SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
DO MOVIMENTO SOFISTA À FILOSOFIA MORAL.
Significou a passagem da physis ao
  MOVIMENTO SOFISTA                      homem em sociedade.



                               • Cobravam por seus ensinamentos.
Vem do grego
Sophos = sábio                 • Ensinavam a retórica / arte da persuasão.

                               • projeção do homem em sociedade



                               areté: virtude


                      Sofistas Maiores: ligados à aristocracia ateniense.




                      Sofistas menores: pertencentes camada emergente
                      de artesãos e comerciantes.
“o homem é a medida de todas as coisas”

                                      Critério de decisão
  Protágoras
(481-420 a. C.)

Foi professor de
                                   Relativismo: o conhecimento é relativo a
     Péricles                      cada um; uma coisa pode ter significados
                                   diferentes para as pessoas.



                                   Nada é bom ou ruim; verdadeiro ou
                                   falso. Tudo é estabelecido da relação
                                   sujeito/objeto, através de suas
                                   percepções.


                   • utilitarismo primitivo: “uma coisa é verdadeira quando é
                   util.”
Diferentemente dos sofistas Sócrates não concordava com a
                                       ideia de vender seus discursos.



                                                   Método socrático
                                                                                   Areté:

                                           Parir das ideias                      trata-se da
  SÓCRATES                                                                      identificação
(469 – 399 a.C.)                                                                     dos
                             Ironia: através de        Maiêutica: concentra-      princípios
                          interrogações Sócrates        se na ideia de que o       morais
                                                                                  absolutos
                               conduzia seus              conhecimento é
                                                                                baseados na
     Junto a                   seguidores ao              inerente ao ser           razão.
 Protágoras é                desenvolvimento               humano, basta
  considerado                    racional.             perguntas adequadas.
  fundador da
Filosofia moral.
                                         “conhece-te a ti mesmo”           Tenha consciência de
       Reconhecimento da ignorância                                           tua ignorância
       diante das questões humanas          “sei que nada sei”
MORAL OU ÉTICA?




A moral corresponde ao tipo de
princípios, valores e normas que
regem a conduta dos seres
humanos em sociedade.


                                            Ética diz respeito a área específica
                                            do saber filosófico que consiste na
                                            verificação       racional      dos
                                            fundamentos da moralidade.
“ Estás enganado, se pensas que um homem de bem deve ficar pensando, ao
praticar seus atos, sobre a possibilidade de vida ou morte. O homem de valor moral
 deve considerar apenas, em seus atos, se eles são justos ou injustos, corajosos ou
                                      covardes”.
                                                        PLATÃO. Defesa de Sócrates, p. 14(adaptado)
Platão (427-347 a. C)
O pensamento Platônico é dividido em três períodos:
                        Socrático, Intermediário e Maturidade.

                                             • Buscou resgatar a imagem de Sócrates.
                         Período socrático   • ocorre a valorização da razão e da ética.
                          (393-389 a. C.)    •Diálogos em forma de aporia (nenhuma
                                             conclusão estabelecida)



Platão (427-347 a. C)                        • Filosofia baseada não somente em
                             Período         questões éticas / morais.
                          intermediário      • Formulação da teoria das ideias.
                          (385-370 a. C.)    • A reminiscência platônica.
Em 387 a. C. fundou a                        • Método dialético
   escola chamada
    academia, nos
 subúrbios de Atenas
                             Período da      • Considerado o período de auto-crítica
                            maturidade       platônica.
                                             • Identificação e antecipação dos pontos
                           (369-347 a.C.)
                                             vulneráveis de sua teoria.
O MUNDO DAS IDEIAS

                                     Para Platão o conhecimento verdadeiro é
                                          dividido hierarquicamente em




        MUNDO INTELIGÍVEL                                                      MUNDO SENSÍVEL
• Eterno e imutável                                                 • Percebido pelos sentidos
• Onde reside a verdade                                             • Universo material
• Responsável pelo mundo sensível.                                  • Copias físicas do inteligível


 Mundo da razão = causa de tudo que existe.                         Prevalecem as aparências = nos enganam.


 Verdade                                                                                       opinião


                 Foram criados por um deus inferior, demiurgo = Artesão do
                                         mundo
HOMEM; CORPO E ALMA




          Alma                           Dualidade                      Corpo
                                         Platônica

Imortal, imutável, inteligível                                Matéria, perecível, sensível


                            Guia a alma, habitação da razão

         Racional
                                 Emoções superiores: honra, ódio,
                                 injustiça = obedece a razão.
        Emocional



                                     Desejos inferiores,
          Sensual                    carnais, rebelde.
Como a alma é imortal, quando em
  A REMINISCÊNCIA OU REMEMORAÇÃO               contato com o homem (sensível), ela
                                               estaria reconhecendo ideias passadas.
  A aprendizagem é sinônimo de recordação.




                  ARTE
                                                             O belo, é entendido
                                                             por Platão como
                                                             algo uno, atingido
Para Platão, os artistas são inúteis já que,
                                                             através da alma.
  a arte nada mais é do que a cópia do         BELO
           mundo das ideias.
                                                             A ideia de beleza
                                                             esta contida no
                         Baseada na areté.                   mundo inteligivel.
EDUCAÇÃO                 o ser humano
                         deve ser educado
                         para a virtude.
O Estado Proposto por Platão
                                              1º (20 ano)
                     O Estado               Identificaria as
                 assumiria o papel         “alma de bronze”
                   da Educação           Deveriam dedica-se a
                                        subsistência da cidade.

                                             2º (30 anos)
ESTADO IDEAL
                   Educação para           Identificaria as
 (Cidade Bela)
                   todos até os 20        “almas de Prata”
    Callipolis      anos de idade      Deveriam dedicarem-se a
                                          defesa da Cidade


                 O Estado orientaria         3º (50 anos)
                      a Eugenia            Identificaria as
                 (reprodução humana)      “almas de Ouro”
                                       Caberia a eles o governa
                                              da Cidade

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lista de exercicios da 1ª série com gabarito em agosto
Lista de exercicios da 1ª série com gabarito em agostoLista de exercicios da 1ª série com gabarito em agosto
Lista de exercicios da 1ª série com gabarito em agostoGleycilene Garcia Lima
 
Avaliação de filosofia 2 b
Avaliação de filosofia 2 bAvaliação de filosofia 2 b
Avaliação de filosofia 2 bMarcia Oliveira
 
Atividades filosofia mito, senso comum e pensamento filosófico e científico
Atividades filosofia mito, senso comum e pensamento filosófico e científicoAtividades filosofia mito, senso comum e pensamento filosófico e científico
Atividades filosofia mito, senso comum e pensamento filosófico e científicoDoug Caesar
 
O conhecimento na Grécia antiga
O conhecimento na Grécia antigaO conhecimento na Grécia antiga
O conhecimento na Grécia antigaMary Alvarenga
 
Aula de Filosofia - Aristóteles
Aula de Filosofia - AristótelesAula de Filosofia - Aristóteles
Aula de Filosofia - AristótelesRafael Oliveira
 
Texto filosofia - Indagar
Texto filosofia - Indagar Texto filosofia - Indagar
Texto filosofia - Indagar Mary Alvarenga
 
Filosofia 6 ano 3 bim origem da filosofia
Filosofia 6 ano 3 bim origem da filosofiaFilosofia 6 ano 3 bim origem da filosofia
Filosofia 6 ano 3 bim origem da filosofiaLili Moreno
 
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?Douglas Barraqui
 
Simulado de Filosofia 3º ano / 2015
Simulado de Filosofia  3º ano  / 2015Simulado de Filosofia  3º ano  / 2015
Simulado de Filosofia 3º ano / 2015Mary Alvarenga
 
Exercicio de filosofia
Exercicio de filosofiaExercicio de filosofia
Exercicio de filosofiaMarcio
 
Aulas de filosofia platão
Aulas de filosofia platãoAulas de filosofia platão
Aulas de filosofia platãoPéricles Penuel
 
A filosofia e outras formas de pensar (mito, religião e senso comum)
A filosofia e outras formas de pensar (mito, religião e senso comum)A filosofia e outras formas de pensar (mito, religião e senso comum)
A filosofia e outras formas de pensar (mito, religião e senso comum)Marcela Marangon Ribeiro
 

Mais procurados (20)

Lista de exercicios da 1ª série com gabarito em agosto
Lista de exercicios da 1ª série com gabarito em agostoLista de exercicios da 1ª série com gabarito em agosto
Lista de exercicios da 1ª série com gabarito em agosto
 
Prova filosofia 3º ano
Prova filosofia 3º anoProva filosofia 3º ano
Prova filosofia 3º ano
 
Avaliação de filosofia 2 b
Avaliação de filosofia 2 bAvaliação de filosofia 2 b
Avaliação de filosofia 2 b
 
Filosofia ensino médio
Filosofia   ensino médioFilosofia   ensino médio
Filosofia ensino médio
 
ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA
 
Atividades filosofia mito, senso comum e pensamento filosófico e científico
Atividades filosofia mito, senso comum e pensamento filosófico e científicoAtividades filosofia mito, senso comum e pensamento filosófico e científico
Atividades filosofia mito, senso comum e pensamento filosófico e científico
 
O conhecimento na Grécia antiga
O conhecimento na Grécia antigaO conhecimento na Grécia antiga
O conhecimento na Grécia antiga
 
Atividades de filosofia
Atividades de filosofiaAtividades de filosofia
Atividades de filosofia
 
Aula de Filosofia - Aristóteles
Aula de Filosofia - AristótelesAula de Filosofia - Aristóteles
Aula de Filosofia - Aristóteles
 
O que é Filosofia?
O que é Filosofia?O que é Filosofia?
O que é Filosofia?
 
Texto filosofia - Indagar
Texto filosofia - Indagar Texto filosofia - Indagar
Texto filosofia - Indagar
 
Filosofia 6 ano 3 bim origem da filosofia
Filosofia 6 ano 3 bim origem da filosofiaFilosofia 6 ano 3 bim origem da filosofia
Filosofia 6 ano 3 bim origem da filosofia
 
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
FILOSOFIA - O QUE É O SER HUMANO?
 
Aula de filosofia
Aula de filosofia Aula de filosofia
Aula de filosofia
 
Simulado de Filosofia 3º ano / 2015
Simulado de Filosofia  3º ano  / 2015Simulado de Filosofia  3º ano  / 2015
Simulado de Filosofia 3º ano / 2015
 
Exercicio de filosofia
Exercicio de filosofiaExercicio de filosofia
Exercicio de filosofia
 
Aulas de filosofia platão
Aulas de filosofia platãoAulas de filosofia platão
Aulas de filosofia platão
 
Criacionismo e evolucionismo
Criacionismo e evolucionismoCriacionismo e evolucionismo
Criacionismo e evolucionismo
 
Racionalismo x Empirismo
Racionalismo x EmpirismoRacionalismo x Empirismo
Racionalismo x Empirismo
 
A filosofia e outras formas de pensar (mito, religião e senso comum)
A filosofia e outras formas de pensar (mito, religião e senso comum)A filosofia e outras formas de pensar (mito, religião e senso comum)
A filosofia e outras formas de pensar (mito, religião e senso comum)
 

Destaque

2. sócrates, sofistas, platão e aristóteles
2. sócrates, sofistas, platão e aristóteles2. sócrates, sofistas, platão e aristóteles
2. sócrates, sofistas, platão e aristótelesTiago Kestering Pereira
 
Sofisti: il movimento sofistico
Sofisti: il movimento sofisticoSofisti: il movimento sofistico
Sofisti: il movimento sofisticoGianfranco Marini
 
Hobbes e o poder absoluto do Estado
Hobbes e o poder absoluto do EstadoHobbes e o poder absoluto do Estado
Hobbes e o poder absoluto do EstadoAlison Nunes
 
05. contrato social thomas hobbes
05. contrato social   thomas hobbes05. contrato social   thomas hobbes
05. contrato social thomas hobbesHernando Professor
 
Aula de filosofia antiga, tema: Sofistas
Aula de filosofia antiga, tema: SofistasAula de filosofia antiga, tema: Sofistas
Aula de filosofia antiga, tema: SofistasLeandro Nazareth Souto
 
Sofistas e socrates
Sofistas e socratesSofistas e socrates
Sofistas e socratesUNESC
 
AlfabetizaçãO MéTodo Tradicional Ativ
AlfabetizaçãO   MéTodo Tradicional  AtivAlfabetizaçãO   MéTodo Tradicional  Ativ
AlfabetizaçãO MéTodo Tradicional Ativguestafad9c
 
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe AssunçãoATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
Sócrates, Platão e Aristóteles
Sócrates, Platão e AristótelesSócrates, Platão e Aristóteles
Sócrates, Platão e AristótelesErizon Júnior
 
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos  pnaic u_nidade 41 jogos diversos  pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4Isa ...
 

Destaque (16)

2. sócrates, sofistas, platão e aristóteles
2. sócrates, sofistas, platão e aristóteles2. sócrates, sofistas, platão e aristóteles
2. sócrates, sofistas, platão e aristóteles
 
Sofisti: il movimento sofistico
Sofisti: il movimento sofisticoSofisti: il movimento sofistico
Sofisti: il movimento sofistico
 
Protágoras
ProtágorasProtágoras
Protágoras
 
3 Antiguidade Grega
3 Antiguidade Grega3 Antiguidade Grega
3 Antiguidade Grega
 
Hobbes e o poder absoluto do Estado
Hobbes e o poder absoluto do EstadoHobbes e o poder absoluto do Estado
Hobbes e o poder absoluto do Estado
 
05. contrato social thomas hobbes
05. contrato social   thomas hobbes05. contrato social   thomas hobbes
05. contrato social thomas hobbes
 
Antiguidade Romana
Antiguidade RomanaAntiguidade Romana
Antiguidade Romana
 
Aula de filosofia antiga, tema: Sofistas
Aula de filosofia antiga, tema: SofistasAula de filosofia antiga, tema: Sofistas
Aula de filosofia antiga, tema: Sofistas
 
Sofistas e socrates
Sofistas e socratesSofistas e socrates
Sofistas e socrates
 
Educação romana
Educação romanaEducação romana
Educação romana
 
AlfabetizaçãO MéTodo Tradicional Ativ
AlfabetizaçãO   MéTodo Tradicional  AtivAlfabetizaçãO   MéTodo Tradicional  Ativ
AlfabetizaçãO MéTodo Tradicional Ativ
 
Fichas de leitura texto e palavras
Fichas de leitura   texto e palavrasFichas de leitura   texto e palavras
Fichas de leitura texto e palavras
 
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe AssunçãoATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
 
Sócrates, Platão e Aristóteles
Sócrates, Platão e AristótelesSócrates, Platão e Aristóteles
Sócrates, Platão e Aristóteles
 
Freud aprendizagem desenvolvimento e fases
Freud aprendizagem desenvolvimento e fasesFreud aprendizagem desenvolvimento e fases
Freud aprendizagem desenvolvimento e fases
 
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos  pnaic u_nidade 41 jogos diversos  pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
 

Semelhante a Dos sofistas à filosofia moral de Platão

Filosofia Grega Clássica ao Helenismo
Filosofia Grega Clássica ao HelenismoFilosofia Grega Clássica ao Helenismo
Filosofia Grega Clássica ao HelenismoCarson Souza
 
Cap 3 os mestres do pensamento - postar
Cap 3   os mestres do pensamento - postarCap 3   os mestres do pensamento - postar
Cap 3 os mestres do pensamento - postarJosé Ferreira Júnior
 
UA 3Platão sua vida e obra, com detalhes de sua vida
UA 3Platão sua vida e obra, com detalhes de sua vidaUA 3Platão sua vida e obra, com detalhes de sua vida
UA 3Platão sua vida e obra, com detalhes de sua vidaSavioPereira45
 
Filosofia Grega Clássica ao Helenismo-Prof.Altair Aguilar.
Filosofia Grega Clássica ao Helenismo-Prof.Altair Aguilar.Filosofia Grega Clássica ao Helenismo-Prof.Altair Aguilar.
Filosofia Grega Clássica ao Helenismo-Prof.Altair Aguilar.Altair Moisés Aguilar
 
Aula 1 opt - conceitos e princípios de ética
Aula 1   opt - conceitos e princípios de éticaAula 1   opt - conceitos e princípios de ética
Aula 1 opt - conceitos e princípios de éticaLuciana C. L. Silva
 
A República (Mito da Caverna) - Seminário de Filosofia
A República (Mito da Caverna) - Seminário de FilosofiaA República (Mito da Caverna) - Seminário de Filosofia
A República (Mito da Caverna) - Seminário de FilosofiaIngrid Schmidt
 
Aula de filosofia antiga platão de atenas
Aula de filosofia antiga   platão de atenasAula de filosofia antiga   platão de atenas
Aula de filosofia antiga platão de atenasLeandro Nazareth Souto
 
Ética na Grécia antiga by Ernandez Oliveira
Ética na Grécia antiga by Ernandez OliveiraÉtica na Grécia antiga by Ernandez Oliveira
Ética na Grécia antiga by Ernandez OliveiraErnandez Oliveira
 
Slides - Aula 03 - Empirismo.pdf
Slides - Aula 03 - Empirismo.pdfSlides - Aula 03 - Empirismo.pdf
Slides - Aula 03 - Empirismo.pdfNatan Baptista
 
Filosofia: trajetórias
Filosofia: trajetóriasFilosofia: trajetórias
Filosofia: trajetóriasRoney Gusmão
 

Semelhante a Dos sofistas à filosofia moral de Platão (20)

Platão
PlatãoPlatão
Platão
 
Filosofia Grega Clássica ao Helenismo
Filosofia Grega Clássica ao HelenismoFilosofia Grega Clássica ao Helenismo
Filosofia Grega Clássica ao Helenismo
 
1 o nascimento da filosofia - dos pré-socráticos à aristóteles
1   o nascimento da filosofia - dos pré-socráticos à aristóteles1   o nascimento da filosofia - dos pré-socráticos à aristóteles
1 o nascimento da filosofia - dos pré-socráticos à aristóteles
 
Cap 3 os mestres do pensamento - postar
Cap 3   os mestres do pensamento - postarCap 3   os mestres do pensamento - postar
Cap 3 os mestres do pensamento - postar
 
A filosofia
A filosofiaA filosofia
A filosofia
 
UA 3Platão sua vida e obra, com detalhes de sua vida
UA 3Platão sua vida e obra, com detalhes de sua vidaUA 3Platão sua vida e obra, com detalhes de sua vida
UA 3Platão sua vida e obra, com detalhes de sua vida
 
Filosofia Grega Clássica ao Helenismo-Prof.Altair Aguilar.
Filosofia Grega Clássica ao Helenismo-Prof.Altair Aguilar.Filosofia Grega Clássica ao Helenismo-Prof.Altair Aguilar.
Filosofia Grega Clássica ao Helenismo-Prof.Altair Aguilar.
 
Aula 1 opt - conceitos e princípios de ética
Aula 1   opt - conceitos e princípios de éticaAula 1   opt - conceitos e princípios de ética
Aula 1 opt - conceitos e princípios de ética
 
A República (Mito da Caverna) - Seminário de Filosofia
A República (Mito da Caverna) - Seminário de FilosofiaA República (Mito da Caverna) - Seminário de Filosofia
A República (Mito da Caverna) - Seminário de Filosofia
 
Aula de filosofia antiga platão de atenas
Aula de filosofia antiga   platão de atenasAula de filosofia antiga   platão de atenas
Aula de filosofia antiga platão de atenas
 
Filosofia Socrática
Filosofia SocráticaFilosofia Socrática
Filosofia Socrática
 
O conhecimento
O conhecimentoO conhecimento
O conhecimento
 
1 ano slides
1 ano slides1 ano slides
1 ano slides
 
Ética na Grécia antiga by Ernandez Oliveira
Ética na Grécia antiga by Ernandez OliveiraÉtica na Grécia antiga by Ernandez Oliveira
Ética na Grécia antiga by Ernandez Oliveira
 
1 ano
1 ano1 ano
1 ano
 
A razão
A razãoA razão
A razão
 
Slides - Aula 03 - Empirismo.pdf
Slides - Aula 03 - Empirismo.pdfSlides - Aula 03 - Empirismo.pdf
Slides - Aula 03 - Empirismo.pdf
 
Nietzsche
NietzscheNietzsche
Nietzsche
 
Sócrates
SócratesSócrates
Sócrates
 
Filosofia: trajetórias
Filosofia: trajetóriasFilosofia: trajetórias
Filosofia: trajetórias
 

Mais de Alison Nunes

Tarefa 1º em gregos.
Tarefa 1º em   gregos.Tarefa 1º em   gregos.
Tarefa 1º em gregos.Alison Nunes
 
Cultura e sociedade
Cultura e sociedadeCultura e sociedade
Cultura e sociedadeAlison Nunes
 
Cultura Brasileira e Sincretismo.
Cultura Brasileira e Sincretismo.Cultura Brasileira e Sincretismo.
Cultura Brasileira e Sincretismo.Alison Nunes
 
Jean Jacques Rousseau
Jean Jacques RousseauJean Jacques Rousseau
Jean Jacques RousseauAlison Nunes
 
Filosofia Medieval
Filosofia MedievalFilosofia Medieval
Filosofia MedievalAlison Nunes
 
Introdução à Sociologia
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à SociologiaAlison Nunes
 
Cultura e Sociedade
Cultura e SociedadeCultura e Sociedade
Cultura e SociedadeAlison Nunes
 
A sociologia pós- clássicos
A sociologia pós- clássicosA sociologia pós- clássicos
A sociologia pós- clássicosAlison Nunes
 
A sociologia de Max Weber
A  sociologia de Max WeberA  sociologia de Max Weber
A sociologia de Max WeberAlison Nunes
 
A filosofia medieval
A filosofia medievalA filosofia medieval
A filosofia medievalAlison Nunes
 
Marx e o socialismo científico
Marx e o socialismo científicoMarx e o socialismo científico
Marx e o socialismo científicoAlison Nunes
 
O surgimento da filosofia
O surgimento da filosofiaO surgimento da filosofia
O surgimento da filosofiaAlison Nunes
 

Mais de Alison Nunes (16)

Tarefa 1º em gregos.
Tarefa 1º em   gregos.Tarefa 1º em   gregos.
Tarefa 1º em gregos.
 
Cultura e sociedade
Cultura e sociedadeCultura e sociedade
Cultura e sociedade
 
Cultura Brasileira e Sincretismo.
Cultura Brasileira e Sincretismo.Cultura Brasileira e Sincretismo.
Cultura Brasileira e Sincretismo.
 
Jean Jacques Rousseau
Jean Jacques RousseauJean Jacques Rousseau
Jean Jacques Rousseau
 
Filosofia Medieval
Filosofia MedievalFilosofia Medieval
Filosofia Medieval
 
John Locke
John LockeJohn Locke
John Locke
 
Introdução à Sociologia
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à Sociologia
 
Maquiavel
MaquiavelMaquiavel
Maquiavel
 
Cultura e Sociedade
Cultura e SociedadeCultura e Sociedade
Cultura e Sociedade
 
A sociologia pós- clássicos
A sociologia pós- clássicosA sociologia pós- clássicos
A sociologia pós- clássicos
 
A sociologia de Max Weber
A  sociologia de Max WeberA  sociologia de Max Weber
A sociologia de Max Weber
 
O racionalismo
O racionalismoO racionalismo
O racionalismo
 
A filosofia medieval
A filosofia medievalA filosofia medieval
A filosofia medieval
 
Marx e o socialismo científico
Marx e o socialismo científicoMarx e o socialismo científico
Marx e o socialismo científico
 
Aristóteles
AristótelesAristóteles
Aristóteles
 
O surgimento da filosofia
O surgimento da filosofiaO surgimento da filosofia
O surgimento da filosofia
 

Dos sofistas à filosofia moral de Platão

  • 1. DO MOVIMENTO SOFISTA À FILOSOFIA MORAL.
  • 2. Significou a passagem da physis ao MOVIMENTO SOFISTA homem em sociedade. • Cobravam por seus ensinamentos. Vem do grego Sophos = sábio • Ensinavam a retórica / arte da persuasão. • projeção do homem em sociedade areté: virtude Sofistas Maiores: ligados à aristocracia ateniense. Sofistas menores: pertencentes camada emergente de artesãos e comerciantes.
  • 3. “o homem é a medida de todas as coisas” Critério de decisão Protágoras (481-420 a. C.) Foi professor de Relativismo: o conhecimento é relativo a Péricles cada um; uma coisa pode ter significados diferentes para as pessoas. Nada é bom ou ruim; verdadeiro ou falso. Tudo é estabelecido da relação sujeito/objeto, através de suas percepções. • utilitarismo primitivo: “uma coisa é verdadeira quando é util.”
  • 4. Diferentemente dos sofistas Sócrates não concordava com a ideia de vender seus discursos. Método socrático Areté: Parir das ideias trata-se da SÓCRATES identificação (469 – 399 a.C.) dos Ironia: através de Maiêutica: concentra- princípios interrogações Sócrates se na ideia de que o morais absolutos conduzia seus conhecimento é baseados na Junto a seguidores ao inerente ao ser razão. Protágoras é desenvolvimento humano, basta considerado racional. perguntas adequadas. fundador da Filosofia moral. “conhece-te a ti mesmo” Tenha consciência de Reconhecimento da ignorância tua ignorância diante das questões humanas “sei que nada sei”
  • 5. MORAL OU ÉTICA? A moral corresponde ao tipo de princípios, valores e normas que regem a conduta dos seres humanos em sociedade. Ética diz respeito a área específica do saber filosófico que consiste na verificação racional dos fundamentos da moralidade.
  • 6. “ Estás enganado, se pensas que um homem de bem deve ficar pensando, ao praticar seus atos, sobre a possibilidade de vida ou morte. O homem de valor moral deve considerar apenas, em seus atos, se eles são justos ou injustos, corajosos ou covardes”. PLATÃO. Defesa de Sócrates, p. 14(adaptado)
  • 8. O pensamento Platônico é dividido em três períodos: Socrático, Intermediário e Maturidade. • Buscou resgatar a imagem de Sócrates. Período socrático • ocorre a valorização da razão e da ética. (393-389 a. C.) •Diálogos em forma de aporia (nenhuma conclusão estabelecida) Platão (427-347 a. C) • Filosofia baseada não somente em Período questões éticas / morais. intermediário • Formulação da teoria das ideias. (385-370 a. C.) • A reminiscência platônica. Em 387 a. C. fundou a • Método dialético escola chamada academia, nos subúrbios de Atenas Período da • Considerado o período de auto-crítica maturidade platônica. • Identificação e antecipação dos pontos (369-347 a.C.) vulneráveis de sua teoria.
  • 9. O MUNDO DAS IDEIAS Para Platão o conhecimento verdadeiro é dividido hierarquicamente em MUNDO INTELIGÍVEL MUNDO SENSÍVEL • Eterno e imutável • Percebido pelos sentidos • Onde reside a verdade • Universo material • Responsável pelo mundo sensível. • Copias físicas do inteligível Mundo da razão = causa de tudo que existe. Prevalecem as aparências = nos enganam. Verdade opinião Foram criados por um deus inferior, demiurgo = Artesão do mundo
  • 10. HOMEM; CORPO E ALMA Alma Dualidade Corpo Platônica Imortal, imutável, inteligível Matéria, perecível, sensível Guia a alma, habitação da razão Racional Emoções superiores: honra, ódio, injustiça = obedece a razão. Emocional Desejos inferiores, Sensual carnais, rebelde.
  • 11. Como a alma é imortal, quando em A REMINISCÊNCIA OU REMEMORAÇÃO contato com o homem (sensível), ela estaria reconhecendo ideias passadas. A aprendizagem é sinônimo de recordação. ARTE O belo, é entendido por Platão como algo uno, atingido Para Platão, os artistas são inúteis já que, através da alma. a arte nada mais é do que a cópia do BELO mundo das ideias. A ideia de beleza esta contida no Baseada na areté. mundo inteligivel. EDUCAÇÃO o ser humano deve ser educado para a virtude.
  • 12. O Estado Proposto por Platão 1º (20 ano) O Estado Identificaria as assumiria o papel “alma de bronze” da Educação Deveriam dedica-se a subsistência da cidade. 2º (30 anos) ESTADO IDEAL Educação para Identificaria as (Cidade Bela) todos até os 20 “almas de Prata” Callipolis anos de idade Deveriam dedicarem-se a defesa da Cidade O Estado orientaria 3º (50 anos) a Eugenia Identificaria as (reprodução humana) “almas de Ouro” Caberia a eles o governa da Cidade