SlideShare uma empresa Scribd logo
Vantagem Competitiva em Logística
Vantagem Competitiva em Logística
Empresarial Baseada em
Empresarial Baseada em
Tecnologia de Informação
Tecnologia de Informação
Aluisio Monteiro,M.Sc
André Luiz Batista Bezerra
Universidade Veiga de Almeida
Adaptado por Maurício Lima
Faculdade Novos Horizontes
Conceito de Logística
● Council of Logistic Management (1996): “processo de
planejar, implementar e controlar a eficiência, o fluxo e
armazenagem de mercadorias, serviços e
informações correlatas, do ponto de origem ao ponto
de consumo, com o objetivo de atender às exigências
dos clientes.”
● A logística é tudo aquilo que envolve o transporte de
produtos (entre clientes, fornecedores e fabricantes),
estoque (em armazéns, galpões, lojas pequenas ou
grandes) e a localização de cada participante da
cadeia logística ou cadeia de suprimentos.
Competitividade no Mercado
● Atualmente, a Logística Empresarial está associada
diretamente ao fato de uma organização relacionar-se
com o cliente interagindo de forma eficiente com a cadeia
produtiva para conquistar o objetivo final – estar
competitivamente atuando no mercado.
● Para obter essa vantagem competitiva, as empresas estão
recorrendo aos sistemas integrados de informação,
buscando automatizar seu processo produtivo utilizando
algumas tecnologias do tipo:
● Electronic Data Interchange (EDI),
● o Warehouse Management System (WMS),
● tecnologia de código de barras e
● o Vendor Managed Inventor (VMI).
Cadeia de Suprimento e Fluxo de
Informação, Ballou (2001)
Lucro através da redução de custos
● A logística no Brasil é um tema relativamente recente
se compararmos ao surgimento de fábricas e
indústrias no país.
● Ela vem sendo falada e discutida com mais
propriedade desde meados da década de 90, com a
conscientização política do “custo Brasil” e pela
percepção da vantagem competitiva percebida pelos
empresários, desde então o conceito de logística foi
pouco difundido.
● A evolução, desde então, se deu pelo crescente
interesse de obtenção de lucro como consequência da
redução de custos de transporte, localização e
estocagem de produtos.
Redução de custos com o uso de
Sistemas de Informação
● Um dos fatores mais relevantes ao desenvolvimento dos
processos administrativos é a aplicação de tecnologia de
informação, proporcionando um grande aumento de
eficiência. Tais sistemas abrangem todas as
ferramentas que a tecnologia disponibiliza para o
controle e gerenciamento do fluxo de informação de
uma organização (BALLOU, 1993).
● Existem, no mercado, alguns tipos de ferramentas que
facilitam e tornam a informação mais acurada para
aplicação na cedeia de suprimentos, alguns exemplos
destes sistemas são: o código de barras, o EDI (Electronic
Data Interchange), o ECR (Efficient Consumer Response)
e os ERPs que integram todos os outros.
Sistemas Integrados de Gestão ou
ERP – Enterprise Resource Planning
Sistemas Integrados de Gestão ou
ERP – Enterprise Resource Planning
● ERP consiste basicamente na integração de
todas as atividades do negócio, entre elas,
● finanças,
● marketing,
● produção,
● recursos humanos,
● compras logística, etc.
● Apresenta o benefício direto de facilitar e
tornar mais rápido e preciso o fluxo de
informação permitindo assim o controle dos
processos de negócios.
Características de um ERP,
Souza (1999)
● Os ERPs são pacotes comerciais;
● São desenvolvidos através de modelos
padrões de processos;
● Integram sistemas de várias áreas das
empresas;
● Utilizam um banco de dados centralizado;
● Possuem grande abrangência funcional.
WMS (Warehouse Management
System)
● WMS é uma tecnologia utilizada em armazéns
onde ele integra e processa as informações de
localização de material, controle e utilização
da capacidade produtiva de mão-de-obra, além
de emitir relatórios para os mais diversos
tipos de acompanhamento e gerenciamento.
● O sistema prioriza uma determinada tarefa em
função da disponibilidade de um funcionário
informando a sua localização no armazém.
● Com este recurso ocorre um aumento na
produtividade quando diferentes tipos de
tarefas são intercaladas.
TMS (Transportation Management
System)
TMS (Transportation Management
System)
● TMS é uma tecnologia utilizada no processo
de distribuição.
● Este sistema objetiva controlar toda a operação
e gestão de transportes de forma integrada.
● O sistema permite o cadastro e o controle de
itens como veículos, frotas, frete, manutenção,
gastos, receitas.
● Além disso, permite emitir relatórios para os
mais diversos tipos de acompanhamento e
gerenciamento.
Código de Barras
Código de Barras
● A leitura de código de barras exige que sejam
utilizados alguns aparelhos específicos e que
são adotados conforme a necessidade da
empresa.
● Alguns desses aparelhos são os leitores:
● caneta ótica,
● slot reader,
● leitor CCD,
● pistola laser,
● scanner omnidirecional e
● o leitor automático de documentos
Código de Barras
● Existe uma padronização mundial para a leitura
de código de barras.
● Para cada produto ou objetivo da identificação
existe um tipo de código. Por exemplo:
● O EAN – 13, EAN – 8 e UPC são utilizados na
unidade de consumo, ou seja, na embalagem
do produto que o consumidor final esta
comprando.
● Exemplo: 1 litro de leite em caixa;
Código de Barras
● O EAN/DUN – 14 (SCC - 14) / UCC/EAN 128
são utilizados nas caixas que embalam as
várias unidades desses produtos unitários.
● Exemplo: um engradado contendo 12 litros de
leite em caixa;
● O UCC/EAN - 128 são usados nos pallets
dentro dos galpões de supermercados ou
distribuidores. Estes levam no código de
barras Identificadores de Aplicação (AI).
RFID – Radio Frequency
Identification
RFID – Radio Frequency
Identification
● Identificação via Radio Freqüência é uma das
mais novas tecnologias de coleta automática
de dados.
● Inicialmente surgiu como solução para
sistemas de rastreamento e controle de acesso
na década de 80.
● Uma das maiores vantagens dos sistemas
baseados em RFID é o fato de permitir a
codificação em ambientes não favoráveis e em
produtos onde o uso de código de barras,
por exemplo, não é eficiente.
RFID – Radio Frequency
Identification
● Este sistema funciona com uma antena, um
transmissor e um decodificador. Esses
componentes interagem através de ondas
eletromagnéticas transformando-as em
informações capazes de ser processadas por
um computador.
● A principal vantagem do uso de sistemas RFID
é realizar a leitura sem o contato como no
código de barras.
● Você poderia, por exemplo, colocar o
transmissor dentro de um produto e realizar a
leitura sem ter que desempacotá-lo.
RFID – Radio Frequency
Identification
RFID – Radio Frequency
Identification
● Esse sistema pode ser usado para
● controle de acesso,
● controle de tráfego de veículos,
● controle de bagagens em aeroportos,
● controle de containers,
● identificação de pallets.
● O tempo de resposta é baixíssimo, tornando-se
uma boa solução para processo produtivos
onde se deseja capturar as informações com
o transmissor em movimento.
Rastreamento de Frotas com
Tecnologia GPS e GPRS
Rastreamento de Frotas com
Tecnologia GPS e GPRS
● Rastreamento é o processo de monitorar um objeto
enquanto ele se move.
● Hoje em dia é possível monitorar a posição ou movimento
de qualquer objeto, utilizando-se de equipamentos de
GPS aliados a links de comunicação.
● O casamento GPS + comunicação (GPRS) é necessário
pois o receptor GPS localiza sua própria posição. Esta
deve ser transmitida via canal de comunicação
(GPRS) para uma central que fará efetivamente o
monitoramento.
● Esta tecnologia é comumente conhecida como AVL
(Automatic Vehicle Location).
Rastreamento de Frotas com
Tecnologia GPS e GPRS
● A tecnologia GPS é bem conhecida hoje, e
comercialmente viável, tendo inclusive
fornecedores de equipamentos consolidados e
preços formados.
● As variáveis que efetivamente determinam o
custo e o modo de operação do rastreamento
de veículos são
● canal de comunicação entre o veículo e a
central de monitoramento (GPRS) e
● o pacote de serviços oferecidos por esta central
(acesso web).
Rastreamento de Frotas com
Tecnologia GPS e GPRS
● A ligação feita entre a central de comunicação e o
ponto rastreado pode ser feita via telefonia celular
(GPRS) que tem seus aparelhos baratos para a
solução que oferece.
● Tem restrições como qualquer outra solução que é
estar acessível apenas onde tem cobertura de
telefonia celular e o custo da comunicação ainda é
alto.
● Outra opção é a comunicação via rádio. Esta
modalidade é muito simples de implantar, tem um
custo de implantação baixo, onde não há custo de
comunicação, tendo que fazer a regulamentação com
a ANATEL (no Brasil).
Rastreamento de Frotas com
Tecnologia GPS e GPRS
● Com a possibilidade de rastrear veículos a
empresa pode saber onde se encontra o
veículo que está fazendo determinada
entrega.
● Fazendo um link com o sistema via web, a
empresa pode colocar a disposição do
cliente a localização da entrega.
EDI (Electronic Data Interchange)
● O EDI, ou Intercâmbio Eletrônico de Dados é um
sistema que auxilia diretamente, principalmente, a
rotina dos vendedores agilizando o processo de
comunicação com a empresa na transmissão de
dados.
● Todas as informações que um vendedor precisa
coletar e transferir para a empresa em um segundo
momento, ele faz de forma on line evitando assim a
demora no input do pedido e ele ainda tem a
possibilidade de consultar o estoque da empresa e
informar ao cliente a possibilidade de
disponibilizar a mercadoria.
EDI (Electronic Data Interchange)
● Consegue-se com ele reduzir custos administrativos;
● Reduzir o estoque (considerando que estoque parado
é capital improdutivo, então temos ainda uma
economia significativa para investimentos
dependendo da área comercial da empresa);
● Reduzir custos e desgastes com o cliente com os
itens faltantes.
● A tecnologia permite transmissão de dados on-line
proporcionando a informação acurada e
instantânea da posição de estoque.
EDI (Electronic Data Interchange)
● Outros benefícios é que o sistema ainda faz
com que o índice de divergências na entrega
e no recebimento de mercadorias seja
próximo de zero,
● e permite o melhor gerenciamento de rotas de
transporte.
VMI – Vendor Managed Inventory
● O VMI ou Estoque Administrado pelo Fornecedor, é
uma ferramenta muito importante principalmente para
a cadeia de suprimentos que pretende ou já trabalha
com o JIT (Just-in -Time).
● O principal objetivo desta técnica é fazer com que o
seu fornecedor, através de um sistema de EDI,
verifique a sua real necessidade de produto, no
momento certo e na quantidade certa.
● Este recurso tem uma maior funcionalidade para
as empresas que um grande número de
fornecedores e possui um amplo mix de produtos.
VMI – Vendor Managed Inventory
● O nível de detalhamento é tanto que, detectada
a demanda de produto acabado, o software se
encarrega de traçar planos para a produção,
planejamento de abastecimento e
distribuição para os depósitos.
ECR (Efficient Consumer
Response)
● O ECR, Resposta Eficiente ao Cliente, não é
um sistema e nem é uma técnica, é um
conjunto de práticas desenvolvidas em
conjunto com fabricantes, distribuidores e
varejistas com o objetivo de obter ganhos por
eficiência nas atividades comerciais e
operacionais entre as empresas prestando
assim um serviço de qualidade ao consumidor
final.
ECR (Efficient Consumer
Response)
● As grandes redes de varejistas como Walmart, por
exemplo, tem centenas de fornecedores, outra
infinidade de produtos diferentes e precisa de uma
cadeia de suprimentos totalmente integrada para
poder oferecer aos seus clientes o produto na
prateleira.
● Para isso acontecer é necessário que a rede adote
algumas práticas de reengenharia de processos e
Benchmarking, inclusive utilizado-se da tecnologia de
informação.
● Sendo as mesmas, premissas para começar a pensar
em integração e gerenciamento da cadeia de
suprimentos.
Conclusão
● Toda a tecnologia que hoje está à disposição da
solução da logística empresarial é capaz de gerar
soluções que satisfaçam qualquer necessidade de
mercado.
● Podemos “linkar” através de um sistema integrado,
ERP, o aplicativo de código de barras que migra
informações para um sistema de estoque onde tem
informações atualizadas a qualquer tempo por meio
de um outro aplicativo de EDI.
● Isso tudo pode estar disponível na intranet e extranet
para toda a cadeia de produção afim de otimizar o
processo em termos de eficiência de resposta ao
cliente.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sistemas de gestão da cadeia de suprimentos vf
Sistemas de gestão da cadeia de suprimentos vfSistemas de gestão da cadeia de suprimentos vf
Sistemas de gestão da cadeia de suprimentos vf
jacquelinebarros
 
Trabalho wms
Trabalho wmsTrabalho wms
Trabalho wms
Moises Ribeiro
 
Logistica 4.0 - Impactos da Transformação Digital
Logistica 4.0 - Impactos da Transformação DigitalLogistica 4.0 - Impactos da Transformação Digital
Logistica 4.0 - Impactos da Transformação Digital
Manuel Garcia Garcia
 
Gestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de SuprimentosGestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de Suprimentos
Joaquim Antonio de Souza Ribeiro
 
Sistema de gerenciamento na cadeia de suprimentos e distribuição
Sistema de gerenciamento na cadeia de suprimentos e distribuiçãoSistema de gerenciamento na cadeia de suprimentos e distribuição
Sistema de gerenciamento na cadeia de suprimentos e distribuição
mhh482
 
Tecnologia da Informação Aplicada à Logística
Tecnologia da Informação Aplicada à Logística Tecnologia da Informação Aplicada à Logística
Tecnologia da Informação Aplicada à Logística
Elisângela X. P. dos Santos
 
Microsiga Protheus WMS
Microsiga Protheus WMSMicrosiga Protheus WMS
Microsiga Protheus WMS
Fernando Joly Siquini
 
Resumo geral logística turma 04 aux. adm
Resumo geral logística   turma 04 aux. admResumo geral logística   turma 04 aux. adm
Resumo geral logística turma 04 aux. adm
Maximus Maylson
 
Aula21082020 ferramentas de estoque
Aula21082020 ferramentas de estoqueAula21082020 ferramentas de estoque
Aula21082020 ferramentas de estoque
RicardoSilva562385
 
LOGÍTICA 4.0 - PROCESSOS LOGÍSTICOS
LOGÍTICA 4.0 - PROCESSOS LOGÍSTICOSLOGÍTICA 4.0 - PROCESSOS LOGÍSTICOS
LOGÍTICA 4.0 - PROCESSOS LOGÍSTICOS
Rodrigo Grandini
 
Cadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentosCadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentos
Felippi Perez
 
tecnologia da informaçao em logistica
tecnologia da informaçao em logisticatecnologia da informaçao em logistica
tecnologia da informaçao em logistica
Beatriz Vinhal
 
Apresentação cadeia de suprimentos
Apresentação cadeia de suprimentosApresentação cadeia de suprimentos
Apresentação cadeia de suprimentos
Luana Cruz
 
Sistemas de Gestão da Cadeia de Suprimentos e Distribuição
Sistemas de Gestão da Cadeia de Suprimentos e DistribuiçãoSistemas de Gestão da Cadeia de Suprimentos e Distribuição
Sistemas de Gestão da Cadeia de Suprimentos e Distribuição
Aline
 
Aula 7 si_log_S
Aula 7 si_log_SAula 7 si_log_S
Aula 7 si_log_S
mifarias
 
SCM
SCMSCM
SCM
nayane
 
A Evolução da Tecnologia da Informação e a Integração às Diversas Áreas de Ne...
A Evolução da Tecnologia da Informação e a Integração às Diversas Áreas de Ne...A Evolução da Tecnologia da Informação e a Integração às Diversas Áreas de Ne...
A Evolução da Tecnologia da Informação e a Integração às Diversas Áreas de Ne...
André Quintana Bittencourt
 
Sistema de informação logística
Sistema de informação logísticaSistema de informação logística
Sistema de informação logística
Tina Lopez
 
LOGÍSTICA & OPERAÇÕES / CADEIA DE ABASTECIMENTO
LOGÍSTICA & OPERAÇÕES / CADEIA DE ABASTECIMENTOLOGÍSTICA & OPERAÇÕES / CADEIA DE ABASTECIMENTO
LOGÍSTICA & OPERAÇÕES / CADEIA DE ABASTECIMENTO
A_Jorge_Silva
 
07 wms - 2013
07   wms - 2013 07   wms - 2013
07 wms - 2013
Leka Nevilec
 

Mais procurados (20)

Sistemas de gestão da cadeia de suprimentos vf
Sistemas de gestão da cadeia de suprimentos vfSistemas de gestão da cadeia de suprimentos vf
Sistemas de gestão da cadeia de suprimentos vf
 
Trabalho wms
Trabalho wmsTrabalho wms
Trabalho wms
 
Logistica 4.0 - Impactos da Transformação Digital
Logistica 4.0 - Impactos da Transformação DigitalLogistica 4.0 - Impactos da Transformação Digital
Logistica 4.0 - Impactos da Transformação Digital
 
Gestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de SuprimentosGestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de Suprimentos
 
Sistema de gerenciamento na cadeia de suprimentos e distribuição
Sistema de gerenciamento na cadeia de suprimentos e distribuiçãoSistema de gerenciamento na cadeia de suprimentos e distribuição
Sistema de gerenciamento na cadeia de suprimentos e distribuição
 
Tecnologia da Informação Aplicada à Logística
Tecnologia da Informação Aplicada à Logística Tecnologia da Informação Aplicada à Logística
Tecnologia da Informação Aplicada à Logística
 
Microsiga Protheus WMS
Microsiga Protheus WMSMicrosiga Protheus WMS
Microsiga Protheus WMS
 
Resumo geral logística turma 04 aux. adm
Resumo geral logística   turma 04 aux. admResumo geral logística   turma 04 aux. adm
Resumo geral logística turma 04 aux. adm
 
Aula21082020 ferramentas de estoque
Aula21082020 ferramentas de estoqueAula21082020 ferramentas de estoque
Aula21082020 ferramentas de estoque
 
LOGÍTICA 4.0 - PROCESSOS LOGÍSTICOS
LOGÍTICA 4.0 - PROCESSOS LOGÍSTICOSLOGÍTICA 4.0 - PROCESSOS LOGÍSTICOS
LOGÍTICA 4.0 - PROCESSOS LOGÍSTICOS
 
Cadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentosCadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentos
 
tecnologia da informaçao em logistica
tecnologia da informaçao em logisticatecnologia da informaçao em logistica
tecnologia da informaçao em logistica
 
Apresentação cadeia de suprimentos
Apresentação cadeia de suprimentosApresentação cadeia de suprimentos
Apresentação cadeia de suprimentos
 
Sistemas de Gestão da Cadeia de Suprimentos e Distribuição
Sistemas de Gestão da Cadeia de Suprimentos e DistribuiçãoSistemas de Gestão da Cadeia de Suprimentos e Distribuição
Sistemas de Gestão da Cadeia de Suprimentos e Distribuição
 
Aula 7 si_log_S
Aula 7 si_log_SAula 7 si_log_S
Aula 7 si_log_S
 
SCM
SCMSCM
SCM
 
A Evolução da Tecnologia da Informação e a Integração às Diversas Áreas de Ne...
A Evolução da Tecnologia da Informação e a Integração às Diversas Áreas de Ne...A Evolução da Tecnologia da Informação e a Integração às Diversas Áreas de Ne...
A Evolução da Tecnologia da Informação e a Integração às Diversas Áreas de Ne...
 
Sistema de informação logística
Sistema de informação logísticaSistema de informação logística
Sistema de informação logística
 
LOGÍSTICA & OPERAÇÕES / CADEIA DE ABASTECIMENTO
LOGÍSTICA & OPERAÇÕES / CADEIA DE ABASTECIMENTOLOGÍSTICA & OPERAÇÕES / CADEIA DE ABASTECIMENTO
LOGÍSTICA & OPERAÇÕES / CADEIA DE ABASTECIMENTO
 
07 wms - 2013
07   wms - 2013 07   wms - 2013
07 wms - 2013
 

Destaque

92 slids logística supply chain na tecnologia da informação unifor 29 mar...
92 slids  logística  supply chain  na tecnologia da informação  unifor 29 mar...92 slids  logística  supply chain  na tecnologia da informação  unifor 29 mar...
92 slids logística supply chain na tecnologia da informação unifor 29 mar...
delano chaves gurgel do amaral
 
Presentation FeeVale - Logistc University
Presentation FeeVale - Logistc UniversityPresentation FeeVale - Logistc University
Presentation FeeVale - Logistc University
hsalvanha
 
Procurement and supply_seminario maio 2014_vantagem
Procurement and supply_seminario maio 2014_vantagemProcurement and supply_seminario maio 2014_vantagem
Procurement and supply_seminario maio 2014_vantagem
Bruno Vicente
 
Sistemas de informações gerenciais para supply chain parte 1
Sistemas de informações gerenciais para supply chain   parte 1Sistemas de informações gerenciais para supply chain   parte 1
Sistemas de informações gerenciais para supply chain parte 1
Rene Birocchi
 
Operadores logísticos
Operadores logísticosOperadores logísticos
Operadores logísticos
Jordy Zegarra Quispe
 
EDI e Logistica - Global Business
EDI e Logistica - Global BusinessEDI e Logistica - Global Business
EDI e Logistica - Global Business
Stwart Marques
 
EDI Transportes e Entregou
EDI Transportes e EntregouEDI Transportes e Entregou
EDI Transportes e Entregou
E-Sales Soluções de Integração
 
Tecnologia no Manejo Florestal Helveta Ronaldo Weigand
Tecnologia no Manejo Florestal   Helveta   Ronaldo WeigandTecnologia no Manejo Florestal   Helveta   Ronaldo Weigand
Tecnologia no Manejo Florestal Helveta Ronaldo Weigand
Ronaldo Weigand Jr
 
Gestão da cadeia de abastecimento versão final
Gestão da cadeia de abastecimento versão finalGestão da cadeia de abastecimento versão final
Gestão da cadeia de abastecimento versão final
carneiro62
 
E-Procurement & Supply Chain Management
E-Procurement & Supply Chain ManagementE-Procurement & Supply Chain Management
E-Procurement & Supply Chain Management
Thiago Andress
 
Coworking - Oportunidade para consultores, profissionais autônomos, empreende...
Coworking - Oportunidade para consultores, profissionais autônomos, empreende...Coworking - Oportunidade para consultores, profissionais autônomos, empreende...
Coworking - Oportunidade para consultores, profissionais autônomos, empreende...
Ronaldo Weigand Jr
 
EDI
EDIEDI
Edi Troca Eletronica De Dados
Edi   Troca Eletronica De DadosEdi   Troca Eletronica De Dados
Edi Troca Eletronica De Dados
guestd631c21
 
Operadores logísticos 12-05-2015-2
Operadores logísticos  12-05-2015-2Operadores logísticos  12-05-2015-2
Operadores logísticos 12-05-2015-2
valemov
 
WMS - Warehouse Management System
WMS - Warehouse Management SystemWMS - Warehouse Management System
WMS - Warehouse Management System
Flavio Oliveira Alencar
 
Aula TI 7 TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ERP,CRM, SCM, E-Business
Aula TI 7 TECNOLOGIA E SISTEMAS DE  INFORMAÇÃOERP,CRM, SCM, E-BusinessAula TI 7 TECNOLOGIA E SISTEMAS DE  INFORMAÇÃOERP,CRM, SCM, E-Business
Aula TI 7 TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ERP,CRM, SCM, E-Business
sionara14
 
Operadores logisticos
Operadores logisticosOperadores logisticos
Operadores logisticos
Instituto Sudamericano
 
Sistemas de informação e ti aplicada a logística
Sistemas de informação e ti aplicada a logísticaSistemas de informação e ti aplicada a logística
Sistemas de informação e ti aplicada a logística
tonype2010
 
WMS
WMSWMS

Destaque (19)

92 slids logística supply chain na tecnologia da informação unifor 29 mar...
92 slids  logística  supply chain  na tecnologia da informação  unifor 29 mar...92 slids  logística  supply chain  na tecnologia da informação  unifor 29 mar...
92 slids logística supply chain na tecnologia da informação unifor 29 mar...
 
Presentation FeeVale - Logistc University
Presentation FeeVale - Logistc UniversityPresentation FeeVale - Logistc University
Presentation FeeVale - Logistc University
 
Procurement and supply_seminario maio 2014_vantagem
Procurement and supply_seminario maio 2014_vantagemProcurement and supply_seminario maio 2014_vantagem
Procurement and supply_seminario maio 2014_vantagem
 
Sistemas de informações gerenciais para supply chain parte 1
Sistemas de informações gerenciais para supply chain   parte 1Sistemas de informações gerenciais para supply chain   parte 1
Sistemas de informações gerenciais para supply chain parte 1
 
Operadores logísticos
Operadores logísticosOperadores logísticos
Operadores logísticos
 
EDI e Logistica - Global Business
EDI e Logistica - Global BusinessEDI e Logistica - Global Business
EDI e Logistica - Global Business
 
EDI Transportes e Entregou
EDI Transportes e EntregouEDI Transportes e Entregou
EDI Transportes e Entregou
 
Tecnologia no Manejo Florestal Helveta Ronaldo Weigand
Tecnologia no Manejo Florestal   Helveta   Ronaldo WeigandTecnologia no Manejo Florestal   Helveta   Ronaldo Weigand
Tecnologia no Manejo Florestal Helveta Ronaldo Weigand
 
Gestão da cadeia de abastecimento versão final
Gestão da cadeia de abastecimento versão finalGestão da cadeia de abastecimento versão final
Gestão da cadeia de abastecimento versão final
 
E-Procurement & Supply Chain Management
E-Procurement & Supply Chain ManagementE-Procurement & Supply Chain Management
E-Procurement & Supply Chain Management
 
Coworking - Oportunidade para consultores, profissionais autônomos, empreende...
Coworking - Oportunidade para consultores, profissionais autônomos, empreende...Coworking - Oportunidade para consultores, profissionais autônomos, empreende...
Coworking - Oportunidade para consultores, profissionais autônomos, empreende...
 
EDI
EDIEDI
EDI
 
Edi Troca Eletronica De Dados
Edi   Troca Eletronica De DadosEdi   Troca Eletronica De Dados
Edi Troca Eletronica De Dados
 
Operadores logísticos 12-05-2015-2
Operadores logísticos  12-05-2015-2Operadores logísticos  12-05-2015-2
Operadores logísticos 12-05-2015-2
 
WMS - Warehouse Management System
WMS - Warehouse Management SystemWMS - Warehouse Management System
WMS - Warehouse Management System
 
Aula TI 7 TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ERP,CRM, SCM, E-Business
Aula TI 7 TECNOLOGIA E SISTEMAS DE  INFORMAÇÃOERP,CRM, SCM, E-BusinessAula TI 7 TECNOLOGIA E SISTEMAS DE  INFORMAÇÃOERP,CRM, SCM, E-Business
Aula TI 7 TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ERP,CRM, SCM, E-Business
 
Operadores logisticos
Operadores logisticosOperadores logisticos
Operadores logisticos
 
Sistemas de informação e ti aplicada a logística
Sistemas de informação e ti aplicada a logísticaSistemas de informação e ti aplicada a logística
Sistemas de informação e ti aplicada a logística
 
WMS
WMSWMS
WMS
 

Semelhante a Vantagem Competitiva em Logística

Aula 3 Logistica Integrada.pdf
Aula 3 Logistica Integrada.pdfAula 3 Logistica Integrada.pdf
Aula 3 Logistica Integrada.pdf
yalla6
 
3-tms-e28093-transporttation-management-system.ppt
3-tms-e28093-transporttation-management-system.ppt3-tms-e28093-transporttation-management-system.ppt
3-tms-e28093-transporttation-management-system.ppt
RevitextoReviso
 
Gestão da logística e sistemas de Transporte.ppt
Gestão da logística e sistemas de Transporte.pptGestão da logística e sistemas de Transporte.ppt
Gestão da logística e sistemas de Transporte.ppt
JoseElenilsonCruz1
 
CCD_Empresa_e_Cases_2016
CCD_Empresa_e_Cases_2016CCD_Empresa_e_Cases_2016
CCD_Empresa_e_Cases_2016
Marcelo Murad Saad
 
Apresentaçãocomercail.pdf
Apresentaçãocomercail.pdfApresentaçãocomercail.pdf
Apresentaçãocomercail.pdf
ssuser4f35ee1
 
Digitalização de todo o Supply Chain - PRIMAVERA Eye Peak - IT Channel
Digitalização de todo o Supply Chain - PRIMAVERA Eye Peak - IT ChannelDigitalização de todo o Supply Chain - PRIMAVERA Eye Peak - IT Channel
Digitalização de todo o Supply Chain - PRIMAVERA Eye Peak - IT Channel
Primavera Business Software Solutions SA
 
Log palesemaeng3
Log palesemaeng3Log palesemaeng3
Log palesemaeng3
lininha123456
 
Logística e Suas Tecnologias
Logística e Suas TecnologiasLogística e Suas Tecnologias
Logística e Suas Tecnologias
Gabriel Rodrigues
 
MovimentaçãO De Materiais
MovimentaçãO De MateriaisMovimentaçãO De Materiais
MovimentaçãO De Materiais
Elisângela X. P. dos Santos
 
Sistemas de informações
Sistemas de informaçõesSistemas de informações
Sistemas de informações
Rogério Geléia
 
Trabalho de Conclusão de Curso de Logistica e Operações.pdf
Trabalho de Conclusão de Curso de Logistica e Operações.pdfTrabalho de Conclusão de Curso de Logistica e Operações.pdf
Trabalho de Conclusão de Curso de Logistica e Operações.pdf
Antonio Anderson santos da silva
 
Institucional OpenTech 2018
Institucional OpenTech 2018Institucional OpenTech 2018
Institucional OpenTech 2018
OpenTech Gerenciamento de Riscos S.A.
 
WMS - Apresentação da Otimis e do Sistema WMS Highjump - 2015
WMS - Apresentação da Otimis e do Sistema WMS Highjump - 2015WMS - Apresentação da Otimis e do Sistema WMS Highjump - 2015
WMS - Apresentação da Otimis e do Sistema WMS Highjump - 2015
Otimis Supply Chain
 
Benner Logística apresentação ULBRA
Benner Logística apresentação ULBRABenner Logística apresentação ULBRA
Benner Logística apresentação ULBRA
walcirw
 
Tecnologia GPRS
Tecnologia GPRSTecnologia GPRS
Tecnologia GPRS
Plano Bê
 
PRP, MRP, sistema de informações ligados a logística e tecnologia aplicada a ...
PRP, MRP, sistema de informações ligados a logística e tecnologia aplicada a ...PRP, MRP, sistema de informações ligados a logística e tecnologia aplicada a ...
PRP, MRP, sistema de informações ligados a logística e tecnologia aplicada a ...
AmarildoJosMorett
 
P
PP
Tl fundamentos da_log_s03
Tl fundamentos da_log_s03Tl fundamentos da_log_s03
Tl fundamentos da_log_s03
Valdemir Ferreira Silva
 
Logística
LogísticaLogística
Logística
Rodrigo Cisco
 
Logistica
LogisticaLogistica
Logistica
Studiesfree
 

Semelhante a Vantagem Competitiva em Logística (20)

Aula 3 Logistica Integrada.pdf
Aula 3 Logistica Integrada.pdfAula 3 Logistica Integrada.pdf
Aula 3 Logistica Integrada.pdf
 
3-tms-e28093-transporttation-management-system.ppt
3-tms-e28093-transporttation-management-system.ppt3-tms-e28093-transporttation-management-system.ppt
3-tms-e28093-transporttation-management-system.ppt
 
Gestão da logística e sistemas de Transporte.ppt
Gestão da logística e sistemas de Transporte.pptGestão da logística e sistemas de Transporte.ppt
Gestão da logística e sistemas de Transporte.ppt
 
CCD_Empresa_e_Cases_2016
CCD_Empresa_e_Cases_2016CCD_Empresa_e_Cases_2016
CCD_Empresa_e_Cases_2016
 
Apresentaçãocomercail.pdf
Apresentaçãocomercail.pdfApresentaçãocomercail.pdf
Apresentaçãocomercail.pdf
 
Digitalização de todo o Supply Chain - PRIMAVERA Eye Peak - IT Channel
Digitalização de todo o Supply Chain - PRIMAVERA Eye Peak - IT ChannelDigitalização de todo o Supply Chain - PRIMAVERA Eye Peak - IT Channel
Digitalização de todo o Supply Chain - PRIMAVERA Eye Peak - IT Channel
 
Log palesemaeng3
Log palesemaeng3Log palesemaeng3
Log palesemaeng3
 
Logística e Suas Tecnologias
Logística e Suas TecnologiasLogística e Suas Tecnologias
Logística e Suas Tecnologias
 
MovimentaçãO De Materiais
MovimentaçãO De MateriaisMovimentaçãO De Materiais
MovimentaçãO De Materiais
 
Sistemas de informações
Sistemas de informaçõesSistemas de informações
Sistemas de informações
 
Trabalho de Conclusão de Curso de Logistica e Operações.pdf
Trabalho de Conclusão de Curso de Logistica e Operações.pdfTrabalho de Conclusão de Curso de Logistica e Operações.pdf
Trabalho de Conclusão de Curso de Logistica e Operações.pdf
 
Institucional OpenTech 2018
Institucional OpenTech 2018Institucional OpenTech 2018
Institucional OpenTech 2018
 
WMS - Apresentação da Otimis e do Sistema WMS Highjump - 2015
WMS - Apresentação da Otimis e do Sistema WMS Highjump - 2015WMS - Apresentação da Otimis e do Sistema WMS Highjump - 2015
WMS - Apresentação da Otimis e do Sistema WMS Highjump - 2015
 
Benner Logística apresentação ULBRA
Benner Logística apresentação ULBRABenner Logística apresentação ULBRA
Benner Logística apresentação ULBRA
 
Tecnologia GPRS
Tecnologia GPRSTecnologia GPRS
Tecnologia GPRS
 
PRP, MRP, sistema de informações ligados a logística e tecnologia aplicada a ...
PRP, MRP, sistema de informações ligados a logística e tecnologia aplicada a ...PRP, MRP, sistema de informações ligados a logística e tecnologia aplicada a ...
PRP, MRP, sistema de informações ligados a logística e tecnologia aplicada a ...
 
P
PP
P
 
Tl fundamentos da_log_s03
Tl fundamentos da_log_s03Tl fundamentos da_log_s03
Tl fundamentos da_log_s03
 
Logística
LogísticaLogística
Logística
 
Logistica
LogisticaLogistica
Logistica
 

Último

Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdfInformativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
edsonfrancojunior99
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Carlos Eduardo Coan Junior
 
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
Paulo Dalla Nora Macedo
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 

Último (6)

Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdfInformativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
 
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 

Vantagem Competitiva em Logística

  • 1. Vantagem Competitiva em Logística Vantagem Competitiva em Logística Empresarial Baseada em Empresarial Baseada em Tecnologia de Informação Tecnologia de Informação Aluisio Monteiro,M.Sc André Luiz Batista Bezerra Universidade Veiga de Almeida Adaptado por Maurício Lima Faculdade Novos Horizontes
  • 2. Conceito de Logística ● Council of Logistic Management (1996): “processo de planejar, implementar e controlar a eficiência, o fluxo e armazenagem de mercadorias, serviços e informações correlatas, do ponto de origem ao ponto de consumo, com o objetivo de atender às exigências dos clientes.” ● A logística é tudo aquilo que envolve o transporte de produtos (entre clientes, fornecedores e fabricantes), estoque (em armazéns, galpões, lojas pequenas ou grandes) e a localização de cada participante da cadeia logística ou cadeia de suprimentos.
  • 3. Competitividade no Mercado ● Atualmente, a Logística Empresarial está associada diretamente ao fato de uma organização relacionar-se com o cliente interagindo de forma eficiente com a cadeia produtiva para conquistar o objetivo final – estar competitivamente atuando no mercado. ● Para obter essa vantagem competitiva, as empresas estão recorrendo aos sistemas integrados de informação, buscando automatizar seu processo produtivo utilizando algumas tecnologias do tipo: ● Electronic Data Interchange (EDI), ● o Warehouse Management System (WMS), ● tecnologia de código de barras e ● o Vendor Managed Inventor (VMI).
  • 4. Cadeia de Suprimento e Fluxo de Informação, Ballou (2001)
  • 5. Lucro através da redução de custos ● A logística no Brasil é um tema relativamente recente se compararmos ao surgimento de fábricas e indústrias no país. ● Ela vem sendo falada e discutida com mais propriedade desde meados da década de 90, com a conscientização política do “custo Brasil” e pela percepção da vantagem competitiva percebida pelos empresários, desde então o conceito de logística foi pouco difundido. ● A evolução, desde então, se deu pelo crescente interesse de obtenção de lucro como consequência da redução de custos de transporte, localização e estocagem de produtos.
  • 6. Redução de custos com o uso de Sistemas de Informação ● Um dos fatores mais relevantes ao desenvolvimento dos processos administrativos é a aplicação de tecnologia de informação, proporcionando um grande aumento de eficiência. Tais sistemas abrangem todas as ferramentas que a tecnologia disponibiliza para o controle e gerenciamento do fluxo de informação de uma organização (BALLOU, 1993). ● Existem, no mercado, alguns tipos de ferramentas que facilitam e tornam a informação mais acurada para aplicação na cedeia de suprimentos, alguns exemplos destes sistemas são: o código de barras, o EDI (Electronic Data Interchange), o ECR (Efficient Consumer Response) e os ERPs que integram todos os outros.
  • 7. Sistemas Integrados de Gestão ou ERP – Enterprise Resource Planning
  • 8. Sistemas Integrados de Gestão ou ERP – Enterprise Resource Planning ● ERP consiste basicamente na integração de todas as atividades do negócio, entre elas, ● finanças, ● marketing, ● produção, ● recursos humanos, ● compras logística, etc. ● Apresenta o benefício direto de facilitar e tornar mais rápido e preciso o fluxo de informação permitindo assim o controle dos processos de negócios.
  • 9. Características de um ERP, Souza (1999) ● Os ERPs são pacotes comerciais; ● São desenvolvidos através de modelos padrões de processos; ● Integram sistemas de várias áreas das empresas; ● Utilizam um banco de dados centralizado; ● Possuem grande abrangência funcional.
  • 10. WMS (Warehouse Management System) ● WMS é uma tecnologia utilizada em armazéns onde ele integra e processa as informações de localização de material, controle e utilização da capacidade produtiva de mão-de-obra, além de emitir relatórios para os mais diversos tipos de acompanhamento e gerenciamento. ● O sistema prioriza uma determinada tarefa em função da disponibilidade de um funcionário informando a sua localização no armazém. ● Com este recurso ocorre um aumento na produtividade quando diferentes tipos de tarefas são intercaladas.
  • 12. TMS (Transportation Management System) ● TMS é uma tecnologia utilizada no processo de distribuição. ● Este sistema objetiva controlar toda a operação e gestão de transportes de forma integrada. ● O sistema permite o cadastro e o controle de itens como veículos, frotas, frete, manutenção, gastos, receitas. ● Além disso, permite emitir relatórios para os mais diversos tipos de acompanhamento e gerenciamento.
  • 14. Código de Barras ● A leitura de código de barras exige que sejam utilizados alguns aparelhos específicos e que são adotados conforme a necessidade da empresa. ● Alguns desses aparelhos são os leitores: ● caneta ótica, ● slot reader, ● leitor CCD, ● pistola laser, ● scanner omnidirecional e ● o leitor automático de documentos
  • 15. Código de Barras ● Existe uma padronização mundial para a leitura de código de barras. ● Para cada produto ou objetivo da identificação existe um tipo de código. Por exemplo: ● O EAN – 13, EAN – 8 e UPC são utilizados na unidade de consumo, ou seja, na embalagem do produto que o consumidor final esta comprando. ● Exemplo: 1 litro de leite em caixa;
  • 16. Código de Barras ● O EAN/DUN – 14 (SCC - 14) / UCC/EAN 128 são utilizados nas caixas que embalam as várias unidades desses produtos unitários. ● Exemplo: um engradado contendo 12 litros de leite em caixa; ● O UCC/EAN - 128 são usados nos pallets dentro dos galpões de supermercados ou distribuidores. Estes levam no código de barras Identificadores de Aplicação (AI).
  • 17. RFID – Radio Frequency Identification
  • 18. RFID – Radio Frequency Identification ● Identificação via Radio Freqüência é uma das mais novas tecnologias de coleta automática de dados. ● Inicialmente surgiu como solução para sistemas de rastreamento e controle de acesso na década de 80. ● Uma das maiores vantagens dos sistemas baseados em RFID é o fato de permitir a codificação em ambientes não favoráveis e em produtos onde o uso de código de barras, por exemplo, não é eficiente.
  • 19. RFID – Radio Frequency Identification ● Este sistema funciona com uma antena, um transmissor e um decodificador. Esses componentes interagem através de ondas eletromagnéticas transformando-as em informações capazes de ser processadas por um computador. ● A principal vantagem do uso de sistemas RFID é realizar a leitura sem o contato como no código de barras. ● Você poderia, por exemplo, colocar o transmissor dentro de um produto e realizar a leitura sem ter que desempacotá-lo.
  • 20. RFID – Radio Frequency Identification
  • 21. RFID – Radio Frequency Identification ● Esse sistema pode ser usado para ● controle de acesso, ● controle de tráfego de veículos, ● controle de bagagens em aeroportos, ● controle de containers, ● identificação de pallets. ● O tempo de resposta é baixíssimo, tornando-se uma boa solução para processo produtivos onde se deseja capturar as informações com o transmissor em movimento.
  • 22. Rastreamento de Frotas com Tecnologia GPS e GPRS
  • 23. Rastreamento de Frotas com Tecnologia GPS e GPRS ● Rastreamento é o processo de monitorar um objeto enquanto ele se move. ● Hoje em dia é possível monitorar a posição ou movimento de qualquer objeto, utilizando-se de equipamentos de GPS aliados a links de comunicação. ● O casamento GPS + comunicação (GPRS) é necessário pois o receptor GPS localiza sua própria posição. Esta deve ser transmitida via canal de comunicação (GPRS) para uma central que fará efetivamente o monitoramento. ● Esta tecnologia é comumente conhecida como AVL (Automatic Vehicle Location).
  • 24. Rastreamento de Frotas com Tecnologia GPS e GPRS ● A tecnologia GPS é bem conhecida hoje, e comercialmente viável, tendo inclusive fornecedores de equipamentos consolidados e preços formados. ● As variáveis que efetivamente determinam o custo e o modo de operação do rastreamento de veículos são ● canal de comunicação entre o veículo e a central de monitoramento (GPRS) e ● o pacote de serviços oferecidos por esta central (acesso web).
  • 25. Rastreamento de Frotas com Tecnologia GPS e GPRS ● A ligação feita entre a central de comunicação e o ponto rastreado pode ser feita via telefonia celular (GPRS) que tem seus aparelhos baratos para a solução que oferece. ● Tem restrições como qualquer outra solução que é estar acessível apenas onde tem cobertura de telefonia celular e o custo da comunicação ainda é alto. ● Outra opção é a comunicação via rádio. Esta modalidade é muito simples de implantar, tem um custo de implantação baixo, onde não há custo de comunicação, tendo que fazer a regulamentação com a ANATEL (no Brasil).
  • 26. Rastreamento de Frotas com Tecnologia GPS e GPRS ● Com a possibilidade de rastrear veículos a empresa pode saber onde se encontra o veículo que está fazendo determinada entrega. ● Fazendo um link com o sistema via web, a empresa pode colocar a disposição do cliente a localização da entrega.
  • 27. EDI (Electronic Data Interchange) ● O EDI, ou Intercâmbio Eletrônico de Dados é um sistema que auxilia diretamente, principalmente, a rotina dos vendedores agilizando o processo de comunicação com a empresa na transmissão de dados. ● Todas as informações que um vendedor precisa coletar e transferir para a empresa em um segundo momento, ele faz de forma on line evitando assim a demora no input do pedido e ele ainda tem a possibilidade de consultar o estoque da empresa e informar ao cliente a possibilidade de disponibilizar a mercadoria.
  • 28. EDI (Electronic Data Interchange) ● Consegue-se com ele reduzir custos administrativos; ● Reduzir o estoque (considerando que estoque parado é capital improdutivo, então temos ainda uma economia significativa para investimentos dependendo da área comercial da empresa); ● Reduzir custos e desgastes com o cliente com os itens faltantes. ● A tecnologia permite transmissão de dados on-line proporcionando a informação acurada e instantânea da posição de estoque.
  • 29. EDI (Electronic Data Interchange) ● Outros benefícios é que o sistema ainda faz com que o índice de divergências na entrega e no recebimento de mercadorias seja próximo de zero, ● e permite o melhor gerenciamento de rotas de transporte.
  • 30. VMI – Vendor Managed Inventory ● O VMI ou Estoque Administrado pelo Fornecedor, é uma ferramenta muito importante principalmente para a cadeia de suprimentos que pretende ou já trabalha com o JIT (Just-in -Time). ● O principal objetivo desta técnica é fazer com que o seu fornecedor, através de um sistema de EDI, verifique a sua real necessidade de produto, no momento certo e na quantidade certa. ● Este recurso tem uma maior funcionalidade para as empresas que um grande número de fornecedores e possui um amplo mix de produtos.
  • 31. VMI – Vendor Managed Inventory ● O nível de detalhamento é tanto que, detectada a demanda de produto acabado, o software se encarrega de traçar planos para a produção, planejamento de abastecimento e distribuição para os depósitos.
  • 32. ECR (Efficient Consumer Response) ● O ECR, Resposta Eficiente ao Cliente, não é um sistema e nem é uma técnica, é um conjunto de práticas desenvolvidas em conjunto com fabricantes, distribuidores e varejistas com o objetivo de obter ganhos por eficiência nas atividades comerciais e operacionais entre as empresas prestando assim um serviço de qualidade ao consumidor final.
  • 33. ECR (Efficient Consumer Response) ● As grandes redes de varejistas como Walmart, por exemplo, tem centenas de fornecedores, outra infinidade de produtos diferentes e precisa de uma cadeia de suprimentos totalmente integrada para poder oferecer aos seus clientes o produto na prateleira. ● Para isso acontecer é necessário que a rede adote algumas práticas de reengenharia de processos e Benchmarking, inclusive utilizado-se da tecnologia de informação. ● Sendo as mesmas, premissas para começar a pensar em integração e gerenciamento da cadeia de suprimentos.
  • 34. Conclusão ● Toda a tecnologia que hoje está à disposição da solução da logística empresarial é capaz de gerar soluções que satisfaçam qualquer necessidade de mercado. ● Podemos “linkar” através de um sistema integrado, ERP, o aplicativo de código de barras que migra informações para um sistema de estoque onde tem informações atualizadas a qualquer tempo por meio de um outro aplicativo de EDI. ● Isso tudo pode estar disponível na intranet e extranet para toda a cadeia de produção afim de otimizar o processo em termos de eficiência de resposta ao cliente.