Planejamento os cinco sentidos

18.737 visualizações

Publicada em

Simone Helen Drumond

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
18.737
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
149
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Planejamento os cinco sentidos

  1. 1. Planejamento ....................º Período .............. Professora: ................................................................................................ simone_drumond@hotmail.comTema: Criança não trabalha...quer respeito.Objetivo: Respeitar os direitos da criança e resgatar os valores da infância. Atividade: Objetivo Material Procedimento: 1. A criança e o Meio Despertar o aluno para Lápis de cor ; Pedir aos alunos para: observar; listar; desenhar e Ambiente a percepção crítica do descrever. meio em que vivem Giz de cera; 2. A criança e os sentidos: através do uso e Comentar e representar os componentes do observando, percebendo, desenvolvimento dos Papel sulfite; ambiente da sala de aula e do cenário visto através da sentindo, distinguindo e órgãos de sentidos, a fim janela. utilizando. de desenvolver o Caneta; conceito de preservação Pedir que eles identifiquem e comentem o que é e conservação, pois ele é Lápis; original da natureza e o que foi transformado pelo responsável pelo meio homem nestes ambientes de forma a conduzi-los para que o cerca. Borracha; uma percepção crítica da interferência humano sobre o meio ambiente. revistas; Pedir aos alunos que observem as cores da natureza cola; e utilizar os lápis de cores como modelos das cores que o homem extrai da natureza. tesoura; Pedir para que eles comparem um ambiente bonito e cartolina. um degradado, desenhando estes ambientes ou fazendo colagens em cartolinas (ex: jardim cuidado e um degradado, o prédio da escola, as casas ao redor da escola).
  2. 2. Olfato Paladar Audição Tato AvaliaçãoObjetivo: utilizar o sentido Objetivo: utilizar o paladar Objetivo: captar e Objetivo: utilizar o tato para Criatividadedo olfato para identificar para diferenciar os sabores. diferenciar os vários tipos sentir as diferentesos odores ao seu redor de sons que existem ao características dos objetos e Criticidade(agradáveis, Procedimentos nosso redor. seres: limpo-sujo, áspero-desagradáveis, Pedir que os alunos listem liso, duro-mole, quente-frio, Participaçãoconhecidos, estranhos, oralmente os alimentos que Procedimentos etc.suaves, fortes, naturais, ingerem diariamente. Dirigir a atenção dos Desempenhoartificiais) alunos para os sons que Procedimentos Fazer uma comparação estão sendo ouvidos no Encarregar cada grupo de InteraçãoProcedimentos entre o sabor dos alimentos momento e para os sons alunos com atividadesPedir aos alunos para ‘naturais’ e os ‘artificiais’, do dia-a-dia. habituais de limpeza,registrarem numa folha e passando a idéia de que Auto-avaliação dissertando criticamenteidentificarem os diversos Os alunos deverão então cabem a todostipos de odores sobre os sabores artificiais e identificar no papel ou responsabilidade de cuidarencontrados na escola, os prejuízos que trazem ao oralmente, os ruídos que de seu espaço escolar, deem casa, no bairro, nos nosso organismo. estão ocorrendo no sua casa, ruas, parques,jardins. momento; como sons de jardins, etc.) animais, instrumentosConduzir a uma musicais, motores,comparação sobre os pancadas, etc. eodores encontrados na diferenciar quais os sonsatmosfera da cidade. que são agradáveis e quais são desagradáveis de se ouvir.Obs: Programação da semana das crianças em anexo. simone_drumond@hotmail.com
  3. 3. ExercíciosPinte com capricho! Leia e pinte. Leia. Cc - Carro ca co cu cão Ma Me Mi Mo Mu Mão
  4. 4. Leia e pinte com bastante capricho!la le li lo lu lão ma me mi mo mu mão meu miau moeu Mimi ( ) Parabéns! ( ) Bom! ( ) Precisa praticar mais um pouco!
  5. 5. Musicas para Ensino Infantil – ...............º período .................Objetivo: Desenvolver a linguagem e corporalCapelinha de melão Ciranda cirandinhaCapelinha de melão Ciranda, cirandinha, vamos todos cirandar,É de São João vamos dar a meia-volta, volta e meia vamos darÉ de cravo, é de rosa, O anel que tu me deste era vidro e se quebrouÉ de manjericão O amor que tu me tinhas era pouco e se acabouSão João está dormindo Por isso, D. Fulano entre dentro dessa rodaNão acorda, não Diga um verso bem bonito, diga adeus e vá-se emboraAcordai, acordai, A ciranda tem tres filhasAcordai, João! Todas tres por batizarCaranguejo A mais velha delas todasCaranguejo não é peixe Ciranda se vai chamarCaranguejo peixe é Escravos de JóCaranguejo não é peixe Escravos de JóNa vazante da maré. Jogavam caxangáPalma, palma, palma, Tira, bota, deixa o Zé Pereira ficar.Pé, pé, pé Guerreiros com guerreiros fazem zigue zigue záCaranguejo só é peixe, na vazante da maré! Guerreiros com guerreiros fazem zigue zigue zá.Atirei o pau no gatoAtirei o pau no gato, tômas o gato, tô tônão morreu, reu, reudona Chica, cá cáadmirou-se, se sedo berrô, do berrô, que o gato deu, Miau! simone_drumond@hotmail.com
  6. 6. Lenda, contos e histórias para Ensino Infantil – ...............º período .................Objetivo: Desenvolver a linguagem oral e ampliar o conhecimento cultural.VITORIA REGIA SACI PERERÊ Numa certa noite, uma jovem índia ficou fascinada com o brilho da Campeão em popularidade, não há quem não tenha ouvido falar noLua refletido num lago. Apaixonada por aquela luz mágica, atirou-se negrinho arteiro da carapuça vermelha. Com uma perna só enas águas e desapareceu para sempre. A Lua, comovida com aquele cachimbo sempre na boca, ele vive nas matas e no sertão. Emgesto de amor, transformou a moça numa linda flor que flutua sobre algumas estórias, é apresentado como filho do Curupira e da Caipora.a superfície das águas de alguns rios da Amazônia: a vitória-régia. A origem da lenda do Saci é duvidosa. Alguns a atribuem aos índios (oAssim como a Lua, a vitória-régia se abre ao entardecer e se fecha termo saci-pererê é de origem tupi); outros aos portugueses (há umacom o clarear do dia lenda no folclore de Portugal sobre um negrinho travesso). Segundo Câmara Cascudo, a perna única do Saci é recordação de seres das fábulas européias.NASCIMENTO DA ESTRELA CURUPIRACerta vez, as mulheres de uma tribo saíram pela mata em busca deespigas de milho. Nada encontraram. Voltaram à aldeia e pegaram Senhor da caça e dono da florestaalgumas crianças – curumins, como são chamadas pelos índios –, pois O Curupira é representado pela figura de um índio pequeno e ágil,tinham certeza de que a presença delas lhes trariam sorte. Dito e cujos calcanhares são voltados para frente para despistar osfeito. Os pequenos logo encontraram um lindo milharal. caçadores. Tem dentes verdes e cabelo vermelho ou, às vezes, cabeçaEnquanto as mães colhiam as espigas, os curumins voltaram à aldeia e pelada. É considerado senhor da caça e dono das matas, cujospediram à avó que lhes fizesse um bolo de milho. Comeram até se segredos sabe e defende. Testa a resistência das árvores àsfartar. Então, com medo de que as mães reclamassem de tanta tempestades batendo com os calcanhares nos troncos. É amigo dosgulodice, resolveram se esconder. Pediram aos colibris que cães e dos porcos-do-mato. Os vagalumes são seus batedores,amarrassem um cipó no topo do céu e começaram a subir. acompanhando-o por onde passa.Ao descobrirem a travessura, as mães não tiveram dúvida: subiramatrás deles, mas eles cortaram o cipó e as índias caíram no chão. Apartir desse momento, nada mais foi como antes: as mães não erammais mulheres, e sim onças. E os curumins, lá no alto do céu, viraramestrelas brilhantes. simone_drumond@hotmail.com
  7. 7. Parlendas para Ensino Infantil –...............º período .................Objetivo: Ampliar o saberes infantis. Alguns exemplos de parlendas: Um, dois, feijão com arroz. – Cala a boca! Três, quatro, feijão no prato. – Cala a boca já morrei Cinco, seis, chegou minha vez Quem manda em você sou eu! Sete, oito, comer biscoito Nove, dez, comer pastéis. ------------------------------------ ----------------------------------- - Enganei um bobo... Na casca do ovo! Serra, serra, serrador! Serra o papo do vovô! Quantas tábuas já serrou? ------------------------------------ Uma delas diz um número e as duas, sem soltarem as mãos, dão um giro completo com os braços, num Dedo Mindinho movimento gracioso. Seu vizinho, Repetem os giros até completar o número dito por Maior de todos uma das crianças. Fura-bolos Cata-piolhos. ----------------------------------- ------------------------------------ Um elefante amola muita gente... Dois elefantes... amola, amola muita gente... Três elefantes... amola, amola, amola muita gente... Quatro elefantes amola, amola, amola, amola muito mais... (continua...) simone_drumond@hotmail.com
  8. 8. Trava línguas para Ensino Infantil – ...............º período .................Objetivo: Desenvolver a linguagem oral e o raciocínio. Pedro tem o peito preto, O peito de Pedro é Três pratos de trigo para três tigres tristes. preto; Quem disser que o peito de Pedro é Luzia lustrava o lustre listrado, o lustre listrado preto, Tem o peito mais preto que o peito de luzia. Pedro. Sabendo o que sei e sabendo o que sabes e o que A vaca malhada foi molhada por outra vaca não sabes e o que não sabemos, ambos molhada e malhada saberemos se somos sábios, sabidos ou Um ninho de mafagafos, com cinco simplesmente saberemos se somos sabedores. mafagafinhos, quem desmafagafizar os Fala, arara loura. A arara loura falará. mafagafos, bom desmafagafizador será. Se o Arcebispo-Bispo de Constantinopla a Há quatro quadros três e três quadros quatro. quisesse desconstantinoplizar, não haveria Sendo que quatro destes quadros são desconstantinoplizador que a quadrados, um dos quadros quatro e três dos desconstantinopllizasse quadros três. Os três quadros que não são desconstantinoplizadoramente. quadrados, são dois dos quadros quatro e um Atrás da pia tem um prato, um pinto e um gato. dos quadros três. Pinga a pia, para o prato, pia o pinto e mia o gato. Chupa cana chupador de cana na cama chupa A vida é uma sucessiva sucessão de sucessões cana chuta cama cai no chão. que se sucedem sucessivamente, sem suceder o sucesso..
  9. 9. Leitura do alfabeto ilustrado – – ...............º período ................. simone_drumond@hotmail.com
  10. 10. Leitura do alfabeto ilustrado – – ...............º período ................. simone_drumond@hotmail.com

×