Drogas: numa visão espírita

3.600 visualizações

Publicada em

Este trabalho são os slides de uma palestra do "Grupo de Palestras do Centro Espírita Jesus", de Salto- SP. Este grupo é composto por pessoas, que resolveram se reunir, estudar e humildemente tentar expor e divulgar temas diversos de interesse da sociedade, através da visão da doutrina espírita.
Temos como intuito, mostrar de uma maneira clara e objetiva o quanto essa doutrina esclarece e conforta corações e almas.
Respeitamos todos os tipos de religiões, filosofias e opiniões e não temos nenhuma intenção em afrontar nenhuma outra crença.
Nesta palestra o tema das drogas é apresentado sob um olhar científico e com seus consequentes efeitos espirituais.
Outras palestras em sua íntegra podem ser visualizadas no you tube (http://www.youtube.com/channel/UCYYoSnFIJJ5VOSoTE8J6IcA)

Publicada em: Espiritual
2 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.600
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
120
Comentários
2
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Drogas: numa visão espírita

  1. 1. Temas de Palestras: Centro Espírita Jesus- CEJ- Salto/SP •  Desencarnes Coletivos- 16/02 •  Transição Planetária- 23/03 •  Agonia das Religiões- 30/03 •  Drogas- 20/04 •  Adoção- Um ato supremo de caridade ou necessidade? 25/05 •  Sexualidade na visão espírita– 22/06 ___________________________________________________ Segundo Semestre/13: •  Conflitos Familiares, o desafio da vida moderna •  Eutanásia/Aborto/Clonagem/Doação de órgãos e outros assuntos polêmicos na visão espírita
  2. 2. Salto- 90 km da capital
  3. 3. Salto: 106 mil habitantes
  4. 4. Drogas: Uma Visão Espírita Andréa e Marcelo Suster
  5. 5. Contexto Físico Social EconômicoEspiritual
  6. 6. Sinapses
  7. 7. Neurotransmissores (norepinefrina, dopamina, aceticolina, GABA e a seratonina)
  8. 8. As drogas assemelham-se a neurotransmissores (imitar ou impedir sua ação)
  9. 9. Social 75% dos jovens infratores no Brasil são usuários de drogas, aponta CNJ- Portal G1 5% da população mundial usa drogas ilícitas: 230 Milhões de pessoas Prostituição Violência Destruição da família
  10. 10. Econômico •  Mercado mundial de drogas ilícitas: USD 320 Bilhões/ano (2012); •  De bebidas alcoólicas (> de USD 1 Trilhão/ano); •  Tabaco: USD 721 Bilhões (2010) –  Fármacos: USD 700 Bilhões/ano (2012) –  Quanto seria necessário se investir no mundo por ano para: •  Eliminar a fome: USD 19 Bilhões •  Água potável: USD 10 Bilhões •  Imunização de todas as crianças: USD 1,3 Bilhão
  11. 11. VISAO ESPIRITA DA DROGA
  12. 12. O que são Vícios? ü  São fugas psicológicas de nós mesmos. ü Fugas das nossas imperfeições, as quais não suportamos enxergar.
  13. 13. ü O que leva ao vício? ü Qual o vazio interior que o vício está preenchendo? 1° Passo: “Conhece-te a ti mesmo”
  14. 14. O vício é a consequência, e não a CAUSA!!!
  15. 15. Possíveis Causas: ü Abandono ü Rejeição ü Timidez ü Depressão ü Perdas ü Dificuldade em lidar com as críticas ü Etc...
  16. 16. Capítulo X- Item 9 ESE Orgulho: ü pai de muitos vícios!! ü traz a dificuldade de enxergarmos a nós mesmos.
  17. 17. Se o vício é a consequência e NÃO a causa, devemos agir nas causas!!!
  18. 18. O papel da família
  19. 19. ü A formação dos homens de bem, acontece no lar. ü A grande revolução para a transformação de um mundo melhor acontece no lar. ü Fortalecer o núcleo da família é a resposta para a prevenção e a solução de muitos problemas. ü O lar é um compromisso, e é o mais importante.
  20. 20. O exemplo que os pais dão através de suas atitudes é MUITO importante.
  21. 21. NÃO é amor!! É muito perigoso! Superproteção
  22. 22. A superproteção faz os filhos crescerem imaturos, sem estrutura para lidar com perdas, medos, dificuldades e frustrações.
  23. 23. Ensinar nossos filhos a lidarem com problemas e dificuldades. As dificuldades moldam o espírito.
  24. 24. Ensinar aos filhos que nós também temos medos, que eles fazem parte da vida, mas que precisamos enfrentá-los. Como eu reajo aos meus problemas perante minha família?
  25. 25. ü Se a droga é um anestésico para as dores, um refúgio dos problemas, precisamos ensinar nossos filhos que problemas existem e precisam ser enfrentados. ü Caso contrário, estaremos automaticamente, conduzindo- os a buscar “soluções” de fuga para suas “dores”.
  26. 26. ü  Disciplina, com amor, é fundamental para o espírito- são o caminho! ü Saber manter o Sim e o Não.
  27. 27. ü Disciplina inclui: Ø Firmeza nas decisões tomadas Ø Diálogo Ø MUITO amor
  28. 28. ü Ensinar aos filhos a importância e o valor do trabalho. ü Respeitar qualquer tipo de trabalho honesto.
  29. 29. ü Colaboração dentro do lar ü Muitas facilidades pode nos levar a “perda” de nossos filhos.
  30. 30. ü Valorizar o que se tem. ü A importância da GRATIDÃO.
  31. 31. ü Devemos prestar atenção nos filhos desde pequenos. Não podemos ter medo de enxergar os defeitos e as dificuldades de nossos filhos.
  32. 32. ü  Precisamos aprender a amar. Achar o equilíbrio: amor de mãos dadas com a educação.
  33. 33. ü Trabalhar a autoestima de nossos filhos. ü Elogiá-los, valorizá-los e estimulá- los.
  34. 34. ü Evangelho no Lar. ü Estimular, praticar e educar o lado espiritual desde cedo.
  35. 35. Adolescentes ü Jovens têm muita energia, precisam colocá-la em movimento. ü Organizar e preencher o tempo com atividades produtivas. ü Ocupar os jovens é uma GRANDE prevenção.
  36. 36. ü Pais devem ser amigos, conversar, dar suporte e lembrar que já fomos jovens. ü Dar liberdade para conversas para que eles não tenham a necessidade de buscarem carinho e respostas fora de casa.
  37. 37. ü Mostrar que a estrutura moral e a autoconfiança que os destacará perante os outros. ü Jovens têm necessidade de autoafirmação, precisamos mostrar as consequências dos vícios, sem mentiras ou medos.
  38. 38. A sociedade nos impõe valores, escalas de poder, uma competição desenfreada, com os quais devemos conviver e se não soubermos lidar com toda essa pressão, podemos nos frustrar e nos levar à busca de mecanismos de compensação... ü Drogas ü Sexo ü Comida ü Jogo, etc... VÍCIOS
  39. 39. Como lidar com o problema?
  40. 40. ü  Primeiro: Encararmos que o alcoolismo e a adicção são DOENÇAS- reconhecidas pela OMS. ü É uma predisposição orgânica e existe uma porcentagem da população que se começar a beber ou usar droga, irá desenvolver o alcoolismo ou o uso compulsivo da droga. ü Os médicos não sabem explicar isso, mas o espiritismo, através da crença reencarnacionista explica.
  41. 41. ü  A família precisa ajudar. ü Estamos aqui na Terra para resgatarmos erros do passado, mas principalmente para aprendermos a amar verdadeiramente, e cada um de nós tem exatamente as dificuldades necessárias para aprenderem a desenvolver esse amor.
  42. 42. ü Tratamento para a dependência é o amor incondicional. ü O amor que plantarmos, com certeza, em algum momento irá germinar em seus corações.
  43. 43. ü Não aceitar não resolve, só piora. ü Nos desesperamos, pois queremos de qualquer forma solucionar o vício daqueles que amamos e por fim, esquecemos de amá-los verdadeiramente.
  44. 44. ü Essa aceitação, não significa a cumplicidade ao vício, mas sim em continuar amando e estendendo a mão, sempre que solicitado.
  45. 45. ü A família deve ajudar sempre ü Amar incondicionalmente e sem limites. ü Utilizar a dor como degrau evolutivo. ü Se voltar para fé, perseverança e aceitação.
  46. 46. ü Devemos deixar de lado o orgulho, a vaidade e o medo do julgamento alheio. ü Jamais desistir do amor, mesmo que não possamos vencer o vício.
  47. 47. ü Sofremos, porque não sabemos amar. Nosso orgulho nos faz julgar e se envergonhar. ü Precisamos aprender, que não estamos aqui para salvarmos o mundo, que não conseguiremos modificar o outro, no máximo a nós mesmos. ü Precisamos entender, que muitos desencarnarão dependentes e nós não poderemos fazer nada além de rezar, orientar.
  48. 48. Conclusões
  49. 49. • ....VideosFilme final Palestra Drogas- CEJ.wmv
  50. 50. Deus só permite um mal, porque sabe que dali, nascerá um bem maior.
  51. 51. Boa noite! Obrigada!!!

×