PROCRIAÇÃO ASSISTIDA 
por Roberto Wider
A técnica In Vitro 
Consiste em colher óvulos de uma mulher, fertilizando-os numa 
placa de Petri, para os mesmos, quando ...
A fim de aumentar as chances da gravidez, via esta técnica, a 
maioria dos programas de FIV usa agentes de indução 
(hormô...
A fertilização propriamente dita é feita dispondo, em média, 
50.000 a 100.000 espermatozóides de boa motilidade para cada...
Existem quatro condições fundamentais para que a fertilização 
ocorra com sucesso: 
o metabolismo do óvulo deve estar em p...
Geralmente 60% a 80% dos óvulos se encontram fertilizados 
neste estágio. Óvulos penetrados por mais de um 
espermatozóide...
Aqui surge uma questão relevante: se 60% a 80% dos óvulos 
conseguidos de uma mulher, pós-estímulo hormonal, são 
fertiliz...
Vários fatores podem interferir, como por exemplo, o útero 
preparado para implantação ou a carga hormonal para dar 
supor...
Vimos na técnica mencionada que a base simples para a 
fertilização in vitro só requer óvulos e espermatozóides. Esses, 
c...
Existem aproximadamente 30 mil bancos de sêmen e outros 
grandes número de bancos de óvulos, além de, muitas vezes, se 
fa...
Para saber mais sobre aspectos do Biodireito e da Bioética 
envolvidos nos processos de reprodução assistida, acesse o blo...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Roberto Wider: etapas da procriação assistida

486 visualizações

Publicada em

Bases para o desenvolvimento da discussão a respeito dos aspectos do biodireito e da bioética em relacão a reprodução assistida no livro de Roberto Wider.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
486
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
206
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Roberto Wider: etapas da procriação assistida

  1. 1. PROCRIAÇÃO ASSISTIDA por Roberto Wider
  2. 2. A técnica In Vitro Consiste em colher óvulos de uma mulher, fertilizando-os numa placa de Petri, para os mesmos, quando já transformados em zigotos, iniciando a divisão celular, serem colocados dentro do útero da receptora. Quando o zigoto se implanta com sucesso e se torna embrião, a gravidez progride do mesmo modo que aquela naturalmente conseguida. Roberto Wider - Bioética e Biodireito
  3. 3. A fim de aumentar as chances da gravidez, via esta técnica, a maioria dos programas de FIV usa agentes de indução (hormônios) para produzir uma múltipla ovulação, objetivando fertilizar mais óvulos, tentando implantar os que se transformam em zigotos. Esta indução, via carga hormonal, atinge vários folículos do ovário, induzindo a maturação de vários óvulos, em vez de apenas um, como normalmente ocorre no processo natural de fecundação. Roberto Wider - Bioética e Biodireito
  4. 4. A fertilização propriamente dita é feita dispondo, em média, 50.000 a 100.000 espermatozóides de boa motilidade para cada um dos óvulos identificados. Após isto, o conjunto volta a ser incubado. Passando um período de mais ou menos 12 horas, o embriologista verifica os óvulos para constatar se houve fertilização. Roberto Wider - Bioética e Biodireito
  5. 5. Existem quatro condições fundamentais para que a fertilização ocorra com sucesso: o metabolismo do óvulo deve estar em perfeitas condições de funcionamento; o esperma deve penetrar o óvulo e a ele se incorporar; o núcleo e o cromossomas do óulo devem estar unidos; também unidos devem estar o núcleo e o cromossomas do espermatozóide que o penetrou. Roberto Wider - Bioética e Biodireito
  6. 6. Geralmente 60% a 80% dos óvulos se encontram fertilizados neste estágio. Óvulos penetrados por mais de um espermatozóide (poliespermina) produziriam embriões anormais, por isso não são transferidos para o útero da mulher e sim descartados. Roberto Wider - Bioética e Biodireito
  7. 7. Aqui surge uma questão relevante: se 60% a 80% dos óvulos conseguidos de uma mulher, pós-estímulo hormonal, são fertilizados, por que só 30% a 35% das mulheres conseguem uma gravidez, mesmo nos mais conceituados centros? Roberto Wider - Bioética e Biodireito
  8. 8. Vários fatores podem interferir, como por exemplo, o útero preparado para implantação ou a carga hormonal para dar suporte ao embrião pós-transferência serem inadequados. Além disto, temos que considerar o fato de que os embriões são, na técnica in vitro, transferidos, geralmente, entre dois dias pós-fertilização e primeiras divisões celulares, enquanto que, no processo natural, este embrião alcançaria o útero em cinco a sete dias pós-ovulação ou fertilização. Roberto Wider - Bioética e Biodireito
  9. 9. Vimos na técnica mencionada que a base simples para a fertilização in vitro só requer óvulos e espermatozóides. Esses, chamados de gametas, poderão ser fornecidos pela mãe (óvulos), e o pai ou companheiro oferecerá seu sêmen. Mas como se trata aqui de possibilitar uma gravidez para casais com dificuldades de reprodução, os óvulos e o sêmen poderão vir de várias fontes, além do próprio casal. E, como o processo de reprodução por FIV se tornou comum, apareceram os fornecedores de gametas. Roberto Wider - Bioética e Biodireito
  10. 10. Existem aproximadamente 30 mil bancos de sêmen e outros grandes número de bancos de óvulos, além de, muitas vezes, se fazer a aquisição direta de alguns óvulos de uma jovem e o sêmen de um doador, cujas identidades são mantidas em completo sigilo. Os Centros especializados em reprodução por FIV determinam suas próprias fontes extras e avulsas de obtenção, tanto para um, como para ambos os gametas. Roberto Wider - Bioética e Biodireito
  11. 11. Para saber mais sobre aspectos do Biodireito e da Bioética envolvidos nos processos de reprodução assistida, acesse o blo http://robertowider.wordpress.com.br e siga Roberto Wider no Twitter http:twitter.com/RobertoWider. Facebook: http://facebook.com/RobertoWider LinkedIn: br.linkedin.com/in/robertowider Roberto Wider - Bioética e Biodireito

×