SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Variedade
Linguística
1.Variação histórica: a língua se altera de época
     para época, conforme as transformações
                   socioculturais
             que marcam cada tempo.
   2.Variação geográfica: de lugar para lugar
                      também
    há diferenças significativas dentro de uma
   língua. A fala da zona rural, por exemplo, é
                       muito
         diferente da fala da zona urbana.
3.Variação social: entre uma classe social e
                     outra
há diferentes modos de falar. Um magistrado,
  por exemplo, não fala como um operário.
   Entre as variantes sociais, costumam-se
                  distinguir
            duas grandes divisões:
  a) variedade culta (das pessoas com mais
                   prestígio
                    social);
 b) variedade popular (dos segmentos sociais
            com menos prestígio).
4.Variação de situação: um mesmo indivíduo
varia o próprio modo de falar, de acordo com
  as circunstâncias em que se situa o ato de
                   comunicação.
       Entre as variações de situação (ou
     variação de estilo), distinguem duas:
         a) estilo informal (espontâneo,
                descomprometido,
    com baixo grau de preocupação com a
                    linguagem);
 b) estilo formal (calculado, vigiado, com alto
                 grau de reflexão).
É importante ressaltar quatro considerações sobre
norma e variação, a fim de evitar mal-entendidos
                 por parte dos alunos:
I. a língua é, simultaneamente, um código – cujas
  possibilidades estruturais são predeterminadas
   – e um fato social sujeito às tensões que dão
                      dinamismo
     à sociedade. São diversas as possibilidades
      previstas pelo código linguístico; algumas
     se realizam, outras não. Entre as variantes
   documentadas, estabelece-se uma valoração
  que é relativa, pois depende do prestígio social
   dos usuários e da frequência estatística desse
                       emprego;
II. as regras expostas pelas gramáticas escolares
     pretensamente refletem a variante mais
  empregada pelos falantes de maior prestígio
      social, entretanto não há comprovação
                      científica
       disso. Muito ao contrário, os poucos e
    recentes estudos de linguística descritiva do
  português do Brasil têm revelado importantes
      divergências em relação às prescrições
                 dessas gramáticas;
III. ao contrário do que o falante comum
                   crê, não
  existe uma coincidência plena entre as
                 prescrições
       contidas nas obras dos diversos
                 gramáticos,
revelando que os métodos e fundamentos
  utilizados variam de autor para autor;
IV. as regras gramaticais não são eternas
                   nem
imutáveis. Os usos linguísticos se alteram
                   com
o tempo, o que faz com que as prescrições
                pedagógicas
             sejam renovadas.
Por isso, em termos de variação linguística, os
                     vestibulares
     em geral e o Enem têm elaborado questões
  visando às seguintes competências do candidato:

    • identificar no texto e descrever marcas de uma
                       dada variação;
• identificar o segmento social com que certa variação
                        se relaciona;
• interpretar a funcionalidade do uso de certa variação
                para a construção do texto;
• reescrever variações, traduzindo-as para a
                      língua
                      culta;
• avaliar se a escolha de determinada variação
                        está
adequada à circunstância de comunicação em
               que foi empregada;
  • sequestrar (arremedar) a variação de um
                      grupo
     social para caricaturá-lo e satirizá-lo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Linguagem,+LíNgua+E+Fala
Linguagem,+LíNgua+E+FalaLinguagem,+LíNgua+E+Fala
Linguagem,+LíNgua+E+Fala
jayarruda
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
Rebeca Kaus
 
Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros Textuais
Edna Brito
 
Período composto-por-subordinação-oração-subordinada-adverbial-português
Período composto-por-subordinação-oração-subordinada-adverbial-portuguêsPeríodo composto-por-subordinação-oração-subordinada-adverbial-português
Período composto-por-subordinação-oração-subordinada-adverbial-português
Flávio Ferreira
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
PaolaLins
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerencia
silnog
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
Rita Cunha
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
colveromachado
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slides
Isis Barros
 

Mais procurados (20)

Linguagem,+LíNgua+E+Fala
Linguagem,+LíNgua+E+FalaLinguagem,+LíNgua+E+Fala
Linguagem,+LíNgua+E+Fala
 
Texto e textualidade
Texto e textualidadeTexto e textualidade
Texto e textualidade
 
Regência nominal e verbal
Regência nominal e verbalRegência nominal e verbal
Regência nominal e verbal
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
 
Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros Textuais
 
Período composto-por-subordinação-oração-subordinada-adverbial-português
Período composto-por-subordinação-oração-subordinada-adverbial-portuguêsPeríodo composto-por-subordinação-oração-subordinada-adverbial-português
Período composto-por-subordinação-oração-subordinada-adverbial-português
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerencia
 
Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
 
Concordância verbal
Concordância verbalConcordância verbal
Concordância verbal
 
Período Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e SubordinaçãoPeríodo Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e Subordinação
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
 
Crônica
CrônicaCrônica
Crônica
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slides
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Os conectores preposições e conjunções
Os conectores   preposições e conjunçõesOs conectores   preposições e conjunções
Os conectores preposições e conjunções
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP06)
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP06)LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP06)
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP06)
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMAS
 

Destaque

Variedades Linguísticas
Variedades LinguísticasVariedades Linguísticas
Variedades Linguísticas
7 de Setembro
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
Elza Silveira
 
6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística
Angélica Manenti
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
nunesmaril
 
Variacao linguistica
Variacao linguisticaVariacao linguistica
Variacao linguistica
caurysilva
 
Slides língua portuguesa apresentação
Slides língua portuguesa apresentaçãoSlides língua portuguesa apresentação
Slides língua portuguesa apresentação
blogdoalunocefa
 
Pibid letras - Variação Linguística
Pibid letras - Variação LinguísticaPibid letras - Variação Linguística
Pibid letras - Variação Linguística
Beto Batis
 
Exercícios sobre variação linguística
Exercícios sobre variação linguísticaExercícios sobre variação linguística
Exercícios sobre variação linguística
ma.no.el.ne.ves
 
Apresentaçao variação linguística
Apresentaçao variação linguísticaApresentaçao variação linguística
Apresentaçao variação linguística
diretoriabraganca
 

Destaque (20)

Variedades Linguísticas
Variedades LinguísticasVariedades Linguísticas
Variedades Linguísticas
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Variacao linguistica
Variacao linguisticaVariacao linguistica
Variacao linguistica
 
Variação linguistica aulão
Variação linguistica   aulãoVariação linguistica   aulão
Variação linguistica aulão
 
Variação Linguística
Variação LinguísticaVariação Linguística
Variação Linguística
 
Variações linguísticas
Variações linguísticasVariações linguísticas
Variações linguísticas
 
Slides língua portuguesa apresentação
Slides língua portuguesa apresentaçãoSlides língua portuguesa apresentação
Slides língua portuguesa apresentação
 
Norma e variação linguística
Norma e variação linguísticaNorma e variação linguística
Norma e variação linguística
 
Linguagem formal e informal/ variação linguística 6º ano
Linguagem formal e informal/ variação linguística 6º anoLinguagem formal e informal/ variação linguística 6º ano
Linguagem formal e informal/ variação linguística 6º ano
 
Variação Linguística
Variação LinguísticaVariação Linguística
Variação Linguística
 
Aula de português
Aula de portuguêsAula de português
Aula de português
 
Pibid letras - Variação Linguística
Pibid letras - Variação LinguísticaPibid letras - Variação Linguística
Pibid letras - Variação Linguística
 
Variação linguística 2
Variação linguística 2Variação linguística 2
Variação linguística 2
 
Variação Linguística - APP
Variação Linguística - APPVariação Linguística - APP
Variação Linguística - APP
 
Exercícios sobre variação linguística
Exercícios sobre variação linguísticaExercícios sobre variação linguística
Exercícios sobre variação linguística
 
LÍNGUA & LINGUAGEM
LÍNGUA & LINGUAGEMLÍNGUA & LINGUAGEM
LÍNGUA & LINGUAGEM
 
Apresentaçao variação linguística
Apresentaçao variação linguísticaApresentaçao variação linguística
Apresentaçao variação linguística
 

Semelhante a Variação linguistica slide

Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
caurysilva
 
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguísticaLinguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Kênia Machado
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
Isabelli Lima
 
Gêneros no ensino de línguas Marcuschi
Gêneros no ensino de línguas   MarcuschiGêneros no ensino de línguas   Marcuschi
Gêneros no ensino de línguas Marcuschi
Mauro Toniolo Silva
 
Gêneros Textuais - Fala e Escrita
Gêneros Textuais - Fala e EscritaGêneros Textuais - Fala e Escrita
Gêneros Textuais - Fala e Escrita
Ianka Targino
 
AlfabetizaçãO E Letramento
AlfabetizaçãO E LetramentoAlfabetizaçãO E Letramento
AlfabetizaçãO E Letramento
Amanda C.
 
Linguagem de especialidade
Linguagem de especialidadeLinguagem de especialidade
Linguagem de especialidade
claudia murta
 

Semelhante a Variação linguistica slide (20)

Artigo científico artigo19 xii de língua portuguesa
Artigo científico   artigo19 xii de língua portuguesaArtigo científico   artigo19 xii de língua portuguesa
Artigo científico artigo19 xii de língua portuguesa
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguísticaLinguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
 
PORTUGUÊS EAD 1.pdf
PORTUGUÊS EAD 1.pdfPORTUGUÊS EAD 1.pdf
PORTUGUÊS EAD 1.pdf
 
Trab. Ir. Lucas.pptx
Trab.  Ir. Lucas.pptxTrab.  Ir. Lucas.pptx
Trab. Ir. Lucas.pptx
 
Pojhd
PojhdPojhd
Pojhd
 
Seminário socio Texto 5
Seminário socio Texto 5Seminário socio Texto 5
Seminário socio Texto 5
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Gêneros no ensino de línguas Marcuschi
Gêneros no ensino de línguas   MarcuschiGêneros no ensino de línguas   Marcuschi
Gêneros no ensino de línguas Marcuschi
 
Esquema Bakhtin
Esquema BakhtinEsquema Bakhtin
Esquema Bakhtin
 
VARIAÇÃO LINGUÍSTICA 1º ANO.pdf
VARIAÇÃO LINGUÍSTICA 1º ANO.pdfVARIAÇÃO LINGUÍSTICA 1º ANO.pdf
VARIAÇÃO LINGUÍSTICA 1º ANO.pdf
 
Gêneros Textuais - Fala e Escrita
Gêneros Textuais - Fala e EscritaGêneros Textuais - Fala e Escrita
Gêneros Textuais - Fala e Escrita
 
2011 português 2
2011 português 22011 português 2
2011 português 2
 
AlfabetizaçãO E Letramento
AlfabetizaçãO E LetramentoAlfabetizaçãO E Letramento
AlfabetizaçãO E Letramento
 
Linguagem de especialidade
Linguagem de especialidadeLinguagem de especialidade
Linguagem de especialidade
 
5. comunidade de fala
5. comunidade de fala5. comunidade de fala
5. comunidade de fala
 
Linguística II
Linguística IILinguística II
Linguística II
 
Oralidade em Rubem Fonseca: uma intervenção do aluno em situação de risco social
Oralidade em Rubem Fonseca: uma intervenção do aluno em situação de risco socialOralidade em Rubem Fonseca: uma intervenção do aluno em situação de risco social
Oralidade em Rubem Fonseca: uma intervenção do aluno em situação de risco social
 
Artigo sobre sociolinguistica
Artigo sobre sociolinguisticaArtigo sobre sociolinguistica
Artigo sobre sociolinguistica
 
Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1
 

Variação linguistica slide

  • 2. 1.Variação histórica: a língua se altera de época para época, conforme as transformações socioculturais que marcam cada tempo. 2.Variação geográfica: de lugar para lugar também há diferenças significativas dentro de uma língua. A fala da zona rural, por exemplo, é muito diferente da fala da zona urbana.
  • 3. 3.Variação social: entre uma classe social e outra há diferentes modos de falar. Um magistrado, por exemplo, não fala como um operário. Entre as variantes sociais, costumam-se distinguir duas grandes divisões: a) variedade culta (das pessoas com mais prestígio social); b) variedade popular (dos segmentos sociais com menos prestígio).
  • 4. 4.Variação de situação: um mesmo indivíduo varia o próprio modo de falar, de acordo com as circunstâncias em que se situa o ato de comunicação. Entre as variações de situação (ou variação de estilo), distinguem duas: a) estilo informal (espontâneo, descomprometido, com baixo grau de preocupação com a linguagem); b) estilo formal (calculado, vigiado, com alto grau de reflexão).
  • 5. É importante ressaltar quatro considerações sobre norma e variação, a fim de evitar mal-entendidos por parte dos alunos: I. a língua é, simultaneamente, um código – cujas possibilidades estruturais são predeterminadas – e um fato social sujeito às tensões que dão dinamismo à sociedade. São diversas as possibilidades previstas pelo código linguístico; algumas se realizam, outras não. Entre as variantes documentadas, estabelece-se uma valoração que é relativa, pois depende do prestígio social dos usuários e da frequência estatística desse emprego;
  • 6. II. as regras expostas pelas gramáticas escolares pretensamente refletem a variante mais empregada pelos falantes de maior prestígio social, entretanto não há comprovação científica disso. Muito ao contrário, os poucos e recentes estudos de linguística descritiva do português do Brasil têm revelado importantes divergências em relação às prescrições dessas gramáticas;
  • 7. III. ao contrário do que o falante comum crê, não existe uma coincidência plena entre as prescrições contidas nas obras dos diversos gramáticos, revelando que os métodos e fundamentos utilizados variam de autor para autor;
  • 8. IV. as regras gramaticais não são eternas nem imutáveis. Os usos linguísticos se alteram com o tempo, o que faz com que as prescrições pedagógicas sejam renovadas.
  • 9. Por isso, em termos de variação linguística, os vestibulares em geral e o Enem têm elaborado questões visando às seguintes competências do candidato: • identificar no texto e descrever marcas de uma dada variação; • identificar o segmento social com que certa variação se relaciona; • interpretar a funcionalidade do uso de certa variação para a construção do texto;
  • 10. • reescrever variações, traduzindo-as para a língua culta; • avaliar se a escolha de determinada variação está adequada à circunstância de comunicação em que foi empregada; • sequestrar (arremedar) a variação de um grupo social para caricaturá-lo e satirizá-lo.