SlideShare uma empresa Scribd logo
Aids
INTRODUÇÃO
• É uma doença infecciosa causada pelo vírus da
imunodeficiência humana (HIV) que leva à perda progressiva da
imunidade, resultando em infecções graves, tumores malignos e
manifestações causadas pelo próprio vírus.
CAUSAS
• A síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS) é causada pelo
HIV. Sua transmissão pode ocorrer pelas seguintes formas:
 Relação sexual
 Uso de seringas contaminadas
 Transfusão de sangue
 Gravidez e/ou leite materno
 Transplante de órgãos contaminados
 Exposição a material contaminado entre trabalhadores da área de
saúde.
SINTOMAS
• O período de incubação varia de semanas a meses.
• Após este intervalo de tempo o paciente pode apresentar um
quadro de infecção aguda, com febre, calafrios, dor de cabeça, dor
de garganta, dores musculares pelo corpo, ínguas e manchas na
pele, que desaparecem após alguns dias espontaneamente.
SINTOMAS
Alguns anos depois a doença pode se manifestar com sinais
clínicos de baixa resistência imunológica. Entre os mais comuns
estão:
 Diarreia crônica;
 Pneumonia;
 Febre persistente;
 Emagrecimento;
 Câncer de pele.
DIAGNÓSTICO
• O diagnóstico compreende exames específicos para a detecção
do vírus e de seus anticorpos.
• O aparecimento de anticorpos detectáveis por exame de
sangue ocorre num período de seis a 12 semanas após a
contaminação.
TRATAMENTO
• Procurar um médico aos primeiros sinais da doença é
fundamental para a indicação do melhor tratamento para cada
caso.
• Somente o especialista poderá orientar o paciente em relação
aos procedimentos adequados e ao uso de remédios.
• Nos últimos anos foram obtidos grandes avanços no conhecimento
da infecção por HIV.
• Diversas drogas foram desenvolvidas e se mostraram eficazes
para o controle da doença, reduzindo a ocorrência de doenças
oportunistas e levando a melhora da qualidade de vida e,
principalmente, maior sobrevida.
TRATAMENTO
• É importante ressaltar que nenhuma droga, até o momento, é
capaz de erradicar a doença, mas, sim, controlá-la, desde que o
paciente faça uso correto das medicações.
• O abandono do tratamento e o uso incorreto das medicações
são os maiores causadores do elevado número de óbitos.
TRATAMENTO
PREVENÇÃO
• As formas mais importantes de prevenção são a educação e a
informação visando a prática do sexo seguro, diminuindo o número
de parceiros e incentivando o uso de preservativos.
• Mulheres portadoras do HIV que desejam engravidar devem ser
esclarecidas quanto aos riscos com um especialista.
Consulte sempre o seu médico.
Fontes:
Manual Merck. Bibliotaca Online.
http://www,drauziovarella.com.br /HIV.
Mayo Clinic. http://www.mayoclinic.com.
Editora médica: Dra. Anna Gabriela Fuks (615039-RJ)
Jornalista responsável: Roberto Maggessi (31.250 RJ)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Hepatite
HepatiteHepatite
DST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
DST / IST - Infecções Sexualmente TransmissívesDST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
DST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
Pibid Biologia Cejad
 
Ists
IstsIsts
HIV/AIDS
HIV/AIDSHIV/AIDS
Aula 01 dst
Aula 01  dstAula 01  dst
Aula 01 dst
Alinebrauna Brauna
 
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
Edvaldo S. Júnior
 
HIV vs. AIDS
HIV vs. AIDSHIV vs. AIDS
HIV vs. AIDS
Letícia R. Maia
 
Prevencao do HIV e Outras ISTs Identificando as Oportunidades de Acao
Prevencao do HIV e Outras ISTs Identificando as Oportunidades de AcaoPrevencao do HIV e Outras ISTs Identificando as Oportunidades de Acao
Prevencao do HIV e Outras ISTs Identificando as Oportunidades de Acao
Alexandre Naime Barbosa
 
Infecções sexualmente transmissíveis
Infecções sexualmente transmissíveisInfecções sexualmente transmissíveis
Infecções sexualmente transmissíveis
Escola Básica e Secundária de Vizela - Infias
 
Dengue
Dengue Dengue
Doenças sexualmente transmissíveis (dst’s)
Doenças sexualmente  transmissíveis (dst’s)Doenças sexualmente  transmissíveis (dst’s)
Doenças sexualmente transmissíveis (dst’s)
Bio Sem Limites
 
Aids
AidsAids
DST-SÍFILIS
DST-SÍFILISDST-SÍFILIS
DST-SÍFILIS
Kelvia Dias
 
Hepatite B
Hepatite BHepatite B
Hepatite B
Gabriela Bruno
 
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente TransmissíveisDoenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente Transmissíveis
lipe98
 
Dst/aids SIPAT (oficial)
Dst/aids SIPAT (oficial)Dst/aids SIPAT (oficial)
Dst/aids SIPAT (oficial)
Claudio Cesar Pontes ن
 
Surto, Epidemia, Pandemia e Endemia
Surto, Epidemia, Pandemia e EndemiaSurto, Epidemia, Pandemia e Endemia
Surto, Epidemia, Pandemia e Endemia
Governo do Estado do Rio Grande do Sul
 
Hepatites Virais
Hepatites ViraisHepatites Virais
Doenças sexualmente transmissíveis 1.ppsx
Doenças sexualmente transmissíveis 1.ppsxDoenças sexualmente transmissíveis 1.ppsx
Doenças sexualmente transmissíveis 1.ppsx
mariafernandes
 
DSTs
DSTsDSTs

Mais procurados (20)

Hepatite
HepatiteHepatite
Hepatite
 
DST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
DST / IST - Infecções Sexualmente TransmissívesDST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
DST / IST - Infecções Sexualmente Transmissíves
 
Ists
IstsIsts
Ists
 
HIV/AIDS
HIV/AIDSHIV/AIDS
HIV/AIDS
 
Aula 01 dst
Aula 01  dstAula 01  dst
Aula 01 dst
 
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
 
HIV vs. AIDS
HIV vs. AIDSHIV vs. AIDS
HIV vs. AIDS
 
Prevencao do HIV e Outras ISTs Identificando as Oportunidades de Acao
Prevencao do HIV e Outras ISTs Identificando as Oportunidades de AcaoPrevencao do HIV e Outras ISTs Identificando as Oportunidades de Acao
Prevencao do HIV e Outras ISTs Identificando as Oportunidades de Acao
 
Infecções sexualmente transmissíveis
Infecções sexualmente transmissíveisInfecções sexualmente transmissíveis
Infecções sexualmente transmissíveis
 
Dengue
Dengue Dengue
Dengue
 
Doenças sexualmente transmissíveis (dst’s)
Doenças sexualmente  transmissíveis (dst’s)Doenças sexualmente  transmissíveis (dst’s)
Doenças sexualmente transmissíveis (dst’s)
 
Aids
AidsAids
Aids
 
DST-SÍFILIS
DST-SÍFILISDST-SÍFILIS
DST-SÍFILIS
 
Hepatite B
Hepatite BHepatite B
Hepatite B
 
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente TransmissíveisDoenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente Transmissíveis
 
Dst/aids SIPAT (oficial)
Dst/aids SIPAT (oficial)Dst/aids SIPAT (oficial)
Dst/aids SIPAT (oficial)
 
Surto, Epidemia, Pandemia e Endemia
Surto, Epidemia, Pandemia e EndemiaSurto, Epidemia, Pandemia e Endemia
Surto, Epidemia, Pandemia e Endemia
 
Hepatites Virais
Hepatites ViraisHepatites Virais
Hepatites Virais
 
Doenças sexualmente transmissíveis 1.ppsx
Doenças sexualmente transmissíveis 1.ppsxDoenças sexualmente transmissíveis 1.ppsx
Doenças sexualmente transmissíveis 1.ppsx
 
DSTs
DSTsDSTs
DSTs
 

Semelhante a Apresentação aids

7- HIV e aids.pptx
7- HIV e aids.pptx7- HIV e aids.pptx
7- HIV e aids.pptx
GeniViana
 
Aids.2
Aids.2Aids.2
Doenças da actualidade e toxicodependências.
Doenças da actualidade e toxicodependências.Doenças da actualidade e toxicodependências.
Doenças da actualidade e toxicodependências.
Mariana Canastra
 
Sida nascimento
Sida nascimentoSida nascimento
Sida nascimento
rosacristinapalma
 
Aids ,por Simone Tavares
Aids ,por Simone TavaresAids ,por Simone Tavares
Aids ,por Simone Tavares
Simone
 
Vale a pena LER de novo...
Vale a pena LER de novo...Vale a pena LER de novo...
Vale a pena LER de novo...
ISI Engenharia
 
Aula sobre HIV-AIDS abordando a disciplina de patologia.pdf
Aula sobre HIV-AIDS abordando a disciplina de patologia.pdfAula sobre HIV-AIDS abordando a disciplina de patologia.pdf
Aula sobre HIV-AIDS abordando a disciplina de patologia.pdf
BrunaRamos397436
 
Power Point Sobre A Sida 1
Power Point Sobre A Sida 1Power Point Sobre A Sida 1
Power Point Sobre A Sida 1
efaesvn
 
Apresentaoaids 140327164349-phpapp01
Apresentaoaids 140327164349-phpapp01Apresentaoaids 140327164349-phpapp01
Apresentaoaids 140327164349-phpapp01
Glaucione Garcia
 
Aids 1 E
Aids 1 EAids 1 E
AIDS e HIV
AIDS e HIVAIDS e HIV
AIDS e HIV
Paulo Tavares
 
Epidemiologia das doenças infecciosas
Epidemiologia das doenças infecciosasEpidemiologia das doenças infecciosas
Epidemiologia das doenças infecciosas
Adriana Mércia
 
Trabalho de biologia
Trabalho de biologiaTrabalho de biologia
Trabalho de biologia
Allane Lima
 
DST
DSTDST
Apresentaotrabalho 120526001155-phpapp01
Apresentaotrabalho 120526001155-phpapp01Apresentaotrabalho 120526001155-phpapp01
Apresentaotrabalho 120526001155-phpapp01
Fernando Mendonça Sabino
 
Trabalho combate contra a aids edi
Trabalho combate contra a aids  ediTrabalho combate contra a aids  edi
Trabalho combate contra a aids edi
EMEF João da silva
 
MANEJO LABORATORIAL - TR COVID-19.pptx
MANEJO LABORATORIAL - TR COVID-19.pptxMANEJO LABORATORIAL - TR COVID-19.pptx
MANEJO LABORATORIAL - TR COVID-19.pptx
AdilelsonJnior
 
Atuação farmacêutico - adesão TARV - 26.9.17.pdf
Atuação farmacêutico - adesão TARV - 26.9.17.pdfAtuação farmacêutico - adesão TARV - 26.9.17.pdf
Atuação farmacêutico - adesão TARV - 26.9.17.pdf
TasaCunha1
 
AIDS.ppt
AIDS.pptAIDS.ppt
AIDS.ppt
mariane844669
 
Doenças sexualmente transmissíveis robert
Doenças sexualmente transmissíveis robertDoenças sexualmente transmissíveis robert
Doenças sexualmente transmissíveis robert
RobertBindaAlbuquerque
 

Semelhante a Apresentação aids (20)

7- HIV e aids.pptx
7- HIV e aids.pptx7- HIV e aids.pptx
7- HIV e aids.pptx
 
Aids.2
Aids.2Aids.2
Aids.2
 
Doenças da actualidade e toxicodependências.
Doenças da actualidade e toxicodependências.Doenças da actualidade e toxicodependências.
Doenças da actualidade e toxicodependências.
 
Sida nascimento
Sida nascimentoSida nascimento
Sida nascimento
 
Aids ,por Simone Tavares
Aids ,por Simone TavaresAids ,por Simone Tavares
Aids ,por Simone Tavares
 
Vale a pena LER de novo...
Vale a pena LER de novo...Vale a pena LER de novo...
Vale a pena LER de novo...
 
Aula sobre HIV-AIDS abordando a disciplina de patologia.pdf
Aula sobre HIV-AIDS abordando a disciplina de patologia.pdfAula sobre HIV-AIDS abordando a disciplina de patologia.pdf
Aula sobre HIV-AIDS abordando a disciplina de patologia.pdf
 
Power Point Sobre A Sida 1
Power Point Sobre A Sida 1Power Point Sobre A Sida 1
Power Point Sobre A Sida 1
 
Apresentaoaids 140327164349-phpapp01
Apresentaoaids 140327164349-phpapp01Apresentaoaids 140327164349-phpapp01
Apresentaoaids 140327164349-phpapp01
 
Aids 1 E
Aids 1 EAids 1 E
Aids 1 E
 
AIDS e HIV
AIDS e HIVAIDS e HIV
AIDS e HIV
 
Epidemiologia das doenças infecciosas
Epidemiologia das doenças infecciosasEpidemiologia das doenças infecciosas
Epidemiologia das doenças infecciosas
 
Trabalho de biologia
Trabalho de biologiaTrabalho de biologia
Trabalho de biologia
 
DST
DSTDST
DST
 
Apresentaotrabalho 120526001155-phpapp01
Apresentaotrabalho 120526001155-phpapp01Apresentaotrabalho 120526001155-phpapp01
Apresentaotrabalho 120526001155-phpapp01
 
Trabalho combate contra a aids edi
Trabalho combate contra a aids  ediTrabalho combate contra a aids  edi
Trabalho combate contra a aids edi
 
MANEJO LABORATORIAL - TR COVID-19.pptx
MANEJO LABORATORIAL - TR COVID-19.pptxMANEJO LABORATORIAL - TR COVID-19.pptx
MANEJO LABORATORIAL - TR COVID-19.pptx
 
Atuação farmacêutico - adesão TARV - 26.9.17.pdf
Atuação farmacêutico - adesão TARV - 26.9.17.pdfAtuação farmacêutico - adesão TARV - 26.9.17.pdf
Atuação farmacêutico - adesão TARV - 26.9.17.pdf
 
AIDS.ppt
AIDS.pptAIDS.ppt
AIDS.ppt
 
Doenças sexualmente transmissíveis robert
Doenças sexualmente transmissíveis robertDoenças sexualmente transmissíveis robert
Doenças sexualmente transmissíveis robert
 

Mais de Laboratório Sérgio Franco

Mudamos!
Mudamos!Mudamos!
Cancer de próstata
Cancer de próstataCancer de próstata
Cancer de próstata
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação trombose venosa profunda
Apresentação trombose venosa profundaApresentação trombose venosa profunda
Apresentação trombose venosa profunda
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação toxoplasmose
Apresentação toxoplasmoseApresentação toxoplasmose
Apresentação toxoplasmose
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação tétano
Apresentação tétanoApresentação tétano
Apresentação tétano
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação síndrome nefrótica
Apresentação síndrome nefróticaApresentação síndrome nefrótica
Apresentação síndrome nefrótica
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação síndrome metabólica
Apresentação síndrome metabólicaApresentação síndrome metabólica
Apresentação síndrome metabólica
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação rubéola
Apresentação rubéolaApresentação rubéola
Apresentação rubéola
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação rinite alérgica
Apresentação rinite alérgicaApresentação rinite alérgica
Apresentação rinite alérgica
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação retocolite
Apresentação retocoliteApresentação retocolite
Apresentação retocolite
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação pneumonia
Apresentação pneumoniaApresentação pneumonia
Apresentação pneumonia
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação mononucleose
Apresentação mononucleoseApresentação mononucleose
Apresentação mononucleose
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação miocardite
Apresentação miocarditeApresentação miocardite
Apresentação miocardite
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação micose
Apresentação micoseApresentação micose
Apresentação micose
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação miastenia
Apresentação miasteniaApresentação miastenia
Apresentação miastenia
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação meningite
Apresentação meningiteApresentação meningite
Apresentação meningite
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação lupus
Apresentação lupusApresentação lupus
Apresentação lupus
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação leucemia
Apresentação leucemiaApresentação leucemia
Apresentação leucemia
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação insuficiência renal crônica
Apresentação insuficiência renal crônicaApresentação insuficiência renal crônica
Apresentação insuficiência renal crônica
Laboratório Sérgio Franco
 
Apresentação infarto
Apresentação infartoApresentação infarto
Apresentação infarto
Laboratório Sérgio Franco
 

Mais de Laboratório Sérgio Franco (20)

Mudamos!
Mudamos!Mudamos!
Mudamos!
 
Cancer de próstata
Cancer de próstataCancer de próstata
Cancer de próstata
 
Apresentação trombose venosa profunda
Apresentação trombose venosa profundaApresentação trombose venosa profunda
Apresentação trombose venosa profunda
 
Apresentação toxoplasmose
Apresentação toxoplasmoseApresentação toxoplasmose
Apresentação toxoplasmose
 
Apresentação tétano
Apresentação tétanoApresentação tétano
Apresentação tétano
 
Apresentação síndrome nefrótica
Apresentação síndrome nefróticaApresentação síndrome nefrótica
Apresentação síndrome nefrótica
 
Apresentação síndrome metabólica
Apresentação síndrome metabólicaApresentação síndrome metabólica
Apresentação síndrome metabólica
 
Apresentação rubéola
Apresentação rubéolaApresentação rubéola
Apresentação rubéola
 
Apresentação rinite alérgica
Apresentação rinite alérgicaApresentação rinite alérgica
Apresentação rinite alérgica
 
Apresentação retocolite
Apresentação retocoliteApresentação retocolite
Apresentação retocolite
 
Apresentação pneumonia
Apresentação pneumoniaApresentação pneumonia
Apresentação pneumonia
 
Apresentação mononucleose
Apresentação mononucleoseApresentação mononucleose
Apresentação mononucleose
 
Apresentação miocardite
Apresentação miocarditeApresentação miocardite
Apresentação miocardite
 
Apresentação micose
Apresentação micoseApresentação micose
Apresentação micose
 
Apresentação miastenia
Apresentação miasteniaApresentação miastenia
Apresentação miastenia
 
Apresentação meningite
Apresentação meningiteApresentação meningite
Apresentação meningite
 
Apresentação lupus
Apresentação lupusApresentação lupus
Apresentação lupus
 
Apresentação leucemia
Apresentação leucemiaApresentação leucemia
Apresentação leucemia
 
Apresentação insuficiência renal crônica
Apresentação insuficiência renal crônicaApresentação insuficiência renal crônica
Apresentação insuficiência renal crônica
 
Apresentação infarto
Apresentação infartoApresentação infarto
Apresentação infarto
 

Apresentação aids

  • 2. INTRODUÇÃO • É uma doença infecciosa causada pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) que leva à perda progressiva da imunidade, resultando em infecções graves, tumores malignos e manifestações causadas pelo próprio vírus.
  • 3. CAUSAS • A síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS) é causada pelo HIV. Sua transmissão pode ocorrer pelas seguintes formas:  Relação sexual  Uso de seringas contaminadas  Transfusão de sangue  Gravidez e/ou leite materno  Transplante de órgãos contaminados  Exposição a material contaminado entre trabalhadores da área de saúde.
  • 4. SINTOMAS • O período de incubação varia de semanas a meses. • Após este intervalo de tempo o paciente pode apresentar um quadro de infecção aguda, com febre, calafrios, dor de cabeça, dor de garganta, dores musculares pelo corpo, ínguas e manchas na pele, que desaparecem após alguns dias espontaneamente.
  • 5. SINTOMAS Alguns anos depois a doença pode se manifestar com sinais clínicos de baixa resistência imunológica. Entre os mais comuns estão:  Diarreia crônica;  Pneumonia;  Febre persistente;  Emagrecimento;  Câncer de pele.
  • 6. DIAGNÓSTICO • O diagnóstico compreende exames específicos para a detecção do vírus e de seus anticorpos. • O aparecimento de anticorpos detectáveis por exame de sangue ocorre num período de seis a 12 semanas após a contaminação.
  • 7. TRATAMENTO • Procurar um médico aos primeiros sinais da doença é fundamental para a indicação do melhor tratamento para cada caso. • Somente o especialista poderá orientar o paciente em relação aos procedimentos adequados e ao uso de remédios.
  • 8. • Nos últimos anos foram obtidos grandes avanços no conhecimento da infecção por HIV. • Diversas drogas foram desenvolvidas e se mostraram eficazes para o controle da doença, reduzindo a ocorrência de doenças oportunistas e levando a melhora da qualidade de vida e, principalmente, maior sobrevida. TRATAMENTO
  • 9. • É importante ressaltar que nenhuma droga, até o momento, é capaz de erradicar a doença, mas, sim, controlá-la, desde que o paciente faça uso correto das medicações. • O abandono do tratamento e o uso incorreto das medicações são os maiores causadores do elevado número de óbitos. TRATAMENTO
  • 10. PREVENÇÃO • As formas mais importantes de prevenção são a educação e a informação visando a prática do sexo seguro, diminuindo o número de parceiros e incentivando o uso de preservativos. • Mulheres portadoras do HIV que desejam engravidar devem ser esclarecidas quanto aos riscos com um especialista.
  • 11. Consulte sempre o seu médico. Fontes: Manual Merck. Bibliotaca Online. http://www,drauziovarella.com.br /HIV. Mayo Clinic. http://www.mayoclinic.com. Editora médica: Dra. Anna Gabriela Fuks (615039-RJ) Jornalista responsável: Roberto Maggessi (31.250 RJ)