Sinantrópicos X Animaisdomésticos Domésticos : são criados em benefício do homem,  servindo como companhia, produção de a...
Destacamos, dentre os animais sinantrópicos, aqueles que podemtransmitir doenças, causar agravos à saúde do homem ou deout...
PrejuízosSegundo a OMS, 60% das doenças de origem alimentar são causadas poralimentos contaminados por agentes transmitido...
Prejuízos CAUSADOS SOMENTE POR ROEDORES :- Perda anual de até 8% da produção mundial de cereais e raízes;- Cada roedor cos...
O preço da liberdade é a eterna vigilância,sejam os mosquitos a ameaça, ou as visintenções do homem
Animais incômodo ! Será que éde hoje???
Vocês acham que durante as pestes da humanidade houve envolvimento de animais sinantrópicos????
Malária Morte de aproximadamente 2 milhões de pessoas por ano. Protozoários parasitas  mosquito Anopheles. Mais de 500...
Peste Negra 1340 - 1771 Matou 75 milhões de pessoas. Ocorreu na Idade Média, a peste bubônica, pandemia que assolou a Eu...
Em Avignon, na França, vivia Guy de Chauliac, o mais famoso cirurgião dessa época, médico do papa Clemente VI. Chauliac so...
Questionamento sobre instituições milenares como a IgrejaCatólica => novas formas de religião místicas e de pensarprospera...
Aparecimento do autoflagelo
Tifo 430 a.C. até ?   Matou 3 milhões de pessoas somente entre 1918 e 1922.   Transmitida pelos   piolhos que possuem   ...
Tifo Exantemático             Bactéria Rickettsia rickettsii    Causado pela picada do carrapato:Amblyomma           aur...
Distribuição
Portanto:   Aproximam principalmente pelo alimento e abrigo.   Acesso e água – auxilia na permanência.               A  ...
Indícios de Presença
Indícios de Presença
Alimento
Água
Acesso
Abrigo
Mais abrigos ...
Roedores de interesse em Saúde           Pública
Roedores 1700 espécies    125 espécies – pragas        3 espécies - grande problema para os homens.
Rato de telhado ou preto – Rattus rattus.                 Forros, sótãos, paióis, silos e armazéns;                 podem ...
Será que são muitos ??????????A Suíça mantém 0,5 rato per capita,EUA 2 ratos per capita,Brasil, nos grandes centros urb...
Roedores Materiais roídos Fezes Trilhas Odor característico Tocas Manchas de Gordura Presença do roedor
Até 7,5 cm   Até 9,5 cm   De 4 a 10 cm
Até 1,2 m                     Até                     15 mAté1,25 m
ARMADILHAS
Controle químico•Isca Granulada•Isca Parafinada•Pó Químico:
Hantaviroses A hantavirose é uma doença viral, transmitida principalmente por ratos silvestres, que causa uma síndrome pu...
Etiologia O agente é um RNA vírus, pertencente à família Buyanviridae, do gênero hantavirus. Existem várias cepas do víru...
No Brasil, as principais espécies envolvidas são Akodon spp, Bolomys lasiurus eOligoryzomys spp. Os humanos enfermos podem...
Via de eliminação: fezes, urina e saliva.Via de transmissão: contágio direto com aerossóis infectados.Eventualmente também...
POMBOS Grandes populações em centros urbanos Facilidade de abrigos e alimentos
Características - Alto índice reprodutivo: de 5 a 6 ninhadas por ano,    cada uma com 1 ou 2 filhotes.    Nas grandes ci...
 A população de Columba livia em São José do Rio Preto  está estimada em 330.000 indivíduos, ou seja 1 ave por  habitante...
 Pombos: Danos materiais e sanitários Entupimento de calhas e valas pelas penas As fezes descolorem pedras e cimento, c...
Pombos Retirar condições que facilitam a proliferação: Não dar alimentos Impedir a construção e remover os ninhos Umed...
Mais chato que a praga : Estratégias adotadas para evitar o pouso dessas aves são: Instalação de armações de hastes pont...
GambáGambá – “ ventre aberto”MarsupialCidade – raposinhaNoturnosOnívoroLento e pouca agilidade – ótimos parasubir em coisa...
MosquitosMoscas
 Proliferam nas águas paradas Picadas: desconforto, irritação, prurido e em casos extremos óbito.
Moscas 120.000 espécies Mosca doméstica (Musca domestica) Alimentam-se de fezes, escarros, pus, produtos  animais e veg...
Pulgas Específicas, mais na falta do preferido atacam qualquer  animal Ovos e larvas pelos cantos da casa, rodapé, pisos...
Pulgas Pulex irritans - ataca o homem, embora também -  outros hospedeiros. Xenopsylla cheopis - ratos domésticos, princ...
Pulgas – medidas de controle• Lavar e colocar no sol roupas de cama e banho• Solução de água e vinagre (1:1)• Passar a sol...
Barata Aproximadamente 4000 espécies. 2 espécies são mais comum nas áreas urbanas – a de esgoto (Periplaneta americana) ...
Baratas -  • de esgoto     locais com muita gordura e matéria   orgânica em abundância como: galerias de esgoto,   bueiros...
 Um casal de baratas, no período de 1 ano, pode gerar  até 100 mil descendentes, sendo que nos países  tropicais esse núm...
Controle de Pragas ? Erradicação ? Manejo de pragas ? Controle como ?
CIPCIP                   VANTAGENS :Menor custo de produçãoDiminuição de danos ambientaisSaúde de funcionáriosIntegraç...
C.I.P                                           Barreiras GMP           prevenção     CIP       Medidas                   ...
ARMADILHAS
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Animais sinantrópicos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Animais sinantrópicos

5.734 visualizações

Publicada em

Dr. Mário Ramos de Paula e Silva, médico veterinário, chefe da Sessão de Ações de Meio Ambiente da Secretaria Municipal de Saude, falou ao público do Olhar Verde, sobre aqueles animais que vivem junto ao homem e que geralmente são vistos como pragas.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.734
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
36
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
341
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Animais sinantrópicos

  1. 1. Sinantrópicos X Animaisdomésticos Domésticos : são criados em benefício do homem, servindo como companhia, produção de alimentos, entre outros. Sinantrópicos: são geralmente indesejáveis. É uma associação desfavorável pela possibilidade de transmissão de zoonoses ou ocorrer a depreciação de suas habitações e monumentos históricos.
  2. 2. Destacamos, dentre os animais sinantrópicos, aqueles que podemtransmitir doenças, causar agravos à saúde do homem ou deoutros animais, e que estão presentes na nossa cidade, tais como: BARATA  ABELHA CARRAPATO  ARANHA FORMIGA  ESCORPIÃO PULGA  VESPA RATO TATURANA LACRAIA MORCEGO MOSCA MOSQUITO POMBO
  3. 3. PrejuízosSegundo a OMS, 60% das doenças de origem alimentar são causadas poralimentos contaminados por agentes transmitidos pelas pragas urbanas.Cerca de 30% das principais plantações são dizimadas por insetos e outras pragas.Deste modo, o controle responsável de todas essas pragas é fundamental, pois aperda nos armazenamentos pode chegar a 20% da safra, além dos riscos à saúde.Especialistas calculam que os danos causados por cupins em áreas urbanas anível mundial podem chegar a 10 bilhões de dólares anuais.
  4. 4. Prejuízos CAUSADOS SOMENTE POR ROEDORES :- Perda anual de até 8% da produção mundial de cereais e raízes;- Cada roedor costuma comer por dia o equivalente a 10% de seu peso;- Contaminação dos alimentos por urina e fezes;- Desperdício pelo rompimento de sacarias e outras embalagens;- Acidentes devido aos danos causados em fios e cabos de máquinas e instalaçõeselétricas;- Presença de ruídos e chiados em ligações telefônicas.
  5. 5. O preço da liberdade é a eterna vigilância,sejam os mosquitos a ameaça, ou as visintenções do homem
  6. 6. Animais incômodo ! Será que éde hoje???
  7. 7. Vocês acham que durante as pestes da humanidade houve envolvimento de animais sinantrópicos????
  8. 8. Malária Morte de aproximadamente 2 milhões de pessoas por ano. Protozoários parasitas  mosquito Anopheles. Mais de 500 milhões de pessoas todos os anos. É a principal parasitose tropical e uma das mais freqüentes causas de morte em crianças nesses países: (mata um milhão de crianças com menos de 5 anos a cada ano). Só com o início da agricultura, há 10 000 anos e com o crescimento populacional e destruição dos ambientes naturais desses outros animais e seus mosquitos, é que as populações de Anopheles aumentaram significativamente, iniciando a verdadeira epidemia de malária que existe hoje. No Brasil, em meados da década de 40 ocorriam entre 6 e 8 milhões de casos de malária por ano resultando em cerca de 80 mil óbitos.
  9. 9. Peste Negra 1340 - 1771 Matou 75 milhões de pessoas. Ocorreu na Idade Média, a peste bubônica, pandemia que assolou a Europa, a China, o Oriente Médio e outras regiões do Mundo durante o século XIV(1347-1350). Dizimou um terço da população da Europa e proporções provavelmente semelhantes nas outras regiões. A doença é causada pela bactéria Yersinia pestis, transmitida ao ser humano através das pulgas dos ratos-pretos ou outros roedores. Foi utilizada como arma biológica: Cadáveres de turcos que tinham morrido da doença foram catapultados para dentro das muralhas de Jaffa, de onde se espalhou. Na primeira guerra mundial, o exército Japonês também utilizou a peste como arma biológica disseminada por pulgas em civis chineses e prisioneiros de guerra na Manchúria.
  10. 10. Em Avignon, na França, vivia Guy de Chauliac, o mais famoso cirurgião dessa época, médico do papa Clemente VI. Chauliac sobreviveu à peste e deixou o seguinte relato: A grande mortandade teve início em Avignon em janeiro de 1348. A epidemia se apresentou de duas maneiras. Nos primeiros dois meses manifestava-se com febre e expectoração sanguinolenta e os doentes morriam em 3 dias; decorrido esse tempo manifestou-se com febre contínua e inchação nas axilas e nas virilhas e os doentes morriam em 5 dias. Era tão contagiosa que se propagava rapidamente de uma pessoa a outra; o pai não ia ver seu filho nem o filho a seu pai; a caridade desaparecera por completo". E continua: Não se sabia qual a causa desta grande mortandade. Em alguns lugares pensava-se que os judeus haviam envenenado o mundo e por isso os mataram.
  11. 11. Questionamento sobre instituições milenares como a IgrejaCatólica => novas formas de religião místicas e de pensarprosperaram .Minorias inocentes como os leprosos e os judeus foramperseguidos e acusadas de serem a causa da peste.
  12. 12. Aparecimento do autoflagelo
  13. 13. Tifo 430 a.C. até ? Matou 3 milhões de pessoas somente entre 1918 e 1922. Transmitida pelos piolhos que possuem bactéria Rickettsia prowazekii Não deve ser relacionada à Febre tifóide que é causada pela Salmonella. A primeira descrição reconhecível do tifo foi dada em 1083 na Itália, mas só em 1546 é que o famoso médico de Florença, Girolamo Fracastoro (o primeiro médico a defender os germes como causa das doenças), descreveu a doença em termos científicos. Já em 1909, Charles Nicolle identificou o piolho como vetor da doença. Ganhou em 1928 o Prêmio Nobel pela sua descoberta. O Tifo foi uma importante causa de epidemias antes da Segunda guerra mundial. Atingia particularmente os exércitos em campanha e as populações prisionais. Uma das epidemias mais conhecidas foi aquela que atingiu Napoleão Bonaparte e a sua "Grande Armée" na campanha de invasão da Rússia, em 1812. Durante a retirada das suas tropas após a destruição de Moscou, as tropas de Napoleão foram reduzidas de 600.000 a 40.000 homens por causa do frio e do tifo. O corte de cabelo conhecido como "cadete" e a proibição da barba no exército tem aí a sua explicação: são medidas higiênicas, hoje parte importante da disciplina de todos os exércitos do mundo excluindo-se os de países de religião muçulmana onde permanece o afluxo da doença.
  14. 14. Tifo Exantemático  Bactéria Rickettsia rickettsii  Causado pela picada do carrapato:Amblyomma aureolatum e Amblyomma cajennense  Sinais e sintomas iniciais da doença incluem o início súbito de febre, dor de cabeça e dores musculares, seguidos pelo aparecimento de exantema. A doença pode ser difícil de diagnosticar nos estágios iniciais e sem tratamento rápido e apropriado pode ser fatal.
  15. 15. Distribuição
  16. 16. Portanto:  Aproximam principalmente pelo alimento e abrigo.  Acesso e água – auxilia na permanência. A - limento A - brigo A - cesso A - gua
  17. 17. Indícios de Presença
  18. 18. Indícios de Presença
  19. 19. Alimento
  20. 20. Água
  21. 21. Acesso
  22. 22. Abrigo
  23. 23. Mais abrigos ...
  24. 24. Roedores de interesse em Saúde Pública
  25. 25. Roedores 1700 espécies  125 espécies – pragas  3 espécies - grande problema para os homens.
  26. 26. Rato de telhado ou preto – Rattus rattus. Forros, sótãos, paióis, silos e armazéns; podem viver em árvores, mais comuns no interior do domicílio. Ratazana – Rattus norvergicus. Tocas e galerias no subsolo, beira de córregos, lixões, interior de instalações, mais comumente fora do domicílio.Camundongo – Mus musculus. No interior dos imóveis,geralmente dentro de móveis.
  27. 27. Será que são muitos ??????????A Suíça mantém 0,5 rato per capita,EUA 2 ratos per capita,Brasil, nos grandes centros urbanos, existem 15ratos/habitante, sendo a média nacional de 8.
  28. 28. Roedores Materiais roídos Fezes Trilhas Odor característico Tocas Manchas de Gordura Presença do roedor
  29. 29. Até 7,5 cm Até 9,5 cm De 4 a 10 cm
  30. 30. Até 1,2 m Até 15 mAté1,25 m
  31. 31. ARMADILHAS
  32. 32. Controle químico•Isca Granulada•Isca Parafinada•Pó Químico:
  33. 33. Hantaviroses A hantavirose é uma doença viral, transmitida principalmente por ratos silvestres, que causa uma síndrome pulmonar em humanos (SPH). Foi descrita pela primeira vez no Brasil em 1993 e atualmente registra-se sua ocorrência em vários estados do País, com uma incidência crescente.
  34. 34. Etiologia O agente é um RNA vírus, pertencente à família Buyanviridae, do gênero hantavirus. Existem várias cepas do vírus, dependendo da região onde ocorre. Nas Américas, as cepas Sin Nombre, Bayou e New York, entre outras, são as mais prevalentes. Já na Ásia e na Europa, as cepas predominantes são Hantaan, Puumala e Seoul.
  35. 35. No Brasil, as principais espécies envolvidas são Akodon spp, Bolomys lasiurus eOligoryzomys spp. Os humanos enfermos podem, excepcionalmente, atuar comofonte de infecção, mas isso é muito raro.
  36. 36. Via de eliminação: fezes, urina e saliva.Via de transmissão: contágio direto com aerossóis infectados.Eventualmente também pode ocorrer a transmissão através de água ealimentos infectados.Porta de entrada: trato respiratório, trato digestório e pele (no caso demordeduras).Susceptível: roedores e humanos.O período de incubação é de cerca de 2 semanas. Uma vez no organismo ovírus ataca principalmente os pulmões e os rins, na dependência da cepado vírus. No Brasil, só foi relatada a síndrome pulmonar (SPH), com umaletalidade superior a 50%.
  37. 37. POMBOS Grandes populações em centros urbanos Facilidade de abrigos e alimentos
  38. 38. Características - Alto índice reprodutivo: de 5 a 6 ninhadas por ano, cada uma com 1 ou 2 filhotes. Nas grandes cidades, com a falta de seus predadores, como o gavião e a coruja, o número de pombos vem aumentando consideravelmente; - Os pombos vivem de 3 a 4 anos em média; O casal de pombos fica junto até o fim de suas vidas Cada pombo produz cerca de 2,5Kg de fezes por ano
  39. 39.  A população de Columba livia em São José do Rio Preto está estimada em 330.000 indivíduos, ou seja 1 ave por habitante. (Arif Cais Docente do Departamento de Zoologia do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas de São José do Rio Preto) PRAGA URBANA - LONDRINA (PR) MATARÁ 50 MIL POMBOS Cinqüenta mil pombos serão abatidos em Londrina para controlar a superpopulação dessas aves. A autorização para o abate foi dada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a pedido da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, após a constatação de que pelo menos 170 mil animais habitam o centro da cidade. A iniciativa partiu dos moradores da região, que encaminharam à prefeitura abaixo-assinado exigindo o abate. O município estima gastar R$ 10 mil por mês para limpar as fezes das aves nas ruas da cidade
  40. 40.  Pombos: Danos materiais e sanitários Entupimento de calhas e valas pelas penas As fezes descolorem pedras e cimento, corroem materiais e acelera o apodrecimento da madeira Danificam superfícies pintadas
  41. 41. Pombos Retirar condições que facilitam a proliferação: Não dar alimentos Impedir a construção e remover os ninhos Umedecer as fezes antes de retirar para impedir as doenças por inalação
  42. 42. Mais chato que a praga : Estratégias adotadas para evitar o pouso dessas aves são: Instalação de armações de hastes pontiagudas que cubram a maior parte de uma superfície plana, que poderia ser utilizada para o pouso; Mudança do ângulo de inclinação da superfície de pouso; Instalação de fios de nylon ou arame ao longo da superfície de pouso; Instalação de espiral ao longo da superfície de pouso; Instalação de dispositivos giratórios; Pendurar materiais brilhantes como CDs e fitas de saco plástico em possíveis locais a serem freqüentados pelos pombos; Aplicação de substâncias pegajosas (gel repelente) em camada fina para que o pombo evite o local.
  43. 43. GambáGambá – “ ventre aberto”MarsupialCidade – raposinhaNoturnosOnívoroLento e pouca agilidade – ótimos parasubir em coisasAdaptou muito bem ao meio urbano.
  44. 44. MosquitosMoscas
  45. 45.  Proliferam nas águas paradas Picadas: desconforto, irritação, prurido e em casos extremos óbito.
  46. 46. Moscas 120.000 espécies Mosca doméstica (Musca domestica) Alimentam-se de fezes, escarros, pus, produtos animais e vegetais em decomposição, açúcar, entre outros. A mosca lança uma substância sobre o alimento para poder ingerí-lo, pois não consegue colocar nada sólido para dentro do organismo, somente matéria na forma líquida ou pastosa. É ativa durante o dia e repousa à noite.
  47. 47. Pulgas Específicas, mais na falta do preferido atacam qualquer animal Ovos e larvas pelos cantos da casa, rodapé, pisos, tacos... Adultos em roupas, colchões, lençóis, tapetes...
  48. 48. Pulgas Pulex irritans - ataca o homem, embora também - outros hospedeiros. Xenopsylla cheopis - ratos domésticos, principal transmissora da peste bubônica e do tifo murino. Ctenocephalides sp: preferem cão e o gato. Tunga penetrans - “bicho-de-pé”. Solos arenosos.
  49. 49. Pulgas – medidas de controle• Lavar e colocar no sol roupas de cama e banho• Solução de água e vinagre (1:1)• Passar a solução em carpetes, pisos, estofados,colchões...• Folhas de hortelã frescas embaixo de tapetes ecolchões.• Controle nos animais domésticos – pulicidas•Água quente•Aspirador•Homeopatia
  50. 50. Barata Aproximadamente 4000 espécies. 2 espécies são mais comum nas áreas urbanas – a de esgoto (Periplaneta americana) e a francezinha ou alemãzinha (Blatella germanica).
  51. 51. Baratas - • de esgoto locais com muita gordura e matéria orgânica em abundância como: galerias de esgoto, bueiros, caixas de gordura e de inspeção. Excelentes voadoras. • Francezinha - cozinhas e despensas em locais como armários, gavetas, interruptores de luz, aparelhos eletrodomésticos, dentro de vãos de batentes, rodapés, sob pias, dutos de fiação elétrica e locais como garagens ou sótãos com depósitos de papel e principalmente caixas de papelão, entres outros. Passam 75% do seu tempo abrigadas próximos aos alimentos.
  52. 52.  Um casal de baratas, no período de 1 ano, pode gerar até 100 mil descendentes, sendo que nos países tropicais esse número é facilmente ultrapassado. Segundo um levantamento realizado em São Paulo, pelo Instituto Nacional de Pesquisas Biológicas, há 200 baratas / habitante, na grande São Paulo
  53. 53. Controle de Pragas ? Erradicação ? Manejo de pragas ? Controle como ?
  54. 54. CIPCIP VANTAGENS :Menor custo de produçãoDiminuição de danos ambientaisSaúde de funcionáriosIntegração entre setores !Educação ambiental !!
  55. 55. C.I.P Barreiras GMP prevenção CIP Medidas corretivasEducação Higiene ArmadilhasLimpeza captura identificação QUÍMICOS
  56. 56. ARMADILHAS

×