SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 36
Manipulação da Fertilidade


    Métodos Contraceptivos
As técnicas de contracepção libertaram o sexo
            da associação com a reprodução




As técnicas da Medicina da Reprodução trouxeram a
autonomização da reprodução relativamente ao sexo
Manipulação da Fertilidade


    Reprodução Assistida
Infertilidade

 Definição de casal infértil:
   Casal que não é capaz de conceber após a
   prática de relações sexuais não protegidas
   durante 1 ano.


 5 milhões de casais nos EUA

 14% das mulheres em idade fértil
Técnicas de Reprodução Medicamente Assistida
      Estimulação controlada da ovulação
      Inseminação intra-uterina
      Fertilização in vitro (FIV)
      Injecção intra-citoplasmática de espermatozóide (ICSI)
      Congelamento de gâmetas e embriões
      Transferência de embriões congelados (TEC)
      Biópsia testicular para extracção de espermatozóides (TESE)
      Inseminação intra-uterina com esperma de dador
      Doação de oocitos
      Doação de embriões
      Biópsia embrionária e diagnóstico genético pré-implantação (PGD)

      As técnicas hoje disponíveis em Medicina da
    Reprodução permitem ultrapassar com sucesso a
     maioria das situações de Infertilidade Conjugal.
Causas de Infertilidade
(segundo Harrison, Textbook of Medicine, 2004)

  Masculinas
    25% dos casais inférteis


  Femininas
    58% dos casais inférteis


  17% têm origem inexplicada
Causas Femininas

 Amenorreia/disfunção ovulatória - 46%
  Causas hipotalâmicas/hipofisárias (51%)
  Síndrome do ovário poliquístico (30%)
  Insuficiência ovárica prematura (12%)
  Afecções uterinas ou da via genital (7%)
 Defeito Tubário – 30%
 Endometriose – 9%
 Outras causas – 7%
Causas Masculinas

 Hipogonadismo primário ( FSH) – 30-40%
 Hipogonadismo secundário ( FSH, LH) – 2%
 Transporte alterado dos espermatozóides
– 10-20%
 Causa desconhecida – 40-50%
Técnicas de Reprodução Medicamente Assistida


Estimulação controlada da ovulação     Inseminação intra-uterina




                                           Aumentam a
                                         possibilidade de
                                          ocorrência de
                                        fertilização in vivo
Técnicas de Reprodução Medicamente Assistida
            Fertilização in vitro (FIV)


             Para ocorrer implantação:
             1. Os gâmetas têm de
             viajar no ap. reprodutor
             feminino
             2. Têm de interagir no
             processo da fertilização
             3. O desenvolvimento
             embrionário pré-
             implantatório ocorre em suspensão ao longo ap. reprodutor feminino




- A FIV surgiu originalmente para fazer face a um tipo de
infertilidade de causa feminina: a oclusão tubária
- Também é uma opção para defeitos ligeiros a moderados
da qualidade dos espermatozóides
A colheita de gâmetas femininos realiza-se por
   punção e aspiração folicular, com acesso
     transvaginal, sob controlo ecográfico
+



FIV Fertilização in vitro
Desenvolvimento pré-implantatório humano
                In vivo em suspensão ... In vitro em cultura ...




1-célula
                      2-células




    4-células
                               8-células
+



FIV Fertilização in vitro
A vida ocidental actual veio adicionar factores de infertilidade:

             a idade da gestação é adiada
Técnicas de Reprodução Medicamente Assistida
            Fertilização in vitro (FIV)
            Injecção intra-citoplasmática de espermatozóide (ICSI)


Para fertilizarem o oocito,
os espermatozóides:
1. Concentração total
adequada
2. Fracção adequada de
formas móveis
3. Fracção adequada de
formas morfologicamente
normais



 A ICSI (Intra-Cytoplasmic Sperm Injection) surgiu para fazer
 face a alguns tipos de infertilidade de causa masculina
                    (especialmente defeitos graves da qualidade)
ICSI
Injecção intra-citoplasmática de espermatozóide
ICSI
Injecção intra-citoplasmática de espermatozóide
ICSI
Injecção intra-citoplasmática de espermatozóide
ICSI
Injecção intra-citoplasmática de espermatozóide
ICSI
Injecção intra-citoplasmática de espermatozóide
ICSI
Injecção intra-citoplasmática de espermatozóide
ICSI
Injecção intra-citoplasmática de espermatozóide
TESE
TEsticular Sperm Extraction
Congelamento
   espermatozóides
   oocitos
   embriões (estadios pré-implantatórios)
TEC   Transferência de embriões congelados
Técnicas de Reprodução Medicamente Assistida

      Fertilização in vitro (FIV)
      Injecção intra-citoplasmática de espermatozóide (ICSI)
      Biópsia testicular para extracção de espermatozóides (TESE)
      Congelamento de gâmetas e embriões
      Transferência de embriões congelados (TEC)

      Inseminação intra-uterina com esperma de dador
      Doação de oocitos
      Doação de embriões

      Biópsia embrionária e diagnóstico genético pré-implantação (PGD)
Manipulação da Fertilidade


    Manipulação da fertilidade e bioética
Técnicas de Reprodução Medicamente Assistida
      Estimulação controlada da ovulação
      Inseminação intra-uterina

      Fertilização in vitro (FIV)
      Injecção intra-citoplasmática de espermatozóide (ICSI)
      Congelamento de gâmetas e embriões
      Transferência de embriões congelados (TEC)
      Biópsia testicular para extracção de espermatozóides (TESE)

      Inseminação intra-uterina com esperma de dador
      Doação de oocitos
      Doação de embriões

      Biópsia embrionária e diagnóstico genético pré-implantação (PGD)
Estudos de Biologia fundamental vieram demonstrar a grande
     capacidade regulativa do desenvolvimento pré-implantação:
 1. Podem ser retirados alguns
     blastómeros, sem
     consequência para o
     desenvolvimento
 2. Podem ser produzidos
     gémeos idênticos a partir da separação de blastómeros em
     fases iniciais do desenvolvimento



   O diagnóstico genético pré-
 implantação (PGD) aproveita estes
conhecimentos e permite estender as
    indicações para Reprodução
Medicamente Assistida a casais férteis
PGD
Diagnóstico genético
pré-implantação

                   Biópsia
                embrionária
PGD
 Diagnóstico genético
 pré-implantação
                             ICSI




               biópsia
            embrionária



   blastómeros
                                                              Biópsia embrionária
            diagnóstico
            (PCR / FISH)
                                Embrião biopsado               Embora inicialmente as Técnicas da
                 não                                          Medicina da Reprodução tenham sido
afectados
                 afectados
                                                         aplicadas a situações de Infertilidade (FIV,
                                            congelados
                             transferidos                  ICSI, TESE, TEC), hoje elas aplicam-se
                                                         também a situações de Fertilidade (PGD).
     não transferidos
Capacidade regulativa do desenvolvimento pré-implantação (cont.):
3. Quimeras de agregação resultantes da agregação mórulas
    de 8-células originam apenas 1 blastocisto
Células estaminais embrionárias (células ES)

O botão embrionário de blastocistos isolado
 e colocado em cultura origina células ES.




                                                      Para manterem a
                                                 pluripotencialidade as
                                                 células ES devem ser
                                              cultivadas em condições
                                                particulares, ainda mal
                                                        caracterizadas.
Células estaminais embrionárias
(células ES)




  Produção de animais “Knock-out”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Morfologia do Sistema Reprodutor
Morfologia do Sistema ReprodutorMorfologia do Sistema Reprodutor
Morfologia do Sistema ReprodutorGabriela Bruno
 
Reprodução medicamente assistida
Reprodução medicamente assistidaReprodução medicamente assistida
Reprodução medicamente assistidaTelma Carvalho
 
Implicações da manipulação de fertilidade
Implicações da manipulação de fertilidadeImplicações da manipulação de fertilidade
Implicações da manipulação de fertilidadeMaria Carolina Esteves
 
Biologia 12º ano - reproduçao humana e patrimonio genetico
Biologia 12º ano - reproduçao humana e patrimonio geneticoBiologia 12º ano - reproduçao humana e patrimonio genetico
Biologia 12º ano - reproduçao humana e patrimonio geneticoInês Lucas
 
Infertilidade humana
Infertilidade humanaInfertilidade humana
Infertilidade humanaBeatriz Matos
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivosIsabel Lopes
 
Memorial- Análise por Capítulos
Memorial- Análise por CapítulosMemorial- Análise por Capítulos
Memorial- Análise por CapítulosRui Matos
 
Património genético - resumo
Património genético - resumoPatrimónio genético - resumo
Património genético - resumoIsabel Lopes
 
Regulação do funcionamento dos sistemas reprodutores
Regulação do funcionamento dos sistemas reprodutoresRegulação do funcionamento dos sistemas reprodutores
Regulação do funcionamento dos sistemas reprodutoresIsabel Lopes
 
Hereditariedade Humana
Hereditariedade HumanaHereditariedade Humana
Hereditariedade HumanaIsabel Lopes
 
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO)
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO)Biologia – 12º Ano (FecundaçãO)
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO)Nuno Correia
 
13.ManipulaçãO Da Fertilidade
13.ManipulaçãO Da Fertilidade13.ManipulaçãO Da Fertilidade
13.ManipulaçãO Da FertilidadeLeonor Vaz Pereira
 
Técnicas de reprodução assistida icsi, gift e zift
Técnicas de reprodução assistida icsi, gift e ziftTécnicas de reprodução assistida icsi, gift e zift
Técnicas de reprodução assistida icsi, gift e ziftzeopas
 
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO)
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO)Biologia – 12º Ano (FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO)
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO)Nuno Correia
 
infertilidade e suas causas
infertilidade e suas causasinfertilidade e suas causas
infertilidade e suas causasfofi 21
 

Mais procurados (20)

Morfologia do Sistema Reprodutor
Morfologia do Sistema ReprodutorMorfologia do Sistema Reprodutor
Morfologia do Sistema Reprodutor
 
Resumo Genética | Biologia 12º Ano
Resumo Genética | Biologia 12º AnoResumo Genética | Biologia 12º Ano
Resumo Genética | Biologia 12º Ano
 
Freud e o desenvolvimento
Freud e o desenvolvimentoFreud e o desenvolvimento
Freud e o desenvolvimento
 
Reprodução medicamente assistida
Reprodução medicamente assistidaReprodução medicamente assistida
Reprodução medicamente assistida
 
Implicações da manipulação de fertilidade
Implicações da manipulação de fertilidadeImplicações da manipulação de fertilidade
Implicações da manipulação de fertilidade
 
Biologia 12º ano - reproduçao humana e patrimonio genetico
Biologia 12º ano - reproduçao humana e patrimonio geneticoBiologia 12º ano - reproduçao humana e patrimonio genetico
Biologia 12º ano - reproduçao humana e patrimonio genetico
 
Infertilidade humana
Infertilidade humanaInfertilidade humana
Infertilidade humana
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 
Memorial- Análise por Capítulos
Memorial- Análise por CapítulosMemorial- Análise por Capítulos
Memorial- Análise por Capítulos
 
Património genético - resumo
Património genético - resumoPatrimónio genético - resumo
Património genético - resumo
 
As críticas a kuhn
As críticas a kuhnAs críticas a kuhn
As críticas a kuhn
 
A linguagem na Ode Triunfal-Exp12
A linguagem na Ode Triunfal-Exp12A linguagem na Ode Triunfal-Exp12
A linguagem na Ode Triunfal-Exp12
 
Regulação do funcionamento dos sistemas reprodutores
Regulação do funcionamento dos sistemas reprodutoresRegulação do funcionamento dos sistemas reprodutores
Regulação do funcionamento dos sistemas reprodutores
 
Hereditariedade Humana
Hereditariedade HumanaHereditariedade Humana
Hereditariedade Humana
 
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO)
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO)Biologia – 12º Ano (FecundaçãO)
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO)
 
13.ManipulaçãO Da Fertilidade
13.ManipulaçãO Da Fertilidade13.ManipulaçãO Da Fertilidade
13.ManipulaçãO Da Fertilidade
 
Técnicas de reprodução assistida icsi, gift e zift
Técnicas de reprodução assistida icsi, gift e ziftTécnicas de reprodução assistida icsi, gift e zift
Técnicas de reprodução assistida icsi, gift e zift
 
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO)
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO)Biologia – 12º Ano (FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO)
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO)
 
Ceifeira
CeifeiraCeifeira
Ceifeira
 
infertilidade e suas causas
infertilidade e suas causasinfertilidade e suas causas
infertilidade e suas causas
 

Destaque

Manipulação da fertilidade_-_infertilidade_humana_e_reprodução_assistida_-_iu...
Manipulação da fertilidade_-_infertilidade_humana_e_reprodução_assistida_-_iu...Manipulação da fertilidade_-_infertilidade_humana_e_reprodução_assistida_-_iu...
Manipulação da fertilidade_-_infertilidade_humana_e_reprodução_assistida_-_iu...zeopas
 
Fertilização in Vitro
Fertilização in VitroFertilização in Vitro
Fertilização in VitroGoogle
 
ReproduçãO Medicamente Assistida
ReproduçãO Medicamente AssistidaReproduçãO Medicamente Assistida
ReproduçãO Medicamente Assistidatiafer96
 
Reprodução assistida
Reprodução assistida Reprodução assistida
Reprodução assistida Deise Silva
 
reprodução assistida
reprodução assistidareprodução assistida
reprodução assistidaguestee6d9a
 

Destaque (11)

Renato, anderson, welington
Renato, anderson, welingtonRenato, anderson, welington
Renato, anderson, welington
 
Manipulação da fertilidade_-_infertilidade_humana_e_reprodução_assistida_-_iu...
Manipulação da fertilidade_-_infertilidade_humana_e_reprodução_assistida_-_iu...Manipulação da fertilidade_-_infertilidade_humana_e_reprodução_assistida_-_iu...
Manipulação da fertilidade_-_infertilidade_humana_e_reprodução_assistida_-_iu...
 
Sistema genital masculino
Sistema genital masculinoSistema genital masculino
Sistema genital masculino
 
Fertilização in vitro
Fertilização in vitro Fertilização in vitro
Fertilização in vitro
 
Ciclo Sexual Femenino
Ciclo Sexual FemeninoCiclo Sexual Femenino
Ciclo Sexual Femenino
 
Reprodução Assistida, Hoje.
Reprodução Assistida, Hoje.Reprodução Assistida, Hoje.
Reprodução Assistida, Hoje.
 
Fertilização in Vitro
Fertilização in VitroFertilização in Vitro
Fertilização in Vitro
 
Fertilização in vitro
Fertilização in vitroFertilização in vitro
Fertilização in vitro
 
ReproduçãO Medicamente Assistida
ReproduçãO Medicamente AssistidaReproduçãO Medicamente Assistida
ReproduçãO Medicamente Assistida
 
Reprodução assistida
Reprodução assistida Reprodução assistida
Reprodução assistida
 
reprodução assistida
reprodução assistidareprodução assistida
reprodução assistida
 

Semelhante a 2.7.ManipulaçãO Da Fertilidade

Técnicas de Reprodução Medicamente Assistida
Técnicas de Reprodução Medicamente AssistidaTécnicas de Reprodução Medicamente Assistida
Técnicas de Reprodução Medicamente AssistidaAndré Tinoco
 
Reproduo medicamente-assistida-1199534861961760-4
Reproduo medicamente-assistida-1199534861961760-4Reproduo medicamente-assistida-1199534861961760-4
Reproduo medicamente-assistida-1199534861961760-4Paulo Botica
 
Póster Reprodução Medicamente Assistida
Póster Reprodução Medicamente AssistidaPóster Reprodução Medicamente Assistida
Póster Reprodução Medicamente AssistidaJoão Parracho
 
Produção in vivo de embrioes de peq ruminantes
Produção in vivo de embrioes de peq ruminantesProdução in vivo de embrioes de peq ruminantes
Produção in vivo de embrioes de peq ruminantesGláucia Luna
 
7 Rep assistida.ppt
7 Rep assistida.ppt7 Rep assistida.ppt
7 Rep assistida.pptssuser2120c7
 
ICSI - 2
ICSI - 2ICSI - 2
ICSI - 2bcst12A
 
Roberto Wider: etapas da procriação assistida
Roberto Wider: etapas da procriação assistidaRoberto Wider: etapas da procriação assistida
Roberto Wider: etapas da procriação assistidaRoberto Wider
 
Reprodução assistida lar1
Reprodução assistida lar1Reprodução assistida lar1
Reprodução assistida lar1Thales Simao
 
Reprodução assistida lar2
Reprodução assistida lar2Reprodução assistida lar2
Reprodução assistida lar2infertilidade
 
Aula de Patologia do Sistema Genital Feminino
Aula de Patologia do Sistema Genital FemininoAula de Patologia do Sistema Genital Feminino
Aula de Patologia do Sistema Genital FemininoRaimundo Tostes
 
Reprodução medicamente assistida- ICSI
Reprodução medicamente assistida- ICSIReprodução medicamente assistida- ICSI
Reprodução medicamente assistida- ICSIPedro Veiga
 
Acetato Infertilidade Humana
Acetato   Infertilidade HumanaAcetato   Infertilidade Humana
Acetato Infertilidade HumanaCidalia Aguiar
 
Fisiologia reprodutora humana
Fisiologia reprodutora humanaFisiologia reprodutora humana
Fisiologia reprodutora humanaFelipe Ribeiro
 
Reprodução medicamente assistida
Reprodução  medicamente assistida   Reprodução  medicamente assistida
Reprodução medicamente assistida gracindabento
 
Passado, Presente e Futuro das Tecnologias Reprodutivas no Brasil
Passado, Presente e Futuro das Tecnologias Reprodutivas no BrasilPassado, Presente e Futuro das Tecnologias Reprodutivas no Brasil
Passado, Presente e Futuro das Tecnologias Reprodutivas no BrasilLuana Joana Barreto Cabral
 
Técnicas de fertilização
Técnicas de fertilizaçãoTécnicas de fertilização
Técnicas de fertilizaçãoCátia Magrinho
 
Infertilidade doação de óvulos
Infertilidade   doação de óvulosInfertilidade   doação de óvulos
Infertilidade doação de óvulosgracindabento
 
Fertilização e reprodução
Fertilização e reproduçãoFertilização e reprodução
Fertilização e reproduçãoPatrícia Prates
 

Semelhante a 2.7.ManipulaçãO Da Fertilidade (20)

Técnicas de Reprodução Medicamente Assistida
Técnicas de Reprodução Medicamente AssistidaTécnicas de Reprodução Medicamente Assistida
Técnicas de Reprodução Medicamente Assistida
 
Reproduo medicamente-assistida-1199534861961760-4
Reproduo medicamente-assistida-1199534861961760-4Reproduo medicamente-assistida-1199534861961760-4
Reproduo medicamente-assistida-1199534861961760-4
 
Póster Reprodução Medicamente Assistida
Póster Reprodução Medicamente AssistidaPóster Reprodução Medicamente Assistida
Póster Reprodução Medicamente Assistida
 
Produção in vivo de embrioes de peq ruminantes
Produção in vivo de embrioes de peq ruminantesProdução in vivo de embrioes de peq ruminantes
Produção in vivo de embrioes de peq ruminantes
 
Aula 18 e19
Aula 18 e19Aula 18 e19
Aula 18 e19
 
7 Rep assistida.ppt
7 Rep assistida.ppt7 Rep assistida.ppt
7 Rep assistida.ppt
 
ICSI - 2
ICSI - 2ICSI - 2
ICSI - 2
 
Roberto Wider: etapas da procriação assistida
Roberto Wider: etapas da procriação assistidaRoberto Wider: etapas da procriação assistida
Roberto Wider: etapas da procriação assistida
 
Reprodução assistida lar1
Reprodução assistida lar1Reprodução assistida lar1
Reprodução assistida lar1
 
Reprodução assistida lar2
Reprodução assistida lar2Reprodução assistida lar2
Reprodução assistida lar2
 
Aula de Patologia do Sistema Genital Feminino
Aula de Patologia do Sistema Genital FemininoAula de Patologia do Sistema Genital Feminino
Aula de Patologia do Sistema Genital Feminino
 
Reprodução medicamente assistida- ICSI
Reprodução medicamente assistida- ICSIReprodução medicamente assistida- ICSI
Reprodução medicamente assistida- ICSI
 
Reprodução assisitida
Reprodução assisitidaReprodução assisitida
Reprodução assisitida
 
Acetato Infertilidade Humana
Acetato   Infertilidade HumanaAcetato   Infertilidade Humana
Acetato Infertilidade Humana
 
Fisiologia reprodutora humana
Fisiologia reprodutora humanaFisiologia reprodutora humana
Fisiologia reprodutora humana
 
Reprodução medicamente assistida
Reprodução  medicamente assistida   Reprodução  medicamente assistida
Reprodução medicamente assistida
 
Passado, Presente e Futuro das Tecnologias Reprodutivas no Brasil
Passado, Presente e Futuro das Tecnologias Reprodutivas no BrasilPassado, Presente e Futuro das Tecnologias Reprodutivas no Brasil
Passado, Presente e Futuro das Tecnologias Reprodutivas no Brasil
 
Técnicas de fertilização
Técnicas de fertilizaçãoTécnicas de fertilização
Técnicas de fertilização
 
Infertilidade doação de óvulos
Infertilidade   doação de óvulosInfertilidade   doação de óvulos
Infertilidade doação de óvulos
 
Fertilização e reprodução
Fertilização e reproduçãoFertilização e reprodução
Fertilização e reprodução
 

Mais de Cidalia Aguiar

Qual a relação entre grupos sanguíneos do sistema
Qual a relação entre grupos sanguíneos do sistemaQual a relação entre grupos sanguíneos do sistema
Qual a relação entre grupos sanguíneos do sistemaCidalia Aguiar
 
Ex biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manual
Ex biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manualEx biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manual
Ex biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manualCidalia Aguiar
 
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...Cidalia Aguiar
 
1.1. reacção alérgicas hipersensibilidade [modo de compatibilidade]
1.1. reacção alérgicas hipersensibilidade [modo de compatibilidade]1.1. reacção alérgicas hipersensibilidade [modo de compatibilidade]
1.1. reacção alérgicas hipersensibilidade [modo de compatibilidade]Cidalia Aguiar
 
.Apresentação 12º sistema imunitário
.Apresentação 12º sistema imunitário.Apresentação 12º sistema imunitário
.Apresentação 12º sistema imunitárioCidalia Aguiar
 
Trabalho de grupo sistema solar
Trabalho de grupo sistema solarTrabalho de grupo sistema solar
Trabalho de grupo sistema solarCidalia Aguiar
 
Trabalho de grupo sistema solar
Trabalho de grupo sistema solarTrabalho de grupo sistema solar
Trabalho de grupo sistema solarCidalia Aguiar
 
Aula teórico pratica les
Aula teórico pratica lesAula teórico pratica les
Aula teórico pratica lesCidalia Aguiar
 
Correcção de fichas da aula sobre regulação genica
Correcção de fichas da aula sobre regulação genicaCorrecção de fichas da aula sobre regulação genica
Correcção de fichas da aula sobre regulação genicaCidalia Aguiar
 
Correcção dos exercícios de hereditariedade
Correcção dos exercícios de hereditariedadeCorrecção dos exercícios de hereditariedade
Correcção dos exercícios de hereditariedadeCidalia Aguiar
 
Doador receptor-quadro
Doador receptor-quadroDoador receptor-quadro
Doador receptor-quadroCidalia Aguiar
 
2.5.1. d mecanismos do parto e lactação d
2.5.1. d mecanismos do parto e lactação d2.5.1. d mecanismos do parto e lactação d
2.5.1. d mecanismos do parto e lactação dCidalia Aguiar
 
Acetato mét. contraceptivos
Acetato mét. contraceptivosAcetato mét. contraceptivos
Acetato mét. contraceptivosCidalia Aguiar
 
Causas de infertilidade
Causas de infertilidadeCausas de infertilidade
Causas de infertilidadeCidalia Aguiar
 
Acetato reprodução assistida
Acetato reprodução assistidaAcetato reprodução assistida
Acetato reprodução assistidaCidalia Aguiar
 
Causas de infertilidade
Causas de infertilidadeCausas de infertilidade
Causas de infertilidadeCidalia Aguiar
 

Mais de Cidalia Aguiar (20)

Qual a relação entre grupos sanguíneos do sistema
Qual a relação entre grupos sanguíneos do sistemaQual a relação entre grupos sanguíneos do sistema
Qual a relação entre grupos sanguíneos do sistema
 
Grupo sanguíneo abo
Grupo sanguíneo aboGrupo sanguíneo abo
Grupo sanguíneo abo
 
Ex biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manual
Ex biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manualEx biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manual
Ex biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manual
 
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
 
1.1. reacção alérgicas hipersensibilidade [modo de compatibilidade]
1.1. reacção alérgicas hipersensibilidade [modo de compatibilidade]1.1. reacção alérgicas hipersensibilidade [modo de compatibilidade]
1.1. reacção alérgicas hipersensibilidade [modo de compatibilidade]
 
.Apresentação 12º sistema imunitário
.Apresentação 12º sistema imunitário.Apresentação 12º sistema imunitário
.Apresentação 12º sistema imunitário
 
Trabalho de grupo sistema solar
Trabalho de grupo sistema solarTrabalho de grupo sistema solar
Trabalho de grupo sistema solar
 
Trabalho de grupo sistema solar
Trabalho de grupo sistema solarTrabalho de grupo sistema solar
Trabalho de grupo sistema solar
 
Hiv
HivHiv
Hiv
 
Hiv
HivHiv
Hiv
 
Hiv
HivHiv
Hiv
 
Aula teórico pratica les
Aula teórico pratica lesAula teórico pratica les
Aula teórico pratica les
 
Correcção de fichas da aula sobre regulação genica
Correcção de fichas da aula sobre regulação genicaCorrecção de fichas da aula sobre regulação genica
Correcção de fichas da aula sobre regulação genica
 
Correcção dos exercícios de hereditariedade
Correcção dos exercícios de hereditariedadeCorrecção dos exercícios de hereditariedade
Correcção dos exercícios de hereditariedade
 
Doador receptor-quadro
Doador receptor-quadroDoador receptor-quadro
Doador receptor-quadro
 
2.5.1. d mecanismos do parto e lactação d
2.5.1. d mecanismos do parto e lactação d2.5.1. d mecanismos do parto e lactação d
2.5.1. d mecanismos do parto e lactação d
 
Acetato mét. contraceptivos
Acetato mét. contraceptivosAcetato mét. contraceptivos
Acetato mét. contraceptivos
 
Causas de infertilidade
Causas de infertilidadeCausas de infertilidade
Causas de infertilidade
 
Acetato reprodução assistida
Acetato reprodução assistidaAcetato reprodução assistida
Acetato reprodução assistida
 
Causas de infertilidade
Causas de infertilidadeCausas de infertilidade
Causas de infertilidade
 

Último

Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...GisellySobral
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 

Último (20)

Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 

2.7.ManipulaçãO Da Fertilidade

  • 1. Manipulação da Fertilidade Métodos Contraceptivos
  • 2. As técnicas de contracepção libertaram o sexo da associação com a reprodução As técnicas da Medicina da Reprodução trouxeram a autonomização da reprodução relativamente ao sexo
  • 3. Manipulação da Fertilidade Reprodução Assistida
  • 4. Infertilidade Definição de casal infértil: Casal que não é capaz de conceber após a prática de relações sexuais não protegidas durante 1 ano. 5 milhões de casais nos EUA 14% das mulheres em idade fértil
  • 5. Técnicas de Reprodução Medicamente Assistida Estimulação controlada da ovulação Inseminação intra-uterina Fertilização in vitro (FIV) Injecção intra-citoplasmática de espermatozóide (ICSI) Congelamento de gâmetas e embriões Transferência de embriões congelados (TEC) Biópsia testicular para extracção de espermatozóides (TESE) Inseminação intra-uterina com esperma de dador Doação de oocitos Doação de embriões Biópsia embrionária e diagnóstico genético pré-implantação (PGD) As técnicas hoje disponíveis em Medicina da Reprodução permitem ultrapassar com sucesso a maioria das situações de Infertilidade Conjugal.
  • 6. Causas de Infertilidade (segundo Harrison, Textbook of Medicine, 2004) Masculinas 25% dos casais inférteis Femininas 58% dos casais inférteis 17% têm origem inexplicada
  • 7. Causas Femininas Amenorreia/disfunção ovulatória - 46% Causas hipotalâmicas/hipofisárias (51%) Síndrome do ovário poliquístico (30%) Insuficiência ovárica prematura (12%) Afecções uterinas ou da via genital (7%) Defeito Tubário – 30% Endometriose – 9% Outras causas – 7%
  • 8. Causas Masculinas Hipogonadismo primário ( FSH) – 30-40% Hipogonadismo secundário ( FSH, LH) – 2% Transporte alterado dos espermatozóides – 10-20% Causa desconhecida – 40-50%
  • 9. Técnicas de Reprodução Medicamente Assistida Estimulação controlada da ovulação Inseminação intra-uterina Aumentam a possibilidade de ocorrência de fertilização in vivo
  • 10. Técnicas de Reprodução Medicamente Assistida Fertilização in vitro (FIV) Para ocorrer implantação: 1. Os gâmetas têm de viajar no ap. reprodutor feminino 2. Têm de interagir no processo da fertilização 3. O desenvolvimento embrionário pré- implantatório ocorre em suspensão ao longo ap. reprodutor feminino - A FIV surgiu originalmente para fazer face a um tipo de infertilidade de causa feminina: a oclusão tubária - Também é uma opção para defeitos ligeiros a moderados da qualidade dos espermatozóides
  • 11. A colheita de gâmetas femininos realiza-se por punção e aspiração folicular, com acesso transvaginal, sob controlo ecográfico
  • 13. Desenvolvimento pré-implantatório humano In vivo em suspensão ... In vitro em cultura ... 1-célula 2-células 4-células 8-células
  • 15. A vida ocidental actual veio adicionar factores de infertilidade: a idade da gestação é adiada
  • 16. Técnicas de Reprodução Medicamente Assistida Fertilização in vitro (FIV) Injecção intra-citoplasmática de espermatozóide (ICSI) Para fertilizarem o oocito, os espermatozóides: 1. Concentração total adequada 2. Fracção adequada de formas móveis 3. Fracção adequada de formas morfologicamente normais A ICSI (Intra-Cytoplasmic Sperm Injection) surgiu para fazer face a alguns tipos de infertilidade de causa masculina (especialmente defeitos graves da qualidade)
  • 25. Congelamento espermatozóides oocitos embriões (estadios pré-implantatórios)
  • 26. TEC Transferência de embriões congelados
  • 27. Técnicas de Reprodução Medicamente Assistida Fertilização in vitro (FIV) Injecção intra-citoplasmática de espermatozóide (ICSI) Biópsia testicular para extracção de espermatozóides (TESE) Congelamento de gâmetas e embriões Transferência de embriões congelados (TEC) Inseminação intra-uterina com esperma de dador Doação de oocitos Doação de embriões Biópsia embrionária e diagnóstico genético pré-implantação (PGD)
  • 28. Manipulação da Fertilidade Manipulação da fertilidade e bioética
  • 29.
  • 30. Técnicas de Reprodução Medicamente Assistida Estimulação controlada da ovulação Inseminação intra-uterina Fertilização in vitro (FIV) Injecção intra-citoplasmática de espermatozóide (ICSI) Congelamento de gâmetas e embriões Transferência de embriões congelados (TEC) Biópsia testicular para extracção de espermatozóides (TESE) Inseminação intra-uterina com esperma de dador Doação de oocitos Doação de embriões Biópsia embrionária e diagnóstico genético pré-implantação (PGD)
  • 31. Estudos de Biologia fundamental vieram demonstrar a grande capacidade regulativa do desenvolvimento pré-implantação: 1. Podem ser retirados alguns blastómeros, sem consequência para o desenvolvimento 2. Podem ser produzidos gémeos idênticos a partir da separação de blastómeros em fases iniciais do desenvolvimento O diagnóstico genético pré- implantação (PGD) aproveita estes conhecimentos e permite estender as indicações para Reprodução Medicamente Assistida a casais férteis
  • 33. PGD Diagnóstico genético pré-implantação ICSI biópsia embrionária blastómeros Biópsia embrionária diagnóstico (PCR / FISH) Embrião biopsado Embora inicialmente as Técnicas da não Medicina da Reprodução tenham sido afectados afectados aplicadas a situações de Infertilidade (FIV, congelados transferidos ICSI, TESE, TEC), hoje elas aplicam-se também a situações de Fertilidade (PGD). não transferidos
  • 34. Capacidade regulativa do desenvolvimento pré-implantação (cont.): 3. Quimeras de agregação resultantes da agregação mórulas de 8-células originam apenas 1 blastocisto
  • 35. Células estaminais embrionárias (células ES) O botão embrionário de blastocistos isolado e colocado em cultura origina células ES. Para manterem a pluripotencialidade as células ES devem ser cultivadas em condições particulares, ainda mal caracterizadas.
  • 36. Células estaminais embrionárias (células ES) Produção de animais “Knock-out”