SlideShare uma empresa Scribd logo
Sistemas de Iluminação Eficiente
em Interiores
13o COBEE
Diego Buteler
31 Agosto 2016
GE Confidential
Iluminação de Interiores
2
• Segurança
• Melhoria no ambiente de trabalho
• Adequação a normas trabalhistas
• Destaque correto para os produtos
• Sensação de conforto para clientes
• Promover vendas
Indústria,
Escritórios
Varejo
Eficiência Energética
• Redução de custos de energia
• Redução de custos de manutenção
• Menor impacto ambiental
Cenário atual do mercado
3
• Aumento do custo de energia (R$/kWh)
• Empresas com orçamentos apertados, baixa
disponibilidade de caixa
• Necessidade de tempos de retorno do
investimento / payback curto (menor que 3 anos)
• Grande diversidade de produtos no mercado
Soluções
4
Produtos LED
• Redução do custo de
manutenção / operação:
• Menor consumo
• Vida longa
• Baixa necessidade de
manutenção
• Confiabilidade e qualidade
• Certificações internacionais,
relatórios de testes
• Regulamentação
• Garantia
Projetos
• Auditoria da
situação atual
• Projeto e
implementação da
solução / Turn key
Solução
Financeira
Caso – Indústria Têxtil
5
• Levantamento das condições no
cliente / auditoria
• Definição de níveis de
iluminação mínimos ou
solicitados pelo cliente
• Manter os pontos de iluminação
atuais ou reconfigurar posição
das luminárias
• Mapeamento de todas as áreas
Manter Perfilados Existentes e acrescentar
luminárias novas quando necessário
Nível de Iluminação Adotado:
•Engomadeira: 300 lux
•Tecelagem: 500 lux
•Deposito de fios/ tecidos: 100 lux
•Inspeção: 1000 lux
•Deposito rolos: 200 lux
Refletâncias: Teto: 0,6 / Parede: 0,5 / Piso: 0,15
Pé Direito = 8,5m / Altura de Instalação = 4,5m
LLF = 0,80
Auditoria
Caso – Indústria Têxtil
6
• Definição dos parâmetros a serem usados nos
cálculos fotométricos
Projeto
Refletâncias: Teto: 0,6 / Parede: 0,5 / Piso: 0,15
Pé Direito = 8,5m / Altura de Instalação = 4,5m
LLF = 0,80
• Escolha dos produtos
Caso – Indústria Têxtil
7
Escolha dos Produtos
Eficiência
• Lm/W
• Característica da ótica,
direcionamento de luz
Vida
• Testes LM-80 / TM-21
• Função da
temperatura
TCC, IRC
• Testes LM-79
• Necessidade diferente
por aplicação
Certificações,
Regulamentação
• Lâmpadas LED: Inmetro
e Procel
• CE, UL, NBR, IEC
Adequado à
aplicação
• Proteção contra água
/ poeira
• Dimerização
Garantia
• Confiabilidade do
produto
• Possibilidade de
garantias estendidas
> 100 lm/W
Diferentes óticas
50.000h a 100.000h L70
@ 35oC
IRC > 70 para indústria
IRC > 80 para comércio
Relatórios de entidades
reconhecidas no Brasil
IP65 para áreas úmidas
Dimer. 0-10V ou DALI
3 a 5 anos de garantia
Caso – Indústria Têxtil
Consumo: 111W
Fluxo Luminoso: 14.800 lm
Eficiência Luminosa: 133 lm/W
Tensão de Operação: 120 a 277 volts
Vida Útil: 100.000 horas L70 @ 35oC
Temperatura de operação: -30º a +45ºC
IRC >70
IP44
Temperatura de Cor: 5000K
Certificação UL
Relatórios LM-79
5 anos de garantia
(2.44m)
Luminária Linear Low Bay – ALV1 - Series
Luminária com 2x T10 HO 110W
Caso – Indústria Têxtil
Consumo: 44W ou 55W
Fluxo Luminoso: 4.000 ou 5.000 lm
Eficiência Luminosa: 90 lm/W
Tensão de Operação: 120 a 277 volts
Vida Útil: 50.000 horas L70 @ 35oC
Temperatura de operação: -30º a +45ºC
Módulo de LED
Difusor em Policarbonato
Corpo em Aço Branco
Temperatura de Cor: 4000K/6500K
IP65
Certificação IEC
Relatórios LM-79
Garantia de 5 anos
Luminária Hermética MARINER LED
Luminária Hermética com 2x T10 HO 110W
Caso – Indústria Têxtil
Resultados
Economia de
Consumo de Energia
De 1.185kW para 249 kW
Economia em
Manutenção
De R$479k para R$0 / ano
• Valor da Proposta: R$ 2.893.338,75
(sem serviço)
• Medições de Iluminância pós
instalação
• Acompanhamento técnico durante
instalação
Informações Gerais79%
100%
40% incremento no nível de luz | PAYBACK 1,6 anos
16.335 luminárias 2.484 luminárias
Sistema Atual Sistema Proposto
11
CALCULADORA DE IMPACTO AMBIENTAL
Reduções anuais
108 Carros
a menos na
rua
62 hectares
de floresta
564
Gás carbônico
22,3
enxofre
Ton. de CO2
eliminadas
(efeito estufa)
Ton. de SO2
eliminadas
(chuva ácida)
11,17
Óxido nitroso
Ton. de NO
eliminadas
(poluição do ar)
Equivalem
referência: http://www2.epa.gov/energy/greenhouse-gas-equivalencies-calculator
Ex.Resultado: Vapor Metálico 400W x LED ABV1 190W
Ex.Resultado: Vapor Metálico 400W x LED ABV1 190W
Outros exemplos de troca pra LED
ABV1
95W / 190W
Metálica
250W / 400W
Indústrias,
Galpões
DownLighter
12W / 18W
Fl.Compacta
18W / 36W
Shopping
Centers,
Hospitais
LEDTube
10W / 18W
Fl. Tubular
20W / 40W
Escritórios,
Garagens
Trackspot
20W/ 40W
Cerâmica
35W / 70W
Lojas,
Supermercados
Sensores / Controles
• Presença
• Luminosidade
• Dimerização automática
• Possibilidade de configurações de horários
• Uso em luminárias prontas para dimerização
Economia adicional de até 20% com o uso de
sensores e controles
Sensores
Controles
• Endereçamento e programação de cada ponto
• Uso em conjunto com sensores, controladoras e
centrais de controle
• Controle inteligente e programável
Privileged and confidential—for internal use only.
16
Visão sobre o futuro da Iluminação Indoor
Privileged and confidential—for internal use only.
17
Visão sobre o futuro da Iluminação Indoor
Sistemas Iluminação Eficiente de Interiores

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Eficiência Energética em Sistemas de Iluminação Pública
Eficiência Energética em Sistemas de Iluminação PúblicaEficiência Energética em Sistemas de Iluminação Pública
Eficiência Energética em Sistemas de Iluminação Pública
slides-mci
 
Sistemas de Medição Inteligente
Sistemas de Medição InteligenteSistemas de Medição Inteligente
Sistemas de Medição Inteligente
slides-mci
 
Rumo à Excelência em Eficiência Energética , Caso Triple E
Rumo à Excelência em Eficiência Energética , Caso Triple ERumo à Excelência em Eficiência Energética , Caso Triple E
Rumo à Excelência em Eficiência Energética , Caso Triple E
slides-mci
 
Eficiência Energética em Plantas Industriais
Eficiência Energética em Plantas IndustriaisEficiência Energética em Plantas Industriais
Eficiência Energética em Plantas Industriais
slides-mci
 
Contribuição da Eficiência Energética na Expansão da Oferta de Energia
Contribuição da Eficiência Energética na Expansão da Oferta de EnergiaContribuição da Eficiência Energética na Expansão da Oferta de Energia
Contribuição da Eficiência Energética na Expansão da Oferta de Energia
slides-mci
 
Geração Distribuída: Uma Opção Viável
Geração Distribuída: Uma Opção ViávelGeração Distribuída: Uma Opção Viável
Geração Distribuída: Uma Opção Viável
slides-mci
 
Chillers e Sistemas de Água Gelada - Ainda a Solução mais efeiciente para HVAC
Chillers e Sistemas de Água Gelada - Ainda a Solução mais efeiciente para HVACChillers e Sistemas de Água Gelada - Ainda a Solução mais efeiciente para HVAC
Chillers e Sistemas de Água Gelada - Ainda a Solução mais efeiciente para HVAC
slides-mci
 
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
slides-mci
 
Mecanismos de Financiamento: Bancos Públicos e Privados
Mecanismos de Financiamento: Bancos Públicos e PrivadosMecanismos de Financiamento: Bancos Públicos e Privados
Mecanismos de Financiamento: Bancos Públicos e Privados
slides-mci
 
Eficiência Energética e Renováveis - Linhas de Financiamento do grupo BID par...
Eficiência Energética e Renováveis - Linhas de Financiamento do grupo BID par...Eficiência Energética e Renováveis - Linhas de Financiamento do grupo BID par...
Eficiência Energética e Renováveis - Linhas de Financiamento do grupo BID par...
slides-mci
 
ISO 50.001: Requisitos para Implementação do Sistema de Gestão
ISO 50.001: Requisitos para Implementação do Sistema de GestãoISO 50.001: Requisitos para Implementação do Sistema de Gestão
ISO 50.001: Requisitos para Implementação do Sistema de Gestão
slides-mci
 
A visão do MME para Eficiência Energética
A visão do MME para Eficiência EnergéticaA visão do MME para Eficiência Energética
A visão do MME para Eficiência Energética
slides-mci
 
PIMVP no Contexto da Gestão Energética
PIMVP no Contexto da Gestão EnergéticaPIMVP no Contexto da Gestão Energética
PIMVP no Contexto da Gestão Energética
slides-mci
 
Gestão Eficiente de Sistemas de Iluminação Pública
Gestão Eficiente de Sistemas de Iluminação Pública	Gestão Eficiente de Sistemas de Iluminação Pública
Gestão Eficiente de Sistemas de Iluminação Pública
slides-mci
 
Benchmarking de Consumo Energético: Ferramenta para gestão energética e monit...
Benchmarking de Consumo Energético: Ferramenta para gestão energética e monit...Benchmarking de Consumo Energético: Ferramenta para gestão energética e monit...
Benchmarking de Consumo Energético: Ferramenta para gestão energética e monit...
slides-mci
 
10% de ganho em eficiência no setor elétrico até 2030. O que ainda é possível?
10% de ganho em eficiência no setor elétrico até 2030. O que ainda é possível?10% de ganho em eficiência no setor elétrico até 2030. O que ainda é possível?
10% de ganho em eficiência no setor elétrico até 2030. O que ainda é possível?
slides-mci
 
Agências de Fomento Internacionais
Agências de Fomento InternacionaisAgências de Fomento Internacionais
Agências de Fomento Internacionais
slides-mci
 
A Necessária Integração dos Indicadores de Qualidade de Energia e Aspectos de...
A Necessária Integração dos Indicadores de Qualidade de Energia e Aspectos de...A Necessária Integração dos Indicadores de Qualidade de Energia e Aspectos de...
A Necessária Integração dos Indicadores de Qualidade de Energia e Aspectos de...
slides-mci
 
iNDC - Brasil (intended Nationally Determined Contribution) no contexto do Ac...
iNDC - Brasil (intended Nationally Determined Contribution) no contexto do Ac...iNDC - Brasil (intended Nationally Determined Contribution) no contexto do Ac...
iNDC - Brasil (intended Nationally Determined Contribution) no contexto do Ac...
slides-mci
 
StarEnergy - Apresentação Institucional
StarEnergy - Apresentação InstitucionalStarEnergy - Apresentação Institucional
StarEnergy - Apresentação Institucional
Vasco Pereira
 

Mais procurados (20)

Eficiência Energética em Sistemas de Iluminação Pública
Eficiência Energética em Sistemas de Iluminação PúblicaEficiência Energética em Sistemas de Iluminação Pública
Eficiência Energética em Sistemas de Iluminação Pública
 
Sistemas de Medição Inteligente
Sistemas de Medição InteligenteSistemas de Medição Inteligente
Sistemas de Medição Inteligente
 
Rumo à Excelência em Eficiência Energética , Caso Triple E
Rumo à Excelência em Eficiência Energética , Caso Triple ERumo à Excelência em Eficiência Energética , Caso Triple E
Rumo à Excelência em Eficiência Energética , Caso Triple E
 
Eficiência Energética em Plantas Industriais
Eficiência Energética em Plantas IndustriaisEficiência Energética em Plantas Industriais
Eficiência Energética em Plantas Industriais
 
Contribuição da Eficiência Energética na Expansão da Oferta de Energia
Contribuição da Eficiência Energética na Expansão da Oferta de EnergiaContribuição da Eficiência Energética na Expansão da Oferta de Energia
Contribuição da Eficiência Energética na Expansão da Oferta de Energia
 
Geração Distribuída: Uma Opção Viável
Geração Distribuída: Uma Opção ViávelGeração Distribuída: Uma Opção Viável
Geração Distribuída: Uma Opção Viável
 
Chillers e Sistemas de Água Gelada - Ainda a Solução mais efeiciente para HVAC
Chillers e Sistemas de Água Gelada - Ainda a Solução mais efeiciente para HVACChillers e Sistemas de Água Gelada - Ainda a Solução mais efeiciente para HVAC
Chillers e Sistemas de Água Gelada - Ainda a Solução mais efeiciente para HVAC
 
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
Lei 13.280/2016. O que muda no Programa de Eficiência Energética?
 
Mecanismos de Financiamento: Bancos Públicos e Privados
Mecanismos de Financiamento: Bancos Públicos e PrivadosMecanismos de Financiamento: Bancos Públicos e Privados
Mecanismos de Financiamento: Bancos Públicos e Privados
 
Eficiência Energética e Renováveis - Linhas de Financiamento do grupo BID par...
Eficiência Energética e Renováveis - Linhas de Financiamento do grupo BID par...Eficiência Energética e Renováveis - Linhas de Financiamento do grupo BID par...
Eficiência Energética e Renováveis - Linhas de Financiamento do grupo BID par...
 
ISO 50.001: Requisitos para Implementação do Sistema de Gestão
ISO 50.001: Requisitos para Implementação do Sistema de GestãoISO 50.001: Requisitos para Implementação do Sistema de Gestão
ISO 50.001: Requisitos para Implementação do Sistema de Gestão
 
A visão do MME para Eficiência Energética
A visão do MME para Eficiência EnergéticaA visão do MME para Eficiência Energética
A visão do MME para Eficiência Energética
 
PIMVP no Contexto da Gestão Energética
PIMVP no Contexto da Gestão EnergéticaPIMVP no Contexto da Gestão Energética
PIMVP no Contexto da Gestão Energética
 
Gestão Eficiente de Sistemas de Iluminação Pública
Gestão Eficiente de Sistemas de Iluminação Pública	Gestão Eficiente de Sistemas de Iluminação Pública
Gestão Eficiente de Sistemas de Iluminação Pública
 
Benchmarking de Consumo Energético: Ferramenta para gestão energética e monit...
Benchmarking de Consumo Energético: Ferramenta para gestão energética e monit...Benchmarking de Consumo Energético: Ferramenta para gestão energética e monit...
Benchmarking de Consumo Energético: Ferramenta para gestão energética e monit...
 
10% de ganho em eficiência no setor elétrico até 2030. O que ainda é possível?
10% de ganho em eficiência no setor elétrico até 2030. O que ainda é possível?10% de ganho em eficiência no setor elétrico até 2030. O que ainda é possível?
10% de ganho em eficiência no setor elétrico até 2030. O que ainda é possível?
 
Agências de Fomento Internacionais
Agências de Fomento InternacionaisAgências de Fomento Internacionais
Agências de Fomento Internacionais
 
A Necessária Integração dos Indicadores de Qualidade de Energia e Aspectos de...
A Necessária Integração dos Indicadores de Qualidade de Energia e Aspectos de...A Necessária Integração dos Indicadores de Qualidade de Energia e Aspectos de...
A Necessária Integração dos Indicadores de Qualidade de Energia e Aspectos de...
 
iNDC - Brasil (intended Nationally Determined Contribution) no contexto do Ac...
iNDC - Brasil (intended Nationally Determined Contribution) no contexto do Ac...iNDC - Brasil (intended Nationally Determined Contribution) no contexto do Ac...
iNDC - Brasil (intended Nationally Determined Contribution) no contexto do Ac...
 
StarEnergy - Apresentação Institucional
StarEnergy - Apresentação InstitucionalStarEnergy - Apresentação Institucional
StarEnergy - Apresentação Institucional
 

Destaque

O Programa de Eficiência Energética no Estado de São Paulo
O Programa de Eficiência Energética no Estado de São PauloO Programa de Eficiência Energética no Estado de São Paulo
O Programa de Eficiência Energética no Estado de São Paulo
slides-mci
 
Iniciativas de Eficiência Energética na Ásia e Pacífico
Iniciativas de Eficiência Energética na Ásia e Pacífico	Iniciativas de Eficiência Energética na Ásia e Pacífico
Iniciativas de Eficiência Energética na Ásia e Pacífico
slides-mci
 
Linhas de Crédito para Saneamento
Linhas de Crédito para SaneamentoLinhas de Crédito para Saneamento
Linhas de Crédito para Saneamento
slides-mci
 
Projeto Green Park
Projeto Green ParkProjeto Green Park
Projeto Green Park
slides-mci
 
Financiamento para Eficiência Energética nas Agências de Fomento Nacionais
Financiamento para Eficiência Energética nas Agências de Fomento NacionaisFinanciamento para Eficiência Energética nas Agências de Fomento Nacionais
Financiamento para Eficiência Energética nas Agências de Fomento Nacionais
slides-mci
 
LEED e seus impactos em reduções de emissões no Brasil e no Mundo
LEED e seus impactos em reduções de emissões no Brasil e no MundoLEED e seus impactos em reduções de emissões no Brasil e no Mundo
LEED e seus impactos em reduções de emissões no Brasil e no Mundo
slides-mci
 
Panorama da Eficiência Energética na Indústria e Comércio
Panorama da Eficiência Energética na Indústria e ComércioPanorama da Eficiência Energética na Indústria e Comércio
Panorama da Eficiência Energética na Indústria e Comércio
slides-mci
 
Alternativas de Financiamento para as Escos
Alternativas de Financiamento para as EscosAlternativas de Financiamento para as Escos
Alternativas de Financiamento para as Escos
slides-mci
 
Experiências da America Latina e Caribe em Eficiência Energética
Experiências da America Latina e Caribe em Eficiência EnergéticaExperiências da America Latina e Caribe em Eficiência Energética
Experiências da America Latina e Caribe em Eficiência Energética
slides-mci
 
Desafios da Eficiência Energética no Setor de Saneamento Ambiental
Desafios da Eficiência Energética no Setor de Saneamento AmbientalDesafios da Eficiência Energética no Setor de Saneamento Ambiental
Desafios da Eficiência Energética no Setor de Saneamento Ambiental
slides-mci
 

Destaque (10)

O Programa de Eficiência Energética no Estado de São Paulo
O Programa de Eficiência Energética no Estado de São PauloO Programa de Eficiência Energética no Estado de São Paulo
O Programa de Eficiência Energética no Estado de São Paulo
 
Iniciativas de Eficiência Energética na Ásia e Pacífico
Iniciativas de Eficiência Energética na Ásia e Pacífico	Iniciativas de Eficiência Energética na Ásia e Pacífico
Iniciativas de Eficiência Energética na Ásia e Pacífico
 
Linhas de Crédito para Saneamento
Linhas de Crédito para SaneamentoLinhas de Crédito para Saneamento
Linhas de Crédito para Saneamento
 
Projeto Green Park
Projeto Green ParkProjeto Green Park
Projeto Green Park
 
Financiamento para Eficiência Energética nas Agências de Fomento Nacionais
Financiamento para Eficiência Energética nas Agências de Fomento NacionaisFinanciamento para Eficiência Energética nas Agências de Fomento Nacionais
Financiamento para Eficiência Energética nas Agências de Fomento Nacionais
 
LEED e seus impactos em reduções de emissões no Brasil e no Mundo
LEED e seus impactos em reduções de emissões no Brasil e no MundoLEED e seus impactos em reduções de emissões no Brasil e no Mundo
LEED e seus impactos em reduções de emissões no Brasil e no Mundo
 
Panorama da Eficiência Energética na Indústria e Comércio
Panorama da Eficiência Energética na Indústria e ComércioPanorama da Eficiência Energética na Indústria e Comércio
Panorama da Eficiência Energética na Indústria e Comércio
 
Alternativas de Financiamento para as Escos
Alternativas de Financiamento para as EscosAlternativas de Financiamento para as Escos
Alternativas de Financiamento para as Escos
 
Experiências da America Latina e Caribe em Eficiência Energética
Experiências da America Latina e Caribe em Eficiência EnergéticaExperiências da America Latina e Caribe em Eficiência Energética
Experiências da America Latina e Caribe em Eficiência Energética
 
Desafios da Eficiência Energética no Setor de Saneamento Ambiental
Desafios da Eficiência Energética no Setor de Saneamento AmbientalDesafios da Eficiência Energética no Setor de Saneamento Ambiental
Desafios da Eficiência Energética no Setor de Saneamento Ambiental
 

Semelhante a Sistemas Iluminação Eficiente de Interiores

Proposta Técnica Comercial BOILER TECH rev1.pptx
Proposta Técnica Comercial BOILER TECH rev1.pptxProposta Técnica Comercial BOILER TECH rev1.pptx
Proposta Técnica Comercial BOILER TECH rev1.pptx
FilipeQuintino5
 
Exemplo projeto H Solucoes
Exemplo projeto H SolucoesExemplo projeto H Solucoes
Exemplo projeto H Solucoes
Camilo Mendoza Diaz
 
Exemplo de projeto LED H Solucoes
Exemplo de projeto LED H SolucoesExemplo de projeto LED H Solucoes
Exemplo de projeto LED H Solucoes
Camilo Mendoza Diaz
 
Valor dos módulos FV Innotech para além do preço
 Valor dos módulos FV Innotech para além do preço Valor dos módulos FV Innotech para além do preço
Valor dos módulos FV Innotech para além do preço
Krannich Solar Portugal
 
Plasticos para hidrogenio
Plasticos para hidrogenioPlasticos para hidrogenio
Plasticos para hidrogenio
Recupera
 
Apresentação lumilight atualizada ppt
Apresentação lumilight atualizada pptApresentação lumilight atualizada ppt
Apresentação lumilight atualizada ppt
Murillo Rezende
 
Apresentacao Possibilidades SLX_BR
Apresentacao Possibilidades SLX_BRApresentacao Possibilidades SLX_BR
Apresentacao Possibilidades SLX_BR
Lester Izaac
 
CONOTEL - Congresso Nacional de Hotéis
CONOTEL - Congresso Nacional de HotéisCONOTEL - Congresso Nacional de Hotéis
CONOTEL - Congresso Nacional de Hotéis
TEKNERGIA
 
Energy star
Energy starEnergy star
Energy star
Mirieli Zanetti
 
Bioliminare
BioliminareBioliminare
Bioliminare
Marco Crepaldi
 
Otimização do Uso de Ar Comprimido
Otimização do Uso de Ar ComprimidoOtimização do Uso de Ar Comprimido
Otimização do Uso de Ar Comprimido
Spraying Systems do Brasil
 
Chiller-Hospitalar-Mecalor-2021.pdf
Chiller-Hospitalar-Mecalor-2021.pdfChiller-Hospitalar-Mecalor-2021.pdf
Chiller-Hospitalar-Mecalor-2021.pdf
SALDANHAENGENHARIA
 
Aula 6-7 - automação.pdf
Aula 6-7 - automação.pdfAula 6-7 - automação.pdf
Aula 6-7 - automação.pdf
DieneFelix
 
Orlando Sampaio - SAPA
Orlando Sampaio - SAPAOrlando Sampaio - SAPA
Orlando Sampaio - SAPA
Construção Sustentável
 
Bioliminare
BioliminareBioliminare
Bioliminare
Marco Crepaldi
 
Pesquisa - Equipamentos para atmosferas explosivas [Revista O Setor Elétrico ...
Pesquisa - Equipamentos para atmosferas explosivas [Revista O Setor Elétrico ...Pesquisa - Equipamentos para atmosferas explosivas [Revista O Setor Elétrico ...
Pesquisa - Equipamentos para atmosferas explosivas [Revista O Setor Elétrico ...
atitudeeditorial
 
Arquitetura Industrial Sustentavel
Arquitetura Industrial SustentavelArquitetura Industrial Sustentavel
Arquitetura Industrial Sustentavel
Miguel Fabregues
 
Seminário Avaliação da Conformidade e ISO na Metrologia
Seminário Avaliação da Conformidade e ISO na MetrologiaSeminário Avaliação da Conformidade e ISO na Metrologia
Seminário Avaliação da Conformidade e ISO na Metrologia
Renato Bafi
 
recursos hídricos, geografia
recursos hídricos, geografiarecursos hídricos, geografia
recursos hídricos, geografia
Nilton Goulart
 
Portfólio empresa verde e parceiros
Portfólio empresa verde e parceirosPortfólio empresa verde e parceiros
Portfólio empresa verde e parceiros
Empresa Verde Consultoria em Sustentabilidade Empresarial
 

Semelhante a Sistemas Iluminação Eficiente de Interiores (20)

Proposta Técnica Comercial BOILER TECH rev1.pptx
Proposta Técnica Comercial BOILER TECH rev1.pptxProposta Técnica Comercial BOILER TECH rev1.pptx
Proposta Técnica Comercial BOILER TECH rev1.pptx
 
Exemplo projeto H Solucoes
Exemplo projeto H SolucoesExemplo projeto H Solucoes
Exemplo projeto H Solucoes
 
Exemplo de projeto LED H Solucoes
Exemplo de projeto LED H SolucoesExemplo de projeto LED H Solucoes
Exemplo de projeto LED H Solucoes
 
Valor dos módulos FV Innotech para além do preço
 Valor dos módulos FV Innotech para além do preço Valor dos módulos FV Innotech para além do preço
Valor dos módulos FV Innotech para além do preço
 
Plasticos para hidrogenio
Plasticos para hidrogenioPlasticos para hidrogenio
Plasticos para hidrogenio
 
Apresentação lumilight atualizada ppt
Apresentação lumilight atualizada pptApresentação lumilight atualizada ppt
Apresentação lumilight atualizada ppt
 
Apresentacao Possibilidades SLX_BR
Apresentacao Possibilidades SLX_BRApresentacao Possibilidades SLX_BR
Apresentacao Possibilidades SLX_BR
 
CONOTEL - Congresso Nacional de Hotéis
CONOTEL - Congresso Nacional de HotéisCONOTEL - Congresso Nacional de Hotéis
CONOTEL - Congresso Nacional de Hotéis
 
Energy star
Energy starEnergy star
Energy star
 
Bioliminare
BioliminareBioliminare
Bioliminare
 
Otimização do Uso de Ar Comprimido
Otimização do Uso de Ar ComprimidoOtimização do Uso de Ar Comprimido
Otimização do Uso de Ar Comprimido
 
Chiller-Hospitalar-Mecalor-2021.pdf
Chiller-Hospitalar-Mecalor-2021.pdfChiller-Hospitalar-Mecalor-2021.pdf
Chiller-Hospitalar-Mecalor-2021.pdf
 
Aula 6-7 - automação.pdf
Aula 6-7 - automação.pdfAula 6-7 - automação.pdf
Aula 6-7 - automação.pdf
 
Orlando Sampaio - SAPA
Orlando Sampaio - SAPAOrlando Sampaio - SAPA
Orlando Sampaio - SAPA
 
Bioliminare
BioliminareBioliminare
Bioliminare
 
Pesquisa - Equipamentos para atmosferas explosivas [Revista O Setor Elétrico ...
Pesquisa - Equipamentos para atmosferas explosivas [Revista O Setor Elétrico ...Pesquisa - Equipamentos para atmosferas explosivas [Revista O Setor Elétrico ...
Pesquisa - Equipamentos para atmosferas explosivas [Revista O Setor Elétrico ...
 
Arquitetura Industrial Sustentavel
Arquitetura Industrial SustentavelArquitetura Industrial Sustentavel
Arquitetura Industrial Sustentavel
 
Seminário Avaliação da Conformidade e ISO na Metrologia
Seminário Avaliação da Conformidade e ISO na MetrologiaSeminário Avaliação da Conformidade e ISO na Metrologia
Seminário Avaliação da Conformidade e ISO na Metrologia
 
recursos hídricos, geografia
recursos hídricos, geografiarecursos hídricos, geografia
recursos hídricos, geografia
 
Portfólio empresa verde e parceiros
Portfólio empresa verde e parceirosPortfólio empresa verde e parceiros
Portfólio empresa verde e parceiros
 

Mais de slides-mci

11h00 alex bastos 24 08 pao de acucar
11h00 alex bastos  24 08 pao de acucar11h00 alex bastos  24 08 pao de acucar
11h00 alex bastos 24 08 pao de acucar
slides-mci
 
17h10 2 marco braga politica ufrj 21-08 pao de acucar
17h10 2 marco braga politica ufrj 21-08 pao de acucar17h10 2 marco braga politica ufrj 21-08 pao de acucar
17h10 2 marco braga politica ufrj 21-08 pao de acucar
slides-mci
 
09h10 1 fernanda delgado 23 08 pedra da gavea
09h10 1 fernanda delgado 23 08 pedra da gavea 09h10 1 fernanda delgado 23 08 pedra da gavea
09h10 1 fernanda delgado 23 08 pedra da gavea
slides-mci
 
17h10 ricardo gotelib 21 08 pao de acucar
17h10 ricardo gotelib 21 08 pao de acucar17h10 ricardo gotelib 21 08 pao de acucar
17h10 ricardo gotelib 21 08 pao de acucar
slides-mci
 
09h10 1 marcelo sperle 24-08 pao de acucar
09h10 1  marcelo sperle 24-08 pao de acucar09h10 1  marcelo sperle 24-08 pao de acucar
09h10 1 marcelo sperle 24-08 pao de acucar
slides-mci
 
14h40 2 marcelo sperle 24-08 pao de acucar
14h40 2   marcelo sperle 24-08 pao de acucar14h40 2   marcelo sperle 24-08 pao de acucar
14h40 2 marcelo sperle 24-08 pao de acucar
slides-mci
 
11h00 st11 elton dantas 22 8 urca
11h00 st11 elton dantas 22 8 urca11h00 st11 elton dantas 22 8 urca
11h00 st11 elton dantas 22 8 urca
slides-mci
 
09h10 victor ramos 23 08 - corcovado
09h10 victor ramos 23 08 - corcovado09h10 victor ramos 23 08 - corcovado
09h10 victor ramos 23 08 - corcovado
slides-mci
 
09h10 ricardo hirata 22 09 pontal
09h10 ricardo hirata 22 09 pontal09h10 ricardo hirata 22 09 pontal
09h10 ricardo hirata 22 09 pontal
slides-mci
 
17h10 mesa redonda ildeu moreira 23 08 - corcovado
17h10 mesa redonda ildeu moreira 23 08 - corcovado17h10 mesa redonda ildeu moreira 23 08 - corcovado
17h10 mesa redonda ildeu moreira 23 08 - corcovado
slides-mci
 
17h10 marcus marques 21 08 pao de acucar
17h10 marcus marques 21 08 pao de acucar17h10 marcus marques 21 08 pao de acucar
17h10 marcus marques 21 08 pao de acucar
slides-mci
 
17h10 1 marco braga acidentes 21 08 pao de acucar
17h10 1 marco braga acidentes 21 08 pao de acucar17h10 1 marco braga acidentes 21 08 pao de acucar
17h10 1 marco braga acidentes 21 08 pao de acucar
slides-mci
 
17h00 decio oddone pao de acucar 22 08
17h00 decio oddone pao de acucar 22 0817h00 decio oddone pao de acucar 22 08
17h00 decio oddone pao de acucar 22 08
slides-mci
 
15h20 marcelo sperle 24 08 pao de acucar
15h20 marcelo sperle 24 08 pao de acucar15h20 marcelo sperle 24 08 pao de acucar
15h20 marcelo sperle 24 08 pao de acucar
slides-mci
 
14h40 marcio remedio 23 08 leme
14h40 marcio remedio 23 08 leme 14h40 marcio remedio 23 08 leme
14h40 marcio remedio 23 08 leme
slides-mci
 
14h00 rosangela botelho 22 08 barra
14h00 rosangela botelho 22 08 barra14h00 rosangela botelho 22 08 barra
14h00 rosangela botelho 22 08 barra
slides-mci
 
11h00 carlos roberto 21 08 botafogo
11h00 carlos roberto 21 08 botafogo11h00 carlos roberto 21 08 botafogo
11h00 carlos roberto 21 08 botafogo
slides-mci
 
11h00 aline rocha 24 08 barra
11h00 aline rocha 24 08 barra11h00 aline rocha 24 08 barra
11h00 aline rocha 24 08 barra
slides-mci
 
10h10 carlos roberto 21 08 botafogo
10h10 carlos roberto 21 08 botafogo10h10 carlos roberto 21 08 botafogo
10h10 carlos roberto 21 08 botafogo
slides-mci
 
09h50 mr marcia gaspar 24 08 pontal
09h50 mr marcia gaspar 24 08 pontal09h50 mr marcia gaspar 24 08 pontal
09h50 mr marcia gaspar 24 08 pontal
slides-mci
 

Mais de slides-mci (20)

11h00 alex bastos 24 08 pao de acucar
11h00 alex bastos  24 08 pao de acucar11h00 alex bastos  24 08 pao de acucar
11h00 alex bastos 24 08 pao de acucar
 
17h10 2 marco braga politica ufrj 21-08 pao de acucar
17h10 2 marco braga politica ufrj 21-08 pao de acucar17h10 2 marco braga politica ufrj 21-08 pao de acucar
17h10 2 marco braga politica ufrj 21-08 pao de acucar
 
09h10 1 fernanda delgado 23 08 pedra da gavea
09h10 1 fernanda delgado 23 08 pedra da gavea 09h10 1 fernanda delgado 23 08 pedra da gavea
09h10 1 fernanda delgado 23 08 pedra da gavea
 
17h10 ricardo gotelib 21 08 pao de acucar
17h10 ricardo gotelib 21 08 pao de acucar17h10 ricardo gotelib 21 08 pao de acucar
17h10 ricardo gotelib 21 08 pao de acucar
 
09h10 1 marcelo sperle 24-08 pao de acucar
09h10 1  marcelo sperle 24-08 pao de acucar09h10 1  marcelo sperle 24-08 pao de acucar
09h10 1 marcelo sperle 24-08 pao de acucar
 
14h40 2 marcelo sperle 24-08 pao de acucar
14h40 2   marcelo sperle 24-08 pao de acucar14h40 2   marcelo sperle 24-08 pao de acucar
14h40 2 marcelo sperle 24-08 pao de acucar
 
11h00 st11 elton dantas 22 8 urca
11h00 st11 elton dantas 22 8 urca11h00 st11 elton dantas 22 8 urca
11h00 st11 elton dantas 22 8 urca
 
09h10 victor ramos 23 08 - corcovado
09h10 victor ramos 23 08 - corcovado09h10 victor ramos 23 08 - corcovado
09h10 victor ramos 23 08 - corcovado
 
09h10 ricardo hirata 22 09 pontal
09h10 ricardo hirata 22 09 pontal09h10 ricardo hirata 22 09 pontal
09h10 ricardo hirata 22 09 pontal
 
17h10 mesa redonda ildeu moreira 23 08 - corcovado
17h10 mesa redonda ildeu moreira 23 08 - corcovado17h10 mesa redonda ildeu moreira 23 08 - corcovado
17h10 mesa redonda ildeu moreira 23 08 - corcovado
 
17h10 marcus marques 21 08 pao de acucar
17h10 marcus marques 21 08 pao de acucar17h10 marcus marques 21 08 pao de acucar
17h10 marcus marques 21 08 pao de acucar
 
17h10 1 marco braga acidentes 21 08 pao de acucar
17h10 1 marco braga acidentes 21 08 pao de acucar17h10 1 marco braga acidentes 21 08 pao de acucar
17h10 1 marco braga acidentes 21 08 pao de acucar
 
17h00 decio oddone pao de acucar 22 08
17h00 decio oddone pao de acucar 22 0817h00 decio oddone pao de acucar 22 08
17h00 decio oddone pao de acucar 22 08
 
15h20 marcelo sperle 24 08 pao de acucar
15h20 marcelo sperle 24 08 pao de acucar15h20 marcelo sperle 24 08 pao de acucar
15h20 marcelo sperle 24 08 pao de acucar
 
14h40 marcio remedio 23 08 leme
14h40 marcio remedio 23 08 leme 14h40 marcio remedio 23 08 leme
14h40 marcio remedio 23 08 leme
 
14h00 rosangela botelho 22 08 barra
14h00 rosangela botelho 22 08 barra14h00 rosangela botelho 22 08 barra
14h00 rosangela botelho 22 08 barra
 
11h00 carlos roberto 21 08 botafogo
11h00 carlos roberto 21 08 botafogo11h00 carlos roberto 21 08 botafogo
11h00 carlos roberto 21 08 botafogo
 
11h00 aline rocha 24 08 barra
11h00 aline rocha 24 08 barra11h00 aline rocha 24 08 barra
11h00 aline rocha 24 08 barra
 
10h10 carlos roberto 21 08 botafogo
10h10 carlos roberto 21 08 botafogo10h10 carlos roberto 21 08 botafogo
10h10 carlos roberto 21 08 botafogo
 
09h50 mr marcia gaspar 24 08 pontal
09h50 mr marcia gaspar 24 08 pontal09h50 mr marcia gaspar 24 08 pontal
09h50 mr marcia gaspar 24 08 pontal
 

Sistemas Iluminação Eficiente de Interiores

  • 1. Sistemas de Iluminação Eficiente em Interiores 13o COBEE Diego Buteler 31 Agosto 2016 GE Confidential
  • 2. Iluminação de Interiores 2 • Segurança • Melhoria no ambiente de trabalho • Adequação a normas trabalhistas • Destaque correto para os produtos • Sensação de conforto para clientes • Promover vendas Indústria, Escritórios Varejo Eficiência Energética • Redução de custos de energia • Redução de custos de manutenção • Menor impacto ambiental
  • 3. Cenário atual do mercado 3 • Aumento do custo de energia (R$/kWh) • Empresas com orçamentos apertados, baixa disponibilidade de caixa • Necessidade de tempos de retorno do investimento / payback curto (menor que 3 anos) • Grande diversidade de produtos no mercado
  • 4. Soluções 4 Produtos LED • Redução do custo de manutenção / operação: • Menor consumo • Vida longa • Baixa necessidade de manutenção • Confiabilidade e qualidade • Certificações internacionais, relatórios de testes • Regulamentação • Garantia Projetos • Auditoria da situação atual • Projeto e implementação da solução / Turn key Solução Financeira
  • 5. Caso – Indústria Têxtil 5 • Levantamento das condições no cliente / auditoria • Definição de níveis de iluminação mínimos ou solicitados pelo cliente • Manter os pontos de iluminação atuais ou reconfigurar posição das luminárias • Mapeamento de todas as áreas Manter Perfilados Existentes e acrescentar luminárias novas quando necessário Nível de Iluminação Adotado: •Engomadeira: 300 lux •Tecelagem: 500 lux •Deposito de fios/ tecidos: 100 lux •Inspeção: 1000 lux •Deposito rolos: 200 lux Refletâncias: Teto: 0,6 / Parede: 0,5 / Piso: 0,15 Pé Direito = 8,5m / Altura de Instalação = 4,5m LLF = 0,80 Auditoria
  • 6. Caso – Indústria Têxtil 6 • Definição dos parâmetros a serem usados nos cálculos fotométricos Projeto Refletâncias: Teto: 0,6 / Parede: 0,5 / Piso: 0,15 Pé Direito = 8,5m / Altura de Instalação = 4,5m LLF = 0,80 • Escolha dos produtos
  • 7. Caso – Indústria Têxtil 7 Escolha dos Produtos Eficiência • Lm/W • Característica da ótica, direcionamento de luz Vida • Testes LM-80 / TM-21 • Função da temperatura TCC, IRC • Testes LM-79 • Necessidade diferente por aplicação Certificações, Regulamentação • Lâmpadas LED: Inmetro e Procel • CE, UL, NBR, IEC Adequado à aplicação • Proteção contra água / poeira • Dimerização Garantia • Confiabilidade do produto • Possibilidade de garantias estendidas > 100 lm/W Diferentes óticas 50.000h a 100.000h L70 @ 35oC IRC > 70 para indústria IRC > 80 para comércio Relatórios de entidades reconhecidas no Brasil IP65 para áreas úmidas Dimer. 0-10V ou DALI 3 a 5 anos de garantia
  • 8. Caso – Indústria Têxtil Consumo: 111W Fluxo Luminoso: 14.800 lm Eficiência Luminosa: 133 lm/W Tensão de Operação: 120 a 277 volts Vida Útil: 100.000 horas L70 @ 35oC Temperatura de operação: -30º a +45ºC IRC >70 IP44 Temperatura de Cor: 5000K Certificação UL Relatórios LM-79 5 anos de garantia (2.44m) Luminária Linear Low Bay – ALV1 - Series Luminária com 2x T10 HO 110W
  • 9. Caso – Indústria Têxtil Consumo: 44W ou 55W Fluxo Luminoso: 4.000 ou 5.000 lm Eficiência Luminosa: 90 lm/W Tensão de Operação: 120 a 277 volts Vida Útil: 50.000 horas L70 @ 35oC Temperatura de operação: -30º a +45ºC Módulo de LED Difusor em Policarbonato Corpo em Aço Branco Temperatura de Cor: 4000K/6500K IP65 Certificação IEC Relatórios LM-79 Garantia de 5 anos Luminária Hermética MARINER LED Luminária Hermética com 2x T10 HO 110W
  • 10. Caso – Indústria Têxtil Resultados Economia de Consumo de Energia De 1.185kW para 249 kW Economia em Manutenção De R$479k para R$0 / ano • Valor da Proposta: R$ 2.893.338,75 (sem serviço) • Medições de Iluminância pós instalação • Acompanhamento técnico durante instalação Informações Gerais79% 100% 40% incremento no nível de luz | PAYBACK 1,6 anos 16.335 luminárias 2.484 luminárias Sistema Atual Sistema Proposto
  • 11. 11 CALCULADORA DE IMPACTO AMBIENTAL Reduções anuais 108 Carros a menos na rua 62 hectares de floresta 564 Gás carbônico 22,3 enxofre Ton. de CO2 eliminadas (efeito estufa) Ton. de SO2 eliminadas (chuva ácida) 11,17 Óxido nitroso Ton. de NO eliminadas (poluição do ar) Equivalem referência: http://www2.epa.gov/energy/greenhouse-gas-equivalencies-calculator
  • 12. Ex.Resultado: Vapor Metálico 400W x LED ABV1 190W
  • 13. Ex.Resultado: Vapor Metálico 400W x LED ABV1 190W
  • 14. Outros exemplos de troca pra LED ABV1 95W / 190W Metálica 250W / 400W Indústrias, Galpões DownLighter 12W / 18W Fl.Compacta 18W / 36W Shopping Centers, Hospitais LEDTube 10W / 18W Fl. Tubular 20W / 40W Escritórios, Garagens Trackspot 20W/ 40W Cerâmica 35W / 70W Lojas, Supermercados
  • 15. Sensores / Controles • Presença • Luminosidade • Dimerização automática • Possibilidade de configurações de horários • Uso em luminárias prontas para dimerização Economia adicional de até 20% com o uso de sensores e controles Sensores Controles • Endereçamento e programação de cada ponto • Uso em conjunto com sensores, controladoras e centrais de controle • Controle inteligente e programável
  • 16. Privileged and confidential—for internal use only. 16 Visão sobre o futuro da Iluminação Indoor
  • 17. Privileged and confidential—for internal use only. 17 Visão sobre o futuro da Iluminação Indoor