SlideShare uma empresa Scribd logo
Centro Espírita MeimeiA Autoanálise na procura das causas das aflições.Evangelho Seg. o Espiritismo Cap. 05 - Bem aventurado os AflitosExpositor: Marcelo Rodrigues.
Obras Básicas Espíritas Primeira Parte – Das Causas Primárias;
 Segunda Parte – Mundo Espírita ou dos Espíritos;
 Terceira Parte – Leis Morais;
 Quarta Parte – Esperanças e Consolações.Evangelho Seg. O EspiritismoCap. 05 – Bem-aventurados Os Aflitos1 – Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão fartos. Bem-aventurados os que padecem perseguição por amor da justiça, porque deles é o Reino dos Céus. (Mateus, V: 5, 6 e 10).
O Semeador “Por isso lhes falo por parábolas; porque eles, vendo, não vêem; e, ouvindo, não ouvem nem compreendem. E neles se cumpre a profecia de Isaías, que diz: Ouvindo, ouvireis, mas não compreendereis, E, vendo, vereis, mas não percebereis. Porque o coração deste povo está endurecido, E ouviram de mau grado com seus ouvidos, E fecharam seus olhos; Para que não vejam com os olhos, E ouçam com os ouvidos, E compreendam com o coração, E se convertam, E eu os cure. (Mt 13:13-15)
O Livro dos EspíritosQ10 - O homem pode compreender a natureza íntima de Deus? – Não, falta-lhe, para isso, um sentido.Q18 - O homem penetrará um dia no mistério das coisas que lhe são ocultas? – O véu se levanta para ele à medida que se depura; mas, para compreender algumas coisas, precisa de faculdades, dons, que ainda não possui.Q22 a - Que definição podeis dar da matéria? – A matéria é o laço que prende o Espírito; é o instrumento de que ele se serve e sobre o qual, ao mesmo tempo, exerce sua ação.☼ De acordo com essa idéia, pode-se dizer que a matéria é o agente, o intermediário, com a ajuda do qual, e sobre o qual, atua o Espírito. Q76 - Que definição se pode dar dos Espíritos?– Pode-se dizer que os Espíritos são os seres inteligentes da Criação. Eles povoam o universo, fora do mundo material.
O Ser IntegralEspírito LE,Q88Corpo FísicoCorpo EspiritualPerispíritoLE,Q93
Como sentimos o universo ? SabedoriaCogniçãoPercepçãoPlanoFísicoTemos sentidos físicos e espirituais?SentidosPlano Espiritual
O Processo
Os SentidosDo ponto de vista da biologia e ciências cognitivas, os sentidos são os meios através dos quais os seres vivospercebem e reconhecem outros organismos e as características do meio ambiente em que se encontram.O que é a fé?
A PercepçãoEm psicologia, neurociência e ciências cognitivas, percepção é a função cerebral que atribui significado a estímulos sensoriais, a partir de histórico de vivências passadas. Através da percepção um indivíduo organiza e interpreta as suas impressões sensoriais para atribuir significado ao seu meio. Consiste na aquisição, interpretação, seleção e organização das informações obtidas pelos sentidos.http://www.youtube.com/watch?v=4VwJW8eslGQ&feature=related
A CogniçãoDe uma maneira mais simples, podemos dizer que cognição é a forma como o cérebro percebe, aprende, recorda e pensa sobre toda informação captada através dos cinco sentidos.Ela é um processo pelo qual o ser humano interage com os seus semelhantes e com o meio em que vive, sem perder a sua identidade existencial. É portanto, um processo de conhecimento, que tem como material a informação do meio em que vivemos e o que já está registrado na nossa memória.http://www.youtube.com/watch?v=AXzfjQeEjYg&feature=related
A Sabedoria(Maturidade)A Sabedoria seria a capacidade que ajuda o homem a identificar seus erros e os da sociedade e corrigi-los.O que é a fé?
O Estágio de cada ser.
O Estágio da Sociedade
O Estágio da Orbe
O Livro do EspíritosQ55 -Todos os globos que circulam no espaço são habitados? – Sim, e o homem da Terra está longe de ser, como pensa, o primeiro em inteligência, bondade e perfeição. Q172 -Nossas diferentes existências corporais se passam todas na Terra? – Não, nem todas, mas em diferentes mundos. As que passamos na Terra não são nem as primeiras nem as últimas, embora sejam das mais materiais e mais distantes da perfeição.Q176 - Os Espíritos, após terem encarnado em outros mundos, podem encarnar neste, sem nunca terem passado por aqui? – Sim, como vós em outros mundos. Todos os mundos são solidários:o que não se cumpre em um se cumpre em outro.
A linha do tempoLinha do tempoMundos PrimitivosEVSE-CapIIIMundos Provas e ExpiaçõesEVSE-CapIIIMundos RegeneraçãoEVSE-CapIII
As Causas das AfliçõesEvolução
Processo de DesequilíbrioLimite do livre arbítrioVontade“Libera o fardo”“Causa e efeito”Leis de Deus

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos
Maria Moraes
 
Estudos do evangelho - Continuação - Bem aventurados os Aflitos 4
Estudos do evangelho - Continuação - Bem aventurados os Aflitos 4Estudos do evangelho - Continuação - Bem aventurados os Aflitos 4
Estudos do evangelho - Continuação - Bem aventurados os Aflitos 4
Leonardo Pereira
 
Aula 04 causas atuais e anteriores das aflições
Aula 04   causas atuais e anteriores das afliçõesAula 04   causas atuais e anteriores das aflições
Aula 04 causas atuais e anteriores das aflições
carlos freire
 
Estudos do evangelho - Bem Aventurados os Aflitos
Estudos do evangelho - Bem Aventurados os Aflitos Estudos do evangelho - Bem Aventurados os Aflitos
Estudos do evangelho - Bem Aventurados os Aflitos
Leonardo Pereira
 
Estudos do evangelho 6
Estudos do evangelho 6Estudos do evangelho 6
Estudos do evangelho 6
Leonardo Pereira
 
Capítulo 5 Bem aventurados os aflitos
Capítulo 5 Bem aventurados os aflitosCapítulo 5 Bem aventurados os aflitos
Capítulo 5 Bem aventurados os aflitos
Roberta Andrade
 
Como encarar a dor e o sofrimento
Como encarar a dor e o sofrimentoComo encarar a dor e o sofrimento
Como encarar a dor e o sofrimento
Jorge Queiroz
 
Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos
Ponte de Luz ASEC
 
Ansiedade - Bem-aventurados os aflitos
Ansiedade - Bem-aventurados os aflitosAnsiedade - Bem-aventurados os aflitos
Ansiedade - Bem-aventurados os aflitos
Ricardo Azevedo
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitosPalestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Divulgador do Espiritismo
 
Bem-aventurados os aflitos - Wilma Badan
Bem-aventurados os aflitos - Wilma BadanBem-aventurados os aflitos - Wilma Badan
Bem-aventurados os aflitos - Wilma Badan
Wilma Badan C.G.
 
Justiça das Aflições
Justiça das AfliçõesJustiça das Aflições
Justiça das Aflições
igmateus
 
Estudos do evangelho - Continuação - Bem Aventurados os Aflitos
Estudos do evangelho - Continuação - Bem Aventurados os Aflitos Estudos do evangelho - Continuação - Bem Aventurados os Aflitos
Estudos do evangelho - Continuação - Bem Aventurados os Aflitos
Leonardo Pereira
 
Justica das aflicoes
Justica das aflicoesJustica das aflicoes
Justica das aflicoes
Fórum Espírita
 
Estudos do evangelho - continuação - Bem aventurados os Aflitos
Estudos do evangelho - continuação - Bem aventurados os Aflitos Estudos do evangelho - continuação - Bem aventurados os Aflitos
Estudos do evangelho - continuação - Bem aventurados os Aflitos
Leonardo Pereira
 
Evangelho Cap 5 item 4
Evangelho Cap 5 item 4Evangelho Cap 5 item 4
Evangelho Cap 5 item 4
Patricia Farias
 
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 5 item11
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 5 item11Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 5 item11
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 5 item11
Patricia Farias
 
Bem aventurados os aflitos!
Bem aventurados os aflitos!Bem aventurados os aflitos!
Bem aventurados os aflitos!
Leonardo Pereira
 
Slide 1
Slide 1Slide 1
Slide 1
VisualBee.com
 
Estudos do evangelho 5
Estudos do evangelho 5Estudos do evangelho 5
Estudos do evangelho 5
Leonardo Pereira
 

Mais procurados (20)

Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos
 
Estudos do evangelho - Continuação - Bem aventurados os Aflitos 4
Estudos do evangelho - Continuação - Bem aventurados os Aflitos 4Estudos do evangelho - Continuação - Bem aventurados os Aflitos 4
Estudos do evangelho - Continuação - Bem aventurados os Aflitos 4
 
Aula 04 causas atuais e anteriores das aflições
Aula 04   causas atuais e anteriores das afliçõesAula 04   causas atuais e anteriores das aflições
Aula 04 causas atuais e anteriores das aflições
 
Estudos do evangelho - Bem Aventurados os Aflitos
Estudos do evangelho - Bem Aventurados os Aflitos Estudos do evangelho - Bem Aventurados os Aflitos
Estudos do evangelho - Bem Aventurados os Aflitos
 
Estudos do evangelho 6
Estudos do evangelho 6Estudos do evangelho 6
Estudos do evangelho 6
 
Capítulo 5 Bem aventurados os aflitos
Capítulo 5 Bem aventurados os aflitosCapítulo 5 Bem aventurados os aflitos
Capítulo 5 Bem aventurados os aflitos
 
Como encarar a dor e o sofrimento
Como encarar a dor e o sofrimentoComo encarar a dor e o sofrimento
Como encarar a dor e o sofrimento
 
Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos
 
Ansiedade - Bem-aventurados os aflitos
Ansiedade - Bem-aventurados os aflitosAnsiedade - Bem-aventurados os aflitos
Ansiedade - Bem-aventurados os aflitos
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitosPalestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
 
Bem-aventurados os aflitos - Wilma Badan
Bem-aventurados os aflitos - Wilma BadanBem-aventurados os aflitos - Wilma Badan
Bem-aventurados os aflitos - Wilma Badan
 
Justiça das Aflições
Justiça das AfliçõesJustiça das Aflições
Justiça das Aflições
 
Estudos do evangelho - Continuação - Bem Aventurados os Aflitos
Estudos do evangelho - Continuação - Bem Aventurados os Aflitos Estudos do evangelho - Continuação - Bem Aventurados os Aflitos
Estudos do evangelho - Continuação - Bem Aventurados os Aflitos
 
Justica das aflicoes
Justica das aflicoesJustica das aflicoes
Justica das aflicoes
 
Estudos do evangelho - continuação - Bem aventurados os Aflitos
Estudos do evangelho - continuação - Bem aventurados os Aflitos Estudos do evangelho - continuação - Bem aventurados os Aflitos
Estudos do evangelho - continuação - Bem aventurados os Aflitos
 
Evangelho Cap 5 item 4
Evangelho Cap 5 item 4Evangelho Cap 5 item 4
Evangelho Cap 5 item 4
 
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 5 item11
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 5 item11Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 5 item11
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 5 item11
 
Bem aventurados os aflitos!
Bem aventurados os aflitos!Bem aventurados os aflitos!
Bem aventurados os aflitos!
 
Slide 1
Slide 1Slide 1
Slide 1
 
Estudos do evangelho 5
Estudos do evangelho 5Estudos do evangelho 5
Estudos do evangelho 5
 

Destaque

Causas das aflições
Causas das afliçõesCausas das aflições
Causas das aflições
Luciane Belchior
 
AS BEM AVENTURANÇAS - Visão Espírita
AS BEM AVENTURANÇAS - Visão EspíritaAS BEM AVENTURANÇAS - Visão Espírita
AS BEM AVENTURANÇAS - Visão Espírita
Anderson Dias
 
O sermão da montanha ( Leonardo Pereira
O sermão da montanha ( Leonardo Pereira O sermão da montanha ( Leonardo Pereira
O sermão da montanha ( Leonardo Pereira
Leonardo Pereira
 
Sermão da montanha
Sermão da montanhaSermão da montanha
Sermão da montanha
Graça Maciel
 
O sermão da montanha e os valores humanos
O sermão da montanha e os valores humanosO sermão da montanha e os valores humanos
O sermão da montanha e os valores humanos
Dalila Melo
 
Apresentação com estudos sobre a ética do sermão do monte
Apresentação com estudos sobre a ética do sermão do monteApresentação com estudos sobre a ética do sermão do monte
Apresentação com estudos sobre a ética do sermão do monte
João Eduardo
 
Apresentação das bem aventuranças
Apresentação das bem aventurançasApresentação das bem aventuranças
Apresentação das bem aventuranças
vineta
 
Palestra 27 bem aventurados
Palestra 27 bem aventuradosPalestra 27 bem aventurados
Palestra 27 bem aventurados
Jose Ferreira Almeida Almeida
 

Destaque (8)

Causas das aflições
Causas das afliçõesCausas das aflições
Causas das aflições
 
AS BEM AVENTURANÇAS - Visão Espírita
AS BEM AVENTURANÇAS - Visão EspíritaAS BEM AVENTURANÇAS - Visão Espírita
AS BEM AVENTURANÇAS - Visão Espírita
 
O sermão da montanha ( Leonardo Pereira
O sermão da montanha ( Leonardo Pereira O sermão da montanha ( Leonardo Pereira
O sermão da montanha ( Leonardo Pereira
 
Sermão da montanha
Sermão da montanhaSermão da montanha
Sermão da montanha
 
O sermão da montanha e os valores humanos
O sermão da montanha e os valores humanosO sermão da montanha e os valores humanos
O sermão da montanha e os valores humanos
 
Apresentação com estudos sobre a ética do sermão do monte
Apresentação com estudos sobre a ética do sermão do monteApresentação com estudos sobre a ética do sermão do monte
Apresentação com estudos sobre a ética do sermão do monte
 
Apresentação das bem aventuranças
Apresentação das bem aventurançasApresentação das bem aventuranças
Apresentação das bem aventuranças
 
Palestra 27 bem aventurados
Palestra 27 bem aventuradosPalestra 27 bem aventurados
Palestra 27 bem aventurados
 

Semelhante a A autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEM

Estudo do livro Roteiro liçãoo 37
Estudo do livro Roteiro liçãoo 37Estudo do livro Roteiro liçãoo 37
Estudo do livro Roteiro liçãoo 37
Candice Gunther
 
Capitulo VI - Vida espirita
Capitulo VI - Vida espiritaCapitulo VI - Vida espirita
Capitulo VI - Vida espirita
Marta Gomes
 
O que é o espiritismo
O que é o espiritismo O que é o espiritismo
O que é o espiritismo
grupodepaisceb
 
imortalidade da alma.pdf
imortalidade da alma.pdfimortalidade da alma.pdf
imortalidade da alma.pdf
AndrPlez1
 
Apostila curso basico_apometria_atualiza
Apostila curso basico_apometria_atualizaApostila curso basico_apometria_atualiza
Apostila curso basico_apometria_atualiza
Ju Ma
 
Regressão terapêutica espirita
Regressão terapêutica espiritaRegressão terapêutica espirita
Regressão terapêutica espirita
Anselmo Heib
 
Livro dos Espíritos Q456 ESE cap 3 item3
Livro dos Espíritos Q456 ESE cap 3 item3Livro dos Espíritos Q456 ESE cap 3 item3
Livro dos Espíritos Q456 ESE cap 3 item3
Patricia Farias
 
Roteiro 2 provas da rematerialização
Roteiro 2   provas da rematerializaçãoRoteiro 2   provas da rematerialização
Roteiro 2 provas da rematerialização
Bruno Cechinel Filho
 
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindoGenese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Fernando A. O. Pinto
 
Comunicação dos pensamentos 413 a 421
Comunicação dos pensamentos 413 a 421Comunicação dos pensamentos 413 a 421
Comunicação dos pensamentos 413 a 421
Shantappa Jewur
 
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Alessandru2
 
29297663 curso-de-apometria-nucleo-ramatis
29297663 curso-de-apometria-nucleo-ramatis29297663 curso-de-apometria-nucleo-ramatis
29297663 curso-de-apometria-nucleo-ramatis
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
A 5ª Dimensão (by Lupy)
A 5ª Dimensão (by Lupy)A 5ª Dimensão (by Lupy)
A 5ª Dimensão (by Lupy)
Rogério Prevedel
 
Palestra ESE cap17 Sede perfeitos
Palestra ESE cap17 Sede perfeitosPalestra ESE cap17 Sede perfeitos
Palestra ESE cap17 Sede perfeitos
Tiburcio Santos
 
gareth-knight-praticas-e-exercicios-ocultos
 gareth-knight-praticas-e-exercicios-ocultos gareth-knight-praticas-e-exercicios-ocultos
gareth-knight-praticas-e-exercicios-ocultos
Re David
 
A genese revisao capitulos 1 2 3
A genese revisao capitulos 1 2  3A genese revisao capitulos 1 2  3
A genese revisao capitulos 1 2 3
Fernando Pinto
 
Caminhando no universo
Caminhando no universoCaminhando no universo
Caminhando no universo
Alexandre Franco de Faria
 
Visaoespiritasonosonhos
VisaoespiritasonosonhosVisaoespiritasonosonhos
Visaoespiritasonosonhos
Neusa Lustosa
 
Capitulo VIII - Emancipacao da alma
Capitulo VIII - Emancipacao da almaCapitulo VIII - Emancipacao da alma
Capitulo VIII - Emancipacao da alma
Marta Gomes
 
Evangeliza - Sono e Sonhos
Evangeliza - Sono e SonhosEvangeliza - Sono e Sonhos
Evangeliza - Sono e Sonhos
Antonino Silva
 

Semelhante a A autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEM (20)

Estudo do livro Roteiro liçãoo 37
Estudo do livro Roteiro liçãoo 37Estudo do livro Roteiro liçãoo 37
Estudo do livro Roteiro liçãoo 37
 
Capitulo VI - Vida espirita
Capitulo VI - Vida espiritaCapitulo VI - Vida espirita
Capitulo VI - Vida espirita
 
O que é o espiritismo
O que é o espiritismo O que é o espiritismo
O que é o espiritismo
 
imortalidade da alma.pdf
imortalidade da alma.pdfimortalidade da alma.pdf
imortalidade da alma.pdf
 
Apostila curso basico_apometria_atualiza
Apostila curso basico_apometria_atualizaApostila curso basico_apometria_atualiza
Apostila curso basico_apometria_atualiza
 
Regressão terapêutica espirita
Regressão terapêutica espiritaRegressão terapêutica espirita
Regressão terapêutica espirita
 
Livro dos Espíritos Q456 ESE cap 3 item3
Livro dos Espíritos Q456 ESE cap 3 item3Livro dos Espíritos Q456 ESE cap 3 item3
Livro dos Espíritos Q456 ESE cap 3 item3
 
Roteiro 2 provas da rematerialização
Roteiro 2   provas da rematerializaçãoRoteiro 2   provas da rematerialização
Roteiro 2 provas da rematerialização
 
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindoGenese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
Genese cap 01 2e3 revisão a humanidade está evoluindo
 
Comunicação dos pensamentos 413 a 421
Comunicação dos pensamentos 413 a 421Comunicação dos pensamentos 413 a 421
Comunicação dos pensamentos 413 a 421
 
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
 
29297663 curso-de-apometria-nucleo-ramatis
29297663 curso-de-apometria-nucleo-ramatis29297663 curso-de-apometria-nucleo-ramatis
29297663 curso-de-apometria-nucleo-ramatis
 
A 5ª Dimensão (by Lupy)
A 5ª Dimensão (by Lupy)A 5ª Dimensão (by Lupy)
A 5ª Dimensão (by Lupy)
 
Palestra ESE cap17 Sede perfeitos
Palestra ESE cap17 Sede perfeitosPalestra ESE cap17 Sede perfeitos
Palestra ESE cap17 Sede perfeitos
 
gareth-knight-praticas-e-exercicios-ocultos
 gareth-knight-praticas-e-exercicios-ocultos gareth-knight-praticas-e-exercicios-ocultos
gareth-knight-praticas-e-exercicios-ocultos
 
A genese revisao capitulos 1 2 3
A genese revisao capitulos 1 2  3A genese revisao capitulos 1 2  3
A genese revisao capitulos 1 2 3
 
Caminhando no universo
Caminhando no universoCaminhando no universo
Caminhando no universo
 
Visaoespiritasonosonhos
VisaoespiritasonosonhosVisaoespiritasonosonhos
Visaoespiritasonosonhos
 
Capitulo VIII - Emancipacao da alma
Capitulo VIII - Emancipacao da almaCapitulo VIII - Emancipacao da alma
Capitulo VIII - Emancipacao da alma
 
Evangeliza - Sono e Sonhos
Evangeliza - Sono e SonhosEvangeliza - Sono e Sonhos
Evangeliza - Sono e Sonhos
 

Mais de Marcelo do Nascimento Rodrigues

Os apóstolos de jesus
Os apóstolos de jesusOs apóstolos de jesus
Os apóstolos de jesus
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEIJesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cemSeminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEMPedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEMSeminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEMNão vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEMA fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
PROFINET - SIEMENS
PROFINET - SIEMENSPROFINET - SIEMENS

Mais de Marcelo do Nascimento Rodrigues (11)

Os apóstolos de jesus
Os apóstolos de jesusOs apóstolos de jesus
Os apóstolos de jesus
 
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
A Felicidade Na Visão Espírita-Marcelo do N. Rodrigues-Rev0
 
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
Introdução a doutrina espirita-Palestra do Curso Espiritismo E Evangelho-GECM...
 
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEIJesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
Jesus e o Espiritismo-Marcelo do N. Rodrigues- GECMEIMEI
 
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cemSeminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
Seminário-O Atendimento Fraterno Na Casa Espírita-Marcelo do N.Rodrigues-cem
 
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEMPedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
 
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEMSeminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
Seminário-O Passe-Marcelo do N.Rodrigues-CEM
 
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEMNão vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
 
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
O ceu, o inferno, o medo da morte e o desencarne na visão espirita-Marcelo do...
 
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEMA fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
A fé transporta montanhas-marcelo do N. Rodrigues-CEM
 
PROFINET - SIEMENS
PROFINET - SIEMENSPROFINET - SIEMENS
PROFINET - SIEMENS
 

Último

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 

Último (15)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 

A autoanálise na procura das causas das aflições-Marcelo do N. Rodrigues-CEM

  • 1. Centro Espírita MeimeiA Autoanálise na procura das causas das aflições.Evangelho Seg. o Espiritismo Cap. 05 - Bem aventurado os AflitosExpositor: Marcelo Rodrigues.
  • 2. Obras Básicas Espíritas Primeira Parte – Das Causas Primárias;
  • 3. Segunda Parte – Mundo Espírita ou dos Espíritos;
  • 4. Terceira Parte – Leis Morais;
  • 5. Quarta Parte – Esperanças e Consolações.Evangelho Seg. O EspiritismoCap. 05 – Bem-aventurados Os Aflitos1 – Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão fartos. Bem-aventurados os que padecem perseguição por amor da justiça, porque deles é o Reino dos Céus. (Mateus, V: 5, 6 e 10).
  • 6. O Semeador “Por isso lhes falo por parábolas; porque eles, vendo, não vêem; e, ouvindo, não ouvem nem compreendem. E neles se cumpre a profecia de Isaías, que diz: Ouvindo, ouvireis, mas não compreendereis, E, vendo, vereis, mas não percebereis. Porque o coração deste povo está endurecido, E ouviram de mau grado com seus ouvidos, E fecharam seus olhos; Para que não vejam com os olhos, E ouçam com os ouvidos, E compreendam com o coração, E se convertam, E eu os cure. (Mt 13:13-15)
  • 7. O Livro dos EspíritosQ10 - O homem pode compreender a natureza íntima de Deus? – Não, falta-lhe, para isso, um sentido.Q18 - O homem penetrará um dia no mistério das coisas que lhe são ocultas? – O véu se levanta para ele à medida que se depura; mas, para compreender algumas coisas, precisa de faculdades, dons, que ainda não possui.Q22 a - Que definição podeis dar da matéria? – A matéria é o laço que prende o Espírito; é o instrumento de que ele se serve e sobre o qual, ao mesmo tempo, exerce sua ação.☼ De acordo com essa idéia, pode-se dizer que a matéria é o agente, o intermediário, com a ajuda do qual, e sobre o qual, atua o Espírito. Q76 - Que definição se pode dar dos Espíritos?– Pode-se dizer que os Espíritos são os seres inteligentes da Criação. Eles povoam o universo, fora do mundo material.
  • 8. O Ser IntegralEspírito LE,Q88Corpo FísicoCorpo EspiritualPerispíritoLE,Q93
  • 9. Como sentimos o universo ? SabedoriaCogniçãoPercepçãoPlanoFísicoTemos sentidos físicos e espirituais?SentidosPlano Espiritual
  • 11. Os SentidosDo ponto de vista da biologia e ciências cognitivas, os sentidos são os meios através dos quais os seres vivospercebem e reconhecem outros organismos e as características do meio ambiente em que se encontram.O que é a fé?
  • 12. A PercepçãoEm psicologia, neurociência e ciências cognitivas, percepção é a função cerebral que atribui significado a estímulos sensoriais, a partir de histórico de vivências passadas. Através da percepção um indivíduo organiza e interpreta as suas impressões sensoriais para atribuir significado ao seu meio. Consiste na aquisição, interpretação, seleção e organização das informações obtidas pelos sentidos.http://www.youtube.com/watch?v=4VwJW8eslGQ&feature=related
  • 13. A CogniçãoDe uma maneira mais simples, podemos dizer que cognição é a forma como o cérebro percebe, aprende, recorda e pensa sobre toda informação captada através dos cinco sentidos.Ela é um processo pelo qual o ser humano interage com os seus semelhantes e com o meio em que vive, sem perder a sua identidade existencial. É portanto, um processo de conhecimento, que tem como material a informação do meio em que vivemos e o que já está registrado na nossa memória.http://www.youtube.com/watch?v=AXzfjQeEjYg&feature=related
  • 14. A Sabedoria(Maturidade)A Sabedoria seria a capacidade que ajuda o homem a identificar seus erros e os da sociedade e corrigi-los.O que é a fé?
  • 15. O Estágio de cada ser.
  • 16. O Estágio da Sociedade
  • 18. O Livro do EspíritosQ55 -Todos os globos que circulam no espaço são habitados? – Sim, e o homem da Terra está longe de ser, como pensa, o primeiro em inteligência, bondade e perfeição. Q172 -Nossas diferentes existências corporais se passam todas na Terra? – Não, nem todas, mas em diferentes mundos. As que passamos na Terra não são nem as primeiras nem as últimas, embora sejam das mais materiais e mais distantes da perfeição.Q176 - Os Espíritos, após terem encarnado em outros mundos, podem encarnar neste, sem nunca terem passado por aqui? – Sim, como vós em outros mundos. Todos os mundos são solidários:o que não se cumpre em um se cumpre em outro.
  • 19. A linha do tempoLinha do tempoMundos PrimitivosEVSE-CapIIIMundos Provas e ExpiaçõesEVSE-CapIIIMundos RegeneraçãoEVSE-CapIII
  • 20. As Causas das AfliçõesEvolução
  • 21. Processo de DesequilíbrioLimite do livre arbítrioVontade“Libera o fardo”“Causa e efeito”Leis de Deus
  • 22. Instruções do EspíritosINSTRUÇÕES DOS ESPÍRITOS:I – Bem Sofrer E Mal SofrerII – O Mal E O RemédioIII – A Felicidade Não É Deste MundoIV – Perda de Pessoas Amadas e Mortes PrematurasV – Um Homem de Bem Teria MorridoVI – Os Tormentos http://evangelhoespirita.wordpress.com/capitulos-1-a-27/cap-5-bem-aventurados-os-aflitos/instrucoes-dos-espiritos/
  • 23. Processo de equilíbrio: AutoconhecimentoQ919 - Qual o meio prático mais eficaz para se melhorar nesta vida e resistir aos arrastamentos do mal?– Um sábio da Antiguidade vos disse: “Conhece-te a ti mesmo”.Q918 - Por que sinais pode-se reconhecer num homem o progresso real que deve elevar seu Espírito na hierarquia espírita?– O Espírito prova sua elevação quando todos os atos de sua vida são a prática da lei de Deus e quando compreende por antecipação a vida espiritual.http://www.youtube.com/watch?v=hwHUfe8gbBA