Ferramentas de qualidade

2.377 visualizações

Publicada em

Seminário sobre ferramentas de qualidade apresentado para os membros do PETEEL da UFSC, aborda um pouco do contexto histórico da evolução da qualidade e algumas das principais ferramentas para levantamento e priorização de problemas, como Tripé GTU, Diagrama de Pareto, e para mapeamento de problemas e processos, como 5W2H, Ciclo PDCA, Diagrama de Ishikawa, Listas de Verificação e Brainstorming.

0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.377
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ferramentas de qualidade

  1. 1. Ferramentas de Qualidade GUSTAVO KEREZI
  2. 2. Agenda
  3. 3. Agenda
  4. 4. Histórico Século XVII • Produção Artesanal Personalização de Produtos Conhecimento total do processo produtivo
  5. 5. Histórico Século XVII • Produção Artesanal Personalização de Produtos Conhecimento total do processo produtivo
  6. 6. Histórico Séc. XVIII a XX • Revolução Industrial Taylorismo Fordismo Foco na Produção
  7. 7. Histórico Séc. XX a XXI• Revolução Tecnológica Automação Industrial Padrões Elevados Foco no Produto e no Cliente
  8. 8. 5S • PDCA • Brainstorming • Lista de Verificação • Tripé GTU • Diagrama de Ishikawa • 5W2H • Diagrama de Pareto • Ferramentas
  9. 9. Metodologia japonesa; Planejamento sistemático de classificação; Melhorar a eficiência. 5S
  10. 10. • Seiri (utilização); • Seiton (ordenação); • Seiso (limpeza); • Seiketsu(saúde); • Shitsuke (auto-disciplina). 5S
  11. 11. • Seiri – utilização: • Noção da utilidade; • Separar o útil do inútil; • Destinar cada coisa para onde possa ser útil. 5S S1
  12. 12. • Seiri – utilização: • Noção da utilidade; • Separar o útil do inútil; • Destinar cada coisa para onde possa ser útil. 5S S1
  13. 13. • Seiton – ordenação: • Colocar as coisas no lugar certo; • Realizar atividades na ordem certa. 5S S2S1
  14. 14. • Seiso - limpeza: • Tirar o lixo, a poluição; • Evitar sujar, evitar poluir. 5S S2S1 S3
  15. 15. • Seiketsu - saúde: • Padronizar comportamento, valores e práticas saudáveis. 5S S2S1 S3 S4
  16. 16. • Shitsuke - auto-disciplina: • Autogestão • Adaptação 5S S2S1 S3 S4 S5
  17. 17. • Shitsuke - auto-disciplina: • Autogestão • Adaptação 5S S2S1 S3 S4 S5
  18. 18. • Ciclo de Shewhart ou ciclo de Deming; • Melhoria contínua; • Processos mais claros e ágeis; • Independe da área de atuação; • Plan, Do, Check, Act. PDCA
  19. 19. • Plan: planejar. • Objetivos e processos de acordo com metas; • Plano de ação; • Cronograma; • Melhoramentos. PDCA
  20. 20. • Do: executar. • Executar as atividades conforme planejado; • Sensibilização e treinamento; • Acompanhamento e pesquisa. PDCA
  21. 21. • Check: checar. • Estudo do caso atual; • Estudo dos dados coletados; • Identificação de problemas e causas. PDCA
  22. 22. • Act: atuar. • Ações corretivas; • Seleção de causas principais; • Determinar as mudanças mais significativas; • Análise de valor. PDCA
  23. 23. • Geração de idéias; • 4 Regras básicas: • Eliminar críticas; • Estar desinibido; • Quantidade = qualidade; • Combinar as melhores idéias; • Brainwriting é complemento do Brainstorming; • Moderador. Brainstorming e Brainwriting
  24. 24. • Coleta de dados organizada; • Infinidade de tipos de lista; • Facilidade de preenchimento; • Dados apontados corretamente; • Forma da coleta depende do objetivo. Lista de Verificação
  25. 25. • Em uma empresa existem 3 linha de produção. • Cada linha possui 2 máquinas similares. • Trabalha-se em 3 turnos, sem revezamento, de segunda a sexta-feira (5 dias). • Categorias de defeito: Críticos, Maiores , Leves. • A Lista de Verificação deve possibilitar identificação de que tipo de defeito ocorreu em que dia, em que turma, em que linha e em que máquina. Lista de Verificação EXEMPLO
  26. 26. Lista de Verificação EXEMPLO
  27. 27. • Separar e priorizar problemas; • GTU: Gravidade, Tendência, Urgência. Tripé GTU
  28. 28. • Estrutura: • Notas de 1 a 5; • Produto; • Maior resultado, maior prioridade. Tripé GTU
  29. 29. • Diagrama de causa e efeito, Espinha-de-peixe, 6M; • Identificação de relação entre um efeito e suas possíveis causas. • Originalmente, possui 6M’s. Diagrama de Ishikawa
  30. 30. • 6M’s: Diagrama de Ishikawa
  31. 31. • Estrutura: Diagrama de Ishikawa
  32. 32. • Criar um diagrama de Ishikawa para o seguinte problema: suco de laranja com sabor ruim. Diagrama de Ishikawa EXEMPLO
  33. 33. Diagrama de Ishikawa EXEMPLO
  34. 34. • Checklist ou mapeamento de atividades; • Define melhor as atividades; • Extingue dúvidas; • Estrutura simples em tabela. 5W2H
  35. 35. • What, Why, Where, When, Who, How, How much; What Estudar e criar a apresentação Breve descrição Why É uma apresentação importante para desenvolvimento pessoal Motivo Where Casa do Kerezi e sede do PETEEL Local, físico ou não. When 06/09/2013 Data e/ou hora Who Kerezi Quem o fará How Apresentação de slides a ser criada Método e/ou ferramenta How much Horas de sono Custo 5W2H
  36. 36. • Diagrama ABC, 80-20, 70- 30; • Identificar o que é responsável pela maior parcela do problemas; • Muitos triviais, pouco essenciais. Diagrama de Pareto
  37. 37. • Estrutura: • Determinar classificação; • Tabela em ordem decrescente; • Porcentagem; • Diagrama e linha percentual. Diagrama de Pareto
  38. 38. • Construa um Diagrama de Pareto a partir dos seguintes defeitos encontrados na produção de filme de polietileno de baixa densidade (PEBD) durante 6 meses: Diagrama de Pareto EXEMPLO 5 67 43 182 30 130 9 19
  39. 39. • Tabela de porcentagens: 182 130 67 43 30 9 5 19 13,8 % 26,8 % 37,5 % 8,8 % 6,1 % 1,8 % 1,0 % 3,9 % 37,5 % 64,3 % 78,1 % 86,9 % 93,0 % 94,8 % 95,8 % 99,7 % Diagrama de Pareto EXEMPLO 182 130 67 43 30 9 5 19 37,5% 26,8% 13,8% 8,8% 6,1% 1,8% 1,9% 3,9% 37,5% 64,3% 78,1% 86,9% 93,0% 94,8% 95,8% 99,7%
  40. 40. • Diagrama: 0 50 100 150 200 250 300 350 400 450 0,00 0,10 0,20 0,30 0,40 0,50 0,60 0,70 0,80 0,90 1,00 Espessura Maior Adesão entre faces Opacidade Espessura menor Largura incorreta Grumos Micro furos Outros Quantidade Percentual acumulado Diagrama de Pareto EXEMPLO
  41. 41. 5S • PDCA • Brainstorming • Tripé GTU • Resumo • 5W2H • Lista de Verificação • Diagrama de Ishikawa • Diagrama de Pareto
  42. 42. Dúvidas? Muito Obrigado! GUSTAVO KEREZI PETEEL 2013.2

×