SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
O QUE SE SABE DE PSA Dr. Guilherme Camarcio Neiva Urologista
PSA  HISTÓRICO
PSA ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Polascik et al.  J Urol  1999;162:293
PSA / PRÓSTATA / HISTOLOGIA PSA Célula epitelial  prostática Lúmen Glândula  Prostática Vaso sangüíneo Célula da Membrana basal Membrana basal
PSA
Capilar Parede Capilar Estroma Membrana Basal  PSA livre PSA Conjugado HBP Ca-Próstata
PSA 1 gr HPB   0,3 ng/ml 1 gr  Ca   3,0 ng/ml MEIA VIDA: 2,2 a 3,2 DIAS
Possíveis causas de alteração dos níveis séricos de PSA ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Atributos de um  marcador  tumoral Ideal ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],II Consenso Brasileiro: Câncer de próstata. SBU 2004
Possíveis causas de alteração dos níveis séricos de PSA ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],II Consenso Brasileiro: Câncer de próstata. SBU 2004
PSA ,[object Object],[object Object],NE 2 II Consenso Brasileiro: Câncer de próstata. SBU 2004
PSA - Período de Normalização ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Estratégias para incrementar a  acurácia do PSA ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Densidade do PSA (PSAD) 0  0,2  0,4 0,6  0,8 1,0 1,2  1,4 1,6  1,8  2,0 PSAD 100 80 60 40 20 Biópsias positivas (%) ponto de corte   0. 15 PSA sérico (ng/ml) peso ou volume cc
PSA Sérico - Estratificado por idade Oesterling et al.  JAMA  1993;270:860 Polascik et al.  J Urol  1999;162:293 II Consenso Brasileiro: Câncer de próstata. SBU 2004  FAIXA ETÁRIA (ANOS) PSA ( ng/ml) 40 – 49 50 – 59 60 – 69 70 - 79 0.0 – 2,5 0.0 – 3,5 0.0 – 4,5 0.0 – 6,5
Valores "Normais" de PSA Carter, J Urol 2002; 167: 2484 Idade 40 - 49 50 - 59 60 - 69 PSA mediano ng/ml 0,5 0,8 1,7
PSA / Câncer de Próstata  ,[object Object],(Lowe, F. NY; Kahane, H. Stratford) 40,58 > 10,0 30,08 4,0 - 10,0 27,48 2,5 - 4,0 21,89 2,0 - 2,5 18,6 < 2,0 Incidência CaP (%) PSA
PSA < 4  Incidência Ca Próstata Thompson et al, NEJM 2004;350:2239 26.9 3.1 - 4.0 23.9 2.1 - 3.0 17.0 1.1 - 2.0 10.1 0.6 - 1.0 6.6 0 - 0.5 Câncer Próstata (%) PSA
PSA < 4  Incidência Ca Próstata Thompson et al, NEJM 2004;359:2239
Valor de PSA / Câncer Próstata PSA (ng/mL) Gann et al JAMA 1995;273:289 Antenor et al J Urol 2004;172:90 0.0 - 1.0 1.0 1.0 1.0 - 1.5 2.2  4.3  1.5 - 2.0 3.4  8.8  2.0 - 3.0 5.5  14.9  3.0 - 4.0 8.6  23.3  4.0 - 10.0 22.2  38.7  > 10.0 145.3  104.2
Relação entre o PSA Pré-operatório e Sobrevida Livre de Doença Pós Prostatectomia 0.0001 64 75 81 87 % SLD  10 anos   0.001 60 73 74 81 % órgão confinado P > 10 7,1 - 10,0 4,1 - 7,0 2,6 - 4,0 PSA Catalona et al, J Urol 2004; 172:910
PSA Pré-operatório  Recorrência Bioquímica pós Prostatectomia Radical 0.00 Sobrevida 0.25 0.50 0.75 1.00 0 50 100 150 meses PSA < 2.6 ng/mL PSA 2.6-4.0 ng/mL PSA 4.1-10.0 ng/mL PSA >10.0 ng/mL Catalona et al, J Urol 2004; 172:910
VPSA Pré Diagnóstico Recorrência Pós PR 80 70 60 50 40 30 20 10 0 Recorrência (%) Anos após PR 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 VPSA > 2.00 ng/ml/ano VPSA 1.01 - 2.00 ng/ml/ano VPSA 0.51 - 1.00 ng/ml/ano VPSA    0.50 ng/ml/ano NEJM 2004; 351: 125
VPSA Pré Diagnóstico Risco de Morte pós PR 30 25 20 15 10 5 0 Morte por Ca Próstata (%) Anos após PR 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 VPSA > 2.00 ng/ml/ano VPSA 1.01 - 2.00 ng/ml/ano VPSA 0.51 - 1.00 ng/ml/ano VPSA    0.50 ng/ml/ano NEJM 2004; 351: 125
PSA x Sobrevida 4 - 10 10 - 20 > 20 0 - 4 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 0.0 .1 .2 .3 .4 .5 .6 .7 .8 .9 1.0 Anos após prostatectomia Sobrevida
PSA ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
PSA ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Prostate Cancer Course,  AUA - 2008
Estadiamento ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Catalona et al, J Urol 2004; 172:910
Conclusões ,[object Object],[object Object],[object Object]
OBRIGADO !

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Diretriz de síndrome dos ovários policísticos
Diretriz de síndrome dos ovários policísticosDiretriz de síndrome dos ovários policísticos
Diretriz de síndrome dos ovários policísticosArquivo-FClinico
 
Tudo Sobre Câncer de Próstata
Tudo Sobre Câncer de PróstataTudo Sobre Câncer de Próstata
Tudo Sobre Câncer de PróstataOncoguia
 
PCR - Benefícios na rotina clínica
PCR - Benefícios na rotina clínica PCR - Benefícios na rotina clínica
PCR - Benefícios na rotina clínica Carolina Trochmann
 
Sintomas e exame físico do aparelho urinário
Sintomas e exame físico do aparelho urinário Sintomas e exame físico do aparelho urinário
Sintomas e exame físico do aparelho urinário Paulo Alambert
 
Aula - Farmacologia Básica - Metabolismo e Eliminação de Fármacos
Aula  - Farmacologia Básica - Metabolismo e Eliminação de FármacosAula  - Farmacologia Básica - Metabolismo e Eliminação de Fármacos
Aula - Farmacologia Básica - Metabolismo e Eliminação de FármacosMauro Cunha Xavier Pinto
 
Câncer de Bexiga
Câncer de BexigaCâncer de Bexiga
Câncer de BexigaOncoguia
 
Estadiamento Puberal : Critérios de Tanner
Estadiamento Puberal : Critérios de TannerEstadiamento Puberal : Critérios de Tanner
Estadiamento Puberal : Critérios de Tannerblogped1
 
Aulas práticas de tecnologia farmacêutica
Aulas práticas de tecnologia farmacêuticaAulas práticas de tecnologia farmacêutica
Aulas práticas de tecnologia farmacêuticaKaren Zanferrari
 

Mais procurados (20)

Coleta e Indicações para o Exame Citopatológico do Colo Uterino
Coleta e Indicações para o Exame Citopatológico do Colo UterinoColeta e Indicações para o Exame Citopatológico do Colo Uterino
Coleta e Indicações para o Exame Citopatológico do Colo Uterino
 
Diretriz de síndrome dos ovários policísticos
Diretriz de síndrome dos ovários policísticosDiretriz de síndrome dos ovários policísticos
Diretriz de síndrome dos ovários policísticos
 
Figado
FigadoFigado
Figado
 
Tudo Sobre Câncer de Próstata
Tudo Sobre Câncer de PróstataTudo Sobre Câncer de Próstata
Tudo Sobre Câncer de Próstata
 
Câncer de Ovário
Câncer de OvárioCâncer de Ovário
Câncer de Ovário
 
Hérnias abdominais
Hérnias abdominaisHérnias abdominais
Hérnias abdominais
 
PCR - Benefícios na rotina clínica
PCR - Benefícios na rotina clínica PCR - Benefícios na rotina clínica
PCR - Benefícios na rotina clínica
 
Sintomas e exame físico do aparelho urinário
Sintomas e exame físico do aparelho urinário Sintomas e exame físico do aparelho urinário
Sintomas e exame físico do aparelho urinário
 
Propedeutica abdominal
Propedeutica abdominalPropedeutica abdominal
Propedeutica abdominal
 
Prolapso Genital
Prolapso GenitalProlapso Genital
Prolapso Genital
 
Aula - Farmacologia Básica - Metabolismo e Eliminação de Fármacos
Aula  - Farmacologia Básica - Metabolismo e Eliminação de FármacosAula  - Farmacologia Básica - Metabolismo e Eliminação de Fármacos
Aula - Farmacologia Básica - Metabolismo e Eliminação de Fármacos
 
Inflamação
InflamaçãoInflamação
Inflamação
 
Câncer de Bexiga
Câncer de BexigaCâncer de Bexiga
Câncer de Bexiga
 
Nós e Suturas
Nós e SuturasNós e Suturas
Nós e Suturas
 
Estadiamento Puberal : Critérios de Tanner
Estadiamento Puberal : Critérios de TannerEstadiamento Puberal : Critérios de Tanner
Estadiamento Puberal : Critérios de Tanner
 
Saúde da Mulher
Saúde da MulherSaúde da Mulher
Saúde da Mulher
 
Câncer de Pâncreas
Câncer de PâncreasCâncer de Pâncreas
Câncer de Pâncreas
 
SISTEMA HEMATOPOIÉTICO
 SISTEMA HEMATOPOIÉTICO SISTEMA HEMATOPOIÉTICO
SISTEMA HEMATOPOIÉTICO
 
urinalise
urinaliseurinalise
urinalise
 
Aulas práticas de tecnologia farmacêutica
Aulas práticas de tecnologia farmacêuticaAulas práticas de tecnologia farmacêutica
Aulas práticas de tecnologia farmacêutica
 

Destaque (20)

Psa
Psa Psa
Psa
 
Antigeno especifico de prostata
Antigeno especifico de prostataAntigeno especifico de prostata
Antigeno especifico de prostata
 
Antígeno prostático
Antígeno prostáticoAntígeno prostático
Antígeno prostático
 
Câncer de próstata
Câncer de próstataCâncer de próstata
Câncer de próstata
 
Diretrizes SBU - Câncer de Próstata
Diretrizes SBU - Câncer de PróstataDiretrizes SBU - Câncer de Próstata
Diretrizes SBU - Câncer de Próstata
 
Antígeno prostático específico
Antígeno prostático específicoAntígeno prostático específico
Antígeno prostático específico
 
Antígeno Prostático Específico
Antígeno Prostático EspecíficoAntígeno Prostático Específico
Antígeno Prostático Específico
 
Antígeno prostático específico
Antígeno prostático específicoAntígeno prostático específico
Antígeno prostático específico
 
Pos Asco Tgu Novartis 2006
Pos Asco Tgu Novartis 2006Pos Asco Tgu Novartis 2006
Pos Asco Tgu Novartis 2006
 
Aula22 05
Aula22 05Aula22 05
Aula22 05
 
antigeno prostatico especifico
antigeno prostatico especificoantigeno prostatico especifico
antigeno prostatico especifico
 
Antígeno prostático específico y libre
Antígeno prostático específico y libreAntígeno prostático específico y libre
Antígeno prostático específico y libre
 
Psa 16 equilíbrio químico
Psa 16   equilíbrio químicoPsa 16   equilíbrio químico
Psa 16 equilíbrio químico
 
Novembro Azul - VI SIPAT EMI 2014
Novembro Azul - VI SIPAT EMI 2014Novembro Azul - VI SIPAT EMI 2014
Novembro Azul - VI SIPAT EMI 2014
 
Psa 8 revisões unidade 1
Psa 8   revisões unidade 1Psa 8   revisões unidade 1
Psa 8 revisões unidade 1
 
Casos clinicos aleatorios 2
Casos clinicos aleatorios 2 Casos clinicos aleatorios 2
Casos clinicos aleatorios 2
 
Cancer de próstata
Cancer de próstataCancer de próstata
Cancer de próstata
 
Exames de Laboratório
Exames de LaboratórioExames de Laboratório
Exames de Laboratório
 
Caso clínico urologia
Caso clínico  urologiaCaso clínico  urologia
Caso clínico urologia
 
Cáncer de próstata
Cáncer de próstataCáncer de próstata
Cáncer de próstata
 

Semelhante a O QUE SE SABE DE PSA

BIÓPSIA DA PRÓSTATA
BIÓPSIA DA PRÓSTATABIÓPSIA DA PRÓSTATA
BIÓPSIA DA PRÓSTATAUrovideo.org
 
Curaprost remedio
Curaprost remedioCuraprost remedio
Curaprost remediol5ibstm962
 
antonio inacio ferraz-câncer de prostata
antonio inacio ferraz-câncer de prostataantonio inacio ferraz-câncer de prostata
antonio inacio ferraz-câncer de prostataANTONIO INACIO FERRAZ
 
Quimioprevenção 2014 - relações de Tratamentos do câncer de mama
Quimioprevenção 2014 - relações de Tratamentos do câncer de mamaQuimioprevenção 2014 - relações de Tratamentos do câncer de mama
Quimioprevenção 2014 - relações de Tratamentos do câncer de mamaGuilherme Novita Garcia
 
Abordagem multidisciplinar do hepatocarcinoma
Abordagem multidisciplinar do hepatocarcinomaAbordagem multidisciplinar do hepatocarcinoma
Abordagem multidisciplinar do hepatocarcinomaCirurgia Online
 
Estudo endoretal da próstata com realização de ecodoppler a cores indentifica...
Estudo endoretal da próstata com realização de ecodoppler a cores indentifica...Estudo endoretal da próstata com realização de ecodoppler a cores indentifica...
Estudo endoretal da próstata com realização de ecodoppler a cores indentifica...Urovideo.org
 
Hiperplasia Prostática Benigna
Hiperplasia Prostática BenignaHiperplasia Prostática Benigna
Hiperplasia Prostática BenignaUrovideo.org
 
Aula hsp novembro azul
Aula hsp novembro azulAula hsp novembro azul
Aula hsp novembro azulAlex Meller
 
Estimativa 2014 - Incidência de Câncer no Brasil
Estimativa 2014 - Incidência de  Câncer no BrasilEstimativa 2014 - Incidência de  Câncer no Brasil
Estimativa 2014 - Incidência de Câncer no BrasilMinistério da Saúde
 
Cancer de-prostata
Cancer de-prostataCancer de-prostata
Cancer de-prostataEdna Luiza
 
Aula-Novembro-Azul-2022.pptx
Aula-Novembro-Azul-2022.pptxAula-Novembro-Azul-2022.pptx
Aula-Novembro-Azul-2022.pptxTarcisioRonacher
 
TRATAMENTO DO CÂNCER DE PRÓSTATA DE ALTO RISCO
TRATAMENTO DO CÂNCER DE PRÓSTATA DE ALTO RISCOTRATAMENTO DO CÂNCER DE PRÓSTATA DE ALTO RISCO
TRATAMENTO DO CÂNCER DE PRÓSTATA DE ALTO RISCOUrovideo.org
 

Semelhante a O QUE SE SABE DE PSA (20)

BIÓPSIA DA PRÓSTATA
BIÓPSIA DA PRÓSTATABIÓPSIA DA PRÓSTATA
BIÓPSIA DA PRÓSTATA
 
3ª aula teórica de urologia hiperplasia prostática benigna - prof. rommel
3ª aula teórica de urologia   hiperplasia prostática benigna - prof. rommel3ª aula teórica de urologia   hiperplasia prostática benigna - prof. rommel
3ª aula teórica de urologia hiperplasia prostática benigna - prof. rommel
 
Curaprost remedio
Curaprost remedioCuraprost remedio
Curaprost remedio
 
Rastreamneto do cancer de prostata
Rastreamneto do cancer de prostata Rastreamneto do cancer de prostata
Rastreamneto do cancer de prostata
 
antonio inacio ferraz-câncer de prostata
antonio inacio ferraz-câncer de prostataantonio inacio ferraz-câncer de prostata
antonio inacio ferraz-câncer de prostata
 
Câncer de próstata final
Câncer de próstata finalCâncer de próstata final
Câncer de próstata final
 
Câncer Renal
Câncer Renal Câncer Renal
Câncer Renal
 
Quimioprevenção 2014 - relações de Tratamentos do câncer de mama
Quimioprevenção 2014 - relações de Tratamentos do câncer de mamaQuimioprevenção 2014 - relações de Tratamentos do câncer de mama
Quimioprevenção 2014 - relações de Tratamentos do câncer de mama
 
Abordagem multidisciplinar do hepatocarcinoma
Abordagem multidisciplinar do hepatocarcinomaAbordagem multidisciplinar do hepatocarcinoma
Abordagem multidisciplinar do hepatocarcinoma
 
Trabalho de biologia
Trabalho de biologiaTrabalho de biologia
Trabalho de biologia
 
Estudo endoretal da próstata com realização de ecodoppler a cores indentifica...
Estudo endoretal da próstata com realização de ecodoppler a cores indentifica...Estudo endoretal da próstata com realização de ecodoppler a cores indentifica...
Estudo endoretal da próstata com realização de ecodoppler a cores indentifica...
 
Quimioprevenção 2014 (1)
Quimioprevenção 2014 (1)Quimioprevenção 2014 (1)
Quimioprevenção 2014 (1)
 
Hiperplasia Prostática Benigna
Hiperplasia Prostática BenignaHiperplasia Prostática Benigna
Hiperplasia Prostática Benigna
 
Cancer de prostata
Cancer de prostataCancer de prostata
Cancer de prostata
 
Aula hsp novembro azul
Aula hsp novembro azulAula hsp novembro azul
Aula hsp novembro azul
 
Estimativa 2014 - Incidência de Câncer no Brasil
Estimativa 2014 - Incidência de  Câncer no BrasilEstimativa 2014 - Incidência de  Câncer no Brasil
Estimativa 2014 - Incidência de Câncer no Brasil
 
Tep
TepTep
Tep
 
Cancer de-prostata
Cancer de-prostataCancer de-prostata
Cancer de-prostata
 
Aula-Novembro-Azul-2022.pptx
Aula-Novembro-Azul-2022.pptxAula-Novembro-Azul-2022.pptx
Aula-Novembro-Azul-2022.pptx
 
TRATAMENTO DO CÂNCER DE PRÓSTATA DE ALTO RISCO
TRATAMENTO DO CÂNCER DE PRÓSTATA DE ALTO RISCOTRATAMENTO DO CÂNCER DE PRÓSTATA DE ALTO RISCO
TRATAMENTO DO CÂNCER DE PRÓSTATA DE ALTO RISCO
 

Mais de Urovideo.org

Nefrectomia Parcial Laparoscópica
Nefrectomia Parcial Laparoscópica Nefrectomia Parcial Laparoscópica
Nefrectomia Parcial Laparoscópica Urovideo.org
 
Nefrectomia radical videolaparoscópica transperitoneal
Nefrectomia radical videolaparoscópica transperitonealNefrectomia radical videolaparoscópica transperitoneal
Nefrectomia radical videolaparoscópica transperitonealUrovideo.org
 
Complicações e prevenções em Videolaparoscopia: Energia
Complicações e prevenções em Videolaparoscopia: Energia  Complicações e prevenções em Videolaparoscopia: Energia
Complicações e prevenções em Videolaparoscopia: Energia Urovideo.org
 
DEFESA PROFISSIONAL HONORÁRIOS MÉDICOS
DEFESA PROFISSIONAL HONORÁRIOS MÉDICOSDEFESA PROFISSIONAL HONORÁRIOS MÉDICOS
DEFESA PROFISSIONAL HONORÁRIOS MÉDICOSUrovideo.org
 
Tratamento de Varicocele no Adolescente
Tratamento de Varicocele no AdolescenteTratamento de Varicocele no Adolescente
Tratamento de Varicocele no AdolescenteUrovideo.org
 
Válvula de uretra posterior
Válvula de uretra posteriorVálvula de uretra posterior
Válvula de uretra posteriorUrovideo.org
 
Disfunção miccional Bexiga Neurogênica
Disfunção miccional Bexiga NeurogênicaDisfunção miccional Bexiga Neurogênica
Disfunção miccional Bexiga NeurogênicaUrovideo.org
 
O Imprescindível da Urodinâmica
O Imprescindível da UrodinâmicaO Imprescindível da Urodinâmica
O Imprescindível da UrodinâmicaUrovideo.org
 
Ureteroscopia flexivel
 Ureteroscopia flexivel Ureteroscopia flexivel
Ureteroscopia flexivelUrovideo.org
 
Ureter Ectópico e Ureterocele
Ureter Ectópico e UreteroceleUreter Ectópico e Ureterocele
Ureter Ectópico e UreteroceleUrovideo.org
 
Mercado de Trabalho de Urologia
Mercado de Trabalho de UrologiaMercado de Trabalho de Urologia
Mercado de Trabalho de UrologiaUrovideo.org
 
Uso de Testosterona Tópica antes da Cirurgias de Hipospádia – Avaliação Histo...
Uso de Testosterona Tópica antes da Cirurgias de Hipospádia – Avaliação Histo...Uso de Testosterona Tópica antes da Cirurgias de Hipospádia – Avaliação Histo...
Uso de Testosterona Tópica antes da Cirurgias de Hipospádia – Avaliação Histo...Urovideo.org
 
NEFRECTOMIA PARCIAL
NEFRECTOMIA PARCIALNEFRECTOMIA PARCIAL
NEFRECTOMIA PARCIALUrovideo.org
 
Câncer de Testículo
Câncer de Testículo Câncer de Testículo
Câncer de Testículo Urovideo.org
 
Sistema de Atualização do Cadastro dos Programas de Residência em Urologia
Sistema de Atualização do Cadastro dos Programas de Residência em UrologiaSistema de Atualização do Cadastro dos Programas de Residência em Urologia
Sistema de Atualização do Cadastro dos Programas de Residência em UrologiaUrovideo.org
 
RTU - Bexiga - Como eu faço
RTU - Bexiga - Como eu façoRTU - Bexiga - Como eu faço
RTU - Bexiga - Como eu façoUrovideo.org
 
Reversão de vasectomia
Reversão de vasectomiaReversão de vasectomia
Reversão de vasectomiaUrovideo.org
 
Crioterapia no Tratamento do Câncer Renal
Crioterapia no Tratamento do Câncer RenalCrioterapia no Tratamento do Câncer Renal
Crioterapia no Tratamento do Câncer RenalUrovideo.org
 
Refluxo vesicoureteral
Refluxo vesicoureteralRefluxo vesicoureteral
Refluxo vesicoureteralUrovideo.org
 

Mais de Urovideo.org (20)

Nefrectomia Parcial Laparoscópica
Nefrectomia Parcial Laparoscópica Nefrectomia Parcial Laparoscópica
Nefrectomia Parcial Laparoscópica
 
Nefrectomia radical videolaparoscópica transperitoneal
Nefrectomia radical videolaparoscópica transperitonealNefrectomia radical videolaparoscópica transperitoneal
Nefrectomia radical videolaparoscópica transperitoneal
 
Complicações e prevenções em Videolaparoscopia: Energia
Complicações e prevenções em Videolaparoscopia: Energia  Complicações e prevenções em Videolaparoscopia: Energia
Complicações e prevenções em Videolaparoscopia: Energia
 
DEFESA PROFISSIONAL HONORÁRIOS MÉDICOS
DEFESA PROFISSIONAL HONORÁRIOS MÉDICOSDEFESA PROFISSIONAL HONORÁRIOS MÉDICOS
DEFESA PROFISSIONAL HONORÁRIOS MÉDICOS
 
Tratamento de Varicocele no Adolescente
Tratamento de Varicocele no AdolescenteTratamento de Varicocele no Adolescente
Tratamento de Varicocele no Adolescente
 
Válvula de uretra posterior
Válvula de uretra posteriorVálvula de uretra posterior
Válvula de uretra posterior
 
Disfunção miccional Bexiga Neurogênica
Disfunção miccional Bexiga NeurogênicaDisfunção miccional Bexiga Neurogênica
Disfunção miccional Bexiga Neurogênica
 
O Imprescindível da Urodinâmica
O Imprescindível da UrodinâmicaO Imprescindível da Urodinâmica
O Imprescindível da Urodinâmica
 
Uretroplastia
UretroplastiaUretroplastia
Uretroplastia
 
Ureteroscopia flexivel
 Ureteroscopia flexivel Ureteroscopia flexivel
Ureteroscopia flexivel
 
Ureter Ectópico e Ureterocele
Ureter Ectópico e UreteroceleUreter Ectópico e Ureterocele
Ureter Ectópico e Ureterocele
 
Mercado de Trabalho de Urologia
Mercado de Trabalho de UrologiaMercado de Trabalho de Urologia
Mercado de Trabalho de Urologia
 
Uso de Testosterona Tópica antes da Cirurgias de Hipospádia – Avaliação Histo...
Uso de Testosterona Tópica antes da Cirurgias de Hipospádia – Avaliação Histo...Uso de Testosterona Tópica antes da Cirurgias de Hipospádia – Avaliação Histo...
Uso de Testosterona Tópica antes da Cirurgias de Hipospádia – Avaliação Histo...
 
NEFRECTOMIA PARCIAL
NEFRECTOMIA PARCIALNEFRECTOMIA PARCIAL
NEFRECTOMIA PARCIAL
 
Câncer de Testículo
Câncer de Testículo Câncer de Testículo
Câncer de Testículo
 
Sistema de Atualização do Cadastro dos Programas de Residência em Urologia
Sistema de Atualização do Cadastro dos Programas de Residência em UrologiaSistema de Atualização do Cadastro dos Programas de Residência em Urologia
Sistema de Atualização do Cadastro dos Programas de Residência em Urologia
 
RTU - Bexiga - Como eu faço
RTU - Bexiga - Como eu façoRTU - Bexiga - Como eu faço
RTU - Bexiga - Como eu faço
 
Reversão de vasectomia
Reversão de vasectomiaReversão de vasectomia
Reversão de vasectomia
 
Crioterapia no Tratamento do Câncer Renal
Crioterapia no Tratamento do Câncer RenalCrioterapia no Tratamento do Câncer Renal
Crioterapia no Tratamento do Câncer Renal
 
Refluxo vesicoureteral
Refluxo vesicoureteralRefluxo vesicoureteral
Refluxo vesicoureteral
 

Último

PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptAlberto205764
 
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptxCONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptxWenderSantos21
 
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERTERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERCarlaDaniela33
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOMayaraDayube
 
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfManual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfClivyFache
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdClivyFache
 
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxcontatofelipearaujos
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASArtthurPereira2
 

Último (10)

PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
 
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptxCONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
 
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERTERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
 
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfManual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
 
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
 

O QUE SE SABE DE PSA

  • 1. O QUE SE SABE DE PSA Dr. Guilherme Camarcio Neiva Urologista
  • 3.
  • 4. PSA / PRÓSTATA / HISTOLOGIA PSA Célula epitelial prostática Lúmen Glândula Prostática Vaso sangüíneo Célula da Membrana basal Membrana basal
  • 5. PSA
  • 6. Capilar Parede Capilar Estroma Membrana Basal PSA livre PSA Conjugado HBP Ca-Próstata
  • 7. PSA 1 gr HPB 0,3 ng/ml 1 gr Ca 3,0 ng/ml MEIA VIDA: 2,2 a 3,2 DIAS
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14. Densidade do PSA (PSAD) 0 0,2 0,4 0,6 0,8 1,0 1,2 1,4 1,6 1,8 2,0 PSAD 100 80 60 40 20 Biópsias positivas (%) ponto de corte 0. 15 PSA sérico (ng/ml) peso ou volume cc
  • 15. PSA Sérico - Estratificado por idade Oesterling et al. JAMA 1993;270:860 Polascik et al. J Urol 1999;162:293 II Consenso Brasileiro: Câncer de próstata. SBU 2004 FAIXA ETÁRIA (ANOS) PSA ( ng/ml) 40 – 49 50 – 59 60 – 69 70 - 79 0.0 – 2,5 0.0 – 3,5 0.0 – 4,5 0.0 – 6,5
  • 16. Valores &quot;Normais&quot; de PSA Carter, J Urol 2002; 167: 2484 Idade 40 - 49 50 - 59 60 - 69 PSA mediano ng/ml 0,5 0,8 1,7
  • 17.
  • 18. PSA < 4 Incidência Ca Próstata Thompson et al, NEJM 2004;350:2239 26.9 3.1 - 4.0 23.9 2.1 - 3.0 17.0 1.1 - 2.0 10.1 0.6 - 1.0 6.6 0 - 0.5 Câncer Próstata (%) PSA
  • 19. PSA < 4 Incidência Ca Próstata Thompson et al, NEJM 2004;359:2239
  • 20. Valor de PSA / Câncer Próstata PSA (ng/mL) Gann et al JAMA 1995;273:289 Antenor et al J Urol 2004;172:90 0.0 - 1.0 1.0 1.0 1.0 - 1.5 2.2 4.3 1.5 - 2.0 3.4 8.8 2.0 - 3.0 5.5 14.9 3.0 - 4.0 8.6 23.3 4.0 - 10.0 22.2 38.7 > 10.0 145.3 104.2
  • 21. Relação entre o PSA Pré-operatório e Sobrevida Livre de Doença Pós Prostatectomia 0.0001 64 75 81 87 % SLD 10 anos 0.001 60 73 74 81 % órgão confinado P > 10 7,1 - 10,0 4,1 - 7,0 2,6 - 4,0 PSA Catalona et al, J Urol 2004; 172:910
  • 22. PSA Pré-operatório Recorrência Bioquímica pós Prostatectomia Radical 0.00 Sobrevida 0.25 0.50 0.75 1.00 0 50 100 150 meses PSA < 2.6 ng/mL PSA 2.6-4.0 ng/mL PSA 4.1-10.0 ng/mL PSA >10.0 ng/mL Catalona et al, J Urol 2004; 172:910
  • 23. VPSA Pré Diagnóstico Recorrência Pós PR 80 70 60 50 40 30 20 10 0 Recorrência (%) Anos após PR 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 VPSA > 2.00 ng/ml/ano VPSA 1.01 - 2.00 ng/ml/ano VPSA 0.51 - 1.00 ng/ml/ano VPSA  0.50 ng/ml/ano NEJM 2004; 351: 125
  • 24. VPSA Pré Diagnóstico Risco de Morte pós PR 30 25 20 15 10 5 0 Morte por Ca Próstata (%) Anos após PR 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 VPSA > 2.00 ng/ml/ano VPSA 1.01 - 2.00 ng/ml/ano VPSA 0.51 - 1.00 ng/ml/ano VPSA  0.50 ng/ml/ano NEJM 2004; 351: 125
  • 25. PSA x Sobrevida 4 - 10 10 - 20 > 20 0 - 4 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 0.0 .1 .2 .3 .4 .5 .6 .7 .8 .9 1.0 Anos após prostatectomia Sobrevida
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.