Instrumentos de pesquisa em História da Filosofia

3.565 visualizações

Publicada em

Os quatro períodos da História da Filosofia apresentado aos estudante da 1ª Série EM da EE Dr. Francisco Brasiliense Fusco.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Instrumentos de pesquisa em História da Filosofia

  1. 1. TEMA 03 INSTRUMENTOS DE PESQUISA EM HISTÓRIA DA FILOSOFIA E.EDOUTOR FRANCISCO BRASILIENSE FUSCO PROF. MARCELO - 2014
  2. 2. HISTÓRIA DA FILOSOFIA ANTIGA MEDIEVAL MODERNA CONTEMPORÂNEA
  3. 3. FILOSOFIA ANTIGA (VI a.C - VII d.C) Rompimento com as explicações míticas e busca de explicações racionais para a natureza, o homem e a sociedade - início da Filosofia. - Subdivisões: * Pré-Socrático: indagações acerca da natureza. Pensadores: Tales de Mileto, Pitágoras * Socrático (clássica e sofística): indagações acerca do homem e da sociedade. Pensadores: Sócrates (fundador da Maiêutica; saber verdadeiro= valor moral) Platão (fundador da Academia; crença em dois mundos e na união como essência do amor) e Aristóteles (fundador do Liceu; pai da lógica e mestre de Alexandre). * Helenístico: Alexandre torna-se imperador de toda Grécia. Com sua morte, ocorre o declínio grego e o apogeu romano. Pensador: Epicuro (o sentido da vida é marcado pelo prazer).
  4. 4. FILOSOFIA MEDIEVAL (VIII – XIV) Alguns temas deste período são retomados por características da Antiguidade (Metafísica e Ética). O tema marcante desse período foi a relação entre fé e razão. - Subdivisões: * Patrística: Elaboração de defesa acerca da fé cristã. Criadora da tradição dogmática. Pensador: Agostinho (teoria platônica) * Escolástica: Busca conciliar a fé com a razão sem negar a subordinação da razão à fé. Pensador: Tomás de Aquino (teoria aristotélica).
  5. 5. FILOSOFIA MODERNA (XIV – XVIII) A Filosofia retoma a capacidade do conhecimento humano, aliada aos métodos de investigação da natureza, às formas de organização social e política, e enaltecendo a razão autônoma como o grande bem da humanidade. - Características: * Ciência Moderna: Galileu Galilei com o uso do Telescópio defendeu o sistema heliocêntrico de Copérnico ( condenado pelo Santo Ofício). * Racionalismo: crença na razão como resposta ao conhecimento. Pensador: Renne Descartes (criador da dúvida metódica; Cogito, ergo sum). * Empirismo: a crença no conhecimento manifestado por experiência sensorial. Pensador: Thomas Hobbes * Iluminismo: movimento cultural que buscou mobilizar o poder racional, indo contra a intolerância da Igreja e do Estado. Pensador: Immanuel Kant (buscou observar os limites da razão humana; “conhecemos Deus pelo desejo do bem dentro de nós”).
  6. 6. FILOSOFIA CONTEMPORÂNEA (XVIII aos dias atuais) Com a consolidação da Burguesia no final do século XVIII e início do século XIX e o avanço da ciência como instrumento de conhecimento e de relação com a natureza, os pensadores desse período passam a dedicar suas reflexões acerca da existência humana e da vida na sociedade capitalista. É considerado a era das incertezas. - Pensadores em destaque * Karl Marx: cria o materialismo histórico (por meio de estudos sobre a sociedade, economia e história ele busca as causas de desenvolvimento e mudanças na sociedade humana, tendo a relação entre as classes sociais fundamentadas em atividade econômica) e materialismo dialético (o ambiente, o organismo e fenômenos físicos tanto modelam os animais e os seres humanos, sua sociedade e sua cultura quanto são modelados por eles). Dialética: ciência que mostra como as contradições podem ser concretamente idênticas, como passam uma na outra, mostrando também porque a razão não deve tomar essas contradições como coisas mortas, petrificadas, mas como coisas vivas, móveis, lutando uma contra a outra em e através de sua luta. * Hannah Arendt: importante filósofa Pós-2ª Guerra Mundial. Defendia a tese de que a mulher desempenha três atividades: labor, trabalho e ação. Tinha grande interesse pela teoria política.
  7. 7. SÍNTESE HISTÓRIA DA FILOSOFIA ANTIGA: Início da Filosofia MEDIEVAL: Fé x Razão MODERNA: Razão e Ciência CONTEMPORÂNEA: Reflexão sobre o homem e a sociedade capitalista

×