Fundamentos de gestão empresarial cap9

3.794 visualizações

Publicada em

Acesse: www.professorsergioduarte.com

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.794
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
61
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fundamentos de gestão empresarial cap9

  1. 1. Ensinar para administrar. Administrar para ensinar. E crescermos juntos! www.chiavenato.com
  2. 2. Parte III Concepção da Estratégia Capítulo 9 Modelos Dinâmicos de Concorrência e Cooperação
  3. 3. Modelos dinâmicos de concorrência e cooperação O que você verá neste capítulo : •O desafio da avaliação competitiva dos concorrentes. •Benchmarking. •Inteligência competitiva (business intelligence) •A escolha de bons concorrentes. •Jogos competitivos •Redes de negócios Objetivos de aprendizagem : •Mostrar os mecanismos da dinâmica competitiva entre as organizações •Explicar a avaliação dos recursos dos concorrentes •Mostrar como se faz a escolha de concorrentes •Explicar as alianças estratégicas e networks.
  4. 4. Avaliação Competitiva dos Concorrentes Sem o conhecimento dos pontos fortes e fracos dos concorrentes e suas ações mais prováveis, é impossível formular um componente central da formulação estratégica: descobrir um grupo de clientes para os quais há uma vantagem competitiva em relação à concorrência. Este capítulo apresenta um referencial para a atividade de análise da concorrência. São considerados movimentos ofensivos, defensivos e colaborativos: benchmark, inteligência competitiva, escolha dos concorrentes, jogos competitivos e redes de negócios.
  5. 5. Os quatro tipos de contextos ambientais
  6. 6. Aspectos da análise de concorrência: 1. Quais os objetivos futuros do concorrente. 2. Quais são suas estratégias atuais, quais ações ele está executando e o que ainda poderá fazer. 3. Quais as suposições da organização concorrente, o que ela acredita a respeito de si própria e do setor. 4. Qual é a capacidade competitiva do concorrente.
  7. 7. Os círculos concêntricos da análise
  8. 8. Benchmarking É o processo de medir e comparar as estratégias e operações de uma organização com outras organizações de ponta em suas atividades, dentro ou fora de seu setor. O objetivo é identificar as melhores práticas alheias que podem ser adotadas, adaptadas ou melhoradas para impulsionar o desempenho. Envolve quatro etapas: • Identificação das organizações a serem acompanhadas; • Identificação das atividades do mercado a serem consideradas; • Coleta de informações necessárias para capacitar processos e operações a serem comparadas; • Comparações com seus próprios processos;
  9. 9. Inteligência Competitiva A análise da concorrência utiliza mecanismos integrados de localização, busca e captura de informações que recebem o nome de inteligência competitiva. É a coleta ética de informações e dados necessários relativos aos objetivos, estratégias, suposições e recursos do concorrente.
  10. 10. Fases do processo de Inteligência Competitiva • Identificação dos mercados e clientes que os concorrentes estão tentando operar; • Identificação da maneira como escolheram trabalhar nesses mercados e com esses clientes; • Identificação do marketing mix que está sendo adotado através da comunicação integrada e veículos promocionais;
  11. 11. Objetivos da Inteligência Competitiva • Conhecer a competência do concorrente para inovar; •Conhecer a capacidade do concorrente para produzir e comercializar; •Conhecer os concorrente; recursos financeiros •Conhecer o tipo de reação do concorrente; do
  12. 12. A Escolha de Bons Concorrentes Nem todos os setores são igualmente atraentes. Na seleção de novas oportunidades é importante ter em mente quais os critérios de atratividade dos diferentes setores, cruzando com a capacidade competitiva da organização em cada um desses setores, o que abrange a atratividade dos concorrentes, que está relacionada ao seu amadurecimento competitivo.
  13. 13. Jogos Competitivos A estratégia bem-sucedida implica combinar movimentos de ataque e defesa visando construir uma posição mais forte no setor escolhido, estabelecendo uma analogia entre a guerra militar e as batalhas competitivas no mercado. As lições para conduzir a estratégia empresarial podem ser aprendidas pelo estudo da guerra e dos princípios desenvolvidos pelos estrategistas militares, considerando as estratégias de ataque, defesa e colaboração.
  14. 14. As cinco estratégias básicas de ataque
  15. 15. As seis estratégias básicas de defesa
  16. 16. As seis estratégias básicas de cooperação
  17. 17. Redes de negócios O surgimento de organizações envolvidas em redes de negócios, vinculadas entre si por várias formas de aliança, vem se tornando um desenvolvimento estratégico dominante em muito setores da economia, fazendo com que essas organizações passem a ser verticalmente desintegradas: funções tipicamente englobadas numa organização isolada estão sendo desempenhadas de maneira fragmentada por organizações associadas, porém independentes, às vezes na própria planta da organização integradora.
  18. 18. Classificações de Redes de negócios 1. Redes assimétricas; 2. Redes simétricas; 3. Redes formais; 4. Redes informais;
  19. 19. Quatro padrões de Redes de negócios
  20. 20. Conclusões O novo cenário competitivo é uma ampla e complexa arena onde as organizações querem se fazer presentes, ocupar seu espaço e alcançar seus objetivos. Como o espaço é finito, cada organização que entra reduz forçosamente o espaço das outras. E nem poderia ser diferente. Sem o conhecimento dos pontos fortes e fracos dos concorrentes e de suas ações mais prováveis é impossível formular o componente central da formulação estratégica: descobrir o grupo de clientes para os quais há uma vantagem competitiva em relação à concorrência.
  21. 21. Conclusões Como a vantagem competitiva é um conceito relativo e contingencial, a organização que tiver um conhecimento deficiente de seus concorrentes não terá nenhum conhecimento de si própria. A complexidade e a ambiguidade encarada em muitos mercados modernos ressaltam a necessidade de identificar e entender os concorrentes. Em outras palavras, a dinâmica competitiva requer um referencial para a análise da concorrência a fim de avaliar tanto movimentos ofensivos como defensivos no sentido de impedir os concorrentes prestes a iniciar reações indesejáveis.
  22. 22. Passeio pela Internet: Identificação de sites interessantes para consulta dos temas tratados: Para saber mais sobre as definições do CADE – Conselho Administrativo de Defesa Econômica, acesse: http://www.cade.gov.br A internet como berço de grandes consórcios: Quadrem http://www.quadrem.com Transora http://www.transora.com.br/home.html Covisint http://www.covisint.com Agrega Inteligência em Compras http://www.agrega.com.br

×