Teoria geral da adm trab.

597 visualizações

Publicada em

É a área de atuação onde aplica-se estudos com a intenção de se obter o estabelecimento de metas e objetivos, operacionalizando então a aproximação máxima pelos funcionários que integram as organizações com o intuito de obter resultados que venha satisfazer os desejos e necessidades da clientela assim como os seus. Uma bela frase dita por Maximiano “é o processo que tem como finalidade garantir a eficiência e eficácia de um sistema”. Chiavenato afirmou que a proposição de Taylor de que “a eficiência administrativa aumenta com a especialização do trabalho” não encontrou amparo nos resultados de pesquisas posteriores: qualquer aumento na especialização não redunda necessariamente num aumento da eficiência. De acordo com Chiavenato a preocupação de racionalizar as tarefas do trabalho, acabou dando origem a quatro princípios básicos da Administração, segundo Taylor, a saber: 1. Princípio de planejamento, 2. Princípio de preparo, 3. Princípio do controle, 4. Princípio da execução.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
597
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
125
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teoria geral da adm trab.

  1. 1. UNIVERSIDADE DE CUIABÁ – CAMPUS SORRISO FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO ELIERSON CARRIAS SANDRO LUCIO STHEFFANY ELLEM Professor: Jazon Pereira Sorriso – MT 09/2013
  2. 2. INDICE ADMINISTRAÇÃO NA VISÃO DE CHIAVENATO.....................................pág. 03 EMPRESA NA VISÃO DE CHIAVENATO..................................................pág. 04 A PROFISSÃO DO ADMINISTRADOR......................................................pág. 05
  3. 3. ADMINISTRAÇÃO NA VISÃO DE CHIAVENATO É a área de atuação onde aplica-se estudos com a intenção de se obter o estabelecimento de metas e objetivos, operacionalizando então a aproximação máxima pelos funcionários que integram as organizações com o intuito de obter resultados que venha satisfazer os desejos e necessidades da clientela assim como os seus. Uma bela frase dita por Maximiano “é o processo que tem como finalidade garantir a eficiência e eficácia de um sistema”. Chiavenato afirmou que a proposição de Taylor de que “a eficiência administrativa aumenta com a especialização do trabalho” não encontrou amparo nos resultados de pesquisas posteriores: qualquer aumento na especialização não redunda necessariamente num aumento da eficiência. De acordo com Chiavenato a preocupação de racionalizar as tarefas do trabalho, acabou dando origem a quatro princípios básicos da Administração, segundo Taylor, a saber: 1. Princípio de planejamento, 2. Princípio de preparo, 3. Princípio do controle, 4. Princípio da execução. Fontes: formacaodoadministrador.blogspot.com.br CHIAVENATO, 2000, p. 85 Chiavenato (2011) Página 03
  4. 4. EMPRESA NA VISÃO DE CHIAVENATO Na visão de Chiavenato para que uma empresa possa existir deve atender aos seguintes pré-requisitos, como existir pessoas aptas a se comunicar, atuar e alcançar os objetivos comuns. Empresa é uma entidade social, composta de pessoas sendo que ambas trabalham juntas, muito bem estruturada e organizada para conseguir alcançar os objetivos. Uma empresa é uma sociedade na qual existem dois tipos de pessoas, os líderes e os subordinados. O propósito de toda empresa é produzir um produto ou serviço que possa satisfazer as necessidades do cliente. Fontes: Livro Administração nos Novos Tempos pg. 8
  5. 5. Página 04 A PROFISSÃO DO ADMINISTRADOR A profissão do administrador na visão de Maximiano, Na visão de Maximiano a Administração: é ver até onde uma pessoa é capaz de chegar para concluir seus objetivos, com todos os recursos disponíveis ou em casos diferentes delimitando esses recursos. Quando falo em recursos ao Administrador estou citando as facilidades de encontrar informações sobre aspectos e assuntos também relacionado as questões. Administrar é o ato de trabalhar junto com pessoas, para a realização dos objetivos da organização. Administrar se divide em oito partes: habilidade de se relacionar com colegas, habilidade de liderar, habilidade de resolver conflitos, habilidade de filtragem de informações, habilidade de tomar decisões em qualquer ambiente, habilidade de redirecionamento de recursos, habilidade de refazer de modo efetivamente melhor, habilidade de repensar seus atos. Fontes: MAXIMIANO. Antonio César A. Teoria Geral da Administração: da escola cientifica à competitividade na economia globalizada.2 .ed . São Paulo : Atlas . 2000 1973, apud. MAXIMIANO 2002,p. 67 A profissão do administrador na visão de Peter Ferdinand Druker, É necessário ter conhecimento cientifico e teóricos consistente assim como o “o olho clinico” é importante saber: “por que fazer “ , “ o que fazer ” e “ como fazer ” . É uma prática consistente em operações, focando-se no especifico. A Administração refere-se a todo tipo de empreendimento humano que reúne em uma organização pessoas com diferentes saberes e habilidades, sejam vinculadas as instituições com fins lucrativos ou não. Fontes: Druker (2001). DRUCKER, PeterFerdinand, o melhor de Peter Drucker: São Paulo: Nobel de 2001. A profissão do administrador na visão de Chiavenato, Uma engrenagem recebe a força e faz com que gire a outra fazendo com que uma grande maquina se movimente. Assim são as organizações composta de pessoas que idealizam e aquelas que aplicam. Peguemos como exemplo um grupo de formigas cortadeiras, cada uma delas tem a sua função no dia a dia. Uma escolhe a planta a ser cortada, mas para isso ela analisa se não é venenosa e se as suas folhas são suculentas e nutritivas. Já as outras formigas sobem na planta e cortam as folhas em quanto o restante das formigas carregam as folhas do chão para o formigueiro. Os Administradores compõem da mesma forma as organizações, atividades e tarefas são divididas entre os colegas de equipe. Fontes: CHIAVENATO, 1999, P. 27 CHIAVENATO, IDALBERTO. Gestão de Pessoas; o novo Papel dos Recursos humanos nas Organizações. Rio de janeiroEd Campus, 1999.
  6. 6. Página 05
  7. 7. Página 05

×