SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Baixar para ler offline
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
RIO GRANDE DO NORTE
Campus Nova Cruz
Disciplina: Língua Portuguesa
Professor: Luiz Alberto Pimentel
Variação Linguística
2
Variação Linguística
Língua é a linguagem verbal (oral/escrita)
utilizada por um grupo de indivíduos que
constituem uma comunidade.
 Ela é uma construção humana e histórica;
 É organizadora da identidade dos seus usuários;
 Ela também dá unidade a uma cultura, a uma
nação;
 Uma língua viva é dinâmica e, por isso, está
sujeita a variações.
Variações lingüísticas são diferenças que uma
mesma língua apresenta quando é utilizada, de
acordo com as condições sociais, culturais,
regionais e históricas.
3
Variação Linguística
Tipos de Variação Lingüística
4
♦ Variação histórica ♦
♦ Variação geográfica ♦
♦ Variação social ♦
♦ Variação situacional ♦
Variação histórica
Refere-se aos estágios de desenvolvimento
de uma língua ao longo da História.
Exemplo: português arcaico x português
contemporâneo.
5
6
Variação histórica
Trecho da Carta de Pero Vaz de Caminha,
século XVI:
“De ponta a ponta, é tudo praia... Muito
chã e muito formosa. Nela, até agora,
não pudemos saber que haja ouro nem
prata... Porém a terra em si é de muitos
bons ares, assim frios e temperados...
Águas são muitas; infindas. E em tal
maneira é graciosa, que querendo-a
aproveitar, dar-se-á nela tudo por bem
das águas que tem. Porém o melhor fruto
que dela pode tirar me parece será salvar
essa gente. E esta deve ser a principal
semente que Vossa Alteza em ela deve
lançar.”
7
Variação Geográfica
Variedade que a língua portuguesa assume
nos diferentes lugares onde é falada.
8
Variação geográfica
O Português é a língua oficial em oito países
de quatro continentes:
♦ Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau,
Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe,
Timor Leste
No Brasil, cada região possui diferenças
lingüísticas, tanto na fala como no
vocabulário.
9
Exemplos de variação geográfica
NORDESTINÊS TAMBÉM É CULTURA:
Abestado = Bobo, leso, tolo.
Abirobado = Maluco.
Abufelar - Irritar, ficar brabo.
Amancebado = Amigado, aquele que vive
maritalmente com outra.
Amarrado = mesquinho; avarento.
Arretado = tudo que é bom; bacana; legal.
Avalie = Imagine.
Avariado das idéias = meio amalucado.
Avexado = Apressado.
Bater a caçuleta = Morrer.
Bizonho = triste, calado.
Brenha = Lugar longe de difícil acesso; escuro.
Briba = Pequena lagartixa.
Bruguelo = Criança pequena
UM CASO MINÊRO, SÔ!
“Sapassado, era sessetembro, taveu
na cuzinha tomano ua pincumel e
cuzinhano um kidicarne cum
mastumati pra fazer ua macaronada
cum galinhassada. Quascaí de susto,
quanduví um barui vindi denduforno,
parecenum tidiguerra. A receita
mandopô midipipoca denda galinha
prassá. O forno isquentô, o mistorô e
o fiofó da galinha isprudiu!
Nossinhora! Fiquei branco quinem
lidileite. Foi um trem doidimais!
Quascaí dendapia! Fiquei sensabê
doncovim, poncovô, doncotava.
Óipcevê quidoidura! Grazadeus
ninguém simaxucô!”
10
Exemplos de variação geográfica
Refere-se às formas da língua empregadas
pelas diferentes classes ou grupos sociais.
11
Variação social
‘o réu vive de espórtula, tanto que é
notória sua cacosmia’.
(linguajar jurídico)
Oi rapeize do surf brigadão pela
moral que vcs tão me dando, pow ta
muito bom quando ta batendo
aquelas ondas na prainha. Tá
show,valeu brigadão.
(conversa de surfista)
Norma culta: variedade de prestígio, que deve ser adquirida na
vida escolar e cujo domínio é solicitado como forma de ascensão
social e profissional.
Linguagem técnica: usada no exercício de certas atividades
profissionais.
Modos de falar masculino e feminino: marcas na língua que
expressam modos próprios da fala masculina ou feminina, como
as marcas de gênero, o uso de adjetivos e diminutivos, etc.
Gíria: formas de língua que certos grupos desenvolvem como
um código, para a comunicação entre si e para evitar a
compreensão por parte daqueles que não pertencem ao grupo.
12
Variação social
É a capacidade que tem um mesmo indivíduo
de empregar as diferentes formas da língua
em situações comunicativas diversas,
procurando adequar a forma e o vocabulário
em cada situação.
13
Variação situacional
No trabalho, na escola,
com os amigos, com a
família, em
solenidades, no mundo
virtual, etc.
Todas as variações estão presentes tanto na língua
falada quanto na língua escrita. Podemos, inclusive,
encontrar (e usar) as variações lingüísticas em
diferentes contextos de produção escrita.
Existe uma variedade de língua padrão, que é a
variedade lingüística de maior prestígio social.
Aprendemos a valorizar a variedade padrão porque
socialmente ela representa o poder econômico e
simbólico dos grupos sociais que a elegeram como
padrão.
14
Considerações importantes
É importante compreender as variações
lingüísticas para melhor usar a língua em
diferentes situações. Utilizar a língua como meio de
expressão, informação e comunicação requer,
também, o domínio dos diferentes contextos de
aplicação da língua.
O idioma pode ser um instrumento de dominação e
discriminação social. Devemos, por isso, respeitar
as linguagens utilizadas pelos diferentes grupos
sociais.
15
Considerações importantes
BRASIL: Ministério da Educação. Parâmetros curriculares
nacionais: ensino médio. Brasília: MEC/SEMPTEC, 2002.
CUNHA, Celso; CINTRA, Lindley. Nova gramática do português
contemporâneo. 2. 2d. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985.
BAGNO, Marcos. Nada na língua é por acaso: por uma pedagogia
da variação linguística. 1ª ed. São Paulo: Parábola Editorial, 1985.
INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto: curso prático de leitura e
redação. 6. ed. São Paulo: Scipione, 1999.
TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Gramática e interação: uma proposta
para o ensino de gramática no 1º e 20 graus. 5. ed. São Paulo:
Cortez, 2000.
16
Referências Bibliográficas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Aula intertextualidade
Aula intertextualidadeAula intertextualidade
Aula intertextualidade
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
 
O que é texto
O que é textoO que é texto
O que é texto
 
Gênero notícia
Gênero notíciaGênero notícia
Gênero notícia
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 
Verbos
VerbosVerbos
Verbos
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Elementos da narrativa
Elementos da narrativaElementos da narrativa
Elementos da narrativa
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMAS
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Gênero dramático
Gênero dramáticoGênero dramático
Gênero dramático
 
Processos de formação de palavras
Processos de formação de palavrasProcessos de formação de palavras
Processos de formação de palavras
 
Fonética & fonologia
Fonética & fonologiaFonética & fonologia
Fonética & fonologia
 
Relato
RelatoRelato
Relato
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
O que é Literatura?
O que é Literatura?O que é Literatura?
O que é Literatura?
 
Variação linguística enem
Variação linguística enemVariação linguística enem
Variação linguística enem
 
Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros Textuais
 
Romance
RomanceRomance
Romance
 

Destaque

Variedades Linguísticas
Variedades LinguísticasVariedades Linguísticas
Variedades Linguísticas7 de Setembro
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaElza Silveira
 
Língua: prática social e suas variações
Língua: prática social e suas variaçõesLíngua: prática social e suas variações
Língua: prática social e suas variaçõesTauane Danelli
 
1ª série E. M. - Variação Linguística
1ª série E. M. - Variação Linguística1ª série E. M. - Variação Linguística
1ª série E. M. - Variação LinguísticaAngélica Manenti
 
Português Aula1: A importância da língua portuguesa e da leitura (PRONATEC - ...
Português Aula1: A importância da língua portuguesa e da leitura (PRONATEC - ...Português Aula1: A importância da língua portuguesa e da leitura (PRONATEC - ...
Português Aula1: A importância da língua portuguesa e da leitura (PRONATEC - ...André Figundio
 
Fichamento de transcrição do texto de Variação Linguistica
Fichamento de transcrição do texto de Variação LinguisticaFichamento de transcrição do texto de Variação Linguistica
Fichamento de transcrição do texto de Variação LinguisticaNayara França
 
Avaliação de língua portuguesa 8º ano cópia
Avaliação de língua portuguesa 8º ano   cópiaAvaliação de língua portuguesa 8º ano   cópia
Avaliação de língua portuguesa 8º ano cópiaPatricia Rezende
 
Portugal, Historia, Língua e Cultura
Portugal, Historia, Língua e CulturaPortugal, Historia, Língua e Cultura
Portugal, Historia, Língua e CulturaItalo Magno
 
C.P.L.P -Trabalho de Geografia
C.P.L.P -Trabalho de GeografiaC.P.L.P -Trabalho de Geografia
C.P.L.P -Trabalho de GeografiaDuarte Súcia
 
Variação linguistica slide
Variação linguistica   slideVariação linguistica   slide
Variação linguistica slideIvana Serrano
 
Variação linguistica aulão
Variação linguistica   aulãoVariação linguistica   aulão
Variação linguistica aulãoeeepadrianonobre
 

Destaque (17)

Variedades Linguísticas
Variedades LinguísticasVariedades Linguísticas
Variedades Linguísticas
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
 
Salmo 34
Salmo 34Salmo 34
Salmo 34
 
Língua: prática social e suas variações
Língua: prática social e suas variaçõesLíngua: prática social e suas variações
Língua: prática social e suas variações
 
Teoria do medalhão trabalho de português
Teoria do medalhão trabalho de portuguêsTeoria do medalhão trabalho de português
Teoria do medalhão trabalho de português
 
1ª série E. M. - Variação Linguística
1ª série E. M. - Variação Linguística1ª série E. M. - Variação Linguística
1ª série E. M. - Variação Linguística
 
Variedades do português
Variedades do portuguêsVariedades do português
Variedades do português
 
33792
3379233792
33792
 
Português Aula1: A importância da língua portuguesa e da leitura (PRONATEC - ...
Português Aula1: A importância da língua portuguesa e da leitura (PRONATEC - ...Português Aula1: A importância da língua portuguesa e da leitura (PRONATEC - ...
Português Aula1: A importância da língua portuguesa e da leitura (PRONATEC - ...
 
Fichamento de transcrição do texto de Variação Linguistica
Fichamento de transcrição do texto de Variação LinguisticaFichamento de transcrição do texto de Variação Linguistica
Fichamento de transcrição do texto de Variação Linguistica
 
Variação Linguística - APP
Variação Linguística - APPVariação Linguística - APP
Variação Linguística - APP
 
Avaliação de língua portuguesa 8º ano cópia
Avaliação de língua portuguesa 8º ano   cópiaAvaliação de língua portuguesa 8º ano   cópia
Avaliação de língua portuguesa 8º ano cópia
 
Variação Linguística
Variação LinguísticaVariação Linguística
Variação Linguística
 
Portugal, Historia, Língua e Cultura
Portugal, Historia, Língua e CulturaPortugal, Historia, Língua e Cultura
Portugal, Historia, Língua e Cultura
 
C.P.L.P -Trabalho de Geografia
C.P.L.P -Trabalho de GeografiaC.P.L.P -Trabalho de Geografia
C.P.L.P -Trabalho de Geografia
 
Variação linguistica slide
Variação linguistica   slideVariação linguistica   slide
Variação linguistica slide
 
Variação linguistica aulão
Variação linguistica   aulãoVariação linguistica   aulão
Variação linguistica aulão
 

Semelhante a Variação Linguística

Trabalhando noções de variação linguística
Trabalhando noções de variação linguísticaTrabalhando noções de variação linguística
Trabalhando noções de variação linguísticaCristianoGaio1
 
Variação ling.
Variação ling.Variação ling.
Variação ling.lollynakimi
 
Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1Míriam Klippel
 
Variacao linguistica
Variacao linguisticaVariacao linguistica
Variacao linguisticacaurysilva
 
Variações linguísticas
Variações linguísticas Variações linguísticas
Variações linguísticas LOCIMAR MASSALAI
 
Idiomas
IdiomasIdiomas
Idiomasedi
 
23-03-2020_16_33_51_.ppt
23-03-2020_16_33_51_.ppt23-03-2020_16_33_51_.ppt
23-03-2020_16_33_51_.pptAssisTeixeira2
 
Variedades linguisticas
Variedades linguisticasVariedades linguisticas
Variedades linguisticasuesleii
 
_Aula 02 - Língua Portuguesa.pptx
_Aula 02 - Língua Portuguesa.pptx_Aula 02 - Língua Portuguesa.pptx
_Aula 02 - Língua Portuguesa.pptxROSAMONTEIROMARQUES
 
Linguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidadeLinguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidadeKaren Olivan
 
sec-ii-variac387c383o-linguc38dstica.pptx
sec-ii-variac387c383o-linguc38dstica.pptxsec-ii-variac387c383o-linguc38dstica.pptx
sec-ii-variac387c383o-linguc38dstica.pptxirmaosbatista2023
 
LIBRAS AULA 6: A interação do surdo com o mundo
LIBRAS AULA 6: A interação do surdo com o mundo LIBRAS AULA 6: A interação do surdo com o mundo
LIBRAS AULA 6: A interação do surdo com o mundo profamiriamnavarro
 
A História da Língua Portuguesa
A História da Língua PortuguesaA História da Língua Portuguesa
A História da Língua PortuguesaLarissa Oliveira
 
A História da Língua Portuguesa
A História da Língua PortuguesaA História da Língua Portuguesa
A História da Língua PortuguesaLarissa Oliveira
 
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02Fernanda Oliveira
 
Variedades dialetais o contexto, o locutorinterlocutor, o propósito comunicat...
Variedades dialetais o contexto, o locutorinterlocutor, o propósito comunicat...Variedades dialetais o contexto, o locutorinterlocutor, o propósito comunicat...
Variedades dialetais o contexto, o locutorinterlocutor, o propósito comunicat...CristianaCruz9
 

Semelhante a Variação Linguística (20)

Trabalhando noções de variação linguística
Trabalhando noções de variação linguísticaTrabalhando noções de variação linguística
Trabalhando noções de variação linguística
 
Variação ling.
Variação ling.Variação ling.
Variação ling.
 
Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1
 
Variacao linguistica
Variacao linguisticaVariacao linguistica
Variacao linguistica
 
Variações linguísticas
Variações linguísticas Variações linguísticas
Variações linguísticas
 
3 encontro - Pnaic 2015
3 encontro - Pnaic 20153 encontro - Pnaic 2015
3 encontro - Pnaic 2015
 
Idiomas
IdiomasIdiomas
Idiomas
 
23-03-2020_16_33_51_.ppt
23-03-2020_16_33_51_.ppt23-03-2020_16_33_51_.ppt
23-03-2020_16_33_51_.ppt
 
Variedades linguisticas
Variedades linguisticasVariedades linguisticas
Variedades linguisticas
 
_Aula 02 - Língua Portuguesa.pptx
_Aula 02 - Língua Portuguesa.pptx_Aula 02 - Língua Portuguesa.pptx
_Aula 02 - Língua Portuguesa.pptx
 
Linguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidadeLinguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidade
 
sec-ii-variac387c383o-linguc38dstica.pptx
sec-ii-variac387c383o-linguc38dstica.pptxsec-ii-variac387c383o-linguc38dstica.pptx
sec-ii-variac387c383o-linguc38dstica.pptx
 
LIBRAS AULA 6: A interação do surdo com o mundo
LIBRAS AULA 6: A interação do surdo com o mundo LIBRAS AULA 6: A interação do surdo com o mundo
LIBRAS AULA 6: A interação do surdo com o mundo
 
variaeslingusticas-150714203732-lva1-app6891.pptx
variaeslingusticas-150714203732-lva1-app6891.pptxvariaeslingusticas-150714203732-lva1-app6891.pptx
variaeslingusticas-150714203732-lva1-app6891.pptx
 
Variações linguísticas
Variações linguísticasVariações linguísticas
Variações linguísticas
 
Língua pdf
Língua pdfLíngua pdf
Língua pdf
 
A História da Língua Portuguesa
A História da Língua PortuguesaA História da Língua Portuguesa
A História da Língua Portuguesa
 
A História da Língua Portuguesa
A História da Língua PortuguesaA História da Língua Portuguesa
A História da Língua Portuguesa
 
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02
 
Variedades dialetais o contexto, o locutorinterlocutor, o propósito comunicat...
Variedades dialetais o contexto, o locutorinterlocutor, o propósito comunicat...Variedades dialetais o contexto, o locutorinterlocutor, o propósito comunicat...
Variedades dialetais o contexto, o locutorinterlocutor, o propósito comunicat...
 

Último

QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 

Último (20)

QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 

Variação Linguística

  • 1. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA RIO GRANDE DO NORTE Campus Nova Cruz Disciplina: Língua Portuguesa Professor: Luiz Alberto Pimentel Variação Linguística
  • 2. 2 Variação Linguística Língua é a linguagem verbal (oral/escrita) utilizada por um grupo de indivíduos que constituem uma comunidade.  Ela é uma construção humana e histórica;  É organizadora da identidade dos seus usuários;  Ela também dá unidade a uma cultura, a uma nação;  Uma língua viva é dinâmica e, por isso, está sujeita a variações.
  • 3. Variações lingüísticas são diferenças que uma mesma língua apresenta quando é utilizada, de acordo com as condições sociais, culturais, regionais e históricas. 3 Variação Linguística
  • 4. Tipos de Variação Lingüística 4 ♦ Variação histórica ♦ ♦ Variação geográfica ♦ ♦ Variação social ♦ ♦ Variação situacional ♦
  • 5. Variação histórica Refere-se aos estágios de desenvolvimento de uma língua ao longo da História. Exemplo: português arcaico x português contemporâneo. 5
  • 6. 6 Variação histórica Trecho da Carta de Pero Vaz de Caminha, século XVI: “De ponta a ponta, é tudo praia... Muito chã e muito formosa. Nela, até agora, não pudemos saber que haja ouro nem prata... Porém a terra em si é de muitos bons ares, assim frios e temperados... Águas são muitas; infindas. E em tal maneira é graciosa, que querendo-a aproveitar, dar-se-á nela tudo por bem das águas que tem. Porém o melhor fruto que dela pode tirar me parece será salvar essa gente. E esta deve ser a principal semente que Vossa Alteza em ela deve lançar.”
  • 7. 7 Variação Geográfica Variedade que a língua portuguesa assume nos diferentes lugares onde é falada.
  • 8. 8 Variação geográfica O Português é a língua oficial em oito países de quatro continentes: ♦ Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor Leste
  • 9. No Brasil, cada região possui diferenças lingüísticas, tanto na fala como no vocabulário. 9 Exemplos de variação geográfica NORDESTINÊS TAMBÉM É CULTURA: Abestado = Bobo, leso, tolo. Abirobado = Maluco. Abufelar - Irritar, ficar brabo. Amancebado = Amigado, aquele que vive maritalmente com outra. Amarrado = mesquinho; avarento. Arretado = tudo que é bom; bacana; legal. Avalie = Imagine. Avariado das idéias = meio amalucado. Avexado = Apressado. Bater a caçuleta = Morrer. Bizonho = triste, calado. Brenha = Lugar longe de difícil acesso; escuro. Briba = Pequena lagartixa. Bruguelo = Criança pequena
  • 10. UM CASO MINÊRO, SÔ! “Sapassado, era sessetembro, taveu na cuzinha tomano ua pincumel e cuzinhano um kidicarne cum mastumati pra fazer ua macaronada cum galinhassada. Quascaí de susto, quanduví um barui vindi denduforno, parecenum tidiguerra. A receita mandopô midipipoca denda galinha prassá. O forno isquentô, o mistorô e o fiofó da galinha isprudiu! Nossinhora! Fiquei branco quinem lidileite. Foi um trem doidimais! Quascaí dendapia! Fiquei sensabê doncovim, poncovô, doncotava. Óipcevê quidoidura! Grazadeus ninguém simaxucô!” 10 Exemplos de variação geográfica
  • 11. Refere-se às formas da língua empregadas pelas diferentes classes ou grupos sociais. 11 Variação social ‘o réu vive de espórtula, tanto que é notória sua cacosmia’. (linguajar jurídico) Oi rapeize do surf brigadão pela moral que vcs tão me dando, pow ta muito bom quando ta batendo aquelas ondas na prainha. Tá show,valeu brigadão. (conversa de surfista)
  • 12. Norma culta: variedade de prestígio, que deve ser adquirida na vida escolar e cujo domínio é solicitado como forma de ascensão social e profissional. Linguagem técnica: usada no exercício de certas atividades profissionais. Modos de falar masculino e feminino: marcas na língua que expressam modos próprios da fala masculina ou feminina, como as marcas de gênero, o uso de adjetivos e diminutivos, etc. Gíria: formas de língua que certos grupos desenvolvem como um código, para a comunicação entre si e para evitar a compreensão por parte daqueles que não pertencem ao grupo. 12 Variação social
  • 13. É a capacidade que tem um mesmo indivíduo de empregar as diferentes formas da língua em situações comunicativas diversas, procurando adequar a forma e o vocabulário em cada situação. 13 Variação situacional No trabalho, na escola, com os amigos, com a família, em solenidades, no mundo virtual, etc.
  • 14. Todas as variações estão presentes tanto na língua falada quanto na língua escrita. Podemos, inclusive, encontrar (e usar) as variações lingüísticas em diferentes contextos de produção escrita. Existe uma variedade de língua padrão, que é a variedade lingüística de maior prestígio social. Aprendemos a valorizar a variedade padrão porque socialmente ela representa o poder econômico e simbólico dos grupos sociais que a elegeram como padrão. 14 Considerações importantes
  • 15. É importante compreender as variações lingüísticas para melhor usar a língua em diferentes situações. Utilizar a língua como meio de expressão, informação e comunicação requer, também, o domínio dos diferentes contextos de aplicação da língua. O idioma pode ser um instrumento de dominação e discriminação social. Devemos, por isso, respeitar as linguagens utilizadas pelos diferentes grupos sociais. 15 Considerações importantes
  • 16. BRASIL: Ministério da Educação. Parâmetros curriculares nacionais: ensino médio. Brasília: MEC/SEMPTEC, 2002. CUNHA, Celso; CINTRA, Lindley. Nova gramática do português contemporâneo. 2. 2d. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985. BAGNO, Marcos. Nada na língua é por acaso: por uma pedagogia da variação linguística. 1ª ed. São Paulo: Parábola Editorial, 1985. INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto: curso prático de leitura e redação. 6. ed. São Paulo: Scipione, 1999. TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Gramática e interação: uma proposta para o ensino de gramática no 1º e 20 graus. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2000. 16 Referências Bibliográficas