SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
Dor Lombar
O que é Lombalgia?
É a doença musculoesquelética mais frequente em todas as idades e em
todos os estratos socioeconômicos da população, está referida à presença
de dor na região baixa das costas.
A dor nesta região pode ser intensa e é uma das principais causas de
afastamento do trabalho.
Os sintomas da dor lombar
Os sintomas variam de uma dor surda a uma sensação de pontada na
região baixa das costas. A dor pode limitar os movimentos , pode ser
aguda repentina relacionada com uma lesão esportiva ou com trabalho
pesado. Se a dor dura mais de três meses é considerada crônica. É
importante lembrar que se a dor não melhora após 72 horas, deve-se
consultar um médico.
Sintomas que requerem cuidados urgentes
Forte dor nas costas após uma queda ou lesão deve ser diagnosticada e
acompanhada por um médico. Outros sinais e sintomas que requerem
cuidados incluem: perda de controle de intestino e bexiga, fraqueza nas
pernas, febre e dor ao tossir ou urinar.
Tensão muscular e ciática
Dor nas costas seguida de esforço físico após exercício ou após levantar
objetos pesados é geralmente causada por tensão muscular. Mas às vezes a
dor nas costas pode estar relacionada com uma lesão em um disco
intervertebral, se esse disco pressiona o nervo ciático, pode se sentir dor
desde a região da nádega até uma perna ou pé o que se denomina ciática.
É importante fazer o diagnóstico o quanto antes para realizar o tratamento
adequado.
Trabalho
Se seu trabalho envolve esforço físico como levantar objetos pesados, ou
permaner por muito tempo com o tronco flexionado isto pode contribuir
para a lombalgia. No entanto, ficar sentado por muitas horas todos os dias
pode ter seus próprios riscos especialmente se a sua cadeira é
desconfortável ou você não tem uma postura adequada ao sentar.
Carregando bolsas e sacolas
Embora você possa levar sua bolsa, mochila , mala ou sacola sobre seu
ombro, é a parte inferior das costas que suporta a parte superior do corpo
incluindo qualquer peso adicional que você carrega. Esta situação pode
provocar dor lombar especialmente se você carregá-la dia após dia. Uma
sugestão pode ser substituir as bolsas e sacolas por uma mala com rodas.
Suas atividades diárias
Exagerar na academia, em suas atividades esportivas ou nas suas
atividades dentro de casa podem ser causas de lesão muscular e por tanto
de lombalgia. Você está especialmente vulnerável se ficar inativo durante a
semana de trabalho e, em seguida, passar horas na academia no fim de
semana ou tentando organizar sua casa o seu jardim.
Postura
As costas suportam melhor o peso quando você tem uma postura
adequada, isso significa sentar-se com um bom apoio para a região
lombar, os ombros posicionados para trás, com os pés descansando sobre
uma base. Quando ficar em pé, mantenha o peso equilibrado sobre ambos
os pés.
Hérnia de Disco
As vértebras da coluna são amortecidas por estruturas denominadas
discos intervertebrais que, no entanto, podem sofrer desgaste ou
ferimentos. A lesão do disco pode provocar a compressão das raízes dos
nervos espinhais, isto é conhecido como uma hérnia de disco e pode
causar dor intensa.
Condições Crônicas
Diversas condições crônicas podem levar a dor lombar.
Estenose do canal vertebral é o estreitamento do espaço ao redor da
medula espinhal, que pode exercer pressão sobre os nervos espinhais.
Espondilite refere-se a dor crônica nas costas e rigidez devido à inflamação
importante das articulações da coluna vertebral.
Fibromialgia provoca dores musculares generalizadas, incluindo dor nas
costas.
Quem está em risco para dor lombar?
A maioria das pessoas apresenta dor lombar a partir dos 30 anos. As
probabilidades de novas ocorrências aumentam com a idade. Outros
fatores de risco para lombalgia incluem: estar acima do
peso, sedentarismo, empregos que exigem trabalho pesado, lesões por
exercício físico.
Diagnóstico de Dor Lombar
Para um diagnóstico preciso é importante coletar dados de história clínica
para classificar a dor do paciente. Além disso, é importante conhecer
exatamente o que desencadeou a dor (traumatismo, má postura) ou se
está relacionada com o trabalho. O médico pode solicitar , radiografias,
tomografia computadorizada ou ressonância magnética para procurar o
local da lesão e avaliar melhor as opções terapêuticas.
Cuidados pessoais
Dor lombar devido a tensão muscular geralmente melhora
espontaneamente, mas você pode tomar medidas para tornar isto mais
confortável. Uma almofada para a região lombar, banhos mornos podem
proporcionar alívio temporário da dor.
Repouso
É importante que as pessoas saibam que os ataques agudos serão
resolvidos espontaneamente na grande maioria dos casos pelo que deve
evitar-se repouso prolongado e retornar-se às atividades rotineiras quanto
antes possível. Existe uma porcentagem pequena de pacientes nos quais se
repetem as crises de dor lombar e que desenvolverá lombalgia
crônica, está situação pode eventualmente se constituir em um problema
não somente médico senão também social.
Ioga
Exiistem evidências que ioga pode ajudar na dor lombar. Em um estudo
recente, pessoas que fizeram 12 semanas de aulas de ioga apresentaram
menos sintomas de dor lombar do que as pessoas que seguiram instruções
escritas sobre os cuidados com a dor nas costas; o benefício da prática
durou vários meses após a conclusão das aulas. Procure sempre um
instrutor com experiência de ensino a pessoas com dor nas costas.
Acupuntura
Atualemte se discute o real beneficio da acupuntura na dor lombar, alguns
estudos mostram que as pessoas se beneficiam dela, no entanto outros
estudos mostram que não é assim. Sempre consulte com seu médico antes
de iniciar qualquer tipo de tratamento,, ele é quem conhece seu caso e
poderá lhe orientar da melhor maneira.
Medicamentos
Para dor lombar de intensidade leve muitas vezes podem ser utilizados
analgésicos simples ou antiinflamatórios para alivio dos sintomas.
Pomadas, cremes ou gel podem aliviar dores musculares, mas para dores
de maior intensidade é muito provavel que seu médico deva prescrever
medicamentos mais potentes para seu controle. Nunca tome
medicamentos por conta própria isso pode atrapallhar o diagnóstico
correto e mascarar sinais e sintomas importantes.
Injeções
Se os tratamentos mais simples por via oral ou tópica não estão
funcionando é possivel que seu médico prescreva injeções seja de forma
local ou sistémica, normalmente as injeções utilizam antiinflamatórios
esteroideos.
Cirurgia
Em dores crônicas que interferem de forma importante com o
desenvolvimento normal de atividades e outros tratamentos que não
foram bem sucedidos para o controle da dor é possível que seu médico
considere um tratamento cirurgico. Tudo depende das características da
doença, do diagnóstico e das possibilidades terapêuticas.
Fisioterapia
Se a dor nas costas o deixou inativo por um longo tempo, um programa de
reabilitação pode ajudar a fortalecer os músculos e paulatinamente poder
voltar para suas atividades diárias. Um fisioterapeuta pode ajudar por meio
de alongamentos, exercícios de fortalecimento e de baixo impacto que o
ajudarão a estar mais apto sem forçar as costas.
Fortalecer a coluna
Dois tipos de exercícios podem beneficiar a parte inferior das costas são os
de flexão e extensão. Nos exercícios de flexão, dobre o tronco para a frente
para alongar os músculos das costas e quadris. Em exercícios de
extensão, você realiza o moviemnto contrário para desenvolver os músculos
que suportam a coluna vertebral. Dependendo da causa da sua dor nas
costas, há alguns exercícios que você NÃO deve fazer. Se você tem dor nas
costas, converse primeiramente com seu médico sobre quais os exercícios
mais seguros para você. Lembre-se o intuito é melhorar e não provocar
lesões mais sérias.
Prevenir Dor Lombar
Não existem ações específicas para prevenir dores nas costas, no
entanto, você pode diminuir seu risco:
- Mantenha um peso saudável.
- Exercite-se regularmente.
- Erga-se com a força das pernas e não com as costas.
- Melhore sua postura no trabalho e em casa.
- Procure orientação médica para tratar adequadamente seu caso.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fisioterapia em Pediatria apresentação
Fisioterapia em Pediatria apresentaçãoFisioterapia em Pediatria apresentação
Fisioterapia em Pediatria apresentaçãoRita Brahim
 
Ficha tecnica __movimentacao_manual_de_cargas
Ficha tecnica __movimentacao_manual_de_cargasFicha tecnica __movimentacao_manual_de_cargas
Ficha tecnica __movimentacao_manual_de_cargasRobson Peixoto
 
CARTILHA - PREV. QUEDAS IDOSOS.pdf
CARTILHA - PREV. QUEDAS IDOSOS.pdfCARTILHA - PREV. QUEDAS IDOSOS.pdf
CARTILHA - PREV. QUEDAS IDOSOS.pdfELIDICRSIAOLIVEIRA
 
Sistemas de Gestão da Qualidade
Sistemas de Gestão da QualidadeSistemas de Gestão da Qualidade
Sistemas de Gestão da QualidadeGiulianno Sousa
 
Escala de equilibrio de berg
Escala de equilibrio de bergEscala de equilibrio de berg
Escala de equilibrio de bergMR Gtz
 
Aula1 cinesiologia2013
Aula1 cinesiologia2013Aula1 cinesiologia2013
Aula1 cinesiologia2013Marcus Prof
 
Paralisia cerebral
Paralisia cerebralParalisia cerebral
Paralisia cerebraltevl
 
Aula 4.1 biomecânica ocupacional
Aula 4.1   biomecânica ocupacionalAula 4.1   biomecânica ocupacional
Aula 4.1 biomecânica ocupacionalDaniel Moura
 
NR 17 - Ergonomia
NR 17 - ErgonomiaNR 17 - Ergonomia
NR 17 - ErgonomiaAmanda Dias
 
Biomecânica da Corrida e sua Relação com Lesões Esportivas
Biomecânica da Corrida e sua Relação com Lesões EsportivasBiomecânica da Corrida e sua Relação com Lesões Esportivas
Biomecânica da Corrida e sua Relação com Lesões EsportivasSmith & Nephew
 

Mais procurados (20)

Fisioterapia em Pediatria apresentação
Fisioterapia em Pediatria apresentaçãoFisioterapia em Pediatria apresentação
Fisioterapia em Pediatria apresentação
 
Avaliacao
AvaliacaoAvaliacao
Avaliacao
 
Ficha tecnica __movimentacao_manual_de_cargas
Ficha tecnica __movimentacao_manual_de_cargasFicha tecnica __movimentacao_manual_de_cargas
Ficha tecnica __movimentacao_manual_de_cargas
 
CARTILHA - PREV. QUEDAS IDOSOS.pdf
CARTILHA - PREV. QUEDAS IDOSOS.pdfCARTILHA - PREV. QUEDAS IDOSOS.pdf
CARTILHA - PREV. QUEDAS IDOSOS.pdf
 
Ações Preventivas e Corretivas
Ações Preventivas e Corretivas Ações Preventivas e Corretivas
Ações Preventivas e Corretivas
 
Sistemas de Gestão da Qualidade
Sistemas de Gestão da QualidadeSistemas de Gestão da Qualidade
Sistemas de Gestão da Qualidade
 
Iso14001
Iso14001Iso14001
Iso14001
 
Aula equação de niosh
Aula equação de nioshAula equação de niosh
Aula equação de niosh
 
Escala de equilibrio de berg
Escala de equilibrio de bergEscala de equilibrio de berg
Escala de equilibrio de berg
 
Gestor Sistema Integrado - SGI ( ISO 9001- ISO 14001 - 45001)
Gestor Sistema Integrado - SGI ( ISO 9001- ISO 14001 - 45001)Gestor Sistema Integrado - SGI ( ISO 9001- ISO 14001 - 45001)
Gestor Sistema Integrado - SGI ( ISO 9001- ISO 14001 - 45001)
 
Ergonomia & segurança
Ergonomia & segurançaErgonomia & segurança
Ergonomia & segurança
 
O Fogo
O FogoO Fogo
O Fogo
 
Aula1 cinesiologia2013
Aula1 cinesiologia2013Aula1 cinesiologia2013
Aula1 cinesiologia2013
 
Paralisia cerebral
Paralisia cerebralParalisia cerebral
Paralisia cerebral
 
Aula 4.1 biomecânica ocupacional
Aula 4.1   biomecânica ocupacionalAula 4.1   biomecânica ocupacional
Aula 4.1 biomecânica ocupacional
 
Medidas de autoprotecção
Medidas de autoprotecçãoMedidas de autoprotecção
Medidas de autoprotecção
 
NR 17 - Ergonomia
NR 17 - ErgonomiaNR 17 - Ergonomia
NR 17 - Ergonomia
 
Biomecânica da Corrida e sua Relação com Lesões Esportivas
Biomecânica da Corrida e sua Relação com Lesões EsportivasBiomecânica da Corrida e sua Relação com Lesões Esportivas
Biomecânica da Corrida e sua Relação com Lesões Esportivas
 
Guia de posturas
Guia de posturasGuia de posturas
Guia de posturas
 
Nocoes do-metodo-bobath reflexos primitivos
Nocoes do-metodo-bobath reflexos primitivosNocoes do-metodo-bobath reflexos primitivos
Nocoes do-metodo-bobath reflexos primitivos
 

Semelhante a Lombalgia

Quais são as opções de tratamento para a dor ciática?
Quais são as opções de tratamento para a dor ciática?Quais são as opções de tratamento para a dor ciática?
Quais são as opções de tratamento para a dor ciática?Tookmed
 
Atividade FíSica E SaúDe
Atividade FíSica E SaúDeAtividade FíSica E SaúDe
Atividade FíSica E SaúDeSilvia Arrelaro
 
Guia de Postura da Coluna
Guia de Postura da ColunaGuia de Postura da Coluna
Guia de Postura da ColunaDavid Pires
 
Dores musculares e suas causas e soluções
Dores musculares e suas causas e soluçõesDores musculares e suas causas e soluções
Dores musculares e suas causas e soluçõesFlaviaMendesreis
 
Estresse pode gerar sobrecarga nos músculos
Estresse pode gerar sobrecarga nos músculosEstresse pode gerar sobrecarga nos músculos
Estresse pode gerar sobrecarga nos músculosMarcelodre
 
A importância dos alongamentos
A importância dos alongamentosA importância dos alongamentos
A importância dos alongamentosLUCIANO OSORIO
 
Hérnia de disco lombar
Hérnia de disco lombarHérnia de disco lombar
Hérnia de disco lombarSoraia Mateus
 
Dr Marcelo Gonçalves Sade, Curitiba, Joinville, Osteopatia,
Dr Marcelo Gonçalves Sade, Curitiba, Joinville, Osteopatia, Dr Marcelo Gonçalves Sade, Curitiba, Joinville, Osteopatia,
Dr Marcelo Gonçalves Sade, Curitiba, Joinville, Osteopatia, Ademir Lara
 
Palestra alongamento x flexionamento.pptx
Palestra alongamento x flexionamento.pptxPalestra alongamento x flexionamento.pptx
Palestra alongamento x flexionamento.pptxLinda Moreira
 
A importância do alongamento em atividades físicas
A importância do alongamento em atividades físicasA importância do alongamento em atividades físicas
A importância do alongamento em atividades físicasAlexandra Nurhan
 
Alongamento muscular
Alongamento  muscularAlongamento  muscular
Alongamento muscularlcinfo
 
Protegendo suas articulações
Protegendo suas articulaçõesProtegendo suas articulações
Protegendo suas articulaçõesReumatoguia
 

Semelhante a Lombalgia (20)

DOR NAS COSTA DIV.pdf
DOR NAS COSTA DIV.pdfDOR NAS COSTA DIV.pdf
DOR NAS COSTA DIV.pdf
 
Quais são as opções de tratamento para a dor ciática?
Quais são as opções de tratamento para a dor ciática?Quais são as opções de tratamento para a dor ciática?
Quais são as opções de tratamento para a dor ciática?
 
Atividade FíSica E SaúDe
Atividade FíSica E SaúDeAtividade FíSica E SaúDe
Atividade FíSica E SaúDe
 
Guia de Postura da Coluna
Guia de Postura da ColunaGuia de Postura da Coluna
Guia de Postura da Coluna
 
Dores musculares e suas causas e soluções
Dores musculares e suas causas e soluçõesDores musculares e suas causas e soluções
Dores musculares e suas causas e soluções
 
Estresse pode gerar sobrecarga nos músculos
Estresse pode gerar sobrecarga nos músculosEstresse pode gerar sobrecarga nos músculos
Estresse pode gerar sobrecarga nos músculos
 
A importância dos alongamentos
A importância dos alongamentosA importância dos alongamentos
A importância dos alongamentos
 
53.julho 2013 revista
53.julho 2013 revista53.julho 2013 revista
53.julho 2013 revista
 
53.julho 2013 revista
53.julho 2013 revista53.julho 2013 revista
53.julho 2013 revista
 
53.julho 2013 revista
53.julho 2013 revista53.julho 2013 revista
53.julho 2013 revista
 
Hérnia de disco lombar
Hérnia de disco lombarHérnia de disco lombar
Hérnia de disco lombar
 
Lombalgia.pptx
Lombalgia.pptxLombalgia.pptx
Lombalgia.pptx
 
Dr Marcelo Gonçalves Sade, Curitiba, Joinville, Osteopatia,
Dr Marcelo Gonçalves Sade, Curitiba, Joinville, Osteopatia, Dr Marcelo Gonçalves Sade, Curitiba, Joinville, Osteopatia,
Dr Marcelo Gonçalves Sade, Curitiba, Joinville, Osteopatia,
 
Palestra alongamento x flexionamento.pptx
Palestra alongamento x flexionamento.pptxPalestra alongamento x flexionamento.pptx
Palestra alongamento x flexionamento.pptx
 
Exercicios Acelera 3x
Exercicios Acelera 3xExercicios Acelera 3x
Exercicios Acelera 3x
 
A importância do alongamento em atividades físicas
A importância do alongamento em atividades físicasA importância do alongamento em atividades físicas
A importância do alongamento em atividades físicas
 
Lombalgias
LombalgiasLombalgias
Lombalgias
 
Hernia de disco
Hernia de discoHernia de disco
Hernia de disco
 
Alongamento muscular
Alongamento  muscularAlongamento  muscular
Alongamento muscular
 
Protegendo suas articulações
Protegendo suas articulaçõesProtegendo suas articulações
Protegendo suas articulações
 

Mais de Reumatoguia

Entendendo a espondilite
Entendendo a espondiliteEntendendo a espondilite
Entendendo a espondiliteReumatoguia
 
Entendendo o lúpus
Entendendo o lúpusEntendendo o lúpus
Entendendo o lúpusReumatoguia
 
Tratamento 2012 rev
Tratamento 2012 revTratamento 2012 rev
Tratamento 2012 revReumatoguia
 
Entendendo a artrite reumatoide
Entendendo a artrite reumatoideEntendendo a artrite reumatoide
Entendendo a artrite reumatoideReumatoguia
 
Artigo reumato medicamentos
Artigo reumato medicamentosArtigo reumato medicamentos
Artigo reumato medicamentosReumatoguia
 
Aula PAR reumato
Aula PAR reumatoAula PAR reumato
Aula PAR reumatoReumatoguia
 
Osteoporose reumatoguia
Osteoporose reumatoguiaOsteoporose reumatoguia
Osteoporose reumatoguiaReumatoguia
 
Tutorial Picbadge
Tutorial PicbadgeTutorial Picbadge
Tutorial PicbadgeReumatoguia
 
Os Direitos do Paciente
Os Direitos do PacienteOs Direitos do Paciente
Os Direitos do PacienteReumatoguia
 
Os melhores alimentos para seus ossos
Os melhores alimentos para seus ossosOs melhores alimentos para seus ossos
Os melhores alimentos para seus ossosReumatoguia
 
Especial Vestuário
Especial VestuárioEspecial Vestuário
Especial VestuárioReumatoguia
 
Gota - 10 dicas para viver bem!
Gota - 10 dicas para viver bem!Gota - 10 dicas para viver bem!
Gota - 10 dicas para viver bem!Reumatoguia
 

Mais de Reumatoguia (16)

Entendendo a espondilite
Entendendo a espondiliteEntendendo a espondilite
Entendendo a espondilite
 
Entendendo o lúpus
Entendendo o lúpusEntendendo o lúpus
Entendendo o lúpus
 
Tratamento 2012 rev
Tratamento 2012 revTratamento 2012 rev
Tratamento 2012 rev
 
DAS
DASDAS
DAS
 
Entendendo a artrite reumatoide
Entendendo a artrite reumatoideEntendendo a artrite reumatoide
Entendendo a artrite reumatoide
 
Fibromialgia
FibromialgiaFibromialgia
Fibromialgia
 
Artigo reumato medicamentos
Artigo reumato medicamentosArtigo reumato medicamentos
Artigo reumato medicamentos
 
Aula PAR reumato
Aula PAR reumatoAula PAR reumato
Aula PAR reumato
 
Osteoporose reumatoguia
Osteoporose reumatoguiaOsteoporose reumatoguia
Osteoporose reumatoguia
 
Tutorial Picbadge
Tutorial PicbadgeTutorial Picbadge
Tutorial Picbadge
 
Os Direitos do Paciente
Os Direitos do PacienteOs Direitos do Paciente
Os Direitos do Paciente
 
Os melhores alimentos para seus ossos
Os melhores alimentos para seus ossosOs melhores alimentos para seus ossos
Os melhores alimentos para seus ossos
 
Especial Vestuário
Especial VestuárioEspecial Vestuário
Especial Vestuário
 
Casa Segura
Casa SeguraCasa Segura
Casa Segura
 
Gota - 10 dicas para viver bem!
Gota - 10 dicas para viver bem!Gota - 10 dicas para viver bem!
Gota - 10 dicas para viver bem!
 
Gota
GotaGota
Gota
 

Lombalgia

  • 2. O que é Lombalgia? É a doença musculoesquelética mais frequente em todas as idades e em todos os estratos socioeconômicos da população, está referida à presença de dor na região baixa das costas. A dor nesta região pode ser intensa e é uma das principais causas de afastamento do trabalho.
  • 3. Os sintomas da dor lombar Os sintomas variam de uma dor surda a uma sensação de pontada na região baixa das costas. A dor pode limitar os movimentos , pode ser aguda repentina relacionada com uma lesão esportiva ou com trabalho pesado. Se a dor dura mais de três meses é considerada crônica. É importante lembrar que se a dor não melhora após 72 horas, deve-se consultar um médico.
  • 4. Sintomas que requerem cuidados urgentes Forte dor nas costas após uma queda ou lesão deve ser diagnosticada e acompanhada por um médico. Outros sinais e sintomas que requerem cuidados incluem: perda de controle de intestino e bexiga, fraqueza nas pernas, febre e dor ao tossir ou urinar.
  • 5. Tensão muscular e ciática Dor nas costas seguida de esforço físico após exercício ou após levantar objetos pesados é geralmente causada por tensão muscular. Mas às vezes a dor nas costas pode estar relacionada com uma lesão em um disco intervertebral, se esse disco pressiona o nervo ciático, pode se sentir dor desde a região da nádega até uma perna ou pé o que se denomina ciática. É importante fazer o diagnóstico o quanto antes para realizar o tratamento adequado.
  • 6. Trabalho Se seu trabalho envolve esforço físico como levantar objetos pesados, ou permaner por muito tempo com o tronco flexionado isto pode contribuir para a lombalgia. No entanto, ficar sentado por muitas horas todos os dias pode ter seus próprios riscos especialmente se a sua cadeira é desconfortável ou você não tem uma postura adequada ao sentar.
  • 7. Carregando bolsas e sacolas Embora você possa levar sua bolsa, mochila , mala ou sacola sobre seu ombro, é a parte inferior das costas que suporta a parte superior do corpo incluindo qualquer peso adicional que você carrega. Esta situação pode provocar dor lombar especialmente se você carregá-la dia após dia. Uma sugestão pode ser substituir as bolsas e sacolas por uma mala com rodas.
  • 8. Suas atividades diárias Exagerar na academia, em suas atividades esportivas ou nas suas atividades dentro de casa podem ser causas de lesão muscular e por tanto de lombalgia. Você está especialmente vulnerável se ficar inativo durante a semana de trabalho e, em seguida, passar horas na academia no fim de semana ou tentando organizar sua casa o seu jardim.
  • 9. Postura As costas suportam melhor o peso quando você tem uma postura adequada, isso significa sentar-se com um bom apoio para a região lombar, os ombros posicionados para trás, com os pés descansando sobre uma base. Quando ficar em pé, mantenha o peso equilibrado sobre ambos os pés.
  • 10. Hérnia de Disco As vértebras da coluna são amortecidas por estruturas denominadas discos intervertebrais que, no entanto, podem sofrer desgaste ou ferimentos. A lesão do disco pode provocar a compressão das raízes dos nervos espinhais, isto é conhecido como uma hérnia de disco e pode causar dor intensa.
  • 11. Condições Crônicas Diversas condições crônicas podem levar a dor lombar. Estenose do canal vertebral é o estreitamento do espaço ao redor da medula espinhal, que pode exercer pressão sobre os nervos espinhais. Espondilite refere-se a dor crônica nas costas e rigidez devido à inflamação importante das articulações da coluna vertebral. Fibromialgia provoca dores musculares generalizadas, incluindo dor nas costas.
  • 12. Quem está em risco para dor lombar? A maioria das pessoas apresenta dor lombar a partir dos 30 anos. As probabilidades de novas ocorrências aumentam com a idade. Outros fatores de risco para lombalgia incluem: estar acima do peso, sedentarismo, empregos que exigem trabalho pesado, lesões por exercício físico.
  • 13. Diagnóstico de Dor Lombar Para um diagnóstico preciso é importante coletar dados de história clínica para classificar a dor do paciente. Além disso, é importante conhecer exatamente o que desencadeou a dor (traumatismo, má postura) ou se está relacionada com o trabalho. O médico pode solicitar , radiografias, tomografia computadorizada ou ressonância magnética para procurar o local da lesão e avaliar melhor as opções terapêuticas.
  • 14. Cuidados pessoais Dor lombar devido a tensão muscular geralmente melhora espontaneamente, mas você pode tomar medidas para tornar isto mais confortável. Uma almofada para a região lombar, banhos mornos podem proporcionar alívio temporário da dor.
  • 15. Repouso É importante que as pessoas saibam que os ataques agudos serão resolvidos espontaneamente na grande maioria dos casos pelo que deve evitar-se repouso prolongado e retornar-se às atividades rotineiras quanto antes possível. Existe uma porcentagem pequena de pacientes nos quais se repetem as crises de dor lombar e que desenvolverá lombalgia crônica, está situação pode eventualmente se constituir em um problema não somente médico senão também social.
  • 16. Ioga Exiistem evidências que ioga pode ajudar na dor lombar. Em um estudo recente, pessoas que fizeram 12 semanas de aulas de ioga apresentaram menos sintomas de dor lombar do que as pessoas que seguiram instruções escritas sobre os cuidados com a dor nas costas; o benefício da prática durou vários meses após a conclusão das aulas. Procure sempre um instrutor com experiência de ensino a pessoas com dor nas costas.
  • 17. Acupuntura Atualemte se discute o real beneficio da acupuntura na dor lombar, alguns estudos mostram que as pessoas se beneficiam dela, no entanto outros estudos mostram que não é assim. Sempre consulte com seu médico antes de iniciar qualquer tipo de tratamento,, ele é quem conhece seu caso e poderá lhe orientar da melhor maneira.
  • 18. Medicamentos Para dor lombar de intensidade leve muitas vezes podem ser utilizados analgésicos simples ou antiinflamatórios para alivio dos sintomas. Pomadas, cremes ou gel podem aliviar dores musculares, mas para dores de maior intensidade é muito provavel que seu médico deva prescrever medicamentos mais potentes para seu controle. Nunca tome medicamentos por conta própria isso pode atrapallhar o diagnóstico correto e mascarar sinais e sintomas importantes.
  • 19. Injeções Se os tratamentos mais simples por via oral ou tópica não estão funcionando é possivel que seu médico prescreva injeções seja de forma local ou sistémica, normalmente as injeções utilizam antiinflamatórios esteroideos.
  • 20. Cirurgia Em dores crônicas que interferem de forma importante com o desenvolvimento normal de atividades e outros tratamentos que não foram bem sucedidos para o controle da dor é possível que seu médico considere um tratamento cirurgico. Tudo depende das características da doença, do diagnóstico e das possibilidades terapêuticas.
  • 21. Fisioterapia Se a dor nas costas o deixou inativo por um longo tempo, um programa de reabilitação pode ajudar a fortalecer os músculos e paulatinamente poder voltar para suas atividades diárias. Um fisioterapeuta pode ajudar por meio de alongamentos, exercícios de fortalecimento e de baixo impacto que o ajudarão a estar mais apto sem forçar as costas.
  • 22. Fortalecer a coluna Dois tipos de exercícios podem beneficiar a parte inferior das costas são os de flexão e extensão. Nos exercícios de flexão, dobre o tronco para a frente para alongar os músculos das costas e quadris. Em exercícios de extensão, você realiza o moviemnto contrário para desenvolver os músculos que suportam a coluna vertebral. Dependendo da causa da sua dor nas costas, há alguns exercícios que você NÃO deve fazer. Se você tem dor nas costas, converse primeiramente com seu médico sobre quais os exercícios mais seguros para você. Lembre-se o intuito é melhorar e não provocar lesões mais sérias.
  • 23. Prevenir Dor Lombar Não existem ações específicas para prevenir dores nas costas, no entanto, você pode diminuir seu risco: - Mantenha um peso saudável. - Exercite-se regularmente. - Erga-se com a força das pernas e não com as costas. - Melhore sua postura no trabalho e em casa. - Procure orientação médica para tratar adequadamente seu caso.