1 ano slides

922 visualizações

Publicada em

slides do 1 ano

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
922
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
280
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1 ano slides

  1. 1. Filosofia
  2. 2. MITOLÓGICO PRÉ-SOCRÁTICO (COSMOLÓGICO)
  3. 3. RURAL > URBANA CRIAÇÃO DA MOEDA (ACELEROU O COMÉRCIO GOVERNOS DEMOCRÁTICOS (VOZ E DIREITOS PARA O POVO) RELIGIÃO NATURALISTA
  4. 4. DEUSES? MONTE OLIMPO? MITOS? HERÓIS? TEM COISA ERRADA AÍ...
  5. 5. PHYSIS -Natureza das coisas (essência das coisas) -Eterno Retorno
  6. 6. ARCHÉ -O princípio/origem de todas as coisas -Unidade das coisas
  7. 7. COSMOS -É a totalidade do universo -Ordem natural que existe no mundo a partir da arché
  8. 8. LOGOS -Capacidade de pensar e entender as coisas a partir da racionalidade humana
  9. 9. PRINCIPAIS ESCOLAS Escola Jônica* Escola Pluralista Escola Atomista Escola Eleata* Escola Pitagórica*
  10. 10. Toda mudança é ilusória
  11. 11. COSMOS – realidade/universo PHYSIS – realidade física/material do universo ARCHÉ – o princípio/essência dessas coisas físicas LOGOS – uso do pensamento/inteligência para compreender o princípio físico do universo
  12. 12. Tales de Mileto (624 – 558 a.C.)
  13. 13. “Tudo COMEÇA, tudo se SUSTENTA e tudo TERMINA na água” -Alimentos, sementes, calor, frio... -Para nascer a VIDA, é preciso a água. - OU SEJA, a água é o que dá vida às coisas. -A água brota do mundo. Portanto, a essência do mundo é a água.
  14. 14. PLANTAS ANIMAIS S. HUMANO
  15. 15. CORPO ALMA (ANIMA, ANIMADO) +
  16. 16. Pitágoras (571 – 496 a.C.)
  17. 17. ORDEM MATEMÁTICA-MUSICAL
  18. 18. ORDEM MATEMÁTICA-UNIVERSAL
  19. 19. A matemática e a música são meios de purificação da alma. -A ‘escola pitagórica’ era uma sociedade secreta. -Imortalidade da alma -transmigração da alma
  20. 20. A matemática e a música são meios de purificação da alma. -A ‘escola pitagórica’ era uma sociedade secreta. -Imortalidade da alma -transmigração da alma
  21. 21. Parmênides (530 – 460 a.C.)
  22. 22. ARCHÉS TALES DE MILETO ANAXIMANDRO PITÁGORAS
  23. 23. SER O ser é e o não-ser não é.
  24. 24. SER Tudo o que existe no mundo é algo
  25. 25. OS SENTIDOS NOS ENGANAM!
  26. 26. O SER e o PENSAR coincidem! logo... Tudo é ser (pelo menos aquilo que existe).
  27. 27. Nada pode ser e não-ser ao mesmo tempo.
  28. 28. O ser é INCRIADO, ETERNO E IMÓVEL.
  29. 29. Heráclito (535 – 470 a.C.)
  30. 30. Um homem não pode se banhar duas vezes no mesmo rio.
  31. 31. ARCHÉ VIR A SER = MOVIMENTO
  32. 32. As coisas frias se aquecem, as coisas quentes se esfriam, as coisas úmidas secam, as coisas secas umedecem, o jovem envelhece, o vivo morre...
  33. 33. ...eu sou e não sou ao mesmo tempo. Para ser agora, preciso deixar de ser o que era antes, ou seja, aquilo passa a ser o não-ser.
  34. 34. PARMÊNIDES HERÁCLITO O princípio das coisas era o ser. Simbolizava no fogo o princípio das coisas. O ser é imutável. O ser está em constante mudança. A verdade está no ser, para além dos fenômenos. A verdade está no vir a ser, no movimento. A linguagem simboliza o ser. Dessa forma, a inteligência (logos) pode captar a verdade. A linguagem jamais pode captar o que é a coisa, de forma que a inteligência (logos) não exprime o ser. O ser não pode ser e não-ser ao mesmo tempo. O ser é e não é ao mesmo tempo, pois tudo flui conforme os contrários.
  35. 35. Será que não é melhor investigar o sujeito que pergunta pelas coisas (o ser humano) do que investigar as coisas? COSMOLÓGICO ANTROPOLÓGICO
  36. 36. PERÍODO SOCRÁTICO >Os sofistas inauguram o período socrático. Sofista: qualquer um que pratique uma forma de sophia. Sophos - sábios Atendem a necessidade de uma nova educação.
  37. 37. Os Sofistas
  38. 38. Contexto histórico • Época de lutas políticas e intenso conflito de opiniões. • Atenas vence os Persas, assumindo a hegemonia.
  39. 39. Educação >educação racionalista e democrática >destinada a formação do cidadão >substitui a educação tradicional, religiosa, conservadora e aristocrática.
  40. 40. Areté • A partir disso, a areté (virtude política) seria praticada livremente e igualmente por todos. • A democracia é dialogal e dialética. O lógos (inteligência), assume papel preponderante.
  41. 41. Areté praticada por todos
  42. 42. Sofistas >Críticos aos mitos tradicionais >Se opunham aos pré-socráticos >Substituíram a natureza o principal objeto de reflexão pela arte da persuasão (RETÓRICA).
  43. 43. >Sofistas: Professores ambulantes, cobravam pelos ensinamentos. >Atraiam a juventude ansiosa para participar da vida pública. > Interessavam-se pelo homem e pelo seu lugar na sociedade.
  44. 44. >Os sofistas proferiam e ensinavam seus discípulos a utilizar a arte da fala que permitia provar o pró e o contra, a tese e a tese contrária. > Foi essa indiferença pela conteúdo que o pecado atribuído pelos sofistas.
  45. 45. Protágoras de Abdera cerca de 487- 420 a.C. "O homem é a medida de todas as coisas“. >Seu propósito era formar cidadãos, cuja vida em sua plenitude, é a vida pública. A verdade é sempre relativa. É melhor buscar a utilidade das coisas do que as suas essências. VERDADE > PALAVRA
  46. 46. • Primeiros sofistas conhecidos eram Protágoras, Górgias e Isócratres. • Hípias, Pródico, Crítias, Antifonte e Trasímaco
  47. 47. QUESTÃO Via de regra, os sofistas eram homens que tinham feito longas viagens e, por isso mesmo, tinham conhecido diferentes sistemas de governo. Usos, costumes e leis das cidades- Estados podiam variar enormemente. Sob esse pano de fundo, os sofistas iniciaram em Atenas uma discussão sobre o que seria natural e o que seria criado pela sociedade. (GAARDER, J. O Mundo de Sofia
  48. 48. Principais filósofos da Antiguidade Sócrates, Platão e Aristóteles >Sócrates representa uma linha de separação do ponto de vista cronológico e geográfico: “os sofistas são verdadeiros biscateiros da verdade!”
  49. 49. Sócrates
  50. 50. • Sócrates existiu? • Sócrates “real” • Sócrates “personagem” Procura-se
  51. 51. Nascido em Atenas, Sócrates (470-399 a.C.), não deixou nada escrito. >Aconselhava às pessoas a buscar o auto-conhecimento. > Ética (ethos – costumes) > Moral (moris – costumes)
  52. 52. • “Conhece a ti mesmo.” – a alma humana está “grávida” da verdade. :mensagem escrita na entrada do templo de Apolo, e proferida por Sócrates. • “Só sei que nada sei”!
  53. 53. >Perguntador incansável, irritante, dialogava com todos sobre variados assuntos. >Interrogava as pessoas sobre as coisas que hipoteticamente deveriam saber e verificava que não sabiam.
  54. 54. Diálogo >parecia querer ele mesmo aprender com o seu interlocutor. Diálogo possui duas fases:
  55. 55. Ironia (do grego “interrogação”) • Sócrates interrogava as pessoas e depois atacava suas respostas • procurava evidenciar as contradições afirmadas, os novos problemas que surgiam
  56. 56. Confutação • Seu objetivo inicial era demolir, o orgulho, a arrogância e a presunção do saber. • “Sei que nada sei”
  57. 57. Maiêutica • > Novamente, Sócrates lhes propunha uma série de questões. • com a continuidade do diálogo, Sócrates ajudava as pessoas a lembrar do que já sabiam, (pensava que a sabedoria estava dentro de nós -inata).
  58. 58. >No entanto, foi condenado à morte devido à sua atividade filosófica. >Acusado de subversão, por não reconhecer os deuses do Estado, >Introduzir novos deuses (demônios) >E de corrupção da juventude.
  59. 59. PHYSIS > PSYCHÉ • Psyché – alma humana - É a melhor parte do ser humano (o diferencia das demais coisas) “a alma coincide com a nossa consciência pensante e operante, com a nossa razão e com a sede da nossa atividade pensante e eticamente operante. A alma é o eu consciente, é a personalidade intelectual e moral”.
  60. 60. ALMA: manancial das ideias Ideias morais Ideias intelectuais PENSARAGIR “uma pessoa faz o mal simplesmente por IGNORÂNCIA, nada mais.”
  61. 61. • Buscam o sucesso e ensinam como consegui-lo. • Para ter sucesso, é necessário fazer carreira. • Se gabam de saberem tudo e de ensinarem a todos. • Aprender é coisa facílima. • O valor de qualquer conhecimento ou lei moral é relativo. • Busca só a VERDADE. • Para se chegar à verdade é preciso abrir mãe da riqueza, honra, prazeres e CONHECER A SI MESMO. • “Só sei que nada sei”. • Aprender não é fácil; é um processo lento e progressivo. • Existem conhecimentos e leis morais com valores universais.
  62. 62. SÓCRATES AUTO-CONHECIMENTO “Conhece-te a ti mesmo” ALMA [= psyché] (grávida do conhecimento) MÉTODO DIALÉTICO (DIÁLOGO) 1) IRONIA 2) CONFUTAÇÃO 3) MAIÊUTICA DEUS (UNO, PURO E PERFEITO) Ideias morais (bom/mal) Ideias intelectuais (falso/verdadeiro) PARTURIR “demônio” Só sei que nada sei.

×