A gestão da qualidade total e conhecido como TQM e tambemcitada como CQT ou TQC foi desenvolvida pelos autores Crosby,Demi...
trabalho     japonês,    chega-se    ao   modelo   de   gerenciamento     daqualidade total.    Os conceitos dessa prática...
qualidade é possível quando essas especificações são obedecidas semocorrência de defeito.(DEMING) "Qualidade é tudo aquilo...
produtividade, melhorar a imagem e os processos continuamente,possibilita ainda fácil acesso a novos mercados. Esta certif...
trabalho e a maneira da condução das atividades de todos. Essa prática teve início logoapós a Segunda Guerra Mundial para ...
Tendências para a gestão contemporânea da qualidadePara Werkema(2004) nos próximos anos a duas tendência para gestão daqua...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou tqc foi desenvolvida pelos autores crosby

27.267 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou tqc foi desenvolvida pelos autores crosby

  1. 1. A gestão da qualidade total e conhecido como TQM e tambemcitada como CQT ou TQC foi desenvolvida pelos autores Crosby,Demimg, Feigenbaum, Ishikawa e Juran por volta das decadas 1950e 1980. A Gestão da Qualidade, assim como a própria Qualidade possuidiversos conceitos, muitos autores e pensadores estabeleceram suasdefinições e correntes, de acordo com pontos de vista observadosQualidade atravessa as fases de pré e pós-industrialização semprebuscando objetivos de atingir melhores níveis de excelência, em meioa dificuldades de mercado, produtividade e competitividade, alem detornar um processo de melhoria continua envolvendo todos as areasdas organizações. A gestão da qualidade total (TQM ) consiste numaestratégia de administração orientada a criar consciência dequalidade em todos os processos organizacionais. objetivo é aimplicação não só da empresa inteira mais também a organizaçãoestendida: fornecedores, distribuidores e demais parceiros denegócios. O TQM é composta de estágios tais como: planejamento,Organização controle, liderança. Tanto qualidade quanto manutençãosão qualificadas de total porque cada empregado que participa édiretamente responsável pela realização dos objetivos da empresa.Então a comunicação organizacional torna-se uma peça chave daestrutura da empresa. Antes do séc xx o gerenciamento da qualidade se baseavaem dois princípios, inspeção dos produtos pelo consumidor e aconfiança que era depositada no artesão. Com a Revolução industrialo gerenciamento da qualidade passou a ser supervisionado conformea administração científica de taylor.Com a evolução do tempo a gestão da qualidade também evoluiu e oresultado obtido no controle da qualidade incentivados pela ética do
  2. 2. trabalho japonês, chega-se ao modelo de gerenciamento daqualidade total. Os conceitos dessa prática administrativa foram desenvolvidosinicialmente por autores norte-americanos, como Deming, JuranFeigenbaum e Crosby, nas décadas de 50 e 60, que encontraram noJapão o ambiente perfeito para o seu desenvolvimento deste conceitodurante os anos que se seguiram. Sendo assim, no início da década de 80, o mundo voltava suaatenção para o elevado grau de competitividade alcançado pelasprincipais indústrias japonesas, que antes tinham seus produtosconhecidos pela má qualidade e pelos preços baixos e que a partirdessa década chegavam com excelente qualidade e preços,relativamente, baixos nos principais mercados consumidores domundo ocidental, passando a constituir uma ameaça para aseconomias de outros países. Para as principais e maiores empresas norte-americanas eeuropéias, não restavam muitas alternativas, exceto a daidentificação das razões para o sucesso competitivo japonês e sua“importação” para suas “bases”. A partir deste instante, verificou-se oinício de um grande movimento mundial relacionado à GQT ( Gestãoda qualidade total).O conceito de qualidade apresentado pelos principais autores da áreasão os seguintes:(JURAN,) "Qualidade é ausência de deficiências" ou seja, quantomenos defeitos, melhor a qualidade."(CROSBY,) "Qualidade é a conformidade do produto às suasespecificações." As necessidades devem ser especificadas, e a
  3. 3. qualidade é possível quando essas especificações são obedecidas semocorrência de defeito.(DEMING) "Qualidade é tudo aquilo que melhora o produto do pontode vista do cliente". Deming associa qualidade à impressão docliente, portanto não é estática. A dificuldade em definir qualidadeestá na renovação das necessidade futuras do usuário emcaracterísticas mensuráveis, de forma que o produto possa serprojetado e modificado para dar satisfação por um preço que ousuário possa pagar.Percebe-se, portanto, que qualidade é aquilo que está relacionadocom o usuário, que satisfaça as necessidades dos clientes, ou seja, oproduto deve estar de acordo com suas expectativas, e emconformidade às especificações. A garantia da qualidade passa então a atuar preventivamente,com inspetores ao longo da cadeia produtiva, surge o conceito maisamplo de Qualidade Total que inclui as pessoas no “combate” aoserros e defeitos em ações globais de atuação. Atualmente umconjunto de técnicas e ferramentas foi agregado aos sistemas daqualidade tornando-os complexos e robustos, no sentido de envolvertodas as pessoas e áreas das empresas para o alcance dos resultadosalmejados. Atualmente a gestão da qualidade está sendo uma das maiorespreocupações das empresas, sejam elas voltadas para a qualidade deprodutos ou de serviços. A conscienciatização para a qualidade e oreconhecimento de sua importância, tornou a certificação de sistemasde gestão da qualidade indispensável para as micro e pequenasempresas de todo o mundo. A certificação da qualidade além de aumentar a satisfação ea confiança dos clientes, reduzir custos internos, aumentar a
  4. 4. produtividade, melhorar a imagem e os processos continuamente,possibilita ainda fácil acesso a novos mercados. Esta certificaçãopermite avaliar as conformidades determinadas pela organizaçãoatravés de processos internos, garantindo ao cliente um produto ouserviço concebido conforme padrões, procedimentos e normas. Entre modelos existentes de sistema da qualidade, destacam-se as normas da série ISO 9000. Estas se aplicam a qualquernegócio, independentemente do seu tipo ou dimensão. As normasdesta série possuem requisitos fundamentais para a obtenção daqualidade dos processos empresariais. A verificação dos mesmosatravés de auditorias externas garante a continuidade e a melhoriado sistema de gestão da qualidade. Os requisitos exigidos pela norma ISO 9000 auxiliam numamaior capacitação dos colaboradores, melhoria dos processosinternos, monitoramento do ambiente de trabalho, verificação dasatisfação dos clientes, colaboradores, fornecedores e entre outrospontos, que proporcionam maior organização e produtividade quepodem ser identificados facilmente pelos clientes. Porém a certificação de uma empresa, de acordo com asnormas ISO, não garante a qualidade de seus produtos, mas sim quetanto um processo industrial quanto um conjunto de serviços seguemdetalhados padrões, preestabelecidos por escrito. Ou seja, nemsempre um produto certificado tem qualidade melhor que outro nãocertificado pelas normas ISO.Sobre as ferramentas gerenciais disponíveis alguns autores defendem,que independentemente do programa duas fermentas são essenciais eutilizadas em todos os programas: 5S eo ciclo PDCA de Deming. 5S É uma prática propagada no Japão que ensina bons hábitos, eliminação dedesperdícios e perdas, é capaz de modificar o humor, harmonizar o ambiente de
  5. 5. trabalho e a maneira da condução das atividades de todos. Essa prática teve início logoapós a Segunda Guerra Mundial para combater as sujeiras das fábricas e é ensinadocomo princípio educacional para a formação de indivíduos. O 5S é composto de cincoconceitos simples que, em japonês começam com a letra “s”: Seiri, Seiton, Seiso,Seiketsu, Shitsuke. Como em português não existe o significado dessas palavrascomeçando com a letra S, acrescentou-se então a palavra senso à sua respectivatradução:1-Senso de Utilização;2-Senso de Arrumação;3-Senso de Limpeza;4-Senso de Asseio;5-Senso de Disciplina.PDCAA segunda ferramenta e o ciclo PDCA e definido por Deming na década de1940. O ciclo PDCA é um método de gestão, que representa o caminho a serseguido para que as metas estabelecidas sejam atingidas O PDCA determinacomo proceder na melhoria continua de qualquer produto.As 4 fases do PDCA são: 1. Plan: planejar 2. Do: fazer 3. Check: verificar 4. Action: agirP = plan (planejar)Nesta etapa são definidas as metas que se deseja atingir, geralmente, anuais. As metas devem relevar pontos importantescomo as tendências de mercado, os fornecedores, a situação política do país e do mundo.Após definidas as metas, deve-se buscar os meios e os procedimentos para alcança-las.D = do (fazer)Aqui todos os envolvidos com as ações são treinados nos procedimentos que têm como base as metas estabelecidas, realizamas atividades e colhem dados, para a fase de verificação. É a fase de implantação do planejamento.C = check (verificar)Esta é uma etapa puramente gerencial, verificando se as ações executadas estão de acordo com as metas estabelecidas. Osdados utilizados são aqueles coletados na etapa anterior, que são analisados e comparadoscom o planejado (fase planejar).Normalmente, são empregados as ferramentas da qualidade.A = action (agir)Nesta etapa, a atuação é corretiva, ou seja, caso a operação realizada não esteja de acordo com o planejado, deve-se atuarcorretivamente através de planos de ação para correção de rumo visando a meta estabelecida.
  6. 6. Tendências para a gestão contemporânea da qualidadePara Werkema(2004) nos próximos anos a duas tendência para gestão daqualidade são esperado. A linguagem econômica devera estar necessariamente atrelada alinguagem da qualidade. A gestão da qualidade será cada vez mais parte integrante do trabalhoda cada pessoa na empresaUma das iniciativas contemporânea de gestão da qualidade que vem ganhandoadesão de muitas organizações espelhadas pelo mundo e a Seis Sigma.Empresa tradições como a Motorola GE iniciaram na década de 1980 umacaminhada em busca de nova iniciativa de gestão e qualidade. Essas empresasadotaram o Seis Segma, visando a melhoria de processos industriais.Ramos em (2005) define os Seis Segma como um conceito mais amplo que odotado ate então: não como um simples sistema de qualidade, mas como umametabologia ou uma estratégia para melhorar a produtividade.Dentro dessa visão o Seis Sigma pode ser compreendido como parte da gestãoda qualidade como um programa que ira se agregar aos outros uma vez que:1) Visa a melhoria continuo do processo por meio de projeto;2) Consegue medir, quantificar as melhores de qualidade em resultadosfinanceiras, ou seja, a linguagem que a administração entende;3) Tem um amplo programa de treinamento dos proficionais nas divesasferramentas de qualidade.

×