SlideShare uma empresa Scribd logo
Então o que é ter consciência?
De acordo com o Dicionário Enciclopédico
Larousse é: “Ter noção da própria existência
e do mundo exterior”.
A Filosofia diz que ter consciência é:
“... A percepção daquilo que passa dentro do
ser humano ou em seu exterior
VOCÊ SABIA QUE:
NO DIA VINTE DE NOVEMBRO É O DIA DA
CONSCIÊNCIA NEGRA? E QUE A LEI Nº 10.639,
DE 9 DE JANEIRO DE 2003 INCLUIU A DATA NO
CALENDÁRIO ESCOLAR, TORNANDO
OBRIGATÓRIO O ENSINO SOBRE HISTÓRIA E
CULTURA AFROBRASILEIRA NAS ESCOLAS?
MAS O QUE SIGNIFICA ESSA TAL DE
CONSCIÊNCIA NEGRA?
O NOME “CONSCIÊNCIA NEGRA” SURGE
NA LUTA CONTRA O COLONIALISMO E O
RACISMO QUE É FOMENTO CONTRA O
NEGRO, NÃO EXISTE LUTA SEM AUTO-
ESTIMA, SEM AMOR PRÓPRIO, SEM
CONHECERMOS NOSSA HISTÓRIA E NOS
ORGULHARMOS DELA. MAS POR OUTRO
LADO NÃO BASTA SÓ TERMOS ORGULHO
E NÃO LUTARMOS, PORTANTO, AS DUAS
AÇÕES DEVEM ESTAR JUNTAS: ORGULHO
E LUTA.
E CONSCIÊNCIA NEGRA EM 20
DE NOVEMBRO?
A CONSCIÊNCIA NEGRA NO
BRASIL EM 20 NOVEMBRO É
CRIADA COMO UMA DATA
ESPECIAL COM O OBJETIVO
DE REFLEXIONAR SOBRE
A CONSCIÊNCIA NEGRA NA
SOCIEDADE ATUAL.
Importância da data
A criação desta data foi importante, pois serve como um
momento de conscientização e reflexão sobre a
importância da cultura e do povo africano na formação da
cultura nacional. Os negros africanos colaboraram muito,
durante nossa história, nos aspectos políticos, sociais,
gastronômicos e religiosos de nosso país. É um dia que
devemos comemorar nas escolas, nos espaços culturais e
em outros locais, valorizando a cultura afro-brasileira.
A abolição da escravatura, de forma oficial, só veio em
1888. Porém, os negros sempre resistiram e lutaram
contra a opressão e as injustiças advindas da escravidão.
A luta pela liberdade dos negros brasileiros
jamais cessou. Em 1971, um significativo capítulo
de nossa história vinha à tona pela ação de
homens e mulheres do Grupo Palmares. Lá do Rio
Grande do Sul era revelada a data do assassinato
de Zumbi, um dos ícones da República de
Palmares. Passados sete anos, ativistas negros
reunidos em congresso do Movimento Negro
Unificado contra a Discriminação Racial
cunharam o 20 de novembro como Dia da
Consciência Negra. Em 1978, era dado o passo
que tornaria Zumbi dos Palmares um herói
nacional, vinculado diretamente à resistência do
povo negro.
Mapa das civilizações africanas antes da colonização europeia.
As primeiras civilizações surgiram na África na Antiguidade:
África de todos nós
África, o berço de uma humanidade
desumana
Fluxo Tráfico de Escravos Séc.: XVI
Disputa pela Costa Africana - Fluxo de
Escravo Séc.:XVII
 
Século XIX: Era do comércio ilegal de
escravos
 
Desde o início da década de 1970, os
brasileiros têm comemorado o Dia da
Consciência Negra, em 20 de novembro. A
data foi escolhida justamente por ter sido o
dia em que Zumbi dos Palmares, símbolo da
resistência negra ao regime escravocrata, foi
assassinado, em 1695. Seu objetivo é fazer
refletir sobre a inserção do negro na
sociedade brasileira e sobre a questão da
igualdade racial.
Zumbi dos Palmares, embora tenha
nascido livre, foi capturado quando
tinha por volta de sete anos de idade.
Entregue a um padre católico, recebeu
o batismo e ganhou o nome de
Francisco. Aprendeu a língua
portuguesa e a religião católica.
Porém, aos 15 anos de idade, voltou
para viver no quilombo.
Em 1680, com 25 anos de idade, Zumbi torna-se
líder do quilombo dos Palmares, comandando a
resistência contra as topas do governo. Durante seu
“governo” a comunidade cresce e se fortalece,
obtendo várias vitórias contra os soldados
portugueses. O líder Zumbi mostra grande
habilidade no planejamento e organização do
quilombo, além de coragem e conhecimentos
militares. Na época em que Zumbi era líder, o
Quilombo dos Palmares alcançou uma população
de aproximadamente trinta mil habitantes. Nos
quilombos, os negros viviam livres, de acordo com
sua cultura, produzindo tudo o que precisavam
para viver.
O bandeirante Domingos Jorge Velho
organiza, no ano de 1694, um grande
ataque ao Quilombo dos Palmares.
Após uma intensa batalha, Macaco, a
sede do quilombo, é totalmente
destruída. Ferido, Zumbi consegue
fugir, porém é traído por um antigo
companheiro e entregue as tropas do
bandeirante. Aos 40 anos de idade, foi
degolado em 20 de novembro de 1695.
Zumbi é considerado um dos grandes
líderes da nossa história. Símbolo da
resistência e luta contra a escravidão,
lutou pela liberdade de culto, religião
e pratica da cultura africana no Brasil
Colonial. O dia de sua morte, 20 de
novembro, é lembrado e comemorado
em todo o território nacional como o
Dia da Consciência Negra.
O RACISMO
separa as
pessoas.
Racistas
acreditam que
pessoas
brancas são
superiores aos
negros, por
exemplo.
Todos são iguais e
tem as mesmas
capacidades,
independente de cor,
sexo, religião,
preferência política.
Todos tem direito de
uma vida digna e
tratados de acordo
com sua
personalidade, e não
pela cor da pele.
Você sabia que os negros que vieram da África como
escravos trouxeram muitas coisas que até hoje utilizamos?
Isso chama-se herança cultural.
O SAMBA é o ritmo musical brasileiro mais conhecido no mundo e é uma
criação dos negros que viviam na Bahia e foram para o Rio de Janeiro.
Se você gosta de Acarajé, Vatapá, Caruru, Feijoada, Cocada,
Canjica...agradeça às cozinheiras negras que vieram ao Brasil como
escravas.
Outras heranças: a capoeira ( dança/luta) e o candomblé
( religião)
CAPOEIRA – DANÇA E LUTA
BIBIOGRAFIA:
Sites:
http://revistaescola.abril.com.br/historia/pratica-pedagogica/africa-todos-
511551l
http://ensfundamental1.wordpress.com/
http://sambadacultura.blogspot.com.br/
http://www.suapesquisa.com/
http://www.brasilescola.com/
http://www.slideshare.net/paulomedeiros/dia-da-conscincia-negra-
2483768
Imagens da internet

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tipos de racismo estrutural e institucional
Tipos de racismo estrutural e institucionalTipos de racismo estrutural e institucional
Tipos de racismo estrutural e institucional
Atividades Diversas Cláudia
 
Consciencia negra
Consciencia negraConsciencia negra
Consciencia negra
Estado do RS
 
EAB racismo estrutural.pdf
EAB racismo estrutural.pdfEAB racismo estrutural.pdf
EAB racismo estrutural.pdf
EdinhoLarruscain1
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígena
Valeria Santos
 
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Desigualdade Social
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Desigualdade SocialSlides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Desigualdade Social
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Desigualdade Social
Turma Olímpica
 
Power Point "Racismo e Desigualdades Raciais no Brasil"
Power Point "Racismo e Desigualdades Raciais no Brasil"Power Point "Racismo e Desigualdades Raciais no Brasil"
Power Point "Racismo e Desigualdades Raciais no Brasil"
ANDI - Comunicação e Direitos
 
Dia da Consciencia Negra
Dia da Consciencia NegraDia da Consciencia Negra
Dia da Consciencia Negra
Mensagens Virtuais
 
Índios brasileiros
Índios brasileirosÍndios brasileiros
Índios brasileiros
Paulo Alexandre
 
História Cultural dos Povos Africanos
História Cultural dos Povos AfricanosHistória Cultural dos Povos Africanos
História Cultural dos Povos Africanos
Isaquel Silva
 
Frantz Fanon
Frantz FanonFrantz Fanon
Frantz Fanon
Zelinda Barros
 
Influência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasilInfluência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasil
Nancihorta
 
Sociologia: Raça e Etnicidade
Sociologia: Raça e EtnicidadeSociologia: Raça e Etnicidade
Sociologia: Raça e Etnicidade
Uziram Silva
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
Prof. Noe Assunção
 
Mulheres negras contam sua história
Mulheres negras contam sua história Mulheres negras contam sua história
Mulheres negras contam sua história
População Negra e Saúde
 
Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio cultural
Curso Letrados
 
Racismo no Brasil
Racismo no BrasilRacismo no Brasil
Racismo no Brasil
progerio81
 
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africanaProjeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
lucianazanetti
 
Consciencia negra
Consciencia negraConsciencia negra
Consciencia negra
Dalzilene Carvalho
 
Consciencia Negra1
Consciencia Negra1Consciencia Negra1
Consciencia Negra1
emacon
 
GUERRA DE CANUDOS
GUERRA DE CANUDOSGUERRA DE CANUDOS
GUERRA DE CANUDOS
Louise Caldart Colombo
 

Mais procurados (20)

Tipos de racismo estrutural e institucional
Tipos de racismo estrutural e institucionalTipos de racismo estrutural e institucional
Tipos de racismo estrutural e institucional
 
Consciencia negra
Consciencia negraConsciencia negra
Consciencia negra
 
EAB racismo estrutural.pdf
EAB racismo estrutural.pdfEAB racismo estrutural.pdf
EAB racismo estrutural.pdf
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígena
 
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Desigualdade Social
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Desigualdade SocialSlides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Desigualdade Social
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Desigualdade Social
 
Power Point "Racismo e Desigualdades Raciais no Brasil"
Power Point "Racismo e Desigualdades Raciais no Brasil"Power Point "Racismo e Desigualdades Raciais no Brasil"
Power Point "Racismo e Desigualdades Raciais no Brasil"
 
Dia da Consciencia Negra
Dia da Consciencia NegraDia da Consciencia Negra
Dia da Consciencia Negra
 
Índios brasileiros
Índios brasileirosÍndios brasileiros
Índios brasileiros
 
História Cultural dos Povos Africanos
História Cultural dos Povos AfricanosHistória Cultural dos Povos Africanos
História Cultural dos Povos Africanos
 
Frantz Fanon
Frantz FanonFrantz Fanon
Frantz Fanon
 
Influência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasilInfluência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasil
 
Sociologia: Raça e Etnicidade
Sociologia: Raça e EtnicidadeSociologia: Raça e Etnicidade
Sociologia: Raça e Etnicidade
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CULTURA- Questões discursivas - 1º ano Ensino Médio...
 
Mulheres negras contam sua história
Mulheres negras contam sua história Mulheres negras contam sua história
Mulheres negras contam sua história
 
Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio cultural
 
Racismo no Brasil
Racismo no BrasilRacismo no Brasil
Racismo no Brasil
 
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africanaProjeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
 
Consciencia negra
Consciencia negraConsciencia negra
Consciencia negra
 
Consciencia Negra1
Consciencia Negra1Consciencia Negra1
Consciencia Negra1
 
GUERRA DE CANUDOS
GUERRA DE CANUDOSGUERRA DE CANUDOS
GUERRA DE CANUDOS
 

Destaque

Dia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência NegraDia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência Negra
Paulo Medeiros
 
Dia da consciência negra
Dia da consciência negraDia da consciência negra
Dia da consciência negra
Shirlene Bemfica de Oliveira
 
Encontros interdisciplinares da fcsh geopolitica do petroleo
Encontros interdisciplinares da fcsh geopolitica do petroleoEncontros interdisciplinares da fcsh geopolitica do petroleo
Encontros interdisciplinares da fcsh geopolitica do petroleo
Bruno Pereira Marques
 
Dia da consciência negra
Dia da consciência negraDia da consciência negra
Dia da consciência negra
Samira Antunes
 
Lutas - Conceito e Histórico
Lutas - Conceito e HistóricoLutas - Conceito e Histórico
Lutas - Conceito e Histórico
waldeck
 
Livro Porque somos de cores diferentes?
Livro Porque somos de cores diferentes?Livro Porque somos de cores diferentes?
Livro Porque somos de cores diferentes?
Marina01P
 
Slaide lei áurea até os dias de hoje.
Slaide lei áurea até os dias de hoje.Slaide lei áurea até os dias de hoje.
Slaide lei áurea até os dias de hoje.
1983odilon
 
Quilombo dos Palmares
Quilombo dos PalmaresQuilombo dos Palmares
Quilombo dos Palmares
Lourdes Grasel
 
Zumbi dos palmares
Zumbi dos palmaresZumbi dos palmares
Zumbi dos palmares
guestc53f46
 
Projeto consciência negra powerpoint
Projeto consciência negra powerpointProjeto consciência negra powerpoint
Projeto consciência negra powerpoint
Prefeitura Municipal de Ilhéus
 
Dia da Consciencia Negra
Dia da Consciencia NegraDia da Consciencia Negra
Dia da Consciencia Negra
Fabio Rogerio Nepomuceno
 
Meninas Negras
Meninas NegrasMeninas Negras
Meninas Negras
Ridelc Ahcor Arierep
 
Os negros no brasil colônia
Os negros no brasil colôniaOs negros no brasil colônia
Os negros no brasil colônia
Nelia Salles Nantes
 
Aula Tb New
Aula Tb NewAula Tb New
Aula Tb New
Bruno Silva
 
Aula de LIBRAS - Inicial
Aula de LIBRAS - InicialAula de LIBRAS - Inicial
Aula de LIBRAS - Inicial
Paulo Henrique LIBRAS
 
Projeto consciência negra - E.E. Prof. Carlos de Arnaldo Silva
Projeto consciência negra - E.E. Prof. Carlos de Arnaldo SilvaProjeto consciência negra - E.E. Prof. Carlos de Arnaldo Silva
Projeto consciência negra - E.E. Prof. Carlos de Arnaldo Silva
Lucas Sabadini
 
November 20th isabela clarissa danylian leandra clara min1
November 20th isabela clarissa danylian leandra clara min1November 20th isabela clarissa danylian leandra clara min1
November 20th isabela clarissa danylian leandra clara min1
Shirlene Bemfica de Oliveira
 
Dia da Consciencia Negra
Dia da Consciencia NegraDia da Consciencia Negra
Dia da Consciencia Negra
Emylia Rodrigues
 
Zumbi e o dia da Consciência Negra
Zumbi e o dia da Consciência Negra  Zumbi e o dia da Consciência Negra
Zumbi e o dia da Consciência Negra
Cláudia Miranda
 

Destaque (19)

Dia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência NegraDia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência Negra
 
Dia da consciência negra
Dia da consciência negraDia da consciência negra
Dia da consciência negra
 
Encontros interdisciplinares da fcsh geopolitica do petroleo
Encontros interdisciplinares da fcsh geopolitica do petroleoEncontros interdisciplinares da fcsh geopolitica do petroleo
Encontros interdisciplinares da fcsh geopolitica do petroleo
 
Dia da consciência negra
Dia da consciência negraDia da consciência negra
Dia da consciência negra
 
Lutas - Conceito e Histórico
Lutas - Conceito e HistóricoLutas - Conceito e Histórico
Lutas - Conceito e Histórico
 
Livro Porque somos de cores diferentes?
Livro Porque somos de cores diferentes?Livro Porque somos de cores diferentes?
Livro Porque somos de cores diferentes?
 
Slaide lei áurea até os dias de hoje.
Slaide lei áurea até os dias de hoje.Slaide lei áurea até os dias de hoje.
Slaide lei áurea até os dias de hoje.
 
Quilombo dos Palmares
Quilombo dos PalmaresQuilombo dos Palmares
Quilombo dos Palmares
 
Zumbi dos palmares
Zumbi dos palmaresZumbi dos palmares
Zumbi dos palmares
 
Projeto consciência negra powerpoint
Projeto consciência negra powerpointProjeto consciência negra powerpoint
Projeto consciência negra powerpoint
 
Dia da Consciencia Negra
Dia da Consciencia NegraDia da Consciencia Negra
Dia da Consciencia Negra
 
Meninas Negras
Meninas NegrasMeninas Negras
Meninas Negras
 
Os negros no brasil colônia
Os negros no brasil colôniaOs negros no brasil colônia
Os negros no brasil colônia
 
Aula Tb New
Aula Tb NewAula Tb New
Aula Tb New
 
Aula de LIBRAS - Inicial
Aula de LIBRAS - InicialAula de LIBRAS - Inicial
Aula de LIBRAS - Inicial
 
Projeto consciência negra - E.E. Prof. Carlos de Arnaldo Silva
Projeto consciência negra - E.E. Prof. Carlos de Arnaldo SilvaProjeto consciência negra - E.E. Prof. Carlos de Arnaldo Silva
Projeto consciência negra - E.E. Prof. Carlos de Arnaldo Silva
 
November 20th isabela clarissa danylian leandra clara min1
November 20th isabela clarissa danylian leandra clara min1November 20th isabela clarissa danylian leandra clara min1
November 20th isabela clarissa danylian leandra clara min1
 
Dia da Consciencia Negra
Dia da Consciencia NegraDia da Consciencia Negra
Dia da Consciencia Negra
 
Zumbi e o dia da Consciência Negra
Zumbi e o dia da Consciência Negra  Zumbi e o dia da Consciência Negra
Zumbi e o dia da Consciência Negra
 

Semelhante a Consciência Negra. 20/11/2012

Consciência negra.pptx3
Consciência negra.pptx3Consciência negra.pptx3
Consciência negra.pptx3
Valentina'S *****
 
Consciência negra.pptx3
Consciência negra.pptx3Consciência negra.pptx3
Consciência negra.pptx3
Valentina'S *****
 
20novembro 101122061931-phpapp01
20novembro 101122061931-phpapp0120novembro 101122061931-phpapp01
20novembro 101122061931-phpapp01
jotakim
 
20 novembro
20 novembro20 novembro
20 novembro
Estado do RS
 
Consciencia negra
Consciencia negraConsciencia negra
Consciencia negra
Estado do RS
 
Alane
AlaneAlane
Dia da consciência negra
Dia da consciência negraDia da consciência negra
Dia da consciência negra
ginaufal
 
Consciência Negra
Consciência Negra Consciência Negra
Consciência Negra
NNDA1234
 
Consciência negra
Consciência negraConsciência negra
Consciência negra
temana
 
Dia da consciencia negra. texto
Dia da consciencia negra.   textoDia da consciencia negra.   texto
Dia da consciencia negra. texto
Jorge Marcos Oliveira
 
Trabalhodegeografia 091128180419-phpapp02
Trabalhodegeografia 091128180419-phpapp02Trabalhodegeografia 091128180419-phpapp02
Trabalhodegeografia 091128180419-phpapp02
Arthur Junior
 
TRABALHO CONSCIENCIA NEGRA.pdf
TRABALHO CONSCIENCIA NEGRA.pdfTRABALHO CONSCIENCIA NEGRA.pdf
TRABALHO CONSCIENCIA NEGRA.pdf
ElvesdilimadeLimaSan
 
dia da consciência negra
dia da consciência negradia da consciência negra
dia da consciência negra
thiagorobertroque
 
Marilenag6t1
Marilenag6t1Marilenag6t1
Marilenag6t1
carolineborba
 
Consciência Negra
Consciência NegraConsciência Negra
Consciência Negra
secretaria
 
Mauri Consciência Negra
Mauri Consciência NegraMauri Consciência Negra
Mauri Consciência Negra
AlieteFG
 
Marcuscompleto
MarcuscompletoMarcuscompleto
Marcuscompleto
carolineborba
 
Consciencia Negra
Consciencia NegraConsciencia Negra
Consciencia Negra
Gislaine Porto
 
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Azul Assessoria Acadêmica
 
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Azul Assessoria Acadêmica
 

Semelhante a Consciência Negra. 20/11/2012 (20)

Consciência negra.pptx3
Consciência negra.pptx3Consciência negra.pptx3
Consciência negra.pptx3
 
Consciência negra.pptx3
Consciência negra.pptx3Consciência negra.pptx3
Consciência negra.pptx3
 
20novembro 101122061931-phpapp01
20novembro 101122061931-phpapp0120novembro 101122061931-phpapp01
20novembro 101122061931-phpapp01
 
20 novembro
20 novembro20 novembro
20 novembro
 
Consciencia negra
Consciencia negraConsciencia negra
Consciencia negra
 
Alane
AlaneAlane
Alane
 
Dia da consciência negra
Dia da consciência negraDia da consciência negra
Dia da consciência negra
 
Consciência Negra
Consciência Negra Consciência Negra
Consciência Negra
 
Consciência negra
Consciência negraConsciência negra
Consciência negra
 
Dia da consciencia negra. texto
Dia da consciencia negra.   textoDia da consciencia negra.   texto
Dia da consciencia negra. texto
 
Trabalhodegeografia 091128180419-phpapp02
Trabalhodegeografia 091128180419-phpapp02Trabalhodegeografia 091128180419-phpapp02
Trabalhodegeografia 091128180419-phpapp02
 
TRABALHO CONSCIENCIA NEGRA.pdf
TRABALHO CONSCIENCIA NEGRA.pdfTRABALHO CONSCIENCIA NEGRA.pdf
TRABALHO CONSCIENCIA NEGRA.pdf
 
dia da consciência negra
dia da consciência negradia da consciência negra
dia da consciência negra
 
Marilenag6t1
Marilenag6t1Marilenag6t1
Marilenag6t1
 
Consciência Negra
Consciência NegraConsciência Negra
Consciência Negra
 
Mauri Consciência Negra
Mauri Consciência NegraMauri Consciência Negra
Mauri Consciência Negra
 
Marcuscompleto
MarcuscompletoMarcuscompleto
Marcuscompleto
 
Consciencia Negra
Consciencia NegraConsciencia Negra
Consciencia Negra
 
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
 
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
Olá, futuro docente de História da Educação Básica! Nesta atividade MAPA te c...
 

Último

“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
jbellas2
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
Manuais Formação
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
IslanderAndrade
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 

Último (20)

“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 

Consciência Negra. 20/11/2012

  • 1.
  • 2.
  • 3. Então o que é ter consciência? De acordo com o Dicionário Enciclopédico Larousse é: “Ter noção da própria existência e do mundo exterior”. A Filosofia diz que ter consciência é: “... A percepção daquilo que passa dentro do ser humano ou em seu exterior
  • 4. VOCÊ SABIA QUE: NO DIA VINTE DE NOVEMBRO É O DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA? E QUE A LEI Nº 10.639, DE 9 DE JANEIRO DE 2003 INCLUIU A DATA NO CALENDÁRIO ESCOLAR, TORNANDO OBRIGATÓRIO O ENSINO SOBRE HISTÓRIA E CULTURA AFROBRASILEIRA NAS ESCOLAS? MAS O QUE SIGNIFICA ESSA TAL DE CONSCIÊNCIA NEGRA?
  • 5. O NOME “CONSCIÊNCIA NEGRA” SURGE NA LUTA CONTRA O COLONIALISMO E O RACISMO QUE É FOMENTO CONTRA O NEGRO, NÃO EXISTE LUTA SEM AUTO- ESTIMA, SEM AMOR PRÓPRIO, SEM CONHECERMOS NOSSA HISTÓRIA E NOS ORGULHARMOS DELA. MAS POR OUTRO LADO NÃO BASTA SÓ TERMOS ORGULHO E NÃO LUTARMOS, PORTANTO, AS DUAS AÇÕES DEVEM ESTAR JUNTAS: ORGULHO E LUTA.
  • 6. E CONSCIÊNCIA NEGRA EM 20 DE NOVEMBRO? A CONSCIÊNCIA NEGRA NO BRASIL EM 20 NOVEMBRO É CRIADA COMO UMA DATA ESPECIAL COM O OBJETIVO DE REFLEXIONAR SOBRE A CONSCIÊNCIA NEGRA NA SOCIEDADE ATUAL.
  • 7. Importância da data A criação desta data foi importante, pois serve como um momento de conscientização e reflexão sobre a importância da cultura e do povo africano na formação da cultura nacional. Os negros africanos colaboraram muito, durante nossa história, nos aspectos políticos, sociais, gastronômicos e religiosos de nosso país. É um dia que devemos comemorar nas escolas, nos espaços culturais e em outros locais, valorizando a cultura afro-brasileira. A abolição da escravatura, de forma oficial, só veio em 1888. Porém, os negros sempre resistiram e lutaram contra a opressão e as injustiças advindas da escravidão.
  • 8. A luta pela liberdade dos negros brasileiros jamais cessou. Em 1971, um significativo capítulo de nossa história vinha à tona pela ação de homens e mulheres do Grupo Palmares. Lá do Rio Grande do Sul era revelada a data do assassinato de Zumbi, um dos ícones da República de Palmares. Passados sete anos, ativistas negros reunidos em congresso do Movimento Negro Unificado contra a Discriminação Racial cunharam o 20 de novembro como Dia da Consciência Negra. Em 1978, era dado o passo que tornaria Zumbi dos Palmares um herói nacional, vinculado diretamente à resistência do povo negro.
  • 9. Mapa das civilizações africanas antes da colonização europeia. As primeiras civilizações surgiram na África na Antiguidade:
  • 11. África, o berço de uma humanidade desumana
  • 12. Fluxo Tráfico de Escravos Séc.: XVI
  • 13. Disputa pela Costa Africana - Fluxo de Escravo Séc.:XVII  
  • 14. Século XIX: Era do comércio ilegal de escravos  
  • 15.
  • 16.
  • 17. Desde o início da década de 1970, os brasileiros têm comemorado o Dia da Consciência Negra, em 20 de novembro. A data foi escolhida justamente por ter sido o dia em que Zumbi dos Palmares, símbolo da resistência negra ao regime escravocrata, foi assassinado, em 1695. Seu objetivo é fazer refletir sobre a inserção do negro na sociedade brasileira e sobre a questão da igualdade racial.
  • 18.
  • 19. Zumbi dos Palmares, embora tenha nascido livre, foi capturado quando tinha por volta de sete anos de idade. Entregue a um padre católico, recebeu o batismo e ganhou o nome de Francisco. Aprendeu a língua portuguesa e a religião católica. Porém, aos 15 anos de idade, voltou para viver no quilombo.
  • 20. Em 1680, com 25 anos de idade, Zumbi torna-se líder do quilombo dos Palmares, comandando a resistência contra as topas do governo. Durante seu “governo” a comunidade cresce e se fortalece, obtendo várias vitórias contra os soldados portugueses. O líder Zumbi mostra grande habilidade no planejamento e organização do quilombo, além de coragem e conhecimentos militares. Na época em que Zumbi era líder, o Quilombo dos Palmares alcançou uma população de aproximadamente trinta mil habitantes. Nos quilombos, os negros viviam livres, de acordo com sua cultura, produzindo tudo o que precisavam para viver.
  • 21. O bandeirante Domingos Jorge Velho organiza, no ano de 1694, um grande ataque ao Quilombo dos Palmares. Após uma intensa batalha, Macaco, a sede do quilombo, é totalmente destruída. Ferido, Zumbi consegue fugir, porém é traído por um antigo companheiro e entregue as tropas do bandeirante. Aos 40 anos de idade, foi degolado em 20 de novembro de 1695.
  • 22. Zumbi é considerado um dos grandes líderes da nossa história. Símbolo da resistência e luta contra a escravidão, lutou pela liberdade de culto, religião e pratica da cultura africana no Brasil Colonial. O dia de sua morte, 20 de novembro, é lembrado e comemorado em todo o território nacional como o Dia da Consciência Negra.
  • 23.
  • 24. O RACISMO separa as pessoas. Racistas acreditam que pessoas brancas são superiores aos negros, por exemplo.
  • 25. Todos são iguais e tem as mesmas capacidades, independente de cor, sexo, religião, preferência política. Todos tem direito de uma vida digna e tratados de acordo com sua personalidade, e não pela cor da pele.
  • 26.
  • 27.
  • 28. Você sabia que os negros que vieram da África como escravos trouxeram muitas coisas que até hoje utilizamos? Isso chama-se herança cultural.
  • 29. O SAMBA é o ritmo musical brasileiro mais conhecido no mundo e é uma criação dos negros que viviam na Bahia e foram para o Rio de Janeiro.
  • 30.
  • 31. Se você gosta de Acarajé, Vatapá, Caruru, Feijoada, Cocada, Canjica...agradeça às cozinheiras negras que vieram ao Brasil como escravas.
  • 32.
  • 33. Outras heranças: a capoeira ( dança/luta) e o candomblé ( religião)
  • 34.
  • 36.
  • 37.
  • 38.