SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
Professoras: Magda
Marques e Gisele Santiago
Educação Infantil,
para quê?
O segredo da genialidade é
carregar o espírito da
infância na maturidade.
Thomas Huxley
Ser criança e ter infância têm o mesmo
significado?
Ser criança e ter infância são termos distintos!
Para compreender a Educação Infantil é preciso antes,
compreender a infância; as suas peculiaridades e
necessidades.
Sabemos que o desenvolvimento humano passa por
fases, e que em cada uma a criança pensa, age, aprende
e desenvolve-se de maneiras distintas, porém
interligadas.
E a criança com a qual trabalhamos diariamente, em que
fase se encontra?
Qual sua maneira de perceber e apreender o mundo?
Como nós, enquanto professores, podemos tornar esse
momento ainda mais rico, potencializando a
aprendizagem?
Período pré-operatório
No estágio simbólico, que é dos 2 até por volta dos 7
anos, o pensamento da criança está centrado nela
mesma, é um pensamento egocêntrico. E é nesta
fase que se apresenta a linguagem, como
socialização da criança, que se dá através da fala,
dos desenhos e das dramatizações.
O lúdico está presente em todos os momentos.
Diante disso, qual são os objetivos da Educação
Infantil?
• Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez
mais independente, com confiança em suas capacidades e percepção
de suas limitações.
• Descobrir e conhecer progressivamente seu próprio corpo, suas
potencialidades e seus limites, desenvolvendo e valorizando hábitos de
cuidado com a própria saúde e bem-estar.
• Estabelecer vínculos afetivos e de troca com adultos e crianças,
fortalecendo sua autoestima e ampliando gradativamente suas
possibilidades de comunicação e interação social.
• Estabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais, aprendendo
aos poucos a articular seus interesses e pontos de vista com os demais,
respeitando a diversidade e desenvolvendo atitudes de ajuda e
colaboração.
• Brincar expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e
necessidades.
• Utilizar as diferentes linguagens (corporal, musical, plástica, oral e
escrita) ajustadas às diferentes intenções e situações de
comunicação, de forma a compreender e ser compreendido,
expressar suas ideias, sentimentos, necessidades e desejos e
avançar no seu processo de construção de significados, enriquecendo
cada vez mais sua capacidade expressiva.
• Conhecer algumas manifestações culturais, demonstrando atitudes de
interesse, respeito e participação frente a elas e valorizando a
diversidade.
Visando o alcance de tais objetivos, a Educação
Infantil trabalha com base em seis eixos.
• Movimento,
• Música,
• Artes Visuais,
• Linguagem Oral e Escrita,
• Natureza e Sociedade,
• Matemática.
O ato de brincar na Educação Infantil
Brincar é uma importante forma de comunicação, é
por meio deste ato que a criança pode reproduzir o
seu cotidiano. O ato de brincar possibilita o processo
de aprendizagem da criança, pois facilita a
construção da reflexão, da autonomia e da
criatividade, estabelecendo, desta forma, uma
relação estreita entre jogo e aprendizagem.
ROTINA
A organização da rotina das atividades da criança na escola é um
aspecto de suma importância. Essa deve ser pensada a partir do
planejamento feito pela equipe pedagógica e professores, traduzida
no plano de trabalho ou de aula. A rotina possibilita à criança
segurança e domínio do espaço e do tempo que passa na escola.
Não é uma tarefa fácil estabelecer uma rotina, pois para o adulto,
muitas vezes, é considerado algo ruim e repetitivo. Porém, para a
criança, é fundamental que exista uma rotina para que ela se sinta
segura, possa desenvolver a sua autonomia, bem como, ter o controle
das atividades que irão acontecer
A rotina precisa compreender três formas de
organização do trabalho pedagógico;
• Atividades Permanentes;
• Sequência de Atividades;
• Projetos Pedagógicos.
Ambiente Alfabetizador
Um lugar para se aprender deve ser aconchegante e despertar no
aluno a curiosidade para fazer suas próprias descobertas. Por isso o
professor alfabetizador deve gastar um tempo a mais se dedicando a
esse espaço na sala de aula. Não se trata apenas de decoração mas
de materiais didáticos que estejam ao alcance do aluno, que seja
manipulável, palpável, para que o aluno possa se sentir parte do
processo de alfabetização e assim trilhar com autonomia seu
caminho de alfabetização.
Educação Infantil e Alfabetização
Na educação infantil, as práticas pedagógicas precisam realizar
uma conexão entre o processo de alfabetização das crianças e o
mundo real, construir uma concepção de ensinar a ler e a
escrever no próprio contexto das práticas sociais da leitura e da
escrita, inserindo as crianças em um contexto amplo, rico,
fecundo e permeado de múltiplas linguagens, as quais
automaticamente as levarão à linguagem escrita.
Para que o processo de alfabetização ocorra de maneira rica e
eficaz precisamos compreender como a criança aprende, o que
nos leva a um questionamento ainda mais importante; como o
professor deve ensinar.
A leitura e a escrita fazem parte da linguagem do ser humano e, ao
serem desenvolvidas, é importante que estejam correlacionada às
outras linguagens. Tomemos a oralidade como exemplo. Ela envolve as
pessoas e, sendo compreendida em uma comunicação recíproca, pode
provocar o processo de alfabetização. A oralidade é uma linguagem
fundamental nas relações entre professores e crianças e das crianças
entre si, porém é ainda pouco discutida na educação infantil. Nessa
etapa, tanto o movimento quanto as expressões verbais e não verbais
estão fomentando simultaneamente o desenvolvimento infantil.
Para que o processo de aquisição da língua escrita
ocorra naturalmente é preciso compreender o que é
alfabetizar e letrar.
Alfabetização: Processo de apropriação do sistema de
escrita.
Letramento: Processo de inserção nas práticas sociais
e uso da leitura e da escrita.
Para que o letramento aconteça, a criança precisa estar
em contato com os diversos gêneros que circulam na
sociedade, sendo incentivada a refletir sobre sua função
social.
Na Educação Infantil, as crianças recebem informações sobre a escrita
quando: brincam com a sonoridade das palavras, reconhecendo
semelhanças e diferenças entre os termos; manuseiam todo tipo de
material escrito, como revistas, gibis, livros, fascículos etc.; e o professor
lê para a turma e serve de escriba na produção.
As práticas de escrita devem estar presentes em momentos reais de uso
social. O escrever deve estar ligado ao registro de vivências, expressão
de emoções, ou seja, como comunicação.
O trabalho partindo do nome das próprias crianças é o ponto de partida
ideal para dar sentido ao uso da escrita e para refletir o sistema de
escrita.
Luiza recitando 'A criança que pensa em fadas'
Fernando Pessoa.mp4
Que a cada reflexão possamos modificar nossa
prática!
Obrigada pela atenção!
Referências Bibliográficas
• http://loja.grupoa.com.br/revista-
patio/artigo/5995/alfabetizacao-e-educacao-
infantil.aspx
• https://novaescola.org.br/conteudo/585/alfabetizar-na-
educacao-infantil-pode
• http://www.unifafibe.com.br/revistasonline/arquivos/re
vistafafibeonline/sumario/28/11122013185355.pdf
• Referenciais Curriculares Nacionais para a Educação
Infantil, volume 1.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto anual jogos e brincadeiras
Projeto anual jogos e brincadeirasProjeto anual jogos e brincadeiras
Projeto anual jogos e brincadeiras
Shirley Costa
 
Brincadeiras e jogos na educação infantil 2
Brincadeiras e jogos na educação infantil 2Brincadeiras e jogos na educação infantil 2
Brincadeiras e jogos na educação infantil 2
Selma Regina Costa
 
Saberes e práticas na ed. infantil
Saberes e práticas na ed. infantilSaberes e práticas na ed. infantil
Saberes e práticas na ed. infantil
VIROUCLIPTAQ
 
Reunião de pais educação infantil
Reunião de pais educação infantilReunião de pais educação infantil
Reunião de pais educação infantil
Jeovany Anjos
 

Mais procurados (20)

A importancia do brincar
A importancia do brincarA importancia do brincar
A importancia do brincar
 
Educação Infantil
Educação InfantilEducação Infantil
Educação Infantil
 
BNCC EDUCAÇÃO INFANTIL
BNCC EDUCAÇÃO INFANTILBNCC EDUCAÇÃO INFANTIL
BNCC EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Educação infantil
Educação infantilEducação infantil
Educação infantil
 
Jussara Hoffmann
Jussara HoffmannJussara Hoffmann
Jussara Hoffmann
 
O lúdico jogos brinquedos e brincadeiras na construção do de aprendindizagem
O lúdico jogos brinquedos e brincadeiras na construção do de aprendindizagemO lúdico jogos brinquedos e brincadeiras na construção do de aprendindizagem
O lúdico jogos brinquedos e brincadeiras na construção do de aprendindizagem
 
Metodologia da educação infantil
Metodologia da educação infantilMetodologia da educação infantil
Metodologia da educação infantil
 
Adaptação na educação infantil
Adaptação na educação infantilAdaptação na educação infantil
Adaptação na educação infantil
 
Ludicidade
LudicidadeLudicidade
Ludicidade
 
Projeto anual jogos e brincadeiras
Projeto anual jogos e brincadeirasProjeto anual jogos e brincadeiras
Projeto anual jogos e brincadeiras
 
Trabalho ludicidade 2010
Trabalho ludicidade 2010Trabalho ludicidade 2010
Trabalho ludicidade 2010
 
Brincadeiras e jogos na educação infantil 2
Brincadeiras e jogos na educação infantil 2Brincadeiras e jogos na educação infantil 2
Brincadeiras e jogos na educação infantil 2
 
Slides Ludicidade - PNAIC
Slides Ludicidade - PNAICSlides Ludicidade - PNAIC
Slides Ludicidade - PNAIC
 
Plano de ação 2014 escola
Plano de ação 2014 escolaPlano de ação 2014 escola
Plano de ação 2014 escola
 
Saberes e práticas na ed. infantil
Saberes e práticas na ed. infantilSaberes e práticas na ed. infantil
Saberes e práticas na ed. infantil
 
Plano de ação - Modelo
Plano de ação - ModeloPlano de ação - Modelo
Plano de ação - Modelo
 
2. brincadeiras
2. brincadeiras2. brincadeiras
2. brincadeiras
 
Reunião de pais educação infantil
Reunião de pais educação infantilReunião de pais educação infantil
Reunião de pais educação infantil
 
Rotina da educação infantil
Rotina da educação infantilRotina da educação infantil
Rotina da educação infantil
 
Avaliação na educação infantil novo
Avaliação na educação infantil novoAvaliação na educação infantil novo
Avaliação na educação infantil novo
 

Semelhante a Educação infantil, para quê?

Investigação do currículo na escola da educação infantil.
Investigação do currículo na escola da educação infantil.Investigação do currículo na escola da educação infantil.
Investigação do currículo na escola da educação infantil.
SimoneHelenDrumond
 
Proposta gênios educação infantil
Proposta gênios educação infantil Proposta gênios educação infantil
Proposta gênios educação infantil
Marcos Azevedo
 
Investigação do currículo na escola da educação infantil. 1
Investigação do currículo na escola da educação infantil. 1Investigação do currículo na escola da educação infantil. 1
Investigação do currículo na escola da educação infantil. 1
SimoneHelenDrumond
 
Trabalho interdisciplinar
Trabalho interdisciplinarTrabalho interdisciplinar
Trabalho interdisciplinar
marciarsantos
 
Projeto teoria e prática da alfabetização
Projeto teoria e prática da alfabetizaçãoProjeto teoria e prática da alfabetização
Projeto teoria e prática da alfabetização
AlineGarotti
 
Projeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinarProjeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinar
AVM
 
Projeto brincadeira de criança
Projeto brincadeira de criançaProjeto brincadeira de criança
Projeto brincadeira de criança
danizinha_blog
 

Semelhante a Educação infantil, para quê? (20)

Função social da escrita eliane poster
Função social da escrita eliane  posterFunção social da escrita eliane  poster
Função social da escrita eliane poster
 
Linguagem oral e escrita
Linguagem oral e escrita Linguagem oral e escrita
Linguagem oral e escrita
 
Palestra alfabetização
Palestra alfabetizaçãoPalestra alfabetização
Palestra alfabetização
 
Investigação do currículo na escola da educação infantil.
Investigação do currículo na escola da educação infantil.Investigação do currículo na escola da educação infantil.
Investigação do currículo na escola da educação infantil.
 
Proposta gênios educação infantil
Proposta gênios educação infantil Proposta gênios educação infantil
Proposta gênios educação infantil
 
Investigação do currículo na escola da educação infantil. simone helen drumond
Investigação do currículo na escola da educação infantil. simone helen drumondInvestigação do currículo na escola da educação infantil. simone helen drumond
Investigação do currículo na escola da educação infantil. simone helen drumond
 
Investigação do currículo na escola da educação infantil. 1
Investigação do currículo na escola da educação infantil. 1Investigação do currículo na escola da educação infantil. 1
Investigação do currículo na escola da educação infantil. 1
 
Projeto.doc teatro na ed. infantil
Projeto.doc teatro na ed. infantilProjeto.doc teatro na ed. infantil
Projeto.doc teatro na ed. infantil
 
Oppi
OppiOppi
Oppi
 
Teoria e prática educativa na área da alfabetização
Teoria e prática educativa na área da alfabetizaçãoTeoria e prática educativa na área da alfabetização
Teoria e prática educativa na área da alfabetização
 
Eixos da educação infantil
Eixos da educação infantilEixos da educação infantil
Eixos da educação infantil
 
Trabalho interdisciplinar
Trabalho interdisciplinarTrabalho interdisciplinar
Trabalho interdisciplinar
 
Projeto diversidade cultural na educação infantil
Projeto diversidade cultural na educação infantilProjeto diversidade cultural na educação infantil
Projeto diversidade cultural na educação infantil
 
Eixos Da Educação Infantil
 Eixos Da Educação Infantil Eixos Da Educação Infantil
Eixos Da Educação Infantil
 
Tecendo caminhos na relação entre as atividades Lúdicas e as praticas educativas
Tecendo caminhos na relação entre as atividades Lúdicas e as praticas educativasTecendo caminhos na relação entre as atividades Lúdicas e as praticas educativas
Tecendo caminhos na relação entre as atividades Lúdicas e as praticas educativas
 
Unidade 3
Unidade 3Unidade 3
Unidade 3
 
Projeto teoria e prática da alfabetização
Projeto teoria e prática da alfabetizaçãoProjeto teoria e prática da alfabetização
Projeto teoria e prática da alfabetização
 
Alfabetização slides
Alfabetização slidesAlfabetização slides
Alfabetização slides
 
Projeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinarProjeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinar
 
Projeto brincadeira de criança
Projeto brincadeira de criançaProjeto brincadeira de criança
Projeto brincadeira de criança
 

Mais de Magda Marques

Mais de Magda Marques (19)

Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.
 
Sequência didática chocolate
Sequência didática chocolateSequência didática chocolate
Sequência didática chocolate
 
Cartilha de Santa Luzia a Luziânia- A História de todos nós.
Cartilha de Santa Luzia a Luziânia- A História de todos nós.Cartilha de Santa Luzia a Luziânia- A História de todos nós.
Cartilha de Santa Luzia a Luziânia- A História de todos nós.
 
Alfabetização-Psicogênese da Língua escrita
Alfabetização-Psicogênese da Língua escritaAlfabetização-Psicogênese da Língua escrita
Alfabetização-Psicogênese da Língua escrita
 
Alfabetização e letramento matemático pnaic
Alfabetização e letramento matemático pnaicAlfabetização e letramento matemático pnaic
Alfabetização e letramento matemático pnaic
 
Encontro sobre alfabetização
Encontro sobre alfabetizaçãoEncontro sobre alfabetização
Encontro sobre alfabetização
 
Alfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoAlfabetização e letramento
Alfabetização e letramento
 
Apropiação do sistema de escrita alfabética
Apropiação do sistema de escrita alfabéticaApropiação do sistema de escrita alfabética
Apropiação do sistema de escrita alfabética
 
Ii encontro de supervisores escolares
Ii encontro de supervisores escolaresIi encontro de supervisores escolares
Ii encontro de supervisores escolares
 
Arte na escola
Arte na escolaArte na escola
Arte na escola
 
Sequência Didática
Sequência DidáticaSequência Didática
Sequência Didática
 
Encontro pedagógico
Encontro pedagógicoEncontro pedagógico
Encontro pedagógico
 
Sequencia didática
Sequencia didáticaSequencia didática
Sequencia didática
 
Organização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógicoOrganização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógico
 
Avaliação no ciclo
Avaliação no cicloAvaliação no ciclo
Avaliação no ciclo
 
Formação projovem
Formação projovemFormação projovem
Formação projovem
 
Formação historia2
Formação historia2Formação historia2
Formação historia2
 
Formação história
Formação históriaFormação história
Formação história
 
Apresentação pnaic1
Apresentação pnaic1Apresentação pnaic1
Apresentação pnaic1
 

Último

1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
azulassessoria9
 

Último (20)

Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 

Educação infantil, para quê?

  • 1. Professoras: Magda Marques e Gisele Santiago Educação Infantil, para quê?
  • 2. O segredo da genialidade é carregar o espírito da infância na maturidade. Thomas Huxley
  • 3. Ser criança e ter infância têm o mesmo significado?
  • 4. Ser criança e ter infância são termos distintos!
  • 5. Para compreender a Educação Infantil é preciso antes, compreender a infância; as suas peculiaridades e necessidades. Sabemos que o desenvolvimento humano passa por fases, e que em cada uma a criança pensa, age, aprende e desenvolve-se de maneiras distintas, porém interligadas. E a criança com a qual trabalhamos diariamente, em que fase se encontra? Qual sua maneira de perceber e apreender o mundo? Como nós, enquanto professores, podemos tornar esse momento ainda mais rico, potencializando a aprendizagem?
  • 6. Período pré-operatório No estágio simbólico, que é dos 2 até por volta dos 7 anos, o pensamento da criança está centrado nela mesma, é um pensamento egocêntrico. E é nesta fase que se apresenta a linguagem, como socialização da criança, que se dá através da fala, dos desenhos e das dramatizações. O lúdico está presente em todos os momentos.
  • 7. Diante disso, qual são os objetivos da Educação Infantil? • Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações. • Descobrir e conhecer progressivamente seu próprio corpo, suas potencialidades e seus limites, desenvolvendo e valorizando hábitos de cuidado com a própria saúde e bem-estar. • Estabelecer vínculos afetivos e de troca com adultos e crianças, fortalecendo sua autoestima e ampliando gradativamente suas possibilidades de comunicação e interação social. • Estabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais, aprendendo aos poucos a articular seus interesses e pontos de vista com os demais, respeitando a diversidade e desenvolvendo atitudes de ajuda e colaboração. • Brincar expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades.
  • 8. • Utilizar as diferentes linguagens (corporal, musical, plástica, oral e escrita) ajustadas às diferentes intenções e situações de comunicação, de forma a compreender e ser compreendido, expressar suas ideias, sentimentos, necessidades e desejos e avançar no seu processo de construção de significados, enriquecendo cada vez mais sua capacidade expressiva. • Conhecer algumas manifestações culturais, demonstrando atitudes de interesse, respeito e participação frente a elas e valorizando a diversidade.
  • 9. Visando o alcance de tais objetivos, a Educação Infantil trabalha com base em seis eixos. • Movimento, • Música, • Artes Visuais, • Linguagem Oral e Escrita, • Natureza e Sociedade, • Matemática.
  • 10. O ato de brincar na Educação Infantil
  • 11. Brincar é uma importante forma de comunicação, é por meio deste ato que a criança pode reproduzir o seu cotidiano. O ato de brincar possibilita o processo de aprendizagem da criança, pois facilita a construção da reflexão, da autonomia e da criatividade, estabelecendo, desta forma, uma relação estreita entre jogo e aprendizagem.
  • 12. ROTINA A organização da rotina das atividades da criança na escola é um aspecto de suma importância. Essa deve ser pensada a partir do planejamento feito pela equipe pedagógica e professores, traduzida no plano de trabalho ou de aula. A rotina possibilita à criança segurança e domínio do espaço e do tempo que passa na escola. Não é uma tarefa fácil estabelecer uma rotina, pois para o adulto, muitas vezes, é considerado algo ruim e repetitivo. Porém, para a criança, é fundamental que exista uma rotina para que ela se sinta segura, possa desenvolver a sua autonomia, bem como, ter o controle das atividades que irão acontecer
  • 13. A rotina precisa compreender três formas de organização do trabalho pedagógico; • Atividades Permanentes; • Sequência de Atividades; • Projetos Pedagógicos.
  • 14. Ambiente Alfabetizador Um lugar para se aprender deve ser aconchegante e despertar no aluno a curiosidade para fazer suas próprias descobertas. Por isso o professor alfabetizador deve gastar um tempo a mais se dedicando a esse espaço na sala de aula. Não se trata apenas de decoração mas de materiais didáticos que estejam ao alcance do aluno, que seja manipulável, palpável, para que o aluno possa se sentir parte do processo de alfabetização e assim trilhar com autonomia seu caminho de alfabetização.
  • 15. Educação Infantil e Alfabetização Na educação infantil, as práticas pedagógicas precisam realizar uma conexão entre o processo de alfabetização das crianças e o mundo real, construir uma concepção de ensinar a ler e a escrever no próprio contexto das práticas sociais da leitura e da escrita, inserindo as crianças em um contexto amplo, rico, fecundo e permeado de múltiplas linguagens, as quais automaticamente as levarão à linguagem escrita. Para que o processo de alfabetização ocorra de maneira rica e eficaz precisamos compreender como a criança aprende, o que nos leva a um questionamento ainda mais importante; como o professor deve ensinar.
  • 16. A leitura e a escrita fazem parte da linguagem do ser humano e, ao serem desenvolvidas, é importante que estejam correlacionada às outras linguagens. Tomemos a oralidade como exemplo. Ela envolve as pessoas e, sendo compreendida em uma comunicação recíproca, pode provocar o processo de alfabetização. A oralidade é uma linguagem fundamental nas relações entre professores e crianças e das crianças entre si, porém é ainda pouco discutida na educação infantil. Nessa etapa, tanto o movimento quanto as expressões verbais e não verbais estão fomentando simultaneamente o desenvolvimento infantil.
  • 17. Para que o processo de aquisição da língua escrita ocorra naturalmente é preciso compreender o que é alfabetizar e letrar. Alfabetização: Processo de apropriação do sistema de escrita. Letramento: Processo de inserção nas práticas sociais e uso da leitura e da escrita. Para que o letramento aconteça, a criança precisa estar em contato com os diversos gêneros que circulam na sociedade, sendo incentivada a refletir sobre sua função social.
  • 18. Na Educação Infantil, as crianças recebem informações sobre a escrita quando: brincam com a sonoridade das palavras, reconhecendo semelhanças e diferenças entre os termos; manuseiam todo tipo de material escrito, como revistas, gibis, livros, fascículos etc.; e o professor lê para a turma e serve de escriba na produção. As práticas de escrita devem estar presentes em momentos reais de uso social. O escrever deve estar ligado ao registro de vivências, expressão de emoções, ou seja, como comunicação. O trabalho partindo do nome das próprias crianças é o ponto de partida ideal para dar sentido ao uso da escrita e para refletir o sistema de escrita.
  • 19. Luiza recitando 'A criança que pensa em fadas' Fernando Pessoa.mp4 Que a cada reflexão possamos modificar nossa prática! Obrigada pela atenção!
  • 20. Referências Bibliográficas • http://loja.grupoa.com.br/revista- patio/artigo/5995/alfabetizacao-e-educacao- infantil.aspx • https://novaescola.org.br/conteudo/585/alfabetizar-na- educacao-infantil-pode • http://www.unifafibe.com.br/revistasonline/arquivos/re vistafafibeonline/sumario/28/11122013185355.pdf • Referenciais Curriculares Nacionais para a Educação Infantil, volume 1.