Tga

1.134 visualizações

Publicada em


A Teoria Geral da Administração (TGA) é o campo do conhecimento humano que se ocupa do estudo da Administração em geral, não se preocupando onde ela seja aplicada, se nas organizações lucrativas (empresas) ou se nas organizações não lucrativas. A TGA trata do estudo da administração das organizações.
O mundo em que vivemos é uma sociedade institucionalizada e composta por organizações. Todas as atividades relacionadas à produção de bens ou prestação de serviços são planejadas, coordenadas, dirigidas, executadas e controladas pelas organizações. Todas as organizações são constituídas por pessoas e por recursos não humanos. A vida das pessoas depende intimamente das organizações e essas dependem da atividade e trabalho daquelas.
A TGA estuda a administração das organizações e empresas do ponto de vista da interação e da interdependência entre as seis variáveis principais: tarefa, estrutura, pessoas, tecnologia, ambiente e competitividade. Elas constituem os principais componentes no estudo da Administração das organizações e empresas. O comportamento desses componentes é sistêmico e complexo: cada um influencia e é influenciado pelos outros. A adequação e a integração entre essas seis variáveis constituem o desafio fundamental da administração.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.134
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
114
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tga

  1. 1. Índice Introdução ................................................................................................................... 2 TGA na visão de Idalberto Chiavenato ................................................................................................ 2 TGA na visão de Peter F. Drucker ........................................................................................................ 2 TGA na visão de Antônio Cesar Amaru Maximiano ............................................................................ 3 O que é Administração na visão de Chiavenato..................................................................... 3 O que é empresa na visão de Chiavenato ............................................................................. 4 A profissão administrador ...................................................................................................... 5 Conclusão.............................................................................................................................. 6 Bibliografia ............................................................................................................................. 7 1
  2. 2. Introdução TGA na visão de Idalberto Chiavenato A Teoria Geral da Administração (TGA) é o campo do conhecimento humano que se ocupa do estudo da Administração em geral, não se preocupando onde ela seja aplicada, se nas organizações lucrativas (empresas) ou se nas organizações não lucrativas. A TGA trata do estudo da administração das organizações. O mundo em que vivemos é uma sociedade institucionalizada e composta por organizações. Todas as atividades relacionadas à produção de bens ou prestação de serviços são planejadas, coordenadas, dirigidas, executadas e controladas pelas organizações. Todas as organizações são constituídas por pessoas e por recursos não humanos. A vida das pessoas depende intimamente das organizações e essas dependem da atividade e trabalho daquelas. A TGA estuda a administração das organizações e empresas do ponto de vista da interação e da interdependência entre as seis variáveis principais: tarefa, estrutura, pessoas, tecnologia, ambiente e competitividade. Elas constituem os principais componentes no estudo da Administração das organizações e empresas. O comportamento desses componentes é sistêmico e complexo: cada um influencia e é influenciado pelos outros. A adequação e a integração entre essas seis variáveis constituem o desafio fundamental da administração. TGA na visão de Peter F. Drucker Na década de 50 a Teoria Neoclássica deslocou a atenção antes fixada nas chamadas atividades meio para os objetivos ou finalidade da organização. O enfoque baseando no processo e a preocupação maior com as atividades (meios) passaram a ser substituídos por um enfoque nos resultados e objetivos alcançados (fins). O foco de como administrar passou para o porque ou para que administrar . Com isso Peter foi considerado o pai da APO. A Administração por Objetivo (APO) ou administração por resultados constitui o modelo administrativo identificado com o espírito pragmático e democrático da Teoria Neoclássica. 2
  3. 3. A APO é um processo pelo qual gerentes e subordinados identificam objetivos comuns, definem as áreas de responsabilidade de cada um em termos de resultados esperados e utilizam esses objetivos como guias para suas atividades. A APO é um método no qual as metas são definidas em um conjunto pelo gerente e seus subordinados, as responsabilidades são especificadas para cada um em função dos resultados esperados que passem a constituir os indicadores ou padrões de desempenho sob os quais ambos serão avaliados. Analisando o resultado final, o desempenho do gerente e do subordinado podem ser objetivamente avaliados e os resultados alcançados são comparados com os resultados esperados. TGA na visão de Antônio Cesar Amaru Maximiano Desde que existem as organizações, os administradores vêm criando um acervo de conhecimento que aumentam e se refinam, de geração a geração. A moderna teoria geral administração tem muitos conceitos que foram criados pelos primeiros administradores. Embora o processo administrativo seja importante o conceito ao longo dos séculos evoluiu continuamente, influenciados pelas circunstâncias de cada momento histórico. Apesar de os problemas de um momento serem semelhantes aos de outros as soluções precisam ser diferentes porque o contexto muda constantemente. O administrador atual dispõe de um considerável acervo teórico que faz parte da cultura coletiva e é produto da transmissão de conhecimento. Esse acervo de conhecimento resulta também de um processo de seleção natural. Os princípios e técnicas que se revelam mais uteis são preferidos àqueles cuja aplicação produz resultados duvidosos. Na administração vêm correto mudanças em todos os tipos de ambientes - competitivo, tecnológico, econômico, social- que levaram ao surgimento de novos conceitos e técnicas para administrar as organizações. Essas inovações na teoria e na pratica são chamadas de novos paradigmas da administração. O que é Administração na visão de Chiavenato Em uma época de complexidade, mudanças e incertezas como a que atravessamos nos dias de hoje, a administração tornou se uma das mais importantes áreas da atividade humana. Vivemos em uma civilização em que 3
  4. 4. predominam as organizações e na qual o esforço cooperativo do homem é a base fundamental da sociedade. E a tarefa básica da administração é a de fazer as coisas por meio das pessoas de maneira eficiente e eficaz. A eficiência e a eficácia com que as pessoas trabalham em conjunto para conseguir objetivos comuns dependem diretamente da à capacidade daqueles que exercem a função administrativa. O avanço tecnológico e o desenvolvimento do conhecimento humano, por si apenas, não produzem efeitos se a qualidade da administração efetuada sobre os grupos organizados de pessoas não permitir uma aplicação efetiva dos recursos humanos e matérias. A Administração está sendo considerada a principal chave para a solução dos mais graves problemas que atualmente afligem o mundo moderno. A tarefa da administração passou a ser a de interpretar os objetivos propostos pela organização e transforma-los em ação organizacional por meio de planejamento, organização, direção e controle de todos os esforços realizados em todas as áreas e em todos os níveis da organização, a fim de alcançar tais objetivos da maneira mais adequada a situação e garantir a competitividade em um mundo de negócios altamente concorrencial e complexo. O que é empresa na visão de Chiavenato Toda organização seja ela industrial ou prestadora de serviços precisa ser administrada para alcançar seus objetivos com a maior eficiência, economia de ação e de recursos e ser competitiva. Devido às suas limitações físicas, biológicas e psíquicas, as pessoas têm necessidades de cooperar com outras pessoas para em conjunto alcançarem objetivos que isoladamente jamais poderia alcançar. A coordenação do esforço humano tornou-se um problema essencialmente administrativo para alcançar objetivos. Onde quer que a cooperação de pessoas no intuito de alcançar objetivos comuns se torna organizada e formal as organizações alcançaram um certo tamanho e complexidade foi ai que administração começou a apresentar dificuldades e desafios ate então intransponíveis para seus diretrizes. Foi nesse momento que surgiu a necessidade de uma Teoria da Administração que permitisse oferecer aos dirigentes das organizações os modelos e estratégias adequadas para a solução de seus problemas empresariais. 4
  5. 5. A profissão administrador Em função dos aspectos exclusivos de cada organização, o administrador define estratégias, efetua diagnósticos de situações, dimensiona recursos, planeja sua aplicação, resolve problemas, gera inovação e competitividade. O administrador bem sucedido em uma organização pode não sê-lo em outra. O administrador não é apenas analisado pelas organizações por seus conhecimentos tecnológicos de Administração, mas, principalmente, por seu modo de agir, suas atitudes, conhecimentos, habilidades, competências, personalidade e filosofia de trabalho. O administrador pra ser bem sucedido profissionalmente precisa desenvolver três competências duráveis: o conhecimento, a perspectiva e a atitude. O trabalho do administrador em qualquer organização seja ele um supervisor de primeira linha ou o dirigente máximo da organização é essencialmente o mesmo. Nesse sentido não há uma distinção básica entre diretores, gerentes, chefes ou supervisores, como administradores. Qualquer que seja a posição ou o nível que ocupa, o administrador alcança resultados através da efetiva cooperação dos subordinados. 5
  6. 6. Conclusão A Administração é um fenômeno no mundo moderno. Nela existe uma concorrência entre as organizações, uma verdadeira disputa para coordenação de várias atividades, a condução de pessoas, a avaliação das metas determinadas, a obtenção e alocação de recursos. A tarefa administrativa nos próximos anos será incerta e desafiadora, pois devera ser atingida por mudanças e transformações carregadas de ambiguidade e de incertezas. Essas mudanças tendem a aumentar com a inclusão de novas variáveis na medida em que o processo se desenvolve criando uma turbulência que perturba e complica a tarefa administrativa de planejar, organizar, dirigir e controlar uma empresa eficiente e eficaz, e o futuro parece complicar cada vez mais essa realidade. 6
  7. 7. Bibliografia Chiavenato. Idalberto, Teoria Geral da Administração, edição 7, São Paulo. Editora Elsevier, 2003. Amaru Maximiano. Antônio Cesar, Teoria Geral da Administração, edição 7, São Paulo. Editora Atlas, 2012 7

×