ACADÊMICOS : André Luiz Soares da Silva Deiverton Cardoso da Rocha  Silva Mailson Rodrigues Marlon Almeida DOENÇA DE CHAGA...
Doença de Chagas Conhecida como Tripanossomíase ou Tripanossomíase Americana; Exclusiva das Américas; Agente Etiológico:  ...
BARBEIRO Doença de Chagas
Doença de Chagas <ul><li>HISTÓRICO: </li></ul>Descoberta em 1909 por  Carlos Chagas ; Técnicas moleculares identificaram o...
Doença de Chagas <ul><li>CICLO BIOLÓGICO: </li></ul>
Doença de Chagas <ul><li>TRANSMISSÃO: </li></ul>Pelo inseto  Vetor ; Transfusão sanguínea;  Transmissão Congênita; Acident...
Doença de Chagas <ul><li>SINTOMAS: </li></ul>Surgem de 5 a 14 dias após a transmissão; Caracterizada por Febre de intensid...
Doença de Chagas <ul><li>Sinal de Romaña; </li></ul><ul><li>DIAGNÓSTICO: </li></ul><ul><li>Chagoma de Inoculação; </li></u...
Doença de Chagas <ul><li>PROFILAXIA: </li></ul>Melhoria das habitações rurais; Controle do doador de Sangue; Controle da T...
Doença de Chagas <ul><li>TRATAMENTO: </li></ul><ul><li>Nifurtimox; </li></ul><ul><li>Benomidazol; </li></ul><ul><li>Alopur...
Doença de Chagas <ul><li>CONSIDERAÇÕES FINAIS: </li></ul>Utilizou-se a teoria de Karl Marx; O Homem com sua sede de lucro ...
Doença de Chagas <ul><li>CONSIDERAÇÕES FINAIS: </li></ul>Classe com alto poder aquisitivo, menor probabilidade de adquirir...
 
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Doença de Chagas

8.057 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.057
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
186
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Doença de Chagas

  1. 1. ACADÊMICOS : André Luiz Soares da Silva Deiverton Cardoso da Rocha Silva Mailson Rodrigues Marlon Almeida DOENÇA DE CHAGAS MACAPÁ-AP OUTUBRO/2004 FACULDADE SEAMA CURSO DE BIOMEDICINA
  2. 2. Doença de Chagas Conhecida como Tripanossomíase ou Tripanossomíase Americana; Exclusiva das Américas; Agente Etiológico: Trypanossoma Cruzi; Inseto Vetor: Barbeiro (Gênero Triatoma); Hospedeiros, Homem, Roedores, Marsupiais, Etc.
  3. 3. BARBEIRO Doença de Chagas
  4. 4. Doença de Chagas <ul><li>HISTÓRICO: </li></ul>Descoberta em 1909 por Carlos Chagas ; Técnicas moleculares identificaram o parasita em múmias de 4.000 anos; Primitivamente exclusiva de Animais Silvestres (Enzootia); Atualmente, Doença humana (Antropozoonose).
  5. 5. Doença de Chagas <ul><li>CICLO BIOLÓGICO: </li></ul>
  6. 6. Doença de Chagas <ul><li>TRANSMISSÃO: </li></ul>Pelo inseto Vetor ; Transfusão sanguínea; Transmissão Congênita; Acidentes em Laboratórios; Transmissão Oral; Coito; Transplante.
  7. 7. Doença de Chagas <ul><li>SINTOMAS: </li></ul>Surgem de 5 a 14 dias após a transmissão; Caracterizada por Febre de intensidade variável; Inflamação dos Glânglios Linfáticos; Inchaço do Fígado; Inflamação no local da picada, Chagoma ; 40 dias, Transfusão Sanguínea; Edema Inflamatório das pálpebras, Sinal de RONAN; Morte Súbita por Cardiopatia.
  8. 8. Doença de Chagas <ul><li>Sinal de Romaña; </li></ul><ul><li>DIAGNÓSTICO: </li></ul><ul><li>Chagoma de Inoculação; </li></ul><ul><li>Alterações Cardíacas. </li></ul><ul><li>Pesquisa do Parasita: Esfregaço ou gota espessa; </li></ul><ul><li>Hemocultura; </li></ul><ul><li>Xenodiagnóstico; </li></ul><ul><li>Diangnóstico Sorológico. </li></ul>CLÍNICO: LABORATORIAL:
  9. 9. Doença de Chagas <ul><li>PROFILAXIA: </li></ul>Melhoria das habitações rurais; Controle do doador de Sangue; Controle da Transmissão Congênita; Vacinação. Combate ao Barbeiro;
  10. 10. Doença de Chagas <ul><li>TRATAMENTO: </li></ul><ul><li>Nifurtimox; </li></ul><ul><li>Benomidazol; </li></ul><ul><li>Alopurinol. </li></ul>Não possui cura;
  11. 11. Doença de Chagas <ul><li>CONSIDERAÇÕES FINAIS: </li></ul>Utilizou-se a teoria de Karl Marx; O Homem com sua sede de lucro quebra o Ciclo Silvestre da Doença ao derrubar a mata; Diz que a função do Estado é Consolidar o poder da Burguesia;
  12. 12. Doença de Chagas <ul><li>CONSIDERAÇÕES FINAIS: </li></ul>Classe com alto poder aquisitivo, menor probabilidade de adquirir a doença; Doença diretamente proporcional as condições econômicas da População; A classe com baixo poder aquisitivo é suscetível à doença;

×