SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Trabalho realizado por : Inês Cachola, nº12 Patrícia Correia, nº23 Patrícia Pereira, nº24 Sara Madeira, nº28 Professora Leonor Paiva Biologia 12 12ºB Ano Lectivo 2010/2011
Índice
Introdução 1.  Louise Brown – o primeiro “bebé-proveta” Nasceu no Reino Unido em 1978
ICSI
Fases da ICSI   2.  1ª Fase:  Imobilização do espermatozóide 3.  2ª Fase: Colocação do espermatozóide na micropipeta de injecção pela cauda 4.  3ª Fase: Início da injecção do espermatozóide (no interior da micropipeta) no oócito II 5.  4ª Fase: Micropipeta com espermatozóide totalmente dentro do oócito II. 6.  5ª Fase :  Injecção do espermatozóide e retirada da micropipeta
GIFT
7.  Técnica de fecundação  in vivo  – GIFT (Laroscopia)  8.  Técnica de fecundação  in vivo  – GIFT (Laroscopia)
ZIFT
9.  Técnica de fecundação  in vitro  – ZIFT
Vantagens e  Desvantagens Vantagens Desvantagens Procedimento mais eficaz para o combate à infertilidade (ICSI); Maiores exigências técnicas; Impede a transmissão de algumas doenças genéticas e sexualmente transmissíveis à descendência (ICSI e ZIFT); Preço elevado; Os gâmetas são colocados nas trompas de Falópio e não directamente no útero (GIFT); Complicações relacionadas com as hormonas – Endometriose; Permite o encontro natural dos gâmetas (GIFT); A laroscopia exige anestesia geral, o que pode trazer complicações; Baixa taxa de êxito (GIFT e ZIFT); Malformações congénitas (ICSI e ZIFT)
Conclusão

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

reprodução assistida
reprodução assistidareprodução assistida
reprodução assistidaguestee6d9a
 
Sermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixesSermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixesAnaGomes40
 
Valor modal das frases
Valor modal das frasesValor modal das frases
Valor modal das frasesnando_reis
 
Ppt 17 Vantagens E Desvantagens Da ReproduçãO Sexuada
Ppt 17   Vantagens E Desvantagens Da ReproduçãO SexuadaPpt 17   Vantagens E Desvantagens Da ReproduçãO Sexuada
Ppt 17 Vantagens E Desvantagens Da ReproduçãO SexuadaNuno Correia
 
Amor de Perdição (exceto cap. VI, VII, VIII) de Camilo Castelo Branco
Amor de Perdição (exceto cap. VI, VII, VIII) de Camilo Castelo BrancoAmor de Perdição (exceto cap. VI, VII, VIII) de Camilo Castelo Branco
Amor de Perdição (exceto cap. VI, VII, VIII) de Camilo Castelo BrancoLurdes Augusto
 
Miguel Torga - Poemas
Miguel Torga - PoemasMiguel Torga - Poemas
Miguel Torga - PoemasAna Tapadas
 
Sistema Imunitário - Biologia 12º
Sistema Imunitário - Biologia 12ºSistema Imunitário - Biologia 12º
Sistema Imunitário - Biologia 12ºtrawwr
 
Caracteristicas de Cesário Verde
Caracteristicas de Cesário VerdeCaracteristicas de Cesário Verde
Caracteristicas de Cesário VerdeMariaVerde1995
 
Cesario Verde Ave Marias Ana Catarina E Ana Sofia
Cesario Verde   Ave Marias   Ana Catarina E Ana SofiaCesario Verde   Ave Marias   Ana Catarina E Ana Sofia
Cesario Verde Ave Marias Ana Catarina E Ana SofiaJoana Azevedo
 
"Não sei se é sonhe, se realidade"
"Não sei se é sonhe, se realidade""Não sei se é sonhe, se realidade"
"Não sei se é sonhe, se realidade"MiguelavRodrigues
 
Relatório experimental modelo
Relatório experimental modeloRelatório experimental modelo
Relatório experimental modeloAngela Boucinha
 
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO)
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO)Biologia – 12º Ano (FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO)
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO)Nuno Correia
 
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...FilipaFonseca
 
Memorial- Análise por Capítulos
Memorial- Análise por CapítulosMemorial- Análise por Capítulos
Memorial- Análise por CapítulosRui Matos
 
Noite Fechada, de Cesário Verde
Noite Fechada, de Cesário VerdeNoite Fechada, de Cesário Verde
Noite Fechada, de Cesário VerdeDina Baptista
 

Mais procurados (20)

reprodução assistida
reprodução assistidareprodução assistida
reprodução assistida
 
Memorial do convento
Memorial do conventoMemorial do convento
Memorial do convento
 
Sermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixesSermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixes
 
áLvaro de campos
áLvaro de camposáLvaro de campos
áLvaro de campos
 
Valor modal das frases
Valor modal das frasesValor modal das frases
Valor modal das frases
 
Ppt 17 Vantagens E Desvantagens Da ReproduçãO Sexuada
Ppt 17   Vantagens E Desvantagens Da ReproduçãO SexuadaPpt 17   Vantagens E Desvantagens Da ReproduçãO Sexuada
Ppt 17 Vantagens E Desvantagens Da ReproduçãO Sexuada
 
Ciclos de vida
Ciclos de vidaCiclos de vida
Ciclos de vida
 
Amor de Perdição (exceto cap. VI, VII, VIII) de Camilo Castelo Branco
Amor de Perdição (exceto cap. VI, VII, VIII) de Camilo Castelo BrancoAmor de Perdição (exceto cap. VI, VII, VIII) de Camilo Castelo Branco
Amor de Perdição (exceto cap. VI, VII, VIII) de Camilo Castelo Branco
 
Miguel Torga - Poemas
Miguel Torga - PoemasMiguel Torga - Poemas
Miguel Torga - Poemas
 
Sistema Imunitário - Biologia 12º
Sistema Imunitário - Biologia 12ºSistema Imunitário - Biologia 12º
Sistema Imunitário - Biologia 12º
 
Caracteristicas de Cesário Verde
Caracteristicas de Cesário VerdeCaracteristicas de Cesário Verde
Caracteristicas de Cesário Verde
 
Cesario Verde Ave Marias Ana Catarina E Ana Sofia
Cesario Verde   Ave Marias   Ana Catarina E Ana SofiaCesario Verde   Ave Marias   Ana Catarina E Ana Sofia
Cesario Verde Ave Marias Ana Catarina E Ana Sofia
 
"Não sei se é sonhe, se realidade"
"Não sei se é sonhe, se realidade""Não sei se é sonhe, se realidade"
"Não sei se é sonhe, se realidade"
 
Relatório experimental modelo
Relatório experimental modeloRelatório experimental modelo
Relatório experimental modelo
 
Fernando Pessoa-Ortónimo
Fernando Pessoa-OrtónimoFernando Pessoa-Ortónimo
Fernando Pessoa-Ortónimo
 
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO)
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO)Biologia – 12º Ano (FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO)
Biologia – 12º Ano (FecundaçãO, Desenvolvimento EmbrionáRio E GestaçãO)
 
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
 
Memorial- Análise por Capítulos
Memorial- Análise por CapítulosMemorial- Análise por Capítulos
Memorial- Análise por Capítulos
 
Os maias personagens
Os maias personagensOs maias personagens
Os maias personagens
 
Noite Fechada, de Cesário Verde
Noite Fechada, de Cesário VerdeNoite Fechada, de Cesário Verde
Noite Fechada, de Cesário Verde
 

Semelhante a Técnicas de reprodução assistida ICSI, GIFT e ZIFT

Fertilização in Vitro
Fertilização in VitroFertilização in Vitro
Fertilização in VitroGoogle
 
Reconhecimento do processo de fecundação, tipos de parto e os principais méto...
Reconhecimento do processo de fecundação, tipos de parto e os principais méto...Reconhecimento do processo de fecundação, tipos de parto e os principais méto...
Reconhecimento do processo de fecundação, tipos de parto e os principais méto...NatliaPacheco9
 
APOSTILA DE AULAS PRÁTICAS BACTERIOLOGIA
APOSTILA  DE  AULAS PRÁTICAS BACTERIOLOGIA APOSTILA  DE  AULAS PRÁTICAS BACTERIOLOGIA
APOSTILA DE AULAS PRÁTICAS BACTERIOLOGIA Gregorio Leal da Silva
 
Mini Caderno de Aulas Praticas
Mini Caderno de Aulas PraticasMini Caderno de Aulas Praticas
Mini Caderno de Aulas PraticasNuroMuthaidaJr
 
Reprodução medicamente assistida
Reprodução medicamente assistidaReprodução medicamente assistida
Reprodução medicamente assistidaRosa Pereira
 
Visão cientifica do Aborto, material de apoio
Visão cientifica do Aborto, material de apoio Visão cientifica do Aborto, material de apoio
Visão cientifica do Aborto, material de apoio Aldy Paula
 
ReproduçãO Medicamente Assistida
ReproduçãO Medicamente AssistidaReproduçãO Medicamente Assistida
ReproduçãO Medicamente Assistidatiafer96
 
Papel labfiv11
Papel labfiv11Papel labfiv11
Papel labfiv11itpack
 
Manipulação da fertilidade_-_infertilidade_humana_e_reprodução_assistida_-_iu...
Manipulação da fertilidade_-_infertilidade_humana_e_reprodução_assistida_-_iu...Manipulação da fertilidade_-_infertilidade_humana_e_reprodução_assistida_-_iu...
Manipulação da fertilidade_-_infertilidade_humana_e_reprodução_assistida_-_iu...zeopas
 
Reproduo medicamente-assistida-1199534861961760-4
Reproduo medicamente-assistida-1199534861961760-4Reproduo medicamente-assistida-1199534861961760-4
Reproduo medicamente-assistida-1199534861961760-4Paulo Botica
 

Semelhante a Técnicas de reprodução assistida ICSI, GIFT e ZIFT (20)

Fertilização in vitro
Fertilização in vitro Fertilização in vitro
Fertilização in vitro
 
Infertilidade....
Infertilidade....Infertilidade....
Infertilidade....
 
Bebe Proveta
Bebe ProvetaBebe Proveta
Bebe Proveta
 
Bebe Proveta
Bebe ProvetaBebe Proveta
Bebe Proveta
 
Fertilização in Vitro
Fertilização in VitroFertilização in Vitro
Fertilização in Vitro
 
FIV- 2
FIV- 2FIV- 2
FIV- 2
 
Reconhecimento do processo de fecundação, tipos de parto e os principais méto...
Reconhecimento do processo de fecundação, tipos de parto e os principais méto...Reconhecimento do processo de fecundação, tipos de parto e os principais méto...
Reconhecimento do processo de fecundação, tipos de parto e os principais méto...
 
Aula 18 e19
Aula 18 e19Aula 18 e19
Aula 18 e19
 
APOSTILA DE AULAS PRÁTICAS BACTERIOLOGIA
APOSTILA  DE  AULAS PRÁTICAS BACTERIOLOGIA APOSTILA  DE  AULAS PRÁTICAS BACTERIOLOGIA
APOSTILA DE AULAS PRÁTICAS BACTERIOLOGIA
 
IIU - 1
IIU - 1IIU - 1
IIU - 1
 
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
 
Mini Caderno de Aulas Praticas
Mini Caderno de Aulas PraticasMini Caderno de Aulas Praticas
Mini Caderno de Aulas Praticas
 
Reprodução medicamente assistida
Reprodução medicamente assistidaReprodução medicamente assistida
Reprodução medicamente assistida
 
Visão cientifica do Aborto, material de apoio
Visão cientifica do Aborto, material de apoio Visão cientifica do Aborto, material de apoio
Visão cientifica do Aborto, material de apoio
 
ReproduçãO Medicamente Assistida
ReproduçãO Medicamente AssistidaReproduçãO Medicamente Assistida
ReproduçãO Medicamente Assistida
 
Papel labfiv11
Papel labfiv11Papel labfiv11
Papel labfiv11
 
Manipulação da fertilidade_-_infertilidade_humana_e_reprodução_assistida_-_iu...
Manipulação da fertilidade_-_infertilidade_humana_e_reprodução_assistida_-_iu...Manipulação da fertilidade_-_infertilidade_humana_e_reprodução_assistida_-_iu...
Manipulação da fertilidade_-_infertilidade_humana_e_reprodução_assistida_-_iu...
 
Atds cronograma v3
Atds cronograma v3Atds cronograma v3
Atds cronograma v3
 
Reproduo medicamente-assistida-1199534861961760-4
Reproduo medicamente-assistida-1199534861961760-4Reproduo medicamente-assistida-1199534861961760-4
Reproduo medicamente-assistida-1199534861961760-4
 
FERTILIZAÇÃO IN VITRO
FERTILIZAÇÃO IN VITROFERTILIZAÇÃO IN VITRO
FERTILIZAÇÃO IN VITRO
 

Mais de zeopas

A biblioteca e o centro de recursos educativos2
A biblioteca e o centro de recursos educativos2A biblioteca e o centro de recursos educativos2
A biblioteca e o centro de recursos educativos2zeopas
 
O Desenv, e a Utiliz. dos Recursos by Joel e MTeles
O Desenv, e a Utiliz. dos Recursos by Joel e MTelesO Desenv, e a Utiliz. dos Recursos by Joel e MTeles
O Desenv, e a Utiliz. dos Recursos by Joel e MTeleszeopas
 
Guião tr4
Guião tr4Guião tr4
Guião tr4zeopas
 
O Desenv. e a Utiliz. dos Recursos-by ES./GI/JB
O Desenv. e a Utiliz. dos Recursos-by ES./GI/JBO Desenv. e a Utiliz. dos Recursos-by ES./GI/JB
O Desenv. e a Utiliz. dos Recursos-by ES./GI/JBzeopas
 
Guião tr4 1
Guião tr4 1Guião tr4 1
Guião tr4 1zeopas
 
Ambiente 10ºd
Ambiente 10ºdAmbiente 10ºd
Ambiente 10ºdzeopas
 
Ambiente 10ºd 2
Ambiente 10ºd 2Ambiente 10ºd 2
Ambiente 10ºd 2zeopas
 
Ambiente 10ºd 1
Ambiente 10ºd 1 Ambiente 10ºd 1
Ambiente 10ºd 1 zeopas
 
Ambiente 10ºd 0
Ambiente 10ºd 0Ambiente 10ºd 0
Ambiente 10ºd 0zeopas
 
Ambiente 10ºd 4
Ambiente 10ºd 4Ambiente 10ºd 4
Ambiente 10ºd 4zeopas
 
Energia renovável 10ºc
Energia renovável 10ºcEnergia renovável 10ºc
Energia renovável 10ºczeopas
 
Energia renovável 10º c 3
Energia renovável 10º c 3Energia renovável 10º c 3
Energia renovável 10º c 3zeopas
 
Energia renovável 10ºc
Energia renovável 10ºcEnergia renovável 10ºc
Energia renovável 10ºczeopas
 
Ambiente 10ºd 4
Ambiente 10ºd 4Ambiente 10ºd 4
Ambiente 10ºd 4zeopas
 
Ambiente 10ºd 1
Ambiente 10ºd 1 Ambiente 10ºd 1
Ambiente 10ºd 1 zeopas
 
Ambiente 10ºd 0
Ambiente 10ºd 0Ambiente 10ºd 0
Ambiente 10ºd 0zeopas
 
Ambiente 10ºd
Ambiente 10ºdAmbiente 10ºd
Ambiente 10ºdzeopas
 
Ambiente 10ºd 2
Ambiente 10ºd 2Ambiente 10ºd 2
Ambiente 10ºd 2zeopas
 
Métodos contraceptivos de barreira
Métodos contraceptivos de barreiraMétodos contraceptivos de barreira
Métodos contraceptivos de barreirazeopas
 
Metodos contraceptivos naturais
Metodos contraceptivos naturaisMetodos contraceptivos naturais
Metodos contraceptivos naturaiszeopas
 

Mais de zeopas (20)

A biblioteca e o centro de recursos educativos2
A biblioteca e o centro de recursos educativos2A biblioteca e o centro de recursos educativos2
A biblioteca e o centro de recursos educativos2
 
O Desenv, e a Utiliz. dos Recursos by Joel e MTeles
O Desenv, e a Utiliz. dos Recursos by Joel e MTelesO Desenv, e a Utiliz. dos Recursos by Joel e MTeles
O Desenv, e a Utiliz. dos Recursos by Joel e MTeles
 
Guião tr4
Guião tr4Guião tr4
Guião tr4
 
O Desenv. e a Utiliz. dos Recursos-by ES./GI/JB
O Desenv. e a Utiliz. dos Recursos-by ES./GI/JBO Desenv. e a Utiliz. dos Recursos-by ES./GI/JB
O Desenv. e a Utiliz. dos Recursos-by ES./GI/JB
 
Guião tr4 1
Guião tr4 1Guião tr4 1
Guião tr4 1
 
Ambiente 10ºd
Ambiente 10ºdAmbiente 10ºd
Ambiente 10ºd
 
Ambiente 10ºd 2
Ambiente 10ºd 2Ambiente 10ºd 2
Ambiente 10ºd 2
 
Ambiente 10ºd 1
Ambiente 10ºd 1 Ambiente 10ºd 1
Ambiente 10ºd 1
 
Ambiente 10ºd 0
Ambiente 10ºd 0Ambiente 10ºd 0
Ambiente 10ºd 0
 
Ambiente 10ºd 4
Ambiente 10ºd 4Ambiente 10ºd 4
Ambiente 10ºd 4
 
Energia renovável 10ºc
Energia renovável 10ºcEnergia renovável 10ºc
Energia renovável 10ºc
 
Energia renovável 10º c 3
Energia renovável 10º c 3Energia renovável 10º c 3
Energia renovável 10º c 3
 
Energia renovável 10ºc
Energia renovável 10ºcEnergia renovável 10ºc
Energia renovável 10ºc
 
Ambiente 10ºd 4
Ambiente 10ºd 4Ambiente 10ºd 4
Ambiente 10ºd 4
 
Ambiente 10ºd 1
Ambiente 10ºd 1 Ambiente 10ºd 1
Ambiente 10ºd 1
 
Ambiente 10ºd 0
Ambiente 10ºd 0Ambiente 10ºd 0
Ambiente 10ºd 0
 
Ambiente 10ºd
Ambiente 10ºdAmbiente 10ºd
Ambiente 10ºd
 
Ambiente 10ºd 2
Ambiente 10ºd 2Ambiente 10ºd 2
Ambiente 10ºd 2
 
Métodos contraceptivos de barreira
Métodos contraceptivos de barreiraMétodos contraceptivos de barreira
Métodos contraceptivos de barreira
 
Metodos contraceptivos naturais
Metodos contraceptivos naturaisMetodos contraceptivos naturais
Metodos contraceptivos naturais
 

Último

AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 

Último (20)

AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 

Técnicas de reprodução assistida ICSI, GIFT e ZIFT

  • 1. Trabalho realizado por : Inês Cachola, nº12 Patrícia Correia, nº23 Patrícia Pereira, nº24 Sara Madeira, nº28 Professora Leonor Paiva Biologia 12 12ºB Ano Lectivo 2010/2011
  • 3. Introdução 1. Louise Brown – o primeiro “bebé-proveta” Nasceu no Reino Unido em 1978
  • 5. Fases da ICSI   2. 1ª Fase: Imobilização do espermatozóide 3. 2ª Fase: Colocação do espermatozóide na micropipeta de injecção pela cauda 4. 3ª Fase: Início da injecção do espermatozóide (no interior da micropipeta) no oócito II 5. 4ª Fase: Micropipeta com espermatozóide totalmente dentro do oócito II. 6. 5ª Fase : Injecção do espermatozóide e retirada da micropipeta
  • 7. 7. Técnica de fecundação in vivo – GIFT (Laroscopia) 8. Técnica de fecundação in vivo – GIFT (Laroscopia)
  • 9. 9. Técnica de fecundação in vitro – ZIFT
  • 10. Vantagens e Desvantagens Vantagens Desvantagens Procedimento mais eficaz para o combate à infertilidade (ICSI); Maiores exigências técnicas; Impede a transmissão de algumas doenças genéticas e sexualmente transmissíveis à descendência (ICSI e ZIFT); Preço elevado; Os gâmetas são colocados nas trompas de Falópio e não directamente no útero (GIFT); Complicações relacionadas com as hormonas – Endometriose; Permite o encontro natural dos gâmetas (GIFT); A laroscopia exige anestesia geral, o que pode trazer complicações; Baixa taxa de êxito (GIFT e ZIFT); Malformações congénitas (ICSI e ZIFT)