actividade fisica

5.252 visualizações

Publicada em

actividade fisica

Publicada em: Educação, Saúde e medicina
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.252
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
116
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

actividade fisica

  1. 1. “ A musculação como meio primordial na promoção e manutenção da integridade física do idoso”. Título
  2. 2. <ul><li>Velho </li></ul><ul><li>Idoso </li></ul><ul><li>Geronte </li></ul><ul><li>Terceira idade </li></ul><ul><li>Senilidade </li></ul><ul><li>Melhor idade </li></ul>Definições
  3. 3. “ Musculação é toda e qualquer forma de atividade contra resistência”. Conceito
  4. 4. <ul><li>Artrite 48% </li></ul><ul><li>Hipertensão arterial 36 % </li></ul><ul><li>Doenças cardíacas 32% </li></ul><ul><li>Doenças auditivas32% </li></ul><ul><li>Doenças ortopédicas 19% </li></ul><ul><li>Cataratas 17% </li></ul><ul><li>Diabetes 11% </li></ul><ul><li>Comprometimento visual 9% </li></ul>Problemas de saúde no idoso
  5. 5. Características anátomofisiológicas <ul><li>Atrofia muscular progressiva </li></ul><ul><li>Perda de cálcio( osteoporose) </li></ul><ul><li>Perda da elasticidade do colágeno </li></ul><ul><li>Perda da flexibilidade </li></ul><ul><li>Diminuição da habilidade e coordenação motora </li></ul><ul><li>Redução da capacidade elétrica cerebral </li></ul><ul><li>Limitação da nutrição do miocárdio </li></ul><ul><li>Arteriosclerose </li></ul><ul><li>Diminuição da mobilidade torácica e capacidade vital </li></ul><ul><li>Redução doVo 2 máximo </li></ul>
  6. 6. Características Biomecânicas <ul><li>Limitação dos movimentos </li></ul><ul><li>Economia da marcha </li></ul><ul><li>Aumento da cifose dorsal </li></ul><ul><li>Declínio do corpo à frente </li></ul><ul><li>Aumento da força dos músculos paravertebrais </li></ul><ul><li>Aumento das pressões articulares </li></ul><ul><li>Aumento da força muscular das panturrilhas </li></ul><ul><li>Ptose abdominal (queda visceral ) </li></ul><ul><li>Desequilíbrio </li></ul><ul><li>Diminuição da estatura( involução senil) </li></ul>
  7. 7. Características Psicológicas do idoso <ul><li>Sentimentos Comportamento </li></ul><ul><li>Atividade sexual Diminui progressivamente </li></ul><ul><li>Alegria Mantida </li></ul><ul><li>Raiva Reduzida </li></ul><ul><li>Medo Aumentado </li></ul><ul><li>Desprazer Surge mais facilmente </li></ul><ul><li>Êxito e fracasso Decrescem com o envelhecimento </li></ul><ul><li>Culpa e remorso Vividos freqüentemente </li></ul><ul><li>Orgulho e vergonha Situações menos experimentadas </li></ul><ul><li>Ciúme Mais intenso </li></ul><ul><li>Inveja Tendência ao aumento </li></ul><ul><li>Ódio Redução da capacidade de odiar </li></ul>
  8. 8. Benefícios da atividade física para o idoso e processo de envelhecimento (atividades aeróbias e músculo-esqueléticas) (grau de certeza das pesquisas) <ul><li>Melhoria da aptidão física - 4 </li></ul><ul><li>Melhoria da expectativa de vida- 4 </li></ul><ul><li>Melhoria da qualidade de vida - 4 </li></ul><ul><li>Combate à diminuição da aptidão cardíaca/pulmonar- 2 </li></ul><ul><li>Combate ao ganho de gordura corporal- 3 </li></ul><ul><li>Classificação: </li></ul><ul><li>grau 4 = grande consenso com pouco ou nenhum dado conflitante </li></ul><ul><li>grau 3 = Maioria dos dados de suporte, necessidade de mais pesquisas </li></ul><ul><li>grau 2 = poucos dados de suporte </li></ul>
  9. 9. Atividades Físicas graus de segurança - 3 e 4 <ul><li>Reduz o risco de morte prematura </li></ul><ul><li>Reduz o risco de morte por doenças cardíacas </li></ul><ul><li>Reduz o risco de desenvolvimento do diabetes </li></ul><ul><li>Auxilia no tratamento da hipertensão arterial </li></ul><ul><li>Redução do risco de câncer de cólon* </li></ul><ul><li>Redução dos sentimentos de depressão e ansiedade </li></ul><ul><li>Aumento do humor e auto-estima </li></ul><ul><li>Baixa taxa de absorção calórica alimentar </li></ul><ul><li>Auxilia no controle de peso corporal </li></ul><ul><li>Melhora a qualidade de vida em qualquer faixa etária, incluindo pacientes doentes. </li></ul>
  10. 10. Benefícios da atividade física para o idoso e processo de envelhecimento (atividades aeróbias e músculo-esqueléticas) (grau de certeza) <ul><li>Prevenção do diabetes- 4 </li></ul><ul><li>Tratamento do diabetes- 3 </li></ul><ul><li>Melhoria da qualidade de vida do paciente diabético-3 </li></ul><ul><li>Auxilio na melhoria da densidade óssea- 4 </li></ul><ul><li>Prevenção da osteoporose- 3 </li></ul><ul><li>Melhoria da qualidade de vida do paciente com Artrose - 4 </li></ul><ul><li>Melhoria da qualidade de vida do paciente com asma- 3 </li></ul>
  11. 11. Exercício e longevidade <ul><li>“ O exercício físico possui pouco efeito sobre a extensão da vida”. </li></ul><ul><li>“ O exercício físico possui um impacto determinante para a expectativa de vida, pelo fato de reduzir o nível de mortes prematuras, causadas principalmente pelo câncer e pelas doenças cardíacas”. </li></ul><ul><li>Niemam; 1999 </li></ul>
  12. 12. Risco relativo de morte precoce <ul><li>Baixa aptidão física- risco relativo = 2,03 </li></ul><ul><li>Tabagismo- risco relativo = 1,89 </li></ul><ul><li>Hipertensão arterial- risco relativo = 1,67 </li></ul><ul><li>Colesterol sangüíneo elevado- risco relativo = 1,45 </li></ul><ul><li>Obesidade- risco relativo = 1,33 </li></ul><ul><li>Cooper Institute for Aerobics Research (Estados Unidos ) </li></ul><ul><li>(total de indivíduos 25,341 homens) </li></ul><ul><li>Redução em mais de 50% de morte por todas as causas, verificada em 1400 mulheres entre aquelas que eram fisicamente ativas, num estudo de 20 anos. </li></ul><ul><li>Dra Laurenlissner/ Götemborg University (Suécia) </li></ul>
  13. 13. Atividade física/ juventude <ul><li>“ A atividade física vigorosa regular produz melhorias fisiológicas, independente da idade”. Mcardle; 1985 </li></ul><ul><li>... “é evidente que, entre duas pessoas de qualquer idade, a mais “jovem” será aquela cuja capacidade de trabalho, vigor muscular, flexibilidade, equilíbrio e habilidade motora forem maiores”. Nadeau; 1985 </li></ul><ul><li>“ O treinamento de força é um modo de diminuir o declínio em força e massa muscular relacionado à idade, o que resulta em melhor qualidade de vida”. Fleck & kraemer; 1999 </li></ul>
  14. 14. Perda da força muscular (causas mais freqüentes) <ul><li>Acúmulo de doenças crônicas </li></ul><ul><li>Uso medicamentoso </li></ul><ul><li>Alterações do sistema nervoso </li></ul><ul><li>Redução das secreções hormonais </li></ul><ul><li>Desnutrição </li></ul><ul><li>Atrofia por desuso (hipocinesia / Kraus; 1961) </li></ul><ul><li>Atividade hormonal anabólica diminuída </li></ul>
  15. 15. Características da força humana <ul><li>Pico de força máxima entre 20 e 30 anos </li></ul><ul><li>Perda de15% entre os 60 e 70 anos e 30% a partir dos 70anos </li></ul><ul><li>Perda mais acentuada nas mulheres </li></ul><ul><li>Perda do volume e do número de fibras tipo II (contração rápida) </li></ul><ul><li>Adaptações primarias do sistema nervoso (fatores neurais) sobre o sistema muscular (fatores metabólicos) </li></ul><ul><li>Alimentação suplementada junto ao treino de força melhora o rendimento da força e da hipertrofia muscular </li></ul>
  16. 16. Adaptações ao treinamento de força para adultos (60 anos e mais) <ul><li>Elevação da força máxima </li></ul><ul><li>Hipertrofia muscular </li></ul><ul><li>Força explosiva muscular * </li></ul><ul><li>Redução no % de gordura corporal </li></ul><ul><li>Redução da gordura intra-abdominal ** </li></ul><ul><li>Efeitos positivos sobre os fatores psicológicos (autoconfiança, autoestima , pensamento positivo etc.) </li></ul><ul><li>Fleck & Kraemer; 1999 </li></ul>
  17. 17. Final <ul><li>A atividade física não é capaz de prolongar o nosso pouco tempo de existência. </li></ul><ul><li>Ela é capaz apenas de proporcionar o prolongamento da nossa juventude inata. </li></ul><ul><li>A única certeza, é que devemos desfrutar quotidianamente, do pouco tempo a mais de juventude que ainda nos resta. </li></ul><ul><li>Chiesa </li></ul>
  18. 18. <ul><li>Saúde e paz para o mundo! </li></ul><ul><li>Professor:Chiesa </li></ul>

×