Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 49

1.585 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.585
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
994
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 49

  1. 1. O que já demos e o que ainda nos falta dar
  2. 2. funcionamento da língua [= gramática]• Variação e normalização linguística; Variedades do português• Propriedades prosódicas (altura, duração, intensidade); Constituintes prosódicos (entoação, pausa)• Estruturas lexicais (campos lexical e semântico)• Relações semânticas entre palavras (hiperonímia, hiponímia; holonímia, meronímia)
  3. 3. • Deíticos (pessoais, espaciais, temporais)• Actos ilocutórios (diretos e indiretos; assertivos, diretivos, compromissivos, expressivos, declarativos)• Princípios reguladores da interação discursiva (de cooperação; de cortesia)• Formas de tratamento• Oral e escrito; Registos formal e informal
  4. 4. • Modos de relato do discurso (direto, indireto, direto livre, indireto livre); Verbos introdutores• Coesão textual; Anáfora e catáfora; Correferência• Coerência• Protótipos textuais (descritivo, narrativo, argumentativo, expositivo, instrucional, conversacional, preditivo)• Paratextos (título, índice, prefácio, posfácio, rodapé, bibliografia)• Dicionário, glossário, enciclopédia, terminologia, thesaurus
  5. 5. Revisões / Atualizações• Classes de palavras• Funções sintáticas• Orações• Processos de formação de palavras• Recursos estilísticos• Narratologia• Acentuação• Pontuação
  6. 6. • Classes de palavras nome, adjetivo, verbo, interjeição, advérbio, pronome, determinante, quantificador, conjunção, preposição
  7. 7. • Funções sintáticas sujeito, predicado, modificador da frase, vocativo, complemento direto, complemento indireto, complemento oblíquo, agente da passiva, predicativo do sujeito, predicativo do complemento direto, modificador do verbo, complemento do nome, modificador restritivo, modificador apositivo, complemento do adjetivo
  8. 8. leitura & escrita
  9. 9. sem cronologia 1.º período 0. O que sei eu?3. Espelhos do eutextos de caráter 1. Eu e os outrosautobiográfico textos transacionais e educativos 2.º período3. Espelhos do eu 2. Eu com o MundoCamões lírico textos dos media 3.º período 4. (M)eu Mundo5. Conto eu textos expressivos econtos do séc. XX criativos poetas do século XX
  10. 10. 2.º período• poesia lírica de Camões (3)• textos transacionais e educativos (1) (requerimento, verbete)• textos dos media (2) (crónica, apreciação crítica)• textos expressivos (4) 3.º período Contos do século XX (5)• restos de 1 (contrato, regulamento, declaração, relatório)• restos de 2 (entrevista, artigo de divulgação)• restos de 4
  11. 11. 2.º e 3.º período• leituras combinadas («contrato de leitura») [proximamente direi]
  12. 12. compreensão oral [= ouvir]• Entrevista (radiofónica, televisiva)• Crónica radiofónica
  13. 13. expressão oral [= falar]• Reconto• Relato de vivências/experiências• Descrição/Retrato• Entrevista
  14. 14. Falar & Ouvir• questionários de compreensão (de gravações áudio ou vídeo)• leitura em voz alta, recitação, etc. (em geral, preparados em casa)• trabalhos que impliquem gravação da fala ( , gravações áudio)
  15. 15. • ser pontual a entregar tepecês (fazer tepecês que são para entrega em papel mas também os que não implicam um registo imediato)
  16. 16. • fazer tarefas de aula com mais independência (lendo, mais do que perguntando a mim ou a colegas)
  17. 17. TPC (para férias) 1. Emendar e enviar (ou trazer) textosobre «A Minha Palavra Favorita». (Se não chegaste a entregar-me a«palavra favorita» passada acomputador para eu reformular, podesultrapassar essa fase e passar já a esteoutro tepecê, que eu corrigirei já aversão de computador.)
  18. 18. 2. Continuar, ou começar, a leiturade livros que a certa alturacombinámos. Como já disse, nãopretendo fazer depois controlo durodessas leituras, mas fica prometidapara o terceiro período algumasondagem leve sobre esta não-tarefa.Para já, valerá a pena registaresapenas a referência bibliográfica do(s)livro(s) que fores lendo, ou que játenhas lido nestes meses recentes.
  19. 19. Figuras de sintaxe
  20. 20. Anáfora«Deus é grande; Deus é pai; Deus éamor; Deus castiga; Deus abençoa;Deus é...»Repetição de palavra ou expressãono início de versos ou frases.
  21. 21. AssíndetoOraremos, jejuaremos,comungaremos, rezaremos.Coordenação de elementossucessivos sem uso da conjunção.
  22. 22. Elipse[Não há propriamente elipse; mas, porbrincadeira, assume-se que o silênciode Manuela Ferreira Leite é umaelipse.]Omissão de uma palavra que sesubentende facilmente.
  23. 23. EnumeraçãoFaçamos rezas, orações, jejuns,comunhões.Apresentação sucessiva de elementos(em princípio, da mesma classegramatical).
  24. 24. Hipérbato«Eu a salvação trago para vós, quepecados cometeis; porém, não paraos néscios que os mandamentos deDeus não respeitam. Comigo vinde.»Alteração da ordem mais habitualdas palavras.Cp. anástrofe
  25. 25. PolissíndetoOraremos e jejuaremos ecomungaremos e rezaremos.«com álcool e caralhos e tomates»[Uivo]Repetição dos elementos de ligaçãoentre palavras ou frasescoordenadas.
  26. 26. Figuras fónicas
  27. 27. Aliteração«Deus destapa o demónio e dá a docedádiva do dom divino aos diabéticosda Dalmácia que se depilam junto aodesumidificador, enquanto se divertemcom dados. E diz um Dai-li, dai-li, dai-li, dai-li, dai-li, dai-li, dô, papagaiovoa.»Repetição de sons consonânticossemelhantes.
  28. 28. Cfr. Assonância Em horas inda louras, lindas Clorindas e Belindas, brandas, Brincam no tempo das berlindas, As vindas vendo das varandas, De onde ouvem vir a rir as vindas Fitam a fio as frias bandas.Repetição de sons vocálicossemelhantes.
  29. 29. Onomatopeia«Eu caminho sobre as águas — chlap-chlap-chlap — e, nisto, passa umamanada de búfalos — catapum,catapum, catapum —, os pecadoreschoram — chuífe, chuífe.»Imitação de sons reais (por grafiascriadas; em palavras historicamenteassim formadas).
  30. 30. Figuras de semântica ou de pensamento
  31. 31. AlegoriaParábola do semeador[cfr. Barca do Inferno; Adamastor]Expressão de noções abstratas atravésde um episódio concreto.
  32. 32. AntíteseO céu é o inferno.«de olhos gélidos radiantes» [Uivo]Contraste entre dois elementos ouideias.
  33. 33. Apóstrofe (ou Invocação)Ó Deus, dize-me...Interpelação a alguém ou a algumacoisa personificada.
  34. 34. Eufemismo[«Seis meses», por ‘sessenta anos’.]Transmissão de uma ideia de formaatenuada, menos desagradável.
  35. 35. Gradação«Esfomeados, histéricos, nus» [Uivo]Apresentação de palavras por ordemcrescente ou decrescente.
  36. 36. Hipálage«Não pode ser a comunicação social aselecionar as notícias que transmite [...]» (nosketch assume-se como hipálage o facto de«comunicação social» não ser a verdadeiraentidade responsável, o que não constituiráexatamente uma hipálage).Transferência para um dado objeto daqualidade que se quer atribuir aoutrem.
  37. 37. Hipérbole«Os pecadores serão castigados earderão em montanhas de labaredas emilhões de abutres, dos grandes,virão debicar a carne putrefacta dospecadores, à bruta.»Expressão exagerada.
  38. 38. Ironia«O Diabo é muit[a] porreiro. Confiaino Diabo, confiai, que ides por bomcaminho. Não rezeis que não épreciso.»Uso de palavras com significadocontrário daquele que se pretendeinculcar.
  39. 39. Metáfora«Montanhas de labaredas»Designação de objeto por palavras deoutra área lexical (permitindo umaassociação por analogia).
  40. 40. Metonímia«Só está a contribuir para o combateao desemprego na Ucrânia e emCabo Verde.»Designação de uma realidade apenaspor uma sua parte.
  41. 41. Perífrase (ou Circunlóquio)[Uso de uma expressão longa quecorresponderia afinal a um simples«façam o que eu digo»]Dizer por muitas palavras o quepoderia ser dito em poucas.
  42. 42. Sinestesia«a contemplar jazz» [Uivo];«que comeram fogo em hotéis de tinta»[Uivo]Mistura de sensações captadas porórgãos sensoriais diferentes.
  43. 43. [TPC — Aguardo ainda muitos dosverbetes de dicionário de palavrasinventadas (passados a computador)que constituíam o tepecê da aula 47 eque eram para ter sido entregues naúltima aula do 2.º período.]
  44. 44. TPC — Redige um verbete de palavrainventada (criada por ti — portanto, nãodicionarizada e nem mesmo conhecida dequalquer falante). Palavra deve teraparência plausível, considerado o padrãoportuguês, e ter três aceções, pelo menos. Não te esqueças de incluir no verbete aabreviatura da classe gramatical e umaabonação — isto é, uma fraseexemplificativa, entre aspas — de cadaacepção. No final do verbete, podes pôretimologia, mas esta já não será obrigatória.
  45. 45. Lançar correções que tenha eu feito aosverbetes hoje entregues e enviar-mos.

×