Proteínas

1.000 visualizações

Publicada em

Profª Quitéria

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.000
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
597
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Proteínas

  1. 1. Estrutura e funções Quitéria Paravidino Aulas 13 e 14
  2. 2.  Proteínas são macromoléculas (polímeros) constituídas por unidades denominadas aminoácidos.  São substâncias orgânicas complexas, que participam de variadas maneiras da constituição e do funcionamento de todos os organismos vivos.
  3. 3. São 20 tipos de aminoácidos encontrados nas proteínas.
  4. 4. A ligação entre aminoácidos  É chamada de ligação peptídica.  Reação entre o grupo carboxila de um com a grupo amino do outro – com a saída de uma molécula de H2O.
  5. 5.  Dipeptídeos: 2 aminoácidos em ligação peptídica.  Polipeptídeos: vários aminoácidos em ligação peptídica.  Formados por um nº > 80 aminoácidos, geralmente é chamado de proteína. Nº ligações peptídicas = nº de aminoácidos - 1
  6. 6. A sequência de aminoácidos que caracteriza uma proteína é determinada por um segmento de DNA da célula que produziu aquela proteína. Em outras palavras, esse segmento é o gene para aquela proteína.
  7. 7.  A estrutura primária: é determinada pelo nº, pelo tipo e pela sequência dos aminoácidos.  Fundamental para sua atividade biológica.  A troca de apenas um aminoácido na sequência da proteína pode modificar totalmente suas propriedades biológicas. As diferentes estruturas de uma proteína
  8. 8.  O fio proteico não fica esticado; ele fica normalmente enrolado.  Resultante de ligações de hidrogênio que ocorrem entre alguns aminoácidos.  Esta é a estrutura secundária.
  9. 9.  Em muitas proteínas, a -hélice e a β- pregueada se dobram sobre si mesmas adquirindo uma forma globosa.  Resultante de certas atrações e repulsões entre diferentes pontos da cadeia.  Ligações dissulfeto (S – S) entre duas cisteínas.  É a estrutura terciária.  Se duas os mais estruturas se unirem tem-se a estrutura quaternária.
  10. 10.  A sequência dos aminoácidos de uma proteína é responsável por sua forma;  A forma de uma proteína vai determinar sua função na célula.
  11. 11.  É a alteração na configuração espacial (forma) de uma proteína.  Causas: calor ou alteração no pH.  Ocorre ruptura das pontes de H e de outras ligações não covalentes.  Não há ruptura das ligações covalentes – estrutura primária fica preservada.  Dependendo do grau de desnaturação, pode ser reversível. A desnaturação das proteínas
  12. 12.  ESTRUTURAL  Participam da arquitetura das células e dos tecidos, conferindo-lhes forma, suporte e resistência.  Exemplos: queratina, colágeno, elastina, miosina, tubulina,...
  13. 13.  CATALISADOR  São as enzimas que facilitam (aceleram) as reações químicas do metabolismo.  Exemplos: amilase, pepsina, lipase, catalase, hidrolases, sintases, transferases,...  DEFESA  São proteínas, como os anticorpos, que identificam e combatem substâncias estranhas (antígenos), presentes ou derivados de vírus, bactérias, fungos,...  Outras proteínas de defesa: interferon e interleucinas.
  14. 14.  REGULADOR  São pequenos peptídeos ou moléculas derivadas de aminoácidos que exercem funções específicas sobre algum órgão ou estrutura, de modo a regular o seu funcionamento.  Exemplos: muitos hormônios – insulina, glucagon, tiroxina, ocitocina, melatonina, hormônio do crescimento,...
  15. 15.  OUTROS  Transporte de substâncias através da membrana plasmática (permeases) ou de nutrientes, íons e gases (hemoglobina).  Proteínas de reserva – sementes dos vegetais.
  16. 16.  Os autótrofos são capazes de sintetizar todos os 20 tipos de aminoácidos de que necessitam para formar suas proteínas, a partir da fotossíntese.  Os heterótrofos são capazes de sintetizar alguns dos 20 tipos de aminoácidos; esses são os aminoácidos naturais.  Os demais (aminoácidos essenciais), não sendo fabricados pelo organismo, só podem ser obtidos por meio da digestão das proteínas contidas nos alimentos.
  17. 17.  Naturais  Essenciais  Glicina  Alanina  Serina  Cisteína  Tirosina  Ác. Aspártico  Ác. Glutâmico  Arginina  Histidina  Asparagina  Glutamina  Prolina  Fenilalanina  Valina  Triptofano  Treonina  Lisina  Leucina  Isoleucina  Metionina
  18. 18.  Fontes de proteínas e aminoácidos: leite e derivados, ovos, carne, sementes, nozes e grãos.  Os aminoácidos obtidos servem para construir as proteínas do próprio organismo;  Ponto de partida para síntese de outras moléculas orgânicas;  Em última opção para a obtenção de energia.

×