SlideShare uma empresa Scribd logo
A FORMAÇÃO SOCIAL DA
MENTE
L . S. VYGOTSKY
A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE / L. S.
VYGOTSKY
A- PRIMEIRA PARTE - TEORIA BÁSICA E DADOS
EXPERIMENTAIS.
1)O INSTRUMENTO E O SÍMBOLO NO DESENVOLVIMENTO DA
CRIANÇA:
¥ A INTELIGÊNCIA PRÁTICA NOS ANIMAIS E NAS CRIANÇAS;
“A ATIVIDADE PRÁTICA DA CRIANÇA PEQUENA, ANTES DO DESENVOLVIMENTO DA FALA, É
IDÊNTICA ÀQUELA DE MACACOS” (P. 30)
¥ A RELAÇÃO ENTRE A FALA E O USO DE INSTRUMENTOS;
“ NOSSA ANÁLISE ATRIBUI À ATIVIDADE SIMBÓLICA UMA FUNÇÃO ORGANIZAD ORA ESPECÍFICA
QUE INVADE O PROCESSO DO USO DE INSTRUMENTOS” (P.33)
¥ A INTERAÇÃO SOCIAL E A TRANSFORMAÇÃO DA ATIVIDADE PRÁTICA;
“QUANDO AS CRIANÇAS SE CONFRONTAM COM UM PROBLEMA UM POUCO MAIS C OMPLICADO
PARA ELAS, APRESENTAM UMA VARIEDADE COMPLEXA DE RESPOSTAS QUE IN CLUEM:
TENTATIVAS DIRETAS DE ATINGIR O OBJETIVO, USO DE INSTRUMENTOS, F ALA DIRIGIDA A
PESSOA QUE CONDUZ O EXPERIMENTO OU FALA QUE SIMPLESMENTE ACOMPAN HA A AÇÃO E
APELOS VERBAIS DIRETOS AO OBJETO DE SUA ATENÇÃO” (P.40)
A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE / L. S.
VYGOTSKY
A- PRIMEIRA PARTE - TEORIA BÁSICA E DADOS
EXPERIMENTAIS.
2) O DESENVOLVIMENTO DA PERCEPÇÃO E DA ATENÇÃO:
¥ ESTUDOS DO COMPORTAMENTO DE ESCOLHA NAS CRIANÇAS;
“ALÉM DE REORGANIZAR O CAMPO VISUAL E ESPACIAL, A CRIANÇA, COM O AUXÍLIO DA FALA,
CRIA UM CAMPO TEMPORAL QUE LHE É TÃO PERCEPTIVO E REAL QUANTO VI SUAL. A CRIANÇA
QUE FALA TEM, DESSA FORMA, A CAPACIDADE DE DIRIGIR SUA ATENÇÃO D E UMA MANEIRA
DINÂMICA. ELA PODE PERCEBER MUDANÇAS NA SUA SITUAÇÃO IMEDIATA DO PONTO DE VISTA
DE SUAS ATIVIDADES PASSADAS, E PODE AGIR NO PRESENTE COM PERSPEC TIVA DO FUTURO.”
(P. 47)
A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE / L. S.
VYGOTSKY
A- PRIMEIRA PARTE - TEORIA BÁSICA E DADOS
EXPERIMENTAIS.
3) O DOMÍNIO SOBRE A MEMÓRIA E PENSAMENTO:
¥ AS ORIGENS SOCIAIS DA MEMÓRIA INDIRETA (MEDIADA);
“ O USO DE PEDAÇOS DE MADEIRA ENTALHADA E NÓS (EM BARBANTE) ...DEM ONSTRAM, NO SEU
CONJUNTO, QUE MESMO NOS ESTÁGIOS MAIS PRIMITIVOS DO DESENVOLVIME NTO HISTÓRICO
OS SERES HUMANOS FORAM ALÉM DOS LIMITES DAS FUNÇÕES PSICOLÓGICA S IMPOSTAS PELA
NATUREZA...” (P. 52)
¥ AS ESTRUTURAS DAS OPERAÇÕES COM SIGNO;
“ S____________X_______________R” (P. 54)
¥ AS PRIMEIRAS OPERAÇÕES COM SIGNOS EM CRIANÇAS;
“OS EXPERIMENTOS COM CARTÕES COM LEONTIEV ” (P.60)
¥ A HISTÓRIA NATURAL DA OPERAÇÃO COM SIGNOS;
“ ENTRE O NÍVEL INICIAL (COMPORTAMENTO ELEMENTAR) E OS NÍVEIS SUPE RIORES (FORMAS
MEDIADAS DE COMPORTAMENTO) EXISTEM MUITOS SISTEMAS PSICOLÓGICOS DE TRANSIÇÃO”
(P.61)
¥ A MEMÓRIA E O ATO DE PENSAR;
“ PARA AS CRIANÇAS, PENSAR SIGNIFICA LEMBRAR; NO ENTANTO, PARA O A DOLESCENTE,
LEMBRAR SIGNIFICA PENSAR” (P.67)
A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE / L. S.
VYGOTSKY
A- PRIMEIRA PARTE - TEORIA BÁSICA E DADOS
EXPERIMENTAIS.
4) INTERNALIZAÇÃO DAS FUNÇÕES PSICOLÓGICAS
SUPERIORES:
“ CHAMAMOS DE INTERNALIZAÇÃO A RECONSTRUÇÃO INTERNA DE UMA OPERAÇÃ O EXTERNA”
(P.74)
“O MOVIMENTO DE PEGAR TRANSFORMA-SE NO ATO DE APONTAR” (P. 74)
“UM PROCESSO INTERPESSOAL É TRANSFORMADO EM UM PROCESSO INTRAPESSOAL” (P.75)
A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE / L. S. VYGOTSKY
A- PRIMEIRA PARTE - TEORIA BÁSICA E DADOS EXPERIMENTAIS.
5) PROBLEMAS DE MÉTODO:
¥ANALISAR PROCESSOS E NÃO OBJETOS;
“CRIA ARTIFICIALMENTE UM PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO PSICOLÓGICO ” (P.81)
¥ EXPLICAÇÃO VERSUS DESCRIÇÃO;
“ O TIPO DE ANÁLISE OBJETIVA QUE DEFENDEMOS PROCURA MOSTRAR A ESSÊ NCIA DOS FENÔMENOS
PSICOLÓGICOS AO INVÉS DE SUAS CARACTERÍSTICAS PERCEPTÍVEIS ” (P.83)
¥ O PROBLEMA DO “COMPORTAMENTO FOSSILIZADO”
“UMA ANÁLISE DO DESENVOLVIMENTO QUE RECONSTRÓI TODOS OS PONTO SE FAZ RETORNAR À
ORIGEM O DESENVOLVIMENTO DE UMA DETERMINADA ESTRUTURA ” (P. 86)
¥ A PISICOLOGIA DAS RESPOSTAS DE ESCOLHAS COMPLEXAS;
“ OBSERVADORES, ERAM ENTÃO, TREINADOS A FAZER UMA DISTINÇÃO CLARA ENTRE OS NOMES DE
PROCESSOS E SUA EXPERIÊNCIA CONSCIENTE, DE MODO A CONTORNAR ESSE PROBLEMA” (P.89)
¥ O ESTUDO DINÂMICO CAUSAL DAS REAÇÕES DE ESCOLHA;
“ SE ENCONTRARMOS A REAÇÃO NA FORMA AUTOMATIZADA, TEMOS DE FAZÊ -LA VOLTAR À SUA FORMA
ORIGINAL” (P.92)
¥ CARACTERÍSTICA DO NOVO MÉTODO;
“ ACREDITAMOS QUE A NOSSA ABORDAGEM, QUE TORNA OBJETIVO OS PROCESS OS PSICOLÓGICOS
INTERIORES, É MUITO MAIS ADEQUADA DO QUE OS MÉTODOS QUE ESTUDAM AS RESPOSTAS OBJETIVAS
PRÉ-EXISTENTES.” (P.99)
A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE / L. S.
VYGOTSKY
B – SEGUNDA PARTE –IMPLICAÇÕES EDUCACIONAIS.
6) INTERAÇÃO ENTRE APRENDIZADO E DESENVOLVIMENTO:
¥ ZONA DE DESENVOLVIMENTO PROXIMAL: UMA NOVA ABORDAGEM;
“ NOSSA HIPÓTESE ESTABELECE A UNIDADE MAS NÃO A IDENTIDADE ENTRE O S PROCESSOS DE
APRENDIZADO E OS PROCESSOS DE DESENVOLVIMENTO INTERNO. ELA PRESS UPÕE QUE UM SEJA
CONVERTIDO NO OUTRO” (P.118)
É A DISTÂNCIA ENTRE O NÍVEL DE DESENVOLVIMENTO REAL E O
NÍVEL DE DESENVOLVIMENTO POTENCIAL, OU SEJA, ESTÁ ENTRE
O QUE A CRIANÇA CONSEGUE FAZER SOZINHA E O QUE ELA PODE
FAZER COM O AUXÍLIO DO “OUTRO” – UM ADULTO OU UM COLEGA
MAIS EXPERIENTE
PARA A PRÁTICA É NECESSÁRIO CONSIDERAR :
1. O PROFESSOR
2. O ALUNO
3. O CONHECIMENTO
A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE / L. S.
VYGOTSKY
B – SEGUNDA PARTE –IMPLICAÇÕES EDUCACIONAIS.
7) O PAPEL DO BRINQUEDO NO DESENVOLVIMENTO:
¥ AÇÃO E SIGNIFICADO DO BRINQUEDO;
“ A CRIANÇA VÊ UM OBJETO, MAS AGE DE MANEIRA DIFERENTE EM RELAÇÃO ÀQUILO QUE VÊ.
ASSIM, É ALCANÇADA UMA CONDIÇÃO EM QUE A CRIANÇA COMEÇA A AGIR
INDEPENDENTEMENTE DAQUILO QUE VÊ” (P.127)
¥ SEPARANDO AÇÃO E SIGNIFICADO / CONCLUSÃO;
“NO MUNDO DA CRIANÇA, A LÓGICA DOS DESEJOS E O ÍMPETO DE SATISFAZ Ê-LOS DOMINA E
NÃO A LÓGICA REAL” (P. 135)
“ BRINQUEDO SÉRIO SIGNIFICA QUE ELA BRINCA SEM SEPARAR A SITUAÇÃO IMAGINÁRIA DA
SITUAÇÃO REAL” (P.136)
A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE / L. S. VYGOTSKY
B – SEGUNDA PARTE –IMPLICAÇÕES EDUCACIONAIS.
8) PRÉ-HISTÓRIA DA LINGUAGEM ESCRITA:
¥ GESTOS E SIGNOS VISUAIS;
“O GESTO É O SIGNO VISUAL INICIAL QUE CONTÉM A FUTURA ESCRITA DA CRIANÇA, ASSIM
COMO UMA SEMENTE CONTÉM UM FUTURO CARVALHO” (P.141)
¥ O DESENVOLVIMENTO DO SIMBOLISMO NO BRINQUEDO;
“ O QUE IMPORTA É QUE OS OBJETOS ADMITAM O GESTO APROPRIADO E PO SSAM FUNCIONAR
COMO UM PONTO DE APLICAÇÃO DELE.” (P. 144)
¥ O DESENVOLVIMENTO DO SIMBOLISMO NO DESENHO;
“ OS ESQUEMAS QUE CARACTERIZAM OS PRIMEIROS DESENHOS INFANTIS LEMB RAM
CONCEITOS VERBAIS QUE COMUNICAM SOMENTE OS ASPECTOS ESSENCIAIS D OS OBJETOS”
(P.149)
¥ O SIMBOLISMO NA ESCRITA;
“ O DESENVOLVIMENTO DA LINGUAGEM ESCRITA NAS CRIANÇAS SE DÁ, CONFORME JÁ FOI
DESCRITO, PELO DESLOCAMENTO DO DESENHO DE COISAS PARA O DESENHO DE PALAVRAS”
(P.153)
¥ IMPLICAÇÕES PRÁTICAS;
“ ...O QUE SE DEVE FAZER É ENSINAR ÀS CRIANÇAS A LINGUAGEM ESCRITA, E NÃO APENAS A
ESCRITA DE LETRAS” (P.157)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

14 piaget vygotsky e wallon ...
14 piaget vygotsky e wallon ...14 piaget vygotsky e wallon ...
14 piaget vygotsky e wallon ...
Karina Reimberg
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
Marcelo Assis
 
Vygotsky
VygotskyVygotsky
Política educacional
Política educacional Política educacional
Política educacional
Patrícia Éderson Dias
 
O uso do lúdico na educação infantil
O uso do lúdico na educação infantilO uso do lúdico na educação infantil
O uso do lúdico na educação infantil
Capacitações Pedagógicas
 
Alfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoAlfabetização e letramento
Alfabetização e letramento
Elizabet Tramontin Silveira Camargo
 
alfabetizacao_letramento.pdf
alfabetizacao_letramento.pdfalfabetizacao_letramento.pdf
alfabetizacao_letramento.pdf
israelf3
 
Alfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoAlfabetização e letramento
Alfabetização e letramento
LianeMagnolia
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
Gerdian Teixeira
 
Vygotsky
VygotskyVygotsky
Vygotsky
Elcielle .
 
Biografia de Lev Vygotsky
Biografia de Lev VygotskyBiografia de Lev Vygotsky
Biografia de Lev Vygotsky
Kleber Saraiva
 
Vygotsky e a Teoria da Zona de Desenvolvimento Proximal
Vygotsky e a Teoria da Zona de Desenvolvimento ProximalVygotsky e a Teoria da Zona de Desenvolvimento Proximal
Vygotsky e a Teoria da Zona de Desenvolvimento Proximal
Cícero Quarto
 
Henri wallon movimento psto_lgg
Henri wallon movimento psto_lggHenri wallon movimento psto_lgg
Henri wallon movimento psto_lgg
Jamile Nascimento
 
Slaids fundamentos filosoficos da educação
Slaids fundamentos filosoficos da educaçãoSlaids fundamentos filosoficos da educação
Slaids fundamentos filosoficos da educação
Fátima Rodrigues
 
A literatura infantil na escola
A literatura infantil na escolaA literatura infantil na escola
A literatura infantil na escola
UESPI - PI
 
Alfabetização e Letramento
Alfabetização e Letramento Alfabetização e Letramento
Alfabetização e Letramento
Adriana Pereira
 
Psicogênese da Língua Escrita
Psicogênese da Língua EscritaPsicogênese da Língua Escrita
Psicogênese da Língua Escrita
Jessica Nuvens
 
Aula sobre vygotsky
Aula sobre vygotskyAula sobre vygotsky
Aula sobre vygotsky
Diego Alvarez
 
Teoria da aprendizagem de vygotsky
Teoria da aprendizagem de vygotskyTeoria da aprendizagem de vygotsky
Teoria da aprendizagem de vygotsky
flaviamarquesmarques
 
Sistema de organização educaçao brasileira
Sistema de organização educaçao brasileiraSistema de organização educaçao brasileira
Sistema de organização educaçao brasileira
Herbert Schutzer
 

Mais procurados (20)

14 piaget vygotsky e wallon ...
14 piaget vygotsky e wallon ...14 piaget vygotsky e wallon ...
14 piaget vygotsky e wallon ...
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
Vygotsky
VygotskyVygotsky
Vygotsky
 
Política educacional
Política educacional Política educacional
Política educacional
 
O uso do lúdico na educação infantil
O uso do lúdico na educação infantilO uso do lúdico na educação infantil
O uso do lúdico na educação infantil
 
Alfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoAlfabetização e letramento
Alfabetização e letramento
 
alfabetizacao_letramento.pdf
alfabetizacao_letramento.pdfalfabetizacao_letramento.pdf
alfabetizacao_letramento.pdf
 
Alfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoAlfabetização e letramento
Alfabetização e letramento
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
 
Vygotsky
VygotskyVygotsky
Vygotsky
 
Biografia de Lev Vygotsky
Biografia de Lev VygotskyBiografia de Lev Vygotsky
Biografia de Lev Vygotsky
 
Vygotsky e a Teoria da Zona de Desenvolvimento Proximal
Vygotsky e a Teoria da Zona de Desenvolvimento ProximalVygotsky e a Teoria da Zona de Desenvolvimento Proximal
Vygotsky e a Teoria da Zona de Desenvolvimento Proximal
 
Henri wallon movimento psto_lgg
Henri wallon movimento psto_lggHenri wallon movimento psto_lgg
Henri wallon movimento psto_lgg
 
Slaids fundamentos filosoficos da educação
Slaids fundamentos filosoficos da educaçãoSlaids fundamentos filosoficos da educação
Slaids fundamentos filosoficos da educação
 
A literatura infantil na escola
A literatura infantil na escolaA literatura infantil na escola
A literatura infantil na escola
 
Alfabetização e Letramento
Alfabetização e Letramento Alfabetização e Letramento
Alfabetização e Letramento
 
Psicogênese da Língua Escrita
Psicogênese da Língua EscritaPsicogênese da Língua Escrita
Psicogênese da Língua Escrita
 
Aula sobre vygotsky
Aula sobre vygotskyAula sobre vygotsky
Aula sobre vygotsky
 
Teoria da aprendizagem de vygotsky
Teoria da aprendizagem de vygotskyTeoria da aprendizagem de vygotsky
Teoria da aprendizagem de vygotsky
 
Sistema de organização educaçao brasileira
Sistema de organização educaçao brasileiraSistema de organização educaçao brasileira
Sistema de organização educaçao brasileira
 

Semelhante a A formação Social da Mente

Brincadeira e educação considerações a partir da perspectiva histórico-cult...
Brincadeira e educação   considerações a partir da perspectiva histórico-cult...Brincadeira e educação   considerações a partir da perspectiva histórico-cult...
Brincadeira e educação considerações a partir da perspectiva histórico-cult...
oficinadeaprendizagemace
 
Ludico e aprendizagem
Ludico e aprendizagemLudico e aprendizagem
Ludico e aprendizagem
Rosemary Batista
 
Minicurso-EJA-Salto.ppt
Minicurso-EJA-Salto.pptMinicurso-EJA-Salto.ppt
Minicurso-EJA-Salto.ppt
Andrea Nogueira
 
Como ocorre o desenvolvimento na primeira infância? - Adriana Friedmann
Como ocorre o desenvolvimento na primeira infância? - Adriana FriedmannComo ocorre o desenvolvimento na primeira infância? - Adriana Friedmann
Como ocorre o desenvolvimento na primeira infância? - Adriana Friedmann
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Apresentação "Os fundamentos da Teoria de Vygostky e Wallon"
Apresentação "Os fundamentos da Teoria de Vygostky e Wallon" Apresentação "Os fundamentos da Teoria de Vygostky e Wallon"
Apresentação "Os fundamentos da Teoria de Vygostky e Wallon"
delicia2
 
4
44
Trabalho corporal na educação infantil
Trabalho corporal na educação infantilTrabalho corporal na educação infantil
Trabalho corporal na educação infantil
Marcélia Amorim Cardoso
 
trabalho feito
trabalho feitotrabalho feito
trabalho feito
Ricardo Souza
 
Brincar de brincar
Brincar de brincarBrincar de brincar
Teorias da aprendizagem.Resumo em português pdf
Teorias da aprendizagem.Resumo em português pdfTeorias da aprendizagem.Resumo em português pdf
Teorias da aprendizagem.Resumo em português pdf
LucreciaRostan
 
Co construção da identidade de genero
Co construção da identidade de generoCo construção da identidade de genero
Co construção da identidade de genero
Carla Nascimento
 
1185617336 26.animacaoeducacao infantil
1185617336 26.animacaoeducacao infantil1185617336 26.animacaoeducacao infantil
1185617336 26.animacaoeducacao infantil
Pelo Siro
 
Revista grito de alerta relações objetais i
Revista grito de alerta relações objetais iRevista grito de alerta relações objetais i
Revista grito de alerta relações objetais i
Sérgio Costa
 
Apresentação seminario etica e letramento 01
Apresentação seminario etica e letramento 01Apresentação seminario etica e letramento 01
Apresentação seminario etica e letramento 01
waldileia do socorro pereira
 
Download Atividades 3 O.M
Download Atividades 3 O.MDownload Atividades 3 O.M
Download Atividades 3 O.M
Dena Pedagogia
 
SEGUNDO CAPÍTULO: OS ELEMENTOS CONSTITUTIVOS DA AÇÃO DIDÁTICA
SEGUNDO CAPÍTULO: OS ELEMENTOS CONSTITUTIVOS DA AÇÃO DIDÁTICASEGUNDO CAPÍTULO: OS ELEMENTOS CONSTITUTIVOS DA AÇÃO DIDÁTICA
SEGUNDO CAPÍTULO: OS ELEMENTOS CONSTITUTIVOS DA AÇÃO DIDÁTICA
SilviahTI
 
HENRI WALLON - Bruno Marques.ppt
HENRI WALLON - Bruno Marques.pptHENRI WALLON - Bruno Marques.ppt
HENRI WALLON - Bruno Marques.ppt
ssuserf58c5a
 
Modelo Bioecológico de Desenvolvimento de Bronfenbrenner
Modelo Bioecológico de Desenvolvimento de BronfenbrennerModelo Bioecológico de Desenvolvimento de Bronfenbrenner
Modelo Bioecológico de Desenvolvimento de Bronfenbrenner
Jorge Barbosa
 
Artigo pip[1]
Artigo pip[1]Artigo pip[1]
Artigo pip[1]
daniferrao2010
 
HENRI WALLON autor excelente muito boa a escrita_apresentação.ppt
HENRI WALLON autor excelente muito boa a escrita_apresentação.pptHENRI WALLON autor excelente muito boa a escrita_apresentação.ppt
HENRI WALLON autor excelente muito boa a escrita_apresentação.ppt
lililele2022
 

Semelhante a A formação Social da Mente (20)

Brincadeira e educação considerações a partir da perspectiva histórico-cult...
Brincadeira e educação   considerações a partir da perspectiva histórico-cult...Brincadeira e educação   considerações a partir da perspectiva histórico-cult...
Brincadeira e educação considerações a partir da perspectiva histórico-cult...
 
Ludico e aprendizagem
Ludico e aprendizagemLudico e aprendizagem
Ludico e aprendizagem
 
Minicurso-EJA-Salto.ppt
Minicurso-EJA-Salto.pptMinicurso-EJA-Salto.ppt
Minicurso-EJA-Salto.ppt
 
Como ocorre o desenvolvimento na primeira infância? - Adriana Friedmann
Como ocorre o desenvolvimento na primeira infância? - Adriana FriedmannComo ocorre o desenvolvimento na primeira infância? - Adriana Friedmann
Como ocorre o desenvolvimento na primeira infância? - Adriana Friedmann
 
Apresentação "Os fundamentos da Teoria de Vygostky e Wallon"
Apresentação "Os fundamentos da Teoria de Vygostky e Wallon" Apresentação "Os fundamentos da Teoria de Vygostky e Wallon"
Apresentação "Os fundamentos da Teoria de Vygostky e Wallon"
 
4
44
4
 
Trabalho corporal na educação infantil
Trabalho corporal na educação infantilTrabalho corporal na educação infantil
Trabalho corporal na educação infantil
 
trabalho feito
trabalho feitotrabalho feito
trabalho feito
 
Brincar de brincar
Brincar de brincarBrincar de brincar
Brincar de brincar
 
Teorias da aprendizagem.Resumo em português pdf
Teorias da aprendizagem.Resumo em português pdfTeorias da aprendizagem.Resumo em português pdf
Teorias da aprendizagem.Resumo em português pdf
 
Co construção da identidade de genero
Co construção da identidade de generoCo construção da identidade de genero
Co construção da identidade de genero
 
1185617336 26.animacaoeducacao infantil
1185617336 26.animacaoeducacao infantil1185617336 26.animacaoeducacao infantil
1185617336 26.animacaoeducacao infantil
 
Revista grito de alerta relações objetais i
Revista grito de alerta relações objetais iRevista grito de alerta relações objetais i
Revista grito de alerta relações objetais i
 
Apresentação seminario etica e letramento 01
Apresentação seminario etica e letramento 01Apresentação seminario etica e letramento 01
Apresentação seminario etica e letramento 01
 
Download Atividades 3 O.M
Download Atividades 3 O.MDownload Atividades 3 O.M
Download Atividades 3 O.M
 
SEGUNDO CAPÍTULO: OS ELEMENTOS CONSTITUTIVOS DA AÇÃO DIDÁTICA
SEGUNDO CAPÍTULO: OS ELEMENTOS CONSTITUTIVOS DA AÇÃO DIDÁTICASEGUNDO CAPÍTULO: OS ELEMENTOS CONSTITUTIVOS DA AÇÃO DIDÁTICA
SEGUNDO CAPÍTULO: OS ELEMENTOS CONSTITUTIVOS DA AÇÃO DIDÁTICA
 
HENRI WALLON - Bruno Marques.ppt
HENRI WALLON - Bruno Marques.pptHENRI WALLON - Bruno Marques.ppt
HENRI WALLON - Bruno Marques.ppt
 
Modelo Bioecológico de Desenvolvimento de Bronfenbrenner
Modelo Bioecológico de Desenvolvimento de BronfenbrennerModelo Bioecológico de Desenvolvimento de Bronfenbrenner
Modelo Bioecológico de Desenvolvimento de Bronfenbrenner
 
Artigo pip[1]
Artigo pip[1]Artigo pip[1]
Artigo pip[1]
 
HENRI WALLON autor excelente muito boa a escrita_apresentação.ppt
HENRI WALLON autor excelente muito boa a escrita_apresentação.pptHENRI WALLON autor excelente muito boa a escrita_apresentação.ppt
HENRI WALLON autor excelente muito boa a escrita_apresentação.ppt
 

Último

Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 

Último (20)

Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 

A formação Social da Mente

  • 1. A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE L . S. VYGOTSKY
  • 2. A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE / L. S. VYGOTSKY A- PRIMEIRA PARTE - TEORIA BÁSICA E DADOS EXPERIMENTAIS. 1)O INSTRUMENTO E O SÍMBOLO NO DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA: ¥ A INTELIGÊNCIA PRÁTICA NOS ANIMAIS E NAS CRIANÇAS; “A ATIVIDADE PRÁTICA DA CRIANÇA PEQUENA, ANTES DO DESENVOLVIMENTO DA FALA, É IDÊNTICA ÀQUELA DE MACACOS” (P. 30) ¥ A RELAÇÃO ENTRE A FALA E O USO DE INSTRUMENTOS; “ NOSSA ANÁLISE ATRIBUI À ATIVIDADE SIMBÓLICA UMA FUNÇÃO ORGANIZAD ORA ESPECÍFICA QUE INVADE O PROCESSO DO USO DE INSTRUMENTOS” (P.33) ¥ A INTERAÇÃO SOCIAL E A TRANSFORMAÇÃO DA ATIVIDADE PRÁTICA; “QUANDO AS CRIANÇAS SE CONFRONTAM COM UM PROBLEMA UM POUCO MAIS C OMPLICADO PARA ELAS, APRESENTAM UMA VARIEDADE COMPLEXA DE RESPOSTAS QUE IN CLUEM: TENTATIVAS DIRETAS DE ATINGIR O OBJETIVO, USO DE INSTRUMENTOS, F ALA DIRIGIDA A PESSOA QUE CONDUZ O EXPERIMENTO OU FALA QUE SIMPLESMENTE ACOMPAN HA A AÇÃO E APELOS VERBAIS DIRETOS AO OBJETO DE SUA ATENÇÃO” (P.40)
  • 3. A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE / L. S. VYGOTSKY A- PRIMEIRA PARTE - TEORIA BÁSICA E DADOS EXPERIMENTAIS. 2) O DESENVOLVIMENTO DA PERCEPÇÃO E DA ATENÇÃO: ¥ ESTUDOS DO COMPORTAMENTO DE ESCOLHA NAS CRIANÇAS; “ALÉM DE REORGANIZAR O CAMPO VISUAL E ESPACIAL, A CRIANÇA, COM O AUXÍLIO DA FALA, CRIA UM CAMPO TEMPORAL QUE LHE É TÃO PERCEPTIVO E REAL QUANTO VI SUAL. A CRIANÇA QUE FALA TEM, DESSA FORMA, A CAPACIDADE DE DIRIGIR SUA ATENÇÃO D E UMA MANEIRA DINÂMICA. ELA PODE PERCEBER MUDANÇAS NA SUA SITUAÇÃO IMEDIATA DO PONTO DE VISTA DE SUAS ATIVIDADES PASSADAS, E PODE AGIR NO PRESENTE COM PERSPEC TIVA DO FUTURO.” (P. 47)
  • 4. A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE / L. S. VYGOTSKY A- PRIMEIRA PARTE - TEORIA BÁSICA E DADOS EXPERIMENTAIS. 3) O DOMÍNIO SOBRE A MEMÓRIA E PENSAMENTO: ¥ AS ORIGENS SOCIAIS DA MEMÓRIA INDIRETA (MEDIADA); “ O USO DE PEDAÇOS DE MADEIRA ENTALHADA E NÓS (EM BARBANTE) ...DEM ONSTRAM, NO SEU CONJUNTO, QUE MESMO NOS ESTÁGIOS MAIS PRIMITIVOS DO DESENVOLVIME NTO HISTÓRICO OS SERES HUMANOS FORAM ALÉM DOS LIMITES DAS FUNÇÕES PSICOLÓGICA S IMPOSTAS PELA NATUREZA...” (P. 52) ¥ AS ESTRUTURAS DAS OPERAÇÕES COM SIGNO; “ S____________X_______________R” (P. 54) ¥ AS PRIMEIRAS OPERAÇÕES COM SIGNOS EM CRIANÇAS; “OS EXPERIMENTOS COM CARTÕES COM LEONTIEV ” (P.60) ¥ A HISTÓRIA NATURAL DA OPERAÇÃO COM SIGNOS; “ ENTRE O NÍVEL INICIAL (COMPORTAMENTO ELEMENTAR) E OS NÍVEIS SUPE RIORES (FORMAS MEDIADAS DE COMPORTAMENTO) EXISTEM MUITOS SISTEMAS PSICOLÓGICOS DE TRANSIÇÃO” (P.61) ¥ A MEMÓRIA E O ATO DE PENSAR; “ PARA AS CRIANÇAS, PENSAR SIGNIFICA LEMBRAR; NO ENTANTO, PARA O A DOLESCENTE, LEMBRAR SIGNIFICA PENSAR” (P.67)
  • 5. A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE / L. S. VYGOTSKY A- PRIMEIRA PARTE - TEORIA BÁSICA E DADOS EXPERIMENTAIS. 4) INTERNALIZAÇÃO DAS FUNÇÕES PSICOLÓGICAS SUPERIORES: “ CHAMAMOS DE INTERNALIZAÇÃO A RECONSTRUÇÃO INTERNA DE UMA OPERAÇÃ O EXTERNA” (P.74) “O MOVIMENTO DE PEGAR TRANSFORMA-SE NO ATO DE APONTAR” (P. 74) “UM PROCESSO INTERPESSOAL É TRANSFORMADO EM UM PROCESSO INTRAPESSOAL” (P.75)
  • 6. A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE / L. S. VYGOTSKY A- PRIMEIRA PARTE - TEORIA BÁSICA E DADOS EXPERIMENTAIS. 5) PROBLEMAS DE MÉTODO: ¥ANALISAR PROCESSOS E NÃO OBJETOS; “CRIA ARTIFICIALMENTE UM PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO PSICOLÓGICO ” (P.81) ¥ EXPLICAÇÃO VERSUS DESCRIÇÃO; “ O TIPO DE ANÁLISE OBJETIVA QUE DEFENDEMOS PROCURA MOSTRAR A ESSÊ NCIA DOS FENÔMENOS PSICOLÓGICOS AO INVÉS DE SUAS CARACTERÍSTICAS PERCEPTÍVEIS ” (P.83) ¥ O PROBLEMA DO “COMPORTAMENTO FOSSILIZADO” “UMA ANÁLISE DO DESENVOLVIMENTO QUE RECONSTRÓI TODOS OS PONTO SE FAZ RETORNAR À ORIGEM O DESENVOLVIMENTO DE UMA DETERMINADA ESTRUTURA ” (P. 86) ¥ A PISICOLOGIA DAS RESPOSTAS DE ESCOLHAS COMPLEXAS; “ OBSERVADORES, ERAM ENTÃO, TREINADOS A FAZER UMA DISTINÇÃO CLARA ENTRE OS NOMES DE PROCESSOS E SUA EXPERIÊNCIA CONSCIENTE, DE MODO A CONTORNAR ESSE PROBLEMA” (P.89) ¥ O ESTUDO DINÂMICO CAUSAL DAS REAÇÕES DE ESCOLHA; “ SE ENCONTRARMOS A REAÇÃO NA FORMA AUTOMATIZADA, TEMOS DE FAZÊ -LA VOLTAR À SUA FORMA ORIGINAL” (P.92) ¥ CARACTERÍSTICA DO NOVO MÉTODO; “ ACREDITAMOS QUE A NOSSA ABORDAGEM, QUE TORNA OBJETIVO OS PROCESS OS PSICOLÓGICOS INTERIORES, É MUITO MAIS ADEQUADA DO QUE OS MÉTODOS QUE ESTUDAM AS RESPOSTAS OBJETIVAS PRÉ-EXISTENTES.” (P.99)
  • 7. A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE / L. S. VYGOTSKY B – SEGUNDA PARTE –IMPLICAÇÕES EDUCACIONAIS. 6) INTERAÇÃO ENTRE APRENDIZADO E DESENVOLVIMENTO: ¥ ZONA DE DESENVOLVIMENTO PROXIMAL: UMA NOVA ABORDAGEM; “ NOSSA HIPÓTESE ESTABELECE A UNIDADE MAS NÃO A IDENTIDADE ENTRE O S PROCESSOS DE APRENDIZADO E OS PROCESSOS DE DESENVOLVIMENTO INTERNO. ELA PRESS UPÕE QUE UM SEJA CONVERTIDO NO OUTRO” (P.118) É A DISTÂNCIA ENTRE O NÍVEL DE DESENVOLVIMENTO REAL E O NÍVEL DE DESENVOLVIMENTO POTENCIAL, OU SEJA, ESTÁ ENTRE O QUE A CRIANÇA CONSEGUE FAZER SOZINHA E O QUE ELA PODE FAZER COM O AUXÍLIO DO “OUTRO” – UM ADULTO OU UM COLEGA MAIS EXPERIENTE PARA A PRÁTICA É NECESSÁRIO CONSIDERAR : 1. O PROFESSOR 2. O ALUNO 3. O CONHECIMENTO
  • 8. A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE / L. S. VYGOTSKY B – SEGUNDA PARTE –IMPLICAÇÕES EDUCACIONAIS. 7) O PAPEL DO BRINQUEDO NO DESENVOLVIMENTO: ¥ AÇÃO E SIGNIFICADO DO BRINQUEDO; “ A CRIANÇA VÊ UM OBJETO, MAS AGE DE MANEIRA DIFERENTE EM RELAÇÃO ÀQUILO QUE VÊ. ASSIM, É ALCANÇADA UMA CONDIÇÃO EM QUE A CRIANÇA COMEÇA A AGIR INDEPENDENTEMENTE DAQUILO QUE VÊ” (P.127) ¥ SEPARANDO AÇÃO E SIGNIFICADO / CONCLUSÃO; “NO MUNDO DA CRIANÇA, A LÓGICA DOS DESEJOS E O ÍMPETO DE SATISFAZ Ê-LOS DOMINA E NÃO A LÓGICA REAL” (P. 135) “ BRINQUEDO SÉRIO SIGNIFICA QUE ELA BRINCA SEM SEPARAR A SITUAÇÃO IMAGINÁRIA DA SITUAÇÃO REAL” (P.136)
  • 9. A FORMAÇÃO SOCIAL DA MENTE / L. S. VYGOTSKY B – SEGUNDA PARTE –IMPLICAÇÕES EDUCACIONAIS. 8) PRÉ-HISTÓRIA DA LINGUAGEM ESCRITA: ¥ GESTOS E SIGNOS VISUAIS; “O GESTO É O SIGNO VISUAL INICIAL QUE CONTÉM A FUTURA ESCRITA DA CRIANÇA, ASSIM COMO UMA SEMENTE CONTÉM UM FUTURO CARVALHO” (P.141) ¥ O DESENVOLVIMENTO DO SIMBOLISMO NO BRINQUEDO; “ O QUE IMPORTA É QUE OS OBJETOS ADMITAM O GESTO APROPRIADO E PO SSAM FUNCIONAR COMO UM PONTO DE APLICAÇÃO DELE.” (P. 144) ¥ O DESENVOLVIMENTO DO SIMBOLISMO NO DESENHO; “ OS ESQUEMAS QUE CARACTERIZAM OS PRIMEIROS DESENHOS INFANTIS LEMB RAM CONCEITOS VERBAIS QUE COMUNICAM SOMENTE OS ASPECTOS ESSENCIAIS D OS OBJETOS” (P.149) ¥ O SIMBOLISMO NA ESCRITA; “ O DESENVOLVIMENTO DA LINGUAGEM ESCRITA NAS CRIANÇAS SE DÁ, CONFORME JÁ FOI DESCRITO, PELO DESLOCAMENTO DO DESENHO DE COISAS PARA O DESENHO DE PALAVRAS” (P.153) ¥ IMPLICAÇÕES PRÁTICAS; “ ...O QUE SE DEVE FAZER É ENSINAR ÀS CRIANÇAS A LINGUAGEM ESCRITA, E NÃO APENAS A ESCRITA DE LETRAS” (P.157)