SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 32
A EUROPA E O MUNDO
NO LIMIAR DO SÉC. XX
1. HEGEMONIA E DECLÍNIO DA
INFLUÊNCIA EUROPEIA
Níveis de Desempenho
•

Explicar o novo surto de colonialismo nos finais do séc. XIX.

•

Justificar a hegemonia da Europa no início do séc. XX.

•

Relacionar a conferência de Berlim com o neocolonialismo.

•

Referir em que consistiu o problema do “ Mapa Cor de Rosa”.

•

Referir os principais focos de tensão internacional nas vésperas da I guerra

mundial.
•

Identificar o sistema de alianças (e respetivos países) que se fizeram antes
da guerra.

•

Identificar o acontecimento (causa próxima) que fez eclodir a Iª guerra.

•

Localizar geograficamente as 3 frentes de guerra.
Níveis de Desempenho
•

Relacionar o sistema de alianças com a rápida mundialização da guerra.

•

Distinguir guerra de trincheiras de guerra de movimentos.

•

Justificar a entrada dos EUA na guerra.

•

Justificar a retirada da Rússia em 1917.

•

Referir algumas das principais decisões contidas no tratado de Versalhes.

•

Localizar num mapa as modificações do mapa político da Europa, impostas
pelo Tratado de Versalhes.

•

Justificar a frase “A paz era frágil e imperfeita.”

•

Explicar a criação da SDN e referir os seus principais objetivos.

•

Justificar o fracasso da SDN

•

Descrever algumas das principais consequências da I guerra mundial.
Conceitos
•

Colonialismo

•

Colónia

•

Imperialismo

•

Império

•

Nacionalismo

•

Guerra Mundial

•

Aliança Militar

•

Racismo

•

Democracia parlamentar
Imperialismo e colonialismo
O domínio da Europa sobre o mundo
Até ao início do séc. XX, a Europa detinha a hegemonia sobre o resto do

mundo. Este domínio foi resultado de um conjunto variado de fatores:
•

um acentuado crescimento demográfico;

•

a existência de uma mão-de-obra abundante e barata;

•

a abundância de matérias-primas provenientes das colónias;

•

o aumento dos fluxos financeiros internacionais;

•

o desenvolvimento tecnológico, que trouxe consigo elevados níveis de
produção e qualidade;

•

a concentração industrial (formaram-se consórcios, monopólios e

sociedades de capitais industriais, como as químicas, do aço, do ferro…).
A Europa era o centro do mundo, de onde irradiava o melhor para o resto
dos continentes. As suas formas de presença no mundo eram também variadas:
• Forte movimento migratório,

• Desenvolvimento industrial de outros locais,
• Organização comercial à escala mundial,
• Incremento das comunicações mundiais,
• Expansão tecnológica…

Todavia, a partir de finais do séc. XIX, inícios do séc. XX, países como os
EUA e o Japão iniciaram o seu processo de desenvolvimento e industrialização,
colocando em risco a hegemonia europeia.
Dependência das regiões subdesenvolvidas
• Desde o séc. XV que se formaram

grandes Impérios Coloniais, como, por
exemplo, o Português.
•O

desenvolvimento

industrial,

tornou

do

necessário

processo
encontrar

colónias.
• Surge uma nova vaga imperialista, que
conduz a um período de Colonialismo
(forma de domínio exercido pela metrópole
sobre

a

(designação

colónia)
que

e
se

Imperialismo
atribui

a

um

determinado estado que exerce domínio
sobre um estado que não lhe pertence).
O domínio é realizado em três “frentes”:
•

económico: controle do mercado, matéria-prima e do
comércio.

•

Político: imposição de um governo de confiança da
metrópole.

•

Cultural: imposição da língua, costumes, religião…

Razões das rivalidades pela posse das colónias:
•

Necessidade de matérias-primas;

•

Necessidade de mercados de escoamento para os produtos;

•

Destino para a emigração crescente.
PRINCIPAIS IMPÉRIOS COLONIAIS
(FINAIS DO SÉC. XIX / INÍCIOS DO SÉC. XX)

ÁREAS DE INFLUÊNCIA

• Colónias de população branca (implantação
realizada segundo os moldes da metrópole:
GRÃ-BRETANHA

Canadá, Austrália).
• Colónias de exploração económica (abastecem
a metrópole de matéria-prima e fornecem
mercado de escoamento: Índia, África…)
• Protetorados (ex. Egipto).

FRANÇA

Colónias no Norte de África, a partir de 1871
(cujas fronteiras colidiam com as da Inglaterra).

ALEMANHA

A partir do momento em que entra na corrida,
lança-se sobre o continente que ainda restava: a
África (Sudoeste e zona Oriental).
•

A corrida à África leva à convocação da Conferência de Berlim (1884/5),
onde se estabelece :
• o direito da ocupação efectiva: os territórios pertencem a quem os
ocupar;

• a navegação no rio Níger.
•

Aumentam as tensões internacionais.
O Continente Europeu em 1914
Regimes Políticos
Democracias
•
•
•
•
•
•
•
•

Inglaterra;
França;
Suíça;
Portugal;
Suécia;
Dinamarca;
Holanda;
Bélgica.

Regimes Autoritários
•
•
•
•
•
•
•

Império Alemão;
Império Austro-Hungaro;
Império Russo;
Império Otomano;
Itália;
Bulgária;
Roménia.
A ameaça da paz
•

Choque de interesses e rivalidades;

•

Desenvolvimento do Nacionalismo:
• Pangermanismo - supremacia da
raça germânica e expansão para

novos território;
• Pan-eslavismo - necessidade de
se tornarem independentes dos
seus opressores (nomeadamente

nos Balcãs);
• Revanchismo francês - A França
queria a recuperação da AlsáciaLorena.
Rompimento do Equilíbrio internacional
- Reforço do Colonialismo e do Imperialismo;
-Política de alianças (tríplice entente e tríplice aliança):
Tríplice Aliança (1882)

Império Alemão;
Império Austro-húngaro;
Itália.
Tríplice Entente (1904)

Inglaterra;
França;
Império Russo.
- Clima de paz armada;
- Eclodir da primeira guerra mundial.
Focos de instabilidade na Europa

1 – Alsácia Lorena
2 – Trieste
3 – Balcãs
4 - Polónia

4
1
2
3

18
O Início do Conflito
28 de Junho de 1914

• Gravilo Princip, nacionalista
Sérvio, assassina o Arquiduque
Francisco Fernando, herdeiro
do trono Austro-húngaro em

Sarajevo.
•A

Áustria-Hungria

faz

um

ultimato à Sérvia e acaba por
invadir este território
• Começa a Guerra.

19
I Fase: Movimentos

 Plano Schlieffen: os alemães ocupam quase toda a Bélgica e também o norte da

França.
 São parados na Batalha de Marne
II Fase: Trincheiras
– As linhas de combate estabilizam-se e ambos os exércitos procuraram
proteção num complexo sistema de trincheiras;
– Protegidas por intrincadas redes de arame farpado e por ninhos de
metralhadora, eram posições muito difíceis de conquistar;
– As condições de vida são más:
• ratos, parasitas, lama, pó, frio, calor, doenças
– Neste período deram-se grandes batalhas:
• Batalha de Verdun (1916)
• Batalha do Somme (1916)
Soldados alemães
Trincheira inglesa
/

Uma noite de caçada
Frentes da Guerra
1 – Frente Ocidental:
Do mar do Norte à Suíça;
Da Suíça ao mar Adriático.
2 – Frente Oriental:
Do mar Báltico ao mar negro .
3 - Frente Balcânica:
Do norte da Grécia à Turquia;

2
1
3
III: Fase de Movimentos 1918
– Em 1917, a Rússia da sai da Guerra e assina com o Império Alemão o tratado

de Brest-Litovsk onde reconhece a derrota,
– Em 1917, os EUA entram na Guerra e no ano seguinte tudo se modifica.

Mais homens
Mais armamento
Mais capacidade industrial
Mais capacidade económica
– Os alemães perante o reforço das posições aliadas são obrigados a retirar-se.
Acabam por pedir a rendição e assinar o Armistício

.
I Guerra Mundial
•

Introdução de novas armas
– Avião
– Tanque
– Submarino
– Granadas de mão
– Gás tóxico
– Artilharia Pesada
– Lança-Chamas
I Guerra Mundial
•

Tratado de Versalhes – 1919 - Para a Alemanha:
– Reconhecia ter sido a principal responsável pela guerra;
– Perdia territórios na Europa:
• Alsácia/Lorena para os franceses;

• Corredor de Danzig para a Polónia;
– Abandonava as suas colónias em favor dos aliados.
– Comprometia-se a pagar elevadas indemnizações;
– A zona do Reno era ocupada pelos franceses;
– Só podia possuir um pequeno exército;
– A sua marinha ficava limitada, e não podia possuir submarinos;
– Não podia ter aviação militar.
I Guerra Mundial
•

Tratado de St. Germain – 1919

– Para a Áustria-Hungria:
• Deixava de existir como Império e passavam a existir dois territórios
independentes:
– A Áustria;

– A Hungria.
• Deixavam de ter acesso direto ao mar.
• Perdiam territórios para os novos estados europeus.
Novo mapa político
Consequências
•

O declínio da Europa

– Aspeto demográfico:
• 8 milhões de mortos;
• 6 milhões de inválidos
• Perda de cerca de um décimo da população ativa.

– Aspeto económico-financeiro:
• Decréscimo da produção industrial, em cerca de 40%;
• Decréscimo da produção agrícola, em cerca de 30%;
• Perda de mercados para os EUA e Japão;
• Balança de pagamentos negativa.
• Desvalorização das moedas europeias em relação ao dólar.
– Aspeto social:

• Empobrecimento das classes médias;
• Surgimento de uma nova classe social: o proletariado;
• Enriquecimento de industriais;
• O novo papel da mulher na sociedade;

• Existência de grande número de inválidos.
Sociedade das Nações
– Constituída:
• 32 países vencedores;
• 13 países neutrais.
• A Alemanha, a Turquia e a Rússia não
faziam parte da SDN

– Objetivos:
• Preservar a paz e a independência dos estados membros;

• Proteger as minorias nacionais;
• Organizar o desarmamento geral, em especial da Alemanha;
• Promover a cooperação económica, financeira, social e cultural.
Inspirado na apresentação da autoria de Carlos Jorge Canto Vieira

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Resumos de História 12ºano - Preparação para exame
Resumos de História 12ºano - Preparação para exameResumos de História 12ºano - Preparação para exame
Resumos de História 12ºano - Preparação para exame
Maria Rebelo
 
As transformações provocadas pela I Guerra Mundial
As transformações provocadas pela I Guerra MundialAs transformações provocadas pela I Guerra Mundial
As transformações provocadas pela I Guerra Mundial
Teresa Maia
 
Hegemonia e declínio da influência europeia
Hegemonia e declínio da influência europeiaHegemonia e declínio da influência europeia
Hegemonia e declínio da influência europeia
Rainha Maga
 
As opções totalitárias - IA
As opções totalitárias - IAAs opções totalitárias - IA
As opções totalitárias - IA
Carlos Vieira
 
A construção do modelo soviético
A construção do modelo soviéticoA construção do modelo soviético
A construção do modelo soviético
Carlos Vieira
 

Mais procurados (20)

Resumos de História 12ºano - Preparação para exame
Resumos de História 12ºano - Preparação para exameResumos de História 12ºano - Preparação para exame
Resumos de História 12ºano - Preparação para exame
 
Cronologia prec
Cronologia precCronologia prec
Cronologia prec
 
Mundo comunista
Mundo comunistaMundo comunista
Mundo comunista
 
Modulo 8 e 9 historia A 12ºano
Modulo 8 e 9 historia A 12ºanoModulo 8 e 9 historia A 12ºano
Modulo 8 e 9 historia A 12ºano
 
As transformações provocadas pela I Guerra Mundial
As transformações provocadas pela I Guerra MundialAs transformações provocadas pela I Guerra Mundial
As transformações provocadas pela I Guerra Mundial
 
Hegemonia e declínio da influência europeia
Hegemonia e declínio da influência europeiaHegemonia e declínio da influência europeia
Hegemonia e declínio da influência europeia
 
História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1
História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1
História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1
 
As opções totalitárias - IA
As opções totalitárias - IAAs opções totalitárias - IA
As opções totalitárias - IA
 
1º guerra (fases e desdobramentos)
1º guerra (fases e desdobramentos) 1º guerra (fases e desdobramentos)
1º guerra (fases e desdobramentos)
 
Tratado de versalhes
Tratado de versalhesTratado de versalhes
Tratado de versalhes
 
Crise 1929
Crise 1929Crise 1929
Crise 1929
 
Resumo de História B
Resumo de História BResumo de História B
Resumo de História B
 
Portugal do autoritarismo à democracia
Portugal do autoritarismo à democraciaPortugal do autoritarismo à democracia
Portugal do autoritarismo à democracia
 
Teste modulo 7
Teste modulo 7Teste modulo 7
Teste modulo 7
 
O estalinismo
O estalinismoO estalinismo
O estalinismo
 
Mundo capitalista
Mundo capitalistaMundo capitalista
Mundo capitalista
 
8 01 nascimento e afirmação de um novo quadro geopolítico
8 01 nascimento e afirmação de um novo quadro geopolítico8 01 nascimento e afirmação de um novo quadro geopolítico
8 01 nascimento e afirmação de um novo quadro geopolítico
 
A construção do modelo soviético
A construção do modelo soviéticoA construção do modelo soviético
A construção do modelo soviético
 
10 1 crise_ditaduras e democracias na década de 30
10 1 crise_ditaduras e democracias na década de 3010 1 crise_ditaduras e democracias na década de 30
10 1 crise_ditaduras e democracias na década de 30
 
Resumos de História 11º ano
Resumos de História 11º anoResumos de História 11º ano
Resumos de História 11º ano
 

Destaque (8)

Sociedade e Cultura
Sociedade e CulturaSociedade e Cultura
Sociedade e Cultura
 
A revolução russa
A revolução russaA revolução russa
A revolução russa
 
A primeira república portuguesa
A primeira república portuguesaA primeira república portuguesa
A primeira república portuguesa
 
A queda da monarquia
A queda da monarquiaA queda da monarquia
A queda da monarquia
 
Solucoes Caderno de Actividades
Solucoes Caderno de ActividadesSolucoes Caderno de Actividades
Solucoes Caderno de Actividades
 
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano
 
A queda da monarquia e a 1ª república
A queda da monarquia e a 1ª repúblicaA queda da monarquia e a 1ª república
A queda da monarquia e a 1ª república
 
A 1ª RepúBlica
A 1ª RepúBlicaA 1ª RepúBlica
A 1ª RepúBlica
 

Semelhante a 1 guerra

A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
historiando
 
A Europa e o Mundo no Limiar do Séc. XX
A Europa e o Mundo no Limiar do Séc. XXA Europa e o Mundo no Limiar do Séc. XX
A Europa e o Mundo no Limiar do Séc. XX
Ingrid Bispo
 

Semelhante a 1 guerra (20)

História 9º ano - A Europa e o Mundo no limiar do século XX
História 9º ano - A Europa e o Mundo no limiar do século XXHistória 9º ano - A Europa e o Mundo no limiar do século XX
História 9º ano - A Europa e o Mundo no limiar do século XX
 
Primeira guerra
Primeira guerraPrimeira guerra
Primeira guerra
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
1ª GUERRA E CRISE DE 1929.
1ª GUERRA E CRISE DE 1929.1ª GUERRA E CRISE DE 1929.
1ª GUERRA E CRISE DE 1929.
 
9_ano_9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia.pdf
9_ano_9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia.pdf9_ano_9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia.pdf
9_ano_9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia.pdf
 
9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue
9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue
9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue
 
Países e conflitos mundiais
Países e conflitos mundiaisPaíses e conflitos mundiais
Países e conflitos mundiais
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
A 1ª guerra mundial
A 1ª guerra mundialA 1ª guerra mundial
A 1ª guerra mundial
 
Aula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptx
Aula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptxAula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptx
Aula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptx
 
2º ano - Primeira Guerra Mundial
2º ano - Primeira Guerra Mundial2º ano - Primeira Guerra Mundial
2º ano - Primeira Guerra Mundial
 
A 1ª guerra mundial
A 1ª guerra mundialA 1ª guerra mundial
A 1ª guerra mundial
 
A 1ª guerra mundial
A 1ª guerra mundialA 1ª guerra mundial
A 1ª guerra mundial
 
A 1ª guerra mundial
A 1ª guerra mundialA 1ª guerra mundial
A 1ª guerra mundial
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 19183ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
 
O apogeu da Europa
O apogeu da EuropaO apogeu da Europa
O apogeu da Europa
 
3º ano primeira guerra mundial
3º ano   primeira guerra mundial3º ano   primeira guerra mundial
3º ano primeira guerra mundial
 
A Europa e o Mundo no Limiar do Séc. XX
A Europa e o Mundo no Limiar do Séc. XXA Europa e o Mundo no Limiar do Séc. XX
A Europa e o Mundo no Limiar do Séc. XX
 

Mais de cattonia

Deseq regionais.pptx
Deseq regionais.pptxDeseq regionais.pptx
Deseq regionais.pptx
cattonia
 
arte portuguesa.ppsx
arte portuguesa.ppsxarte portuguesa.ppsx
arte portuguesa.ppsx
cattonia
 
A reinvenção das formas.ppsx
A reinvenção das formas.ppsxA reinvenção das formas.ppsx
A reinvenção das formas.ppsx
cattonia
 
A produção cultural renascentista.pptx
A produção cultural renascentista.pptxA produção cultural renascentista.pptx
A produção cultural renascentista.pptx
cattonia
 
A revolução francesa
A revolução francesaA revolução francesa
A revolução francesa
cattonia
 
O alargamento do conhec do mundo
O alargamento do conhec do mundoO alargamento do conhec do mundo
O alargamento do conhec do mundo
cattonia
 
2. o espaço português
2. o espaço português2. o espaço português
2. o espaço português
cattonia
 
Mercantilismo português
Mercantilismo portuguêsMercantilismo português
Mercantilismo português
cattonia
 
O quadro económico e demográfico xii xiv
O quadro económico e demográfico xii xivO quadro económico e demográfico xii xiv
O quadro económico e demográfico xii xiv
cattonia
 
3. hesitações do crescimento
3. hesitações do crescimento3. hesitações do crescimento
3. hesitações do crescimento
cattonia
 
1. a identidade civilizacional da europa
1. a identidade civilizacional da europa1. a identidade civilizacional da europa
1. a identidade civilizacional da europa
cattonia
 
Hegemonia inglesa
Hegemonia inglesaHegemonia inglesa
Hegemonia inglesa
cattonia
 
1. uma europa a dois ritmos
1. uma europa a dois ritmos1. uma europa a dois ritmos
1. uma europa a dois ritmos
cattonia
 
Constr do social ii
Constr do social iiConstr do social ii
Constr do social ii
cattonia
 

Mais de cattonia (20)

Deseq regionais.pptx
Deseq regionais.pptxDeseq regionais.pptx
Deseq regionais.pptx
 
arte portuguesa.ppsx
arte portuguesa.ppsxarte portuguesa.ppsx
arte portuguesa.ppsx
 
A reinvenção das formas.ppsx
A reinvenção das formas.ppsxA reinvenção das formas.ppsx
A reinvenção das formas.ppsx
 
A produção cultural renascentista.pptx
A produção cultural renascentista.pptxA produção cultural renascentista.pptx
A produção cultural renascentista.pptx
 
Era digital
Era digitalEra digital
Era digital
 
Família
FamíliaFamília
Família
 
A revolução francesa
A revolução francesaA revolução francesa
A revolução francesa
 
O alargamento do conhec do mundo
O alargamento do conhec do mundoO alargamento do conhec do mundo
O alargamento do conhec do mundo
 
2. o espaço português
2. o espaço português2. o espaço português
2. o espaço português
 
Mercantilismo português
Mercantilismo portuguêsMercantilismo português
Mercantilismo português
 
O quadro económico e demográfico xii xiv
O quadro económico e demográfico xii xivO quadro económico e demográfico xii xiv
O quadro económico e demográfico xii xiv
 
3. hesitações do crescimento
3. hesitações do crescimento3. hesitações do crescimento
3. hesitações do crescimento
 
1. a identidade civilizacional da europa
1. a identidade civilizacional da europa1. a identidade civilizacional da europa
1. a identidade civilizacional da europa
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Hegemonia inglesa
Hegemonia inglesaHegemonia inglesa
Hegemonia inglesa
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
1. uma europa a dois ritmos
1. uma europa a dois ritmos1. uma europa a dois ritmos
1. uma europa a dois ritmos
 
Roma
RomaRoma
Roma
 
Constr do social ii
Constr do social iiConstr do social ii
Constr do social ii
 
A constr do social
A constr do socialA constr do social
A constr do social
 

Último

GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
rarakey779
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
edjailmax
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
LuanaAlves940822
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 

Último (20)

Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 

1 guerra

  • 1. A EUROPA E O MUNDO NO LIMIAR DO SÉC. XX 1. HEGEMONIA E DECLÍNIO DA INFLUÊNCIA EUROPEIA
  • 2. Níveis de Desempenho • Explicar o novo surto de colonialismo nos finais do séc. XIX. • Justificar a hegemonia da Europa no início do séc. XX. • Relacionar a conferência de Berlim com o neocolonialismo. • Referir em que consistiu o problema do “ Mapa Cor de Rosa”. • Referir os principais focos de tensão internacional nas vésperas da I guerra mundial. • Identificar o sistema de alianças (e respetivos países) que se fizeram antes da guerra. • Identificar o acontecimento (causa próxima) que fez eclodir a Iª guerra. • Localizar geograficamente as 3 frentes de guerra.
  • 3. Níveis de Desempenho • Relacionar o sistema de alianças com a rápida mundialização da guerra. • Distinguir guerra de trincheiras de guerra de movimentos. • Justificar a entrada dos EUA na guerra. • Justificar a retirada da Rússia em 1917. • Referir algumas das principais decisões contidas no tratado de Versalhes. • Localizar num mapa as modificações do mapa político da Europa, impostas pelo Tratado de Versalhes. • Justificar a frase “A paz era frágil e imperfeita.” • Explicar a criação da SDN e referir os seus principais objetivos. • Justificar o fracasso da SDN • Descrever algumas das principais consequências da I guerra mundial.
  • 6. O domínio da Europa sobre o mundo Até ao início do séc. XX, a Europa detinha a hegemonia sobre o resto do mundo. Este domínio foi resultado de um conjunto variado de fatores: • um acentuado crescimento demográfico; • a existência de uma mão-de-obra abundante e barata; • a abundância de matérias-primas provenientes das colónias; • o aumento dos fluxos financeiros internacionais; • o desenvolvimento tecnológico, que trouxe consigo elevados níveis de produção e qualidade; • a concentração industrial (formaram-se consórcios, monopólios e sociedades de capitais industriais, como as químicas, do aço, do ferro…).
  • 7. A Europa era o centro do mundo, de onde irradiava o melhor para o resto dos continentes. As suas formas de presença no mundo eram também variadas: • Forte movimento migratório, • Desenvolvimento industrial de outros locais, • Organização comercial à escala mundial, • Incremento das comunicações mundiais, • Expansão tecnológica… Todavia, a partir de finais do séc. XIX, inícios do séc. XX, países como os EUA e o Japão iniciaram o seu processo de desenvolvimento e industrialização, colocando em risco a hegemonia europeia.
  • 8. Dependência das regiões subdesenvolvidas • Desde o séc. XV que se formaram grandes Impérios Coloniais, como, por exemplo, o Português. •O desenvolvimento industrial, tornou do necessário processo encontrar colónias. • Surge uma nova vaga imperialista, que conduz a um período de Colonialismo (forma de domínio exercido pela metrópole sobre a (designação colónia) que e se Imperialismo atribui a um determinado estado que exerce domínio sobre um estado que não lhe pertence).
  • 9. O domínio é realizado em três “frentes”: • económico: controle do mercado, matéria-prima e do comércio. • Político: imposição de um governo de confiança da metrópole. • Cultural: imposição da língua, costumes, religião… Razões das rivalidades pela posse das colónias: • Necessidade de matérias-primas; • Necessidade de mercados de escoamento para os produtos; • Destino para a emigração crescente.
  • 10. PRINCIPAIS IMPÉRIOS COLONIAIS (FINAIS DO SÉC. XIX / INÍCIOS DO SÉC. XX) ÁREAS DE INFLUÊNCIA • Colónias de população branca (implantação realizada segundo os moldes da metrópole: GRÃ-BRETANHA Canadá, Austrália). • Colónias de exploração económica (abastecem a metrópole de matéria-prima e fornecem mercado de escoamento: Índia, África…) • Protetorados (ex. Egipto). FRANÇA Colónias no Norte de África, a partir de 1871 (cujas fronteiras colidiam com as da Inglaterra). ALEMANHA A partir do momento em que entra na corrida, lança-se sobre o continente que ainda restava: a África (Sudoeste e zona Oriental).
  • 11.
  • 12. • A corrida à África leva à convocação da Conferência de Berlim (1884/5), onde se estabelece : • o direito da ocupação efectiva: os territórios pertencem a quem os ocupar; • a navegação no rio Níger. • Aumentam as tensões internacionais.
  • 13.
  • 16. A ameaça da paz • Choque de interesses e rivalidades; • Desenvolvimento do Nacionalismo: • Pangermanismo - supremacia da raça germânica e expansão para novos território; • Pan-eslavismo - necessidade de se tornarem independentes dos seus opressores (nomeadamente nos Balcãs); • Revanchismo francês - A França queria a recuperação da AlsáciaLorena.
  • 17. Rompimento do Equilíbrio internacional - Reforço do Colonialismo e do Imperialismo; -Política de alianças (tríplice entente e tríplice aliança): Tríplice Aliança (1882) Império Alemão; Império Austro-húngaro; Itália. Tríplice Entente (1904) Inglaterra; França; Império Russo. - Clima de paz armada; - Eclodir da primeira guerra mundial.
  • 18. Focos de instabilidade na Europa 1 – Alsácia Lorena 2 – Trieste 3 – Balcãs 4 - Polónia 4 1 2 3 18
  • 19. O Início do Conflito 28 de Junho de 1914 • Gravilo Princip, nacionalista Sérvio, assassina o Arquiduque Francisco Fernando, herdeiro do trono Austro-húngaro em Sarajevo. •A Áustria-Hungria faz um ultimato à Sérvia e acaba por invadir este território • Começa a Guerra. 19
  • 20. I Fase: Movimentos  Plano Schlieffen: os alemães ocupam quase toda a Bélgica e também o norte da França.  São parados na Batalha de Marne
  • 21. II Fase: Trincheiras – As linhas de combate estabilizam-se e ambos os exércitos procuraram proteção num complexo sistema de trincheiras; – Protegidas por intrincadas redes de arame farpado e por ninhos de metralhadora, eram posições muito difíceis de conquistar; – As condições de vida são más: • ratos, parasitas, lama, pó, frio, calor, doenças – Neste período deram-se grandes batalhas: • Batalha de Verdun (1916) • Batalha do Somme (1916)
  • 23. Frentes da Guerra 1 – Frente Ocidental: Do mar do Norte à Suíça; Da Suíça ao mar Adriático. 2 – Frente Oriental: Do mar Báltico ao mar negro . 3 - Frente Balcânica: Do norte da Grécia à Turquia; 2 1 3
  • 24. III: Fase de Movimentos 1918 – Em 1917, a Rússia da sai da Guerra e assina com o Império Alemão o tratado de Brest-Litovsk onde reconhece a derrota, – Em 1917, os EUA entram na Guerra e no ano seguinte tudo se modifica. Mais homens Mais armamento Mais capacidade industrial Mais capacidade económica
  • 25. – Os alemães perante o reforço das posições aliadas são obrigados a retirar-se. Acabam por pedir a rendição e assinar o Armistício .
  • 26. I Guerra Mundial • Introdução de novas armas – Avião – Tanque – Submarino – Granadas de mão – Gás tóxico – Artilharia Pesada – Lança-Chamas
  • 27. I Guerra Mundial • Tratado de Versalhes – 1919 - Para a Alemanha: – Reconhecia ter sido a principal responsável pela guerra; – Perdia territórios na Europa: • Alsácia/Lorena para os franceses; • Corredor de Danzig para a Polónia; – Abandonava as suas colónias em favor dos aliados. – Comprometia-se a pagar elevadas indemnizações; – A zona do Reno era ocupada pelos franceses; – Só podia possuir um pequeno exército; – A sua marinha ficava limitada, e não podia possuir submarinos; – Não podia ter aviação militar.
  • 28. I Guerra Mundial • Tratado de St. Germain – 1919 – Para a Áustria-Hungria: • Deixava de existir como Império e passavam a existir dois territórios independentes: – A Áustria; – A Hungria. • Deixavam de ter acesso direto ao mar. • Perdiam territórios para os novos estados europeus.
  • 30. Consequências • O declínio da Europa – Aspeto demográfico: • 8 milhões de mortos; • 6 milhões de inválidos • Perda de cerca de um décimo da população ativa. – Aspeto económico-financeiro: • Decréscimo da produção industrial, em cerca de 40%; • Decréscimo da produção agrícola, em cerca de 30%; • Perda de mercados para os EUA e Japão; • Balança de pagamentos negativa. • Desvalorização das moedas europeias em relação ao dólar.
  • 31. – Aspeto social: • Empobrecimento das classes médias; • Surgimento de uma nova classe social: o proletariado; • Enriquecimento de industriais; • O novo papel da mulher na sociedade; • Existência de grande número de inválidos.
  • 32. Sociedade das Nações – Constituída: • 32 países vencedores; • 13 países neutrais. • A Alemanha, a Turquia e a Rússia não faziam parte da SDN – Objetivos: • Preservar a paz e a independência dos estados membros; • Proteger as minorias nacionais; • Organizar o desarmamento geral, em especial da Alemanha; • Promover a cooperação económica, financeira, social e cultural. Inspirado na apresentação da autoria de Carlos Jorge Canto Vieira