SlideShare uma empresa Scribd logo
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 1
Aula 6
Profª. Ms. Eng. Aline Soares Pereira
SISTEMAS PRODUTIVOS I
Objetivo da aula
Apresentar conceitos sobre o que é projeto de produtos
e serviços.
Por que é importante um bom projeto de produtos e
serviços?serviços?
Quais são os estágios no projeto de produtos e
serviços?
Por que os projetos de produtos e serviços e o projeto
de processo deveriam ser considerados
interativamente?
Como deveria ser gerenciado o projeto interativo?
2
Projeto em Gestão da Produção
A atividade de um projeto em produção tem como objetivo mais importante:
prover produtos, serviços e processos que satisfarão aos consumidores.
Princípios gerais de projeto em
produção/operações
Geração de conceito
Prototipagem e projeto final
Triagem
Projeto Preliminar
Avaliação e Melhoramento
Projeto de produtos e serviços
Projeto de processos
Projeto de Rede
Arranjo Físico e
Fluxo
Tecnologia de
Processos
Projeto do
trabalho 3
Abordado
nesta aula
Projeto de Produtos e Serviços
O que é um projeto?O que é um projeto?
Especificação bem detalhada do produto ou serviço.
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 4
Qual o objetivo ao fazer um projeto?
Projeto de Produtos e Serviços
Satisfazer aos consumidores, atendendo a suas
necessidades e expectativas atuais e / ou futuras.
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 5
Os gerentes de produção tem a responsabilidade
Projeto de Produtos e Serviços
Os gerentes de produção tem a responsabilidade
indireta de fornecer as informações e as
recomendações das quais depende o sucesso do
desenvolvimento do projeto.
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 6
Que é projetado em um
produto ou serviço?
Pode-se considerar que todos os produtos e
serviços têm três aspectos:
um conceito: que é o conjunto de benefícios.um conceito: que é o conjunto de benefícios.
um pacote de produtos e processos: conjunto de
“componentes” que proporcionam os benefícios
definidos no conceito;
um processo: define a relação entre os
componentes dos produtos e serviços.
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 7
Etapas de Projeto
Do conceito à Especificação
Geração de conceito
Triagem
Projeto Preliminar
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 8
Prototipagem e projeto final
Avaliação e Melhoramento
O conceito O processoO pacote
Como ocorre a geração do
conceito?
Fontes internas e externas;
Idéias dos consumidores (Grupos de foco e ouvindo
os clientes);os clientes);
Idéias das atividades dos concorrentes;
Idéias dos funcionários;
Idéias de P&D (Engenharia Reversa);
Idéia não é o mesmo que conceito!
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 9
O que é triagem do conceito?
Nem todos os conceitos se tornarão produtos eNem todos os conceitos se tornarão produtos e
serviços.
Seleção de idéias.
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 10
Como é criado um projeto
preliminar?
Especificação dos produtos e serviços
componentes do pacote.componentes do pacote.
Definição dos processos para gerar o
pacote.
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 11
Especificar os componentes
do pacote
Exemplo dos componentes de um telefone:
Uma carcaça de fone;
Uma carcaça de base;
Um fone de ouvido;
Um microfone;
Um fio;
Um cabo elétrico;
Um circuito eletrônico;
Um plugue.
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 12
Definir os processos para
criar o pacote:
• Diagramas de fluxo simples.
Folhas de roteiros.• Folhas de roteiros.
• Diagramas de fluxo de processo.
• Estrutura de processamento do cliente.
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 13
Diagramas de fluxo simples
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS
14
Operação
Movimentação
Folhas de roteiro
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 15
Inspeção
Espera
Estocagem
Avaliação e Melhoria
do Projeto?
Técnicas:
Desdobramento da função qualidade (QFD).Desdobramento da função qualidade (QFD).
Engenharia de valor.
Métodos de Taguchi.
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 16
QFD - Quality Function
Deployment
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 17
Engenharia de valor: Tenta reduzir os custos e
prevenir quaisquer custos desnecessários,
antes de produzir o produto ou serviço.
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 18
Decomposição funcional de uma máquina de lavar roupas.
Métodos de Taguchi:
testar a robustez de um projeto.
No caso de férias de aventuras, por exemplo, os
projetistas precisam planejar para contingências,
como:como:
- Tempo ruim;
- Falha de equipamento;
- Faltas do pessoal;
- Acidentes;
- Doenças.
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 19
Projeto final e Protótipos
Como os produtos são testados?
Prototipagem virtual
Projeto auxiliado por computador
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 20
Como melhorar o desempenho
de um projeto?
Desenvolvimento simultâneo;
Resolução rápida de conflitos;
Estrutura organizacionais por projeto.
PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 21
Referenciais
SLACK, Nigel. Administração da Produção. 2.ed. São Paulo: Atlas,
2002.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

TDC SP 2018 - Utilizando BDD para análise de negócio e desenvolvimento de pro...
TDC SP 2018 - Utilizando BDD para análise de negócio e desenvolvimento de pro...TDC SP 2018 - Utilizando BDD para análise de negócio e desenvolvimento de pro...
TDC SP 2018 - Utilizando BDD para análise de negócio e desenvolvimento de pro...
Allan Ferreira
 
20120606 proposta técnica r07
20120606 proposta técnica r0720120606 proposta técnica r07
20120606 proposta técnica r07
solariscss
 
BPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processos
BPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processosBPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processos
BPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processos
Lecom Tecnologia
 
Chemtech - Estratégia de Inovação ou Inovação da Estratégia - Clarissa Pires ...
Chemtech - Estratégia de Inovação ou Inovação da Estratégia - Clarissa Pires ...Chemtech - Estratégia de Inovação ou Inovação da Estratégia - Clarissa Pires ...
Chemtech - Estratégia de Inovação ou Inovação da Estratégia - Clarissa Pires ...
Allagi Open Innovation Services
 
Curso de Engenharia da Qualidade - Semi Presencial
Curso de Engenharia da Qualidade - Semi PresencialCurso de Engenharia da Qualidade - Semi Presencial
Curso de Engenharia da Qualidade - Semi Presencial
Claudio Bernardi Stringari
 
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves RochaAPRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
Cloves da Rocha
 
TDC2017 | Florianopolis - Trilha DevOps How we figured out we had a SRE team ...
TDC2017 | Florianopolis - Trilha DevOps How we figured out we had a SRE team ...TDC2017 | Florianopolis - Trilha DevOps How we figured out we had a SRE team ...
TDC2017 | Florianopolis - Trilha DevOps How we figured out we had a SRE team ...
tdc-globalcode
 
Produtos SEBRAE 2011
Produtos SEBRAE 2011Produtos SEBRAE 2011
Mps br final - mps
Mps br final - mpsMps br final - mps
Mps br final - mps
Edvaldo Cruz
 
Why service (design)? - The Developer's Conference
Why service (design)? - The Developer's ConferenceWhy service (design)? - The Developer's Conference
Why service (design)? - The Developer's Conference
Israel Lessak
 
Tcc marcelo schumacher_implantação_software_er_vertical_saúde_erp_backoffice
Tcc marcelo schumacher_implantação_software_er_vertical_saúde_erp_backofficeTcc marcelo schumacher_implantação_software_er_vertical_saúde_erp_backoffice
Tcc marcelo schumacher_implantação_software_er_vertical_saúde_erp_backoffice
Marcelo Schumacher
 
Apresentação Galleon
Apresentação GalleonApresentação Galleon
Apresentação Galleon
Caio Moldenhauer Peret, PMP
 
Gerenciamento de Projetos - Aula 2 - Gestão de Escopo
Gerenciamento de Projetos - Aula 2 - Gestão de EscopoGerenciamento de Projetos - Aula 2 - Gestão de Escopo
Gerenciamento de Projetos - Aula 2 - Gestão de Escopo
Henrique Nunweiler
 
TDC2016SP - Trilha Análise de Negócios
TDC2016SP - Trilha Análise de NegóciosTDC2016SP - Trilha Análise de Negócios
TDC2016SP - Trilha Análise de Negócios
tdc-globalcode
 
Requisitos no Processo Iterativo
Requisitos no Processo IterativoRequisitos no Processo Iterativo
Requisitos no Processo Iterativo
Fatec
 
P.I.C. Processo de Inovação C.E.S.A.R
P.I.C. Processo de Inovação C.E.S.A.RP.I.C. Processo de Inovação C.E.S.A.R
P.I.C. Processo de Inovação C.E.S.A.R
CESAR
 
Fábrica de Software - Desenvolvimento personalizado para o seu projeto especial
Fábrica de Software - Desenvolvimento personalizado para o seu projeto especialFábrica de Software - Desenvolvimento personalizado para o seu projeto especial
Fábrica de Software - Desenvolvimento personalizado para o seu projeto especial
Strada .
 
Processos PMBOK5 (download p/ visualizar a planilha)
Processos PMBOK5  (download p/ visualizar a planilha)Processos PMBOK5  (download p/ visualizar a planilha)
Processos PMBOK5 (download p/ visualizar a planilha)
Fernando Palma
 
Métodos Agéis e como podem ser usados em projetos de BPM. Agile BPM
Métodos Agéis e como podem ser usados em projetos de BPM.  Agile BPMMétodos Agéis e como podem ser usados em projetos de BPM.  Agile BPM
Métodos Agéis e como podem ser usados em projetos de BPM. Agile BPM
Lecom Tecnologia
 
Aula 08 SGQ ISO 9001:2015 – Tópicos de encerramento
Aula 08 SGQ ISO 9001:2015 – Tópicos de encerramentoAula 08 SGQ ISO 9001:2015 – Tópicos de encerramento
Aula 08 SGQ ISO 9001:2015 – Tópicos de encerramento
Claudio Bernardi Stringari
 

Mais procurados (20)

TDC SP 2018 - Utilizando BDD para análise de negócio e desenvolvimento de pro...
TDC SP 2018 - Utilizando BDD para análise de negócio e desenvolvimento de pro...TDC SP 2018 - Utilizando BDD para análise de negócio e desenvolvimento de pro...
TDC SP 2018 - Utilizando BDD para análise de negócio e desenvolvimento de pro...
 
20120606 proposta técnica r07
20120606 proposta técnica r0720120606 proposta técnica r07
20120606 proposta técnica r07
 
BPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processos
BPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processosBPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processos
BPM Day SP 2016 - Transformação de uma empresa por meio de processos
 
Chemtech - Estratégia de Inovação ou Inovação da Estratégia - Clarissa Pires ...
Chemtech - Estratégia de Inovação ou Inovação da Estratégia - Clarissa Pires ...Chemtech - Estratégia de Inovação ou Inovação da Estratégia - Clarissa Pires ...
Chemtech - Estratégia de Inovação ou Inovação da Estratégia - Clarissa Pires ...
 
Curso de Engenharia da Qualidade - Semi Presencial
Curso de Engenharia da Qualidade - Semi PresencialCurso de Engenharia da Qualidade - Semi Presencial
Curso de Engenharia da Qualidade - Semi Presencial
 
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves RochaAPRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
 
TDC2017 | Florianopolis - Trilha DevOps How we figured out we had a SRE team ...
TDC2017 | Florianopolis - Trilha DevOps How we figured out we had a SRE team ...TDC2017 | Florianopolis - Trilha DevOps How we figured out we had a SRE team ...
TDC2017 | Florianopolis - Trilha DevOps How we figured out we had a SRE team ...
 
Produtos SEBRAE 2011
Produtos SEBRAE 2011Produtos SEBRAE 2011
Produtos SEBRAE 2011
 
Mps br final - mps
Mps br final - mpsMps br final - mps
Mps br final - mps
 
Why service (design)? - The Developer's Conference
Why service (design)? - The Developer's ConferenceWhy service (design)? - The Developer's Conference
Why service (design)? - The Developer's Conference
 
Tcc marcelo schumacher_implantação_software_er_vertical_saúde_erp_backoffice
Tcc marcelo schumacher_implantação_software_er_vertical_saúde_erp_backofficeTcc marcelo schumacher_implantação_software_er_vertical_saúde_erp_backoffice
Tcc marcelo schumacher_implantação_software_er_vertical_saúde_erp_backoffice
 
Apresentação Galleon
Apresentação GalleonApresentação Galleon
Apresentação Galleon
 
Gerenciamento de Projetos - Aula 2 - Gestão de Escopo
Gerenciamento de Projetos - Aula 2 - Gestão de EscopoGerenciamento de Projetos - Aula 2 - Gestão de Escopo
Gerenciamento de Projetos - Aula 2 - Gestão de Escopo
 
TDC2016SP - Trilha Análise de Negócios
TDC2016SP - Trilha Análise de NegóciosTDC2016SP - Trilha Análise de Negócios
TDC2016SP - Trilha Análise de Negócios
 
Requisitos no Processo Iterativo
Requisitos no Processo IterativoRequisitos no Processo Iterativo
Requisitos no Processo Iterativo
 
P.I.C. Processo de Inovação C.E.S.A.R
P.I.C. Processo de Inovação C.E.S.A.RP.I.C. Processo de Inovação C.E.S.A.R
P.I.C. Processo de Inovação C.E.S.A.R
 
Fábrica de Software - Desenvolvimento personalizado para o seu projeto especial
Fábrica de Software - Desenvolvimento personalizado para o seu projeto especialFábrica de Software - Desenvolvimento personalizado para o seu projeto especial
Fábrica de Software - Desenvolvimento personalizado para o seu projeto especial
 
Processos PMBOK5 (download p/ visualizar a planilha)
Processos PMBOK5  (download p/ visualizar a planilha)Processos PMBOK5  (download p/ visualizar a planilha)
Processos PMBOK5 (download p/ visualizar a planilha)
 
Métodos Agéis e como podem ser usados em projetos de BPM. Agile BPM
Métodos Agéis e como podem ser usados em projetos de BPM.  Agile BPMMétodos Agéis e como podem ser usados em projetos de BPM.  Agile BPM
Métodos Agéis e como podem ser usados em projetos de BPM. Agile BPM
 
Aula 08 SGQ ISO 9001:2015 – Tópicos de encerramento
Aula 08 SGQ ISO 9001:2015 – Tópicos de encerramentoAula 08 SGQ ISO 9001:2015 – Tópicos de encerramento
Aula 08 SGQ ISO 9001:2015 – Tópicos de encerramento
 

Semelhante a Slide cap 5

aula03-2s2016.pdf
aula03-2s2016.pdfaula03-2s2016.pdf
aula03-2s2016.pdf
RafaelaGoncalves6
 
Gestão de Operações
Gestão de OperaçõesGestão de Operações
Gestão de Operações
Wilian Gatti Jr
 
Pp1 f8 02 - projeto de produtos, serviços e processos
Pp1 f8   02 - projeto de produtos, serviços e processosPp1 f8   02 - projeto de produtos, serviços e processos
Pp1 f8 02 - projeto de produtos, serviços e processos
Luciana C. L. Silva
 
Webaula 50 - Como Definir e Controlar o Escopo de um Projeto – O Papel Fundam...
Webaula 50 - Como Definir e Controlar o Escopo de um Projeto – O Papel Fundam...Webaula 50 - Como Definir e Controlar o Escopo de um Projeto – O Papel Fundam...
Webaula 50 - Como Definir e Controlar o Escopo de um Projeto – O Papel Fundam...
Projetos e TI
 
Isa Show 2009 Cr 259.09 Francisco Salvador
Isa Show 2009   Cr 259.09   Francisco SalvadorIsa Show 2009   Cr 259.09   Francisco Salvador
Isa Show 2009 Cr 259.09 Francisco Salvador
Francisco Salvador
 
Gerenciamento de projetos com ms project
Gerenciamento de projetos com ms projectGerenciamento de projetos com ms project
Gerenciamento de projetos com ms project
Paulo Junior
 
Elaboração de Projetos Inovadores - ROO
Elaboração de Projetos Inovadores - ROOElaboração de Projetos Inovadores - ROO
Elaboração de Projetos Inovadores - ROO
Jeovan Figueiredo
 
PMO - Project Management Office
PMO - Project Management OfficePMO - Project Management Office
PMO - Project Management Office
Aragon Vieira
 
PDP FINAL.ppt
PDP  FINAL.pptPDP  FINAL.ppt
PDP FINAL.ppt
BrunoBoer3
 
Apresentacao pmbok e pmi
Apresentacao pmbok e pmiApresentacao pmbok e pmi
Apresentacao pmbok e pmi
Leo Paixão
 
Workshop de Inovação Tecnológica da UFTM
Workshop de Inovação Tecnológica da UFTMWorkshop de Inovação Tecnológica da UFTM
Workshop de Inovação Tecnológica da UFTM
tiuberaba
 
Prince2 - Treinamento para Certificação
Prince2 - Treinamento para CertificaçãoPrince2 - Treinamento para Certificação
Prince2 - Treinamento para Certificação
Thiago Trevisan, PMP, PRINCE2
 
Administração de Projetos - Planejamento - Escopo - Aula 8
Administração de Projetos - Planejamento - Escopo - Aula 8Administração de Projetos - Planejamento - Escopo - Aula 8
Administração de Projetos - Planejamento - Escopo - Aula 8
Ueliton da Costa Leonidio
 
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de ProjetosGestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Antonio Marcos Montai Messias
 
Princípios do Gerenciamento de Projetos e Perspectivas para 2011
Princípios do Gerenciamento de Projetos e Perspectivas para 2011Princípios do Gerenciamento de Projetos e Perspectivas para 2011
Princípios do Gerenciamento de Projetos e Perspectivas para 2011
vitorvargasr
 
TCC - "Sistema Automático de Medição do Diâmetro Interno de Rotores Via Calib...
TCC - "Sistema Automático de Medição do Diâmetro Interno de Rotores Via Calib...TCC - "Sistema Automático de Medição do Diâmetro Interno de Rotores Via Calib...
TCC - "Sistema Automático de Medição do Diâmetro Interno de Rotores Via Calib...
Carlos Alberto
 
Treinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetosTreinamento em gestão de projetos
Aula 2 - Gestão de Projetos
Aula 2 - Gestão de ProjetosAula 2 - Gestão de Projetos
Aula 2 - Gestão de Projetos
Fernando Dantas
 
Webinar Project Builder PM CANVAS
Webinar Project Builder PM CANVASWebinar Project Builder PM CANVAS
Webinar Project Builder PM CANVAS
Project Builder
 
1 - APS – Iniciação Desenvolvimento Requisitos.pdf
1 - APS – Iniciação Desenvolvimento Requisitos.pdf1 - APS – Iniciação Desenvolvimento Requisitos.pdf
1 - APS – Iniciação Desenvolvimento Requisitos.pdf
a29398
 

Semelhante a Slide cap 5 (20)

aula03-2s2016.pdf
aula03-2s2016.pdfaula03-2s2016.pdf
aula03-2s2016.pdf
 
Gestão de Operações
Gestão de OperaçõesGestão de Operações
Gestão de Operações
 
Pp1 f8 02 - projeto de produtos, serviços e processos
Pp1 f8   02 - projeto de produtos, serviços e processosPp1 f8   02 - projeto de produtos, serviços e processos
Pp1 f8 02 - projeto de produtos, serviços e processos
 
Webaula 50 - Como Definir e Controlar o Escopo de um Projeto – O Papel Fundam...
Webaula 50 - Como Definir e Controlar o Escopo de um Projeto – O Papel Fundam...Webaula 50 - Como Definir e Controlar o Escopo de um Projeto – O Papel Fundam...
Webaula 50 - Como Definir e Controlar o Escopo de um Projeto – O Papel Fundam...
 
Isa Show 2009 Cr 259.09 Francisco Salvador
Isa Show 2009   Cr 259.09   Francisco SalvadorIsa Show 2009   Cr 259.09   Francisco Salvador
Isa Show 2009 Cr 259.09 Francisco Salvador
 
Gerenciamento de projetos com ms project
Gerenciamento de projetos com ms projectGerenciamento de projetos com ms project
Gerenciamento de projetos com ms project
 
Elaboração de Projetos Inovadores - ROO
Elaboração de Projetos Inovadores - ROOElaboração de Projetos Inovadores - ROO
Elaboração de Projetos Inovadores - ROO
 
PMO - Project Management Office
PMO - Project Management OfficePMO - Project Management Office
PMO - Project Management Office
 
PDP FINAL.ppt
PDP  FINAL.pptPDP  FINAL.ppt
PDP FINAL.ppt
 
Apresentacao pmbok e pmi
Apresentacao pmbok e pmiApresentacao pmbok e pmi
Apresentacao pmbok e pmi
 
Workshop de Inovação Tecnológica da UFTM
Workshop de Inovação Tecnológica da UFTMWorkshop de Inovação Tecnológica da UFTM
Workshop de Inovação Tecnológica da UFTM
 
Prince2 - Treinamento para Certificação
Prince2 - Treinamento para CertificaçãoPrince2 - Treinamento para Certificação
Prince2 - Treinamento para Certificação
 
Administração de Projetos - Planejamento - Escopo - Aula 8
Administração de Projetos - Planejamento - Escopo - Aula 8Administração de Projetos - Planejamento - Escopo - Aula 8
Administração de Projetos - Planejamento - Escopo - Aula 8
 
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de ProjetosGestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
Gestão do escopo e qualidade em Gestão de Projetos
 
Princípios do Gerenciamento de Projetos e Perspectivas para 2011
Princípios do Gerenciamento de Projetos e Perspectivas para 2011Princípios do Gerenciamento de Projetos e Perspectivas para 2011
Princípios do Gerenciamento de Projetos e Perspectivas para 2011
 
TCC - "Sistema Automático de Medição do Diâmetro Interno de Rotores Via Calib...
TCC - "Sistema Automático de Medição do Diâmetro Interno de Rotores Via Calib...TCC - "Sistema Automático de Medição do Diâmetro Interno de Rotores Via Calib...
TCC - "Sistema Automático de Medição do Diâmetro Interno de Rotores Via Calib...
 
Treinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetosTreinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetos
 
Aula 2 - Gestão de Projetos
Aula 2 - Gestão de ProjetosAula 2 - Gestão de Projetos
Aula 2 - Gestão de Projetos
 
Webinar Project Builder PM CANVAS
Webinar Project Builder PM CANVASWebinar Project Builder PM CANVAS
Webinar Project Builder PM CANVAS
 
1 - APS – Iniciação Desenvolvimento Requisitos.pdf
1 - APS – Iniciação Desenvolvimento Requisitos.pdf1 - APS – Iniciação Desenvolvimento Requisitos.pdf
1 - APS – Iniciação Desenvolvimento Requisitos.pdf
 

Último

A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
 

Slide cap 5

  • 1. PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 1 Aula 6 Profª. Ms. Eng. Aline Soares Pereira SISTEMAS PRODUTIVOS I
  • 2. Objetivo da aula Apresentar conceitos sobre o que é projeto de produtos e serviços. Por que é importante um bom projeto de produtos e serviços?serviços? Quais são os estágios no projeto de produtos e serviços? Por que os projetos de produtos e serviços e o projeto de processo deveriam ser considerados interativamente? Como deveria ser gerenciado o projeto interativo? 2
  • 3. Projeto em Gestão da Produção A atividade de um projeto em produção tem como objetivo mais importante: prover produtos, serviços e processos que satisfarão aos consumidores. Princípios gerais de projeto em produção/operações Geração de conceito Prototipagem e projeto final Triagem Projeto Preliminar Avaliação e Melhoramento Projeto de produtos e serviços Projeto de processos Projeto de Rede Arranjo Físico e Fluxo Tecnologia de Processos Projeto do trabalho 3 Abordado nesta aula
  • 4. Projeto de Produtos e Serviços O que é um projeto?O que é um projeto? Especificação bem detalhada do produto ou serviço. PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 4
  • 5. Qual o objetivo ao fazer um projeto? Projeto de Produtos e Serviços Satisfazer aos consumidores, atendendo a suas necessidades e expectativas atuais e / ou futuras. PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 5
  • 6. Os gerentes de produção tem a responsabilidade Projeto de Produtos e Serviços Os gerentes de produção tem a responsabilidade indireta de fornecer as informações e as recomendações das quais depende o sucesso do desenvolvimento do projeto. PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 6
  • 7. Que é projetado em um produto ou serviço? Pode-se considerar que todos os produtos e serviços têm três aspectos: um conceito: que é o conjunto de benefícios.um conceito: que é o conjunto de benefícios. um pacote de produtos e processos: conjunto de “componentes” que proporcionam os benefícios definidos no conceito; um processo: define a relação entre os componentes dos produtos e serviços. PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 7
  • 8. Etapas de Projeto Do conceito à Especificação Geração de conceito Triagem Projeto Preliminar PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 8 Prototipagem e projeto final Avaliação e Melhoramento O conceito O processoO pacote
  • 9. Como ocorre a geração do conceito? Fontes internas e externas; Idéias dos consumidores (Grupos de foco e ouvindo os clientes);os clientes); Idéias das atividades dos concorrentes; Idéias dos funcionários; Idéias de P&D (Engenharia Reversa); Idéia não é o mesmo que conceito! PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 9
  • 10. O que é triagem do conceito? Nem todos os conceitos se tornarão produtos eNem todos os conceitos se tornarão produtos e serviços. Seleção de idéias. PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 10
  • 11. Como é criado um projeto preliminar? Especificação dos produtos e serviços componentes do pacote.componentes do pacote. Definição dos processos para gerar o pacote. PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 11
  • 12. Especificar os componentes do pacote Exemplo dos componentes de um telefone: Uma carcaça de fone; Uma carcaça de base; Um fone de ouvido; Um microfone; Um fio; Um cabo elétrico; Um circuito eletrônico; Um plugue. PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 12
  • 13. Definir os processos para criar o pacote: • Diagramas de fluxo simples. Folhas de roteiros.• Folhas de roteiros. • Diagramas de fluxo de processo. • Estrutura de processamento do cliente. PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 13
  • 14. Diagramas de fluxo simples PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 14
  • 15. Operação Movimentação Folhas de roteiro PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 15 Inspeção Espera Estocagem
  • 16. Avaliação e Melhoria do Projeto? Técnicas: Desdobramento da função qualidade (QFD).Desdobramento da função qualidade (QFD). Engenharia de valor. Métodos de Taguchi. PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 16
  • 17. QFD - Quality Function Deployment PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 17
  • 18. Engenharia de valor: Tenta reduzir os custos e prevenir quaisquer custos desnecessários, antes de produzir o produto ou serviço. PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 18 Decomposição funcional de uma máquina de lavar roupas.
  • 19. Métodos de Taguchi: testar a robustez de um projeto. No caso de férias de aventuras, por exemplo, os projetistas precisam planejar para contingências, como:como: - Tempo ruim; - Falha de equipamento; - Faltas do pessoal; - Acidentes; - Doenças. PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 19
  • 20. Projeto final e Protótipos Como os produtos são testados? Prototipagem virtual Projeto auxiliado por computador PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 20
  • 21. Como melhorar o desempenho de um projeto? Desenvolvimento simultâneo; Resolução rápida de conflitos; Estrutura organizacionais por projeto. PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 21
  • 22. Referenciais SLACK, Nigel. Administração da Produção. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2002.