PSICOPATOLOGIA II: Aula 01 (introdução à CID-10)

9.586 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina, Tecnologia
1 comentário
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.586
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.209
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
525
Comentários
1
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PSICOPATOLOGIA II: Aula 01 (introdução à CID-10)

  1. 1. Curso de Psicologia Disciplina: Psicopatologia II (72 hs/aula) Período: 6 o Professor Alexandre Simões
  2. 2. Tema: <ul><li>NOSOGRAFIA </li></ul><ul><li>PSICOPATOLÓGICA: </li></ul><ul><li>INTRODUÇÃO À CID-10 </li></ul>
  3. 3. CID - 10 e DSM - IV: classificações diagnósticas da contemporaneidade
  4. 4. Origens distintas: <ul><li>CID - 10: </li></ul><ul><li>construído pelos esforços da OMS (Organização Mundial de Saúde) </li></ul><ul><li>abrangência atual: internacional </li></ul><ul><li>DSM - IV: </li></ul><ul><li>construído pelos esforços da APA (Associação Psiquiátrica Americana) </li></ul><ul><li>abrangência atual: concentrada no solo americano, apesar de seu sistema também ser internacional </li></ul>
  5. 5. O que é uma classificação (tanto aos moldes da CID-10 quanto do DSM-IV) ? É um sistema de categorias. Estas últimas são atribuídas a entidades mórbidas segundo algum critério previamente estabelecido.
  6. 6. A classificação (amparada na estatística epidemiológica, sem nos esquecermos de sua subseqüente absorção pelo sistema de assistência e investimentos públicos e privados na área da saúde e seguridade social) deve incluir todas as entidades mórbidas, dentro de um número manuseável de categorias
  7. 7. Especificamente quanto à CID-10: [http://www.psiqweb.med.br/cid/cid10.html] [http://www.datasus.gov.br/cid10/v2008/cid10.htm]
  8. 8. Trata-se, nomeadamente, da 10 a revisão da Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde
  9. 9. Início da série de classificações que desembocou na CID: em 1893: Classificação de Bertillon ou Lista Internacional de Causas de Morte
  10. 10. A primeira vez em que a CID apresentou uma seção especial para a classificação dos transtornos mentais foi em sua 6 a revisão. Isto se deu no início da década de 50.
  11. 11. Anos 70: observamos um maior desenvolvimento destas classificações: em particular, e em paralelo à OMS, a Associação Psiquiátrica Americana desenvolveu e promulgou a 3 a revisão do DSM ( Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais )
  12. 12. O início do trabalho que resultou na CID - 10: <ul><li>início: 1983 (Genebra) </li></ul><ul><li>* organização: OMS (Diretores de Centros Colaboradores da OMS, para a Classificação de Doenças) + Comitê de Peritos em Classificação Internacional de Doenças (reuniões ocorridas em 1984 e 1987) + sugestões dos países membros da OMS, dos Escritórios Regionais da OMS </li></ul>
  13. 13. A circulação dos rascunhos das propostas se deu em 1984 e 1986. Já nesta época, começavam a se explicitar seus conceitos ordenadores .
  14. 14. Conceitos ordenadores da CID -10: FAMÍLIA DE CLASSIFICAÇÃO (que contém informações diagnósticas) indicadas por um sistema de CÓDIGOS ALFANUMÉRICOS (o anterior era só numérico)
  15. 15. O código alfanumérico da CID-10 é composto por 3 caracteres básicos e mais algumas subcategorias opcionais. Para o mesmo, foram utilizadas 25 letras (a letra U não entrou na classificação, pois ficou reservada para adições e alterações futuras)
  16. 16. Aprovação da CID-10: * em 1989, é aprovada pela Conferência Internacional para a Décima Revisão (foi adotada pela Quadragésima Terceira Assembléia Mundial de Saúde) * em 1992, ela é publicada.
  17. 17. Uso da CID-10 no Brasil: Com base no compromisso assumido pelo Governo Brasileiro, quando da realização da 43ª Assembléia Mundial de Saúde, o Ministério da Saúde, por intermédio da portaria nº 1.311, de 12 de setembro de 1997, definiu a implantação da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde - CID-10, a partir da competência de janeiro de 1998, em todo o território nacional, nos itens Morbidade Hospitalar e Ambulatorial, compatibilizando, assim, o Sistema de Informação de Mortalidade, objeto da portaria GM/MS/nº 1832/94, com o de Morbidade.
  18. 18. No que tange especificamente aos profissionais do campo da saúde mental, o que há de chamativo na CID-10 é o capítulo V (relativo à letra F): Classificação de Transtornos Mentais e de Comportamento
  19. 19. Vejamos estas categorias mais de perto
  20. 20. Famílias da CID-10 (capítulo V): <ul><li>F00-F09 : transtornos mentais orgânicos, inclusive os sintomáticos [ex.: demência na doença de Alzheimer] </li></ul><ul><li>F10-F19 : transtornos mentais e do comportamento decorrentes do uso de substância psicoativa [ex.: estado de abstinência com delirium , intoxicação aguda decorrente do uso de cocaína, etc.] </li></ul><ul><li>F20-F29 : esquizofrenia, transtornos esquizotípicos e delirantes [ex.: esquizofrenia paranóide, transtornos psicóticos agudos e transitórios, etc.] </li></ul><ul><li>F30-F39 : transtornos do humor (afetivos) [ex.: mania, PMD, depressão] </li></ul>
  21. 21. <ul><li>F40-F49 : transtornos neuróticos, relacionados ao stress e somatoformes [ex.: fobias, ansiedades, TOC, somatizações, hipocondria, etc.] </li></ul><ul><li>F50-F59 : síndromes comportamentais associadas a perturbações fisiológicas e a fatores físicos [ex.: anorexia, bulimia, distúrbios do sono, distúrbios sexuais, etc.] </li></ul><ul><li>F60-F69 : transtornos de personalidade e do comportamento em adultos [ex.: paranóia, histeria, identidade sexual, etc.] </li></ul><ul><li>F70-F79 : retardo mental </li></ul>
  22. 22. <ul><li>F80-F89 : transtornos do desenvolvimento psicológico [ex.: distúrbios de leitura, de linguagem, autismo, etc.] </li></ul><ul><li>F90-F98 : transtornos emocionais e de comportamento com início usualmente ocorrendo na infância e na adolescência [ex.: enurese noturna, fobia, tiques, etc.] </li></ul><ul><li>F99 : Transtorno mental não especificado </li></ul>
  23. 23. Faremos, nas próximas etapas de nosso curso, um detalhamento das famílias da CID-10:
  24. 24. Prosseguiremos na pr ó xima aula! <ul><li>Prof. Alexandre Simões </li></ul><ul><li>Contatos: </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>http://www.alexandresimoes.com.br </li></ul>

×