The Swing
Jean-Honore Fragonard
 O termo rococó descende da palavra francesa
rocaille, que designava comumente uma
maneira de se decorar os jardins atrav...
 Uso abundante de formas curvas;
 Profusão de elementos decorativos, tais como
conchas, laços e flores;
 Leveza, alegri...
 O estilo rococó aparece na Europa do século
XVIII e, tendo a França como seu principal
precursor, se espalha em vários p...
 Chegando ao século XIX, o estilo rococó passa a ser
utilizado também para definir outras manifestações
desenvolvidas nos...
 A primeira fase do rococó, (entre 1690 e
1730), procura se afastar dos preceitos
estéticos predominantes no reinado do r...
 A disseminação do rococó pela Europa foi
responsável por variações que fugiram da
tendência aristocrática que predominou...
 As cores fortes da pintura barroca são substituídas
por cores leves e vivas, o branco e os tons de rosa, azul
e verde e ...
 O estilo de música utilizada no rococó é de
difícil definição.
 É caracterizado por sarabandas, gigas,
minuetos e outra...
 Cores vivas foram substituídas
por tons pastéis, a luz difusa
inundou os interiores por meio
de numerosas janelas e o re...
 Durante o Iluminismo, entre 1700 e 1780,
o rococó foi a principal corrente da arte e da
arquitetura pós-barroca.
 Manif...
 Os artistas procuravam fazer uma arquitetura
diferenciada nessas áreas, com formato oval, paredes
com pinturas luminosas...
Exemplos: O Hotel de Soubise, construído por Germain
Boffrand e decorado por Nicolas Píneau, o PetitTrianon.
 Existem lugares da Europa que não sofreram a
diferenciação entre o Barroco e o Rococó, pois o
Barroco veio aos poucos at...
 Como um exemplo de
obras arquitetônicas
temos: Palácio Episcopal e a
Igreja deVierzehnheiligen,
projetado pelo arquiteto...
 Johann Michael Fischer, (1692-1766), responsável pela
abadia beneditina de Ottobeuren, marco
do rococó bávaro.
 Grande ...
 Preocupação em especificar e
determinar o lugar dos móveis em
alguns ambientes;
 Mobília se torna acessível a mais
pess...
 Depois de coroado Luís XV passa a viver em
pequenas peças (chamadas de apartamentos) no
palácio deVersalhes, para mobili...
 Também foram muito utilizados os elementos
dourados e prateados, e aplicações em bronze.
 Além das conchas e curvas, qu...
 Surgiram as pequenas escrivaninhas, o
semanário (cômoda com sete gavetas,
alta e estreita), bibliotecas, vitrinas e
pent...
 Figura humana com corpos alongados;
 Silhuetas caprichosas;
 Leveza e graciosidade nos movimentos;
 Composições com m...
 Pedra e bronze nas grandes esculturas
exteriores.
 Bronze, ouro e prata em esculturas pequenas.
 Madeira, gesso, estuq...
 Bibelôs;
 Temática: irônicos,
jocosos, sensuais;
 Temática
mitológica: pan
(deus dos pastores),
Vênus (deusa do
amor) ...
 Os escultores
decorativos que se
destacam são:
 François Boucher e
Étienne Maurice Falconet
 que criaram modelos de
pe...
 Tons pastéis;
 Temas mundanos,
ambientados em jardins e
parques ou em interiores
luxuosos;
 Tonalidades claras e
lumin...
 Personagens populares perdem espaço para
a representação dos membros da
aristocracia;
 A jovialidade e a edificação do ...
 cenas eróticas ou galantes da vida cortesã (as fêtes
galantes) da mitologia e pastorais;
 alusões ao teatro italiano da...
 Antoine Watteau (1684-1721) por causa de seus
quadros amorosos, ele se tornou um dos pintores que
mais retratou o estilo...
Embarque para Citera:-Watteau
 Caráter caprichoso;
 Simetria;
 Detalhes delicados e
leveza;
 Beleza e requinte
acentuados pelos
tecidos.
 A roupa interior tornou-se
importante neste período, tal
como os penteados do cabelo e
os acessórios (que incluíam um
le...
Decotes,bem ornamentado com
rendas e trançados
Corselê em “V” para afunilar ao
máximo a cintura
Geralmente acompanhadas...
 Aspecto efeminado;
 Muitos volantes, fitas
e rendas.
 As calças iam até ao
joelho e eram
complementadas com
meias bran...
 Mais tarde, a roupa de
homem tornou-se mais
simples e deixou de ser
decorada com rendas e
volantes.
 O gibão reforçado ...
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Período Artístico Rococó
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Período Artístico Rococó

9.649 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
10 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.649
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.084
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
883
Comentários
0
Gostaram
10
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Período Artístico Rococó

  1. 1. The Swing Jean-Honore Fragonard
  2. 2.  O termo rococó descende da palavra francesa rocaille, que designava comumente uma maneira de se decorar os jardins através do uso de rochas e conchas;  Os primeiros registros do uso desse termo aparecem em Stendhal, em 1829;  Sua nomeação se deve ao fato de ser visto, por muitos historiadores,como um desdobramento do barroco em que vários artistas passam a valorizar o uso de linhas em formato de concha e a função decorativa que a arte poderia exercer.
  3. 3.  Uso abundante de formas curvas;  Profusão de elementos decorativos, tais como conchas, laços e flores;  Leveza, alegria e elegância;  Luxo e exuberância, sensualidade e intimismo;  Minusciosa decoração de interiores.
  4. 4.  O estilo rococó aparece na Europa do século XVIII e, tendo a França como seu principal precursor, se espalha em vários países doVelho Mundo e alcança algumas regiões das Américas, como o Brasil.  Para muitos historiadores da arte, o rococó pode ser visto como um desdobramento do barroco em que vários artistas passam a valorizar o uso de linhas em formato de concha e a função decorativa que a arte poderia exercer.
  5. 5.  Chegando ao século XIX, o estilo rococó passa a ser utilizado também para definir outras manifestações desenvolvidas nos campos da arquitetura e das artes ornamentais.  No ano de 1943, graças à pesquisa de Fiske Kimball, esse movimento deixa de ser visto como uma variante do barroco para assumir características próprias.  Do ponto de vista histórico, essa transformação do Barroco indicava o interesse burguês em alcançar o prazer e a graciosidade nas várias obras que eram encomendadas à classe artística da época.
  6. 6.  A primeira fase do rococó, (entre 1690 e 1730), procura se afastar dos preceitos estéticos predominantes no reinado do rei Luís XIV para introduzir o uso de linhas soltas e curvas flexíveis.  De 1730 a 1770, o rococó amadurece com o surgimento de outros artistas que remodelam as casas da nobreza e da alta burguesia francesa.
  7. 7.  A disseminação do rococó pela Europa foi responsável por variações que fugiram da tendência aristocrática que predominou neste estilo.  Ao alcançar países como Portugal e Espanha, o rococó penetra a esfera religiosa.  No Brasil, o rococó teve sua presença no mobiliário do século XVIII e foi corriqueiramente chamado de “estilo Dom JoãoV”.
  8. 8.  As cores fortes da pintura barroca são substituídas por cores leves e vivas, o branco e os tons de rosa, azul e verde e de tom pastel;  As linhas retorcidas que expressam emoções humanas dão lugar a formas leves e delicadas;  Ao contrário da forte religiosidade barroca, a temática preferida da pintura, eram cenas graciosas, valorizando a representação de ambientes luxuosos(parques, jardins),retratando as futilidades da nobreza francesa;  Pinturas com uma sensualidade sutil.
  9. 9.  O estilo de música utilizada no rococó é de difícil definição.  É caracterizado por sarabandas, gigas, minuetos e outras galanterias.  Um dos compositores deste estilo é Johann Christian Bach, filho mais novo de Johann Sebastian.
  10. 10.  Cores vivas foram substituídas por tons pastéis, a luz difusa inundou os interiores por meio de numerosas janelas e o relevo abrupto das superfícies deu lugar a texturas suaves.  A estrutura das construções ganhou leveza e o espaço interno foi unificado, com maior graça e intimidade.
  11. 11.  Durante o Iluminismo, entre 1700 e 1780, o rococó foi a principal corrente da arte e da arquitetura pós-barroca.  Manifestou-se principalmente na decoração dos espaços interiores.  Essa decoração era detalhada e bem ornamentada e um exemplo são as salas e os salões.
  12. 12.  Os artistas procuravam fazer uma arquitetura diferenciada nessas áreas, com formato oval, paredes com pinturas luminosas e suaves, espelhos, florais, etc.  Já por fora dos edifícios, eles amenizavam na decoração.
  13. 13. Exemplos: O Hotel de Soubise, construído por Germain Boffrand e decorado por Nicolas Píneau, o PetitTrianon.
  14. 14.  Existem lugares da Europa que não sofreram a diferenciação entre o Barroco e o Rococó, pois o Barroco veio aos poucos atingindo os outros países e conseguindo se consolidar, apenas, no século XVII.  Nesse período, os artistas já estavam influenciados com o Rococó
  15. 15.  Como um exemplo de obras arquitetônicas temos: Palácio Episcopal e a Igreja deVierzehnheiligen, projetado pelo arquiteto Balthazar Neumann e pintura no teto por GiambatistaTiepelo, o mais importante dos decoradores do Rococó.
  16. 16.  Johann Michael Fischer, (1692-1766), responsável pela abadia beneditina de Ottobeuren, marco do rococó bávaro.  Grande mestre do estilo rococó, responsável por vários edifícios na Baviera.  Restaurou dezenas de igrejas, mosteiros e palácios
  17. 17.  Preocupação em especificar e determinar o lugar dos móveis em alguns ambientes;  Mobília se torna acessível a mais pessoas;  Adoção da marchetaria (arte milenar de incrustação ou aplicação de partes recortadas de madeira, marfim, bronze etc., em objetos de marcenaria, formando desenhos dos mais diversos tipos) Jean-Henri Riesener Paris 1773 Carvalho e madeiras exóticas, bronze, veludo
  18. 18.  Depois de coroado Luís XV passa a viver em pequenas peças (chamadas de apartamentos) no palácio deVersalhes, para mobiliar essas peças sente-se a necessidade de móveis mais delicados, menores e funcionais que proporcionem maior conforto sendo elegante e prático.  Neste período os móveis eram executados com proporções mais reduzidas e harmoniosas, com ornamentos mais leves e delicados, dispostos assimetricamente.
  19. 19.  Também foram muito utilizados os elementos dourados e prateados, e aplicações em bronze.  Além das conchas e curvas, que passaram a ser usadas estilizadas e mais livres, foram introduzidos novos motivos decorativos, como atributos: • ao amor; • à música; • à ciência; • e flores,(que tornaram-se o emblema feminino e levaram os motivos florais a predominarem tanto no entalhe como na marchetaria).
  20. 20.  Surgiram as pequenas escrivaninhas, o semanário (cômoda com sete gavetas, alta e estreita), bibliotecas, vitrinas e penteadeiras,dentre outros.  Surgem também as salas de banho formando uma unidade com o quarto  de dormir.  As mesas eram terminadas com a perna cabriolet, em sua maioria tinham o tampo de mármore, surgiram várias mesas; para escrever, costurar, jogar e etc.
  21. 21.  Figura humana com corpos alongados;  Silhuetas caprichosas;  Leveza e graciosidade nos movimentos;  Composições com movimento e ritmo (parecem dançar);  São retratadas as pessoas mais influentes da época;  Houve, também, a criação de estatuetas decorativas, quando os cientistasTischirnhaus e Boettger inventaram a porcelana.
  22. 22.  Pedra e bronze nas grandes esculturas exteriores.  Bronze, ouro e prata em esculturas pequenas.  Madeira, gesso, estuque, argila nos interiores.
  23. 23.  Bibelôs;  Temática: irônicos, jocosos, sensuais;  Temática mitológica: pan (deus dos pastores), Vênus (deusa do amor) pequenos cupidos.
  24. 24.  Os escultores decorativos que se destacam são:  François Boucher e Étienne Maurice Falconet  que criaram modelos de pequenas estatuetas reproduzindo temas mitológicos, etc.
  25. 25.  Tons pastéis;  Temas mundanos, ambientados em jardins e parques ou em interiores luxuosos;  Tonalidades claras e luminosas;  Relação do rococó com a burguesia bem retratada;
  26. 26.  Personagens populares perdem espaço para a representação dos membros da aristocracia;  A jovialidade e a edificação do prazer, o tédio e a melancolia são os estados emocionais que geralmente contextualizam os quadros do rococó.
  27. 27.  cenas eróticas ou galantes da vida cortesã (as fêtes galantes) da mitologia e pastorais;  alusões ao teatro italiano da época;  motivos religiosos ;  farta estilização naturalista do mundo vegetal em ornatos e molduras.
  28. 28.  Antoine Watteau (1684-1721) por causa de seus quadros amorosos, ele se tornou um dos pintores que mais retratou o estilo.  Principal obra: Embarque para Citera que mostra a elegância dos nobres do século XVIII.  Jean-Baptiste Siméon Chardin(1699-1779), em melhor situação econômica queWatteau, seus quadros, saiam do mundo da fantasia e procuravam retratar a vida da burguesia da época.  Em seus quadros era utilizado uma composição nítida e única de todos os elementos.
  29. 29. Embarque para Citera:-Watteau
  30. 30.  Caráter caprichoso;  Simetria;  Detalhes delicados e leveza;  Beleza e requinte acentuados pelos tecidos.
  31. 31.  A roupa interior tornou-se importante neste período, tal como os penteados do cabelo e os acessórios (que incluíam um leque e luvas).  A saia cónica (crinolina)era um dos componentes mais notáveis deste período.  Inicialmente circular e mais tarde de forma oval, reforçada com anéis metálicos ou de osso de baleia.
  32. 32. Decotes,bem ornamentado com rendas e trançados Corselê em “V” para afunilar ao máximo a cintura Geralmente acompanhadas do leque Mangas apertadas até os cotovelos Saias com a frente aberta Frente e costas mais curtas pra mostrar os sapatos Anquinhas bem salientes,geralmente com a ajuda de uma armadura de ferro Penteados exagerados,com apliques e suportes,que resultavam em um enorme armamento
  33. 33.  Aspecto efeminado;  Muitos volantes, fitas e rendas.  As calças iam até ao joelho e eram complementadas com meias brancas.
  34. 34.  Mais tarde, a roupa de homem tornou-se mais simples e deixou de ser decorada com rendas e volantes.  O gibão reforçado dos lados transformou-se no fraque, que seria a base do vestuário masculino.

×