Pseudomonas savastanoi Smith
RONHA OU TUBERCULOSE DA
OLIVEIRA
2
Tuberculose – SINTOMAS
3
Tuberculose – SINTOMAS
4
SINTOMAS
 Tumores com aspecto encortiçado que se
desenvolvem nos raminhos, ramos e troncos
 Começam como pequenos nódu...
5
 Esta doença é provocada por uma bactéria
 Manifesta-se em Portugal, em quase todas as
regiões, especialmente nas de m...
6
 A bactéria progride no interior dos tecidos, tendo
maior efeito quando penetra em profundidade no
interior dos vasos
...
7
 Sobrevive nos tumores de uma estação para outra
 Temperaturas favoráveis ao seu desenvolvimento:
 entre os 22º e os ...
8
APENAS MEIOS DE LUTA PREVENTIVOS
— utilização de cultivares menos sensíveis
— técnicas de colheita que evitem feridas na...
9
APENAS MEIOS DE LUTA PREVENTIVOS
— pode ser útil retirar das oliveiras todos os pedaços de
ramo atacados no início da ev...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

12978477 tuberculose oliv

985 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
985
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
503
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

12978477 tuberculose oliv

  1. 1. Pseudomonas savastanoi Smith RONHA OU TUBERCULOSE DA OLIVEIRA
  2. 2. 2 Tuberculose – SINTOMAS
  3. 3. 3 Tuberculose – SINTOMAS
  4. 4. 4 SINTOMAS  Tumores com aspecto encortiçado que se desenvolvem nos raminhos, ramos e troncos  Começam como pequenos nódulos redondos, podendo atingir em poucos meses os 10 cm  Acabam por se tornar lenhosos, secos, de cor escura, gretados e fendidos, com cavidades. PREJUÍZOS  As árvores infectadas mostram menor vigor, redução do crescimento e o fruto fica com um sabor amargo, rançoso ou salgado o que faz diminuir a qualidade do azeite Tuberculose – SINTOMAS E PREJUÍZOS
  5. 5. 5  Esta doença é provocada por uma bactéria  Manifesta-se em Portugal, em quase todas as regiões, especialmente nas de maior pluviosidade  A bactéria entra por feridas  em particular as provocadas pela queda das folhas  típica a penetração pelas feridas produzidas pelo granizo e pela geada  também por cortes acidentais, pela poda e pelo varejamento na colheita Tuberculose – ASPECTOS DA BIOLOGIA
  6. 6. 6  A bactéria progride no interior dos tecidos, tendo maior efeito quando penetra em profundidade no interior dos vasos  Os seus produtos metabólicos estimulam a formação de tecidos meristemáticos com divisão celular anormal que são os tumores Tuberculose – ASPECTOS DA BIOLOGIA
  7. 7. 7  Sobrevive nos tumores de uma estação para outra  Temperaturas favoráveis ao seu desenvolvimento:  entre os 22º e os 25ºC  podendo causar infecção entre os 5º e os 38ºC EPIDEMIOLOGIA (dispersão)  água da chuva  utensílios de poda contaminados  material de propagação vegetativa infectado Tuberculose – ASPECTOS DA BIOLOGIA
  8. 8. 8 APENAS MEIOS DE LUTA PREVENTIVOS — utilização de cultivares menos sensíveis — técnicas de colheita que evitem feridas na oliveira (evitar varejos) — se a doença está presente no olival ou na vizinhança pode ser útil fazer pulverização com produto cúprico  após queda de granizo  após qualquer operação que provoque lesões — podar separadamente as árvores sãs das doentes e com tempo seco Tuberculose – ESTRATÉGIA DE LUTA
  9. 9. 9 APENAS MEIOS DE LUTA PREVENTIVOS — pode ser útil retirar das oliveiras todos os pedaços de ramo atacados no início da evolução da doença — ferramentas de corte deverão ser desinfectadas com permanganato de potássio a 2%, lixívia a 10%, sulfato de ferro 20 % — desinfectar as feridas com uma pasta formada por: 250 gramas de sulfato de cobre, 250 gramas de cal viva em 3 litros de água __queimar a lenha de poda Tuberculose – ESTRATÉGIA DE LUTA

×