O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Aula DoençA De Chagas

42.159 visualizações

Publicada em

Aula sobre doença de chagas para nível técnico.

  • Entre para ver os comentários

Aula DoençA De Chagas

  1. 1. DOENÇA DE CHAGAS
  2. 2. INTRODUÇÃO <ul><li>A doença de Chagas é causada por um protozoário parasito chamado Trypanosoma cruzi; </li></ul><ul><li>A transmissão desse parasita se dá pela picada do Barbeiro contaminado </li></ul>
  3. 3. Bicho Barbeiro
  4. 4. Bicho Barbeiro
  5. 5. Hospedeiros <ul><li>Podem ser animais vertebrados como o Gamba </li></ul>
  6. 6. Hospedeiros <ul><li>Podem ser animais invertebrados como o inseto </li></ul>
  7. 7. Ciclo de evolução em hospedeiros invertebrados <ul><li>Quando o inseto suga o sangue contendo o tripanossomo em sua forma sanguícola, ocorre no interior do intestino deste o inicio do ciclo evolutivo </li></ul>
  8. 8. Ciclo de evolução em hospedeiros invertebrados <ul><li>Dentro do intestino do inseto ele assume a forma de epimastigota e se instala permannentemente, ou seja por toda vida do inseto. </li></ul><ul><li>Então ele se reproduz de forma binária </li></ul>
  9. 9. Ciclo de evolução no Animal vertebrado ... <ul><li>Após esse ser picado pelo Barbeiro contaminado o Tripanossoma em sua forma de tripomastigostas metacíclicos, contidos nas fezes do inseto, penetra na pele e mucosas do homem chegando a corrente circulatória </li></ul>
  10. 12. Formas de Transmissão
  11. 13. Picada do Inseto Contaminado
  12. 14. Transmissão vertical: mãe para o filho durante a gestação
  13. 15. Transfusão Sanguínea
  14. 16. Sintomas <ul><li>fase aguda é geralmente assintomática, e tem uma incubação de uma semana a um mês após a picada. No local da picada pode-se desenvolver uma lesão volumosa, local eritematosa (vermelha) e edematosa (inchada), febre; </li></ul><ul><li>Após dois meses os sintomas desaparecem </li></ul>
  15. 17. <ul><li>O caso crônico permanece assintomático durante dez a vinte anos. </li></ul><ul><li>Sintomas comuns são: </li></ul><ul><li>Dificuldade para engolir, evacuar e problemas cardícado </li></ul>
  16. 18. Profilaxia <ul><li>Eliminação do barbeiro; </li></ul>
  17. 19. <ul><li>Construção de casas apropriadas; </li></ul><ul><li>Educação sanitária da população; </li></ul><ul><li>Exposição dos colchões ao sol; </li></ul><ul><li>Manter o quintal limpo; </li></ul><ul><li>Não manter dentro de casa animais de sangue quente. </li></ul>
  18. 22. Referência Bibliografica <ul><li>Bases da Parasitologia Médica, Rey; </li></ul><ul><li>Apostila da Escola de Enfermagem São Bernardo, nº 1; </li></ul><ul><li>Professora Enfermeira Fernanda Soares </li></ul><ul><li>Outubro /2007 </li></ul>

×