SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 33
3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO
QUÍMICA
PRIMEIRA E SEGUNDA LEI DA RADIOATIVIDADE
⮚Identificar as emissões radioativas alfa, beta e gama, bem como suas
características e aplicações.
HABILIDADE
Lista de atividades referente ao dia 10 de novembro de 2021.
SEMANA 35
#Foco na pesquisa
Histórico
Raio X
1895 - físico alemão Wilheelm
Conrad Rontgen
Histórico
Raio X
1895 - físico alemão
Wilheelm Conrad Rontgen
No fim da tarde de 8 de novembro de 1895, quando todos haviam encerrado a jornada de
trabalho, o físico alemão Wilhelm Conrad Roentgen (1845-1923) continuava no seu
pequeno laboratório, sob os olhares atentos do seu servente. Enquanto Roentgen, naquela
sala escura, se ocupava com a observação da condução de eletricidade através de um tubo
de Crookes, o servente, em alto estado de excitação, chamou-lhe a atenção: "Professor,
olhe a tela!".
Disponível
em:
http://gg.gg/wmlmt.
Acesso
em:
05
nov.
2021
.
Disponível em: : http://gg.gg/wmlt9. Acesso em: 05 nov. 2021.
Nas proximidades do tubo de vácuo havia uma tela coberta com platinocianeto de bário,
sobre a qual projetava-se uma inesperada luminosidade, resultante da fluorescência do
material. Roentgen girou a tela, de modo que a face sem o material fluorescente ficasse
de frente para o tubo de Crookes; ainda assim ele observou a fluorescência. Foi então que
resolveu colocar sua mão na frente do tubo, vendo seus ossos projetados na tela.
Roentgen observava, pela primeira vez, aquilo que passou a ser denominado raios X.
Disponível em: : http://gg.gg/wmlt9. Acesso em: 05 nov. 2021.
Histórico
Histórico
Raio X
1895 - físico alemão
Wilheelm Conrad
Rontgen
Descoberta da
radioatividade
1896 - Henri Becquerel
Histórico
Descoberta da radioatividade
1896 - Henri Becquerel
Quase todos já ouviram falar sobre a descoberta da radioatividade, que é um fenômeno
pelo qual os núcleos atômicos sofrem transformações e emitem radiações, podendo,
nesse processo, formar novos elementos químicos. Costuma-se dizer que esse fenômeno
foi descoberto, acidentalmente, por Henri Becquerel, em 1896. Tudo aconteceu porque
Becquerel guardou, em uma gaveta, um composto de urânio juntamente com uma chapa
fotográfica, havendo depois revelado a chapa e notado nela os sinais da radiação.
Disponível em: : http://gg.gg/wmlt9. Acesso em: 05 nov. 2021.
Histórico
Raio X
1895 - físico alemão
Wilheelm Conrad
Rontgen
Ra e Po
1898 - Pierre Curie
e Marie Curie
Descoberta da
radioatividade
1896 - Henri Becquerel
Histórico
Ra e Po
1898 - Pierre Curie e
Marie Curie
Marie Curie foi a primeira pessoa a receber o prêmio Nobel duas vezes, um em Física, ao
demonstrar a existência da radioatividade natural em 1903, e o outro em Química, pela
descoberta de dois novos elementos químicos em 1911.
No ano de 1898, Marie e Pierre Curie apresentam ao mundo científico a descoberta de
dois novos elementos químicos, o polônio e o rádio. Com essas pesquisas, Pierre, em
particular, verificou que a radiação podia matar células de tecido doente, ou seja, iniciou
o estudo da radioterapia.
Disponível em: : http://gg.gg/wmlt9. Acesso em: 05 nov. 2021.
Histórico
Raio X
1895 - físico alemão Wilheelm
Conrad Rontgen
Ra e Po
1898 - Pierre Curie e
Marie Curie
α e β
1899 - Ernest
Rutherford
Descoberta da radioatividade
1896 - Henri Becquerel
Histórico
Radiação α e β
1899 - Ernest Rutherford
Em 1899, Ernest Rutherford descobriu que os compostos de urânio produzem três tipos
diferentes de radiação. Ele separou as radiações de acordo com seu poder de penetração e
chamou-as radiação alfa, beta e gama. A radiação alfa pode ser bloqueada por uma folha
de papel. Posteriormente, Rutherford descobriu que a radiação alfa era constituída de
núcleos de átomos de hélio (He) em alta velocidade. Partículas beta foram posteriormente
identificadas como elétrons em alta velocidade. Cerca de 6 mm de alumínio são
necessários para parar a maioria das partículas beta. Vários centímetros de chumbo podem
ser necessários para bloquear os raios gama, que descobriu-se são fótons de alta energia.
Disponível em: : http://gg.gg/wmlt9. Acesso em: 05 nov. 2021.
Histórico
Raio X
1895 - físico alemão
Wilheelm Conrad
Rontgen
Ra e Po
1898 - Pierre Curie e
Marie Curie
Radiação α e β
1899 - Ernest
Rutherford
Descoberta da radioatividade
1896 - Henri Becquerel
Radiação γ
1900 - Villard
Histórico
Radiação γ
1900 – Villard
Os raios γ foram descobertos em 1900 pelo físico e químico francês Paul Villard quando
estudava a radiação emitida por uma amostra de rádio. A radiação emitida incidia numa
placa fotográfica protegida por uma fina camada de chumbo, suficiente para travar o
avanço das partículas α.
Disponível em: : http://gg.gg/wmlt9. Acesso em: 05 nov. 2021.
Histórico
Fonte:
http://gg.gg/wmplp.
Quem foi Frederick Soddy?
Frederick Soddy foi um químico inglês que nasceu em
Eastbourne, Sussex no dia 2 de setembro de 1877, tendo
falecido em Brighton a 22 de setembro de 1956.
Um dos principais cientistas dos estudos das emissões radioativas foi Frederick Soddy,
assim, ele elaborou a primeira e segunda lei da radioatividade.
Disponível em: : http://gg.gg/wmlt9. Acesso em: 05 nov. 2021.
Primeira lei da radioatividade
“Quando um átomo sofre um decaimento alfa (α), o seu número atômico (Z) diminui
duas unidades e o seu número de massa (A) diminui quatro unidades”.
α
4
2 B
x-4
y-2
A
x
y
+
=
De modo genérico, pode-se representar no seguinte formato:
Segunda lei da radioatividade
“Quando um átomo emite uma partícula beta, seu número atômico (Z) aumenta uma
unidade e seu número de massa (A) permanece o mesmo.”
De modo genérico, pode-se representar no seguinte formato:
β
0
-1
B
x
y+1
A
x
y
+
=
Exemplo
α
4
2 Pb
207
82
P
o
211
84 +
=
β
0
-1
+
=
Th
231
90 P
a
231
91
Poder de penetração das emissões radioativas
Fonte:
http://gg.gg/wmq29.
α: folha de papel, pele.
β: chapa de metal,
músculo.
γ: placa de chumbo ou
concreto grosso, órgãos.
#Foco nas atividades
Atividade 01
(FGV-SP-adaptada) Leia o texto a seguir.
Deverá entrar em funcionamento em 2017, em Iperó, no interior de São Paulo, o Reator
Multipropósito Brasileiro (RMB), que será destinado à produção de radioisótopos para
radiofármacos e também para produção de fontes radioativas usadas pelo Brasil em larga
escala nas áreas industrial e de pesquisas. Um exemplo da aplicação tecnológica de
radioisótopos são sensores contendo fonte de amerício-241, obtido como produto de
fissão. Ele decai para o radioisótopo neptúnio-237 e emite um feixe de radiação. Fontes
de amerício-241 são usadas como indicadores de nível em tanques e fornos mesmo em
ambiente de intenso calor, como ocorre no interior dos altos fornos da Companhia
Siderúrgica Paulista (COSIPA).
Disponível em: http://gg.gg/waoth. Acesso em: 20 out. 2021
Continuação da Atividade 01
A produção de combustível para os reatores nucleares de fissão envolve o processo de
transformação do composto sólido UO2 ao composto gasoso UF6 por meio das etapas:
I. UO2(s) + 4 HF(g) → UF4(s) + 2 H2O(g);
II. UF4(s) + F2(g) → UF6(g).
No decaimento do amerício-241 a neptúnio-237, há emissão de
(A) nêutron.
(B) próton.
(C) partícula alfa.
(D) radiação beta.
(E) pósitron.
Disponível em: http://gg.gg/waoth. Acesso em: 20 out. 2021
(C) Partícula alfa.
Resposta é a letra (C), partícula alfa.
Observando o decaimento do Amerício-241 a neptúnio-237, temos uma diferença de
quatro unidades em relação às duas massas citadas. Assim, podemos afirmar que a
radiação emitida pelo Amerício para transformar-se em Neptúnio foi a radiação alfa, já
que é a única radiação que apresenta um número de massa igual a 4.
Atividade 02
Disponível em: http://gg.gg/waoth. Acesso em: 20 out. 2021
Sabendo-se que o Urânio utilizado em uma usina nuclear, como a de Fukushima, no
Japão, é um material que sofre decaimento radioativo a partir da emissão de partículas
alfa (2α4), qual seria a massa do novo elemento formado a partir da emissão de uma
partícula alfa pelo Urânio (92U235)?
(A) 231
(B) 87
(C) 88
(D) 89
(E) 90
(A) 231
Resposta é a letra (A) 231.
De acordo com a Primeira Lei da Radioatividade, quando um átomo (nuclídeo) emite
uma radiação alfa, ele forma um novo nuclídeo que apresenta uma massa com quatro
unidades a menos e um número atômico com duas unidades a menos que o nuclídeo que
o originou.
92U235 → 90X231 + 2α4
Como o número atômico do nuclídeo inicial é 235, ao emitir a radiação alfa (cujo
número de massa é 4), formará um novo nuclídeo de número de massa igual a 231.
Atividade 03
(Mackenzie-SP/2011-adaptada) Leia o texto a seguir.
Ano Internacional da Química. A UNESCO, em conjunto com a IUPAC, decidiu instituir,
em 2011, o Ano Internacional da Química, tendo, como meta, promover, em âmbito
mundial, o conhecimento e a educação química em todos os níveis. Além da celebração
dos inúmeros benefícios da Química para a humanidade, o ano de 2011 também coincide
com o centésimo aniversário do recebimento do prêmio Nobel de Química por Marie
Curie, celebrando a contribuição das mulheres à ciência. Marie Curie e seu marido Pierre
Curie descobriram, em 1898, o elemento químico radioativo Polônio, de número atômico
84, que foi batizado com esse nome em homenagem a Polônia, pátria de origem de Marie
Curie.
Continuação da atividade 03
O elemento químico polônio tem 25 isótopos conhecidos, com números de massa que
variam de 194 a 218. O Po-210 é o isótopo natural mais comum, com um período de meia-
vida de 134,8 dias, e sua reação de decaimento produz o chumbo (Pb-206). O decaimento
do Po-210 a Pb-206 é corretamente expresso pela equação
(A) 210Po84 → 206Pb82 + 2α4
(B) 210Po84 → 206Pb82 + -1β0
(C) 84Po210 → 206Pb82 + 2α4 + -1β0
(D) 84Po210 → 82Pb206 + 2α4
(E) 84Po210 → 82Pb206 + -1β0
(D) 84Po210 → 82Pb206 + 2α4
Resposta é a letra (D), 84Po210 → 82Pb206 + 2α4
De acordo com a Primeira Lei da Radioatividade, quando um átomo (nuclídeo) emite
uma radiação alfa, ele formará um novo nuclídeo que apresenta uma massa com quatro
unidades a menos e um número atômico com duas unidades a menos que o do nuclídeo
que o originou. Lembrando que o número atômico é representado à esquerda, na parte
inferior, da sigla do elemento (ZX), e o número de massa fica, na parte de cima, à
esquerda ou à direita da sigla (XA ou AX). Assim, a equação radioativa envolvendo o
Polônio, cuja massa é 210, é 84Po210 → 82Pb206 + 2α4.
Atividade 04
Durante os estudos realizados com a radiação, Marie Curie observou que novos elementos
químicos podem ser formados por meio do que ele denominou de decaimento radioativo.
Nesse decaimento, o núcleo de um átomo emite, por exemplo, radiação alfa e forma um
novo elemento com números de massa e atômico diferentes do átomo que o originou.
Assim, se partirmos do nuclídeo Polônio, qual será o número atômico e o nome do novo
elemento formado quando o Polônio emitir uma radiação alfa?
(A) 85, o astato.
(B) 82, o chumbo.
(C) 84, o polônio.
(D) 86, o radônio.
(E) 83, o bismuto.
Disponível em: http://gg.gg/waoth. Acesso em: 20 out. 2021.
(B) 82, o chumbo.
Disponível em: http://gg.gg/waoth. Acesso em: 20 out. 2021.
Resposta é a letra (B), 82, o chumbo.
De acordo com o enunciado, partiremos do nuclídeo polônio (84Po), que emitirá uma
radiação alfa e formará um novo elemento com um número atômico duas unidades a
menos que o Polônio, ou seja, 82. Analisando a tabela periódica, observarmos, facilmente,
que o elemento cujo número atômico é 82 é o Chumbo.
84Po210 → 82X206 + 2α4
Raio X. Disponível: https://www.if.ufrgs.br/tex/fis142/fismod/mod06/m_s01.html. Acesso em: 27 maio 2021.
Descoberta da radioatividade. Disponível: https://www.if.ufrgs.br/tex/fis142/fismod/mod06/m_s02.html. Acesso em: 27 maio 2021.
Descoberta do Ra e Po. Disponível: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/maria-curie-descoberta-radioatividade.htm. Acesso em: 27 maio 2021.
Descoberta da radiação α e β. Disponível: https://portal.if.usp.br/fnc/pt-br/p%C3%A1gina-de-livro/radioatividade. Acesso em: 27 maio 2021.
Descoberta da radiação γ. Disponível: https://www.fc.up.pt/pessoas/jfgomes/pdf/vol_2_num_4_110_art_radiacaoGama.pdf. Acesso em: 27 maio 2021.
REFERÊNCIAS
Governo do Estado de Goiás
Ronaldo Ramos Caiado
Secretária de Educação do Estado
Aparecida de Fátima Gavioli Soares Pereira
Superintendência de Ensino Médio
Osvany da Costa Gundim Cardoso
Gerente de Produção de Material para o Ensino Médio
Vanuse Batista Pires Ribeiro
Elaborador do Material de Química
Renan Ziemann Wilhems
Radiações e descobertas históricas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

8. tabela periódica
8. tabela periódica8. tabela periódica
8. tabela periódica
 
Massa atômica, massa molecular, mol
Massa atômica, massa molecular, molMassa atômica, massa molecular, mol
Massa atômica, massa molecular, mol
 
Química distribuição eletronica
Química   distribuição eletronicaQuímica   distribuição eletronica
Química distribuição eletronica
 
Isomeria optica
Isomeria opticaIsomeria optica
Isomeria optica
 
Reações Químicas
Reações QuímicasReações Químicas
Reações Químicas
 
MM, MA, mol, volume
MM, MA, mol, volumeMM, MA, mol, volume
MM, MA, mol, volume
 
Fissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclearFissão e fusão nuclear
Fissão e fusão nuclear
 
Luminescência 2013
Luminescência 2013Luminescência 2013
Luminescência 2013
 
Eletroquímica
EletroquímicaEletroquímica
Eletroquímica
 
Segurança no Laboratório de Química
Segurança no Laboratório de QuímicaSegurança no Laboratório de Química
Segurança no Laboratório de Química
 
Aula termoquímica
Aula termoquímicaAula termoquímica
Aula termoquímica
 
Estequiometria
EstequiometriaEstequiometria
Estequiometria
 
Aula radioatividade
Aula radioatividadeAula radioatividade
Aula radioatividade
 
Teste chama 2014
Teste chama 2014Teste chama 2014
Teste chama 2014
 
Aula 03 - Estrutura dos átomos e moléculas
Aula 03 - Estrutura dos átomos e moléculasAula 03 - Estrutura dos átomos e moléculas
Aula 03 - Estrutura dos átomos e moléculas
 
Calculo estequiometrico
Calculo estequiometricoCalculo estequiometrico
Calculo estequiometrico
 
Energia nuclear
Energia nuclearEnergia nuclear
Energia nuclear
 
SER PROTAGONISTA QUIMICA 1.pdf
SER PROTAGONISTA QUIMICA 1.pdfSER PROTAGONISTA QUIMICA 1.pdf
SER PROTAGONISTA QUIMICA 1.pdf
 
Química Orgânica: introdução ao estudo do carbono
Química Orgânica: introdução ao estudo do carbonoQuímica Orgânica: introdução ao estudo do carbono
Química Orgânica: introdução ao estudo do carbono
 
Aula 13 controle das reações químicas - parte i (cinética química) - 27.04.11
Aula 13   controle das reações químicas - parte i (cinética química) - 27.04.11Aula 13   controle das reações químicas - parte i (cinética química) - 27.04.11
Aula 13 controle das reações químicas - parte i (cinética química) - 27.04.11
 

Semelhante a Radiações e descobertas históricas

Aula de radioatividade de hoje -UNIFESSPA
Aula de radioatividade de hoje -UNIFESSPAAula de radioatividade de hoje -UNIFESSPA
Aula de radioatividade de hoje -UNIFESSPAMayra Pinheiro
 
Quimica radioatividade
Quimica radioatividadeQuimica radioatividade
Quimica radioatividademnmaill
 
2016 atual aulas 25 26 27 - progressao ext noite - radioatividade
2016 atual   aulas 25 26 27 - progressao ext noite - radioatividade2016 atual   aulas 25 26 27 - progressao ext noite - radioatividade
2016 atual aulas 25 26 27 - progressao ext noite - radioatividadepaulomigoto
 
radioatividade quimica
radioatividade quimica radioatividade quimica
radioatividade quimica Daniel Tavares
 
6a_como_construir_bomba_atomica.descobrindo.pdf
6a_como_construir_bomba_atomica.descobrindo.pdf6a_como_construir_bomba_atomica.descobrindo.pdf
6a_como_construir_bomba_atomica.descobrindo.pdfLuanDaSilvaAlves1
 
Química - Radioatividade
Química - RadioatividadeQuímica - Radioatividade
Química - RadioatividadeCarson Souza
 
Radioatividade [Salvo automaticamente].pptx
Radioatividade [Salvo automaticamente].pptxRadioatividade [Salvo automaticamente].pptx
Radioatividade [Salvo automaticamente].pptxVaniaMaria37
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
RadioatividadeMAVSS
 
Leis da radioatividade. Transmutações. (1).ppt
Leis da radioatividade. Transmutações. (1).pptLeis da radioatividade. Transmutações. (1).ppt
Leis da radioatividade. Transmutações. (1).pptedmonteirousa
 

Semelhante a Radiações e descobertas históricas (20)

Aula de radioatividade de hoje -UNIFESSPA
Aula de radioatividade de hoje -UNIFESSPAAula de radioatividade de hoje -UNIFESSPA
Aula de radioatividade de hoje -UNIFESSPA
 
Radiotividade
RadiotividadeRadiotividade
Radiotividade
 
Quimica radioatividade
Quimica radioatividadeQuimica radioatividade
Quimica radioatividade
 
2016 atual aulas 25 26 27 - progressao ext noite - radioatividade
2016 atual   aulas 25 26 27 - progressao ext noite - radioatividade2016 atual   aulas 25 26 27 - progressao ext noite - radioatividade
2016 atual aulas 25 26 27 - progressao ext noite - radioatividade
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
Energia nuclear 2012
Energia nuclear 2012Energia nuclear 2012
Energia nuclear 2012
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
Radioatividade e energia nuclear
Radioatividade e energia nuclearRadioatividade e energia nuclear
Radioatividade e energia nuclear
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
radioatividade quimica
radioatividade quimica radioatividade quimica
radioatividade quimica
 
6a_como_construir_bomba_atomica.descobrindo.pdf
6a_como_construir_bomba_atomica.descobrindo.pdf6a_como_construir_bomba_atomica.descobrindo.pdf
6a_como_construir_bomba_atomica.descobrindo.pdf
 
Energia Nuclear
Energia NuclearEnergia Nuclear
Energia Nuclear
 
Química - Radioatividade
Química - RadioatividadeQuímica - Radioatividade
Química - Radioatividade
 
Radioatividade [Salvo automaticamente].pptx
Radioatividade [Salvo automaticamente].pptxRadioatividade [Salvo automaticamente].pptx
Radioatividade [Salvo automaticamente].pptx
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
Nucleoatomico278
Nucleoatomico278Nucleoatomico278
Nucleoatomico278
 
Radioatividade (1)
Radioatividade (1)Radioatividade (1)
Radioatividade (1)
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
Leis da radioatividade. Transmutações. (1).ppt
Leis da radioatividade. Transmutações. (1).pptLeis da radioatividade. Transmutações. (1).ppt
Leis da radioatividade. Transmutações. (1).ppt
 

Mais de GoisBemnoEnem

LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101) LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101) GoisBemnoEnem
 
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...GoisBemnoEnem
 
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEMFormação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEMGoisBemnoEnem
 
Plano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
Plano de Ampliação e Recomposição da AprendizagemPlano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
Plano de Ampliação e Recomposição da AprendizagemGoisBemnoEnem
 
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...GoisBemnoEnem
 
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE | TECIDO MUSCULAR
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE |  TECIDO MUSCULARBIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE |  TECIDO MUSCULAR
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE | TECIDO MUSCULARGoisBemnoEnem
 
BIOLOGIA | SEMANA 39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
BIOLOGIA | SEMANA  39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOSBIOLOGIA | SEMANA  39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
BIOLOGIA | SEMANA 39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOSGoisBemnoEnem
 
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOSBIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOSGoisBemnoEnem
 
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTONFÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTONGoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...GoisBemnoEnem
 
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS GoisBemnoEnem
 
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientaisBIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientaisGoisBemnoEnem
 
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIALMATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIALGoisBemnoEnem
 
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICAMATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICAGoisBemnoEnem
 
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...GoisBemnoEnem
 
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIAL
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIALSOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIAL
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIALGoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE  | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE  | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) | SUPORTE, GÊNERO E EN...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) |  SUPORTE, GÊNERO E EN...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) |  SUPORTE, GÊNERO E EN...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) | SUPORTE, GÊNERO E EN...GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23 (13/08/2021) | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23  (13/08/2021)  | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23  (13/08/2021)  | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23 (13/08/2021) | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...GoisBemnoEnem
 

Mais de GoisBemnoEnem (20)

LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101) LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
 
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
 
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEMFormação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
 
Plano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
Plano de Ampliação e Recomposição da AprendizagemPlano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
Plano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
 
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
 
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE | TECIDO MUSCULAR
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE |  TECIDO MUSCULARBIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE |  TECIDO MUSCULAR
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE | TECIDO MUSCULAR
 
BIOLOGIA | SEMANA 39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
BIOLOGIA | SEMANA  39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOSBIOLOGIA | SEMANA  39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
BIOLOGIA | SEMANA 39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
 
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOSBIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
 
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTONFÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
 
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
 
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientaisBIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
 
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIALMATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
 
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICAMATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
 
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
 
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIAL
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIALSOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIAL
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIAL
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE  | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE  | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) | SUPORTE, GÊNERO E EN...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) |  SUPORTE, GÊNERO E EN...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) |  SUPORTE, GÊNERO E EN...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) | SUPORTE, GÊNERO E EN...
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23 (13/08/2021) | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23  (13/08/2021)  | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23  (13/08/2021)  | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23 (13/08/2021) | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
 

Último

PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 

Radiações e descobertas históricas

  • 1. 3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO QUÍMICA PRIMEIRA E SEGUNDA LEI DA RADIOATIVIDADE
  • 2. ⮚Identificar as emissões radioativas alfa, beta e gama, bem como suas características e aplicações. HABILIDADE Lista de atividades referente ao dia 10 de novembro de 2021. SEMANA 35
  • 4. Histórico Raio X 1895 - físico alemão Wilheelm Conrad Rontgen
  • 5. Histórico Raio X 1895 - físico alemão Wilheelm Conrad Rontgen No fim da tarde de 8 de novembro de 1895, quando todos haviam encerrado a jornada de trabalho, o físico alemão Wilhelm Conrad Roentgen (1845-1923) continuava no seu pequeno laboratório, sob os olhares atentos do seu servente. Enquanto Roentgen, naquela sala escura, se ocupava com a observação da condução de eletricidade através de um tubo de Crookes, o servente, em alto estado de excitação, chamou-lhe a atenção: "Professor, olhe a tela!". Disponível em: http://gg.gg/wmlmt. Acesso em: 05 nov. 2021 . Disponível em: : http://gg.gg/wmlt9. Acesso em: 05 nov. 2021.
  • 6. Nas proximidades do tubo de vácuo havia uma tela coberta com platinocianeto de bário, sobre a qual projetava-se uma inesperada luminosidade, resultante da fluorescência do material. Roentgen girou a tela, de modo que a face sem o material fluorescente ficasse de frente para o tubo de Crookes; ainda assim ele observou a fluorescência. Foi então que resolveu colocar sua mão na frente do tubo, vendo seus ossos projetados na tela. Roentgen observava, pela primeira vez, aquilo que passou a ser denominado raios X. Disponível em: : http://gg.gg/wmlt9. Acesso em: 05 nov. 2021. Histórico
  • 7. Histórico Raio X 1895 - físico alemão Wilheelm Conrad Rontgen Descoberta da radioatividade 1896 - Henri Becquerel
  • 8. Histórico Descoberta da radioatividade 1896 - Henri Becquerel Quase todos já ouviram falar sobre a descoberta da radioatividade, que é um fenômeno pelo qual os núcleos atômicos sofrem transformações e emitem radiações, podendo, nesse processo, formar novos elementos químicos. Costuma-se dizer que esse fenômeno foi descoberto, acidentalmente, por Henri Becquerel, em 1896. Tudo aconteceu porque Becquerel guardou, em uma gaveta, um composto de urânio juntamente com uma chapa fotográfica, havendo depois revelado a chapa e notado nela os sinais da radiação. Disponível em: : http://gg.gg/wmlt9. Acesso em: 05 nov. 2021.
  • 9. Histórico Raio X 1895 - físico alemão Wilheelm Conrad Rontgen Ra e Po 1898 - Pierre Curie e Marie Curie Descoberta da radioatividade 1896 - Henri Becquerel
  • 10. Histórico Ra e Po 1898 - Pierre Curie e Marie Curie Marie Curie foi a primeira pessoa a receber o prêmio Nobel duas vezes, um em Física, ao demonstrar a existência da radioatividade natural em 1903, e o outro em Química, pela descoberta de dois novos elementos químicos em 1911. No ano de 1898, Marie e Pierre Curie apresentam ao mundo científico a descoberta de dois novos elementos químicos, o polônio e o rádio. Com essas pesquisas, Pierre, em particular, verificou que a radiação podia matar células de tecido doente, ou seja, iniciou o estudo da radioterapia. Disponível em: : http://gg.gg/wmlt9. Acesso em: 05 nov. 2021.
  • 11. Histórico Raio X 1895 - físico alemão Wilheelm Conrad Rontgen Ra e Po 1898 - Pierre Curie e Marie Curie α e β 1899 - Ernest Rutherford Descoberta da radioatividade 1896 - Henri Becquerel
  • 12. Histórico Radiação α e β 1899 - Ernest Rutherford Em 1899, Ernest Rutherford descobriu que os compostos de urânio produzem três tipos diferentes de radiação. Ele separou as radiações de acordo com seu poder de penetração e chamou-as radiação alfa, beta e gama. A radiação alfa pode ser bloqueada por uma folha de papel. Posteriormente, Rutherford descobriu que a radiação alfa era constituída de núcleos de átomos de hélio (He) em alta velocidade. Partículas beta foram posteriormente identificadas como elétrons em alta velocidade. Cerca de 6 mm de alumínio são necessários para parar a maioria das partículas beta. Vários centímetros de chumbo podem ser necessários para bloquear os raios gama, que descobriu-se são fótons de alta energia. Disponível em: : http://gg.gg/wmlt9. Acesso em: 05 nov. 2021.
  • 13. Histórico Raio X 1895 - físico alemão Wilheelm Conrad Rontgen Ra e Po 1898 - Pierre Curie e Marie Curie Radiação α e β 1899 - Ernest Rutherford Descoberta da radioatividade 1896 - Henri Becquerel Radiação γ 1900 - Villard
  • 14. Histórico Radiação γ 1900 – Villard Os raios γ foram descobertos em 1900 pelo físico e químico francês Paul Villard quando estudava a radiação emitida por uma amostra de rádio. A radiação emitida incidia numa placa fotográfica protegida por uma fina camada de chumbo, suficiente para travar o avanço das partículas α. Disponível em: : http://gg.gg/wmlt9. Acesso em: 05 nov. 2021.
  • 15. Histórico Fonte: http://gg.gg/wmplp. Quem foi Frederick Soddy? Frederick Soddy foi um químico inglês que nasceu em Eastbourne, Sussex no dia 2 de setembro de 1877, tendo falecido em Brighton a 22 de setembro de 1956. Um dos principais cientistas dos estudos das emissões radioativas foi Frederick Soddy, assim, ele elaborou a primeira e segunda lei da radioatividade. Disponível em: : http://gg.gg/wmlt9. Acesso em: 05 nov. 2021.
  • 16. Primeira lei da radioatividade “Quando um átomo sofre um decaimento alfa (α), o seu número atômico (Z) diminui duas unidades e o seu número de massa (A) diminui quatro unidades”. α 4 2 B x-4 y-2 A x y + = De modo genérico, pode-se representar no seguinte formato:
  • 17. Segunda lei da radioatividade “Quando um átomo emite uma partícula beta, seu número atômico (Z) aumenta uma unidade e seu número de massa (A) permanece o mesmo.” De modo genérico, pode-se representar no seguinte formato: β 0 -1 B x y+1 A x y + =
  • 19. Poder de penetração das emissões radioativas Fonte: http://gg.gg/wmq29. α: folha de papel, pele. β: chapa de metal, músculo. γ: placa de chumbo ou concreto grosso, órgãos.
  • 21. Atividade 01 (FGV-SP-adaptada) Leia o texto a seguir. Deverá entrar em funcionamento em 2017, em Iperó, no interior de São Paulo, o Reator Multipropósito Brasileiro (RMB), que será destinado à produção de radioisótopos para radiofármacos e também para produção de fontes radioativas usadas pelo Brasil em larga escala nas áreas industrial e de pesquisas. Um exemplo da aplicação tecnológica de radioisótopos são sensores contendo fonte de amerício-241, obtido como produto de fissão. Ele decai para o radioisótopo neptúnio-237 e emite um feixe de radiação. Fontes de amerício-241 são usadas como indicadores de nível em tanques e fornos mesmo em ambiente de intenso calor, como ocorre no interior dos altos fornos da Companhia Siderúrgica Paulista (COSIPA). Disponível em: http://gg.gg/waoth. Acesso em: 20 out. 2021
  • 22. Continuação da Atividade 01 A produção de combustível para os reatores nucleares de fissão envolve o processo de transformação do composto sólido UO2 ao composto gasoso UF6 por meio das etapas: I. UO2(s) + 4 HF(g) → UF4(s) + 2 H2O(g); II. UF4(s) + F2(g) → UF6(g). No decaimento do amerício-241 a neptúnio-237, há emissão de (A) nêutron. (B) próton. (C) partícula alfa. (D) radiação beta. (E) pósitron. Disponível em: http://gg.gg/waoth. Acesso em: 20 out. 2021 (C) Partícula alfa.
  • 23. Resposta é a letra (C), partícula alfa. Observando o decaimento do Amerício-241 a neptúnio-237, temos uma diferença de quatro unidades em relação às duas massas citadas. Assim, podemos afirmar que a radiação emitida pelo Amerício para transformar-se em Neptúnio foi a radiação alfa, já que é a única radiação que apresenta um número de massa igual a 4.
  • 24. Atividade 02 Disponível em: http://gg.gg/waoth. Acesso em: 20 out. 2021 Sabendo-se que o Urânio utilizado em uma usina nuclear, como a de Fukushima, no Japão, é um material que sofre decaimento radioativo a partir da emissão de partículas alfa (2α4), qual seria a massa do novo elemento formado a partir da emissão de uma partícula alfa pelo Urânio (92U235)? (A) 231 (B) 87 (C) 88 (D) 89 (E) 90 (A) 231
  • 25. Resposta é a letra (A) 231. De acordo com a Primeira Lei da Radioatividade, quando um átomo (nuclídeo) emite uma radiação alfa, ele forma um novo nuclídeo que apresenta uma massa com quatro unidades a menos e um número atômico com duas unidades a menos que o nuclídeo que o originou. 92U235 → 90X231 + 2α4 Como o número atômico do nuclídeo inicial é 235, ao emitir a radiação alfa (cujo número de massa é 4), formará um novo nuclídeo de número de massa igual a 231.
  • 26. Atividade 03 (Mackenzie-SP/2011-adaptada) Leia o texto a seguir. Ano Internacional da Química. A UNESCO, em conjunto com a IUPAC, decidiu instituir, em 2011, o Ano Internacional da Química, tendo, como meta, promover, em âmbito mundial, o conhecimento e a educação química em todos os níveis. Além da celebração dos inúmeros benefícios da Química para a humanidade, o ano de 2011 também coincide com o centésimo aniversário do recebimento do prêmio Nobel de Química por Marie Curie, celebrando a contribuição das mulheres à ciência. Marie Curie e seu marido Pierre Curie descobriram, em 1898, o elemento químico radioativo Polônio, de número atômico 84, que foi batizado com esse nome em homenagem a Polônia, pátria de origem de Marie Curie.
  • 27. Continuação da atividade 03 O elemento químico polônio tem 25 isótopos conhecidos, com números de massa que variam de 194 a 218. O Po-210 é o isótopo natural mais comum, com um período de meia- vida de 134,8 dias, e sua reação de decaimento produz o chumbo (Pb-206). O decaimento do Po-210 a Pb-206 é corretamente expresso pela equação (A) 210Po84 → 206Pb82 + 2α4 (B) 210Po84 → 206Pb82 + -1β0 (C) 84Po210 → 206Pb82 + 2α4 + -1β0 (D) 84Po210 → 82Pb206 + 2α4 (E) 84Po210 → 82Pb206 + -1β0 (D) 84Po210 → 82Pb206 + 2α4
  • 28. Resposta é a letra (D), 84Po210 → 82Pb206 + 2α4 De acordo com a Primeira Lei da Radioatividade, quando um átomo (nuclídeo) emite uma radiação alfa, ele formará um novo nuclídeo que apresenta uma massa com quatro unidades a menos e um número atômico com duas unidades a menos que o do nuclídeo que o originou. Lembrando que o número atômico é representado à esquerda, na parte inferior, da sigla do elemento (ZX), e o número de massa fica, na parte de cima, à esquerda ou à direita da sigla (XA ou AX). Assim, a equação radioativa envolvendo o Polônio, cuja massa é 210, é 84Po210 → 82Pb206 + 2α4.
  • 29. Atividade 04 Durante os estudos realizados com a radiação, Marie Curie observou que novos elementos químicos podem ser formados por meio do que ele denominou de decaimento radioativo. Nesse decaimento, o núcleo de um átomo emite, por exemplo, radiação alfa e forma um novo elemento com números de massa e atômico diferentes do átomo que o originou. Assim, se partirmos do nuclídeo Polônio, qual será o número atômico e o nome do novo elemento formado quando o Polônio emitir uma radiação alfa? (A) 85, o astato. (B) 82, o chumbo. (C) 84, o polônio. (D) 86, o radônio. (E) 83, o bismuto. Disponível em: http://gg.gg/waoth. Acesso em: 20 out. 2021. (B) 82, o chumbo.
  • 30. Disponível em: http://gg.gg/waoth. Acesso em: 20 out. 2021. Resposta é a letra (B), 82, o chumbo. De acordo com o enunciado, partiremos do nuclídeo polônio (84Po), que emitirá uma radiação alfa e formará um novo elemento com um número atômico duas unidades a menos que o Polônio, ou seja, 82. Analisando a tabela periódica, observarmos, facilmente, que o elemento cujo número atômico é 82 é o Chumbo. 84Po210 → 82X206 + 2α4
  • 31. Raio X. Disponível: https://www.if.ufrgs.br/tex/fis142/fismod/mod06/m_s01.html. Acesso em: 27 maio 2021. Descoberta da radioatividade. Disponível: https://www.if.ufrgs.br/tex/fis142/fismod/mod06/m_s02.html. Acesso em: 27 maio 2021. Descoberta do Ra e Po. Disponível: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/maria-curie-descoberta-radioatividade.htm. Acesso em: 27 maio 2021. Descoberta da radiação α e β. Disponível: https://portal.if.usp.br/fnc/pt-br/p%C3%A1gina-de-livro/radioatividade. Acesso em: 27 maio 2021. Descoberta da radiação γ. Disponível: https://www.fc.up.pt/pessoas/jfgomes/pdf/vol_2_num_4_110_art_radiacaoGama.pdf. Acesso em: 27 maio 2021. REFERÊNCIAS
  • 32. Governo do Estado de Goiás Ronaldo Ramos Caiado Secretária de Educação do Estado Aparecida de Fátima Gavioli Soares Pereira Superintendência de Ensino Médio Osvany da Costa Gundim Cardoso Gerente de Produção de Material para o Ensino Médio Vanuse Batista Pires Ribeiro Elaborador do Material de Química Renan Ziemann Wilhems