SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
OO SSeerrmmããoo ddaa MMoonnttaannhhaa 
LLeeoonnaarrddoo PPeerreeiirraa
• OO SSeerrmmããoo ddaa 
MMoonnttaannhhaa ddoo 
EEvvaannggeellhhoo ddee MMaatteeuuss éé 
oo tteexxttoo mmaaiiss 
iimmppoorrttaannttee ddoo NNoovvoo 
TTeessttaammeennttoo.. 
• AAqquuii eessttããoo eexxpprreessssooss 
ooss pprriinncciippaaiiss ccoonncceeiittooss 
ddoo ccrriissttiiaanniissmmoo ee 
ccoonnttéémm,, sseemm ddúúvviiddaa,, aa 
ssíínntteessee ddaa mmeennssaaggeemm 
ddee JJeessuuss..
O Sermão da Montanha 
• O Sermão começa com as Bem-aventuranças, 
que são a síntese dos 
passos da iniciação cristã, que é o 
processo de evolução do espírito em sua 
jornada terrena. Aqui estão descritos, de 
um modo impressionante e com uma 
clareza cristalina, os passos que o 
homem deve seguir para chegar a 
condição de espírito puro.
O SERMÃO DA MONTANHA 
"E Jesus vendo a 
multidão subiu num 
monte, e sentando-se, 
aproximaram-se dele os 
discípulos. 
E abrindo a sua boca, os 
ensinava, dizendo:
• Bem-aventurados os pobres de espírito, porque 
deles é o Reino dos Céus. 
• Bem-aventurados os que choram, porque serão 
consolados. 
• Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a 
terra. 
• Bem-aventurados os que tem fome e sede de 
Justiça, porque serão fartos. 
• Bem-aventurados os misericordiosos, porque 
encontrarão a Misericórdia.
• Bem-aventurados os puros de coração, 
porque verão a face e Deus. 
• Bem-aventurados os pacificadores, 
porque serão chamados filhos de Deus. 
• Bem-aventurados os que sofrem 
perseguição por causa da Justiça, 
porque deles é o Reino dos Céus. 
• Bem-aventurados sois vós, quando vos 
injuriarem, perseguirem e mentirem, 
dizendo todo mal contra vós por minha 
causa.
Pontos a 
considerar... 
•Mestre = 
• Discípulos = 
•Montanha = 
• Falar =
• Em 28 parágrafos, distribuídos em 
5 blocos, Jesus ensina aos seus 
discípulos tudo o que necessitamos 
saber para evoluir.
• No primeiro momento evolutivo, 
do homem material, é preciso 
perceber que existe nele algo mais 
do que a matéria que conhece. 
Que existe nele um espírito. Que 
existe um mundo que não é 
matéria, que é algo que não 
conhece. Neste instante inicia-se 
sua evolução espiritual.
• Bem-aventurados os pobres de espírito, 
porque deles é o Reino dos Céus.
• Passa a buscar as coisas espirituais! 
Torna-se um mendigo do espírito 
(uma das traduções usadas para a 
frase).Como não conhece nada deste 
mundo novo ou do seu espírito, 
apercebe-se neste instante que é um 
pobre de espírito. Põe o pé na Seara 
Evolutiva que vai trilhar neste seu 
período evolutivo terreno.
• Bem-aventurados os que 
choram, porque serão 
consolados.
• Tendo colocado o pé no caminho, o 
homem inicia sua espiritualização. 
• Passa a sentir-se como um estranho no 
mundo material. 
• As coisas do mundo não lhe dão mais a 
mesma satisfação e, não tendo ainda a 
consolação das coisas do espírito, chora 
e sofre!
• Permanecemos presos ao mundo em 
que vivemos, aos seus valores. Por 
isto sofremos. 
• Mas, exatamente devido a este 
sofrimento, somos impelidos a 
buscar o entendimento e a 
consolação. Buscando, certamente 
encontraremos — "Busca e acharás"
Bem-aventurados os mansos, porque 
herdarão a terra.
• "Se aceitares as coisas da igreja, neste 
mundo mesmo receberás a 
recompensa" – isto foi muito usado para 
beneficiar aquele que "colaboravam". 
• Vamos à interpretação iniciática cristã. 
• O homem que pôs o pé no caminho, 
sentiu-se sozinho e buscou a consolação.
• Coloca-se no "caminho perfeito". 
• Nesta situação, as coisas terrenas passam a 
acontecer de modo a beneficiá-lo. 
• A natureza passa a trabalhar para este 
homem manso. Ele usa suas forças para 
colocar-se na direção de receber o que deseja, 
porque entende como a Lei se cumpre. 
• Este homem é manso, mas não covarde; é um 
grande lutador, que luta com sabedoria.
• A consequências de ser assim manso é 
herdar a terra. Os bens materiais lhe são 
dados em acréscimo. 
• É impressionante a sequência do passo 
com a consequência dele. 
• Neste estágio encontram-se os homens 
que sabem viver com o que possuem — 
podem ser ricos que usam bem sua 
riqueza, e podem ser pobres que estão 
em harmonia com o que têm.
• Bem-aventurados os que tem fome e 
sede de Justiça, porque serão fartos.
• O homem que herdou a terra, que 
vive em paz com as coisas materiais, 
passa a ter uma aspiração ética mais 
ampla. Já entendeu a Justiça do 
mundo. 
• Procura encontrar no mundo a 
presença de Deus. 
• Busca encontra a Justiça em tudo o 
que vê: tem fome de Justiça!
• Bem-aventurados 
os 
misericordiosos 
, porque 
encontrarão a 
Misericórdia.
• Neste quinto passo iniciático, o homem 
inicia-se no espírito de Deus. 
• Passa a ter a compreensão de que existe algo 
além da Justiça. 
• Que há uma força maior do que a Lei. Que há 
alguma coisa que o une aos outros homens. 
Este algo mais além da Justiça é a 
Misericórdia! 
• A semente dessa Misericórdia existia em seu 
coração desde o início, mas o homem só tem 
condição de perceber a Misericórdia depois 
de conhecer a Justiça.
• Bem-aventurados os puros de coração, 
porque verão a face e Deus.
• Neste sexto passo o homem se identifica com 
Deus! 
• Já no passo anterior o homem transcendeu ao 
mundo, já se encontra caminhando em 
terrenos do coração, onde a lógica e o 
raciocínio humanos não alcançam. 
• Aqui o homem saiu de si, já não é mais 
sozinho, encontrou Misericórdia por tudo e 
por todos. Este tudo e estes todos fazem 
parte dele neste momento evolutivo.
• Todo o egoísmo saiu do seu coração, e o 
homem torna-se um "puro de coração"! 
Este é o momento evolutivo em que o 
peregrino pode dizer "Eu e o Pai somos 
um"! 
• Neste momento a vontade do Homem é 
a vontade de Deus!
Bem-aventurados 
os 
pacificadores, 
porque serão 
chamados 
filhos de Deus.
• "Bem-aventurados os pacificadores". 
Este é o sétimo passo iniciático, que é 
representado pela necessidade do 
homem de ser melhor, de ser o exemplo 
do bem, por já ter se pacificado 
intimamente é preciso agora trabalhar a 
paz em sua volta, vivenciando a paz em 
todos os momentos de sua vida .
• Bem-aventurados 
os 
que sofrem 
perseguição 
por causa da 
Justiça, porque 
deles é o Reino 
dos Céus.
• Este é o passo do sofrimento de Jesus na cruz. Ali 
estava o filho de Deus perseguido por causa da 
Justiça, sendo crucificado. É necessário que se seja 
crucificado por causa desta Justiça e que nesta 
crucificação o iniciado seja capaz de perdoar: "Pai 
perdoai os porque não sabem o que fazem". Para 
ser filho de Deus é necessário ser pacificador, mas 
para entrar no Reino é necessário este oitavo 
passo, que decorre naturalmente de ser 
pacificador.
• O pacificador é perseguido por causa da 
Justiça, e é crucificado porque não é mais 
deste reino terreno. 
• É do Reino dos Céus! É bem-aventurado o que 
sofre esta perseguição. Esta perseguição 
ocorre exatamente do atraso evolutivo dos 
amados que ficaram. 
• A grandeza do ato do iniciado fica expressa 
nesta perseguição, tanto maior quanto maior 
for o desnível evolutivo entre este Homem e 
seus amados.
• . Habita em cada um de nós o Deus vivo 
e, mesmo que não tenhamos qualquer 
consciência disso, far-se-á a Justiça. É 
justo que todos sejamos libertos! 
• Pela dor ou pelo amor trilharemos cada 
um de nós esses passos evolutivos até 
que o Cristo se manifeste em nós.
Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem, 
perseguirem e mentirem, dizendo todo mal contra 
vós por minha causa.
• A afirmativa é diferente: "Bem-aventurado 
sois vós". Isto mostra 
que não se trata de um novo passo. 
Aqui está uma benção dirigida 
àqueles que, entendendo a 
mensagem de Jesus, 
compreenderam que o Cristo está 
dentro deles, e por isso, nunca estão 
sozinhos.
Bons estudos ee iilluummiinnaaddaass 
rreefflleexxõõeess!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Jesus Palestra
Jesus   PalestraJesus   Palestra
Jesus Palestra
 
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
 
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvaçãoCap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
 
As bem aventuranças
As bem aventuranças As bem aventuranças
As bem aventuranças
 
Palestra Allan Kardec
Palestra Allan KardecPalestra Allan Kardec
Palestra Allan Kardec
 
A Porta Estreita (Palestra Espírita)
A Porta Estreita (Palestra Espírita)A Porta Estreita (Palestra Espírita)
A Porta Estreita (Palestra Espírita)
 
Esperança (Palestra Espirita)
Esperança (Palestra Espirita)Esperança (Palestra Espirita)
Esperança (Palestra Espirita)
 
AS BEM AVENTURANÇAS - Visão Espírita
AS BEM AVENTURANÇAS - Visão EspíritaAS BEM AVENTURANÇAS - Visão Espírita
AS BEM AVENTURANÇAS - Visão Espírita
 
Fé e crise
Fé e criseFé e crise
Fé e crise
 
Fora da caridade nao ha salvacao
Fora da caridade nao ha salvacaoFora da caridade nao ha salvacao
Fora da caridade nao ha salvacao
 
João batista 1
João batista 1João batista 1
João batista 1
 
Dai a Cezar o que é de Cezar ( Leonardo Pereira).
Dai a Cezar o que é de Cezar ( Leonardo Pereira). Dai a Cezar o que é de Cezar ( Leonardo Pereira).
Dai a Cezar o que é de Cezar ( Leonardo Pereira).
 
Três campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritualTrês campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritual
 
Jugo leve
Jugo leveJugo leve
Jugo leve
 
Sermão do Monte
Sermão do Monte Sermão do Monte
Sermão do Monte
 
Parábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - PropósitoParábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - Propósito
 
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direitaQue sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
 
Evangeliza - Não coloqueis a candeia debaixo do alqueire
Evangeliza - Não coloqueis a candeia debaixo do alqueireEvangeliza - Não coloqueis a candeia debaixo do alqueire
Evangeliza - Não coloqueis a candeia debaixo do alqueire
 
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficosBem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficos
 
O Livro dos Espíritos
O Livro dos EspíritosO Livro dos Espíritos
O Livro dos Espíritos
 

Semelhante a O sermão da montanha ( Leonardo Pereira

A verdade e a felicidade residem em deus
A verdade e a felicidade residem em deusA verdade e a felicidade residem em deus
A verdade e a felicidade residem em deus
Dalila Melo
 
Educação espírita para adultos
Educação espírita para adultosEducação espírita para adultos
Educação espírita para adultos
Dalila Melo
 
Capítulo VIII - Lei do Progresso.docx
Capítulo VIII - Lei do Progresso.docxCapítulo VIII - Lei do Progresso.docx
Capítulo VIII - Lei do Progresso.docx
Marta Gomes
 
A. w. tozer como experimentar um avivamento pessoal
A. w. tozer   como experimentar um avivamento pessoalA. w. tozer   como experimentar um avivamento pessoal
A. w. tozer como experimentar um avivamento pessoal
Teologia Qualidade
 
A lei de deus revisitando pietro ubaldi 1
A lei de deus revisitando pietro ubaldi 1A lei de deus revisitando pietro ubaldi 1
A lei de deus revisitando pietro ubaldi 1
Silvânio Barcelos
 
Estratégias de evangelização dos pequeninos profª cristiane pessanha
Estratégias de evangelização dos pequeninos   profª cristiane pessanhaEstratégias de evangelização dos pequeninos   profª cristiane pessanha
Estratégias de evangelização dos pequeninos profª cristiane pessanha
prvladimir
 

Semelhante a O sermão da montanha ( Leonardo Pereira (20)

Aula bem aventurados os pobres de espirito
Aula   bem aventurados os pobres de espiritoAula   bem aventurados os pobres de espirito
Aula bem aventurados os pobres de espirito
 
A verdade e a felicidade residem em deus
A verdade e a felicidade residem em deusA verdade e a felicidade residem em deus
A verdade e a felicidade residem em deus
 
Curso básico de Doutrina Espírita para desencarnados
Curso básico de Doutrina Espírita para desencarnadosCurso básico de Doutrina Espírita para desencarnados
Curso básico de Doutrina Espírita para desencarnados
 
029c - O homem na frente das virtudes e, particularmente
029c - O homem na frente das virtudes e, particularmente029c - O homem na frente das virtudes e, particularmente
029c - O homem na frente das virtudes e, particularmente
 
Deserto parte 5
Deserto parte 5Deserto parte 5
Deserto parte 5
 
023c - A reencarnação é parte da Lei da Evolução
023c - A reencarnação é parte da Lei da Evolução023c - A reencarnação é parte da Lei da Evolução
023c - A reencarnação é parte da Lei da Evolução
 
O Sermão do Monte
O Sermão do MonteO Sermão do Monte
O Sermão do Monte
 
As bem aventurancas.doc
As bem aventurancas.docAs bem aventurancas.doc
As bem aventurancas.doc
 
005c - O Ordine Gesu Redentore RESPOSTAS RA AS PERGUNTAS EXISTENCIAIS SEGUIN...
005c - O Ordine Gesu Redentore  RESPOSTAS RA AS PERGUNTAS EXISTENCIAIS SEGUIN...005c - O Ordine Gesu Redentore  RESPOSTAS RA AS PERGUNTAS EXISTENCIAIS SEGUIN...
005c - O Ordine Gesu Redentore RESPOSTAS RA AS PERGUNTAS EXISTENCIAIS SEGUIN...
 
Educação espírita para adultos
Educação espírita para adultosEducação espírita para adultos
Educação espírita para adultos
 
Lição 04
Lição 04Lição 04
Lição 04
 
Capítulo VIII - Lei do Progresso.docx
Capítulo VIII - Lei do Progresso.docxCapítulo VIII - Lei do Progresso.docx
Capítulo VIII - Lei do Progresso.docx
 
A. w. tozer como experimentar um avivamento pessoal
A. w. tozer   como experimentar um avivamento pessoalA. w. tozer   como experimentar um avivamento pessoal
A. w. tozer como experimentar um avivamento pessoal
 
Em busca da felicidade ( Leonardo Pereira).
Em busca da felicidade ( Leonardo Pereira). Em busca da felicidade ( Leonardo Pereira).
Em busca da felicidade ( Leonardo Pereira).
 
Palestra ESE cap 7 pobres espirito
Palestra ESE cap 7 pobres espiritoPalestra ESE cap 7 pobres espirito
Palestra ESE cap 7 pobres espirito
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 44 - Negócios Humanos
Série Evangelho no Lar - Cap. 44 - Negócios HumanosSérie Evangelho no Lar - Cap. 44 - Negócios Humanos
Série Evangelho no Lar - Cap. 44 - Negócios Humanos
 
Liberte se da ansiedade.
Liberte se da ansiedade.Liberte se da ansiedade.
Liberte se da ansiedade.
 
A lei de deus revisitando pietro ubaldi 1
A lei de deus revisitando pietro ubaldi 1A lei de deus revisitando pietro ubaldi 1
A lei de deus revisitando pietro ubaldi 1
 
Aprendizes 1 ano aula 9 Parte B – o Sermão do Monte
Aprendizes 1 ano aula 9   Parte B – o Sermão do MonteAprendizes 1 ano aula 9   Parte B – o Sermão do Monte
Aprendizes 1 ano aula 9 Parte B – o Sermão do Monte
 
Estratégias de evangelização dos pequeninos profª cristiane pessanha
Estratégias de evangelização dos pequeninos   profª cristiane pessanhaEstratégias de evangelização dos pequeninos   profª cristiane pessanha
Estratégias de evangelização dos pequeninos profª cristiane pessanha
 

Mais de Leonardo Pereira

Mais de Leonardo Pereira (20)

Jesus " psicólogo por excelência"
Jesus " psicólogo por excelência" Jesus " psicólogo por excelência"
Jesus " psicólogo por excelência"
 
Jesus "o Cristo de nossos dias"
Jesus "o Cristo de nossos dias"Jesus "o Cristo de nossos dias"
Jesus "o Cristo de nossos dias"
 
E a morte o fim da vida
E a morte o fim da vidaE a morte o fim da vida
E a morte o fim da vida
 
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
 
Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12
 
Escutando sentimentos cap 09e 10
Escutando sentimentos cap 09e 10Escutando sentimentos cap 09e 10
Escutando sentimentos cap 09e 10
 
Escutando sentimentos cap 07e 08
Escutando sentimentos cap 07e 08Escutando sentimentos cap 07e 08
Escutando sentimentos cap 07e 08
 
Escutando sentimentos cap 06
Escutando sentimentos cap 06Escutando sentimentos cap 06
Escutando sentimentos cap 06
 
Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04
 
Escutando sentimentos cap 03
Escutando sentimentos cap 03Escutando sentimentos cap 03
Escutando sentimentos cap 03
 
Escutando sentimentos cap 02
Escutando sentimentos cap 02Escutando sentimentos cap 02
Escutando sentimentos cap 02
 
Escutando sentimentos cap 1
Escutando sentimentos  cap 1Escutando sentimentos  cap 1
Escutando sentimentos cap 1
 
O apego e suas consequencias para o espirito imortal
O apego e suas consequencias para o espirito imortalO apego e suas consequencias para o espirito imortal
O apego e suas consequencias para o espirito imortal
 
Consciência e evolução
Consciência e evolução Consciência e evolução
Consciência e evolução
 
Prisões mentais
Prisões mentaisPrisões mentais
Prisões mentais
 
Seminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediadosSeminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediados
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 

Último

Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
StelaWilbert
 

Último (10)

Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 

O sermão da montanha ( Leonardo Pereira

  • 1. OO SSeerrmmããoo ddaa MMoonnttaannhhaa LLeeoonnaarrddoo PPeerreeiirraa
  • 2. • OO SSeerrmmããoo ddaa MMoonnttaannhhaa ddoo EEvvaannggeellhhoo ddee MMaatteeuuss éé oo tteexxttoo mmaaiiss iimmppoorrttaannttee ddoo NNoovvoo TTeessttaammeennttoo.. • AAqquuii eessttããoo eexxpprreessssooss ooss pprriinncciippaaiiss ccoonncceeiittooss ddoo ccrriissttiiaanniissmmoo ee ccoonnttéémm,, sseemm ddúúvviiddaa,, aa ssíínntteessee ddaa mmeennssaaggeemm ddee JJeessuuss..
  • 3. O Sermão da Montanha • O Sermão começa com as Bem-aventuranças, que são a síntese dos passos da iniciação cristã, que é o processo de evolução do espírito em sua jornada terrena. Aqui estão descritos, de um modo impressionante e com uma clareza cristalina, os passos que o homem deve seguir para chegar a condição de espírito puro.
  • 4. O SERMÃO DA MONTANHA "E Jesus vendo a multidão subiu num monte, e sentando-se, aproximaram-se dele os discípulos. E abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo:
  • 5. • Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o Reino dos Céus. • Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados. • Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra. • Bem-aventurados os que tem fome e sede de Justiça, porque serão fartos. • Bem-aventurados os misericordiosos, porque encontrarão a Misericórdia.
  • 6. • Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a face e Deus. • Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus. • Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da Justiça, porque deles é o Reino dos Céus. • Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem, perseguirem e mentirem, dizendo todo mal contra vós por minha causa.
  • 7. Pontos a considerar... •Mestre = • Discípulos = •Montanha = • Falar =
  • 8. • Em 28 parágrafos, distribuídos em 5 blocos, Jesus ensina aos seus discípulos tudo o que necessitamos saber para evoluir.
  • 9. • No primeiro momento evolutivo, do homem material, é preciso perceber que existe nele algo mais do que a matéria que conhece. Que existe nele um espírito. Que existe um mundo que não é matéria, que é algo que não conhece. Neste instante inicia-se sua evolução espiritual.
  • 10. • Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o Reino dos Céus.
  • 11. • Passa a buscar as coisas espirituais! Torna-se um mendigo do espírito (uma das traduções usadas para a frase).Como não conhece nada deste mundo novo ou do seu espírito, apercebe-se neste instante que é um pobre de espírito. Põe o pé na Seara Evolutiva que vai trilhar neste seu período evolutivo terreno.
  • 12. • Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados.
  • 13. • Tendo colocado o pé no caminho, o homem inicia sua espiritualização. • Passa a sentir-se como um estranho no mundo material. • As coisas do mundo não lhe dão mais a mesma satisfação e, não tendo ainda a consolação das coisas do espírito, chora e sofre!
  • 14. • Permanecemos presos ao mundo em que vivemos, aos seus valores. Por isto sofremos. • Mas, exatamente devido a este sofrimento, somos impelidos a buscar o entendimento e a consolação. Buscando, certamente encontraremos — "Busca e acharás"
  • 15. Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra.
  • 16. • "Se aceitares as coisas da igreja, neste mundo mesmo receberás a recompensa" – isto foi muito usado para beneficiar aquele que "colaboravam". • Vamos à interpretação iniciática cristã. • O homem que pôs o pé no caminho, sentiu-se sozinho e buscou a consolação.
  • 17. • Coloca-se no "caminho perfeito". • Nesta situação, as coisas terrenas passam a acontecer de modo a beneficiá-lo. • A natureza passa a trabalhar para este homem manso. Ele usa suas forças para colocar-se na direção de receber o que deseja, porque entende como a Lei se cumpre. • Este homem é manso, mas não covarde; é um grande lutador, que luta com sabedoria.
  • 18. • A consequências de ser assim manso é herdar a terra. Os bens materiais lhe são dados em acréscimo. • É impressionante a sequência do passo com a consequência dele. • Neste estágio encontram-se os homens que sabem viver com o que possuem — podem ser ricos que usam bem sua riqueza, e podem ser pobres que estão em harmonia com o que têm.
  • 19. • Bem-aventurados os que tem fome e sede de Justiça, porque serão fartos.
  • 20. • O homem que herdou a terra, que vive em paz com as coisas materiais, passa a ter uma aspiração ética mais ampla. Já entendeu a Justiça do mundo. • Procura encontrar no mundo a presença de Deus. • Busca encontra a Justiça em tudo o que vê: tem fome de Justiça!
  • 21. • Bem-aventurados os misericordiosos , porque encontrarão a Misericórdia.
  • 22. • Neste quinto passo iniciático, o homem inicia-se no espírito de Deus. • Passa a ter a compreensão de que existe algo além da Justiça. • Que há uma força maior do que a Lei. Que há alguma coisa que o une aos outros homens. Este algo mais além da Justiça é a Misericórdia! • A semente dessa Misericórdia existia em seu coração desde o início, mas o homem só tem condição de perceber a Misericórdia depois de conhecer a Justiça.
  • 23. • Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a face e Deus.
  • 24. • Neste sexto passo o homem se identifica com Deus! • Já no passo anterior o homem transcendeu ao mundo, já se encontra caminhando em terrenos do coração, onde a lógica e o raciocínio humanos não alcançam. • Aqui o homem saiu de si, já não é mais sozinho, encontrou Misericórdia por tudo e por todos. Este tudo e estes todos fazem parte dele neste momento evolutivo.
  • 25. • Todo o egoísmo saiu do seu coração, e o homem torna-se um "puro de coração"! Este é o momento evolutivo em que o peregrino pode dizer "Eu e o Pai somos um"! • Neste momento a vontade do Homem é a vontade de Deus!
  • 26. Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus.
  • 27. • "Bem-aventurados os pacificadores". Este é o sétimo passo iniciático, que é representado pela necessidade do homem de ser melhor, de ser o exemplo do bem, por já ter se pacificado intimamente é preciso agora trabalhar a paz em sua volta, vivenciando a paz em todos os momentos de sua vida .
  • 28. • Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da Justiça, porque deles é o Reino dos Céus.
  • 29. • Este é o passo do sofrimento de Jesus na cruz. Ali estava o filho de Deus perseguido por causa da Justiça, sendo crucificado. É necessário que se seja crucificado por causa desta Justiça e que nesta crucificação o iniciado seja capaz de perdoar: "Pai perdoai os porque não sabem o que fazem". Para ser filho de Deus é necessário ser pacificador, mas para entrar no Reino é necessário este oitavo passo, que decorre naturalmente de ser pacificador.
  • 30. • O pacificador é perseguido por causa da Justiça, e é crucificado porque não é mais deste reino terreno. • É do Reino dos Céus! É bem-aventurado o que sofre esta perseguição. Esta perseguição ocorre exatamente do atraso evolutivo dos amados que ficaram. • A grandeza do ato do iniciado fica expressa nesta perseguição, tanto maior quanto maior for o desnível evolutivo entre este Homem e seus amados.
  • 31. • . Habita em cada um de nós o Deus vivo e, mesmo que não tenhamos qualquer consciência disso, far-se-á a Justiça. É justo que todos sejamos libertos! • Pela dor ou pelo amor trilharemos cada um de nós esses passos evolutivos até que o Cristo se manifeste em nós.
  • 32. Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem, perseguirem e mentirem, dizendo todo mal contra vós por minha causa.
  • 33. • A afirmativa é diferente: "Bem-aventurado sois vós". Isto mostra que não se trata de um novo passo. Aqui está uma benção dirigida àqueles que, entendendo a mensagem de Jesus, compreenderam que o Cristo está dentro deles, e por isso, nunca estão sozinhos.
  • 34. Bons estudos ee iilluummiinnaaddaass rreefflleexxõõeess!!