O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Mapa conceitual slide

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
Mapa conceitual walber vinicios
Mapa conceitual walber vinicios
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 18 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Quem viu também gostou (20)

Anúncio

Semelhante a Mapa conceitual slide (20)

Mais recentes (20)

Anúncio

Mapa conceitual slide

  1. 1. MAPAS CONCEITUAIS PRAPETEC - Prática Pedagógica no Ensino e Aprendizagem com Tecnologias Educacionais PPGE - PUCPR - Grupo de Pesquisa - 2014 Prof.ª Dra. Patrícia Lupion Torres (orientadora) Giovana Vaz da Silva (PIBIC) PRAPETEC
  2. 2. PRAPETEC O QUE É UM MAPA CONCEITUAL: Mapas Conceituais são representações gráficas equivalente a diagramas, designando relações entre conceitos ligados por palavras. Formam uma estrutura com conceitos amplos até os menos inclusivos. Contribuem para uma ordenação e a sequência hierarquizada dos conteúdos de ensino, promovendo estímulos aos alunos. (KONRATH, 2014).
  3. 3. PRAPETEC O QUE É UM MAPA CONCEITUAL:
  4. 4. PRAPETEC MAPA CONCEITUAL:  Estão embasados na teoria construtivista, o indivíduo constrói seu conhecimento e significados a partir da construção desses mapas.  Ativam o uso do conhecimento prévio e estimulam o desenvolvimento cognitivo e criativo dos alunos. (TORRES e MARRIOTT: 2005, p. 8, 13 e 14)
  5. 5. PRAPETEC MAPA CONCEITUAL:
  6. 6. PRAPETEC MAPAS CONCEITUAIS: São considerados como poderosas ferramentas gráficas para classificar, representar e comunicar as relações entre diversos elementos de qualquer área do conhecimento, servindo como ponto de referência para tomadas de decisão e novas descobertas científicas. Mapa conceitual é aberto, é conectável, em todas as suas dimensões, desmontável, reversível, susceptível de receber modificações constantemente. (OKADA, 2008, P. 39 E 40)
  7. 7. PRAPETEC MAPAS CONCEITUAIS:
  8. 8. PRAPETEC BENEFÍCIOS DOS MAPAS CONCEITUAIS: Eles promovem a aprendizagem ativa - julgamento, reflexão, revisão e pensamento crítico; Proporcionam uma maneira fácil de verificar o que está sendo ensinadoaprendido, ajudando os alunos a avaliar sua aprendizagem; Ajudam os alunos a atingir um nível mais alto de cognição. O conhecimento organizado facilita a assimilação, a retenção e a recuperação da informação. (TORRES e MARRIOTT, 2005, p. 18)
  9. 9. PRAPETEC BENEFÍCIOS DOS MAPAS CONCEITUAIS:
  10. 10. PRAPETEC QUEM OS CRIOU? Joseph Novak foi considerado o criador dos mapas conceituais, usou esses mapas em suas pesquisas, abrangendo as diversas áreas do conhecimento. Ele baseou-se na teoria da aprendizagem significativa de David Ausubel.
  11. 11. PRAPETEC COMO ELABORAR UM MAPA CONCEITUAL: Mapas Conceituais são mapas criados a partir de uma questão focal: esta questão constitui o contexto do que pretende-se compreender ou representar. Essa questão se relacionam com os demais conceitos. As ligações podem ser de duas naturezas: chamadas de Diferenciação Progressista ou verticais (relacionadas à hierarquização dos conceitos, de conceitos mais inclusivo para conceitos mais inclusivos), e Reconciliação Integrativa, que procura fazer relações entre conceitos de galhos diferentes, procurando integrá-los. (TORRES e MARRIOTT , 2005, p. 17)
  12. 12. PRAPETEC COMO ELABORAR UM MAPA CONCEITUAL: Quando o mapa conceitual for realizado a partir de um texto deverá ser feito do seguinte modo:  Fazer a leitura do texto;  Escolher e destacar cerca de 15 conceitos principais do texto;  Agrupar conceitos e organizá-los em uma estrutura hierárquica;  Quando estiver satisfeito com o agrupamento e hierarquização desses conceitos, ligá-los com palavras ou frases de ligação que expliquem a relação entre eles. Procurar ramificar os galhos/pernas a cada nível hierárquico". (TORRES e MARRIOTT 2005, p. 21 e 22)
  13. 13. PRAPETEC COMO ELABORAR UM MAPA CONCEITUAL:
  14. 14. PRAPETEC COMO ELABORAR UM MAPA CONCEITUAL:  se solicita que os estudantes a partir de um debate organizem os conceitos que encontram em um livro sobre um tema específico. É importante clarificar o termino do conceito.  se recomenda que o docente selecione outras passagens para que os estudantes trabalhem, se puder aportar outra informação que se considere relevante.  é dado as indicações para a construção do mapa. Se agrupam os conceitos que se vinculam entre si. Se ordenam segundo sua hierarquia. NOVAK (1988) apud FERRARI e SÉNZ (2007, p. 348)
  15. 15. PRAPETEC COMO ELABORAR UM MAPA CONCEITUAL:  durante a realização, os estudantes mudam os conceitos de lugar, exclui e cometam sobre a hierarquia que corresponde a cada conceito.  uma vez que os grupos de estudantes elaboram seus mapas se pode dar uma mesa de pontuação, que pode ter um mapa do feito como um exemplo.” NOVAK (1988) apud FERRARI e SÉNZ (2007, p. 348)
  16. 16. PRAPETEC COMO AVALIAR UM MAPA CONCEITUAL:  O professor poderá avaliar seus alunos a partir das explicações do aluno, orais ou escritas, assim ele terá mais clareza de como os alunos construíram e relacionaram os conceitos em questão.  Um bom mapa é aquele que apresenta uma estrutura hierárquica, ligações entre conceitos correta e concisa, e ligações cruzadas relacionando conceitos distantes. TORRES e MARRIOTT (2005, p. 43)
  17. 17. PRAPETEC COMO AVALIAR UM MAPA CONCEITUAL:  O professor deve questionar (e ensinar os alunos a se autoquestionarem e a questionarem uns aos outros) sobre a exatidão e a validade do conhecimento representado nos mapas fazendo perguntas.  As avaliações podem ser desenvolvidas como um trabalho individual ou em grupo de dois ou três alunos, pois a troca que ocorre entre eles pode ajudar a corrigir ideias errôneas e promover o aprendizado significativo, já que os alunos estão muito provavelmente no mesmo nível de compreensão, muito mais que o professor e o aluno. TORRES & MARRIOTT (2005, p. 43)
  18. 18. PRAPETEC REFERÊNCIAS: MARRIOTT, Rita de Cassia Veiga & TORRES, Patrícia Lupion. Um pouco de história: o que são, quem são, quem os inventou, quando e com que finalidade. IN: MARRIOTT, Rita de Cassia Veiga & TORRES, Patrícia Lupion. Tecnologias educacionais e educação ambiental: o uso de mapas conceituais no ensino e na aprendizagem. Curitiba: FAEP, 2005. OKADA, Alexandra (org). Cartografia Cognitiva: Mapas do conhecimento para pesquisa, aprendizagem e formação docente. Cuiabá: KCM Ed., 2008. FERRARI, Eduardo Fiore & SÁENZ, Julia Leymonié. Estratégias Didacticas: para el aprendizaje y para la enseñanza. In: FERRARI, Eduardo Fiore & SÁENZ, Julia Leymonié. Didáctica Práctica para enseñanza media y superior. Uruguay: Grupo Magro Ed., 2007. KONRATH, Mary Lúcia Pedroso. Mapas Conceituais, 2014. Disponível em: http://penta2.ufrgs.br/edutools/mapasconceituais/. Acesso em: 07 abr 2014.

×