
Introdução - Dissertação Argumentativa
 
O manifesto
O manifestoO manifesto
O manifesto
 
Coesao e-coerencia
Coesao e-coerenciaCoesao e-coerencia
Coesao e-coerencia
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | A TESE NOS GÊNEROS TEXTUAIS OPINA...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE |  A TESE NOS GÊNEROS TEXTUAIS OPINA...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE |  A TESE NOS GÊNEROS TEXTUAIS OPINA...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | A TESE NOS GÊNEROS TEXTUAIS OPINA...
 
Aula de Revisão para a redação do Enem
Aula de Revisão para a redação do EnemAula de Revisão para a redação do Enem
Aula de Revisão para a redação do Enem
 
Anáfora, contexto e coesão textual
Anáfora, contexto e coesão textualAnáfora, contexto e coesão textual
Anáfora, contexto e coesão textual
 
Gênero dramático
Gênero dramáticoGênero dramático
Gênero dramático
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
 
Análise sintática
Análise sintáticaAnálise sintática
Análise sintática
 
Paráfrase
ParáfraseParáfrase
Paráfrase
 
Redacao enem
Redacao enemRedacao enem
Redacao enem
 
6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
 

Semelhante a Pontuação em redação

AULA 0 - INTRODUTÓRIA.pptx
AULA 0 - INTRODUTÓRIA.pptxAULA 0 - INTRODUTÓRIA.pptx
AULA 0 - INTRODUTÓRIA.pptx
JessicaFlorentino4
 
Curso de Redação para o Enem: Aula 2
Curso de Redação para o Enem: Aula 2Curso de Redação para o Enem: Aula 2
Curso de Redação para o Enem: Aula 2
Aline Gomes
 
A coesão textual
A coesão textualA coesão textual
A coesão textual
Júnior Aguiar
 
Aula 03 portugues - aula 02
Aula 03   portugues - aula 02Aula 03   portugues - aula 02
Aula 03 portugues - aula 02
Roseana Faria
 
Tipos de introdução
Tipos de introduçãoTipos de introdução
Tipos de introdução
ma.no.el.ne.ves
 
Apostila modulo v
Apostila   modulo vApostila   modulo v
Apostila modulo v
Marcos Monte Cruz
 
Slides_Leitura_analise_e_interpretacao_de_textos.pdf
Slides_Leitura_analise_e_interpretacao_de_textos.pdfSlides_Leitura_analise_e_interpretacao_de_textos.pdf
Slides_Leitura_analise_e_interpretacao_de_textos.pdf
LucasLacerda88
 
COESÃO E COERÊNCIA - 8 ANO - VR.pdf
COESÃO E COERÊNCIA - 8 ANO - VR.pdfCOESÃO E COERÊNCIA - 8 ANO - VR.pdf
COESÃO E COERÊNCIA - 8 ANO - VR.pdf
JosVeniciusRamosdaSi
 
Origem do serviço social
Origem do serviço socialOrigem do serviço social
Origem do serviço social
amintasepjunior
 
35573.pptx
35573.pptx35573.pptx
COESÃO TEXTUAL.pptx
COESÃO TEXTUAL.pptxCOESÃO TEXTUAL.pptx
COESÃO TEXTUAL.pptx
ana ramos
 
Prova de redação da UFMG-2001
Prova de redação da UFMG-2001Prova de redação da UFMG-2001
Prova de redação da UFMG-2001
ma.no.el.ne.ves
 
compreensao_textual.ppt
compreensao_textual.pptcompreensao_textual.ppt
compreensao_textual.ppt
evandro163685
 
Preposição
PreposiçãoPreposição
Preposição
Sérgio de Castro
 
Aulas Redação: Competência 4
Aulas Redação: Competência 4Aulas Redação: Competência 4
Aulas Redação: Competência 4
WALTER ALENCAR DE SOUSA
 
Redação ENEM
Redação ENEMRedação ENEM
Redação ENEM
Luciene Gomes
 
Passo a Passo ENEM.pptx
Passo a Passo ENEM.pptxPasso a Passo ENEM.pptx
Passo a Passo ENEM.pptx
CAMILACRISTINASILVAB
 
Coesão textual e operadores argumentativos
Coesão textual e operadores argumentativosCoesão textual e operadores argumentativos
Coesão textual e operadores argumentativos
Willma Frazão
 
Coesão e Coerência textual - material
Coesão  e Coerência  textual  - materialCoesão  e Coerência  textual  - material
Coesão e Coerência textual - material
MaiteFerreira4
 
LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE CHARGE
LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE CHARGELEITURA E INTERPRETAÇÃO DE CHARGE
LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE CHARGE
ANGELA
 

Semelhante a Pontuação em redação (20)

AULA 0 - INTRODUTÓRIA.pptx
AULA 0 - INTRODUTÓRIA.pptxAULA 0 - INTRODUTÓRIA.pptx
AULA 0 - INTRODUTÓRIA.pptx
 
Curso de Redação para o Enem: Aula 2
Curso de Redação para o Enem: Aula 2Curso de Redação para o Enem: Aula 2
Curso de Redação para o Enem: Aula 2
 
A coesão textual
A coesão textualA coesão textual
A coesão textual
 
Aula 03 portugues - aula 02
Aula 03   portugues - aula 02Aula 03   portugues - aula 02
Aula 03 portugues - aula 02
 
Tipos de introdução
Tipos de introduçãoTipos de introdução
Tipos de introdução
 
Apostila modulo v
Apostila   modulo vApostila   modulo v
Apostila modulo v
 
Slides_Leitura_analise_e_interpretacao_de_textos.pdf
Slides_Leitura_analise_e_interpretacao_de_textos.pdfSlides_Leitura_analise_e_interpretacao_de_textos.pdf
Slides_Leitura_analise_e_interpretacao_de_textos.pdf
 
COESÃO E COERÊNCIA - 8 ANO - VR.pdf
COESÃO E COERÊNCIA - 8 ANO - VR.pdfCOESÃO E COERÊNCIA - 8 ANO - VR.pdf
COESÃO E COERÊNCIA - 8 ANO - VR.pdf
 
Origem do serviço social
Origem do serviço socialOrigem do serviço social
Origem do serviço social
 
35573.pptx
35573.pptx35573.pptx
35573.pptx
 
COESÃO TEXTUAL.pptx
COESÃO TEXTUAL.pptxCOESÃO TEXTUAL.pptx
COESÃO TEXTUAL.pptx
 
Prova de redação da UFMG-2001
Prova de redação da UFMG-2001Prova de redação da UFMG-2001
Prova de redação da UFMG-2001
 
compreensao_textual.ppt
compreensao_textual.pptcompreensao_textual.ppt
compreensao_textual.ppt
 
Preposição
PreposiçãoPreposição
Preposição
 
Aulas Redação: Competência 4
Aulas Redação: Competência 4Aulas Redação: Competência 4
Aulas Redação: Competência 4
 
Redação ENEM
Redação ENEMRedação ENEM
Redação ENEM
 
Passo a Passo ENEM.pptx
Passo a Passo ENEM.pptxPasso a Passo ENEM.pptx
Passo a Passo ENEM.pptx
 
Coesão textual e operadores argumentativos
Coesão textual e operadores argumentativosCoesão textual e operadores argumentativos
Coesão textual e operadores argumentativos
 
Coesão e Coerência textual - material
Coesão  e Coerência  textual  - materialCoesão  e Coerência  textual  - material
Coesão e Coerência textual - material
 
LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE CHARGE
LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE CHARGELEITURA E INTERPRETAÇÃO DE CHARGE
LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE CHARGE
 

Mais de Cynthia Funchal

Parágrafos expositivo x argumentativo
Parágrafos   expositivo x argumentativoParágrafos   expositivo x argumentativo
Parágrafos expositivo x argumentativo
Cynthia Funchal
 
Concordância verbal e concordância nominal
Concordância verbal e concordância nominalConcordância verbal e concordância nominal
Concordância verbal e concordância nominal
Cynthia Funchal
 
Coesão e operadores argumentativos
Coesão e operadores argumentativosCoesão e operadores argumentativos
Coesão e operadores argumentativos
Cynthia Funchal
 
Modernismo 1ª fase
Modernismo 1ª faseModernismo 1ª fase
Modernismo 1ª fase
Cynthia Funchal
 
Modernismo 2ª fase (Poesia)
Modernismo  2ª fase (Poesia)Modernismo  2ª fase (Poesia)
Modernismo 2ª fase (Poesia)
Cynthia Funchal
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
Cynthia Funchal
 
Parnasianismo e Simbolismo
Parnasianismo e SimbolismoParnasianismo e Simbolismo
Parnasianismo e Simbolismo
Cynthia Funchal
 
Planejamento de texto
Planejamento de textoPlanejamento de texto
Planejamento de texto
Cynthia Funchal
 
Proposta de redação carta argumentativa
Proposta de redação carta argumentativaProposta de redação carta argumentativa
Proposta de redação carta argumentativa
Cynthia Funchal
 
Planejamento de texto
Planejamento de textoPlanejamento de texto
Planejamento de texto
Cynthia Funchal
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
Cynthia Funchal
 
Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento NominalAdjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
Cynthia Funchal
 
Tipos e gêneros textuais
Tipos e gêneros textuaisTipos e gêneros textuais
Tipos e gêneros textuais
Cynthia Funchal
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Cynthia Funchal
 
Arcadismo no brasil - autores e obras
Arcadismo no brasil  - autores e obrasArcadismo no brasil  - autores e obras
Arcadismo no brasil - autores e obras
Cynthia Funchal
 
Conclusão - Dissertação
Conclusão - DissertaçãoConclusão - Dissertação
Conclusão - Dissertação
Cynthia Funchal
 
Conclusao - Dissertação (ENEM)
Conclusao - Dissertação (ENEM)Conclusao - Dissertação (ENEM)
Conclusao - Dissertação (ENEM)
Cynthia Funchal
 
Barroco
BarrocoBarroco
Resumo e resenha
Resumo e resenhaResumo e resenha
Resumo e resenha
Cynthia Funchal
 
Quinhentismo
QuinhentismoQuinhentismo
Quinhentismo
Cynthia Funchal
 

Mais de Cynthia Funchal (20)

Parágrafos expositivo x argumentativo
Parágrafos   expositivo x argumentativoParágrafos   expositivo x argumentativo
Parágrafos expositivo x argumentativo
 
Concordância verbal e concordância nominal
Concordância verbal e concordância nominalConcordância verbal e concordância nominal
Concordância verbal e concordância nominal
 
Coesão e operadores argumentativos
Coesão e operadores argumentativosCoesão e operadores argumentativos
Coesão e operadores argumentativos
 
Modernismo 1ª fase
Modernismo 1ª faseModernismo 1ª fase
Modernismo 1ª fase
 
Modernismo 2ª fase (Poesia)
Modernismo  2ª fase (Poesia)Modernismo  2ª fase (Poesia)
Modernismo 2ª fase (Poesia)
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
 
Parnasianismo e Simbolismo
Parnasianismo e SimbolismoParnasianismo e Simbolismo
Parnasianismo e Simbolismo
 
Planejamento de texto
Planejamento de textoPlanejamento de texto
Planejamento de texto
 
Proposta de redação carta argumentativa
Proposta de redação carta argumentativaProposta de redação carta argumentativa
Proposta de redação carta argumentativa
 
Planejamento de texto
Planejamento de textoPlanejamento de texto
Planejamento de texto
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
 
Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento NominalAdjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
 
Tipos e gêneros textuais
Tipos e gêneros textuaisTipos e gêneros textuais
Tipos e gêneros textuais
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Arcadismo no brasil - autores e obras
Arcadismo no brasil  - autores e obrasArcadismo no brasil  - autores e obras
Arcadismo no brasil - autores e obras
 
Conclusão - Dissertação
Conclusão - DissertaçãoConclusão - Dissertação
Conclusão - Dissertação
 
Conclusao - Dissertação (ENEM)
Conclusao - Dissertação (ENEM)Conclusao - Dissertação (ENEM)
Conclusao - Dissertação (ENEM)
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
Resumo e resenha
Resumo e resenhaResumo e resenha
Resumo e resenha
 
Quinhentismo
QuinhentismoQuinhentismo
Quinhentismo
 

Último

Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 

Último (20)

Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 

Pontuação em redação

  • 1. Pontuação REGRAS E ERROS DE PONTUAÇÃO EM REDAÇÃO
  • 2. Vírgula  Elemento gráfico que representa uma pausa, na fala, ocasionada pela estrutura do período (sintaxe). S + V + C Sujeito Verbo Complemento Termos essenciais da oração Não podem ser separados por vírgula!
  • 3. A crise de desemprego no Brasil, representa um reflexo do sistema capitalista que não concorda, com o avanço de políticas sociais e busca frear o direito a condições básicas de trabalho.
  • 4. A crise de desemprego no Brasil, representa um reflexo do sistema capitalista que não concorda, com o avanço de políticas sociais e busca frear o direto, a condições básicas de trabalho. Separa sujeito e predicado (verbo) Separa verbo e complemento verbal Separa nome e complemento nominal
  • 5. Uso da vírgula na redação  Enumeração: separar elementos de mesma função sintática. Educação, saúde e segurança são fundamentais para o país. A conjunção E substitui a vírgula em uma enumeração.  Indica adversidade: “Vários são os projetos, e ainda não foram implementados”.  Sujeitos diferentes: “Vários são os projetos, e as propostas também são muitas”.  Polissíndeto* (figura de linguagem): “E ele canta, e ele curte, e ele dança”. “E” só possui vírgula quando: * Figuras de linguagem devem ser evitadas no texto dissertativo!
  • 6.  Omissão de termos ou orações.  Separar orações. O Governo buscou informações; a empresa, soluções. Ponto e vírgula: usado no exemplo para separar elementos e orações quando há mais vírgulas, com funções diferentes, no mesmo enunciado. Também é usado em listas e enumerações. Apesar do grande esforço, não foi o suficiente para resolver o impasse que existe no país. É necessário que o Governo invista em educação, pois ela é fundamental para o desenvolvimento humano.
  • 7.  Explicações. O Estado deve investir em educação, ou seja, oferecer recursos para estimular os sabers da população. O Ministério da Educação, principal órgão responsável pela organização dos recursos para fins educacionais, deve agir em conjunto com os estados para melhorar a situação das escolas. Os estudantes, que passam dias preparando-se para as provas, merecem também um momento de lazer durante a agitada rotina de estudos. Expressão explicativa, mas sem função sintática (como “isto é”, “ou melhor” etc.) Aposto explicativo Oração adjetiva explicativa
  • 8.  Termos deslocados, como predicativos e advérbios ou orações adverbiais. A população brasileira, cansada dos abusos por parte dos políticos corruptos, decidiu manifestar-se e ocupar, com palavras de ordem, as ruas do país. Quando os investimentos forem aplicados, será possível continuar os projetos propostos pelos ministérios. As melhorias, com certeza, serão importantes para o país. As melhorias com certeza serão importantes para o país. Predicativo Adjunto adverbial Oração adverbial Adjunto adverbial (vírgula optativa quando possuir até 3 palavras)
  • 9. Dois pontos  Anuncia uma citação, uma enumeração, uma síntese ou um esclarecimento. Os estudos são uma importante ferramenta para exercer cidadania, como já afirmou Nelson Mandela: “A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo”. Diversos são os problemas que a educação pública no país enfrenta: baixos investimentos, estruturas precárias, falta de incentivo aos profissionais da educação e ausência, muitas vezes, de materiais didáticos para todos os alunos.
  • 10. Dois pontos A falta de investimentos e o descaso de muitos governantes perante a situação da educação no Brasil só reforçam uma ideia: a mudança de postura é uma necessidade urgente. Assim, para evitar acidentes de trânsito, pode ser necessário abrir mão daquilo que mais gostam: uma cervejinha no final da tarde, depois do trabalho.
  • 11. Parânteses  Usado para explicações, comentários e considerações ou orações intercaladas. Muitas vezes, substitui o uso das vírgulas. A intolerância religiosa no país apresenta dois pontos importantes para análise: a falta de reforço em lei (com penas mais abrasivas) e uma cultura de desrespeito (principalmente contra religiões de origem africana). O consumo irresponsável de álcool (situação comum entre jovens), nessas circunstância, oferece riscos à saúde.
  • 12. Travessão  Na redação, tem o uso semelhante ao uso de parênteses: explicações, comentários ou orações intercaladas. Há diferentes formas de melhorar as condições precárias da educação brasileira: otimizar os investimentos – que, muitas vezes, são mal distribuídos –; valorizar os profissionais da educação, por meio da melhora nos planos de carreira; facilitar e estimular a interação da sociedade e da família – essencial para o pleno desenvolvimento de aluno. Em fim de frase, não há necessidade de travessão duplo. Pode haver vírgula ou ponto e vírgula após o travessão, se a estrutura do período exigir.
  • 13. Aspas  Usadas principalmente para citações ou transcrições de texto, títulos de obras, estrangeirismos, gírias e expressões populares, neologismos ou realces. Em sua obra “O Capital”, Karl Marx afirmou: “Somente pela troca é que os produtos do trabalho adquirem, como valores, uma existência social idêntica e uniforme”. A intolerância religiosa vivida no Brasil possui um “quê” preocupante, pois revela uma dificuldade da população em aceitar o que é diferente. Ponto final fora das aspas. Letra maiúscula: apenas se a frase tem sentido completo.
  • 14. Cynthia Funchal http://www.portuguesatodaprova.com.br • A reprodução, alteração e utilização dos slides e textos é livre para fins didáticos, porém, recomenda-se a citação da fonte. É expressamente proibida, para distribuição comercial, a veiculação deste material.