SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
COMPLEMENTO
NOMINAL
É o termo da oração que
completa o sentido de um
substantivo, adjetivo ou
advérbio. Sempre por meio de
uma preposição.
O complemento nominal sempre é
precedido de uma preposição:
(a, de, com, em, por e outras )
contração ou combinação:
(ao, aos, do, dos, pelo, pela, à)
Exemplos
advérbio
Complemento nominal
O povo tinha necessidade de alimentos.
Necessidade: substantivo
De alimentos: complemento nominal
Tenho saudades de Luísa.
Saudades: substantivo
De Luísa:complemento nominal
Meus filhos têm loucura por futebol.
Loucura: substantivo.
Por futebol: complemento nominal.
O contato com o lixo é prejudicial à saúde.
Prejudicial: adjetivo
À saúde: complemento nominal
Exercícios
1. Assinale a alternativa em que o termo não está corretamente analisado
nos parênteses.
a) As aves fugiram do bosque.(adjunto adverbial de lugar)
b) As aves do bosque fugiram.(adjunto adnominal)
c) Os moradores deixaram o prédio apressados.(adjunto adnominal)
d) Os moradores deixaram o prédio apressadamente.(adjunto adverbial
de modo)
e) Os apressados moradores deixaram o prédio.(adjunto adnominal)
• R = C
Os moradores deixaram o prédio
apressados.(predicativo do sujeito)
2. A oração que apresenta complemento nominal é:
a) Os pobres necessitam de ajuda.
b) Sejamos úteis à sociedade.
c) Os pedidos foram feitos por nós.
d) Os homens aspiram à paz.
e) A leitura amplia nossos conhecimentos.
• R= B
Sejamos úteis à sociedade.
3. “O receio da solidão nunca o abandonara.” O termo
destacado exerce função de:
a) núcleo do sujeito
b) adjunto adverbial
c) objeto indireto
d) adjunto adnominal
e) complemento nominal
• R= E
Complemento nominal
Diferença entre o complemento
nominal e o adjunto adnominal.
O Adjunto adnominal atribui
características aos seres e às coisas
que nos rodeiam e indica o possuidor,
o agente.
Ex:
A crítica do jornal revoltou os políticos.
A batalha dos estudantes terminou.
O complemento nominal é o alvo para o qual
se direciona o movimento, recebe a ação
expressa pelo nome a que se refere e nunca
indica posse.
Ex:
A crítica ao jornal causou polêmica.
A batalha contra os estudantes terminou.
Para que serve o complemento
nominal?
O complemento nominal é utilizado com
freqüência em textos que lidam com idéias e
conceitos abstratos (por exemplo, “direito à
liberdade”), quando expressamos nossos
desejos, sentimentos e necessidades (por
exemplo, “amor à vida”) ou quando falamos de
nossas ações sobre o mundo empregando
nomes derivados de verbos (por exemplo,
“transformação da sociedade”)
Transforme o verbo em substantivo e o
complemento verbal em complemento nominal.
Ex:
• Nunca criticaram os colegas (objeto direto)
• Nunca fizeram críticas aos colegas (complemento
nominal)
a) Todos nós necessitamos de amigos.
b) Ele pediu transferência.
c) Confio em vocês.
d) O diretor não se referiu à nossa classe.
e) Ela sempre esperou a sua cura.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
PaolaLins
 
Termos integrantes-da-oracao
Termos integrantes-da-oracaoTermos integrantes-da-oracao
Termos integrantes-da-oracao
Sandra Paula
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Angela Santos
 
Adjunto adnominal x complemento nominal
Adjunto adnominal x complemento nominalAdjunto adnominal x complemento nominal
Adjunto adnominal x complemento nominal
Neily Alves
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
Lucilene Barcelos
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
Rebeca Kaus
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
guest7174ad
 

Mais procurados (20)

Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Termos integrantes-da-oracao
Termos integrantes-da-oracaoTermos integrantes-da-oracao
Termos integrantes-da-oracao
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Adjunto adnominal x complemento nominal
Adjunto adnominal x complemento nominalAdjunto adnominal x complemento nominal
Adjunto adnominal x complemento nominal
 
Orações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivasOrações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivas
 
Regência Nominal
Regência NominalRegência Nominal
Regência Nominal
 
Apresentação Adverbios
Apresentação AdverbiosApresentação Adverbios
Apresentação Adverbios
 
Vozes verbais
Vozes verbaisVozes verbais
Vozes verbais
 
Frase, oração e período
Frase, oração e períodoFrase, oração e período
Frase, oração e período
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
 
Morfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes GramaticaisMorfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes Gramaticais
 
Conotacao e denotacao
Conotacao e denotacaoConotacao e denotacao
Conotacao e denotacao
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
 
Período composto por coordenação
Período composto por coordenaçãoPeríodo composto por coordenação
Período composto por coordenação
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
 

Semelhante a Complemento nominal

Aula 14
Aula 14Aula 14
Aula 14
gsbq
 
Cefet/Coltec Aula 10 Termos da Oração
Cefet/Coltec Aula 10  Termos da OraçãoCefet/Coltec Aula 10  Termos da Oração
Cefet/Coltec Aula 10 Termos da Oração
ProfFernandaBraga
 
Funcionamento da Língua
Funcionamento da LínguaFuncionamento da Língua
Funcionamento da Língua
MartaSebastiao
 
Joao calado e marta
Joao calado e martaJoao calado e marta
Joao calado e marta
João
 
Powerpoint
PowerpointPowerpoint
Powerpoint
Soph22
 
Cefet/Coltec Aula 4 Morfologia
Cefet/Coltec Aula 4   MorfologiaCefet/Coltec Aula 4   Morfologia
Cefet/Coltec Aula 4 Morfologia
ProfFernandaBraga
 
Slide aula 06 - Morfologia - interjeição e preposições.pptx
Slide aula 06 - Morfologia - interjeição e preposições.pptxSlide aula 06 - Morfologia - interjeição e preposições.pptx
Slide aula 06 - Morfologia - interjeição e preposições.pptx
IgoSantos5
 

Semelhante a Complemento nominal (20)

Complemento nominal
Complemento nominalComplemento nominal
Complemento nominal
 
Aspectos semânticos do adjunto adnominal e do complemento nominal
Aspectos semânticos do adjunto adnominal e do complemento nominalAspectos semânticos do adjunto adnominal e do complemento nominal
Aspectos semânticos do adjunto adnominal e do complemento nominal
 
~classes_palavras_PronomesRelativos_Quantificadores_Preposições.pptx
~classes_palavras_PronomesRelativos_Quantificadores_Preposições.pptx~classes_palavras_PronomesRelativos_Quantificadores_Preposições.pptx
~classes_palavras_PronomesRelativos_Quantificadores_Preposições.pptx
 
Aula 14
Aula 14Aula 14
Aula 14
 
6 pronome_relativo
6  pronome_relativo6  pronome_relativo
6 pronome_relativo
 
Funções do pronome relativo
Funções do pronome relativoFunções do pronome relativo
Funções do pronome relativo
 
Cefet/Coltec Aula 10 Termos da Oração
Cefet/Coltec Aula 10  Termos da OraçãoCefet/Coltec Aula 10  Termos da Oração
Cefet/Coltec Aula 10 Termos da Oração
 
Concordancia nominal
Concordancia nominalConcordancia nominal
Concordancia nominal
 
Funcionamento da Língua
Funcionamento da LínguaFuncionamento da Língua
Funcionamento da Língua
 
Joao calado e marta
Joao calado e martaJoao calado e marta
Joao calado e marta
 
Powerpoint
PowerpointPowerpoint
Powerpoint
 
Cefet/Coltec Aula 4 Morfologia
Cefet/Coltec Aula 4   MorfologiaCefet/Coltec Aula 4   Morfologia
Cefet/Coltec Aula 4 Morfologia
 
Intensivo Aula 4 morfologia
Intensivo  Aula 4   morfologiaIntensivo  Aula 4   morfologia
Intensivo Aula 4 morfologia
 
_Verbo_ conjugações, flexão e subclasses.pptx
_Verbo_ conjugações, flexão e subclasses.pptx_Verbo_ conjugações, flexão e subclasses.pptx
_Verbo_ conjugações, flexão e subclasses.pptx
 
Novas Regras de Ortografia
Novas Regras de OrtografiaNovas Regras de Ortografia
Novas Regras de Ortografia
 
adjetivos.ppt
adjetivos.pptadjetivos.ppt
adjetivos.ppt
 
Pronomes e Verbos.pptx
Pronomes e Verbos.pptxPronomes e Verbos.pptx
Pronomes e Verbos.pptx
 
Português
PortuguêsPortuguês
Português
 
Slide aula 06 - Morfologia - interjeição e preposições.pptx
Slide aula 06 - Morfologia - interjeição e preposições.pptxSlide aula 06 - Morfologia - interjeição e preposições.pptx
Slide aula 06 - Morfologia - interjeição e preposições.pptx
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 

Mais de Flávio Ferreira (20)

Aulas 21 22
Aulas 21 22Aulas 21 22
Aulas 21 22
 
Figuras de linguagem e efeitos de sentido.
Figuras de linguagem e efeitos de sentido.Figuras de linguagem e efeitos de sentido.
Figuras de linguagem e efeitos de sentido.
 
Or278200918405
Or278200918405Or278200918405
Or278200918405
 
Perc3adodo composto-41
Perc3adodo composto-41Perc3adodo composto-41
Perc3adodo composto-41
 
A mo ca tecela pdf
A mo ca tecela pdfA mo ca tecela pdf
A mo ca tecela pdf
 
06 periodo composto_2
06 periodo composto_206 periodo composto_2
06 periodo composto_2
 
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
 
Oracoes
OracoesOracoes
Oracoes
 
Oracoessubstantivas
OracoessubstantivasOracoessubstantivas
Oracoessubstantivas
 
O pequeno-principe
O pequeno-principeO pequeno-principe
O pequeno-principe
 
Regulamento concurso de_redacao_2016_bau
Regulamento concurso de_redacao_2016_bauRegulamento concurso de_redacao_2016_bau
Regulamento concurso de_redacao_2016_bau
 
4
44
4
 
3
33
3
 
1
11
1
 
Reformaortografica
ReformaortograficaReformaortografica
Reformaortografica
 
Acordo20ortografico20me1rcia
Acordo20ortografico20me1rciaAcordo20ortografico20me1rcia
Acordo20ortografico20me1rcia
 
2
22
2
 
1
11
1
 
1
11
1
 
Vozes verbais 7a_serie
Vozes verbais 7a_serieVozes verbais 7a_serie
Vozes verbais 7a_serie
 

Último

1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 

Último (20)

Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdfVIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................
 

Complemento nominal

  • 2. É o termo da oração que completa o sentido de um substantivo, adjetivo ou advérbio. Sempre por meio de uma preposição.
  • 3. O complemento nominal sempre é precedido de uma preposição: (a, de, com, em, por e outras ) contração ou combinação: (ao, aos, do, dos, pelo, pela, à)
  • 6. O povo tinha necessidade de alimentos. Necessidade: substantivo De alimentos: complemento nominal
  • 7. Tenho saudades de Luísa. Saudades: substantivo De Luísa:complemento nominal
  • 8. Meus filhos têm loucura por futebol. Loucura: substantivo. Por futebol: complemento nominal.
  • 9. O contato com o lixo é prejudicial à saúde. Prejudicial: adjetivo À saúde: complemento nominal
  • 10. Exercícios 1. Assinale a alternativa em que o termo não está corretamente analisado nos parênteses. a) As aves fugiram do bosque.(adjunto adverbial de lugar) b) As aves do bosque fugiram.(adjunto adnominal) c) Os moradores deixaram o prédio apressados.(adjunto adnominal) d) Os moradores deixaram o prédio apressadamente.(adjunto adverbial de modo) e) Os apressados moradores deixaram o prédio.(adjunto adnominal)
  • 11. • R = C Os moradores deixaram o prédio apressados.(predicativo do sujeito)
  • 12. 2. A oração que apresenta complemento nominal é: a) Os pobres necessitam de ajuda. b) Sejamos úteis à sociedade. c) Os pedidos foram feitos por nós. d) Os homens aspiram à paz. e) A leitura amplia nossos conhecimentos.
  • 13. • R= B Sejamos úteis à sociedade.
  • 14. 3. “O receio da solidão nunca o abandonara.” O termo destacado exerce função de: a) núcleo do sujeito b) adjunto adverbial c) objeto indireto d) adjunto adnominal e) complemento nominal
  • 16. Diferença entre o complemento nominal e o adjunto adnominal. O Adjunto adnominal atribui características aos seres e às coisas que nos rodeiam e indica o possuidor, o agente. Ex: A crítica do jornal revoltou os políticos. A batalha dos estudantes terminou.
  • 17. O complemento nominal é o alvo para o qual se direciona o movimento, recebe a ação expressa pelo nome a que se refere e nunca indica posse. Ex: A crítica ao jornal causou polêmica. A batalha contra os estudantes terminou.
  • 18. Para que serve o complemento nominal? O complemento nominal é utilizado com freqüência em textos que lidam com idéias e conceitos abstratos (por exemplo, “direito à liberdade”), quando expressamos nossos desejos, sentimentos e necessidades (por exemplo, “amor à vida”) ou quando falamos de nossas ações sobre o mundo empregando nomes derivados de verbos (por exemplo, “transformação da sociedade”)
  • 19. Transforme o verbo em substantivo e o complemento verbal em complemento nominal. Ex: • Nunca criticaram os colegas (objeto direto) • Nunca fizeram críticas aos colegas (complemento nominal) a) Todos nós necessitamos de amigos. b) Ele pediu transferência. c) Confio em vocês. d) O diretor não se referiu à nossa classe. e) Ela sempre esperou a sua cura.