Antimicrobianos

314 visualizações

Publicada em

Aula

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
314
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Antimicrobianos

  1. 1. Introdução  Chineses (3000 AC) usavam bolores em feridas  Indianos (1500 AC): ingestão de fungos para tratamento de disenteria  Hipócrates: Lavagem de feridas com vinho  Índios (1633): casca de cinchona (quinina) para tratamento de malária
  2. 2. Era pós-microbiologia  1910 – Ehrlich - introdução das sulfas - pai da quimioterapia - conceito chave-fechadura  1929 – descoberta da penicilina – Fleming  1941 – primeiro paciente a usar a penicilina  1944 – isolamento da estreptomicina
  3. 3. Uso não racional  Queda na eficácia antimicrobiana  Resistência antimicrobiana  Poucos avanços na síntese de novos fármacos  Problema de Saúde Pública  Campo de atuação farmacêutica
  4. 4. Conceitos
  5. 5. Critérios de escolha de antimicrobianos  È indicado um antibiótico?  Foi obtido material para exame laboratorial e cultura?  Quais as bactérias mais prováveis no caso em questão?  Qual o melhor antibiótico disponível?  A associação de antibióticos é adequada?  Quais fatores importantes em relação ao paciente?  Qual a melhor via de administração?  Qual a dose apropriada?  O tratamento inicial precisa ser modificado após os resultados da cultura?
  6. 6. A bactéria  Organismos unicelulares procariontes
  7. 7. Alvos celulares
  8. 8. Antimicrobianos - características  Altamente seletivos às bactérias  Elevada distribuição  Baixa toxicidade
  9. 9. Portanto....  A seleção do antimicrobiano deve estar baseada no CIM de cada fármaco
  10. 10. Quando não acontece....  A Atenção Farmacêutica deve garantir:  Uso racional  Acompanhamento da farmacoterapia  Feedback ao prescritor
  11. 11. Classes dos antimicrobianos
  12. 12. Beta-lactâmicos  Penicilinas  Cefalosporinas  Carbapenens  Monobactâmicos
  13. 13. Sulfonamidas  Sulfametoxazol  Sulfametoxazina  Sulfadiazina  Sulfassalazina
  14. 14. Quinolonas  Ciprofloxacina  Norfloxacina  Ofloxacina  Gatifloxacina  Levofloxacina
  15. 15. Inibidores de síntese proteica  Tetraciclinas  Monociclina  Oxitetraciclina  Doxiciclina  Clortetraciclina  tetraciclina
  16. 16. Inibidores de síntese proteica  Aminoglicosídeos  Gentamicina  Amicacina  Canamicina  Tobramicina  Estreptomicina  Netilmicina
  17. 17. Inibidores de síntese proteica  Macrolídeos  Eritromicina  Azitromicina  Claritromicina  Outros  Clindamicina  Cloranfenicol

×